Blog do Eliomar

Últimos posts

PCdoB quer Aldo Rebelo para Ministério do Esporte

82 2
“A presidente Dilma Rousseff vai usar as próximas horas para decidir, com calma, quem será o substituto de Orlando Silva no Esporte. O Palácio do Planalto indicou ao PC do B que o partido seguirá no comando da pasta. Três nomes da legenda compunham ontem a relação dos mais cotados a substituir Orlando: Flávio Dino (MA) e os deputados Luciana Santos (PE) e Aldo Rebelo (SP).
Presidente da Embratur, Dino era apontado como o preferido do Planalto, enquanto Rebelo contava com a preferência da bancada. Já a deputada pernambucana, vice-presidente nacional do PC do B, corria por fora. Luciana Santos foi a primeira opção de Dilma para o ministério na transição de governo. Foi preterida diante das pressões dos comunistas para manter Orlando, herdado do ex-presidente Lula.
O PC do B não sabia até ontem se a presidente daria total liberdade para uma decisão exclusiva do partido, opção favorável a Aldo Rebelo. Nos bastidores, porém, dirigentes da sigla desconfiavam que Dilma pediria uma lista com mais de um indicado, fórmula idêntica à utilizada pela presidente durante escolha do ministro do Turismo. À época, o PMDB apresentou diversos candidatos e ela acabou pinçando o nome de Gastão Vieira (MA).
Essa é justamente a preocupação do partido, já que, no caso do Turismo, a opção feita pela presidente não combinava com o desejo da cúpula peemedebista. Ao contrário de demissões anteriores, quando Dilma anunciava o substituto no mesmo dia da saída do antecessor, ela agora preferiu esperar um pouco mais.
Dilma tinha dúvidas sobre a melhor alternativa para enfrentar dois desafios: sanear as irregularidades no Esporte e endurecer as negociações do Brasil com a Fifa e CBF.
Durante os primeiros dias da crise, o governo chegou a pensar em uma solução para o futuro da pasta: levar o PC do B ao Ministério da Cultura e trazer um petista para o Esporte diante da avaliação de que a pasta ganhara maior importância por conta de eventos como Copa do Mundo e Olimpíada no Brasil. A alternativa foi rapidamente desmobilizada diante das sinalizações do PC do B de que deixaria a Esplanada com um desenho diferente do seu formato original.
Na montagem do governo, em dezembro, a então presidente eleita pretendia nomear Orlando Silva para comandar a APO (Autoridade Pública Olímpica) e, por buscar uma mulher para o Esporte, conduzir Luciana Santos à função. Mas a proposta foi recusada pelo partido.
Ontem, Dilma voltou a cogitar a hipótese de mudar o PC do B de pasta dentro do governo, mas novamente a cúpula partidária mostrou resistência à sugestão.”
(Folha.com)

Chávez anuncia reajuste de 50% para militares

“O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou um aumento de 50% para os militares. Segundo ele, o reajuste será concedido porque “os militares merecem”. O aumento será retroativo a 1º de setembro deste ano. O presidente lembrou que durante “anos” os salários dos militares ficaram congelados.

Usando uniforme militar, Chávez destacou que se nos Estados Unidos e na Europa os salários estão sendo reduzidos, na Venezuela a situação é oposta. “Portanto, devemos agradecer a Deus e cuidar do que estamos fazendo aqui [o movimento que ele chama de Revolução Bolivariana]”.

Na cerimônia em que anunciou o reajuste para os militares, Chávez entregou apartamentos  aos oficiais. O presidente aproveitou a solenidade para ressaltar que intensificará a campanha política para conquistar mais um mandato em outubro de 2012. Reafirmou que não aceitará as tentativas de “desestabilização”.

No discurso, Chávez criticou as operações militares na Líbia coordenadas pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Para ele, são ações terroristas que levaram à morte de Muammar Khadafi, ex-presidente líbio.”

(Agência AVC/Brasil)

Unimed Fortaleza é condenada a pagar R$ 22 mil para cliente

“A Unimed Fortaleza deve pagar R$ 22.400,00 por danos materiais e R$ 11.200,00 por danos morais para a cliente M.S.M.R., que teve tratamento médico negado. A decisão foi da juíza Mirian Porto Mota Randal Pompeu, titular da 27ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza.

Segundo os autos, a paciente é portadora de câncer no útero e precisou realizar tomografia por emissão de pósitrons, que permite detectar os tumores com precisão. O procedimento não era realizado em Fortaleza e, por isso, teria que ser feito em Brasília.

A Unimed se negou a cobrir o exame, alegando o alto custo. A segurada precisou arcar com os valores. Posteriormente, teve que ser submetida a sessões de radioterapia com técnica de IMRT, em São Paulo, pois o procedimento também não era disponibilizado na capital cearense.

Assim como o primeiro, o novo pedido foi negado, sob a justificativa de falta de cobertura. Ela pagou pelo tratamento, já que “estava correndo grave risco de vida e não podia mais aguardar”.

Inconformada, recorreu à Justiça para obter o reembolso da quantia, bem como indenização por danos morais. A operadora apresentou contestação, argumentando que, no contrato assinado, não estavam previstos “serviços médicos e hospitalares prestados por profissionais e entidades não relacionados em sua rede assistencial”.

Ao julgar o caso, a magistrada considerou que a Unimed Fortaleza não poderia ter se recusado a prestar o tratamento, “baseando-se em cláusula limitativa, não podendo deixar de se destacar o fato de que se está tratando da vida de um ser humano”.

(Site do TJ-CE)

Ministério do Esporte – Interino firmou convênios com ONGs suspeitas

“Apontado como ministro interino do Esporte após a demissão de Orlando Silva, o secretário executivo da pasta, Waldemar Souza, assinou convênios com organizações não governamentais suspeitas de irregularidades. 

Filiado ao PC do B do Rio de Janeiro, Souza foi quem firmou o contrato de R$ 6,2 milhões com um sindicato de cartolas do futebol para um projeto da Copa do Mundo de 2014, conforme revelou reportagem do Estado publicada em agosto.

Waldemar Souza faz parte da tropa do PC do B dentro do ministério. É homem de confiança do ministro Orlando Silva. Passa pelo crivo dele os principais contratos do Ministério do Esporte. Em suas entrevistas, o delator do esquema que derrubou Orlando, João Dias Ferreira, também inclui o nome de Waldemar.

O nome do secretário executivo aparece, por exemplo, na prorrogação de um convênio do Programa Segundo Tempo no valor de R$ 911 mil com o Instituto de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Idec), da cidade de Novo Gama (GO).

A renovação foi publicada no dia 25 de agosto deste ano no Diário Oficial da União. A entidade é de fachada e, apesar de ter assinado o contrato em 2009, jamais executou o projeto. Após o Estado revelar o caso, o ministério anunciou que decidira cancelar o contrato.

No dia 25 de janeiro de 2011, Waldemar Souza assinou ainda um convênio de R$ 1,2 milhão com o Instituto Pró-Ação, outra entidade sob suspeita.

Conforme a reportagem mostrou na segunda-feira passada, a ONG repassou pelo menos R$ 1,3 milhão em cheques para empresas fantasmas em Valparaíso (GO). A entidade é apontada como “modelo de gestão” pelo Ministério do Esporte.”

(Estadão)

Fundação pública deve gerir o futuro Hospital da Mulher, anuncia Luizianne

76 2

A prefeita Luizianne Lins (PT) anunciou, nesta quinta-feira, que vai entregar o Hospital da Mulher em meados de 2012. A garantia foi dada durante entrevista ao programa “Diário da Manhã”, da Tv Diário. A obra foi uma de suas promessas da primeira gestão.

Luizianne informou que o projeto já alcançou a marca de 86% e que, quando estiver pronto, atender 500 mulheres/dia. Ela adiantou estar tratando da forma de gestão do hospital e admitiu que uma fundação pública tem tudo para ser o mecanismo a ser adotado.

Ela também disse que faz gestões para que o Hospital da Mulher ingresse no Programa Rede Cegonha, do Ministério da Saúde, de assistência a gestantes, o que possibilitará condições de instalar na área do HM uma casa de parto.

(Reprodução tv)

Presidente da CBF conversa com Tasso em Fortaleza

93 5

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira, que está em Fortaleza dessa a noite de quata-feira, teve seu primiro compromisso de agenda um encontro com o ex-senador Tasso Jereissati. Ambos foram colegas de escola no Rio de Janeiro, na década de 70.

Ricardo Teixeira encontrou-se com Tasso na Torre Empresarial do Grupo Jereissati por cerca de duas horas, ocasião em que detalhou o planejamento da CBF para as Copas das Confederações e o do Mundo.

DETALHE – Foi durante a gestão de Tasso Jereissati que o Estado do Ceará recebeu os último sj9ogos da Seleção Brasileira. Também foi Tasso quem iniciou as obras de modernização do Estádio Castelão. 

DETALHE 2 – No final do encontro entre Ricardo Teixeira e Tasso estieram também o secretário extraordinário da Copa, Ferrúcio Feitosa, e o presidente da Federação Cearense de Futebol, Mauro Carmélio.

DETALHE 3 – Ricardo Teixeira visitará as obras de reforma do Estádio Castelão às 14 horas desta quinta-feira.

Usuários do terminal da Parangaba cobram conclusão das obras dos banheiros

Usuários reclamam sobre paralisação das obras dos banheiros na Parangaba

As obras dos banheiros masculino e feminino, no térreo do terminal da Parangaba, estão paradas há mais de três meses. É o que denunciam usuários de um dos maiores terminais de ônibus de Fortaleza, que se veem obrigados a usar os banheiros do segundo piso. A situação é mais grave para pessoas da terceira idade ou portadoras de necessidades especiais, que não conseguem subir as escadarias que dão acesso ao piso superior do terminal.

“É um pena o que estão fazendo com a população. Ninguém explica o motivo das obras estarem paradas tanto tempo. É falta de dinheiro? Falta de vontade? Ninguém sabe”, reclamou a salgadeira Elizabeth de Oliveira Paiva, 54, moradora da Vila Pery.

A administração do terminal não soube explicar o motivo da paralisação das obras, mas disse que “de vez em quando” alguém aparece para avançar no serviço.

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro) já se manifestou sobre o problema, pois alguns cobradores são portadores de necessidades especiais e não conseguem usar os banheiros do andar superior do terminal.

Um banheiro químico foi colocado ao lado das obras onde funcionará o banheiro feminino, mas, segundo usuários do terminal, também está desativado.

Há cerca de quatro meses, a Prefeitura também iniciou a construção de um pequeno elevador, mas o projeto parou após a conclusão da caixa.

Lateral do São Paulo acusa árbitro de chamá-lo de macaco

Após a partida que eliminou o São Paulo da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira (26), em Assunção, no Paraguai, o lateral esquerdo Juan, ainda no gramado, acusou o árbitro colombiano Wilmar Roldán de tê-lo chamado de “macaco”.

No fim da partida em que o São Pulo perdeu para o Libertad, por 2 a 0, Juan foi expulso. Depois, em entrevista para a TV Globo, o atleta disse: “Eu fui reclamar com ele [árbitro] sobre os três minutos de acréscimo. E ele falou ‘sai daqui, sai daqui macaco'”.

“No fim do jogo fui cobrá-lo por ter me xingado e ele, covardemente, como apitou o jogo todo, me expulsou. É brincadeira o que a Conmebol faz”, concluiu o brasileiro.

A partida marcou a estreia do treinador Emerson Leão, à frente do São Paulo.

(UOL)

Relatora da CPI da Exploração Sexual cobra explicações do secretário da Regional I

Em pronunciamento emocionado, a vereadora Eliana Gomes (PCdoB) cobrou, nesta terça-feira (26), explicações oficiais do secretário da Regional I, Fábio Braga. Segundo a parlamentar, o titular da secretaria expôs a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que trata da exploração sexual de crianças e adolescentes, da qual é relatora.

Eliana assegurou na tribuna que, ao fecharem os estabelecimentos comerciais, como bares e restaurantes, na Barra do Ceará, informavam que o fechamento era consequência de pedidos da CPI. Além disso, durante uma reunião realizada pela Comissão, os donos dos locais apresentaram a listagem de estabelecimentos que poderiam ser vistoriados. Para a vereadora, deste modo, a CPI foi exposta, o que acarretou recebimento de ameaças.

“Tivemos uma reunião com a presença do Executivo e lamentei muito o que ocorreu na Barra do Ceará. Através dessa reunião, foram fechados vários locais, como ficou acertado na reunião. O secretário da Regional I colocou a CPI vulnerável porque ele avisou que estava fechando por conta da CPI. Eu passei a receber varias ligações para intimidar. Faltou ética, faltou compromisso ético. Passamos os locais, em sigilo”.

Eliana ainda informou que muitos donos de estabelecimentos se diziam prejudicados pela ação da CPI, durante a reunião. “A CPI não é responsável pela perca de emprego de nenhum trabalhador. Não é esse o papel da Comissão, muito pelo contrário, trata-se de uma iniciativa do Legislativo Municipal”.

(Câmara Municipal de Fortaleza)

Prefeitura conquista Prata e Bronze no Prêmio Gestão Pública

57 2

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e da Guarda Municipal e Defesa Civil de Fortaleza (GMF), conquistou Prata e Bronze, respectivamente, no Prêmio Ceará Gestão Pública (PCGP) – 2011. O principal objetivo do Prêmio é reconhecer formalmente os resultados alcançados pelas organizações públicas que tanto contribuem para a melhoria da qualidade dos serviços oferecidos à população. A entrega da premiação está marcada para o dia 23 de novembro, às 9 horas, no auditório da Seplag, no Cambeba.

O Prêmio Ceará Gestão Pública, promovido pelo Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), em parceria com o Comitê Gestor do Núcleo Estadual do GesPública, destaca, entre as organizações participantes de um ciclo de premiação, aquelas que evidenciam melhoria gerencial rumo à inovação, à redução de custos, à qualidade dos serviços e à satisfação do cidadão. O Programa Nacional da Gestão Pública e Desburocratização (GesPública), promovido pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, visa incentivar os órgãos e entidades públicas a buscarem a melhoria da gestão e reconhecer as organizações que se destacarem no modelo implantado.

Para o diretor geral da Guarda Municipal e Defesa Civil, Arimá Rocha, a premiação comprova toda dedicação dos servidores da instituição, “esse Bronze mostra o reconhecimento de sete anos de esforços dos servidores e da gestão da prefeita Luizianne Lins, que vem primando pela melhoria dos nossos serviços prestados à população”, destaca Arimá.

Segundo o presidente da Etufor, Ademar Gondim, essa é a segunda vez que a instituição participa do Prêmio, “passamos de Bronze para Prata este ano, isso mostra a melhoria dos serviços prestados pela Etufor devido aos esforços dos servidores”, ressalta.

Os Relatórios de Gestão Pública elaborados pelas instituições participantes do Prêmio seguiram o Modelo de Excelência em Gestão Pública (MEGP), do Governo Federal, que representa a principal referência a ser seguida pelas instituições públicas que desejam aprimorar constantemente seus níveis de gestão.

O PCGP é realizado em ciclos anuais de premiação e seu processo de avaliação da gestão tem por base o Modelo de Excelência em Gestão Pública – MEGP – 500 pontos, garantindo assim a similaridade ao Prêmio Nacional da Gestão Pública – PQGF.

Confira a relação das organizações premiadas

Premiação com troféu

Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (Hospital de Messejana)

Hospital Infantil Alberto Sabin

Reconhecimento na faixa prata

Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor)

Hospital Geral César Cals

Hospital Geral de Fortaleza (Exército Brasileiro)

Colégio Militar de Fortaleza

Reconhecimento na faixa bronze

Guarda Municipal e Defesa Civil de Fortaleza – GMDCF

Hospital São José de Doenças Infecciosas – HSJ

Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará – Hemoce

Secretaria do Desenvolvimento Agrário – SDA

Capitania dos Portos do Ceará – CPCE

(Prefeitura de Fortaleza)

Mais duas centrais eólicas terão seus projetos votados no Coema

Nesta quinta-feira (27), às 14 horas, será realizada a 204ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema), no auditório Régia Nântua, na sede da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), no bairro de Fátima. Na pauta, a votação da licença prévia para mais dois projetos de centrais eólicas no município de Aracati. As duas pretendem se instalar na localidade de Fontainha – aproximadamente 19 quilômetros da sede do município.

De acordo com o projeto, a Central Eólica São Judas Tadeu terá capacidade para gerar 16,2 MW, em nove aerogeradores, em uma área de 89 hectares (ha). Já a Central Fontainha, contará com oito aerogeradores e produzirá 14,4 MW. Seu terreno é de 117,57 ha.

Mais dois projetos terão seus pareceres técnicos apresentados, discutidos e votados pelos conselheiros do Coema. Um é referente à construção do açude público Cruzeta, de interesse da Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH), no município de Pedra Branca. O conselho ainda deliberará sobre a ampliação de um empreendimento de carcinicultura, de interesse da Camarões Indústria Comércio e Exportação de Produtos do Mar Ltda., na Fazenda Porto José Alves, também em Aracati.

(Semace)

STF mantém exame da Ordem dos Advogados para exercício da profissão

68 1

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram nesta quarta-feira (26), por unanimidade, que o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para admissão na carreira é constitucional. Eles negaram o recurso de um bacharel em direito que pretendia ingressar na advocacia sem precisar da aprovação no teste. Como o caso tem repercussão geral, o que foi decidido será aplicado em todos os processos semelhantes que correm na Justiça.

O recurso em análise era do bacharel João Volante, de 56 anos de idade, do Movimento Nacional dos Bacharéis em Direito (MNBD). Sua defesa alegava que o exame não poderia ser aplicado pela OAB e sim, pelo próprio Estado. Também dizia que apenas a faculdade tem o papel de qualificar os estudantes de direito e que a aplicação do exame fere o direito constitucional ao livre exercício da profissão.

O relator do processo, ministro Marco Aurélio Mello, entendeu que o perigo de dano pela prática da advocacia sem conhecimento justifica a restrição ao direito de exercício da profissão. “Quando o risco da atividade profissional é suportado pela coletividade cabe limitar o acesso à profissão”, disse, lembrando que a própria Constituição tem essa ressalva.

As principais críticas dos bacharéis sobre a forma do exame são o alto nível de exigência das provas, os altos custos de inscrição (R$ 200 foram cobrados na última edição) e o monopólio da OAB na elaboração do teste, sem qualquer tipo de fiscalização. “É preciso que haja abertura para o controle social do exame, para que ele cumpra a sua função, a sua missão institucional”, disse Gilmar Mendes.

O julgamento atraiu centenas de advogados e bacharéis ao STF, que fizeram fila para entrar no plenário, mas muitos ficaram de fora por falta de espaço. Durante o voto do ministro Ayres Britto, quando se formou a maioria constitucional de seis votos, alguns dos presentes começaram a gritar palavras de ordem. Eles foram retirados pela segurança do Tribunal. Já do lado de fora, uma mulher de cerca de 40 anos desmaiou. Segundo a assessoria do Supremo, era uma advogada do Rio Grande do Sul que foi atendida no posto médico local e passa bem.

O exame de ordem foi criado em 1994, com a aprovação da Lei do Estatuto da Advocacia e da OAB, cujos dispositivos estão sendo questionados no STF. Desde então, milhares de candidatos vêm sendo reprovados a exemplo do que ocorreu na edição mais recente, em que apenas 15% foram aprovados, ou seja, 18 mil dos 121 inscritos. De 1997 para cá, o número de cursos de direito passou de 200 para 1,1 mil. Os cursos formam anualmente cerca de 90 mil bacharéis.

(Agência Brasil)

Diretor de escola diz que "não houve crime"

70 2

O diretor do Colégio Christus, David Rocha, afirmou estar “com a consciência tranquila” em relação ao vazamento de questões do Enem. “Não houve crime. O material que entregamos tinha questões que eram do banco de questões do colégio e coincidiu com serem questões que estavam no Enem, possivelmente usadas nos pré-testes. E alguns alunos fizeram pré-teste do Enem”, diz.

“É inadequado alunos fazerem outra prova. Podem anular as questões. Mas por que penalizar? Eu não tive culpa e nem os alunos”, reforça, citando, porém, que cumprirá qualquer que seja a “ordem penal”. “Eu vou ter que respeitar a legislação”, pontua.

Sobre o material com as questões iguais ou parecidas às do exame não ter identificação da escola, Rocha afirma que a pressa de entregar revisões para os estudantes faz com que a logomarca fique ausente em alguns momentos.

(O POVO)

Enem – 639 alunos do Ceará farão provas de novo

86 3

“O Ministério da Educação (MEC) anulou as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) realizadas por 639 alunos do Colégio Christus. A partir da informação de que estudantes da escola tiveram acesso a questões das provas dias antes da aplicação do exame, o MEC considerou que houve “quebra de isonomia” (igualdade legal).

De acordo com o Ministério, foi identificado que pelo menos nove itens das quatro apostilas distribuídas entre esses alunos, dias antes do Enem, foram retirados de pré-testes feitos pelo MEC em outubro de 2010. A pré-testagem de questões é prática comum antes da aplicação das provas. O MEC faz isso duas ou três vezes ao ano.

Para o pré-teste do Enem 2011, foram elaborados 16 cadernos de prova, cada um com 24 questões. O conteúdo foi aplicado no ano passado em escolas de cidades sorteadas pelo MEC. No Ceará, o colégio foi uma das sedes do processo.

O MEC reforça não ter havido vazamento das provas do Enem, pois elas chegaram ao Ceará na sexta-feira, véspera do primeiro dia do exame, e o colégio entregou o material de revisão cerca de dez dias antes. No Ceará, foram 118.418 inscrições no Enem.

Por causa da situação, a Polícia Federal foi acionada. Um inquérito foi instaurado e a PF realiza “levantamentos prévios” sobre o caso. Segundo a assessoria do órgão, “a tipificação (do crime) somente poderá ser aferida depois desses levantamentos, uma vez que podem ser tanto de violação de sigilo funcional, quanto de acesso não autorizado à informação”.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), que coordena o Enem, diz que, caso seja identificado “envolvimento da instituição ou de terceiros” no suposto vazamento, haverá abertura de processos civil e criminal.

Os 639 estudantes que tiveram a prova anulada serão contatados pelo MEC nos próximos dias. Eles poderão realizar novas provas nos dias 28 e 29 de novembro, quando o Enem será aplicado em presídios e centros educacionais.

Ministério Público

Na manhã de ontem, o Ministério Público Federal no Ceará recomendou que o MEC anule o Enem. O procurador da República, Oscar Costa Filho, promete ingressar na Justiça caso o MEC mantenha a decisão de anular as provas apenas de estudantes da escola de Fortaleza. “A solução tem que ser nacional porque o concurso é nacional. Em um concurso público, os candidatos estão unidos juridicamente, não interessa onde fizeram o concurso”, frisa.

Para o procurador, uma solução seria a anulação das três questões que ele diz serem idênticas. “A nulidade parcial era única medida jurídica que traria menos transtorno”.

(O POVO)

Coordenador da Prefeitura diz que administração municipal tem méritos pela escolha de Fortaleza para sediar jogos do Brasil

73 7

Accioly: “minucioso planejamento”

O coordenador de Projetos Especiais e Relações Institucionais e Internacionais da Prefeitura de Fortaleza, Geraldo Accioly, respondeu nesta quarta-feira (26) à coluna publicada na última terça-feira (25), que tratou das obras viárias para a Copa de 2014 sob responsabilidade da administração municipal.

Em nota, o secretário defende que os méritos pela escolha de Fortaleza como palco de jogos da Copa das Confederações e de até duas partidas da seleção brasileira também são da Prefeitura.

Em relação à possibilidade de atrasos na entrega de túneis, viadutos e outras intervenções na área de mobilidade urbana, Accioly afirma que prefere “confiar no minucioso planejamento feito por parte da Prefeitura antes da etapa de licitação a fim de eliminar, ao máximo, problemas na execução das obras”.

A torcida da coluna é para que o andamento das obras seja o melhor possível. Bom seria se esse “minucioso planejamento” tivesse sido aplicado também para os outros empreendimentos tocados pela Prefeitura.

(Coluna Política / O POVO)

Cúpula do PCdoB se reúne com Aldo, cotado para o Esporte

60 1

Logo após a saída de Orlando Silva do Ministério do Esporte, a cúpula do PCdoB se reuniu nesta quarta-feira (26) por mais de duas horas na liderança do partido, na Câmara Federal, para discutir o novo cenário.

O líder do partido na Câmara, Osmar Junior (PI), disse esperar que até esta quinta-feira (27) a substituição seja resolvida.

Além de Osmar Junior, a reunião contou com a presença do presidente do partido, Renato Rabelo, do líder no Senado, Inácio Arruda (CE), e dos deputados Renildo Calheiros (PE) e Aldo Rebelo (SP).

Segundo relatos, Rabelo fez um balanço da conversa entre a presidente Dilma Rousseff e Orlando na tarde desta quarta-feira, no Planalto, e começaram a desenhar a “segunda etapa” da crise –a substituição de Orlando Silva.

A conversa aconteceu no gabinete de Aldo, cotado para a vaga de Orlando.

No gabinete da liderança do PCdoB, estava reunida a bancada, que recebeu o presidente apenas no final da noite.

Aldo deixou a reunião por várias vezes para votar no plenário da Câmara. Na saída, foi questionado se havia sido convidado e ironizou: “Convidado para quê? Para jantar?”.

Rabelo foi na mesma linha ao ser perguntado se Aldo seria o novo ministro: “Se eu tivesse bola de cristal”. Os dois deixaram a Câmara juntos.

O presidente do partido afirmou que a situação do interino, Waldemar Manoel Silva de Souza, é “provisória” e que aguarda a posição da presidente para sugerir nomes para o ministério. Por enquanto, afirmou, o partido não vai avançar na questão.

Segundo integrantes do partido, Dilma Rousseff deve estar em São Paulo nesta quinta-feira para o aniversário do ex-presidente Lula, mas pode “querer apressar” a definição.

(Folha)

Senado aprova Comissão da Verdade

54 1

“Por unanimidade e em votação simbólica, o Senado aprovou na noite desta quarta-feira a criação da Comissão da Verdade, que terá poderes para apurar violações de direitos humanos ocorridas durante a ditadura militar. Agora, o projeto vai à sanção da presidente Dilma Rousseff.

A sessão que aprovou a comissão durou cerca de quatro horas. O relator do texto foi o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), um ex-militante de esquerda e que durante a ditadura atuou na luta armada. Após a aprovação, os senadores comemoravam o resultado com ex-perseguidos e familiares de desaparecidos que acompanharam a sessão.

A Comissão da Verdade será composta por sete integrantes, todos escolhidos pela presidente da República, e terá um prazo de dois anos para funcionar. A missão da comissão é levantar informações sobre mortes, torturas, desaparecimentos, apontar locais onde ocorreram essas violações contra os direitos humanos e identificar seus responsáveis. O colegiado terá poderes até mesmo de convocar os depoentes.”

(Globo)

Eta, TCM cobiçado!

O conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Luís Sérgio Gadelha, despede-se nesta quinta-feira (27), às 10 horas, durante sessão extraordinária. Ele deixa a ativa por força da legislação que estabelece aposentadoria compulsória, no serviço público, aos 70 anos. Luís Sérgio é o decano do TCM, onde está como conselheiro há 37 anos.

A sua saída abre uma porta para ver quem ficará em sua vaga, que deve ser preenchida por um parlamentar indicado pelo governador. Nos bastidores, fala-se em três nomes: Welington Landim (PSB), Patrícia Saboya (PDT) e Nelson Martins (PT), deputado licenciado que ocupa a Secretaria do Desenvolvimento Agrário.

(Vertical / O POVO)

Luizianne defende diálogo com Cid para definir nome

93 4

O que realmente eles pensam?

Em resposta às declarações do governador Cid Gomes (PSB) ao programa Debates do POVO, transmitido pela Rádio O POVO CBN, na última terça-feira (25), a prefeita de Fortaleza Luizianne Lins (PT) afirmou que concorda plenamente que, para definir o nome que representará a aliança na sucessão municipal, é preciso abrir mão de vaidades, arrogâncias e prepotências.

“Para nós, isso é uma questão de responsabilidade e obrigação. Dialogar, não ser arrogante, não ser prepotente. Eu acho que isso aí é o começo da conversa e isso vale pra todo mundo”, disse Luizianne, ao fim da solenidade de conclusão da 4ª edição do Credjovem, com o curso de Capacitação para Formação Empreendedora, no Paço Municipal. Ela admite que não tem dialogado com o governador sobre sucessão municipal, mas, como presidente estadual do PT, garante que o partido saberá conduzir a escolha.

Luizianne descartou que seja necessário recorrer a lideranças do PT nacional para resolver impasses aqui. Ela citou que nem a mediação de Lula foi o suficiente para resolver o impasse da sua primeira eleição em 2004. “Acho até que a Dilma tem muita coisa pra fazer do que ficar se metendo na eleição municipal em Fortaleza”.

Ela reforçou nesta quarta-feira (26), que quer o apoio do governador e do PSB. “O PSB, do qual ele é presidente estadual, é e sempre foi um aliado prioritário do PT, juntamente com o PCdoB e PMDB. Claro que eu vou buscar, eu quero o apoio do governador e também do PSB. É natural que a gente busque a aliança”.

Segundo ela, o PT vai dialogar internamente, juntamente com seus aliados. “Acredito que isso seja o processo natural. O resto é cada um tendo seu espaço. Estamos hoje em pleno exercício do governo municipal e é impossível que a gente não esteja naturalmente pensando em dar sequência aos projetos que nós iniciamos, que a cidade iniciou em 2005, antes mesmo da eleição do governador Cid Gomes”, disse.

Candidato

Durante a entrevista, Cid Gomes defendeu que seja escolhido nome que tenha força nas urnas, pois não seria um acordo de gabinetes, de partidos, que conseguiria equacionar uma eleição. Sobre o assunto, Luizianne afirma que o partido está discutindo quem se adéqua melhor ao cargo, quem agrega mais do ponto de vista não só eleitoral, mas também do ponto de vista da experiência que o Governo Municipal acumulou.

“Eu acho que cada um pensa o processo eleitoral, a partir da sua vivência pessoal. A minha vivência é muito partidária. Eu só me filiei em um único partido em toda a minha vida e sou presidente estadual dele hoje”, disse.

Bastidores

Durante a entrevista para a Rádio O POVO/CBN, o governador disse que quem achar que já ganhou as eleições, porque tem muitas alianças, está fadado ao fracasso. “Em Fortaleza, muitas vezes, aconteceu de azarões ganharem eleições”, disse.

Ao ser questionada se havia alguma identificação da prefeita com a situação, já que não era favorita nas eleições de 2004 e acabou vencendo, Luizianne respondeu: “Eu tenho a impressão, eu acho que o governador Cid deve ter falado do Ciro Gomes, do irmão dele. Eu tenho a impressão que o discurso deve ter sido pra ele”.

(O POVO)