Blog do Eliomar

Últimos posts

População não aprova novo asfalto colocado nas ruas do bairro

203 1

Foi praticamente de uma hora para outra, conta Fábio Moura. Quando chegou ao cruzamento da rua General Sampaio com a avenida Duque de Caxias, onde, diariamente, vende salgados, a rua estava recapeada. “Passei uns dias sem vir e fizeram isso. Acho que vai ficar pior”. O problema, para ele, é que a rua está em um nível acima da calçada, e o local já costuma sofrer bastante em dia de chuva. As bocas de lobo, ele aponta, foram tapadas pela nova camada de asfalto. “Aqui já alaga demais”, reclama.

“Melhorou, mas o trabalho é feito às pressas e fica assim, sem qualidade”, reclama o vendedor Wenderson Galdino. Ele conta que já viu muitos carros furarem o pneu em uma boca de lobo que permanece com grades expostas no cruzamento das ruas General Sampaio e Pedro Pereira. Para as motos, outro problema, indica o também vendedor Jorge Washington: com o asfalto tão alto, muitos motociclistas se desequilibram ao fazer as curvas. “Todo dia eles caem, principalmente quando o ônibus dobra de uma vez”. Pedestres também sofrem com o desnível, informa Jorge. “Quando chove e alaga tudo, as pessoas não sabem que o asfalto é mais alto e acabam torcendo o pé”, relata.

Segundo a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura (Seinf), antes da colocação da nova camada de asfalto na via, é feita a fresagem (raspagem) da anterior. As vias recebem uma fresagem padrão de quatro centímetros, mas as que têm tráfego intenso de ônibus recebem uma fresagem de cinco centímetros, informa a secretaria.

De acordo com a Seinf, o nível do asfalto aplicado permanece igual ao do anterior. “Historicamente, era feita apenas a sobreposição de camadas de asfalto, o que contribuía para a elevação do nível”, afirma a nota da secretaria. Em época de chuva, a água irá escoar normalmente, garante a secretaria. “Não há transtornos para a população”, frisa o texto.

(O POVO / Foto: Deivyson Teixeira)

Quadrilha explode caixa eletrônico do Bradesco em Ibaretama

“Um caixa eletrônico do Bradesco, localizado em um posto avançado, foi alvo de explosão no município de Itarema, na madrugada deste sábado, 28. A ação foi realizada po quadriolha , que continua foragida. O posto do banco fica localizado no distrito de Almofala.

Segundo informações da 3ª Companhia do 9º Batalhão da Polícia Militar, a ação aconteceu por volta de 3h30min. Segundo a PM, o vigia do local foi rendido por dois homens armados, que chegaram em uma motocicleta. Um carro modelo Gol de cor branca dava apoio à ação. No veículo, havia pelo menos três homens.

Ainda conforme a Polícia Militar, a dupla que fez a abordagem teria usado uma grande quantidade de explosivos, que danificou o caixa eletrônico. Os homens não conseguiram retirar dinheiro do equipamento.

Policiais de Itarema, Acaraú e Itapipoca estão fazendo buscas na região para capturar os assaltantes.”

(O POVO Online)

Desafios da Comunicação na Era das PPPs

Com o título “O planejamento da comunicação nas Parcerias Público-Privadas”, es artigo do jornalista Marcos André Borges, controlador da VSM Comuncação e diretor regional Nordeste do Sindicato Regional do Sinco (Sindicato Nacional das Empresas de Comunicação Social).

A deficiência de comunicação é um dos fatores que mais atrapalham o andamento das Parcerias Público-Privadas (PPP) no Brasil. Ouvi essa afirmação de um importante consultor na área de PPP, que, pela formação econômica, sabe medir o valor de uma informação correta. Neste início de 2012, no Ceará, mais de 15 projetos de PPP estão em análise ou andamento por parte da Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado.

É uma moderna ferramenta de gestão adotada mundialmente. Uma importante conquista social foi alcançada no Ceará, a partir da construção de uma modelagem para os processos de Manifestação de Interesse em Parcerias Público-Privadas, que permite ao poder público utilizar o regime de concessão por tempo determinado para obter a parceria privada em projetos de interesse público, mantendo, porém, a total governança dos mesmos.

Prevista nessa modelagem, a exigência da elaboração de um plano de comunicação mostra a importância estratégica dessa área para a gestão pública. Isso para  assegurar que a equipe do projeto irá estabelecer a melhor base de comunicação  perante todos os envolvidos e partes interessadas.

É um desafio ao privado apresentar  a sua capacidade em detalhar objetivos que se pretendem atingir com a comunicação, as mensagens transmitidas durante a construção dessa parceria, a definição dos destinatários dessas informações, a abordagem que especifica os emissores e os canais da mensagem e a avaliação da sua  eficácia, percorrendo assim toda a teoria do processo comunicacional.

Os projetos de PPP envolvem diversas instituições, e a comunicação é indispensável para que as características dessa parceria na prestação de serviços à sociedade sejam veiculadas com transparência e precisão. Só assim a sociedade poderá construir um julgamento justo, e a tomada de decisão dar-se-á de forma democrática.

Ao reconhecer a importância da comunicação para informar aos representantes da sociedade o conjunto de dados, estudos, avaliações e dimensões de cada projeto, o poder público dá um importante passo para contar com esse apoio  da comunidade na sua execução.

Já para as empresas que atuam na gestão da comunicação, o desafio é atingir os mais diversos agentes interessados no processo e traduzir toda essa complexidade de informações para que cheguem de forma correta e compreensível ao destinatário. Contribuímos, assim, para o andamento das PPP como ferramentas importantes de desenvolvimento do Brasil.

O Ceará apresentou-se como pioneiro ao lançar o desafio de elaboração de um plano de comunicação às empresas que manifestam interesse em uma parceria pública. Desafio que nossas agências estão prontas para responder, elaborando e executando planos que procurem democratizar ao máximo a informação para a melhor tomada de decisão sobre essa parceria.

Hoje, temos  agência com certificação de qualidade ISO 9001, agências que trabalham com remuneração variável, home office, redes sociais, RP, marketing, gerenciamento de reputação, media training, projetos comerciais em parcerias com veículos de comunicação etc. Há bastante tempo deixamos de ser meras  “assessorias de imprensa” para nos tornarmos agências de comunicação corporativa, oferecendo toda a gama de serviços de consultoria e assessoria de uma empresa de comunicação integrada.

Morre advogado e presidente da Associação das Vítimas de Erros Médicos e na Saúde do Ceará

303 2

Faleceu na tarde dessa sexta-feira (27), no Hospital Hapvida, o advogado André Studart. Ele era presidente da Associação das Vítimas de Erros Médicos e na Saúde do Ceará e também ex-presidente da Comissão de Saúde e ex-integrante da Comissão de Prerrogativas dos Advogados da OAB-CE.

Atualmente, André tinha um blog sobre Direito, que servia de espaço para debates de temas jurídicos.

O sepultamento ocorre na manhã deste sábado (28), no Jardim Metropolitano. Nossos sinceros pêsames à família.

Comentário do Felipão

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=cVpw92ovrBs&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

O Ceará entra em campo, neste sábado à tarde, em mais uma partida válida pela Série B, do Brasileirão. Dessa vez, em Curitiba, contra o Paraná. O jornalista Felipe Araújo avalia a situação do alvinegro e fala das suas expectativas para esse jogo.

Vice de Marcos tem agenda caseira neste sábado

205 6

Renan, entre o pai e Marcos

O vice da candidatura do PSDB à Prefeitura de Fortaleza, Fernando Hugo, tem uma agenda caseira neste sábado (28), em Messejana. O vice de Marcos não só estará em seu principal reduto eleitoral, como também participará da inauguração do comitê do filho Renan Colares, que disputa vaga à Câmara Municipal.

O evento ocorre a partir das 17 horas, na rua Santa Ângela, nº 575. Além da presença do candidato tucano Marcos, a inauguração também receberá a militância jovem do PSDB.

DETALHE – Na Messejana, Fernando Hugo é conhecido como Dr. Hugo. Já o candidato Marcos, que recentemente retirou o Cals na campanha, volta a ser Marcos Cals neste sábado em Messejana, onde assim é conhecido e bem aceito.

Movimento União Brasil Caminhoneiro diz que paralisação atinge 80% da categoria

No quarto dia de manifestações, a adesão à greve nacional dos caminhoneiros chega a 80%, diz o Movimento União Brasil Caminhoneiro. De acordo com o presidente do movimento, Nélio Botelho, todo o transporte de carga está suspenso em estados como Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia. E a promessa é de manter os protestos nas rodovias durante o fim de semana.

Botelho cita três problemas que levaram a categoria a uma greve nacional. Segundo ele, o primeiro foi criado pela Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), ao permitir a entrada de mais de 600 mil veículos que não poderiam estar operando com frete no Brasil, porque estão fora da lei. “No entanto, uma alteração feita na lei permitiu a entrada deles no país, levando à concorrência desleal que jogou o frete rodoviário a valores que absolutamente não cobrem as despesas.”

O segundo problema é o cartão-frete que foi instituído, mas não tem como ser cumprido, diz Botelho. “Além de proibidos de receber dinheiro ou cheque, somos obrigados a operar com esse cartão, em cima de frete defasado.” O representante dos caminhoneiros ressalta que o custo do cartão-frete onerou demais e que a categoria não consegue usá-lo com os fornecedores de material e os postos de gasolina. “A maioria não aceita, então, estamos praticamente inviabilizados nessa operação de recebimento e pagamento.”

Por fim, Botelho aponta a questão das resoluções da ANTT que regulamentam o tempo de direção. “A agência colocou uma obrigatoriedade de descanso de 11 horas em rodovia, sem oferecer nenhuma infraestrutura, posto de apoio, local de higiene, segurança. O caminhoneiro passa a ser obrigado a ficar deitado na cabine do caminhão na margem da estrada durante 11 horas, porque, se ele viajar e não cumprir a lei, vai ser multado.”

O presidente do Movimento União Brasil Caminhoneiro afirma que a paralisação é por tempo indeterminado e que só um pronunciamento oficial da ANTT pode suspender as manifestações.

(Agência Brasil)

Acrísio faz ato de campanha no Circuladô

Neste sábado, a partir das 17 horas, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Acrísio Sena, lançará sua candidatura durante ato no Circuladô, o comitê da sociedade civil montado pela equipe de campanha do postulante a prefeito pelo PT, Elmano de Freitas.

O ato reunirá além do candidato Elmano, lideranças de vários bairros e dirigentes de entidades da sociedade civil.

VAMOS NÓS – Por falar em Acrísio, ele comemora o início das operações da TV Fortaleza pelo sistema aberto digital – era só a cabo, pelo canal 61.4. Segundo Acrisio, mais um mecanismo em favor da transparência e que permitirá o eleitorado em geral acompanhar o que os vereadores fazem e como se comportam no parlamento.

Catanho e Nágila se engajam na campanha pró-Elmano

211 5
“Para reforçar a campanha do candidato petista à Prefeitura de Fortaleza, Elmano de Freitas, a prefeita Luizianne Lins, também presidente regional do PT, resolveu recrutar gente do chamado Núcleo Político do Paço Municipal para mergulhar fundo no trabalho eleitoral. Waldemir Catanho e Nágila Raposo foram exonerados dos cargos de confiança que ocupavam e se integrarão à coordenação da campanha.
O objetivo é levar Elmano a melhorar seu desempenho e conquistar espaços na preferência de um eleitorado que, de acordo com a pesquisa Datafolha/O POVO,  lhe garantiu apenas 3%.
Incrementar a agenda de Elmano, engajar candidatos a vereador e dar maior visibilidade às obras do Município, eis a estratégia que Catanho e Nágila tocarão nesse script eleitoral. Na gestão, Geraldo Acioly, Cícero Cavalcante e Helena Barroso ganharão maior poder de fogo.”
(Coluna Vertical, do O POVO)

Jornalistas debatem papel da imprensa como veículo de registro da história do país

O jornalismo como veículo fundamental para o registro dos processos sociais e da história de um país foi a tônica do Seminário Jornalismo e Memória, promovido pelo Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio e pela Fundação Biblioteca Nacional (FBN).

Autor das biografias de Garrincha e Carmen Miranda, o jornalista Ruy Castro, inveterado apaixonado pelos arquivos dos veículos de imprensa, chamou a atenção para a necessidade de uma busca ativa nos acervos pessoais dos jornalistas, muitos deles riquíssimos, que tendem a se perder com o tempo. “Parece que as viúvas têm um grande prazer em jogar fora toda a papelada”, brincou o escritor, que completou dizendo que esses acervos podem preencher vazios importantes na história da imprensa brasileira e, por meio dela, do próprio registro da história nacional.

Outro participante do evento, o jornalista Sérgio Cabral, falou da peculiaridade de quem pesquisa a memória de um país, seja em que temática for. “Eu descobri, neste tipo de trabalho, que o ser mais solitário do mundo é o pesquisador. Aquele bando de pessoas, um não tinha nada a ver com o outro. Um estava pesquisando sobre memória da moeda, outro sobre política externa e eu, ali, pesquisando samba”, destacou Cabral, um dos fundadores do Pasquim e outro defensor da importância dos arquivos dos jornais no próprio funcionamento das redações, ao lembrar suas próprias experiências pesquisando o acervo da FBN.

Pontos comuns na opinião dos participantes do seminário, além do papel de registro histórico da imprensa, foram a importância das instituições públicas e privadas na manutenção da memória dos jornais e mesmo na manutenção de exemplares e o lamento do processo de perda de acervos de pesquisa de grande número de jornais do Rio de Janeiro. Segundo Castro, esses acervos hoje compõem cerca de um terço do total de 40 anos atrás.

Também teve destaque no debate o crescimento dos estudos sobre a história da mídia, que, segundo a pesquisadora Alzira Abreu, da Fundação Getulio Vargas (FGV), são, em grande medida, responsáveis pela melhoria dos arquivos e sua sistematização, processo esse devedor do surgimento dos programas de pós-graduação em comunicação, história e ciências sociais, a partir da década de 1970.

A mesa tema do evento foi coordenada pelo jornalista Marcelo Beraba e contou ainda com a participação do presidente da FBN, Galeno Amorim, e da pesquisadora da Casa de Rui Barbosa Joëlle Rouchou. Com o seminário, o Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio encerrou a primeira fase do projeto Centro Cultural e Memória do Jornalismo.

(Agência Brasil)

Gafe olímpica: Ana Paula Padrão chama “Jornal da Record” de “Jornal da Globo”

184 3

A jornalista Ana Paula Padrão, âncora do principal telejornal da Record, cometeu uma gafe durante a apresentação do noticiário na noite desta sexta-feira, 27. “Você está assistindo o Jornal da Globo direto do Estádio Olímpico de Londres”, disse.

Constrangida, ela corrigiu o erro em seguida: “esse é o Jornal da Record”. Ana Paula saiu da TV Globo em 2005, onde apresentava o telejornal com o qual se confundiu. Antes de estrear na Record, a jornalista passou quatro anos no SBT.

Assista ao vídeo com a gafe olímpica:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5fNQJjHdIAI[/youtube]

 

Gêmeos são registrados com nomes de duas mães

111 1

O juiz Márcio Martins Bonilha Filho, da 2ª Vara de Registros Públicos de São Paulo, deferiu requerimento ordenando a averbação nos assentos de nascimento de gêmeos para constar na certidão de nascimento o nome de duas mães.

F.B e W.M.P. ajuizaram ação declaratória de filiação, pleiteando a lavratura de assento de nascimento dos gêmeos, A. e B., frutos dos óvulos de F., fertilizados “in vitro” com o sêmen de um doador anônimo e, posteriormente, implantado no ventre de W. que se tornou gestante e genitora.

As requerentes constituíram união estável e buscavam a proclamação judicial de que os gêmeos são filhos de ambas. Também justificam a necessidade de lavrar prontamente os assentos de nascimento, para inclusão dos gêmeos no plano de saúde.

As autoras postularam a inclusão nos assentos de F. na condição de genitora, pois foram lavrados os assentos de nascimento dos gêmeos, figurando nos registros apenas a parturiente W.

Segundo o juiz Márcio Martins Bonilha Filho ”…no caso em apreço, W. recebeu os óvulos fecundados e deu à luz aos gêmeos. Contudo, os gêmeos são frutos da herança genética de F. B., que faz jus a figurar, também, nos assentos de nascimento, na condição de mãe.

(TJSP)

Filhos de Michael Jackson terão guarda compartilhada

Após uma disputa familiar, a guarda dos filhos de Michael Jackson será dividida entre a mãe e sobrinho do astro. O anúncio foi feito pelo advogado da matriarca, Katherine Jackson, 82, nesta sexta-feira, 27.

A solicitação da guarda compartilhada será feita na próxima semana. Com isso, a responsabilidade de criar e educar Prince, 15 , Paris, 14, e Blanket, 10, caberá também a TJ Jackson, 34, sobrinho do Rei do Pop. As informações são da AFP.

No lançamento da Olimpíada de 2016, Hortência paga micos

Da coluna Esplanada, nesta sexta-feira (27), pelo jornalista Leandro Mazzini:

Mal orientada pelo staff do governo, a rainha do basquete, Hortência, pagou micos seguidos como cerimonialista do lançamento da campanha do Ministério do Turismo sobre a Rio 2016, em Londres.

Começou a falar antes do tempo, e pediu desculpas. Anunciou no momento errado o presidente da Embratur, Flávio Dino, e mais desculpas. Encerrada a apresentação do vídeo promocional, ela apresentou uma autoridade, mas era a vez de outro filme. Constrangimento total no local.

Ato na Candelária enfrenta falta de transporte na homenagem às vítimas da chacina

Foram realizados nesta sexta-feira (27), no Rio de Janeiro, missa e ato ecumênico em lembrança das crianças mortas na Chacina da Candelária, tragédia ocorrida há 19 anos. Em seguida, os participantes fizeram a Caminhada em Defesa da Vida, que percorreu trecho entre a Igreja da Candelária e a Cinelândia, também no centro da cidade, onde foram realizadas apresentações musicais.

Os organizadores reclamaram da falta de apoio oficial para o transporte dos participantes, o que teria esvaziado a cerimônia. O presidente do Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedca), José Pinto Monteiro, disse que foram solicitados, na semana passada, 70 ônibus à Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, que não foram fornecidos. Ele estimou em 3 mil o número de pessoas que deixaram de comparecer à Candelária.

Segundo o secretário estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, Antonio Claret Campos Filho, presente ao evento, o governo estadual apoiou a marcha e buscou viabilizá-la, reconhecendo o movimento em torno dela e sua importância na luta pelos direitos humanos no município, mas alegou que não teve condição de apoiar a parte de transporte.

O ato de homenagem às vítimas da Candelária ainda tinha direito a R$ 200 mil previstos no Fundo Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, valor que também pagaria o custo do transporte, mas o recurso não foi liberado por falta da regularização da comissão de administração do Cedca. Segundo o presidente do conselho, faltou a indicação de membro do governo para esse cargo, o que impede a gestão de recursos do colegiado.

Ocorrida em 23 de julho de 1993, no centro da capital fluminense, a chacina resultou na morte de oito meninos em situação de rua. Na ocasião, mais de 40 crianças e adolescentes dormiam na praça em frente à Igreja da Candelária quando cinco homens desceram de dois carros e fizeram vários disparos na direção do grupo.

(Agência Brasil)

Estreia de Batman no México é marcada por incêndio

Os espectadores do filme “Batman: o Cavaleiro das Trevas ressurge”, na cidade de Guadalajara, no México, tiveram um susto na estreia do longa. Um incêndio em um complexo de salas de cinema causou a retirada de cerca de 800 pessoas nesta madrugada.

As chamas não deixaram feridos. Na última sexta-feira,  James Holmes, 24, entrou fortemente armado em um cinema no Colorado (EUA) e matou 12 pessoas e deixou outras 58 feridas. As informações são da AFP.

Juiz determina que rede de farmácias deve custear tratamento de mulher baleada durante assalto

O juiz Raimundo Nonato Silva Santos, respondendo pela 17ª Vara Cível do Fórum Clóvis Beviláqua, determinou que a Empreendimentos Pague Menos S/A pague mensalmente R$ 2,5 mil à dona de casa A.M.G.P. Ela foi atingida por disparo durante assalto em uma das farmácias da rede, na avenida Oliveira Paiva, em Fortaleza.

Consta nos autos (nº 545022-62.2012.8.06.0001/0) que, no dia 2 de janeiro deste ano, a mulher estava na loja pagando contas, quando homens entraram no local e anunciaram o assalto. A dona de casa afirmou que o segurança da farmácia reagiu e, durante a troca de tiros, A.M.G.P. foi baleada na coluna vertebral.

Ela precisou passar por cirurgia e necessita de cadeira de rodas para se locomover, fazer uso de órtese para a coluna, além de vários medicamentos e sessões de fisioterapia. Como não recebeu auxílio por parte da empresa, recorreu à Justiça, pedindo que a Pague Menos assuma os custos do tratamento. Também requereu indenização por danos morais.

Ao analisar o caso, o magistrado concedeu a tutela antecipada, determinando que a rede de farmácias custeie as despesas do tratamento. O juiz considerou o risco grave à saúde da vítima. A Pague Menos será citada da decisão e poderá apresentar contestação.

Ao final da ação, caso seja comprovado que a empresa não teve responsabilidade, poderá reaver a quantia paga. A reparação por danos morais será analisada quando do julgamento do mérito do processo.

(TJCE)

Congresso terá de decidir como distribuir R$ 50 bilhões aos Estados, diz STF

Um contencioso de quase R$ 50 bilhões, em que estão envolvidos os estados e o Distrito Federal, terá de ser decidido pelo Senado e pela Câmara dos Deputados até o fim deste ano. O prazo foi estabelecido pelo Supremo Tribunal Federal ao considerar inconstitucionais as atuais regras de distribuição do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE), previstas na Lei Complementar 62/1989. Sem critérios previamente definidos, a União não terá como distribuir esses recursos a partir de janeiro de 2013.

Correndo contra o tempo, as comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) planejam uma série de audiências públicas neste segundo semestre para discutir o assunto. O presidente da CCJ, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), disse à Agência Senado que as discussões ocorrerão paralelamente às eleições municipais, em que todos os parlamentares estarão direta ou indiretamente envolvidos.

O presidente da CAE, senador Delcídio Amaral (PT-MS), informou que serão convidados para as audiências públicas secretários de Fazenda dos estados – um representando cada região – e o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa.

A fim de agilizar a discussão, as audiências poderão ser realizadas em conjunto com a Câmara, ao longo dos esforços concentrados para votação de matérias, como afirmou Delcídio Amaral. O objetivo é produzir um substitutivo a todos os projetos em tramitação, que teria preferência para votação nas comissões e no Plenário do Senado e da Câmara.

(Agência Senado)