Blog do Eliomar

Últimos posts

Governo volta a cortar despesas com viagens e compra e aluguel de carros e imóveis

“O governo editará novo decreto para manter a redução de gastos com viagens, imóveis, veículos e equipamentos. O Ministério do Planejamento ainda não informou quando isso será feito. De acordo com a pasta, cortes nesse tipo de gasto totalizaram R$ 2,2 bilhões no ano passado.

Desse total, R$ 1 bilhão resultaram dos cortes nas despesas com diárias e passagens e R$ 1,2 bilhão da diminuição dos gastos com aquisição, aluguel e reforma de imóveis e locação e compra de veículos e equipamentos.”

(Agência Brasil)

Lei Federal poderá padronizar regras para instalação de antenas para celulares

“Empresários do setor de telecomunicações defenderam hoje (15) que as regras para a instalação de antenas para os serviços de telefonia móvel sejam definidas por lei federal. Segundo o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil), há no país 254 regras diferentes.

“Há mais de 200 leis estaduais e municipais restringindo a implantação de antenas. Só no Distrito Federal, são necessários oito meses para se conseguir instalar uma antena. Por isso, o país precisa de uma lei federal, como forma de definir as regras para a instalação dessas antenas. Isso tem de entrar na pauta de governo, Congresso e imprensa”, defendeu o diretor do Sinditelebrasil, Eduardo Levy, durante debate no 10º Seminário Políticas de (Tele)Comunicações.

Para o presidente da Associação Brasileira das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Competitivas (TelComp), João Moura, o conflito de competência entre leis federais, estaduais e municipais acaba prejudicando a expansão da infraestrutura do setor.

A proposta também recebeu o apoio do secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, Maximiliano Martinhão. “Vamos dar andamento adequado a essa iniciativa”, acenou Maximiliano. Ele lembrou que a preocupação dos legisladores estaduais e municipais, ao estabelecerem regras para a instalação das antenas, vai desde o risco de queda da antena até o de que as ondas tenham efeito na saúde das pessoas. “Mas o Ministério da Saúde já tem estudos apontando as situações em que elas não representam risco”, acrescentou o secretário.

“A solução final para a obtenção de licenças, só [será possível] por lei federal”, completou. “Eu acreditava que com a Lei 11.934 esse problema estaria resolvido. Mas não foi o caso”, lamentou Maximilano ao defender uma nova lei federal para tratar do tema.

A Lei 11.934 estabelece limites à exposição humana a campos elétricos, magnéticos e eletromagnéticos, associados ao funcionamento de estações transmissoras de radiocomunicação, de terminais de usuário e de sistemas de energia elétrica.”

(Agência Brasil)

O Parque do Cocó não é privada!!!

A falta de educação ambiental e o descaso do poder público andam de mãos dadas. Desde dezembro do ano passado, despejaram na rua que dá acesso à Trilha das Azeitoneiras do Parque do Cocó (Avenida Sebastião de Abreu) um vaso sanitário e muito lixo. Há três meses, nem moradores nem a administração do parque mandaram recolher a siujeir. Ou será que o vaso seria, digamos, material orgânico mesmo?

(Foto – J. Aranha)

Consórcio paulista ganha licitação para construir terminal de passageiros do Mucuripe

O Consórcio paulista Constremac/Serveng ganhou a licitação para a construção do terminal de passageiros do Porto do Mucuripe. Apresentou o valor de R$ 118,4 milhões, derrotando outros três grupos.

A ordem de serviço para a obra – quie faz parte do PAC da Copa 2014, segundo o presidente da Companhia das Docas do Ceará, Paulo André, também já está marcada: dia 2 de março próximo.

A Companhia Docas do Ceará foi a primeira companhia do setor a fechar seu processo licitatório. O contrato foi assinado nesta tarde de quarta-feira pelo ministro Leônidias Cristino, pelo presidente das Docas, Paulo André e pelo consórcio.

A obra é para ficar pronta no fim de 2013.

Prefeita radicaliza contra grevistas

147 22

A prefeita Luizianne Lins (PT) decidiamente não vai mais suportar greves consideradas abusivas pela Justiça até o fim do seu mandato. A decisão está tomada: se todos os agentes da AMC, que estão em estágio probatório, não comparecem ao trabalho até o fim da tarde, serão demitidos nesta quinta-feira,.

O decreto está prnto sobre sua mesa, no Paço Municipal.

Tem. De acordo com fontes oficiais, Luizianne está esperando que os outros agentes de trânsito completem 30 dias de greve para, com base na lei, chamá-los de volta, via telegrama, e, em não comparecendo, decretar abandono de trabalho, com abertura de processo administrativo e demissão.

Outra fonte, só que da área sindical, avalia tal situação por duas vertentes: ou radicaliza o movimento ou todos voltam ao trabalho.

Países europeus querem excluri Grécia da zona euro

“Vários países da zona euro “já não querem” a Grécia, declarou hoje (15) o ministro das Finanças grego, Evangélos Vénizélos, que pretende convencer essas nações de que seu país pode honrar os compromissos financeiros e permanecer no grupo.

“É preciso dizer a verdade ao povo grego, há vários países que já não nos querem. E é preciso convencê-los [de que a Grécia pode vencer e permanecer no grupo] pelas próximas gerações”, declarou Vénizélos antes de uma reunião com o presidente grego, Carolos Papoulias.

“O país está no fio da navalha”, adiantou o ministro, referindo-se às tensas negociações internacionais em curso para a conclusão do novo plano de resgate e do plano de perdão da dívida com os bancos.

O ministro disse ainda que as condições impostas pela zona euro a Atenas “estarão preenchidas” até a teleconferência dos ministros das Finanças da zona euro que deve ser realizada durante o dia de hoje.

Entre as condições, Atenas deve encontrar 325 milhões de euros de poupanças suplementares no orçamento para 2012 e os dirigentes dos partidos gregos no poder devem comprometer-se, por escrito, a adotar as reformas depois das eleições antecipadas de abril.

A Grécia é um dos países da zona euro que passa por dificuldades financeiras por causa da crise econômica internacional.

No fim de semana, o parlamento grego votou um plano de austeridade que prevê cortes extras de 325 milhões de euros no Orçamento de 2012. Essa meta será obtida por meio da redução do salário mínimo, dos fundos de pensão, de vagas no setor público, além das privatizações que devem atingir um montante de 19 bilhões de euros.”

(Agência Brasil)

Corte no Orçamento Geral da União chega a R$ 55 bi

69 1

“O governo anunciou agora há pouco que o corte no Orçamento Geral da União de 2012 será R$ 55 bilhões. Desse total, a maior parte, R$ 35 bilhões, virá da redução das despesas discricionárias (não obrigatórias). Com a redução da estimativa das chamadas despesas obrigatórias, serão economizados mais R$ 20,5 bilhões.

Foram revisadas as projeções de gastos com benefícios previdenciários, assistência social,subsídios e complementações para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O detalhamento dos cortes no Orçamento está sendo explicado, neste momento, no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, pela ministra Miriam Belchior e pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega.”

(Agência Brasil)

Vice-presidente do PT diz que candidato a prefeito não sai tão cedo

103 4

Com o título “A Impaciência, Política e Eleição”, eis artigo do vice-presidente estadual do PT, Joaquim Cartaxo. Para ele, não é prudente seu partido definir logo nome para a disputa em Fortaleza. Seria jogar o ungido à fúria da oposição. Confira: 

Impaciência não é recomendável na atividade política, em especial na disputa eleitoral em que o detalhe pode destruir o todo. Nessa passo, a quem interessa o PT indicar o nome de seu candidato a prefeito de Fortaleza já, quando o aconselhável é adiar essa decisão ao máximo? Por que indicar o nome já, quando estamos a mais de cinco meses das convenções partidárias que oficializarão os candidatos a prefeito e a vereador?

O anúncio do nome, já, interessa somente aos adversários que dependem dessa definição para atacar o escolhido e organizar sua participação na pré-campanha eleitoral. Como essa decisão ainda não ocorreu, a oposição está parada, sem atitude.

Quanto mais o tempo passa, a pressão aumentará para que o PT indique seu candidato. Entretanto, o momento dessa decisão faz parte da agenda tática que interessa ao partido e seus aliados. Sublinhe-se ainda que não há aliado abandonado, pois todos compõem a gestão popular de Fortaleza e participam da implantação dos programas, projetos e ações com suas possibilidades e limites políticos e técnicos.

Os vereadores Guilherme Sampaio e Acrísio Sena, presidente da Câmara Municipal de Fortaleza; os deputados Artur Bruno e Camilo Santana, secretário de estado das cidades; e o secretario municipal de Educação, Elmano de Freitas são os pré-candidatos em debate no Partido dos Trabalhadores. Dentre eles, a seleção de quem representará o PT como candidato a prefeito na disputa eleitoral de 2012 será dos filiados do partido em Fortaleza, por meio de encontros ou prévias realizados para essa deliberação. Portanto, o escolhido será uma decisão da maioria partidária que é uma prática histórica de um partido que completou 32 anos no dia 10 de fevereiro. 

* Joaquim Cartaxo,

Arquiteto, mestre em planejamento urbano e regional e vice-presidente estadual do Partido dos Trabalhadores.

Audiência pública debate campanha salarial dos servidores municipais

A Câmara Municipal vai debater, a partir das 14h30min desta quarta-feira, audiência pública para discutir a campanha salarial dos servidores públicos de Fortaleza. A iniciativa é do vereador João Alfredo (PSOL). Ele ressalta que há várias categorias mobilizadas em campanha salarial, mas as negociações com a Prefeitura não estão progredindo.

O Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Fortaleza (Sindifort), segundo João Alfredo, destaca como uma das pautas mais importantes a implantação e pagamento de anuênios e quinquênios, gratificações de 1% e 5% concedidas aos servidores a cada um e cinco anos, respectivamente.

Para essa audiência, foram convidados os secretários da Administração, Vaumik Ribeiro, e das Finanças, Alexandre Cialdini, além de representações do Sindifort, do Conselho Municipal da Saúde e dos Distritos de Saúde das Regionais. Com a audiência, pretende-se fazer o debate  público acerca das reivindicações dos servidores e tentar buscar caminhos para que elas sejam atendidas, acrescenta João Alfredo.

Deputado cobra implantação de Câmara Especial no TJ-CE para casos envolvendo prefeitos

74 1

O deputado estadual Fernando Hugo (PSDB) manda para o Blog uma reflexão sobre o alto índice de prefeitos cassados no País. Com direito a lamentar a falta de Câmaras especializadas em crimes contra administração pública no âmbito do Tribunal de Justiça do Estado. Confira: 

O alto índice de prefeitos cassados no Brasil, 210 dos eleitos em 2008, mostra claramente que precisamos, nos Tribunais de Justiça dos Estados, de Câmaras especializadas em crimes contra administração pública, fazendo com que tenha-se agilidade processual e afastando, desse modo, da vida pública, bandidos de colarinho branco.

De 2006 para cá, já apresentei dois projetos de indicação criando em nosso Tribunal de Justiça tal Câmara, aprovados ambos por unanimidade na Assembleia Legislativa. Mas não veio a implantação do organismo em nossa justiça.

Por isso, resta-nos acreditar que, com o trabalho forte que o Ministério Público tem efetuado através da PROCAP, possamos estimular os demais órgãos de fiscalização a seguirem tão bom exemplo.

* Fernado Hugo,

Deputado estadual do PSDB.

Comissão do Senado aprova projeto que derruba portaria do ponto eletrônico

“A Comissão de Assuntos Sociais do Senado aprovou hoje (15) o projeto de decreto legislativo que  suspende os efeitos da portaria do Ministério do Trabalho que regulamenta o sistema de ponto eletrônico. A proposta ainda precisa ser avaliada pela Comissão de Direitos Humanos e Participação Legislativa da Casa.

De acordo com o parecer do relator, senador Armando Monteiro (PTB-PE), o ponto eletrônico gera uma série de custos para as empresas e o “sucateamento de todos os equipamentos e práticas adotadas há mais de 20 anos”.

O relatório cita também problemas como o alto custo dos aparelhos, que chegam a R$ 6 mil. O senador argumenta que o sistema não garante que sejam evitadas fraudes na marcação do ponto, pois nada impede que empregado e patrão cheguem a um acordo para que não sejam marcadas as horas extras.

No parecer, o relator afirma que o Ministério do Trabalho usou inadequadamente o instituto da portaria – que só deve ser instituída para tratar de assuntos internos e não podem, segundo ele, a regular matérias que são objetos de leis, cuja responsabilidade é do Congresso Nacional. Ainda segundo Monteiro, a pasta não pode “criar novos direitos e deveres que não estão previstos em lei, tais como a obrigação de o empregador fornecer o comprovante impresso, recibo pelo tempo despendido, e o direito de o empregado receber este comprovante”.

A portaria do ponto eletrônico (nº 1.510) foi publicada no Diário Oficial da União em agosto de 2009 e teve a data de entrada em vigor adiada cinco vezes por causa de divergências entre empresários de diversos setores, sindicatos e o governo.

Pela portaria, as regras serão obrigatórias para empresas com mais de dez empregados que já utilizam equipamentos de ponto eletrônico. Elas deverão oferecer ao funcionário a possibilidade de imprimir o comprovante de entrada e de saída do trabalho. A medida não precisará ser seguida por órgãos públicos.

A entrada em vigor das novas regras do ponto eletrônico passam a valer a partir do dia 2 de abril para as empresas que exploram atividades na indústria, no comércio em geral e no setor de serviços, incluindo, entre outros, os financeiros, de transportes, de construção, de comunicações, de energia, de saúde e de educação.

Em 1º de junho, as regras passam a valer para as empresas que exploram atividade agroeconômica. A partir de 3 de setembro de 2012, entra em vigor para as microempresas e empresas de pequeno porte.”

(Agência Brasil) 

PSDB não abre mão de ser cabeça de chapa em Fortaleza

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=GZZkT8Cfxac&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=2&feature=plcp[/youtube]

O PSDB terá candidato próprio à Prefeitura de Fortaleza, apesar de filiados da legenda estarem querendo que os tucanos busquem uma ampla aliança de oposição sem impor nomes. O vice-presidente da legenda, deputado federal Raimundo Gomes de Matos, garante que o PSDB disputará e que entre nomes para a peleja esstá o do presidente estadual Marcos Cals.

Prefeitura consegue liminar para desapropriar área do Habbib’s da Bezerra de Menezes

81 1

A Coordenadoria de Projeos Especiais da Perefitura de Fortaleza informa: a Prefeitura conseguiu, por meio da Procuradoria Geral do Município, uma liminar garantindo imissão de posse para desapropriar e ocupar parte da área onde fica a lanchonete Habbibs, na avenida Bezerra de Menezes esquina com a avenida Humberto Monte, bem no trecho do viaduto.

Com isso, a Prefeitura poderá inuciar a obra da alça do viaduto do lado esquerda, na medida em que o outro lado – onde há o Colégio Santa isabel, com trecho já desapropriado, está com as ações iniciadas.

Ainda segundo a Coordenadoria de Projetos Especiais, o Habbibs, pela medida, terá que recuar e ceder espaço para a alça ser consteruida.

Mulher desaparece a caminho do Parque do Cocó

58 1

A mulher de um empresário do bairro Cidade 2000 desapareceu, desde o começo da manhã desta quarta-feira, nas trilhas do Parque do Cocó. Segundo familiares, ela saiu por volta das 6h30min informando que iria fazer caminhadas naquele local mas, até agora, não voltou nem atende o telefone celular.

O Ronda do Quarteirão e a Polícia Ambiental foram acionados e fazem buscas na área com participação de familiares.

Judiciário no Brasil não é para pobres

Com o título “Maioria dos brasileiros não confia no Judiciário”, eis artigo do jornalista e radialista Messias Pontes. Ele aborda resultado de pesquisa da FGV e reitera máxima popular de que o Judiciário não é para pobres no Brasil. Confira:

Pesquisa divulgada recentemente pela Fundação Getúlio Vargas sobre a avaliação dos brasileiros com relação às instituições do País, revelou que a confiança no Poder Judiciário não é nada animadora. Aliás, a cada nova pesquisa a posição do Judiciário fica pior. Dois terços dos brasileiros consideram o Judiciário pouco ou nada honesto e sem independência; a competência desse Poder também é reprovada por mais da metade da população (55%). A morosidade do Judiciário é condenada por nada menos de 89% da população; 88% consideram que os custos para acessar o Poder são muito altos e 70% acreditam que o Judiciário é difícil ou muito difícil para utilizar. Ou seja, com o Judiciário, pobre não tem vez e ele está consciente disso.

A pesquisa sobre o Índice de Confiança no Judiciário começou em 2009 e de lá pra cá só piorou. Naquele ano o índice era de 6,5 em uma escala de zero a dez; na mais recente pesquisa, do quarto trimestre do ano passado, caiu para 5,3, um pouquinho melhor que o do último trimestre de 2010, que foi de 4,2.

Contudo se o levantamento tivesse sido feito no final de janeiro último, certamente essa nota beiraria o piso, ou seja, chegaria perto de zero, apesar da maneira desonesta como a velha mídia conservadora, venal e golpista tratou duas tragédias verificadas em São Paulo – Capital (Cracolândia) e São José dos Campos, onde a população pobre foi desumanamente massacrada pela Polícia Militar tucana para atender a megaespeculadores.

O caso da desapropriação do bairro de Pinheirinhos, em São José dos Campos, em que a juíza Márcia Loureiro não só desconheceu a função social da propriedade, mas principalmente permitiu e elogiou a carnificina praticada pela Polícia Militar e Guarda Municipal contra 1,7 mil famílias, mais de seis mil pessoas entre crianças, velhos e doentes, é emblemático.

Centenas de cidades brasileiras têm menos de seis mil habitantes. É como se ela tivesse decidido apagar do mapa uma cidade inteira, com mais de seis mil habitantes. Uma crueldade. Tudo para satisfazer a ambição do mega-especulador Naji Nahas, aquele que quebrou a Bolsa de Valores do Rio de Janeiro e foi preso durante a Operação Satiagraha juntamente com o maior bandido de colarinho branco do País, Daniel Dantas. Essa juíza precisa ser investigada pelo Conselho Nacional de Justiça.

O que podem esperar os simples mortais dos brasileiros com a celeridade da defesa do mega-especulador Daniel Dantas feita pelo então presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, concedendo-lhe dois habeas corpus? E o arquivamento da Satiagraha, o que dizer? Por que o presidente do STF, ministro César Peluso concedeu liminar no último minuto do segundo tempo de 2011 esvaziando os poderes do CNJ? E a posição de cinco dos 11 ministros do STF a favor do esvaziamento do CNJ e portanto contra a ministra Ângela Calmon, corregedora do Conselho Nacional de Justiça? Ângela Calmon sustenta que existem bandidos escondidos atrás de togas e isto muita gente sabia mas não tinha coragem de afirmar.

Quando o banqueiro-bandido Daniel Dantas afirma que teme a Justiça em primeira estância mas se safa nos tribunais superiores ele está simplesmente pondo a nu a cúpula do Judiciário brasileiro. E provou que estava com a razão, pois tudo tem sido feito para que ele continue em liberdade e pior, faturando bilhões de reais com a ajuda, infelizmente, de graduados petistas.

Para satisfazer ao baronato de mídia, o ministro Gilmar Mendes, também chamado de Gilmar Dantas, cassou a obrigatoriedade do diploma de curso superior para o exercício da profissão de jornalista. E o pior desse ministro e da maioria do STF foi corroborar com a injusta Lei da Anistia de agosto de 1979 que anistiou os agentes do Estado que praticaram  seqüestros, torturas, assassinatos e ocultação de corpos,  crimes de lesa humanidade de acordo com todos os tratados internacionais dos quais o Brasil é signatário.

A caixa-preta do Judiciário precisa ser escancarada, pois é o Poder mais hermético, completamente opaco. Para o bem da democracia o Judiciário brasileiro precisa urgentemente ser passado a limpo.

* Messias Pontes,

Jornalista, radialista e membro do PCdoB/Ceará.

Artur Bruno ganha enquete do Blog

84 6

Se a enquete deste Blog, que indagou qual o melhor do PT para a Prefeitura de Fortaleza, tivesse sabor de prévia, o deputado federal Artur Bruno seria o ungido. Eis o resultado da enquete, que registrou 46.683 votos:

Artru Bruno – 28.723

Elmano freitas – 15.373

José Pimentel – 1.279

Camilo Santana – 425

Guilherme Sampaio – 422

Nenhuma das opções – 295

Acrísio Sena – 166

NOVA ENQUETE

Já temos nova ENQUETE no ar. Agora é para saber qual o melhor nome da oposição ou de algum aliado que posa de candidato independente para a Prefeitura de Fortaleza. O objetivo é fomentar o debate e, claro, movimentar os partidos. 

 

MP de Contas entra com representação no TCE para apurar convênios dos Bombeiros e da Sesa

“Possíveis irregularidades em contratos do Corpo de Bombeiros Militar resulta em uma Representação do MP de Contas do Estado junto ao TCE – O Ministério Público de Contas, atuante no Tribunal de Contas do Estado (TCE/CE), interpôs no último dia 7 de fevereiro Representação no TCE/CE para adoção de medidas pertinentes à apuração de supostas irregularidades nos convênios celebrados entre o Corpo de Bombeiros Militar (CBMCE) e os vários Municípios cearenses – em decorrência de declaração de emergência pública, no triênio 2009/2011.

A Representação junto ao TCE/CE reflete uma análise preliminar do MP de Contas que detectou possíveis irregularidades no atraso do CBMCE em analisar as prestações de contas apresentadas por estes convenentes, “bem como no fato de convênios, firmados em razão do Estado de Emergência de alguns municípios cearenses, só terem seus recursos transferidos após um longo decurso de tempo”, revela o procurador -Geral do Ministério Público de Contas do Estado, Rholden Botelho de Queiroz.

O Procurador-Geral do MP de Contas do Estado enfatiza ainda que já foi expirado o prazo máximo de 60 dias para que o Corpo de Bombeiros Militar efetue a análise das prestações de contas de entidades convenentes, a fim de comprovar que o dinheiro cedido foi devidamente aplicado e o objeto conveniado (ações de defesa civil para fazer face ao estado de emergência) devidamente realizado. “Perpassado este prazo, configura-se o descumprimento da legislação afeita à matéria (Instrução Normativa Conjunta SECON /SEFAZ/SEPLAN Nº. 01, de 27 de janeiro de 2005)”, completa.

De acordo com o membro do MP de Contas do Estado, a contratação foi ajustada em 24 de outubro de 2011, no valor de R$ 343.995,12, com duração de 12 meses e foi celebrada sem a exigência) de licitação.

“A terceirização de atividades inerentes e privativas de servidor público configura ilegalidade, além de contrariar dispositivo constitucional, bem como acarreta uma série de danos à Administração Pública. Além disso, a contratação impugnada possivelmente ocorreu em detrimento de profissionais aprovados no último concurso para médicos da Sesa, ainda vigente à época da celebração do contrato”, completa o Procurador- Geral do MP de Contas do Estado.

(Com MPC)

Assembleia Legislativa lembra Ivonete Maia

A Assembleia Legislativa prestou uma homenagem, na abertura da sessão plenária desta quarta-feira, à memória da jornalista Ivonete Maia, que morreu nessa terça-feira vítima de câncer no esôfago. O presidente da Casa, Roberto Cláudio, fez pronunciamento lamentando a perda:

“A imprensa cearense perdeu uma das suas mais expressivas lideranças. A partida da jornalista Ivonete Maia deixa um vácuo nas fileiras do jornalismo cearense e do Brasil. Primeira mulher a presidir um sindicato de jornalistas no País e primeira e única mulher a presidir a Associação Cearense de Imprensa, a jornalista Ivonete Maia pode ser definida como uma mulher de fibra e compromissos. Tornou-se uma das grandes referências do jornalismo. Seja como líder sindical, professora da universidade ou jornalista de redação, Ivonete sempre inspirou aqueles que acreditam na luta pelas liberdades democráticas e na defesa dos altos interesses da nossa sociedade.

O seu exponencial legado de profissional de jornalismo, quer seja no exercício do mandato sindical ou mesmo na ACI, foi a tarefa de quem soube construir pela concórdia e, sobretudo, pelo respeito aos demais. A história do jornalismo cearense e do Brasil tem na vida profissional de Ivonete Maia um personagem de fortes contornos e indiscutível compromisso com as nobres causas de nossa gente, desde os rincões jaguaribanos até as trincheiras em que atuou aqui na Capital. Sua luta fez um Ceará maior e mais humano.”

Após a fala do presidente da Assembleia, os parlamentares fizeram um minuto de silêncio.