Blog do Eliomar

Últimos posts

Copa 2014 – Sebrae traz global para falar sobre oportunidades de negócios

O jornalista Carlos Alberto Sardenberg, analista de economia da Rede Globo e da Rede CBN de Rádio, estará em Fortaleza no próximo dia 12. Aqui, ele vem falar para os participantes do seminário “Oportunidades de Negócios na Copa 2014”, que reunirá especialistas em várias áreas do mercado.

O evento é uma promoção do Sebrae, que abrirá seu parque de feiras para charmar a atenção principalmente dos pequenos e microempresários para inúmeras chances de negócios que surgirão antes, durante e depois do certame mundial.

Governo e Prefeitura unidos em evento promocional da Copa 2014 no Rio

84 1
Geraldo e Ferrucio no estande de Fortaleza, na Marina da Glória.
 
O estande montado pelo Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza dentro de evento promocional da Copa 2014 organizado pela FIFA, na Marina da Glória (Rio), é um dos mais visitados nesta sexta-feira.
Os projetos relacionados à competição, tocados pelo Governo e Prefeitura, estão sendo expostos, dentro do objetivo de aproveitar evento para investir na imagem de Fortaleza.
Delegações estrangeiras presentes querem saber tudo sobre a cidade: praias, pontos de visitação, história e, principalmente, oportunidades de negócios.
O secretário especial da Copa, Ferrúcio Feitosa, e o coordenador de Projetos Especiais da Prefeitura, Geraldo Accioly, são os cicerones no estande e tratam de informar sobre o ritmo das obras da Copa.
Logo mais à noite, Cid Gomes (PSB) e a prefeita Luizianne Lins (PT) participarão de jantar oferecido pela FIFA aos governadores e prefeitos das 12 subsedes do certame.
Esse ato antecede a festa do sorteio das eliminatórias da Copa, que ocorrerá neste sábado.

(Foto – J. Demetrius/RJ)

Tarifa Social – Inscrições para desconto na conta de luz terminam na 2ª feira

“Famílias com consumo mensal de energia entre 65kWh (quilowatts/hora) e 80kWh têm até a próxima segunda-feira para comprovar que integram a base de dados do Cadastro Único e garantir o desconto na conta de luz previsto pela Tarifa Social de Energia Elétrica. Quem possui renda mensal inferior a meio salário mínimo e ainda não foi cadastrado deve procurar imediatamente a gestão do Programa Bolsa Família no município onde mora.

A partir de agosto, o consumidor que não constar no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – usado para seleção do Bolsa Família e de outros benefícios – vai perder o desconto na conta de luz que até agora era automático para o público com consumo inferior a 80kWh. Essa mudança está prevista na Lei 12.212, de 20 de janeiro de 2010, e visa evitar que os descontos da Tarifa Social se destinem a famílias que não sejam de baixa renda.

Desde o ano passado, o Ministéri o do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), gestor do Cadastro Único, e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estão trabalhando na regulamentação da nova legislação.

O Cadastro Único é preenchido pelas prefeituras. Em todo o Brasil, 20 milhões de famílias com renda de até meio salário foram cadastradas. Dessas, 12,9 milhões recebem o Bolsa Família e só precisam apresentar o Número de Identificação Social (NIS), que consta no cartão para recebimento do benefício, às concessionárias de energia para obter o desconto na conta de luz.

Famílias que estão no Cadastro Único mas não foram incluídas no Bolsa Família (renda mensal de até R$ 140 por pessoa) devem solicitar o NIS à prefeitura da cidade onde moram e depois se dirigir à concessionária de energia para solicitar a Tarifa Social.

Indígenas e quilombolas

A exceção ocorre quando a pessoa é atendida pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC). Ela deve informar à distribuidora seu número de benefício ou Número de Identificação do Trabalhador (NIT). Além de idosos e pessoas com deficiência que recebem o BPC, a Tarifa Social passa a atender indígenas e quilombolas, que terão isenção total da conta de luz até o limite de 50kWh/mês.

A redução na conta vai beneficiar ainda portadores de doença que necessitam usar continuamente aparelhos com elevado consumo de energia. Nesse caso, o critério é de três salários mínimos de renda total da família e ela deve também ser cadastrada.

Prazo prorrogado

A migração para o modelo atual começou no ano passado e foi escalonada de acordo com a faixa de consumo. Em novembro de 2010 terminou o prazo para acesso à Tarifa Social sem estar no Cadastro Único para quem tinha consumo maior ou igual a 80kWh/mês. A segunda etapa – residências com consumo entre 65kWh/mês e 80kWh/mês – termina em 1º de agosto, quando todos os consumidores dessa faixa deverão estar cadastrados para manter o desconto na conta de luz, que varia e ntre 10% e 65%. Até o fim do ano, todas as famílias que têm direito ao benefício devem estar com a situação regularizada.

Tabela de consumo e prazos

Média de consumo dos últimos 12 meses
Data para o fim do benefício
 
Maior ou igual a 80 kWh
 01/12/2010
 
Maior que 65 kWh
 01/08/2011
 
Maior que 40 kWh
 01/09/2011
 
Maior que 30 kWh
 01/10/2011
 
Menor ou igual a 30 kWh
 01/11/2011  

Fonte: Aneel

(Site do MDS)

Secretaria da Saúde realiza "Mutirão da Ortopedia"

Hospital Geral de Fortaleza.

Neste sábado, a partir das 7 horas, no Hospital Geral de Fortaleza, a Secretaria da Saúde do Estado realizará o “Mutirão da Ortopedia”. A ordem é reduzir o tempo na fila de espera dos que precisam de tratamento nessa área, principalmente pessoas com artroplastia primária. De 12 procedimentos realizados por semana, seis serão otimizados no multirão, estimam profissionais da Saúde.

Os pacientes operados receberão a prótese de cerâmica, que tem maior durabilidade, no que poderem ter uma recuperação rápida, com alta logo no domingo pela manhã, por conta da utilização da anestesia durante o pós-operatório na região específica.

Técnicos dizem que, com esse mutirão, os leitos do HGF serão liberados em menos tempo
se comparado aos procedimentos onde é usada a anestesia convencional. À frente dessa ação, estará o chefe do setor de ortopedia do hospital, Manuel Joaquim Diógenes, além dos médicos ortopedistas Tiago Moraes, Robson Alves, Samuel Magalhães e demais enfermeiros e auxiliares convocados.

Voo 447 – Relatório aponta erro do piloto

“O relatório divulgado nesta sexta-feira no site do BEA, órgão francês que investiga o acidente com o voo 447 da Air France, aponta uma sequência de erros do piloto. O voo fazia o trajeto Rio-Paris e caiu no Atlântico em 2009, matando 228 pessoas. Leia a íntegra do relatório aqui.

Dados da investigação já divulgados mostraram que a aeronave caiu também porque os três tubos pitot (sensores de velocidade) congelaram e pararam de operar. A velocidade é um dado essencial para recuperar a estabilidade da aeronave.

O relatório foi dividido em três fases: do início da gravação do CVR (Cockpit Voice Recorder) –que grava a conversa da cabine– até a desconexão do piloto automático; do piloto automático desativado até o disparo do alarme de estol (que indica a perda de sustentação aerodinâmica); e do alarme de estol até o fim do voo.

Na primeira fase, diz o órgão francês, o comandante de bordo Marc Dubois deixou a cabine “sem recomendações operacionais claras” e não havia repartição explícita das tarefas entre os dois copilotos, David Robert e Pierre-Cedric Bonin.

A gravação de voz mostra que os tripulantes identificaram ecos no radar meteorológico e previam que passariam por uma zona de turbulência, fazendo um desvio de 12 graus da rota. No relatório, o BEA não detalha quais atitudes foram tomadas por quais pilotos. “Em dois minutos devemos atacar uma área onde deve haver um pouco mais de turbulência que agora e devemos tomar cuidado”, disse o primeiro piloto.”

(Folha.com)

PGJ inscreve para concurso de promotor de justiça a partir de 2ª feira

“A Procuradoria Geral da Justiça do Estado inicia, a partir da próxima segunda-feira, inscrções para o concurso público destinado à contratação de 52 promotores de justiça de Entrância Inicial com salários de R$ 20.677,84. Para participar, os interessados deverão preencher o formulário de inscrição no site www.concursosfcc.com.br, até às 14 horas do dia 31 de agosto e efetuar o pagamento da taxa no valor de R$ 200,00.

Uma série de requisitos deverão ser atendidos pelos candidatos como: ser brasileiro ou português com residência permanente no país, ter concluído o curso de bacharelado em Direito, ter exercido atividade jurídica por no mínimo três anos, estar em dia com as obrigações eleitorais e militares, possuir idoneidade moral e não apresentar antecedentes criminais.

Os candidatos inscritos serão avaliados por meio de prova preambular com embasamento na legislação, em súmulas ou jurisprudência dominante dos Tribunais Superiores, Prova Escrita discursiva, Prova Oral e análise de títulos. Elas serão realizadas na cidade de Fortaleza.

Após a homologação do resultado final do Concurso pelo Conselho Superior do Ministério Público, a classificação final dos candidatos aprovados, com as respectivas notas obtidas, será publicada no Diário da Justiça e divulgada nos sites do Ministério Público do Estado do Ceará e da Fundação Carlos Chagas.”

(Com PGJ-CE)

Deputado federal mais faltoso é cantor de carimbó

“Deputado com mais ausências sem justificativa em toda a legislatura passada, Wladimir Costa (PMDB-PA) continua batendo recordes de sumiço do plenário. Deputado mais votado do Pará, radialista e cantor de carimbó, ritmo popular paraense, Wladimir é o primeiro da lista dos mais faltosos nas sessões deliberativas no primeiro semestre deste ano. Wlad, como é conhecido, esteve ausente a 40% das sessões (ele faltou a 22 das 55 sessões realizadas nos primeiros 241 dias deste ano), sendo que 17 ausências (30%) sequer foram justificadas.

No ranking dos mais faltosos, a deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF) está em segundo lugar. Jaqueline enfrenta processo de cassação no Conselho de Ética da Câmara. Em março deste ano, a filha do ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz foi flagrada em vídeo recebendo maços de dinheiro de Durval Barbosa, pivô da crise conhecida como mensalão de Brasília. O caso resultou na renúncia e prisão do ex-governador do DF José Roberto Arruda. Jaqueline faltou a 10 dias de sessão deliberativa sem justificar a ausência.

Levantamento exclusivo feito pelo Congresso em Foco mostra que 198 dos 572 deputados que exerceram mandato no primeiro semestre deste ano faltaram pelo menos uma vez sem dar qualquer explicação para os eleitores. Desses, 13 faltaram a mais de 10% das sessões deliberativas. Depois de Wladimir Costa e Jaqueline Roriz, que tiveram respectivamente 17 e 10 faltas injustificadas, estão os deputados Andre Dias (PSDB-PA), Guilherme Mussi (PV-SP) e Luiz Carlos (PSDB-AP), com oito faltas sem explicação cada um.

O PMDB e o PR são os partidos com mais representantes entre os 13 mais faltosos sem justificativa deste início da legislatura (2011-2014), ambos com três parlamentares. PT e PSDB têm dois deputados na lista, enquanto PMN, PSC e PV figuram na relação com um deputado cada. São Paulo é o estado com mais faltosos, com três representantes. Pará vem em segundo, com dois deputados no ranking. As bancadas do Acre, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso e Paraná contam com um deputado na lista, cada um.

Tarefas extras

A reportagem encaminhou e-mail e fez contato telefônico com todos os deputados reunidos nesta lista. Poucos parlamentares deram retorno. O deputado André Vargas registrou 10 ausências, das quais 4 com justificativa e 6 sem motivo alegado. Em e-mail encaminhado ao Congresso em Foco, sua assessoria lembrou que o percentual de frequência chega a quase 90%, contatadas as faltas justificadas.

Para o deputado, trata-se de “(…) um grande comparecimento para um deputado que integra comissões importantes como a Comissão Mista de Orçamento, que demanda muita dedicação, e a Comissão de Finanças e Tributação”. A assessoria lembra que Vargas foi relator de uma das mais importantes medidas provisórias votadas no período – a MP 460, que versa sobre o programa Minha Casa, Minha Vida 2. O fato de Vargas ser integrante da Executiva Nacional do PT, “que realiza frequentemente reuniões em Brasília”, também foi apontado como razão para as ausências em plenário.

A assessoria justifica que, em alguns casos, o deputado participou das sessões ordinárias, mas teve que se ausentar das sessões extraordinárias. Segundo a assessoria, em algumas ocasiões o deputado se ausentou para participar de audiências nos ministérios, com o objetivo de atender a prefeitos e conseguir verbas para os municípios de seu estado. Isso aconteceu em 24 de fevereiro, 1º e 2 de março e 8 de junho. Já em 17 e 18 de maio, ainda de acordo com a assessoria, as incumbências de líder do PT na Comissão Mista de Orçamento o impossibilitaram de comparecer às sessões deliberativas naquelas datas.”

(Congresso em Foco)

PAC tem 76% das obras em ritmo adequado, diz governo

“O primeiro balanço do Programa de Aceleração do Crescimento do período de 2011-2014 (PAC 2) mostra que 9% das ações previstas estavam concluídas até 30 de junho. Segundo os dados, 76% das obras estão sendo executadas em ritmo adequado, 12% necessitam de atenção e 3% estão com execução considerada preocupante. O balanço está sendo apresentado na manhã de hoje (29) pelo governo.

Com relação aos valores investidos, 89% das ações monitoradas apresentam ritmo adequado, 8% estão em estado de atenção, 2% têm execução preocupante e 1% das obras foi concluído.

Os investimentos do PAC 2 somam R$ 955 bilhões para o período entre 2011 e 2014. O programa reúne as principais ações do governo nas áreas de transporte, energia, mobilidade urbana e recursos hídricos.

Segundo o balanço apresentado pelo governo, a previsão é que até 2014 sejam investidos R$ 708 bilhões, o que representa 74% do total previsto. As demais obras, entre elas a Usina Hidrelétrica de Belo Monte, o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro e a Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, serão concluídas depois de 2014, e têm uma previsão de execução de R$ 247 bilhões até lá.

Os empreendimentos que já foram concluídos entre janeiro e junho de 2011 somam R$ 45,7 bilhões. Entre eles estão os programas Cidade Melhor, que teve R$ 26,5 milhões para saneamento e prevenção em áreas de risco, e o Minha Casa, Minha Vida, que recebeu R$ 38 milhões. A área de transportes teve R$ 6,1 milhões executados em portos e aeroportos. O setor de energia executou R$ 7,7 bilhões em geração, transmissão e empreendimentos de refino e produção de óleo e gás.”

(Agência Brasil)

POR AQUI, em matéria de PAC, á avanços no campo do projeto Rio Maranguapinho e em obras do Dnocs. Mas a grande maioria está em ritmo mesmo é de tartaruga.

Governo e companhias aéreas farão blitz em bagagem de mão

Aeroporto Internacional Pinto Martins.

“O governo federal e as companhias aéreas planejam barrar passageiros que tentem embarcar com bagagem de mão acima dos limites permitidos nos aviões. A informação é da reportagem de Ricardo Gallo publicada na edição desta sexta-feira da Folha.

A ideia do governo é instalar gabaritos de metal na área de inspeção por raio X nos aeroportos, para medir a bagagem. Se ela couber no suporte, passa; caso contrário, terá que ser despachada –o que obrigará o passageiro a ir até o balcão da empresa aérea e correr risco de perder o voo.

De acordo com o texto, a medida deve ser implantada nos voos nacionais a partir da alta temporada, no fim do ano. Nos voos internacionais ainda não está definido. A articulação se dá entre Infraero (estatal dos aeroportos) e sindicato das aéreas.”

(Folha.com)

Empresa resolve problema de caminhão tranca-rua denunciado no Blog

191 4

Este Blog recebeu esclarecimentos da empresa Braslimp sobre o porquê de um dos seus caminhões fechar diariamente a rua Joaquim Nabuco (Bairro Aldeota), o que virou motivo de protesto por parte de moradores da área. Confira:

Prezado Eliomar de Lima,

Cumprimentamos você pelo seu “Blog do Eliomar”, espaço há muito prestigiado pelos fortalezenses.

Sobre o post “Caminhão tranca-rua na área da Beira Mar”, publicado no Blog, a Braslimp Transportes Especializados Ltda. comunica que já resolveu o problema detectado pelo leitor.

Entramos em contato com a construtora responsável pela obra na rua Joaquim Nabuco e acordamos uma nova logística. A construtora providenciará uma entrada para que o caminhão recolha o entulho dentro do próprio terreno. Até a abertura ser feita, o que deve estar pronto na próxima semana, o caminhão estará no local em horário mais cedo, a fim de minimizar eventuais prejuízos ao trânsito local.  

Até então, a Braslimp não havia recebido nenhuma reclamação sobre o recolhimento dos resíduos dessa obra, mas, assim que vimos a queixa publicada no Blog, tomamos todas as medidas necessárias à solução do caso. A Braslimp aproveita o ensejo para reafirmar seu compromisso com a qualidade dos serviços prestados à sociedade cearense durante 24 anos, primando sempre pela satisfação do cliente e responsabilidade social.

Atenciosamente,

Braslimp Transportes Especializados
Francisco Guilherme de Aguiar
Sócio-Diretor.

Defensores públicos ameaçam greve

65 1
Os defensores públicos do Ceará realizam assembleia geral nesta sexta-feira, a partir das 16 horas, no Complexo São Mateus (Bairro Aldeota). A categoria vai decidir se fará paralisação de 24 horas ou greve mesmo.

A luta é por melhores condições salariais e, principalmente, pela convocação de concursados e realização de novos concursos.

A Associação dos Defensores Públicos do Ceará (ADPEC) articula a luta, alegando que conta com cerca de 200 defensores para atender a todo o Estado, o que considera absurdo. A Defensoria Pública Geral do Estado também vem perdendo vários desses profissionais que passam em concursos com melhor remuneração.

Escândalo dos banheiros envolve quase R$ 3 milhões

“Em Ipu, região Norte do Estado, a polêmica envolvendo convênio para construção de kits sanitários assume proporções ainda maiores do que as que vinham sendo noticiadas nas últimas semanas pelo O POVO. É de mais de R$ 3 milhões o convênio entre a Secretaria das Cidades e a Prefeitura, em 2009, dos quais já foram repassados R$ 2,9 milhões.

Para realizar o serviço, a Prefeitura de Ipu realizou licitação, na qual saiu vencedora a empresa Construcon Comércio e Construção Ltda, contrato que é questionado pelo Ministério Público.

O ex-promotor de Ipu, Kennedy Carvalho, denuncia que a empresa é fantasma e a licitação foi direcionada. Segundo ele, a construtora teria sido constituída poucos dias antes da licitação, não tem sede, os sócios são semianalfabetos e nem sequer se conhecem. Além disso, a empresa teria declarado ter R$ 340 mil reais como capital sólido, quando possuía apenas R$ 20 mil. “A empresa majorou seu capital para participar do certame”, aponta.

A liberação dos recursos para a construção 2.108 banheiros ocorreu em 2009 e, conforme o promotor, deu-se em tempo recorde. Ontem – mais de dois anos depois –, a realidade constatada pelo O POVO aponta que a verba ainda não foi aplicada por completo nos kits sanitários.

Na casa de alguns, banheiros erguidos e cidadãos satisfeitos. Outros, porém, revoltam-se por terem recebido apenas parcialmente o material necessário. Aos 72 anos de idade, rodeada de filhas e netas, Maria Rosa Soares recebeu tijolos e cimento da Prefeitura e chegou a pagar R$ 100 a um pedreiro para começar a erguer o banheiro. Isso no ano passado, antes das eleições. Mais de um ano depois, a humilde obra em seu quintal está parada porque o resto do material não chegou.

Para o prefeito Sávio Pontes (PMDB), isso é normal, já que os dois convênios só encerram em novembro. “É possível que esteja faltando detalhes em alguns kits, mas nós ainda temos quatro meses pela frente”, disse. Ele chegou a informar que todos os kits sanitários previstos já foram entregues, o que torna sem explicação o caso da dona de casa Gleiciane Soares, 20 anos, que diz ter sido cadastrada para ser beneficiada com o projeto mas até agora não recebeu nada do material.

Gleiciane e Maria são da localidade Olho D’água dos Fagundes. Distante dali, no Bairro dos Pereiras, o agricultor Marcos Antônio Ferreira do Nascimento, 37, também vive sem banheiro. Em seu quintal, as paredes levantadas por ele mesmo, com tijolos e cimentos enviados pela Prefeitura, servem de depósito para o sanitário, recebido, mas nunca usado por falta de outros materiais. “Não recebemos as manilhas, nem a caixa d’água”.

Segundo Sávio Pontes, nas localidades de Extensão, Pedrinhas e Mina seria possível constatar que os banheiros estão sendo construídos. A reportagem visitou ontem a primeira comunidade indicada pelo prefeito e encontrou banheiros já erguidos. A aposentada Cícera Farias de Sousa, por exemplo, relatou ter recebido o kit sanitário já este ano. Segundo ela, o kit foi entregue completo e não foi preciso comprar outros itens.

No total, os dois convênios, firmados em janeiro de 2009, somam R$ 3,1 milhões. Em maio do mesmo ano, quase a totalidade desse dinheiro – 2,9 milhões – já estava na conta da Prefeitura. Segundo o prefeito, chuva deste ano atrapalhou os trabalhos. Além disso, segundo Sávio, tinha gente que recebia o kit e vendia.

CONVÊNIOS MILIONÁRIOS

A Secretaria das Cidades assinou dois convênios milionários com a Prefeitura de Ipu no dia 15 de janeiro de 2009 para a construção de kits sanitários. Juntos, eles somam R$ 3,162 milhões. Um deles, no valor de R$ 1,5 milhão, dos quais R$ 1,41 milhão já foram pagos até maio de 2009, em duas parcelas. O montante custearia a construção de mil banheiros. O convênio consta como adimplente no Portal da Transparência do Governo do Estado e tem como prazo novembro de 2011, depois de três prorrogações.

Outro convênio, assinado no mesmo dia, prevê a construção de 1.108 kits sanitários. O valor total chega a R$ 1,662 milhão, dos quais a Secretaria das Cidades já repassou R$ 1.562.280, pago em duas parcelas. O prazo já foi prorrogado quatro vezes. Agora, se encerra no dia 15 de novembro de 2011, mesmo prazo do outro contrato. As informações também são do Portal da Transparência.

De acordo com o promotor Kennedy Carvalho, que participou das investigações, o caso de Ipu é complexo, pois envolve R$ 3 milhões, empresa fantasma e licitação fraudulenta. “A licitação foi direcionada para uma empresa. Existem vários indícios. A empresa foi constituída poucos dias antes de haver a licitação, de forma atípica. Não tem nem sede. Os sócios são semianalfabetos e nem se conhecem”, disse o promotor, reforçando que o TCM atuou no caso.”

O POVO)

Professores do Estado ameaçam greve geral

42 2

O Sindicato Apeoc não entrou num acordo, nessa noite de quinta-feira, no Palácio da Abolição, com o governador Cid Gomes (PSB), no que diz respeito às reivindicações salariaias. Por conta disso, a categoria marcou para segunda-feira, a partri das 15 horas, no Ginásio Paulo Sarasate, uma assembleia geral.

O encontro reunirá os professores da rede estadual de ensino da Capital e do Interior sob a expectativa de uma greve geral, adiantam dirigentes do Sindicato Apeoc.

Clique e Veja tabela: Proposta do Governo. 

TCU identifica conluios em licitações

‘Em matéria de negócios públicos, não são só os parlamentares que dão o mau exemplo e burlam a Constituição. A superauditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em 142.524 contratos do governo federal assinados entre 2006 e 2010 mostra que as licitações viraram um jogo de cartas marcadas.

A ponto de o TCU ter achado casos em que o governo contratou empresas que têm como sócios os servidores públicos do órgão que fez a licitação.

Mais que isso: em meio a licitações de obras e serviços no valor de R$ 104 bilhões, o tribunal encontrou funcionários públicos que além de serem sócios de empresas que fizeram negócios com a União participaram da comissão de licitação que fez a contratação da própria empresa.

Diante desse descalabro, a auditoria do TCU concluiu que “as irregularidades estão disseminadas entre todos os gestores”. A auditoria foi feita entre abril e setembro do ano passado no Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais (Siasg) e no Comprasnet, principais instrumentos de gerenciamento de todas as licitações e compras do governo federal.

O relatório do TCU menciona, por exemplo, uma licitação ocorrida no 59.º Batalhão de Infantaria Motorizado do Comando do Exército, localizado em Maceió. Dos sete participantes, três possuíam sócio em comum. O administrador de uma das empresas era sócio administrador de outras duas.”

(Estadão)

Dilma visita o Ceará só no dia 11 de agosto

“Mudança na data da festa de inauguração do novo terminal multiuso do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (São Gonçalo do Amarante). A presidente Dilma Rousseff pediu para que o evento, marcado para 4 de agosto, fosse transferido para o próximo dia 11, em razão de problemas na agenda, no que foi atendida.

Ela quer vir com uma comissão de ministros e com o presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, para conferir também o início da terraplenagem da futura siderúrgica.

Já a presença de Dilma na inauguração da usina de energia solar instalada pelo Grupo MPX, de Eike Batista, na cidade de Tauá (Região dos Inhamuns), ainda é dúvida.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Construtora dos banheiros pertence a taxista

68 2

A Construtora Dourado Ltda, contratada pela presidente da Associação Cultural de Pindoretama, Renata Pinheiro Guerra, para construção de 200 kits sanitários naquela cidade, tem indícios de ser uma empresa de fachada. A empresa utiliza no contrato um endereço em Fortaleza, no bairro Monte Castelo, onde não há nada em funcionamento. Os dois proprietários são, na verdade, o taxista Joscélio Oliveira Dourado e a dona de casa Fátima Rejane de Queiroz Dourado. Hoje pela manhã, eles irão depor na Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), do Ministério Público Estadual.

Ontem pela manhã, O POVO visitou os locais citados em recibos apresentados por Renata relacionados ao convênio da Associação com a Secretaria das Cidades, que deram início ao escândalo dos banheiros. A reportagem confirmou com vizinhos e com o administrador do edifício comercial que, desde 2004, a construtora não funciona mais no endereço registrado na Junta Comercial do Estado. Consta na documentação da Construtora Dourado que ela funcionaria na avenida Sargento Hermínio, nº 2.148, sala 202. Lá, o que se pode ver é uma sala totalmente vazia, de aproximadamente 25 metros quadrados.

“Estou aqui há seis meses e nunca vi nada funcionando aí”, diz uma funcionária de um escritório de representação na sala ao lado. Uma zeladora, que trabalha no prédio há um ano e dois meses também diz nunca ter visto atividade de uma construtora na sala 202. “Eles saíram daqui em agosto de 2004”, afirmou o responsável pela administração do prédio.

Também não há construtora no endereço dado como residencial pelo casal, no bairro Vila União. No imóvel mora uma família, que está lá há quatro anos. Vizinhos da casa apontada, que vivem ali há mais de 10 anos, nunca ouviram falar nos donos da construtora.

O POVO localizou Fátima Rejane em um terceiro endereço, no bairro Carlito Pamplona. Na rua Cruzeiro do Sul, em uma casa modesta, a sócia-proprietária da Construtora Dourado chegou a atender os repórteres, mas repetiu duas vezes que não tinha “nada a declarar” sobre a empresa. Um vizinho, que estava no momento, se admirou ao ouvir as perguntas, sobre a possibilidade de ela ser dona da empresa. “Construtora?!”, surpreendeu-se.

O sócio majoritário, Joscélio Dourado, não foi localizado em nenhum dos endereços. Seu nome consta na lista de condutores auxiliares do serviço de táxi (rendeiro) da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), cadastrado desde 21 de junho de 2006.

O POVO apurou que apenas duas notas fiscais de serviço foram utilizadas pela construtora. Seriam datadas apenas do ano de 2006. Foi a documentação que Renata Pinheiro Guerra apresentou como prova da execução da obra dos banheiros.

Como?

ENTENDA A NOTÍCIA

O POVO conferiu três endereços, onde seria possível encontrar os proprietários e a sede da Construtora Dourado Ltda. Em nenhum havia indicação de funcionamento da empresa que teria feito os banheiros em Pindoretama.

SAIBA MAIS

No 14 de junho último, O POVO publica que Associação Cultural de Pindoretama recebeu R$ 400 mil da Secretaria das Cidades para a Construção de 200 kits sanitários. Mas terminado o prazo de construção, não se sabe onde estão as obras.

O jornal revelou, com exclusividade, que Renata Pinheiro Guerra, presidente da Associação, trabalhava no cerimonial do Tribunal de Contas do Estado e, em 2010, fez doações acima do permitido para a campanha do deputado Téo Menezes (PSDB).

Em depoimento ao Ministério Público, Renata Guerra admitiu não ter feito os banheiros. Ela alegou não ter conseguido mobilizar mão de obra e disse que as chuvas atrapalharam os trabalhos.

(O POVO)

Escritos tomam muros e monumentos da Capital

Basta um passeio rápido pelas ruas de Fortaleza para que a falta de cuidado seja revelada. Nem é preciso escolher muito, em praticamente todos os bairros da Capital há sinais da atuação. Eles não têm restrição: locais como postes, muros, monumentos, prédios públicos ou privados. Nada escapa da mira dos pichadores.

Ainda assim, a Guarda Municipal realizou, em 2011, uma prisão e 15 apreensões de pessoas em flagrante, envolvidas com a pichação.

Apesar de reduzido, o número de detidos é o maior dos últimos três anos, segundo o comandante do Pelotão de Guarda Comunitária Municipal, Paulo Martins. “Em 2009, foram sete casos e, em 2010, foram 14”, pontua.

Gastos das famílias

E nem adianta comprar tinta fresca para tentar reparar o estrago. À aposentada Francisco Isolda Costa, 69, não resta mais esperanças de ver seu muro e portão limpos. “(A limpeza) não dura nem dois dias”, faz a previsão. A casa dela, próximo ao Ginásio Paulo Sarasate, no Centro, já teve dezenas de traços feitos por pichadores. “A gente se revolta, mas não há o que fazer”.

Quanto mais difícil for o local para o rabisco, mais os pichadores se estimulam. Na rua da auxiliar administrativa Cherlene Araújo, 22, próxima à avenida Soriano Albuquerque, é difícil achar casa que não tenha sido vítima das ações. “Lá em casa mesmo, acabou de receber os riscos. Eu acho que são pessoas sem consciência. As pichações deixam feia a rua, e como consequência, a cidade também se enfeia”, desabafa.

Na rua Visconde do Rio Branco, no Joaquim Távora, moradores reclamam do dinheiro gasto com banho de tinta. “E não adianta é nada, porque já, já, eles sujam de novo”, conclui André Alves, 28, empresário. “Dá vontade de pegar um ‘cabra’ desses e sujar todo de tinta”, emenda.

Nem estádios públicos de futebol e monumentos históricos escapam da mira dos sprays dos pichadores. Alvos recentes, estádio Presidente Vargas, no bairro Benfica, e a torre de Cristo Rei, localizada na praça Cristo Redentor, na Praia de Iracema, no entanto, são apontados por Martins como “exceções”. “Normalmente eles picham em áreas privadas, onde não tem atuação da guarda municipal para proteger o espaço”, afirma.

ENTENDA A NOTÍCIA

A pichação feita no estádio Presidente Vargas, menos de três meses após sua abertura, e o estrago feito ao monumento Cristo Rei, na Praia de Iracema, chamam a atenção para a falta de cuidado com o patrimônio.

SAIBA MAIS

A Lei Nº 9.605/ 1998 Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências.

Dos crimes contra o ordenamento urbano e o patrimônio cultural.

Art 65: Pichar, grafitar ou por outro meio conspurcar edificação ou monumento urbano:

Pena: detenção de três meses a um ano, e multa.

Parágrafo único. Se o ato for realizado em monumento ou coisa tombada em virtude do seu valor artístico, arqueológico ou histórico, a pena é de seis meses a um ano de detenção, e multa.

(O POVO)

Eleições 2012 – Fortaleza e um cenário de 2ª turno

345 6

O deputado federal Danilo Forte voltou a defender que seu partido, o PMDB, apresente nome para a disputa pela Prefeitura de Fortaleza em 2012. Segundo o parlamentar, uma legenda com a história de quem comandou administrações como a do prefeito falecido Juraci Magalhães não pode ficar como coadjuvante.

Danilo é a favor que o PMDB indique nomes e que esses nomes sejam debatidos com demais partidos da base aliada. Ele, particularmente, se coloca como uma das opções, lembrando que o pleito na Capital dificilmente será resolvido logo num primeiro turno.

Há uma projeção de que disputem a Prefeitura pelo menos nove partidos. O PT, por exemplo, divulgou 13 pré-candidatos, enquanto o PCdoB apresentou quatro nomes. O PSB do governador Cid Gomes anda dividido. Cid é a favor do petista Camilo Santana, seu secretário das Cidades, mas o diretório municipal comandado pelo ex-deputado federal Sérgio Novais lançou a irmã dele, a deputada estadual Eliane Novais como pré-candidata.

Entre os partidos pequenos, o PSC anunciou que disputará com o Pastor Neto Nunes. O PTdoB apostará no nome do deputado estadual Paulo Facó, enquanto o PSOL está com três opções para o embate: o vereador João Alfredo, a suplente de vereador Toinha Rocha e o ex-presidente regional da legenda, Renato Roseno.