Blog do Eliomar

Últimos posts

Incêndio no Centro deve servir mais uma vez de alerta

103 1

O incêndio ocorrido no último sábado (14) na rua Castro e Silva, deixando como saldo a destruição de quatro estabelecimentos comerciais, volta a chamar a atenção do poder público para o potencial de risco existente na área central de Fortaleza. O sinistro, considerado de médias proporções, foi iniciado na madrugada e atingiu lojas que vendiam principalmente material plástico.

Se não houve felizmente o registro de vítimas, mesmo o pronto atendimento efetuado pelo Corpo de Bombeiros não foi o suficiente para evitar prejuízos materiais de grande monta para comerciantes de médio porte, o que por si, já dá uma ideia das lamentáveis consequências do incêndio.

Note-se que a ocorrência se deu em período no qual não havia movimentação de trânsito, o que, por certo, em muito colaborou para a ação rápida do Corpo de Bombeiros. Mesmo assim, sérios prejuízos foram registrados. Vê-se, portanto, o potencial de risco a que estão expostos em casos do gênero os estabelecimentos comerciais instalados na área central de Fortaleza.

Nesse aspecto, é sempre bom ressaltar que a imprensa local não tem dado trégua no que diz respeito a denunciar as más condições em que se encontram boa parte dos prédios instalados naquele trecho da Capital. Antigos, situados em ruas estreitas e, principalmente, sem atender normas básicas de segurança, acabam por tornar o centro local extremamente susceptível a incêndios.

Amplie-se esse potencial por quase sete mil pontos fixos, além dos vendedores informais, e vejamos o tipo de risco existente. O que se lamenta é não haver por parte do poder público e até mesmo dos comerciantes, sugestão de iniciativas que possam vir a diminuir esse potencial de sinistro, que termina por colocar a vida de milhares de pessoas em risco todos os dias.

Para se ter ideia da representatividade do setor de comércio e serviço instalado no Centro de Fortaleza, a arrecadação proporcionada por esses estabelecimentos gira em torno de 5% dos impostos pagos em todo o estado. Nada disso, porém, parece sensibilizar as pessoas que teriam a responsabilidade de oferecer um olhar mais preventivo a área central.

Não será surpresa se o recente acontecido voltar a despertar a discussão entre os gestores públicos sobre medidas a serem tomadas em relação aos cuidados com a prevenção. Se assim for, pelo menos, a tragédia de uns, talvez venha a servir de lição para os outros. O que não se pode é aceitar calado a essa situação.

(Editorial / O POVO)

Urgência!

87 3

Mais uma querela judicial está em andamento entre Prefeitura de Fortaleza e o Judiciário quanto à legislação do Uso e Ocupação do Solo. O juiz plantonista Paulo de Tarso Pires ordenou que a secretária da Regional do Centro, Luiza Perdigão, assinasse um alvará de funcionamento para a Targa Tecnologia Ltda.

A empresa, segundo Perdigão, está funcionando desde 2009 em local inadequado na rua Pero Coelho. A via é residencial e não comercial. Além disso, segundo a secretária, o empreendimento não respeita a separação entre o passeio e estacionamento.

O juiz concedeu a liminar pois o contrário, segundo ele escreve no documento, poderia “acarretar prejuízo à requerente (Targa) na medida em que ficará impossibilitada de empreender sua atividade econômica”.

Pergunta: isto é caso para se resolver nos plantões da Justiça cearense? Tão urgente assim?

(Vertical / O POVO)

Governo Dilma corta à metade verbas da Segurança

76 1

O Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) sofreu no primeiro ano do governo Dilma Rousseff o maior corte de recursos desde a sua criação, no fim de 2007. Dos R$ 2,094 bilhões autorizados para 2011 só a metade foi paga nos diversos projetos previstos pelo Ministério da Justiça, contrariando o discurso de campanha de ampliar a colaboração com estados e municípios nessa área. A tesourada foi de R$ 1,036 bilhão, impactando as ações Brasil afora.

Nos últimos quatro anos, a execução orçamentária média do programa foi de 63%. Com os cortes do ano passado, o valor deixado no cofre alcança R$ 2,3 bilhões. Ações alardeadas nos palanques eleitorais em 2010 não mereceram nenhum centavo no ano de estreia de Dilma, a exemplo da construção de postos de polícia comunitária com R$ 350 milhões previstos. Para a modernização de estabelecimentos penais, foram prometidos outros R$ 20 milhões, mas nada foi pago. Os dados são do Sistema Integrado de Administração Financeira do governo federal (Siafi).

Quase 40% do valor desembolsado no ano passado (R$ 1,058 bilhão) foram de restos a pagar, ou seja, compromissos firmados em exercícios anteriores.

O ajuste fiscal do governo Dilma também atingiu uma das principais políticas do Pronasci, a Bolsa Formação, que paga auxílio a policiais e outros profissionais de Segurança matriculados em cursos de qualificação. O governo nunca gastou menos que 86% do autorizado para esse fim. Em 2011, só 49% da verba prometida foram pagos. Mesmo assim, a Bolsa Formação ainda responde por mais da metade do valor aplicado no Pronasci (R$ 572 milhões).

Discursos diferentes para a mesma área

Para o professor Gláucio Soares, do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio da Janeiro (Uerj), os dados evidenciam a falta de comprometimento federal com a Segurança Pública.

— A prioridade expressa nos gastos não corresponde à expressa no discurso e nas pesquisas de opinião, que apontam a Segurança Pública como área fundamental — afirma o professor.

Ele acrescenta que tem sido mais fácil cortar verbas da Segurança Pública do que, por exemplo, das áreas militares.

Procurado, o Ministério da Justiça informou, em nota, que, considerando o ajuste fiscal anunciado no início de 2011, o limite orçamentário do Pronasci era, na prática, de R$ 775 milhões, sendo que, desse total, R$ 771 milhões foram executados.

Governo promete aprimorar projeto

O ministério explicou que a Política Nacional de Segurança Pública, que inclui o Pronasci, está em fase de aprimoramento da gestão. Um dos objetivos seria a criação de mais mecanismos para avaliá-la que não só a execução orçamentária. Um anteprojeto de lei enviado ao Congresso prevê a criação do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais e sobre Drogas (Sinesp).

“O sistema vai suprir a ausência de um mecanismo oficial de estatística capaz de compilar e fornecer dados e informações precisos sobre a situação da Segurança Pública no país. Os estados irão assinar pactuação com a União e, se não fornecerem dados, terão suspensos os repasses de verbas federais”, diz trecho da nota do Ministério da Justiça.

(O Globo)

Governo voltará a estimular o crédito

Com o crescimento econômico mais baixo do que o esperado em 2011, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, já começou a traçar com sua equipe uma estratégia para acelerar a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) para 4,5% este ano, nível mínimo que cobra a presidente Dilma Rousseff.

Novas medidas voltadas para o estímulo ao crédito deverão ser acionadas mais uma vez para garantir um crescimento maior, sobretudo no segundo semestre deste ano.

Ainda tendo que lidar com fortes restrições no Orçamento, o governo também contará com as gigantes Petrobrás e Eletrobrás para ajudar no impulso do crescimento econômico. O presidente da estatal do setor elétrico, José da Costa Carvalho, por exemplo, anunciou que investirá R$ 13,3 bilhões este ano, 48% a mais do que em 2011.

Concessões de aeroportos e rodovias federais, que não ocorreram no primeiro ano do governo Dilma, agora deverão sair do papel e desencadear investimentos no setor privado, segundo apostam economistas do governo. Os aeroportos de Viracopos, Brasília e Guarulhos deverão ser leiloados no dia 6 de fevereiro. Na próxima quarta-feira (18), será leiloada a concessão de um trecho da rodovia BR 101.

Entre os técnicos, há forte aposta também no setor da construção civil, animado pelo programa Minha Casa Minha Vida. Prejudicado em 2011 pela redefinição de critérios para as habitações, o programa deverá ganhar volume ao longo deste ano e ajudar a acelerar o ritmo de atividade econômica.

O aumento de 14% no salário mínimo e a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) nos eletrodomésticos, medidas anunciadas em 2011, também surtirão efeitos importantes principalmente no início do ano, quando a economia estará mais desaquecida.

Frustração

A presidente Dilma está extremamente preocupada com o risco de o crescimento de 2012 novamente frustrar o governo como ocorreu no ano passado. O BC prevê uma alta de 3,5% do PIB este ano e a avaliação no governo é de que há riscos concretos de um resultado mais baixo, se não houver uma coordenação efetiva e “tempestiva” para impulsionar a atividade e evitar que investimentos privados sejam adiados por causa da possibilidade de um crescimento mais lento.

(Estadão)

Luizianne inicia nesta segunda-feira conversas decisivas

103 3

O PT inicia nesta segunda-feira (16) a rodada decisiva de negociações para escolher o candidato à Prefeitura de Fortaleza. Está prevista para esta segunda-feira a conversa entre a prefeita Luizianne Lins e o presidente nacional do partido, Rui Falcão.

Ela também iniciará encontros com os dirigentes das diversas tendências petistas. A prioridade de Luizianne é chegar logo a acordo com o grupo do deputado federal José Guimarães. Juntos, ele e a prefeita detêm a hegemonia total sobre o PT. Se houver entendimento com ele, o assunto estará resolvido dentro da sigla. Por isso, salvo problemas de agenda, será a primeira tendência a ser procurada.

Em paralelo, ela já deverá procurar o governador Cid Gomes (PSB) nos próximos dias. O entendimento com o chefe do Executivo estadual é a etapa mais importante das negociações. Fortaleza integra o grupo restrito de cidades nas quais a estratégia eleitoral é acompanhada de perto pela cúpula nacional petista. Hoje, trata-se da maior capital administrada pela legenda.

O grupo de Luizianne trabalha hoje com duas opções: Waldemir Catanho, coordenador de Articulação Política, e Elmano de Freitas, secretário da Educação. O deputado federal Artur Bruno deseja entrar na disputa, mas não tem apoio de nenhuma das figuras de expressão pública da legenda. Ele provavelmente só será escolhido na hipótese de rompimento com Cid, se Luizianne achar necessário indicar a opção mais competitiva e conhecida. Os vereadores Acrísio Sena e Guilherme Sampaio são alternativas para o caso de haver surpresa.

(O POVO)

Dilma vai autorizar rodada de petróleo no Nordeste, diz Lobão

A presidente Dilma Rousseff deverá autorizar nas próximas semanas a 11.ª rodada de leilões de áreas de exploração de petróleo. A informação foi dada ontem pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. “O Conselho Nacional de Política Energética autorizou a 11.ª rodada e essa decisão foi encaminhada à presidenta, para análise”, disse o ministro por telefone, de Abu Dabi, nos Emirados Árabes.

“Conversamos e ela informou que está para concluir seus estudos nas próximas semanas.” Segundo o ministro, esse leilão pode ser realizado porque as áreas a serem oferecidas estão a “milhares de quilômetros” do pré-sal. “São áreas no mar no Nordeste e algumas em terra.”

As áreas do pré-sal precisarão aguardar o fim da votação do novo marco regulatório do petróleo pelo Congresso. Falta aprovar as regras para a divisão dos royalties decorrentes da exploração das áreas. “O governo já cedeu em algumas partes mais do que podia”, comentou Lobão. Ele disse esperar que, com a retomada dos trabalhos parlamentares, a questão seja resolvida. Para o ministro, ainda é possível um acordo entre os governadores para evitar que a questão seja decidida pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Alguns Estados ameaçam levar a questão à Justiça, dependendo do desfecho.

A autorização de Dilma vai interromper um jejum de mais de três anos. Realizada em dezembro de 2008, a 10.ª rodada ofertou 130 blocos, todos terrestres. Desse total, 54 foram arrematados, metade com participação da Petrobrás. A 11.ª rodada era esperada em 2011, mas o governo acabou frustrando o mercado. Sem a concessão de mais áreas, as petroleiras, especialmente as de menor porte, tiveram suas chances de crescimento estranguladas e restritas a aquisições de áreas de terceiros.

Nos últimos meses, as pressões pela nova rodada partiram não apenas das empresas, mas da própria Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP), que, em dezembro, se disse pronta para as concessões e afirmou que só aguardava o aval da presidente. O novo leilão deve incluir blocos no Norte e Nordeste. Estão previstos 174 blocos, metade terrestre e a outra marítima.

(Estadão)

Descoberto o sexto corpo em navio que naufragou na costa italiana

As equipes de resgate descobriram na manhã desta segunda-feira (16) o corpo de um homem dentro do Costa Concórdia. Ele é a sexta vítima que morreu em decorrência do naufrágio do transatlântico perto da ilha toscana de Giglio, que ocorreu na noite da sexta-feira (13). Segundo versões iniciais, o navio atingiu uma rocha e começou a encher de água. O capitão tentou se aproximar da ilha, mas então o navio começou a virar.

Bombeiros italianos que trabalham todas as noite à procura dos cerca de 15 desaparecidos, encontraram a bordo o corpo de um passageiro vestindo um colete salva-vidas, em uma área não-inundada.

Até então, os mortos haviam sido identificados como um tripulante peruano, dois turistas franceses, um italiano e um espanhol –os corpos dos dois últimos foram encontrados neste domingo (15).

A empresa Costa Cruzeiros, proprietária do navio de cruzeiro Costa Concordia, admitiu que o comandante Francesco Schettino “cometeu erros de julgamento” e “não observou os procedimentos” para situações de emergência.

“A justiça, com a qual a Costa Cruzeiros colabora, determinou a prisão do comandante, contra quem pesam graves acusações”, destacou a companhia. “Parece que o comandante cometeu erros de julgamento que tiveram graves consequências” e que “suas decisões na gestão da emergência ignoraram os procedimentos da Costa Cruzeiros, que seguem as normas internacionais”, informou a empresa.

O navio levava 4.229 pessoas a bordo. O número de brasileiros no cruzeiro pode ser maior do que os 53 divulgados inicialmente pela operadora e repassados para o Itamaraty. O posto diplomático brasileiro em Roma informou ter atendido hoje outras três pessoas que não estavam na contagem inicial –elas constavam da lista americana. Com isso, o número deve subir para 56. A operadora Costa ficou de mandar até amanhã a listagem atualizada para o Itamaraty.

(France Presse)

Tancredo era eleito presidente do Brasil, há 27 anos

“Vim promover mudanças. Mudanças políticas, econômicas, culturais. Mudanças reais e irreversíveis. Não há pátria onde falta a democracia”.

A declaração é parte do discurso de Tancredo Neves, eleito presidente do Brasil, em 15 de janeiro de 1985, após 21 anos de regime militar. Em uma eleição indireta, o candidato da Aliança Democrática venceu o candidato do PDS, Paulo Maluf, por uma diferença de 300 votos no Colégio Eleitoral.

“A Constituição não é assunto restrito aos juristas, aos sábios e políticos. Quero a conciliação para a defesa da soberania do povo e para a restauração democrática, para o combate à inflação, para que haja trabalho e prosperidade para a nossa pátria”, disse o presidente eleito, em meio a constantes aplausos.

IBGE adapta cálculo da inflação a estilo de vida do brasileiro

A partir deste ano, o chope, o bacalhau, o chuchu e a máquina de costura não pesam mais na inflação. O órgão do governo responsável pelo cálculo, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), retirou da conta esses e mais 48 itens. Por outro lado, acrescentou 32, como o salmão, o morango, o chuveiro elétrico e o telefone com internet.

As mudanças no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – divulgado mensalmente pelo IBGE e referência para as metas de inflação estipuladas pelo governo – foram promovidas para adequar o cálculo aos hábitos de consumo dos brasileiros. Segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) de 2008-2009, muita coisa mudou desde 2006, quando o IPCA foi atualizado pela última vez.

A revisão do cálculo passou a vigorar na última quarta-feira (11) para adequar a importância de alguns produtos e serviços na fórmula, mas as alterações já haviam sido anunciadas pelo IBGE no ano passado. Com o anúncio, antes mesmo que o IPCA passasse a ser calculado pela nova fórmula, instituições financeiras reduziram as projeções da inflação para 2012, como o Banco Itaú, que reajustou a previsão de 5,75% para 5,25%, e a consultora Sul América Investimentos, que cortou de 5,3% para 5%.

Entre 2008 e 2009, segundo a POF – que serviu de base para as alterações –, o brasileiro passou a consumir mais salmão, DVDs e celulares com internet, por exemplo. Em função disso, eletroeletrônicos e energia elétrica estão entre os itens que ganharam mais importância no cálculo, assim como os gastos com veículos próprios, que ficaram mais baratos nos últimos anos.

“Há dez anos, ninguém usava internet. Boa parcela da população não viaja de avião, não tinha uma despesa tão elevada com automóveis e celular. A sociedade mudou. Por isso, a revisão”, destacou o economista-chefe da Sul América, Newton Rosa. Segundo ele, a diminuição de pesos de alguns itens, como alimentos, foi a principal responsável pela revisão da projeção para 2012.

Por outro lado, perdeu importância, na cesta do consumidor, gastos com transporte público, alimentos e bebidas, recreação e empregados domésticos. Educação também perdeu peso no novo cálculo do IPCA, o que gerou polêmica diante da alta de preços do setor de serviços e da maior entrada de jovens, principalmente, em universidades privadas no país.

O economista-chefe da agência de risco Austin Ratings, Alex Agostini, ressalta que, em relação aos empregados, a perda de importância não significa que o serviço ficou mais barato. Pelo contrário, em função da menor disponibilidade de mão de obra e a consequente alta dos salários, o brasileiro está abrindo mão do serviço. “Está caro sim. Aí, gastamos menos”, afirmou Agostini.

Desde a criação do IPCA em 1979, o índice foi atualizado cinco vezes. Há 20 anos, entravam na conta os preços de máquinas de escrever, videocassete, disco, fita cassete e de enceradeiras. Esses itens foram retirados do cálculo do indicador, que, a partir de agora, também vai incorporar as despesas dos brasileiros com chuveiro elétrico, fralda descartável e TV por assinatura com internet.

Com base no novo cálculo de 365 itens, o IBGE deve divulgar, no dia 10 de fevereiro, o IPCA da inflação de janeiro deste ano. A meta do governo para 2012 é que o índice fique abaixo de 5%, menor que o de 2011. No ano passado, o IPCA ficou em 6,5%, o mais alto desde 2004 e acima da meta estabelecida de 4,5%, mas ainda no máximo previsto que é de dois pontos percentuais acima.

(Agência Brasil)

Vamos nós – Depois de enquadrar ministros, o governo enquadra a inflação.

Novo salário mínimo beneficia mais a classe C

72 1

Cálculos da consultoria Datapopular indicam que os consumidores da classe C serão os principais beneficiários do aumento do salário mínimo, já em vigor.

Neste mês, o piso nacional foi reajustado em 14,13%, para R$ 622. Segundos a consultoria, isso representará um incremento de R$ 63,98 bilhões na economia.

A maior parte desse valor, R$ 48,3 bilhões, vai ser incorporada ao orçamento das famílias da classe C.

(Folha)

Governo quer anistiar INSS em atraso de quem formalizar doméstico

105 1

Para estimular os patrões a regularizarem a situação de seus empregados domésticos — muitos trabalhando sem carteira — o governo está disposto a perdoar parte dos recolhimentos ao INSS em atraso. Uma das condições para o benefício é que o empregador pague pelo menos um ano, entre cinco anos retroativos, do valor devido. Os cálculos estão sendo feitos por técnicos dos ministérios da Fazenda e da Previdência, e consideram ainda a idade do trabalhador, de forma que ele possa ter acesso à aposentadoria após 15 anos de contribuição.

A anistia parcial faz parte de uma proposta do governo federal, que se prepara para ratificar a convenção da Organização Internacional do Trabalho (OIT) que dá aos empregados domésticos os mesmos direitos dos demais trabalhadores. Outra novidade consiste na redução, de 8% para 3%, da alíquota do INSS para a categoria. Para as diaristas, a ideia é fixar a contribuição em 5% sobre a renda mensal. A taxa para os empregadores será mantida em 12%.

Para implementar as mudanças, o governo precisa alterar a Constituição Federal (artigo 7), que trata de forma diferenciada os domésticos. O segundo passo será enviar um projeto de lei ao Congresso reconhecendo as diferenças entre domésticos (mensalistas) e diaristas, e estabelecendo os direitos de cada um.

15 milhões de trabalhadores

Segundo o ministro da Previdência, Garibaldi Alves, a proposta de formalização dos domésticos faz parte de um programa audacioso em estudo pela pasta, no sentido de incluir 15 milhões de trabalhadores no regime de aposentadoria nos próximos quatro anos. A meta está fixada no Plano Plurianual (PPA) do governo. Outros alvos são portadores de deficiência, trabalhadores rurais e o grupo de beneficiários do Bolsa Família.

Além de alíquotas de contribuição diferenciadas para cada segmento, serão usados meios distintos para atrair os futuros segurados. Uma das ideias é aproveitar os dados do Cadastro Único dos programas sociais do governo federal e utilizar o telefone 135 da Previdência, que passa parte do tempo ocioso.

Outra medida do pacote é ativar o programa de educação previdenciária, adormecido nas superintendências regionais do INSS. A realização de palestras em escolas, cooperativas e demais locais torna mais ampla a atuação do governo, sobretudo junto à população de baixa renda, explica o ministro. Também deverá ser incorporada ao projeto a criação de um fundo de reserva, para garantir os benefícios futuros, como propõe o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em razão do déficit da Previdência.

Para os diaristas, uma das ideias é enquadrar nessa categoria quem presta serviço por até dois dias por semana numa mesma residência, mesmo entendimento da Justiça. Acima disso, já seria considerado mensalista, ou seja, o empregador teria que assinar a carteira.

Segundo interlocutores, não há como enfrentar o problema da informalidade do trabalhador doméstico no Brasil se não se tratar também dos diaristas, onde o problema é ainda maior. De acordo com a Previdência, a proporção de diaristas do serviço doméstico quase dobrou entre 1992 e 2009, passando de 16% para 29%.

Apesar disso, dos dois milhões de diaristas em atividade, apenas 24,7% recolhem para a Previdência, mesmo conseguindo renda maior do que quem trabalha todo dia em uma mesma casa. Entre os mensalistas, um universo de cinco milhões, 39,5% têm carteira assinada.

(O Globo)

Religiosos são proibidos de orar e pregar em corredores de hospital público de Pernambuco

88 2

O incômodo causado pelo som alto das pregações evangélicas durante a visita a pacientes levou o Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru (130 km do Recife), a proibir a partir desse mês que religiosos realizem pregações ou orações em grupo nas enfermarias e corredores da unidade.

Segundo a direção do hospital público, referência no atendimento no agreste de Pernambuco, a determinação atende às reclamações de pacientes e visitantes, que estariam incomodados com as constantes pregações feitas em voz alta durante as visitas nas enfermarias.

Em nota pública, o diretor do HRA, José Bezerra, disse que respeita todas as religiões, mas explicou que as pessoas que quiserem realizar orações terão de utilizar a capela ecumênica da unidade, que estará aberta a todos os visitantes e pacientes que desejarem orar.

“Sabemos que existem pacientes que necessitam de um apoio, de uma palavra de conforto, e encontram tudo isso na religião. No entanto, nem todos os religiosos que fazem as visitas têm essa intenção. Muitos, além de visitar o seu paciente, acabam chamando atenção dos outros – muitas vezes a contragosto, porque não são da mesma religião, para que escutem o que eles têm a dizer”, diz o comunicado do diretor.

Segundo Bezerra, para que “fatos dessa natureza não voltem acontecer”, a direção decidiu liberar a entrada dos religiosos “apenas para visitas.” “Caso eles desejem realizar algum tipo de pregação ou oração em conjunto, podem se dirigir para a capela ecumênica do hospital, que está aberta para receber integrantes de qualquer religião.”

Limites éticos

A decisão do HRA foi elogiada pelo presidente da Associação Interreligiosa do Agreste, padre Everaldo Fernandes. “É uma boa oportunidade de fazermos uma releitura sobre essa pregação. Não vejo como intolerância religiosa, mas como uma forma de impor nossos limites, que me parece correto. O hospital deixa claro que quer a contribuição da religião, mas não pode dar espaço ao constrangimento”, afirmou.

Segundo o padre, a forma de pregação adotada por alguns religiosos já vem sendo discutido pelo grupo há algum tempo. “A religião, assim como a medicina, a advocacia ou qualquer outra crença, tem seus limites éticos. E nós precisamos pensar sobre as nossas práticas, que devem ser éticas, respeitando a todos.”

Para o pastor Arnóbio Silva, da Igreja Evangélica Congregacional Vale da Bênção, a decisão é equivocada. “Sou contra. Temos liberdade religiosa no país, e as visitas aos pacientes termina com uma oração. Se havia excessos, caberia orientar as pessoas que fazem a oração, em vez de proibi-las”, disse.

(UOL)

Sonda russa deve cair na Terra na noite deste domingo

95 1

A sonda russa para Marte, Phobos-Grunt, está em trajetória em direção à Terra e deve cair em algum local ainda desconhecido na noite de hoje (15). A espaçonave foi lançada no ano passado, mas a missão fracassou.

Às 21h de sábado de Brasília, a sonda de 13 toneladas circulava o planeta a uma altitude média de 147 quilômetros, mas perdia centenas de metros de altitude a cada hora.

Segundo especialistas, a maior parte da sonda deve se incinerar com a entrada na atmosfera, mas pequenos pedaços podem eventualmente cair sobre a Terra.

A agência espacial russa estima que o que sobrará da espaçonave poderá ficar dividido em 20 a 30 pedaços, com um peso total não superior a 200 quilos.

Os cientistas dizem, porém, que não têm como saber o momento exato do impacto desses pedaços na Terra nem onde isso ocorrerá.

“A maior incerteza para a previsão é a densidade atmosférica que a espaçonave encontra em órbita, mas também a orientação do veículo quando ele entrar [na atmosfera]”, explica Richard Crowther, engenheiro-chefe da Agência Espacial Britânica.

“Ela pode rapidamente virar, se pedaços se quebrarem, e isso muda a trajetória e o local onde os restos podem impactar”, disse.

Essa é a terceira espaçonave importante a reentrar na atmosfera em quatro meses, após os retornos do satélite americano UARS, em setembro, e do telescópio alemão Rosat, em outubro. Ambos caíram no oceano.

(BBC Brasil)

Terroristas invadem prédio da polícia no Iraque e matam seis

Homens armados com cintos explosivos invadiram um prédio da polícia antiterrorismo na cidade iraquiana de Ramadi neste domingo (15) e pelo menos seis pessoas morreram no ataque, disseram autoridades e policiais.

O ataque na província Anbar, de maioria sunita, ocorre após várias semanas de bombas contra xiitas depois da eclosão de uma crise política que ameaçava pôr fim ao governo de coalizão e levantou temores de uma renovação da violência sectária.

Três policiais, dois dos atacantes e um civil morreram na invasão do prédio policial de Ramadi, e outros 14, incluindo sete policiais e sete civis, ficaram feridos, disse Mohammed Fathi, o porta-voz da província de Anbar.

A polícia disse anteriormente que os atiradores mantinham reféns dentro do prédio e o destino deles não estava claro.

Um dos agressores detonou uma bomba em seu corpo e o outro foi morto a tiros por policiais, disse Fathi.

“As forças de segurança iraquianas conseguiram recuperar o controle do prédio antiterrorismo e de um prédio ao lado. Alguns dos terroristas foram mortos, outros conseguiram escapar”, disse. “A situação está sob controle agora”.

Um agressor ainda disparava tiros do telhado de um prédio do governo local, disse.

Ramadi, a capital da província de Anbar, testemunhou parte da pior violência durante o auge da guerra que se seguiu à invasão liderada pelos EUA em 2003. Foi o centro de uma insurgência islâmica sunita ligada a Al Qaeda.

Líderes tribais de Anbar e milhares de insurgentes sunitas por fim se voltaram contra a Al Qaeda e formaram a milícia Sahwa, que se uniu às forças norte-americanas e ajudou a virar a maré da guerra.

Autoridades iraquianas da área de segurança expressaram temores de que a Al Qaeda pudesse se reagrupar em Anbar depois da retirada das tropas dos EUA.

Os prédios do governo de Ramadi são alvos frequentes de ataques militantes.

A violência no Iraque diminuiu desde o auge da matança sectária em 2006-2007, mas insurgentes sunitas e milicianos xiitas rivais ainda lançam ataques quase que diários. Os insurgentes atacam prédios locais do governo e as forças de segurança.

O ataque em Ramadi acontece um dia depois que um homem-bomba matou mais de 50 pessoas e feriu mais de 100 em um ataque contra peregrinos xiitas que passavam em um posto de controle da polícia na cidade de Basra, no sul do país.

(Reuters)

11 brasileiros que estavam no naufrágio chegam ao Brasil

Um grupo de brasileiros que sobreviveu ao naufrágio na Itália chegou ao Brasil neste domingo (15). Todos são membros da mesma família e vivem em Porto Alegre (RS). No desastre, cinco pessoas morreram e dezenas estão desaparecidas; ainda não há informação oficial deste número.

O navio Costa Concordia bateu em uma rocha nas proximidades da ilha de Giglio, na Toscana (Itália) na sexta-feira (13). Em seguida a embarcação encalhou, o que provocou o seu tombamento. Ao todo, 4.229 pessoas viajavam no navio, que levava 3.209 passageiros de 62 países, a maioria italianos, franceses e alemães.

Nesta manhã, o cônsul geral-adjunto em Milão, Antônio Luz, informou que 26 brasileiros que perderam os documentos procuraram o consulado brasileiro em Milão neste sábado (14). Desse total, 24 receberam a ARB (Autorização de Retorno ao Brasil).

Dois brasileiros preferiram esperar até amanhã, no horário de expediente, para que sejam emitidos passaportes e eles possam continuar a viagem pela Europa.

Neste domingo, três sobreviventes foram resgatados de dentro da embarcação: um casal sul-coreano e o comissário-chefe do cruzeiro. Dois japoneses que desceram no último porto onde o Costa Concordia havia parado, em Santo Stefano, foram de ônibus com mais outros dois amigos, também do Japão, para Roma. Eles eram considerados desaparecidos, mas foram localizados em Roma.

Essa confusão com os japoneses pode explicar, em parte, a dificuldade da contagem do número de desaparecidos. A possibilidade que os passageiros têm de descer em portos diversos ao longo do percurso do cruzeiro — somada ao fato de que os passaportes podem estar perdidos dentro do navio — impossibilita que as autoridades e companhia afirmem corretamente quantas pessoas continuam desaparecidas.

O Concordia fazia uma rota com duração de sete dias pelo mar Mediterrâneo, com escalas nas cidades de Savona (Itália), Marselha (França), Barcelona (Espanha), Palma de Maiorca (Espanha) e nas italianas Cagliari, Palermo e Civitavecchia.

(Folha)

Não é normal

147 18

A reclusão pública do governador Cid Gomes nos primeiros dias do ano, deixando de comparecer a solenidades que normalmente se faria presente, não pode ser encarada como normal. Adepto do debate e muitas vezes surpreendendo ao manter contato direto com a sociedade por formas as mais ousadas, o governador foge ao seu estilo e parece ter acusado o golpe bem mais intensamente do que se poderia imaginar.

Não custa ressaltar que isso é capaz de gerar reflexos muito mais negativos à gestão do que se pensa. Nesse momento, diversas categorias estão se arregimentando em torno de possíveis movimentos paredistas, e o governo, na pessoa do governador, ao demonstrar fraqueza, não só alimenta especulações, como abre o flanco escancaradamente.

(Menu Político / O POVO)

O 2012 na Suprema Corte

93 3

Joaquim Barbosa será o primeiro negro a presidir o STF

Reiniciam-se em fevereiro os trabalhos do Poder Judiciário. Para o Supremo Tribunal Federal, será um ano atípico. No período, a principal Corte do país terá três presidentes. Começa pelo atual: Cezar Peluso. Depois, Carlos Ayres Britto, o vice que assume em maio para exercer um mandato de pouco mais de cinco meses. Aposenta-se em novembro, quando completa 70 anos, idade limite para o serviço público. Assume, então, Joaquim Barbosa, o primeiro negro a ganhar a toga de ministro do STF.

A pauta de julgamentos é uma atração à parte. O birô da coluna destaca três processos. Seguem:

1. Mensalão – a análise da ação começou em 2007, dois anos depois de o escândalo chegar ao conhecimento público. Envolve políticos da coligação palaciana – do PT, sobretudo;

2. Lei da Ficha Limpa – o pleno vai dirimir incertezas, para evitar a repetição dos problemas ocorridos na campanha de 2010. A decisão deve ser anunciada antes das convenções (entre 10 e 30 de junho) para a escolha de candidatos a prefeito e vereador no pleito de outubro;

3. Conselho Nacional de Justiça – o ano passado terminou com decisões provisórias. São liminares que restringem, até a palavra final do Supremo, o poder de investigação do CNJ.

Há outras questões de importância que aguardam o pronunciamento dos magistrados da Suprema Corte. Dois exemplos sublinhados: aborto de anencéfalos e terras quilombolas.

(Coluna Walter Gomes / O POVO)

Fortaleza publica nota de pesar pelo falecimento de Jackson de Carvalho

“É com profundo pesar, que a Diretoria Executiva e o Conselho Deliberativo do Fortaleza Esporte Clube comunicam o falecimento de um dos maiores ícones da história do Tricolor de Aço. Nos deixou na madrugada deste domingo (15), Jackson de Carvalho, autor do Hino Oficial do Fortaleza, reconhecido nacionalmente como um dos mais bonitos do Brasil.

Poeta, além do hino tricolor compôs diversas músicas, dentre elas marchinhas carnavalescas, tendo como foco, claro, o seu time de coração. Jackson de Carvalho partiu, mas deixou o legado de dedicação e amor ao Fortaleza Esporte Clube, instituição a qual dedicou toda sua vida. Acometido de sérios problemas de saúde, dentre eles o Mal de Parkinson, Jackson de Carvalho há tempos estava acamado, entretanto nunca deixou de relembrar a sua história de vida, com passagens marcantes da sua ligação com o Leão do Pici.

A diretoria e o Conselho Deliberativo do Fortaleza, bem como todo o seu corpo de funcionários, se unem à família enlutada nesse momento de dor, rogando ao Criador que nos dê força suficiente para superarmos esse difícil momento.

O velório de Jackson de Carvalho ocorre a partir das 13 horas deste domingo, no Complexo Velatório Ethernus (Rua Padre Valdevino, 1688 – Aldeota). O sepultamento ocorre às 15 horas desta segunda-feira (16), no Cemitério Parque da Paz”.