Blog do Eliomar

Últimos posts

Crack – Tucano denuncia descaso dos governos petistas

104 1
Ocupando o tempo da liderança do PSDB, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos levou para a tribuna um sério problema de saúde pública: o crack.  Um dos pontos ressaltados foi a falta de comprometimento dos governos petistas (Lula e Dilma). O ex-presidente, conforme o tucano, aplicou menos de 5% dos R$ 124 milhões previstos, em 2010, para o combate ao uso das drogas, e a atual presidente deixou descobertos 94,9% dos municípios que terão direito a receber as Unidades de Acolhimento para Dependentes do Crack – programa recém-lançado pelo Governo Federal.

Gomes de Matos lembrou que o seu partido, mais uma vez, foi protagonista neste assunto ao introduzir a primeira política de drogas durante o governo do presidente Fernando Henrique Cardoso. Sobre os números, o tucano alertou: 10% dos presos brasileiros são traficantes, percentual que em 1994 era de 0,7%; 98% dos municípios enfrentam problemas com drogas ilícitas (dados Confederação Nacional dos Municípios); 85% dos óbitos no país são decorrentes da violência; entre outros exemplos.

O parlamentar ressaltou que somente com o esforço de todos, parlamentares, governantes, instituições e a sociedade civil, de maneira articulada e cada um assumindo as suas responsabilidades, poderemos fazer com que a esperança não seja apenas uma palavra bonita, mas uma coisa real e sem discriminar A ou B.

Adísia Sá destaca em artigo o prefeiturável Acrísio Sena

82 5

Acrísio durante visita à periferia a Capital.

Em artigo veiculado no O POVO desta terça-feira, a jornalista e professora Adísia Sá analisa o quadro dos “prefeituráveis” do PT. Ela destaca o nome do presidente da Câmara Municipal, crísio Sena, que teria luz própria, não precisando, como alguns, de apresentação. Confira: 

O título é do Macário Batista (O Estado, 2/2/2012) e o conteúdo também: “A grande verdade nessa história toda é que vai cair, direitinho no colo do Acrísio Sena, presidente da Câmara e dono da confiança de todas falanges do PT”.

Tudo acontece por obra e graça da sucessão de Luizianne Lins: todo dia surgem nomes, inclusive do senador José Pimentel. Quantas cabeçaa e uma só coroa e muitos para um só “trono”. A própria prefeita, ao contrário do que deveria ser, abriu as baterias e anunciou os seus preferidos: primeiro foi o Waldemir Catanho, depois um secretário (qual é mesmo o nome dele?). Ah, vi agora no jornal: Elmano de Freitas. Catanho agradeceu a lembrança e ao O POVO declarou – “eu tenho dificuldade com essa coisa de exposição em público e tal. Eu sou mais para ajudar.” “Mais importante que uma pessoa ter estrutura e apoio para uma campanha, é a pessoa querer… Isso é uma revolução na vida das pessoas. As pessoas, na prática, abrem mão de ter uma vida familiar e normal.”

Tudo bem, mas ele também abriu o voto ao responder ao repórter: “Havendo processo de disputa interna, prévia, o meu voto é do Elmano.” Pura curiosidade: o jornal estampa uma foto, com a seguinte legenda;”Catanho (dir) no encontro para apresentar Elmano (centro)”. O detalhe é significativo: “encontro para apresentar Elmano.” Apresentar? Então o secretário é um desconhecido em busca de quem o apresente?

Luizianne e Catanho, pelo visto, escancaram as portas cedo e abrem os votos… Na minha opinião não adianta tirar nomes de algibeira, tampouco sortear cartas jogando o baralho todo pro alto e segurar a que cair. Há outros nomes no tabuleiro.

Mas só um nome passa incólume, o de Acrísio Sena – calado, dando conta de seu recado à frente da Câmara Municipal, papeando com os amigos, visitando, como sempre faz, os bairros, ouvindo, dialogando.

Acrísio não precisa de apresentadores: a cidade o conhece, o povo sabe quem ele é. Não é mercadoria exposta à venda. Ainda vai correr muita água na ponte petista.

Adísia Sá, jornalista e professora.

adisiasa@gmail.com

Usuário perde a preferência da faixa de segurança no terminal da Parangaba

175 6

O que na prática já ocorria, acabou consumado nesta terça-feira (7). Usuários do terminal da Parangaba perderam a preferência da faixa de segurança, depois que Etufor mandou pintar um grande “Pare” nas faixas de segurança.

Mas, ao invés do “Pare” servir de aviso aos motoristas, recaiu para os usuários. Agora, o pedestre terá que esperar a passagem do ônibus para então atravessar de uma plataforma para a outra.

A trapalhada lembra a existência de um semáforo, na avenida Aguanambi, debaixo de um viaduto.

PMs e bombeiros do DF ameaçam paralisar às vésperas do Carnaval

70 2

“Entidades que representam os policiais militares e bombeiros do Distrito Federal realizarão, nos próximos dias, assembleias para avaliar a possibilidade de greve da categoria. Pelos menos três líderes ouvidos pela Agência Brasil – entre eles, um oficial – disseram não descartar a possibilidade de uma paralisação às vésperas do carnaval.

No próximo sábado (11), as associações dos oficiais da Polícia Militar (Asof) e do Corpo de Bombeiros (AssofBM) realizam assembleias para decidir se aderem ao movimento unificado, iniciado por policiais militares, e participam da assembleia conjunta prevista para o próximo dia 15, em Taguatinga.

A assembleia conjunta do dia 15 servirá para que policiais e bombeiros de entidades que aderirem ao movimento unificado decidam se entram em greve, caso o governo do Distrito Federal não aceite negociar com a categoria.

Consideradas as diferentes entidades, os cerca de 22 mil policiais militares do Distrito Federal exigem reajuste salarial, isonomia com a Polícia Civil (segundo os militares, mais bem remunerada) e melhores condições de trabalho. Uma das entidades que divulgaram pauta de reivindicações, a Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares (Aspra), defende aumento de 52% sobre o salário bruto dos subtenentes, a título de reposição das perdas salariais dos últimos quatro anos. A associação diz que a categoria não teve reajuste nesse período.

De acordo com o presidente da Associação dos Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar (AssofBM), coronel Sérgio Fernando Aboud, a greve ainda não é consenso, embora as reivindicações sejam justas e o movimento já conte com o apoio de muitos oficiais.

A priori, não queremos fazer nenhuma paralisação. Vamos reapresentar nossas reivindicações ao governo – que não nos ouviu no ano passado – e ver o que ele tem a dizer, mas não descartamos a possibilidade de uma greve. Tudo vai depender do resultado das [duas] próximas assembleias”, disse o oficial à Agência Brasil.

Para Aboud, há quem queira aproveitar o momento e reproduzir no Distrito Federal a paralisação da Polícia Militar baiana, em greve desdo o último dia 31. “Eu acho isso irresponsável, pois cada estado tem suas realidades. De qualquer forma, se os oficiais resolverem parar, acabou. Para tudo.”

(Agência Brasil)

PSC terá candidato próprio focando propostas para melhorar a saúde de Fortaleza

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=dEUyL8fh97k&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

O PSC vai mesmo ter candidato próprio à Prefeitura de Fortaleza. O nome não é novo. É conhecido de outras eleições. Trata-se do pastor Neto Nunes, como informa o presidente estadual do PSC, Gideon Queiroz. O PSC deciciu que fará campanha batendo na questão da saúde.

Dilma e o escândalo do Metrofor

113 5

Eis um destaque da Coluna Política, do O POVO, assinada pelo jornalista Érico Firmo:

Mais um adiamento da visita de Dilma Rousseff ao Ceará priva a presidente de conhecer um escândalo in loco. O Metrofor atravessou cinco anos de governo Tasso Jereissati, quatro anos de Lúcio Alcântara (ambos do PSDB) e mais cinco de Cid Gomes (PSB). No âmbito federal, passou por cinco anos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), oito de Luiz Inácio Lula da Silva e um de Dilma Rousseff (os dois últimos do PT). Os adversários dos governos tucanos, por anos a fio, responsabilizaram Tasso e FHC pela ridícula situação.

Hoje, porém, o escárnio é tristemente suprapartidário. Ninguém tem o direito de apontar o dedo. O projeto data da década de 1980. Começou a deslanchar em 1997. Obras, mesmo, começaram em 1999, com previsão de término – contenha o riso – em 30 meses. Deveria estar em operação em 2002.

O atraso completa 10 anos de tumulto no trânsito, transtorno e nenhum retorno à população que paga a conta. O valor atualizado do primeiro trecho, de 24,1 km entre o Centro de Fortaleza e Pacatuba, é de R$ 1,705 bilhão. Descontada a inflação, o custo excedente em relação à previsão inicial ainda supera a marca dos R$ 200 milhões.

Em algumas oportunidades, o Tribunal de Contas da União (TCU) já apontou sobrepreço irregular e mandou suspender os repasses financeiros. O metrô de Fortaleza é motivo de vergonha para toda uma geração da política cearense.

Dom Hélder Câmara será lembrado em Fortaleza

Se vivo estivesse, dom Helder Câmara estaria completando 103 anos. Para marcar a data, a Paróquia de Santo Afonso (Igreja Redonda), situada no bairro Parquelândia, em Fortaleza, terá missa nesta terça-feira, a partir das 18 horas. 

O ato será presidido pelo padre Geovane Saraiva e reunirá outros padres e religiosos admiradores de Dom Hélder que, em vida, atuou na defesa dos direitos humanos.

Senador destina emenda de R$ 62,5 milhões para barragem Lago de Fronteiras

O senador Eunício Oliveira (PMDB) destinou o valor integral de sua emenda de bancada à Lei Orçamentária da União de 2012, no valor de R$ 62,5 milhões, para a construção da Barragem Lago de Fronteiras, no município de Crateús.

Foi o que ele informou nesta terça-feira, por meio de sua assessoria de imprensa, adiantando que esse valor possibilitará o andamento da obra, uma antiga reivindicação da população crateuense.

A barragem Fronteiras, situada no rio Poti, deverá acumular cerca de 744 milhões de metros cúbicos de água e terá como finalidade o controle das enchentes, o reforço do abastecimento d’água da sede do município de Crateús e ainda irrigação.

Líderes partidários definem pauta da Câmara

“Uma reunião de líderes partidários hoje (7), às 15h30min, deve definir as prioridades de votação deste ano na Câmara dos Deputados. A pauta está trancada por cinco medidas provisórias (MPs) e projetos de lei. Após a reunião, começam as votações em plenário.

Uma das MPs que podem ser votadas é a 547/11 que permite ao governo federal criar um cadastro nacional com informações sobre áreas sujeitas a deslizamentos de grande impacto ou a outros acidentes geológicos graves.

A prioridade do governo para as votações em plenário é o projeto que cria o Fundo de Previdência Complementar dos Servidores Públicos Federais. As novas regras valerão para os servidores que ingressarem no serviço público depois da criação do fundo. Ao se aposentar, eles receberão o teto da Previdência Social mais o benefício complementar, se participarem do fundo.”

(Agência Brasil)

Eleições 2012 – Prefeita não está blefando quando lembra José Pimentel

116 12

Com o título “Luizianne não está blefando: Pimentel não é, mas pode ser”, eis artigo do publicitário e poeta Ricardo Alcântara. Ele aborda a perspectiva de uma candidatura do senador José Pimentel (PT) para prefeito de Fortaleza em termos de ganhos e prós para a prefeita. Confira:

Não é muito barulho por nada: quando a prefeita Luizianne Lins submete seu partido à exposição pública de seus impasses, consegue, pelo menos, manter-se na mídia como condutora do vetor principal da sua sucessão.

A última cartada foi colocar José Pimentel no tabuleiro como recurso de pressão sobre o principal aliado, Cid Gomes. Caso eleito, Pimentel abriria vaga no senado para Sérgio Novaes, desafeto juramentado do governador.

Não seria o único incômodo. O nome do próprio Pimentel não soa bem aos ouvidos do governador, resquício da crise política em que a eleição do senador foi fator central na separação dos inseparáveis Tasso e Ciro.

O espírito público e a altivez de temperamento de José Pimentel não batem bem com os métodos heterodoxos praticados no palácio e a cultura de mando vigente no seu entorno, mais afeita aos colaboradores de baixa estima.

Há, talvez, alguém bem mais interessado na indicação de Pimentel como candidato a prefeito do que a própria Luizianne: o governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB de Cid Gomes, Eduardo Campos.

Campos, que não tem lá o grupo familiar do governador em muito boa conta e luta para se viabilizar na sucessão presidencial, não desprezaria a possibilidade de contar com mais um senador em seu partido. É relevante.

O ganho midiático da prefeita com o impasse, o trato distante entre Pimentel e Cid Gomes e os interesses da direção nacional do PSB são aspectos não anotados pela imprensa no acompanhamento do episódio.

Há, ainda, mais outro aspecto não percebido ou, pelo menos, registrado: Eleito prefeito, Pimentel não só abriria espaço no senado ao amigo maior da prefeita, Sérgio Novaes. Haveria outro ganho, ainda mais expressivo.

Com Pimentel na prefeitura, Luizianne removeria do cenário sucessório estadual de 2014 o único nome que, naquelas circunstâncias, rivalizaria em peso político com o seu no partido, deixando a pista livre para decolagem.

Mesmo com tudo isso, até aqui vale mais o que todos já sabem: o candidato preferencial da prefeita agora é o seu secretário de Educação, Elmano de Freitas. Por ora, Pimentel se presta apenas como recurso de pressão.

Mas não é um blefe. Se necessário, poderá concorrer. Se havia dúvidas, o senador tratou de dissipá-las em declarações a O Povo desta segunda-feira. Em seu estilo, sutil e estudado, deve ser lido nas entrelinhas. Leia-se.

* Ricardo Alcântara,

Publicitário e poeta.

Comissão do Meio Ambiente da Câmara visita área do Cocó sob suspeita de aterramento

Membros da Comissão de Urbanismo e Meio Ambiente da Câmara Municipal visitarão, nesta terça-feira, um terreno situado nas proximidades do rio Cocó. Moradores da região denunciam que o local está sendo aterrado. O grupo vai se concentrar às 14h30min, na Paróquia São Francisco de Assis, localizada à Avenida Alberto Craveiro, 900, no bairro Dias Macedo, e de lá se deslocar até a área. À frente da comissão está o vereador João Alfredo (PSOL). Ele alerta que no local não há placa de licenciamento ou alvará de construção, o que levanta suspeita quanto à legalidade das ações.

Ofícios solicitando informações sobre a situação já foram enviados para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Controle Urbano (Semam), bem como para a Secretaria Executiva Regional VI, nos quais se questionou se a obra era de conhecimento dos órgãos, se está sendo respeitado o limite de edificação permitido às margens de rios, de acordo com o Código Florestal, e se, caso a obra tenha sido liberada, por que o alvará de construção não está afixado no local, como é devido. Ambos, todavia, seguem sem respostas, segundo João Alfredo.

Presidente da CAE lê requerimento para ida de Mantega e Denucci ao Senado

“O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Delcídio Amaral (PT-MS), leu há pouco dois requerimentos de convite para que o ex-presidente da Casa da Moeda Luiz Felipe Denucci e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, expliquem as denúncias de irregularidades na Casa da Moeda.

Os dois requerimentos foram apresentados pelo líder do PSDB na Casa, Álvaro Dias (PR), e serão votados na próxima reunião da CAE, na terça feira da semana que vem. O Regimento Interno do Senado prevê que o presidente da Mesa leia o requerimento de convite em uma reunião e coloque o documento em votação no encontro subsequente.

No início da semana passada, Luiz Felipe Denucci foi exonerado do cargo e, logo depois, reportagem do jornal Folha de S.Paulo apontava Denucci como suspeito de ter transferido US$ 25 milhões para duas empresas no exterior registradas em nome dele e da filha.

O ministro Guido Mantega negou conhecer Denucci antes de ele assumir a presidência da Casa da Moeda, como havia sido noticiado. Segundo ele, a indicação foi do PTB e aprovada pelo governo após analise do currículo de Denucci.”

 (Agência Brasil)

Prefeito de Iguatu prepara pacote de inaugurações

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=cOkbAt_DfKA&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=3&feature=plcp[/youtube]

O prefeito de Iguatu, Agenor Neto, anuncia um pacote de inaugurações ao longo deste semestre. Entre elas, a nova rodoviaria munciipal , além da ordem de serviço para um centro administrativo.

Sobre eleições 2012, Agenor diz estar avaliando, com seu grupo político, nomes para a sucessão municipal.

IBGE – Produção industrial cearense cai em 2011

“A produção industrial cresceu em nove dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2011, em relação ao ano anterior. Segundo dados da Pesquisa Industrial Mensal Produção Física – Regional, divulgados hoje (7), a maior alta foi registrada no estado do Paraná, que apresentou expansão de 7%.

Outros estados em que a produção cresceu acima da média nacional de 0,3% foram o Espírito Santo (6,8%), Goiás (6,2%), o Amazonas (4%), o Pará (2,7%) e o Rio Grande do Sul (2%). Minas Gerais e o Rio de Janeiro, com crescimento de 0,3%, e São Paulo, com aumento de 0,2%, completam a lista dos estados que tiveram taxa positiva em 2011.

Pernambuco não teve crescimento em 2011, assim como em 2010, já que apresentou taxa zero. Já os estados que tiveram queda foram a Bahia (-4,4%), Santa Catarina (-5,1%) e o Ceará (-11,7%). A Região Nordeste também teve resultado negativo: -4,7%.

Na comparação de dezembro de 2011 ante novembro, oito estados tiveram crescimento e seis, queda. Já na comparação com dezembro de 2010, sete estados apresentaram alta e sete, redução na produção.”

(Agência Brasil)

DETALHE – Nesta quarta-feira, ao meio-dia, o presidente da Fiec, Roberto Macedo, reunirá a imprensa para divulgar o balanço do setor industrial em 2011.

Associação dos Advogados do Ceará pede ao Governo envio de projeto sobre piso salarial da categoria

184 8

Aramicyr (sem paletó) e comissão da AACE.

O presidente da Associação dos Advogados do Ceará (AACE), Hélio Winston, acompanhado de outros diretores da entidade, foi recebido no Palácio da Abolição pelo secretário-adjunto de gabinete do governado Cid Gomes, Almicyr Pinto. Na ocasião, ele entregou requerimento que pede ao Governo o encaminhamento ao Poder Legislativo de um projeto criando um piso salarial para os advogados cearenses.

Dessa forma, segundo Hélio Winston, todo advogado que for contratado por empresas privadas, não poderá receber valor inferior ao piso de R$ 2 mil para jornada de no máximo 20 horas semanais. “É um pleito justo, que objetiva a valorização da advocacia, profissão tão aviltada nos dias atuais. Essa é uma luta antiga da AACE e de toda a advocacia cearense”, afirmou o presidente da entidade.

De acordo com o inciso V do artigo 7º da Constituição Federal, os trabalhadores urbanos e rurais têm direito a piso salarial proporcional à extensão e à complexidade do trabalho. A Lei Complementar Federal 103/2000 confere poder aos estados para instituir o piso salarial referido na Carta Magna brasileira. No momento, só o Distrito Federal instituiu um piso salarial aos advogados, a partir de projeto encaminhado pelo governador Agnelo Queiroz.

Almircy Pinto assegurou que ainda esta semana encaminhará o requerimento ao governador Cid Gomes e a proposta deverá ser analisada pela Procuradoria Geral do Estado.

Prefeitura ameaça pedir de volta mensagem com PCCS de agentes de saúde

A Prefeitura de Fortaleza ameaça pedir de volta da Câmara Municipal a mensagem que trata do plano de cargos, carreiras e salários dos agentes de saúde e de endemias que estão em greve. A categoria luta por melhores condições de trabalho e de salário.

O secretário municipal da Administração, Vaumik Ribeiro, ja  informou que não vai mais negociar com os agentes de saúde e de endemias enquanto eles não retornarem ao trabalho.

Essa tomada de deicisão, segundo uma fonte do Paço Municipal, faz parte de orientação da prefeita Luizianne Lins (PT) para endurecer com categorias que, em sua avaliação, estariam fazendo paralisações com fins apenas políticos.

Servidores da Usina de Asfalto podem entrar em greve

64 3

Os servidores da Usina de Asfalto de Fortaleza decidiram, nesta manhã de terça-feira, paralisar as atividades, por 3 horas, nesta quarta-feira.

A categoria reividica 20% de reajuste salarial, concurso público, equipamentos de proteção individual e equipamenos para o trabalho.

Caso não haja uma proposta do município, a categoria amanhecerá em greve a partir de quinta-feira.

TCU vê nova licitação irregular no CNJ

“Depois de abrir uma crise entre conselheiros por denúncias de direcionamento de contrato e de provocar a exoneração de um servidor, as compras do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na área de informática estão de novo sob suspeita.

O Tribunal de Contas da União (TCU) considerou irregular licitação de R$ 8,4 milhões para escolher uma empresa fornecedora de softwares e proibiu o órgão de prorrogar a contratação. O tribunal questiona os critérios para estimar a quantidade e o preço dos serviços.

Além disso, considera ilegal a cláusula de reajuste acordada. De acordo com auditoria, a modalidade de concorrência para escolher a empresa – pregão presencial – também foi inadequada e pode ter levado o órgão a gastar mais.

A licitação foi lançada pelo CNJ em julho passado, quando ele assinou contrato de R$ 6,4 milhões com a Squadra Tecnologia em Softwares. Cabe à empresa desenvolver programas e manter os sistemas de informação e portais do conselho.

O tribunal abriu fiscalização sobre o caso após uma concorrente – a Datainfo Soluções em Tecnologia da Informação, derrotada na concorrência – apresentar representação com denúncias.”

(Estadao.com.br)