Blog do Eliomar

Últimos posts

Cid Gomes diz que apoiaria Tasso para a presidência do Senado

O ex-governador do Ceará e senador eleito Cid Gomes (PDT) disse na noite desta segunda-feira (19), na Assembleia Legislativa, durante evento do site Focus.Jor, que apoiaria o senador cearense Tasso Jereissati (PSDB) à Presidência do Senado Federal. A eleição ocorrerá em janeiro do próximo ano.

Com um número de 13 senadores, a partir do próximo ano, o bloco formado por formado por PDT, Rede, PPS e PSB já avalia um apoio a Tasso. O senador Renan Calheiros (MDB-AL) também está com o nome à disposição da presidir a Mesa Diretora do Senado.

No evento desta noite, Tasso falou sobre o futuro governo Bolsonaro e disse que irá torcer para que o governo dê certo, mas adesão do PSDB não se dará de forma imediata.

(Foto: Arquivo)

Vozão empata no Maracanã e poderá se distanciar do Z4 na quinta-feira

O Ceará subiu duas posições na tabela de classificação do Brasileirão, na noite desta segunda-feira (19), ao empatar sem gols com o Fluminense, no Maracanã, no complemento da 35ª rodada.

Apesar do bom resultado e de três posições acima do Z4, a diferença do Vozão para o América Mineiro – primeira equipe na zona de rebaixamento – é de apenas dois pontos.

No entanto, o Ceará poderá se afastar do Z4, na quinta-feira (22), quando enfrentará em casa o lanterna e já rebaixado Paraná Clube. O Vozão ainda poderá se beneficiar dos difíceis jogos de América Mineiro (joga fora de casa contra o Internacional, terceiro na classificação e na briga pelo título), Vitória (vai a Belo Horizonte enfrentar o Cruzeiro, luta por vaga na Libertadores), Vasco (recebe o São Paulo, na zona de classificação da Libertadores), além do confronto Chapecoense x Sport.

Com o empate nesta noite, o Ceará passou a somar 39 pontos, à frente do Vasco (39), Sport (38), América Mineiro (37), Chapecoense (37) e Vitória (36). Com apenas 22 pontos, o Paraná cumpre tabela.

(Foto: Reprodução)

Brasil não vai arcar com custos de saída de médicos cubanos, diz ministro

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, disse nesta segunda-feira (19) que o governo brasileiro não vai arcar com os custos de logística e transporte da saíde dos mais de 8 mil médicos cubanos que estavam atuando no país.

“Pelo acordo, todos eles teriam direito ao retorno, a passagens, a férias e tudo o mais. Agora, como essa decisão partiu unilateralmente do governo cubano, que comunicou a Opas [Organização Pan-americana de Saúde}, que nos comunicou, essa despesa toda é do governo cubano”, disse, em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (19) sobre o novo edital do programa Mais Médicos. Segundo Occhi, a Força Aérea Brasileira (FAB) e o governo federal não vão participar do processo de saída dos médicos cubano, o que, segundo minsitro, cabe ao governo de Cuba.

“Os cubanos já estão deixando o país. Aqueles que já estavam em férias ou de licença já não voltarão mais. Então, é gradativa essa saída. Essa é uma decisão do governo cubano, não é uma decisão brasileira, e por isso o Brasil não arcará com nenhum tipo de despesa com relação a transporte e logística de saída dos médicos cubanos”, disse.

Na semana passada, o Ministério da Saúde recebeu um comunicado da Opas informando que o governo cubano vai deixar de participar do programa Mais Médicos. A justificativa do governo de Cuba é que as exigências feitas pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, são “inaceitáveis” e “violam” acordos anteriores.

Em sua conta do Twitter, Bolsonaro disse que a permanência dos cubanos no programa estaria condicionada à realização do Revalida (exame de revalidação do diploma0 pelos profissionais, a garantia de que os profissionais recebam o salário integral pelo trabalho – atualmente 70% do salário vai para o governo cubano – e que tivessem a liberdade de trazer suas famílias para o Brasil. As condições não foram aceitas por Cuba.

(Agência Brasil)

300 mil pessoas – Camilo, Eunício e ministro da Integração visitam obras da Barragem de Fronteiras

Cerca de 300 mil pessoas no sertão cearense deverão ser beneficiadas com as obras da Barragem de Fronteiras, em Crateús, com previsão de conclusão para o fim de 2020. Nesta segunda-feira (19), o governador Camilo Santana realizou uma visita técnica, na companhia do ministro Pádua Andrade (Integração Nacional e do presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB-CE).

Articulador da liberação dos investimentos na ordem de R$ 294 milhões, Eunício ressaltou que a obra é um sonho que vai se tornando realidade para a população da região.

A barragem terá 880 metros de extensão, com oito metros de largura e 39,5 metros de altura, além da capacidade para armazenar 488 milhões de hectômetros cúbicos de água.

(Foto: Divulgação)

Banco Central discutirá com empresariado cearense as perspectivas da economia para 2019

O Banco Central do Brasil, através do seu Departamento Econômico, vai realizar mais uma vez, em sua sede em Fortaleza, encontro para tratar sobre economia cearense e perspectivas para 2019. Esse tipo de evento vem se registrando há alguns anos em São Paulo e no Rio de Janeiro com o setor financeiro, dentro do objetivo do BC de obter feedback para tomada de decisões.

O encontro do BC ocorrerá na próxima segunda-feira, 26, a partir das 9 horas, com a presença de representantes da CDL Fortaleza, Federação do Comércio do Ceará (Fecomercio), Federação das Industrias do Ceará (Fiec), Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado (Sinduscon) e da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), no Estado.

Essas reuniões, de caráter eminentemente técnico, têm como objetivo a troca de informações sobre a atividade econômica local. Um consultor do Departamento Econômico do BC virá de Brasília para esse encontro.

(Foto – Arquivo)

Entidades de categorias defendem o reajuste do Judiciário

Dirigentes de entidades de classe de juízes e promotores manifestaram nesta segunda-feira (19), em São Paulo, a expectativa de que o presidente da República, Michel Temer, sancione a proposta do reajuste de 16,38% sobre os salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Procurador-Geral da República (PGR). Eles contestaram as críticas para a concessão do aumento argumentando que não causará qualquer impacto sobre o orçamento público ou sobre a macroeconomia.

O presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Guilherme Guimarães Feliciano, justificou o reajuste afirmando que desde 2015 não ocorre reposição salarial a que a categoria tem direito e que esse percentual é menos da metade das perdas remuneratórias que atingem 41%. De acordo com ele, o aumento já estava contingenciado no orçamento e repor a defasagem é “garantir a independência do Judiciário”.

O magistrado informou que, no âmbito do Supremo, os reajustes somam R$ 2,8 milhões, e que essa importância não extrapola os limites do teto dos gastos públicos. “Não haverá impacto fora do orçamento”. Em defesa da categoria, ele citou que outros servidores tiveram correção acima desse percentual, entre os quais estão delegados da Polícia Federal, que obtiveram reajuste de 29,81%.

Feliciano queixou-se de que tem ocorrido um desprestígio da classe em termos de ganhos, tanto que muitos universitários da cátedra do direito já não sonham como antes em seguir a carreira. Ele avaliou que com a falta de valorização existe o risco de, no futuro, cair a qualidade profissional. Com o reajuste aprovado no último dia 8, o salário de ministros do STF sobe de R$ 33,7 mil para R$ 39 mil.

O presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República, José Robalinho Cavalcanti, defendeu que “a responsabilidade individual” que pesa sobre os profissionais dessa área requer um salário diferenciado, mas que comparativamente ao mercado estão ganhando menos do que muitos advogados que gerenciam os departamentos jurídicos de pequenas empresas.

Na avaliação do procurador, a ministra do STF Carmem Lúcia “estava equivocada” quando considerou que não era hora para esse reajuste. “Não há nenhum aumento de gasto público e nem efeito cascata”, defendeu. Quanto ao tema auxílio-moradia, ele argumentou que essa questão é para ser tratada em outro momento.

(Agência Brasil/Foto Ilustrativa))

Eleições na OAB/CE – Luiz Antonio reage a acordo Roberta-Edson e diz ser a verdadeira oposição

183 1

Candidato a presidente da OAB do Ceará, Luiz Antonio Lima disse, nesta segunda-feira, não se surpreender com o acordo fechado entre as chapas de Roberta Vasques e Edson Santana.

Aproveitou para reforçar discurso de que sua chapa é a “verdadeira oposição” na Ordem.

O pleito da OAB está marcado para o próximo dia 28, no Centro de Eventos. Coma fusão Roberta e Edson Santana, estão agora no páreo, além de Luiz Antonio, o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados, Erinaldo Dantas, e Regina Jansen.

Dia da Consciência Negra será lembrado no Cineteatro São Luiz

Para marcar o Dia da Consciência Negra, nesta terça-feira, o III Festival Audiovisual Luso Afro Brasileiro (Festfilmes) chegará ao Cineteatro São Luiz, com exibição de filmes a partir das 9 horas e seguindo até 21 horas, além de oferecer m seminário sobre programação de cinema em salas públicas, a partir das 10 horas, também com acesso gratuito.

A própria identidade do festival ressalta, segundo a organização, o compromisso com a temática luso afro brasileira e com a produção de cinema da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que levou a cidades do Ceará essa produção, habitualmente distante das grandes salas de cinema e da maioria das opções de exibidores em TV por assinatura ou serviços de “streaming”.

Entre os filmes que serão exibidos nesta terça-feira, 20/11, relacionados diretamente com o Dia da Consciência Negra, está “Disque Quilombola”, que o público pode conferir nas sessões de 9 horas e das 14h30min, horários da Mostra Animada do festival. O filme de David Reeks retrata “crianças do Espírito Santo que conversam de um jeito divertido sobre como é a vida em uma comunidade quilombola e em um morro na cidade de Vitória. Por meio de uma genuína brincadeira infantil, o velho ‘telefone sem fio’ os dois grupos falam de suas raízes e desvelam o quanto a infância tem mais semelhanças do que diferenças”.

A Mostra Animada celebra a parceria entre o Festfilmes e o Cineteatro São Luiz, que já levou mais de 85 mil estudantes ao cinema, ao longo dois anos e três meses, através desse equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará. Todos os filmes são disponibilizados pelo festival sem nenhum custo para o Estado.

Programação

Outro filme de destaque da mostra (também com exibição nas sessões de 9h e de 14h30min) é “Cabeça Papelão”, de Quiá Rodrigues, que adaptação do atualíssimo conto “O Homem da Cabeça de Papelão”, do clássico autor João do Rio, pseudônimo de Paulo Emílio Cristóvão Barreto, célebre escritor e jornalista negro do início do século XX, autor de “A Alma Encantadora das Ruas”.

O Dia da Consciência Negra no Festfilmes no Cineteatro São Luiz também conta com o filme português “O Refugiado”, de Rui Cardoso, presente na MOSTRA CPLP, às 16h, e cuja sinopse assinala: “Para fugir às atrocidades da guerra, um jovem africano dá início a uma atribulada odisseia.” Outro destaque dessa programação temática para o 20/11 é o filme “Tejo Mar”, de Bernard Lessa, também presente na Mostra CPLP, que começa às 16h. A produção trata de “João, um jovem de Guiné-Bissau que está terminando sua temporada de estudos no Rio de Janeiro. É sua última semana na cidade. Um amor torna mais intensa a sua despedida.”

Fechando o dia de exibições, mais um filme relacionado ao Dia da Consciência Negra: o “Exodus – De Onde eu Vim Não Existe Mais”, de Hank Levine, que acompanha as jornadas de seis refugiados – incluindo africanos – numa instigante abordagem sobre um dos temas mais dramáticos e urgentes do mundo contemporâneo: a crise dos refugiados. Cada vez mais pessoas deixam seus lares para fugir de motivos diversos como guerras e epidemias, buscando um porto seguro para recomeçar suas vidas.

SERVIÇO

*Mais Informações – (85) 98652-3336.

(Foto – Divulgação)

Fies – Termina na sexta-feira prazo para renovação de contratos

Estudantes beneficiados pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) têm até sexta-feira (23) para renovar os contratos. Aqueles que contrataram o Fies até 31 de dezembro de 2017 devem fazer o aditamento. Neste semestre, cerca de 890 mil contratos devem ser renovados, de acordo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A renovação do contrato é feita pelo sistema SisFies. Os contratos do Fies precisam ser renovados todo semestre. O pedido de aditamento é inicialmente feito pelas instituições de ensino para, depois, as informações serem validadas pelos estudantes no sistema.

Caso o aditamento tenha alguma alteração nas cláusulas do contrato, o estudante precisa levar a nova documentação ao agente financeiro, que é o Banco do Brasil ou a Caixa Econômica Federal, para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

Contratos de 2018

Os estudantes que aderiram ao Novo Fies e contrataram o financiamento em 2018 devem seguir o cronograma da Caixa, que é o agente operador do Novo Fies. Segundo a Caixa, aproximadamente 50 mil estudantes assinaram contratos do Novo Fies no primeiro semestre de 2018. O prazo para esses estudantes vai até 30 de novembro. O aditamento é feito no site da Caixa. O novo Fies, lançado no ano passado, tem modalidades de acordo com a renda familiar.

A modalidade Fies tem juro zero para os candidatos com renda mensal familiar per capita de até três salários mínimos. Nesse caso, o financiamento mínimo é de 50% do curso, enquanto o limite máximo semestral é de R$ 42 mil e é bancado pelo governo.

A modalidade chamada de P-Fies é para candidatos com renda familiar per capita entre 3 e 5 salários mínimos. Nesse caso, o financiamento é feito por condições definidas pelo agente financeiro operador de crédito, que pode ser um banco privado ou fundos constitucionais e de desenvolvimento.

(Agência Brasil)

Taxistas anunciam nas rede sociais protesto contra a Prefeitura

Um grupo de taxistas organiza um ato contra a Prefeitura de Fortaleza. A mobilização ocorre nas redes sociais.

Eles dizem que a gestão municipal não estaria mais fiscalizando veículos particulares que operam como Uber e similares, o que gera prejuízos desse tipo de concorrência para a categoria.

Uma carreata está marcada para a próxima quarta-feira, às 9 horas, com saída da Areninha do Pirambu e com destino ao Paço Municipal.

(Foto – Mauri Melo)

Fortaleza está na rota dos cruzeiros

O MSC Poesia é um dos navios que agendaram passagem por Fortaleza.

A temporada 2018/2019 de cruzeiros no Brasil começou nesta segunda-feira (19). O primeiro navio atracou em Salvador (BA) de um tal de sete transatlânticos que vão oferecer, juntos, 500 mil leitos em 133 roteiros com 585 escalas pela costa brasileira ao longo de quatro meses, até 14 de abril do próximo ano. Fortaleza está nessa rota, segundo o presidente da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (CLMA), Marcos Ferraz. Ele diz que o número de cruzeiros é 15% acima do período 2017/2018.

Nesta temporada, os navios MSC Seaview, MSC Poesia, MSC Fantasia e MSC Orchestra, Costa Favolosa, Costa Fascinosa e Pullman Sovereign oferecerão 133 roteiros diferentes. Com o ingresso de navios maiores, como o recém lançado ao mar Seaview, o aumento na oferta de leitos significa mais passageiros e, consequente, mais empregos. Para cada grupo de 15 cruzeiristas, é gerado um emprego. Para o período 2018/2019, devido ao aumento de 15% na oferta de leitos, a expectativa é gerar acima de 30 mil postos de trabalho.

Marco Ferraz diz que o aumento vai refletir em todos os indicadores: na temporada passada, foram criados 27 mil empregos, com impacto econômico estimado em R$ 1,8 bilhão. “Já a temporada atual poderá ter impacto superior a R$ 2 bilhões na economia brasileira, considerando o aumento no total de cruzeiristas embarcados”, avalia.

As escalas dos sete navios levarão turistas para conhecer, além de Fortaleza, alguns dos destinos mais desejados do Brasil. Entre eles, estão ainda Rio de Janeiro, Santos, Búzios, Salvador, Ilha Grande, Ilhabela, Ilhéus, Balneário Camboriú, Portobelo, Cabo Frio, Recife, Angra dos Reis, Maceió e Ubatuba. Algumas dessas paradas coincidem com o Réveillon e o Carnaval de Salvador e do Rio de Janeiro.

(Foto – Divulgação)

Moro terá em sua futura equipe integrantes da Lava Jato

Sérgio Moro, ex-juiz federal e futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, terá nomes da Operação Lava Jato no gabinete de transição. O anúncio foi feito por ele nesta 2ª feira. A informação é de agências,

Moro almoçou com a delegada Érika Marena e com o ex-superintendente Regional da Polícia Federal no Paraná, Rosalvo Franco, no Centro Cultural Banco do Brasil), em Brasília, onde trabalham os integrantes da equipe de transição do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Os dois trabalharam na Lava Jato. Marena foi a responsável por dar o nome à operação. Os policiais estão, de acordo com o futuro ministro, trabalhando na equipe. Moro conversou com jornalistas ao final do almoço e confirmou a informação.

Questionado sobre a possibilidade de anunciar o nome do futuro diretor-geral da PF nesta semana, o paranaense disse “talvez“.

(Foto – Reprodução de TV)

Tudo pronto para o lançamento da Rádio O POVO/CBN Cariri

Tudo pronto para o lançamento, nesta terça-feira, da Rádio O POVO/CBN Cariri. A presidente do Grupo de Comunicação O POVO, jornalista Luciana Dummar, comandará o ato, que terá a presença do governador Camilo Santana (PT) e de autoridades dessa região do Ceará.

O ato de lançamento ocorrerá no Centro de Eventos do Cariri, em Juazeiro do Norte. Nesta festa, estarão presentes também os âncoras Luiz Viana e Maísa Vasconcelos e este repórter do Blog.

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

197 1

Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo e que disputou a presidência da República pelo PT, virou réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, após o juiz Leonardo Barreiros, da 5ª Vara Criminal da Barra Funda, aceitar a denúncia proposta pelo promotor Marcelo Mendroni, do Gedec, Grupo Especial de Delitos Econômicos. A informação é do Portal G1.

A denúncia do Ministério Público partiu de delações feitas na Operação Lava Jato. Além de Haddad, outras cinco pessoas viraram réus na ação, incluindo o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e o doleiro Alberto Youssef (veja lista ao final da reportagem). O MP também havia feito denúncia do crime de formação de quadrilha, mas este trecho da acusação não foi aceito pela Justiça.

De acordo com a denúncia, entre abril e maio de 2013, Ricardo Ribeiro Pessoa, presidente da empreiteira UTC Engenharia S/A, recebeu um pedido de Vaccari da quantia de R$ 3 milhões.

O valor serviria para o pagamento de uma dívida de campanha do então recém-eleito prefeito de São Paulo Fernando Haddad, contraída com gráfica que pertencia a ex-deputado estadual do PT Francisco Carlos de Souza, o Chicão. Nestas condições, João Vaccari Neto, segundo a acusação, representava e falava em nome de Fernando Haddad.

Ainda segundo a denúncia, constou na agenda de Fernando Haddad já no exercício do mandato de prefeito que ele recebera Ricardo Pessoa pessoalmente, no dia 28 de fevereiro de 2013.

Haddad rebate

O ex-prefeito de São Paulo já negou reiteradas vezes ter cometido irregularidades. Por meio de nota, a assessoria de Haddad informou nesta segunda-feira (19) que “a denúncia é mais uma tentativa de reciclar a já conhecida e descredibilizada delação de Ricardo Pessoa”.

“Com o mesmo depoimento, sobre os mesmos fatos, de um delator cuja narrativa já foi afastada pelo STF, o Ministério Público fez uma denúncia de caixa 2, uma denúncia de corrupção e uma de improbidade. Todas sem provas, fincadas apenas na desgastada palavra de Ricardo Pessoa, que teve seus interesses contrariados pelo então prefeito Fernando Haddad. Trata-se de abuso que será levado aos tribunais”, completa a nota.

A reportagem entrou em contato com o advogado de João Vaccari e aguarda resposta. A reportagem tenta contato com a defesa dos demais réus.

(Foto – Reprodução de TV)

Black Friday – Seis em cada 10 consumidores pretendem comprar, diz pesquisa CNDL/Serasa

Pouco menos de uma semana da Black Friday, que este ano será na próxima sexta-feira, 23, milhares de pessoas aguardam a mega liquidação para aproveitar as ofertas. Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que seis em cada dez (58%) consumidores têm a intenção de fazer compras na Black Friday, um expressivo aumento de 18 pontos percentuais em relação ao ano passado. Por outro lado, 32% só devem ir às compras caso encontrem boas ofertas e apenas 10% não pretendem comprar nada, informa a assessoria de imprensa da CNDL.

Entre os que pretendem comprar produtos de olho nos descontos, 70% consideram a data uma oportunidade de adquirir itens que estejam precisando com preços mais baixos. Cerca de 30% querem antecipar os presentes de Natal de olho nas promoções, enquanto 12% planejam aproveitar as ofertas mesmo sem ter necessidade de comprar algo no momento. Já entre os que não pretendem fazer compras na Black Friday, os principais motivos apontados são falta de dinheiro (28%) e o fato de não precisar comprar nada (22%).

Considerando aqueles que realizaram compras no ano passado, 34% esperam adquirir mais produtos em 2018, 28% comprar menos e 20% a mesma quantidade. Além disso, 32% pretendem gastar mais — sete pontos percentuais acima do previsto em 2017 —, outros 32% gastar menos e 24% desembolsar o mesmo valor. Considerando os que têm intenção de gastar mais, 30% disseram acreditar que os produtos estarão com preço bom e que vale a pena aproveitar a promoção. Para 26%, existe a necessidade de adquirir mais produtos e 23% vão às compras por terem economizado ao longo do ano para poder gastar.

O presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, explica que o evento já é uma importante data de vendas para o varejo e as lojas que praticarem descontos reais sairão à frente da concorrência. “As promoções na internet costumam ser mais vantajosas, mas as lojas físicas que souberem oferecer preços competitivos também conseguirão atrair o consumidor”, destaca.

Centro Acadêmico encerra inscrições para Conferência de Pesquisadores em Direito Constitucional

O Centro Acadêmico Clóvis Beviláqua, da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará, inscreve trabalhos, até o fim da tarde desta segunda-feira, 19, para a I Conferência de Pesquisadores em Direito Constitucional (COPEDIC). O encontro ocorrerá sexta, 23, e sábado, 24, no auditório da Faculdade de Direito, abortando o tema “Os 30 anos da Constituição Federal: democracia, austeridade e direitos humanos”.

A Conferência tratará de assuntos como direito à cidade e meio ambiente, segurança pública e garantismo penal, direitos humanos, minorias e acesso à justiça. Podem participar profissionais, estudantes e qualquer pessoa interessada nessas temáticas. Estudantes cotistas e beneficiários de programas como FIES e PROUNI têm isenção na inscrição.

SERVIÇO

*O edital de submissão de trabalhos (https://drive.google.com/drive/mobile/folders/1iHzvGM-N2OZQNkDR-yqA88HbX_YiL6oV?usp=sharing) pode ser visto on-line

*A programação completa está disponível nos perfis do evento no Facebook e no Instagram (@copedic2018).

(Foto – Arquivo)

Estudantes cearenses desenvolvem projeto voltado para a saúde da mulher astronauta

158 2

Uma equipe de alunos da Escola Sesi/Senai, situada no bairro Parangaba, em Fortaleza, vai disputar o Torneio de Robótica FIRST®️ LEGO®️ League, nesta sexta, 23, e sábado, 24, em Natal. Como o tema da disputa será “Into Orbit”, abordando questões sobre a vida no espaço, a equipe cearense desenvolveu um projeto voltado para a saúde da mulher astronauta. A informação é da assessoria de imprensa da Federação das Indústrias do Estado.

A pesquisa da equipe prevê a construção de um protótipo denominado Space Collector, que é um coletor menstrual adaptado para uso no espaço. “Normalmente, quando mulheres vão fazer viagens espaciais, elas fazem uso de anticoncepcionais ininterruptamente para não menstruar. Isso dá certo quando você vai passar seis meses ou um ano. Mas, em uma viagem maior, quando falamos, por exemplo, em colonização espacial, é um problema a mulher não poder menstruar”, explica o professor Hinácio Mahybe.

Para construir o projeto, os alunos levaram em consideração a realidade gravitacional do espaço, que faz com que líquidos se comportem de maneira diferenciada, dificultando a utilização de absorventes menstruais convencionais. Assim, os alunos propuseram incrementos a um método que tem ganhado adesão de um número cada vez maior de mulheres: o coletor menstrual. Ele é um copo de silicone que funciona como um dispositivo de barreira, desenvolvido para coletar o fluxo menstrual.

“O Space Collector possui abas internas que se fecham no momento em que o copo está sendo retirado da vagina, impedindo o vazamento. Depois de retirado, a equipe desenvolveu uma pequena válvula para ser acoplada ao copo, que seria ligada a um bico sugador, puxando via vácuo todo o conteúdo do líquido de dentro do coletor. Esse líquido, por sua vez, poderia ser utilizado como fertilizante de plantas” complementa Hinácio.

Programa Internacional

O Torneio de Robótica FIRST®️ LEGO®️ League é um programa internacional de exploração científica, projetado para fazer com que crianças e jovens de 9 a 16 anos se entusiasmem com ciência e tecnologia e adquiram habilidades valiosas de trabalho e de vida.

No Brasil, o Departamento Nacional do Serviço Social da Indústria (Sesi) é a instituição responsável pela operação oficial da FIRST®️ LEGO®️ League. Desde que passou a operacionalizar a competição, a entidade tem promovido anualmente a organização de torneios regionais e do torneio nacional, a mobilização de novas equipes de robótica, a capacitação de técnicos e avaliadores voluntários, bem como a articulação da competição realizada no Brasil com os operadores internacionais, estimulando a participação de equipes brasileiras em eventos no exterior.

Prefeitura premia ações inovadoras da gestão municipal

Phillipe Nottingham é titular da Sepog, que promove o prêmio.

Saiu a lista dos vencedores do VI Prêmio Projeto Inovador, uma realização da Prefeitura de Fortaleza por meio da Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão (SEPOG). A premiação teve 78 projetos inscritos, envolvendo 210 servidores.

Confira a lista dos vencedores 2018

Categoria Gestão (voltados para a infraestrutura e profissionalização da máquina pública):
1º “Implantação do Modelo de Gestão e Governança Pública para Resultados com a Experiência de Gestão Estratégica da Sefin”

2º “Sistema de Gestão de Processos Administrativos e Judicias da Procuradora Geral do Município”

3º “Sistema de Acompanhamento e Monitoramento do ICMS”, da Sefin

Categoria Finalístico (com serviços e resultados entregues diretamente à população):
1º “Fortaleza Online”, Seuma

2º “Programa Municipal de Proteção Urbana (PMPU)”, Gabinete do Vice-Prefeito e SESEC

3º “Fortaleza Competitiva”, projeto multisetorial realizado em parceria por oito órgãos da PMF (Seuma, Segov, SDE, Sefin, PGM, Setfor, Citinova e Coordenadoria das PPPs).

A escolha é feita por uma Comissão Julgadora formada por professores, mestres e doutores especialistas em gestão e inovação. O objetiva incentivar órgãos e servidores municipais a investirem em projetos e programas que possa melhorar a gestão.

O Impacto da Mensalidade Escolar

Com o título “O impacto da mensalidade escolar”, eis artigo de Wandemberg almeida, ,mestre em economia e professor da Unifanor. Ele aborda os custos com a lista de material escolar, entre outras medidas. Confira:

O ano ainda não acabou, mas já se deve começar a pensar em 2019. Essa mensagem deve servir de alerta para os pais, pois as instituições de ensino já estão colocando em prática o aumento da mensalidade. Algo que assombra aos responsáveis e, principalmente, compromete boa parte do orçamento familiar. Por isso, deve-se desde já começar a planejar o orçamento familiar de 2019. Sabe-se também que muito da dificuldade relacionada ao pagamento das prestações da escola não se deve apenas à incompatibilidade entre a mensalidade e seus rendimentos.

Se compararmos anos anteriores, a inflação escolar vem subindo praticamente o dobro da inflação. É sabido que estamos vivendo um momento de alta taxa de desemprego e falta de capacidade de pagamento, com isso, só aumenta a preocupação dos pais para cumprirem com suas obrigações.

Com o aumento da mensalidade escolar se faz necessário adequar o orçamento familiar e procurar driblar as consequências para que não se perca o controle financeiro, objetivando um maior controle das finanças e fazendo com que os gastos sejam diminuídos sem interromper os hábitos, fazendo com que não influencie na educação dos seus filhos. Infelizmente, o salário mínimo quando reajustado não segue a mesma proporção do aumento dos gastos, alguns produtos causam forte impacto no orçamento, por isso, é necessário acompanhar os aumentos e planejar para não se ter tanta perda.

Recomenda-se que os pais façam pesquisas para compararem os valores cobrados por outras instituições de ensino, sempre respeitando o mesmo grau de qualidade de ensino e de proximidade. Após a realização de pesquisas, essas devem ser usadas para uma possível mudança da criança ou para negociação com a instituição atual. Em caso de não haver aceitação da negociação e a família opte pela permanência da criança na instituição de ensino, é hora de sentar, conversar e planejar o orçamento do próximo ano. É preciso olhar as contas, os gastos e ver o que pode ser reduzido para equilibrar esse aumento. Mesmo na escola, que foi escolha dos pais é possível adotar atitudes simples, mas que garantam uma redução de gastos, proporcionando um ganho no orçamento da família, por exemplo: troca de livros entre alunos de diferentes séries, diminuição dos custos com a lista de material escolar, entre outras medidas.

*Wandemberg Almeida

jose.almeida@unifanor.edu.br

Mestre em Economia, professor da UniFanor.