Blog do Eliomar

Últimos posts

Preço da gasolina cai 2% nas refinarias a partir deste sábado

A Petrobras anunciou hoje (19), em sua página na internet, que o preço do litro da gasolina ficará 2% mais barato em média nas refinarias de todo o país a partir de amanhã (20). Com a decisão, valor cairá de R$ 2,1490 – preço que vigorava desde o último dia 12 – para os R$ 2,1060 anunciado pela estatal para vigorar neste sábado.

O preço do litro do combustível atingiu maior valor nas refinarias no dia 14 de setembro último, quando a estatal passou a cobrar pelo litro da gasolina R$ 2,2514, preço que se manteve por 12 dias, até o dia 22 do mesmo mês, portanto por doze dias consecutivos.

A partir de então, o preço do litro da gasolina passou a registrar quedas consecutivas. No dia 25 de setembro, a estatal reduziu o preço do litro do procuto para R$ 2,2381, mantendo desde então uma tendência de queda no preço do litro da gasolina.

A última movimentação no preço do produto se deu no último dia 12 de outubro, quando o preço médio do litro nas refinarias passou a custar R$ 2,1490, preço que ficou estável por quatro dias consecutivos até o aumento anunciado hoje e que passará a vigorar a partir de amanhã.

O óleo diesel cobrado nas refinarias está em R$ 2,3606, o litro, desde o dia 30 de stembro, quando foi reajustado. Antes custava R$ 2,2964.

(Agência Brasil)

Datafolha – 73% dos entrevistados querem Bolsonaro nos debates

Pesquisa do Instituto Datafolha aponta que 67% dos eleitores brasileiros consideram que o debate entre os dois candidatos à Presidência da República, Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL), é muito importante. Para 73% dos entrevistados, Bolsonaro deveria comparecer aos debates. Dos 9.137 eleitores ouvidos em 341 cidades, 23% disseram que o capitão reformado não deve participar de debates e 4% não souberam responder à pergunta.

Enquanto sete em cada dez entrevistados consideram o confronto de ideias e propostas frente a frente muito importante, 19% dizem que o debate com os dois candidatos não é nada importante. Além disso, 13% disseram que o encontro seria pouco importante e 2% não souberam responder.

Questionados se o debate poderia levá-los a escolher outro candidato e mudar a intenção de voto, 76% dos entrevistados responderam que não; 8% que a chance disso acontecer é pequena; 8% que é média e 6% que haveria grande chance de isso ocorrer.

Entre os que manifestam intenção de votar em Bolsonaro, 84% afirmam que o debate não os levaria a alterar seu voto. Já entre os que pretendem votar em Haddad, 76% afirmaram que não mudariam de opinião. Registrada na Justiça Eleitoral, a pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais.

Poucas horas após a divulgação da pesquisa Datafolha, o candidato do PSL afirmou, durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais, que não tem participado de debates e tem limitado os atos públicos de campanha por temer por sua segurança pessoal após ter sido esfaqueado durante um evento em Juiz de Fora (MG), no dia 6 de setembro.

Submetido a duas cirurgias, Bolsonaro foi desaconselhado pela equipe médica a participar de debates durante todo o primeiro turno. Ontem, no entanto, médicos do Hospital Israelita Albert Einstein que o examinaram afirmaram que o candidato apresenta boa evolução clínica e que pode participar dos próximos debates, desde que sejam rápidos.

“Eu posso ter um problema com a bolsa de colostomia. Posso ter que voltar ao hospital”, declarou Bolsonaro, horas depois, na transmissão pelas redes sociais.

Já o candidato do PT, Fernando Haddad, tem repetido que gostaria de participar de debates com Bolsonaro e, pelas redes sociais, colocou-se à disposição para se reunir com o adversário em qualquer local. “Faço o que ele [Bolsonaro] quiser para ele falar o que pensa e debater o país. Com assistência médica, enfermaria, em qualquer ambiente.”

(Agência Brasil)

Hospital de Messejana ganha 48 novos leitos na emergência

551 1

Nem tudo é superlotação no Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes.

A unidade, segundo o secretário estadual da Saúde, Henrique Javi, está ganhando mais 48 leitos na emergência cardiovascular. “Com isso, vamos dobrar nossa oferta”, acentua ele.

Agora é desburocratizar a aquisição de medicamentos, o nó górdio hoje nesse estabelecimento hospitalar, e reduzir o tempo de espera por consultas, diz a clientela.

(Foto – Tapis Rouge)

Cedca do Ceará divulga nota de alerta

242 1

O Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ceará (CEDCA) divulgou nota, em tom de alerta. Confira:

NOTA PÚBLICA SOBRE DECLARAÇÕES DE CANDIDATOS ÀS ELEIÇÕES CONTRÁRIAS AOS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

O Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ceará – CEDCA – CE, instância máxima de formulação, deliberação e controle das políticas públicas para a infância e a adolescência na esfera estadual, criado pela Lei nº 11.889 de 1991, é o órgão responsável por tornar efetivos os direitos, princípios e diretrizes contidos no Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei nº 8.069 de 1990.

Tendo em vista a norma da absoluta prioridade da criança e do adolescente, assegurada no artigo 227 da Constituição Federal e disciplinada pela Lei 8.069 de 1990, o Estatuto da Criança e do Adolescente, que reconhecem crianças e adolescentes como pessoas em especial condição de desenvolvimento e como sujeitos de direito, dignas de receber proteção integral e de ter garantido seu melhor interesse, e por isso estabelece que seus direitos devem ser promovidos e protegidos de forma absolutamente prioritária.

O CEDCA-CE vem manifestar-se publicamente sobre declarações contrárias ao Estatuto da Criança e do Adolescente e aos direitos assegurados à infância e adolescência brasileiras. Assim, vem a público:

REPUDIAR toda e qualquer manifestação odiosa a crianças e adolescentes ou contrária às normas que asseguram os direitos da infância e adolescência, inclusive o uso da imagem de crianças ou adolescentes visando fomentar atos de violência;

REAFIRMAR a defesa da proteção integral de crianças e adolescentes, e, portanto, repugnar, denunciar e combater qualquer medida contrária a esses preceitos legais e constitucionais relativos a crianças e adolescentes, visando, assim, apontar que somente com o respeito a tais garantias será possível efetivar, por meio do cumprimento dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes, o Estado Democrático de Direito.

RELEMBRAR que é responsabilidade compartilhada por todos – Poder Público, comunidades, famílias, e sociedade – garantir a efetivação dos direitos de crianças e adolescentes por meio da proposição, articulação e monitoramento das políticas públicas e da mobilização social para construção de uma sociedade livre, justa e solidária.

RECOMENDAR que, conforme a norma constitucional da prioridade absoluta, todas as comunicações, declarações e manifestações públicas no âmbito das eleições sejam pautadas pelo respeito aos direitos de crianças e adolescentes, bem como que planos de governo e propostas políticas considerem a prioridade absoluta da infância e adolescência e, com isso, privilegiem a infância e adolescência no âmbito de políticas, orçamento e serviços públicos.

CONCLAMAR o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente, no uso de suas atribuições, bem como a sociedade civil, no âmbito do controle social, para que tomem as medidas cabíveis para coibir eventuais ataques no debate público aos direitos de crianças e adolescentes.

*Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ceará.

Deputado eleito do PROS diz que Bolsonaro foi fruto da incompetência do Partido dos Trabalhadores

281 2

O vereador Soldado Noélio (Pros), de Fortaleza, foi eleito deputado estadual com 24.591 votos.

Em entrevista ao Blog do Eliomar, o parlamentar agradece o apoio do eleitorado e fala da atuação que terá agora enfrentando o novo governo de Camilo Santana (PT).

Soldado Noélio, nesta campanha presidencial de segundo turno, pede votos para Jair Bolsonaro, do PSL. Para ele, o capitão tem suas qualidades, mas foi também fruto de muita incompetência do Partido dos Trabalhadores.

Cid Gomes mostra como enterrar uma campanha

Com o título Cid Gomes mostra como enterrar uma campanha”, eis artigo do jornalista Ítalo Coriolano. “Sem nenhum esforço, ele conseguiu a peça mais eficaz para desconstruir a imagem do candidato petista”, diz o articulista no texto. Confira:

Foi no momento mais delicado do PT nesta disputa pela Presidência da República, com o candidato Fernando Haddad (PT) 18 pontos percentuais atrás de Jair Bolsonaro (PSL), que o senador eleito Cid Gomes (PDT) resolveu soltar umas verdades para a sigla que ficou por 13 anos no poder. Críticas válidas em seu conteúdo, mas totalmente desastradas em seu formato, levando em conta a estratégia eleitoral. O ex-governador do Ceará entregou de “mão beijada” para o adversário um conteúdo de efeito devastador, com frases que viralizaram em todas as redes sociais: ” Vão perder feio porque fizeram muita besteira. Porque aparelharam as repartições públicas. Porque acharam que eram donos de um País, e o Brasil não aceita ter dono!”; “O Lula está preso, babaca!”.

O pedetista mal tinha acabado de externar seu colérico desabafo e o vídeo da confusão já circulava por grupos de WhatsApp e outras redes sociais em todo o País, ambientes onde, de fato, a corrida pelo Palácio do Planalto está sendo travada. Para muitos, a sensação que ficou era que os Ferreira Gomes já haviam se tornado apoiadores de Bolsonaro, apesar de declararem voto em Haddad. O conteúdo foi parar na propaganda eleitoral do candidato do PSL.

Sem nenhum esforço, ele conseguiu a peça mais eficaz para desconstruir a imagem do candidato petista.

Diante do desgaste provocado, fica difícil dissociar o episódio de 2022. PT e Ferreira Gomes devem disputar a hegemonia da oposição contra Bolsonaro, caso seja eleito e na hipótese de enfrentar fortes dificuldades para governar. A viagem de Ciro Gomes para a Europa em pleno segundo turno reforça a estratégia de tentar descolar a imagem do pedetista do PT, tendo em vista que ele já foi ministro de Lula e apoia um nome da legenda no Ceará.

Ao contrário do irmão mais velho, Cid Gomes quase sempre consegue manter o controle emocional em momentos de tensão. Sabe como poucos escapar de provocações. Entretanto, logo no início de sua fala no evento que seria de apoio a Haddad, demonstrou que estava preparado para o embate. O pedido de mea culpa para o PT acabou se transformando em duros ataques proferidos por quem era a esperança de dar novo fôlego à campanha petista.

Mas o efeito foi exatamente o oposto. Cid veio com várias pás de cal para jogar sobre a já enfraquecida candidatura de Haddad. Ainda tentou “consertar” o problema gravando um vídeo de 20 segundos que não transmite muita credibilidade. Mas já era tarde demais. O estrago estava feito e pode ser o ponto de partida para o rompimento entre o PT e os Ferreira Gomes, nos tempos difíceis que a política, a partir de 2019, nos reserva.

*Ítalo Coriolano

italocoriolano@opovo.com.br

jornalista do O POVO.

Vox Populi/CUT – Bolsonaro, 53%; Haddad, 47%

3805 70

Saiu, nesta sexta-feira, a pesquisa Vox Populi/CUT sobre a corrida presidencial.

Mostra um crescimento da candidatura de Fernando Haddad (PT) na reta final do segundo turno das eleições presidenciais. O petista aparece com 46% dos votos válidos, enquanto o oponente, Jair Bolsonaro (PSL) tem 54%, na pesquisa espontânea. Na pesquisa estimulada, quando são mostrados os nomes dos candidatos, o petista tem 47% dos votos válidos, contra 53% do militar.

No total, contando votos brancos, nulos e indecisos, Haddad tem 37% contra 43% do capitão da reserva. Segundo a pesquisa, 12% declararam que votarão em branco ou nulo e 8% ainda estão indecisos.

A pesquisa ouviu 2 mil eleitores entre os dias 16 e17 de outubro em 120 municípios de todos os estados e o Distrito Federal. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

Rejeição

Em relação à rejeição, os dois candidatos estão empatados tecnicamente. De acordo com a pesquisa, Haddad é rejeito por 41% dos eleitores ouvidos, enquanto Bolsonaro tem índice de rejeição de 38%.

A pesquisa ouviu 2 mil eleitores entre os dias 16 e 17 de outubro em 120 municípios de todos os estados e o Distrito Federal. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

(Com Agências)

Além do aumento das taxas de alvarás…

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), baixou decreto nº 14.279, de 28 de agosto deste ano, definindo em 90 dias o prazo limite para inscrição de devedores dos tributos municipais na dívida ativa. Não havia prazo estabelecido.

Com a crise, haja arrocho para os contribuintes. Como se já não bastasse o aumento das taxas de alvarás.

(Foto – Divulgação)

Índice que reajusta aluguel acumula inflação de 10,88% em 12 meses

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, subiu 0,97% na segunda prévia de outubro. A taxa é inferior ao 1,34% da segunda prévia de setembro. O dado foi divulgado hoje (19), no Rio de Janeiro, pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Com a segunda prévia de outubro, a inflação acumulada em 12 meses chega a 10,88%.

A queda da taxa de setembro para outubro foi puxada pelos preços no atacado, já que o Índice de Preços ao Produtor Amplo caiu de 1,95% para 1,24% no período.

O Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, subiu de 0,16% na prévia de setembro para 0,48% em outubro e o Índice Nacional de Custo da Construção subiu de 0,19% para 0,36%.

(Agência Brasil)

Autoridades devem anunciar medidas para este segundo turno da disputa presidencial

 

A nove dias do segundo turno das eleições, as autoridades preparam para hoje (19)  anúncios sobre as prioridades para as votações no dia 28. O alerta ocorre no momento em que os candidatos à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) trocam acusações sobre a existência de empresários que financiaram um esquema de disseminação de notícias falsas anti-PT.

À tarde haverá uma entrevista coletiva da qual participarão a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber; os ministros Raul Jungmann (Segurança Pública) e Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a advogada-geral da União, Grace Mendonça, e o diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro.

A expectativa é de que sejam anunciadas as medidas institucionais adotadas em decorrência de questionamentos levantados no primeiro turno. Nas últimas horas, PT, PSL, PSOL e PDT se manifestaram sobre a divulgação e os impactos de fake news. Recorreram à Justiça eleitoral o PT e PSOL, enquanto os outros dois partidos também anunciaram que vão ingressar com ações.

Advertência

Ontem (18) Raquel Dodge advertiu sobre os riscos da disseminação de conteúdo falso. “O eleitor é o ator principal. Ele tudo pode, mas nem tudo convém. As fake news não convêm ao eleitor nem à democracia”, afirmou. “É preciso também que não haja abuso, não haja ilícito no modo como as pessoas se expressam, no modo como elas convencem os vizinhos e eleitores.”

A advertência ocorreu durante a reunião em que o combate à divulgação de notícias falsas nas redes sociais foi o tema principal. Participaram procuradores eleitorais e os advogados das campanhas de Bolsonaro e Haddad, além do ministro Edson Fachin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

(Com Agência Brasil)

Acordo Pecém-Roterdã – Alexandre Pereira representará a Federação das Indústrias do Ceará

O empresário Alexandre Pereira, que responde pela presidência da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec) em razão da viagem do titular, Beto Srtudart, aos EUA, vai representar a entidade, nesta sexta-feira (19), às 14 horas, em ato no Palácio da Abolição: a solenidade de assinatura do acordo comercial entre o Governo do Ceará e o Porto de Roterdã, da Holanda.

O acordo, entre o porto holandês e o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp S.A), situado em São Gonçalo do Amarante (RMF), prevê um investimento do Porto de Roterdã de aproximadamente 75 milhões de euros – cerca de R$ 364 milhões, o que garante aos holandeses a participação acionária de 30% do Complexo e o controle conjunto de decisões estratégicas e posições na diretoria executiva, conselho fiscal e nível gerencial.

*“O setor portuário brasileiro ainda tem um enorme potencial a ser explorado, e este acordo com o Porto de Roterdã representa um marco que irá impactar significativamente o setor produtivo do País, tendo o Ceará e suas indústrias como protagonistas neste novo cenário, que não poderia ser mais oportuno, já que o país necessita fortalecer o comércio, com o objetivo de superar a crise econômica. O nosso porto já é uma grande realidade para o Norte e Nordeste e também para todo o Brasil. Com essa potencialização de Roterdã e sua posição geográfica, destacando a proximidade com o Canal do Panamá, certamente teremos um HUB internacional, um grande potencial de crescimento para o nosso Estado, com geração de emprego e renda e impulsionamento da cadeia produtiva”, destacou o presidente Alexandre Pereira.*

O Porto de Pecém movimenta principalmente combustíveis, minerais, produtos siderúrgicos, contêineres e granéis sólidos. Em 2017, o porto movimentou 15,8 milhões de toneladas e a projeção é de que chegue a 45 milhões de toneladas até 2030.

(Foto – Paulo MOska)

FPM – Último repasse para as prefeituras vem menos do que se espera

*

O Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 2º decêndio deste mês de outubro será creditado nesta sexta-feira, 19. A informação é da Confederação Nacional dos Municípios, observando, no entanto, que a verba chegará acompanhada de um cenário que exige cautela das administrações.

O repasse é 15,38% menor que o previsto pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e, por isso, a CMN alerta que os gestores atuem de forma prudente no planejamento e uso dos recursos para não serem pegos de surpresa com resultados e projeções inesperados.

As contas das prefeituras brasileiras receberão R$ 544.079.326,90, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante é de R$ 680.099.158,63.

Haddad e Bolsonaro fazem campanha no Rio

Candidatos à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, passa parte do dia hoje (19) no Rio de Janeiro onde mora o adversário Jair Bolsonaro (PSL). O petista tem um encontro com pesquisadores, professores e estudantes às áreas de ciência e engenharia.

Haddad participa de uma reunião no Clube de Engenharia para o debate “Democracia e soberania: Universidade, Ciência e Engenharia para o desenvolvimento brasileiro”.

Bolsonaro ontem (18) – em uma transmissão ao vivo nas redes sociais indicou que não pretende participar de debates nem tem a intenção de fazer campanhas de rua, o chamado corpo a corpo. Segundo ele, teme pela própria segurança.

A nove dias das eleições, a campanha está mais acirrada e o foco é a disseminação de notícias falsas nas redes sociais e aplicativos.

Os candidatos trocam acusações, enquanto os partidos políticos recorrem à Justiça Eleitoral em busca de providências.

(Agência Brasil)

MP do Ceará promove seminário sobre os 30 anos da Carta Magna

A Escola Superior do Ministério Público do Ceará, organismo do MPC, promoverá nesta manhã de sexta-feira, o seminário “Os 30 Anos da Constituição: nos Bastidores da Constituinte”. O evento é voltado para procuradores e promotores de Justiça, servidores e colaboradores do MPCE, magistrados, defensores públicos, advogados, comunidade acadêmica e sociedade em geral.

Na abertura do seminário, será lançada a Revista Acadêmica da ESMP, que reúne uma seleção de artigos da área jurídica. A manhã contará com palestras sobre os antecedentes históricos da Constituição de 1988, a Constituinte e o Supremo Tribunal Federal e as garantias processuais nos 30 anos de Constituição.

Foram convidados para o evento Paulo Bonavides, professor honoris causa da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa; Paulo Lopo, doutor em Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e constituinte da Constituição de 1988; Sérgio Carvalho, pós-doutor pela USP; e Juvêncio Viana, professor da UFC, doutor pela USP e procurador-geral do Estado do Ceará.

(Foto – OAB)

Ação de Ciro e Cid contra o PT foi um tiro no pé, dizem membros da esquerda

Aliados de Fernando Haddad que militam fora do PT afirmam que, se a intenção dos irmãos Ciro e Cid Gomes, do PDT, era a de se preservar para a eleição de 2022 com o tal “apoio crítico” ao presidenciável, eles deram um tiro no pé.

Segundo a Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta sexta-feira, mesmo já projetando a derrota de Haddad, parte da esquerda avalia que o PT se manterá como o principal partido desse campo e que, agora, a legenda ainda vai despontar como a beneficiária do eventual fiasco de um governo Jair Bolsonaro.

(Foto – Jarbas Oliveira)

Ciopaer ganha mais dois helicópteros

A frota de aeronaves da segurança pública do Ceará passa a ocupar o terceiro lugar do Brasil em número de equipamentos com a entrega, na manhã desta sexta-feira (19), de dois novos helicópteros para a Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). É o que informa a assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança Pública  Defesa Social do Estadso.

O ato de entrega ocorrerá a partir das 9h30min, no Hangar da Ciopaer, na área operacional do Aeroporto Internacional Pinto Martins. Participarão dessa solenidade o governador Camilo Santana, o presidente da Helibras e Head of Country da Airbus no Brasil, Richard Marelli, e o diretor do Centro de Entregas da Airbus na Alemanha, Amaury Bastos.

Adquiridos junto à Airbus e fabricados pela Helibras, os dois helicópteros multimissão de modelo H135 são os primeiros no mundo em configuração policial e reforçarão a segurança pública do Ceará, além de prestar apoio nas operações de salvamento, monitoramento ambiental e de recursos hídricos e aeromédicas em todo o Estado.

(Foto -Divulgação)

Lula já admite a derrota de Haddad

3177 19

A um interlocutor que foi visitá-lo na cadeia, em Curitiba (PR), o ex-presidente Lula admitiu abertamente a derrota do candidato Fernando Hadad na eleição. É o que informa a Veja Online.

Na visão dele, e da cúpula do PT, só um grande escândalo poderia mudar o resultado final.

Pela pesquisa Datafolha, a mais recente, divulgada no Jornal Nacional, a rejeição ao candidato Fernando Haddad (PT) superou a de Jair Bolsonaro (PSL) no último levantamento realizado pelo instituto para o segundo turno das eleições deste ano.

Segundo a pesquisa, 54% dos entrevistados não votaria de jeito nenhum no petista, contra 41% para o capitão do Exército.

Considerando os votos por região, Bolsonaro continua vencendo em todas, exceção feita ao Nordeste, onde Haddad tem 53% das intenções de voto, contra 31% do capitão reformado do Exército. No Sudeste, região mais populosa do País, o presidenciável do PSL bate o petista por 55% a 29%. No sul, a diferença chega a 61% contra 27%.

A pesquisa Datafolha foi realizada a pedido da TV Globo e do jornal Folha de São Paulo. Ela tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram entrevistados 9.137 eleitores em 341 municípios entre ontem e hoje. O levantamento foi registrado no TSE com o código BR-07528/2018.

(Também com Agência Estado/Foto – Agência Brasil))