Blog do Eliomar

Últimos posts

2014 começa em 2012

48 1

Da Coluna Política de Erivaldo Carvalho, no O POVO desta segunda-feira:

O desfecho da corrida eleitoral de outubro próximo deixará montada parte do tabuleiro das disputas seguintes. No ambiente local, envolverá, principalmente, a sucessão do governador Cid Gomes e do senador Inácio Arruda (PCdoB). É nessa perspectiva que devem ser vistas as articulações do momento, de todas as forças políticas. Das hegemônicas às inexpressivas. É, também, nesse pano de fundo onde se inserem as perspectivas de Luizianne Lins a partir do dia 1º de janeiro de 2013.

Na reportagem deste domingo do O POVO, assinada pela repórter Marcela Belchior, são cinco os possíveis cenários para a petista: alçar voos mais altos, como disputar o Governo do Estado ou o Senado, assumir um posto no Governo Federal, voltar à Universidade ou optar pela maternidade.

Notemos que todas as opções têm relação direta com o sucesso ou fracasso da prefeita em fazer o sucessor. Não se concebe que sendo a principal fiadora de uma hipotética vitória do PT na Capital, Luizianne, simplesmente, volte às salas de aula ou se recluse e passe a se dedicar à criação de um segundo filho.

Assim como é difícil considerar que a petista, uma vez derrotada nas urnas, tenha estofo político para entrar na briga pela cadeira de Cid ou pela a vaga aberta com o fim do mandato de Inácio. E o que isso tem a ver com o atual momento, de articulações partidárias e o processo de escolha do candidato do PT? Só tudo.

Como este colunista já enfatizou em edições anteriores, a força de Luizianne pós-Prefeitura vai depender do resultado eleitoral e, em caso de vitória, do nível de ascendência que tiver sobre o futuro prefeito. Isso explica a preferência dela pelo nome de Waldemir Catanho, já descartado, e agora por Elmano de Freitas.

Bueiro explode no Rio e deixa um morto e dois feridos

Um bueiro explodiu na manhã desta segunda-feira (30) na área do antigo armazém 30, no cais do porto, zona norte do Rio, e deixou um homem morto e duas pessoas feridas. A suspeita é de que as pessoas envolvidas faziam reparos em uma cisterna de águas pluviais no armazém.

Em nota, a CEG (Companhia Distribuidora de Gás do Rio) afirma que o acidente não está relacionado à rede de gás natural. Técnicos da companhia chegaram a ir até o local, mas foram liberados pelo Corpo de Bombeiros “tendo em vista que o acidente é de outra natureza.”

Os feridos foram encaminhados para o hospital Souza Aguiar, no Centro, e não correm risco de morte. O soldador Paulo Batista Pereira, 52, teve fratura exposta no braço direito e queimadura superficial no rosto, e o mecânico Carlos Ribeiro, 53, teve o braço imobilizado e fez exames. Já o mecânico Rafael Martins de Sousa, 29, morreu em consequência da explosão.

Soldados do Corpo de Bombeiros e técnicos da Light estão no local da explosão. Ainda estão sendo esperados policiais civis e técnicos do Inea (Instituto Estadual do Ambiente).

De acordo com a companhia Docas, que administra o porto do Rio de Janeiro, o armazém foi arrendado à empresa Triunfo Logística. A Docas afirma que o morto era funcionário da própria Triunfo e que “ainda são desconhecidas as causas da explosão.”

Segundo Jorge Melo, presidente da Docas, havia um forte cheiro de óleo no local, e também haveria óleo na galeria. “Provavelmente, alguma faísca deve ter caído em cima do óleo durante os reparos, o que causou a explosão”.

(Folha)

Assaltada agência do BB de Novo Oriente

Quatro homens invadiram o Banco do Brasil de Novo Oriente, região dos Inhamuns, na tarde desta segunda-feira, 30, por volta de 13 horas. Segundo informações do destacamento da Polícia Militar do município, o bando levou duas pessoas reféns, mas elas já foram libertadas.

Ainda não há informações de quanto foi levado pela quadrilha. A Polícia Militar de Novo Oriente e Crateús realiza buscas na região.

Elmano diz que erro da gestão Luizianne Lins foi superestimar situação de Fortaleza em 2004

137 17

Para o pré-candidato do PT à Prefeitura de Fortaleza e secretário municipal da Educação, Elmano de Freitas, a prefeita Luizianne Lins foi induzida a tantas promessas, diante de uma superestima da situação da cidade na administração Juraci Magalhães. Segundo o petista, durante entrevista na tarde desta segunda-feira (30) no Debates do Povo, na rádio O POVO/CBN, a prefeita jamais esperava encontrar uma dívida de R$ 280 milhões. “Geramos expectativa na população, diante de uma prefeitura quebrada”, afirmou.

Elmano de Freitas acredita que, caso seja candidato, terá um discurso voltado para os avanços na gestão Luizianne Lins, ao invés da defesa às críticas. O pré-candidato se esquivou das perguntas dos ouvintes sobre falta de medicamentos nos postos de saúde, embora tenha reconhecido que a cidade precisaria de mais 40 postos e que os servidores da saúde mereceriam reajustes salariais diferenciados.

“A maioria das pessoas que reclamam do atendimento público, não é usuária do sistema”, afirmou o pré-candidato, que disse ainda que a problemática da saúde pública implica em uma cooperação dos governos estadual e federal.

Elmano assegurou ainda que em poucos meses o Hospital da Mulher será entregue “funcionando” e que a educação em Fortaleza superou todos os índices no setor. O pré-candidato disse que não teria problema em enfrentar prévias dentro do partido e citou Waldemir Catanho, Hilário Marques e Deodato Ramalho como seus apoiadores.

Luizianne: prévias são legado da democracia do PT

65 2

A prefeita Luizianne Lins disse que a realização de prévias não é sua primeira opção para escolher o candidato do PT a prefeito de Fortaleza, mas considera natural a possibilidade de os pré-candidatos serem escolhidos em votação entre os filiados. “Claro que eu queria que chegássemos ao consenso, mas, se precisar de prévias, vou tratar naturalmente”, disse a prefeita, em trecho inédito da entrevista à jornalista Marcela Belchior. Outras declarações de Luizianne na mesma conversa foram publicadas no O POVO de ontem.

“É um legado da democracia que o partido conquistou”, em defesa das prévias, acrescentou a prefeita – e também presidente estadual do PT. E ela acredita, inclusive, que o nome que eventualmente escolhido na votação sai fortalecido. “Acho que as prévias fortalecem o candidato que sair. E também o partido, do ponto de vista do debate político”.

Ela confirmou que o representante petista na escolha de seu sucessor deverá sair entre um dos cinco nomes definidos há uma semana: Acrísio Sena, Artur Bruno, Camilo Santana, Elmano de Freitas ou Guilherme Sampaio. Ele não fez referência à possibilidade de o senador José Pimentel concorrer.

“Esses cinco nomes participaram do processo de debates e agora estão oficializados. A lista está aberta para que possam retirar ou reafirmar seus nomes, até 30 de março, que é o prazo definido pelo PT para definir se vai resolver no encontro municipal ou vai para as prévias, se tiver mais de um candidato”.

Agora, o PT inicia processo de debate entre os candidatos. Em 13 de fevereiro, será comemorado o aniversário do partido, que completa 32 anos três dias antes. Na ocasião, haverá plenária para apresentar os pré-candidatos. A partir daí, serão realizados debates de propostas entre eles. “Se existe uma coisa que não vão poder falar é que não debatemos até a exaustão, de que o candidato foi de cima pra baixo”, afirmou Luizianne.

As opções do PT para a Prefeitura

Acrísio Sena

Dos cinco, é o principal expoente dos grupos que eram considerados radicais no PT. Por razões óbvias, é visto com simpatia entre os vereadores da base aliada. Ele e Elmano são os únicos que apoiaram Luizianne desde o 1º turno em 2004.

Artur Bruno

Por seguidas eleições para deputado estadual e, agora, federal, vem sendo o parlamentar mais votado em Fortaleza. É o mais conhecido, o que largaria com maior percentual e, também, o mais obstinado em concorrer. Mas é visto com certa reserva.

Camilo Santana

Deputado estadual mais votado do Ceará na última eleição, tem história ligada ao Cariri, onde chegou a assumir temporariamente a Prefeitura de Barbalha. Tem o apoio de Cid, o que faz com que seja visto com reservas dentro do PT.

Elmano de Freitas

Representa o grupo de Luizianne – a Democracia Socialista (DS) – entre os pré-candidatos. Foi assessor da prefeita, coordenou o Orçamento Participativo e é hoje secretário da Educação. É o único dos pré-candidatos do PT sem mandato eletivo.

Guilherme Sampaio

Vereador e ex-líder de Luizianne, entrou na política bastante vinculado a Artur Bruno. Na liderança da prefeita, aproximou-se do Executivo. Dono de escola particular, tem na educação sua principal bandeira, assim como Elmano.

(O POVO)

Quadrilha rende funcionários e clientes e assalta restaurante em Fortaleza

“Um restaurante localizado entre as ruas Joaquim Nabuco e Vicente Linhares, no bairro Aldeota, em Fortaleza, foi alvo de assalto na manhã desta segunda-feira, 30. Segundo informações do Ronda do Quarteirão, quatro homens armados chegaram ao restaurante Nova Casa, rendendo funcionários e clientes.

Os homens levaram celulares, além de dinheiro dos caixas. O movimento de clientes era intenso, pois já era horário de almoço. Ainda não se sabe quanto em dinheiro foi levado, de acordo com o Ronda do Quarteirão.

Os suspeitos fugiram em duas motocicletas. As imagens do circuito de TV do estabelecimento estão sendo avaliadas pela Polícia. Segundo o Ronda, um dos celulares roubados possui serviço de GPS. Segundo o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), os assaltantes teriam fugido em direção ao bairro José Walter.

Policiais do Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) estão em busca dos suspeitos.

A gerência do estabelecimento não quis se pronunciar sobre o caso.”

(O POVO Online)

Ministra diz que votação da PEC sobre trabalho escravo é prioridade deste ano

“A ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência, Maria do Rosário, anunciou que uma das principais prioridades de sua pasta em 2012 é a aprovação da PEC 438, que prevê a expropriação de áreas onde for encontrado trabalho escravo.

A proposta de emenda constitucional data de 2001, já foi aprovada no Senado e em primeiro turno na Câmara, onde aguarda a segunda apreciação desde 2004. A inclusão por deputados de uma proposta que inclui áreas urbanas no escopo da PEC deve exigir uma nova votação pelos senadores.

De acordo com Maria do Rosário, a decisão de eleger a PEC como prioridade foi avalizada pela presidenta Dilma Rousseff, em reunião realizada na semana passada.

“A presidenta quis saber se a proposta contribuiria para o enfrentamento do trabalho escravo, deixamos claro isso e ela nos orientou a tratá-la como prioridade”, disse ela, ao participar de uma mesa no Fórum Social Temático sobre o tema.

Neste dia 28, é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Desde 1995, 42 mil brasileiros foram libertados dessa condição no país, sobretudo em fazendas de cana-de-açúcar e de pecuária.

Em sua intervenção, Maria do Rosário disse ainda que a estratégia de combate à escravidão contemporânea passa pelo envolvimento da sociedade civil com as políticas públicas.

A base dessa política está na criação de comissões estaduais de combate ao trabalho escravo, as coetraes, que reúnem representantes do executivo, do judiciário, de ONGs e movimentos sociais.

A ministra declarou também que deseja fortalecer a “lista suja”, cadastro de empregadores flagrados com irregularidades e produzida pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Para isso, prometeu que o governo não autorizará mais acordos como que permitiu a saída da Cosan da relação, no ano passado.”

(Portal do PT)

Eleições em Fortaleza – Presidente de honra do PDT quer Heitor Férrer candidato

83 3

O ex-ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, reassume, nesta segunda-feira, o cargo de presidente nacional do PDT. O deputado federal cearense André Figueiredo respondia pela função. Lupi retorma depois de ter sido exonerado da pasta após ter o nome envolvido em descvio de recursos.

Para conferir o ato, alguns pedetistas embarcaram nas últimas horas. Um deles, o presidente estadual de honra da legenda, Flávio Torres.

Sobre sucessão em Fortaleza, Torres abre o jogo: acha que o partido já tem candidato a prefeito e que o nome é o do deputado estadual Heitro Férrer. Ele considera o parlamentar o melhor nome e aquele com condições reais de vencer a disputa.

Sete em cada 10 projetos de habitação ficam só no papel

86 1

“Por trás do recorde de contratações feitas por programas oficiais de habitação popular nos últimos anos há também um expressivo número de obras paralisadas, atrasadas ou que simplesmente não foram iniciadas.

De cada dez contratos firmados na área da habitação pela Secretaria Nacional de Habitação (SNH) do Ministério das Cidades, envolvendo o repasse de recursos da União para Estados e municípios, pelo menos sete não saíram do papel. É o que aponta auditoria feita pela Controladoria Geral da União (CGU) nos contratos assinados entre 2004 e abril de 2011.

Segundo o levantamento da CGU, até abril do ano passado existiam 4.243 contratos na carteira da SNH, o que corresponde a R$ 12,5 bilhões em investimentos. Deste total, 74% estão apenas na promessa, sendo que uma parcela considerável se refere a contratos antigos. “Esse fato implica na inexecução das ações do governo e nas sucessivas prorrogações de restos a pagar”, destaca o relatório.”

(Estadão)

Pousos e decolagens voltam a ficar suspensos a partir de fevereiro no Pinto Martins

A partir de quarta-feira próxima, pousos e decolagens no Aeroporto Internacional Pinto Martins vão estar novamente suspensos no período das 5 às 11 horas. 

A Infraero informa que será retomada a obra de recuperação da pista. A suspensão vai até o proximo dia 16.

Durante o período do Carnaval, tudo volta ao normal, mas depois, dia 29, entra outra fase de suspensão dos voos nesse período, segundo a Infraero.

Eleições 2012 – PR descarta coligação com PSB

92 1

O PR não fará coligação em Fortaleza com o PSB do governador Cid Gomes. Deixaram claro isso o presidente estadual da legenda, o ex-governador lúcio Alcântara, e o vice estadual, o prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa.

O recado foi dada na manhã desta segunda-feira durante encontro do PR, no Hotel Plaza Suite (Praia de Iracema), com seus pré-candidatos a prefeito, vice e vereador da Região Metropolitana de Fortaleza.

O encontro serve também para repassar informações sobre o partido, que também abriu para palestras sobre temas do interesse dos  militantes.

Dnocs – novo diretor-geral toma posse nesta 3º feira

“O novo diretor-geral do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), Ramon Rodrigues, toma posse, às 9h30min desta terça-feira, no comando do órgão. Ramon, que é cearense, substitui Elias Fernandes, demitido após denúncias de envolvimento em desvios da ordem de R$ 312 milhões. O escândalo veio à tona após divulgação de auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU).

A escolha de Ramon para responder interinamente pelo Dnocs foi fruto de uma articulação do senador Eunício Oliveira (PMDB) e do governador Cid Gomes (PSDB) com o Palácio do Planalto.

Por trás dessa substituição há uma forte disputa por prestígio entre o PMDB do Ceará e o do Rio Grande do Norte, junto ao Governo Federal. O deputado federal Henrique Alves (PMDB-RN) lutou até o último momento para manter Elias Fernandes no comando do Dnocs.

Antes da posse, Ramon Rodrigues vai se reunir com os servidores do Departamento. Em seguida, às 14h30min, tem encontro com os coordenadores estaduais do Dnocs. ”

(Política – POVO Online)

Inadimplência das empresas em 2011 foi a maior dos últimos dois anos

“O Indicador Serasa Experian de Inadimplência das Empresas teve alta de 19% no ano passado ante uma queda de 3,7% em 2010. Na comparação entre dezembro de 2011 e o mesmo período de 2010, houve um aumento de 23,7%. Sobre novembro, no entanto, a taxa diminuiu 4,1%, o que “pode ser um sinal de que a inadimplência das empresas está perdendo fôlego”, acreditam os economistas da Serasa Experian.

Ao longo do ano passado, as empresas tiveram mais dificuldades para pagar em dia as dívidas não bancárias (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica e água). Sobre 2010, o atraso nesses pagamentos aumentou 28,3%. O valor médio atingiu R$ 744,01, o que significa uma elevação de 2,2% ante o registrado no ano anterior.

Também foi expressiva a inadimplência com os bancos, com alta de 23%. Na média, o valor que as empresas deixaram de pagar ficou em R$ 5.169,91 – 9,7% acima do constatado em 2010. As emissões de cheque sem fundo cresceram 12,8% com valor médio de R$ 2.089,50 – 1,7% maior ante 2010. Os títulos protestados foram 10,9% superiores ao ano anterior, com valor médio de R$ 1.803,04, quantia que cresceu 9,1%.

Para os economistas da Serasa, essa situação foi provocada, em parte, pelo desaquecimento das vendas como efeito da queda na atividade econômica. Eles justificaram que o aumento no ritmo de inflação pressionou os custos dos negócios. Ao mesmo tempo, as empresas enfrentaram juros mais elevados na tomada de dinheiro para capital de giro e a inadimplência do consumidor ampliou a taxa de risco de crédito inibindo os negócios.”

(Agencia Brasil)

Peleja judicial – Ex-tucano permanecerá ocupando cadeira de João Jaime

88 3

O desembargador Byron Frota revogou liminar que dava direito ao PSDB de ocupar cadeira aberta na Assembleia Legislativa com a licença do tucano João Jaime.

Com isso, permanecerá como parlamentar o suplente Nenm Coelho, ex-PSDB e hoje membro do PSD. Tiago Campélo, suplente tucano, brigava na Justiça pela vaga.

Byron Frota acatou agravo regimental da Procuradoria Jurídica da Assembleia.

Dilma: INSS abrirá mais de 100 agências neste ano

“Até o fim do ano, 182 agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) serão abertas em todo o país. A meta do governo é evitar que o segurado tenha de percorrer longas distâncias para tratar de serviços da Previdência.

“No Pará, às vezes, uma pessoa tinha que se deslocar até 600 quilômetros para ir a um posto da Previdência, que era o mais próximo”, disse a presidenta Dilma Rousseff em seu programa semanal Café com a Presidenta. Ela acrescentou que o estado deverá receber mais 14 agências. “Faremos também, em todos os lugares em que for necessário, concurso público para contratar servidores onde há carência de funcionários”, destacou.

Dilma lembrou que a Previdência criou um sistema computadorizado que acompanha todas as etapas do atendimento a quem procura uma agência do INSS. “Se temos as informações, conseguimos não só acompanhar a solução dos problemas como também organizar o funcionamento de cada uma das agências”, disse. “É possível saber, por exemplo, quantas pessoas estão sendo atendidas por cada um dos funcionários ou se alguém está esperando mais tempo do que o devido”.

A presidenta lembrou ainda que, atualmente, os atendimentos são feitos com dia e hora marcados, o que agiliza o serviço. O contribuinte que tiver toda a sua documentação cadastrada poderá se aposentar em até 30 minutos. E não há mais a necessidade de esperar em filas na porta das agências. “Agora, o segurado recebe, em casa, uma carta do INSS quando completa a idade mínima para se aposentar, informando que ele pode já pleitear o seu benefício. Isso é bom para o governo, que consegue controlar melhor a arrecadação e os pagamentos, e é excelente para o contribuinte, que tem mais facilidade de acesso aos seus benefícios”, comentou Dilma.”

(Agência Brasil)

Servidores do IJF paralisam atividades por três horas

“Servidores do Instituto José Frota (IJF) paralisaram as atividades por três horas na manhã desta segunda-feira, 30. Segundo a presidente da Associação dos Servidores do IJF (ASSIJF), Ana Miranda, a paralisação atinge o atendimeto eletivo.

A parada deve durar até 10 horas desta manhã. Ainda de acordo com Ana Miranda, os médicos do hospital continuam trabalhando normalmente, bem como o setor de emergência. Cirurgias eletivas foram desmarcadas.

A categoria de servidores promete realizar novas paralisações no decorrer da semana. Para esta terça-feira, uma nova pausa de três horas nas atividades está prevista para o período da tarde.

De acordo com informações do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort), o objetivo da paralisação é pressionar a direção do órgão e o governo municipal para que atendam as reivindicações da categoria, constantes da pauta que teria sido entregue à Prefeitura no mês de dezembro.

Caso as negociações não progridam, os servidores do IJF prometem iniciar uma greve por tempo indeterminado no dia 9 de fevereiro, data em que ocorrerá assembleia unificada da campanha salarial na Câmara Municipal de Fortaleza.

Reivindicações

Além dos demais pontos da pauta da campanha salarial 2012, os servidores reivindicam, entre outros pontos: restabelecimento das horas noturnas recebidas pelos servidores do IJF; ampliação do direito da alteração da jornada de trabalho para os servidores plantonistas; extensividade da gratificação de plantão recebida para os servidores do setor da emergência, centro cirúrgico, sala de recuperação, centro de queimados e central de material.”

(O POVO Online)

Elmano Freitas é o entrevistado do “Debates do POVO”

74 1

O secretário municipal da Educação, Elmano Freitas, agora o nome preferido da prefeita Luizianne Lins para sua sucessão, é o convidado desta segunda-feira do programa “Debates do POVO”, da rádio O POVO/CBN.

A partir das 13 horas, Elmano Freitas passará por sabatina, dentro de uma série que o programa vem realizando com prefeituráveis.

Sebastião Nery: STF não vai fazer a “sacanagem” de absolver José Dirceu

161 5

Com o título “Dilma faz projeto de governo; Lula, de vida”, o Estadão traz entrevista, em sua edição desta segunda-feira, com Sebastião Nery, que completa 60 anos de jornalismo. Nery fala sobre o governo Dilma Rousseff, a inércia do PSDB e as pretensões de Eduardo Campos, o presidente nacional do PSB. Confira:

“Dizem que Lula foi o presidente com o maior apoio popular, mas Getúlio é incomparavelmente maior”, garante o ex-deputado e jornalista baiano Sebastião Nery, 79 anos de idade, 60 dos quais vivendo e acompanhando intensamente os principais fatos da política nacional e internacional. Por coincidência, Nery nasceu no ano da Revolução Constitucionalista de 1932, considerada a primeira grande revolta contra Getúlio. De lá para cá, o Brasil experimentou cinco constituições e diversas reviravoltas políticas e institucionais registradas pela pena primorosa de Nery, cuja prática parlamentar e profissional possibilitou o acesso a alguns dos mais importantes personagens dessa história.

Nesta entrevista ao jornal O Estado, o experiente jornalista faz elogios à administração da presidente Dilma Rousseff, a quem louva por não ter submetido o governo ao arbítrio do PT e de Lula, e diz que falta liderança ao PSDB, que teria cedido a autoria de programas como o Bolsa Família de bandeja ao ex-presidente petista.

O Estado – Como avalia o governo Dilma?
Sebastião Nery. Eu tinha muito medo do governo da Dilma porque continuo tendo muito medo do Lula e do PT. Meu medo era que os dois fizessem aquilo que o Zé Dirceu ameaçou: que seria um governo não da Dilma, mas do PT. Não foi assim. Dilma não entregou o governo à decisão deles. O PT imaginava que ela ia fazer um governo de assembleísmo. A Dilma está, sim, governando, e eu tinha medo de que ela não o fizesse por causa dessa aliança partidária, já que, para governar, a presidente tem que fazer acordo com dez partidos, e isto implica fazer doações a todos esses partidos com dinheiro do Estado. Mas a Dilma tem ido bem, e o Lula e o PT não têm lhe atropelado muito.

O Estado –  Qual a marca da Dilma neste primeiro ano de gestão?
Sebastião Nery. A seriedade. Claro que ela tem que negociar as pressões, é inevitável que os partidos sejam reivindicantes junto ao governo. Inclusive na crise relacionada à saída dos sete ministros, ela se saiu bem, afinal, não era fácil demitir um Palocci, por exemplo, que era o homem do Lula no governo, assim como não foi fácil demitir o Jobim. A demissão desses ministros é uma prova de que ela está governando. É preciso lembrar que o governo da Dilma é assentado em um punhado de mentiras. O Lula, com aquele talento para misturar Sílvio Santos com Chacrinha, vendeu para o País, junto com o PT, a ideia de que o Brasil não precisa mais do FMI, não lhe deve mais um tostão, e isso é uma mentira brutal. Deu-se a impressão de que o Brasil está nadando em dinheiro, quando não está. No ano passado, a Dilma ficou mal porque não deixaram colocar no Orçamento um tostão a mais para a Saúde, que é o grande problema brasileiro. Então, qual a saída para a presidente? A não ser que ela seja um Néstor Kirchner, e ela não é. Kirchner foi o primeiro sujeito que chamou os banqueiros para conversar e disse como é que seria feito. ‘Vocês, banqueiros, dizem que nós devemos 100 bilhões, mas nós só devemos 25, o resto é juro sobre juro e nós não vamos pagar’. E não pagou! Esse é o motivo pelo qual a Argentina tem crescido a oito, nove por cento ao ano, enquanto o Brasil não consegue crescer 3%. Se a Dilma fosse fazer isso, ela aguentaria a avalanche de críticas nos editoriais dos principais jornais, as críticas acadêmicas? Deixar de pagar os juros que os banqueiros querem é calote, mas deixar de prover o SUS não é calotear o povo brasileiro?

O Estado – Mas a Dilma teria força suficiente para mudar este modelo econômico?
Sebastião Nery. Eu acho que ela não vai fazer. E não vai fazer porque o PT não quer, o Lula não quer, e também não sei se ela mesma quer fazer. Para eles, o interessante é permanecer no poder. É uma mentira dizer que a grande luta no País é entre PT e PSDB. A grande luta é entre o Brasil e os banqueiros. Hoje quem dá a palavra final é o sistema financeiro, e o mundo está governado pelos banqueiros. Há alguma força política no Brasil, seja o PT, ou o PSDB, capaz de enquadrar os banqueiros? Eu acho, todavia, que a Dilma tem mais energia para dobrar e negociar do que o Lula faria. O Lula faz um projeto de vida, enquanto a Dilma faz um projeto de governo.

O Estado – Esse projeto de vida do Lula incluiria uma candidatura a presidente em 2014?
Sebastião Nery. Aí já seria uma questão de luta armada. Como é que o Lula faria isso? Dando um golpe? A presidente da República tem o direito legal de ser candidata à reeleição. Ou ela abandona e vai embora, e fica sujíssima perante a História, ou ela é candidata. Que o Lula espere por 2018. Qualquer golpe que a opinião pública imagine que ela esteja sofrendo complica a própria campanha eleitoral do Lula, se ele quiser ser candidato. Esse negócio de que o Lula é um Dom Pedro I não existe… Todos os que se acharam mais poderosos do que a normalidade da Nação acabaram se ferrando. Não acredito que o povo brasileiro aceitaria normalmente que o Lula e o PT se reunissem e dissessem “sai pra lá, Dilma”. Não há ninguém tão poderoso. Dizem que Lula foi o presidente com o maior apoio popular. Mentira. O Getúlio é incomparavelmente maior do que o Lula.

O Estado – Para o senhor, a popularidade do Lula se baseia especialmente em quê?
Sebastião Nery. A grande catarse do Lula foi o Bolsa Família, por causa da arrogância do PSDB. Os tucanos nunca quiseram dizer que estavam implantando um projeto popular e populista, mas absolutamente necessário, como é o Bolsa Família. Eles acabaram entregando na bandeja para o Lula. O Bolsa Família é o Bolsa Gás, é o Bolsa Escola… Os tucanos fizeram tudo, mas esqueceram de chamar um mineiro, e aí o gênio foi o Patrus Ananias, que disse: vamos juntar tudo num programa só. Os tucanos tinham vergonha cultural de parecerem populistas. O Bolsa Família é uma coisa fundamental para o povo, mas o PSDB não faturou isso.

O Estado – O Plano Real é outra obra mal faturada pelo PSDB, como alguns tucanos têm admitido?
Sebastião Nery. O Brasil moderno nasceu numa decisão aparentemente louca, mas que a História provou que não era, do Itamar Franco dar um telefonema ao Fernando Henrique e dizer, sem nem convidar: “amanhã de manhã sai no Diário Oficial sua nomeação para o Ministério da Fazenda, venha pra cá”. O Fernando Henrique criou então a comissão que criou o Plano Real. Se você puser o Plano Real defronte do Bolsa Família, não há comparação. O Plano Real é um programa de Nação. Pela primeira vez no último século, o País controlou a inflação, criou a moeda forte e começou a negociar internacionalmente de igual para igual. O Plano não foi uma criação exclusiva do Fernando Henrique, claro. Nisso entrou o Pérsio Arida, o Pedro Malan, que é um craque, um sujeito sério; o Edmar Bacha, o Gustavo Franco. Essa turma se reuniu e bolou o Plano Real. E o PT foi contra o Plano. O Brizola foi contra.

O Estado – O que se vê é o PSDB caminhando para a irrelevância. Por que isso?
Sebastião Nery. Porque não existe partido sem liderança e sem povo. O que há é que o PSDB é um covil de serpentes. Aí você diz: “o PT também é”. Sim, o PT também é, mas o PT se juntou na hora que os banqueiros chamaram o José Dirceu e disseram que era para fazer a Carta ao Povo Brasileiro, para que eles não vetassem o Lula. Até hoje é um mistério: quem escreveu a Carta ao Povo Brasileiro? Alguém escreveu dentro da Febraban. Eu acho que foi o Maílson da Nóbrega. É um grande documento, que garantiu a eleição do Lula. E tinha que haver mesmo aquele documento, porque você não podia entregar o País, já em dificuldade, ao PT, ao Rui Falcão, que é um radical, nem ao Zé Dirceu.

O Estado – Eduardo Campos. Qual é a dele?
Sebastião Nery. O Eduardo Campos é um Aécio Neves de verdade (risos). O Aécio fez um brilhante governo em Minas, mas ele não tem a característica do sujeito que brilha para conquistar as coisas. O povo quer um político que tenha posições claras. O Aécio gastou um ano no Senado e ninguém sabe o que ele pensa. A gente pensa que ele é uma liderança, mas não é. O Aécio de verdade é o Eduardo Campos. O projeto do Eduardo é de candidatura contra o PT, porque o PT evidentemente terá candidato depois de oito anos de Dilma. Até lá o Zé Dirceu pode ter sido absolvido por seus pecados ou ter cumprido sua pena.

O Estado – O Dirceu diz que quer ser julgado o mais rápido possível pelo STF por estar convicto da absolvição.
Sebastião Nery. Não se pode botar a mão no fogo por instituição nenhuma, mas eu quero ver pra crer se o Supremo não vai condenar o Dirceu. Vai. Ele é o chefe da quadrilha, quem disse foi o procurador Geral da República. Não acredito na absolvição do Dirceu. O ministro Joaquim Barbosa é um sujeito sério, e o Supremo não vai se expor perante a Nação fazendo uma sacanagem brutal dessas.

Prazo de adesão ao Super Simples termina nesta 3º feira, alerta Receita Federal

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=RGpu7-kK978&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=4&feature=plcp[/youtube]

Um alerta da Receita Federal: termina nesta terça-feira o prazo para pequenas e microempresas aderiram ao Super Simples e ter assim benefícios fiscais. O alerta é do assessor do órgão no Ceará, Osvaldo Carvalho, que fala também sobre a declaração do Imposto de Renda deste ano.