Blog do Eliomar

Últimos posts

Prédio da ACI é arrombado

O prédio da Associação Cearense de Impensa (ACI) , situado na rua Floriano Peixoto (Centro), a poucos metros da Superintendencia da Poia Civil amanheceu, no fim de semana, arromado. 

O cadeado , com correntes de ferro, foi arrombado e o alvo foi um depósito com produtos,  que fica no segundo andar, do prédio da ACI. O depósito é alugado por um grupo de chineses.

A Polícia esteve no local e a presidnte da ACI, jornalista Ivopente Maia, já registrou um boletim d eocorrência na Delegacia de Roubos e Furtos.

VAMOS NÓS – O material – brinquedos, eletroeletrõnicso, ec, furtado tinha nota fiscal?

MP que corrige tabela do IR pode ser votada nesta semana

“O plenário da Câmara dos Deputados pode votar nesta semana a medida provisória 528/11, que corrige em 4,5% a tabela do Imposto de Renda da Física (IR) até 2014. A medida, vinculada à votação do projeto do novo salário mínimo de R$ 545, aprovado no final de fevereiro, deve ter o relatório final entregue aos líderes partidários na tarde desta segunda-feira (4). A MP é uma das seis que trancam a pauta da Casa.

A proposta do governo corrige em 4,5% o valor da isenção para as pessoas que não precisam declarar o imposto. Neste ano, ficaram livres do imposto contribuintes que receberam até R$ 1.499,15 mensais. Com o reajuste proposto pelo governo por meio da medida, o valor será reajustado para R$ 1.566,61 mensais a partir da declaração do próximo ano. Pela medida, o valor será reajustado em 4,5%, todo os anos, até 2014.

Prevista para ser votada na última semana, a medida foi retirada da pauta porque o relatório do deputado Maurício Trindade (PR-BA) ainda não estava finalizado. Nesta sexta-feira (1º), uma equipe técnica finalizou os últimos retoques no relatório.”

(Com Agências)

Governistas já esperam queda de ministro dos Transportes

96 1

“O afastamento da cúpula do Ministério dos Transportes por causa de um suposto esquema de corrupção pela presidente Dilma Rousseff no final de semana deixou o ministro Alfredo Nascimento em posição insustentável no comando da pasta,de acordo com a avaliação de aliados do Governo, segundo o portal Estadão.com.br.  A queda do ministro é esperada em breve pelos governistas e a oposição já avalia apresentar um pedido de criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o caso.

A rapidez com que Dilma atuou no episódio levantou ressentimentos na base.  Eles sustentam que a presidente humilhou o PR, que comanda o Ministério dos Transportes, e fragilizou a confiança com a base pela forma com que agiu.

Nos bastidores, as desconfianças com a presidente vão além. Setores da base afirmam não ter dúvidas de que as informações sobre o suposto esquema foram repassadas à revista Veja, por integrantes do próprio governo.

Segundo a Veja, o suposto esquema é  baseado na cobrança de propinas de 4% das empreiteiras e de 5% das empresas de consultoria que elaboram os projetos de obras em rodovias e ferrovias.

Após a revelação, foram afastados pelo governo o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antônio Pagot, o presidente da Valec Engenharia, José Francisco das Neves, o chefe de gabinete do ministério, Mauro Barbosa Silva, e o assessor Luís Tito Bonvini. ” 

(Estadão)

Petista José Guimarães assume liderança do Governo

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=jVBU1K_n_Lk[/youtube]

Nesta semana em que o líder do Goerno na Câmara, Cândido Vacarezza, empreende viagem ao Exterior, quem está respondendo pela liderança é o deputado federal cearense José Nobre Guimarães. Nessa condição, ele conversou com o Blog e comenta atividades e também mais um escândalo na Era Dilma, no caso as denúncias de propina no âmbito do Ministério dos Transportes.

Quem cometer crime leve só será preso em último caso

96 3

“Vem aí uma grande mudança no sistema penal e carcerário brasileiro. Nesta segunda-feira (4), entra em vigor a Lei n. 12.403/2011, que altera 32 artigos do Código de Processo Penal, de 1941. Com a nova lei, pessoas que cometeram crimes leves – punidos com menos de quatro anos de prisão – e que nunca foram condenadas por outro delito só serão presas em último caso.

A legislação brasileira considera leves crimes como furto simples, porte ilegal de armas, homicídio culposo no trânsito – quando não há intenção de matar -, formação de quadrilha, apropriação indevida, dano a bem público, contrabando, cárcere privado, coação de testemunha durante o andamento do processo, falso testemunho, entre outros.

Hoje, só há duas possibilidades para as pessoas que cometem esses crimes: a prisão, se o juiz entender que elas podem oferecer riscos à sociedade ao longo do andamento do processo, ou a liberdade. Com a nova regra, haverá um leque de opções intermediárias, que poderão ser aplicadas e a prisão só poderá ser decretada em último caso – quando a pessoa já tiver sido condenada, em casos de violência doméstica, ou quando houver dúvida sobre a identidade do acusado.

Nove medidas poderão substituir a prisão antes do julgamento definitivo do acusado. As principais são: pagamento de fiança de um a 200 salários mínimos (que poderá ser estipulada pelo delegado de polícia, e não apenas pelo juiz), monitoramento eletrônico, recolhimento domiciliar no período noturno, proibição de viajar, frequentar alguns lugares e de ter contato com determinadas pessoas e suspensão do exercício de função pública ou de atividade econômica.

A nova lei permite também que as medidas alternativas sejam suspensas – e a prisão decretada – se houver descumprimento da pena.

A lei determina ainda que se a somatória das penas ultrapassar quatro anos, cabe a prisão preventiva.

Outra mudança importante no caso de prisão preventiva é a obrigação de separar as pessoas presas provisoriamente daquelas que já foram condenadas.”

(Agência Brasil)

Polícia Civil diz que garante segurança de Moraisinho

“O delegado geral da Polícia Civil do Ceará, Luiz Carlos Dantas, garante que o empresário Raimundo Morais Filho, o Moraisinho, será beneficiado com esquema especial de segurança em relação a sua vida e integridade física. Preso há mais de 45 dias em Fortaleza, Moraisinho disse, com exclusividade ao O POVO, em matéria publicada na edição de sábado, que recebeu ameaças de morte e teme por sua vida.

Como medida de segurança, a Polícia já tem mantido em sigilo o local onde Moraisinho está preso. Ele é acusado de envolvimento em esquema de corrupção que atuava em vários municípios do Ceará.

Luiz Carlos Dantas, porém, destacou que o papel da Polícia Civil, neste caso, é apenas de manter o empresário preso e que os demais procedimentos em relação ao caso caberão à Procuradoria Geral de Justiça e ao Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE).

Além de dizer que teme por sua vida, Moraisinho alegou que não é o único envolvido em esquema de corrupção, chegando a dizer que, assim como ele, existem “mil Moraisinhos” no Ceará. Ele ainda afirmou que não concorda com a forma como seu nome tem sido relacionado aos casos de fraudes em licitações e alegou ser dono de apenas uma das empresas “laranjas” investigadas pelo Ministério Público Estadual (MPE): a Falcon Construtora e Serviços.

Silêncio

Após a publicação expor o receio de Raimundo Morais Filho, diversos setores envolvidos com o assunto preferiram não se manifestar sobre as declarações do empresário. À frente das investigações sobre os casos de corrupção nas prefeituras do Ceará, o Ministério Público não se pronunciou. A procuradora geral de Justiça, Socorro França, disse que considera “mais prudente” falar sobre a matéria somente hoje. Assim como ela, o promotor de Justiça Luiz Alcântara, assessor da Procuradoria dos Crimes Contra a Administração Pública (Procap), também não quis aprofundar comentários.
Durante a conversa com O POVO, na última quinta-feira, Moraisinho se mostrou receoso ao falar em muitos momentos. Em uma de suas falas, disse que não existem prefeitos burros no Ceará, sugerindo a existência de muitos casos de corrupção.

Já o advogado Hélio Leitão, que defende o prefeito Antônio Teixeira, de Senador Pompeu, supostamente envolvido com o esquema que contaria com a participação de Moraisinho, afirmou que não iria se pronunciar. Além de Senador Pompeu, onde foram pedidas prisões de 31 pessoas, o município de Nova Russas também teve o prefeito preso sob a acusação de ligação com Moraisinho. ”

(O POVO)

Maquiagem infla gastos com saúde em R$ 12 bilhões

61 1

“Estados maquiaram seus investimentos em saúde pública nos últimos anos declarando quase R$ 12 bilhões gastos com reformas de presídios, aposentadorias de funcionários públicos e outras atividades como se tivessem sido aplicados no setor.

A emenda constitucional 29, aprovada pelo Congresso no ano 2000, determina que os Estados invistam no sistema público de saúde no mínimo 12% de suas receitas, mas a maioria não cumpre a legislação e tem inflado as prestações de contas entregues ao governo federal.

Despesas com ensino superior, obras de saneamento básico e financiamento habitacional também foram apresentadas como investimentos em saúde, de acordo com o Ministério da Saúde.

Os 27 Estados declararam gastos de R$ 115 bilhões com saúde de 2004 a 2008. Depois de examinar suas prestações de contas, o ministério concluiu que R$ 11,6 bilhões se referiam a despesas com outras áreas, que não poderiam ser usadas para cumprir a lei.

Esse dinheiro corresponde a 10% dos gastos informados pelos Estados nesses cinco anos e seria suficiente para manter por um ano 13 ambulâncias do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em cada um dos 5,5 mil municípios do país.”

(Folha)

Criança morre após cair em buraco de obra da Prefeitura

204 6

“Uma criança de oito anos chamada Yuri Melo de Sousa morreu após cair em um buraco das obras de drenagem realizadas no Parque Santana III, no Mondubim, por volta das 20h horas do último sábado, 3.

Yuri havia saído para ir a uma mercearia do quarteirão ao lado de sua casa, mas, no caminho, encontrou um vizinho. Na bicicleta desse amigo, ele seguiu na direção oposta a da mercearia. Após tentar cruzar uma fenda no chão cujos lados estavam ligados por uma tábua, caiu no buraco que se encontrava cheio de garras de ferro. Teve o corpo perfurado e morreu.

Testemunhas disseram ao O POVO que Yuri foi retirado das ferragens por um rapaz que estava na calçada no momento do acidente. “Ele pensou que o menino tinha só se arranhado e colocou no chão. O Yuri correu na direção de casa, mas desmaiou”, relatou uma moradora.

Foi quando Antônio Matias, pai do garoto, recebeu a notícia do filho caído. “Me disseram que ele tinha desmaiado. Mas, quando peguei no braço, meu filho já estava era morto. Um ferro entrou mesmo no peito, no coração”, lembra.

Em nota, a Secretaria Executiva Regional (SER) disse que “lamenta profundamente o fato” e garantiu a existência de sinalização na obra, tanto vertical quanto de isolamento e placa de advertência a um quarteirão do canteiro, “no intuito de chamar a atenção das pessoas que circulam pela área”.

O texto diz ainda que a obra “está sendo realizada há aproximadamente três meses, mas por conta das chuvas, teve o prazo adiado por mais 60 dias”. Para hoje, a Regional prometeu o envio de uma equipe ao local e intensificar, “se necessário, as medidas de isolamento da área”.

(O POVO)

Marcha paar Jesus marca o Dia do Evangélico em Sobral

257 1

“Diga não ao crack e Marche para Jesus”. Este foi o tema abordado na mobilização cristã que ocorreu no último domingo à tarde, em Sobral, marcando o Dia do Evangélic. Cerca de mil pessoas acompanharam um trio elétrico puxado pelas cantoras Marcélia Bessa e Juliana Frantchesca. Pastores de diversas denominações, jovens e famílias inteiras participaram.

A caminhada saiu às 17 horas do Boulevard do Arco e, durante o percurso, muito louvor e palavras direcionadas aos dependentes químicos e famílias.  Ainda durante a marcha, dezenas de faixas foram levantadas pedindo o investimento do Governo do Estado na apresentação de bandas de músicas cristãs em local público nos meses de férias. Também faixas om frases contra o crack.

Para o organizador da Marcha para Jesus em Sobral, Wellington Macedo, os cristãos da cidade “resolveram unir forças contra as drogas e mostrar que Jesus é a única solução comprovada por especialistas e que, de maneira eficaz, vem libertando milhares de pessoas da dependência química.”

(Foto – Divulgação)

Gilberto Gil é atração em Sobral

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=PSNlwlfw6DY[/youtube]

Eis o cantor Gilberto Gil, que será atração nesta segunda-feira em Sobral, que comemora 238 anos de emancipação política. Aqui, o Governo do Estado uniu o útil ao agradável: um show de Gil festejando a cidade do governador Cid Gomes e, ao mesmo tempo, dentro do programa “Férias no Ceará”.

Denúncia contra ministro, RDC e correção da tabela do IR esquentam pauta antes do recesso parlamentar

“A penúltima semana antes do recesso parlamentar de meio de ano, o Congresso deve se dividir entre a análise de medidas provisórias e pedidos de investigação sobre denúncias contra integrantes do PR e do Ministério dos Transportes. Os parlamentares também terão de correr para acelerar a votação do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que aguarda votação na Comissão Mista de Orçamento. Sem a análise da LDO, deputados e senadores não poderão entrar de recesso no dia 15.

Entre as medidas provisórias, pelo menos duas causam grande polêmica: a MP 528/11, que corrige a tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física, e a MP 527/11, que estabelece novas regras para licitações de obras da Copa do Mundo e das Olimpíadas. A MP 528 é o segundo item da pauta da Câmara. A MP 527 foi aprovada semana passada pelos deputados e precisa ser votada até o dia 15 pelos senadores, sob risco de perder sua validade.

A publicação de uma reportagem pela revista Veja que associa o PR a um esquema de cobrança de propina e superfaturamento no Ministério dos Transportes deve acalentar novo embate entre governo e oposição.

Integrantes da oposição cogitam pedir uma CPI para investigar as denúncias que resultaram no afastamento de quatro membros da cúpula do ministério e prometem fechar o cerco sobre o ministro Alfredo Nascimento.

Ministro pressionado

O líder dos tucanos no Senado, Alvaro Dias (PSDB-PR), já anunciou que vai apresentar um requerimento convocando o ministro a prestar esclarecimentos na Comissão de Infraestrutura. O paranaense também quer ouvir o diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luis Antonio Pagot, um dos diretores afastados. Eles são suspeitos de cobrar propina de 4% para facilitar licitações e promover aditivos e superfaturamento de preços, segundo a revista Veja.

Apesar de ser apontado pela reportagem como um dos coordenadores do esquema, Nascimento não foi afastado. Em nota, negou ter envolvimento com o caso e prometeu apuração rigorosa. “O governo como sempre foi conivente. Não deu importância às denúncias, que não são novas. Transformaram o Brasil nos últimos anos no paraíso do superfaturamento”, disse Alvaro Dias.

Emenda 29 e Simples

Na Câmara, o primeiro item da pauta é o Projeto de Lei 1209/11, que cria o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que tramita em regime de urgência. Os líderes ainda vão se reunir para discutir que projetos devem ser votados antes do recesso parlamentar. Os mais cotados para serem submetidos ao voto hoje são o que regulamenta a Emenda Constitucional 29  (Projeto de Lei Complementar 306/08) e o que amplia o teto do Supersimples (Projeto de Lei Complementar 591/10).

A chamada Emenda 29 estipula que a União, os estados e os municípios devem aplicar percentuais mínimos de recursos dos impostos na área de saúde. A conclusão da votação dessa proposta depende da análise de um destaque  da oposição ao projeto. Esse destaque exclui a cobrança da Contribuição Social para a Saúde (CSS), tributo a ser criado para substituir a extinta CPMF, também conhecida como “imposto do cheque”.

A Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa promete aumentar a pressão sobre os líderes para incluir a proposta que aumenta as faixas de faturamento que permitem aos donos de negócios optarem pelo sistema simplificado de pagamento de tributos, o Simples, também conhecido como Supersimples. A proposta admite, ainda, outros beneficiários e cria um parcelamento automático das dívidas desses empresários.
Hoje, 4,7 milhões de empresas estão no Simples, que unifica oito impostos federais, estaduais e municipais e cobra apenas de 4% a 17,42% do faturamento do negócio. Para optar pelo sistema, as vendas não podem passar de R$ 2,4 milhões por ano, mas o projeto eleva esse valor em 50%, que passaria para R$ 3,6 milhões.
Mordida do Leão

Governo e oposição ainda buscam entendimento para votar a correção da tabela do IR. A MP 528 corrige a tabela em 4,5%, mesmo percentual utilizado pelo Executivo desde 2006, mas a oposição insiste na elevação desse índice para 5,9%. Pela proposta do governo, a faixa de renda isenta passa de R$ 1.499,15 para R$ 1.566,61 em 2011. Para a oposição, o aumento deve levar em conta a reposição da inflação do período, e não apenas a meta inflacionária buscada pelo governo.

Veja as outras MPs que trancam a pauta (isto é, têm prioridade nas sessões ordinárias) na Câmara:

– 529/11: reduz de 11% para 5% a alíquota de contribuição do microempreendedor individual para a Previdência Social;
– 530/11: institui o plano especial de recuperação da estrutura física de escolas públicas afetadas por desastres naturais nos estados e no Distrito Federal;
– 531/11: concede crédito extraordinário de R$ 74 milhões para a recuperação da rede física das escolas públicas, como previsto na MP 530/11;
– 532/11: submete o setor produtivo do etanol ao controle da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP);
– 533/11: autoriza a União a repassar recursos aos municípios e ao Distrito Federal para manter escolas públicas de educação infantil ainda não computadas no censo escolar. (Fonte: Agência Câmara)

Licitações para Copa

Governo e oposição devem intensificar no Senado as discussões sobre a MP 527/11. Mesmo com o recuo governista em alguns pontos, a proposta ainda enfrenta muita resistência. Aprovado na Câmara, o chamado Regime Diferenciado de Contratação (RDC) dá às construtoras toda a responsabilidade para entregar o projeto básico e a obra pronta em condições de uso, cria o “anteprojeto de engenharia”, considerado risco de sobrepreço por órgãos de fiscalização, põe em sigilo as estimativas de orçamento do governo e simplifica as concorrências reduzindo recursos e prazos.

A proposta deve ser votada até o dia 15 para não perder a validade, mas a base aliada no Senado quer aprová-la já na semana que vem. Como antecipou o Congresso em Foco, a Procuradoria-Geral da República já trabalha para questionar no Supremo Tribunal Federal (STF) a constitucionalidade da medida caso ela seja aprovada.”

(Congresso em Foco)

Empresas ameaçam suspender fornecimento de material cirúrgico para a Prefeitura

90 7

O quadro de dificuldades no setor hospitalar da Prefeitura de Fortaleza, que já opera com restrições, pode se agravar a partir do próximo dia 8. Esse é o prazo limite dado pela Associação dos Distribuidores de Material Médico-Hospitalar do Estado do Ceará (ADIMHECE) para que o Município pague boa parte do que está devendo ao setor. A entidade informa, em nota oficial, que a dívida tem duração de dois anos. Não adianta valores, mas prometer suspender o fornecimento, caso não haja algum tipo de repasse.

A partir do dia 8, de acordo com nota da ADIMHECE, haverá suspensão do fornecimento de material utilizado em cirurgias cardíacas, neurológicas e ortopédicas, entre outras. “A referida suspensão acontecerá nos hospitais municpais, bem como nos privados que possuem convênios com a Prefeitura Municipal através do SUS”.

A ADIMHECE lamenta a medida e alerta que os materiais fornecidos “são utilizados em cirurgias de grande risco de morte para os pacientes”.

A nota lamenta também que, embora tenha havido a mudança do secretário municipal da Saúde – Alex Mont’Alverne por Ana Maria Fontenele, nada mudou em relação aos pagamentos dos fornecedores associados.

“Pelo contrário – diz a nota, o diálogo para a busca de uma soluçãojá não existe mais”.

A nota é assinada pelo diretor jurídico da entidade, Alfredo Furtado.

FHC destacar um Itamar Franco de espírito incorruptível

57 1

“Sucessor do ex-presidente Itamar Franco na Presidência da República e ex-ministro do governo dele, Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) disse que ficou abalado com a morte do senador, a quem chamou de “amigo”. Segundo Fernando Henrique, Itamar tinha como características marcantes a ética, o espírito incorruptível e a determinação.

“Itamar era caracterizado, primeiro, por ter um comportamento ético e irretocável e, segundo, por ser uma pessoa persistente. Quando tinha um objetivo, ele ia lá”, disse o ex-presidente, em entrevista coletiva concedida na casa dele, no bairro de Higienópolis, em São Paulo.

Fernando Henrique lembrou que se tornou chanceler e ministro da Fazenda de Itamar sem que ambos tivessem intimidade. “Fui ministro do Exterior [das Relações Exteriores] do Itamar, pois nos conhecemos no Senado, mas não tínhamos uma relação mais próxima no Senado, embora muito boa e cordial, e ele me surpreendeu me nomeando ministro do Exterior e mais tarde, da Fazenda. Nesta época se não fosse o apoio decisivo do Itamar não poderia ter feito o Plano Real, porque nenhum plano desta magnitude se faz sem apoio do presidente.”

Segundo Fernando Henrique, o Brasil deve muito a Itamar e ao exemplo deixado por ele.  “Itamar era um homem  digno, que não se deixava levar pelo fascínio do poder e não aceitava a corrupção”, disse ele.”
(Com Agência Brasil)

Hospitais credenciados cobram reajuste dos serviços da Unimed Fortaleza

122 3

Aramicyr Pinto preside a AHECE.

Mairton Lucena preside a Unimed Fortaleza.

A relação não anda nada boa entre a Associação dos Hospitais do Estado do Ceará (AHECE) e a Unimed Fortaleza. Em nota paga veiculada na imprensa, neste domingo, a entidade, que congrega os hospitais privados, anuncia aos usuários desse plano de saúde que o atendimento pode ficar bem difícil em breve. Diz a  nota:

“A ausência de reajuste por parte da Unimed de Fortaleza aos hospitais da rede credenciada, está a causar preocupação à Associação, em razão dea impossibilidade da manutenção do atendimento aos usuários desta operadora, principalmente nos setores mais sensíveis e de grande movimento como no caso das Urgências e Emergências que, atualmente, são pagaos ao valor de R$ 30,00 pela consulta”.

Ainda diz a nota da AHECE que, sem uma resposta positiva em curto espaço de tempo, os atendimentos podem ficar ainda mais prejudicados por clara falta de recursos para manter o funcionamento dos serviços”.

Quem assina a nota endereçada aos usuários da Unimed Fortaleza, cuja gestão está a cargo do médico Mairton Lucena, é Aramicyr Pinto, que também preside a Federação Brasileira dos Hospitais.

(Fotos -Paulo MOska)

O POVO lança nesta 2ª feira revista Vida Pública

Nesta segunda-feira, O POVO circulará com a primeira edição da revista Vida Pública. São 48 páginas de um material que faz um resgate histórico de personalidades políticas do Ceará.

Os primeiros da lista são os chamados “coronéis” César Cals, Virgílio Távora e os irmãos Adauto e Humberto Bezerra.

A edição é da jornalista Yanna Guimarães e os textos assinados por Marcela Belchior e Thiago Mendes.

DETALHE – Às 13 horas, a TV O POVO exibirá um documentário, dirigido por Roberto Santos.

No PCdoB, secretário e vereadora sem clima de comunhão

59 5

Eis dois tópicos da coluna Bric-brac assinada no O POVO deste domingo pela jornalista Inês Aparecida:

– Se aqui fosse coluna social diria que não convidassem para a mesma mesa a vereadora Eliana Gomes e o secretário de Esporte e Lazer, Evaldo Lima, ambos do PCdoB. A vereadora denunciou no plenário da Câmara Municipal, a apropriação dos espaços públicos de lazer por particulares, que estão cobrando pelo acesso. As áreas são da responsabilidade do secretário Evaldo Lima que estranha a atitude da correligionária que ao invés de conversar com o companheiro de partido, achou por bem escancarar o assunto na tribuna do legislativo.

– Em política, o que a vereadora Eliana Gomes fez costuma ser chamado de “fogo amigo”. Um fogo que sempre desagrada a quem sai chamuscado. Grupo ligado ao secretário Evaldo Lima acha que a vereadora esqueceu que ele a ajudou a sentar-se numa cadeira da Câmara, ao agregar seus 4.809 votos aos 6.181 obtidos por ela. Os “bombeiros” do PCdoB já preparam as mangueiras para debelar as chamas evitando que se estendam até 2012, ano em que, Evaldo Lima pretende, outra vez, tentar um mandato de vereador.

Caso Senador Pompeu – PT passou a mão na cabeça?

80 2

Com o título “Retrocesso”, eis um tópico da coluna Concidadania que o jornalista Waldemar Menezes assina no O POVO deste domingo. Interessante reflexão para a direção estadual petista, que resolveu instalar comissão para acompanhar o caso do prefeito de Senador Pompeu, Antonio Teixeira, acusado de envolvimento em escândalo de fraudes em licitações. Confira:

N ão caiu bem na opinião pública o modo como o PT portou-se durante a fuga de seus correligionários (o prefeito de Senador Pompeu, Antônio Teixeira e sua entourage), depois de acusados de suposta prática de irregularidades administrativas. Não que se esteja fazendo aqui o prejulgamento dos acusados (que devem ter todo o direito de defesa assegurado). A crítica refere-se ao fato de o partido não ter suspendido imediatamente os foragidos, não já pelas acusações em si (pois estas precisam ainda ser provadas), mas pelo péssimo exemplo de terem fugido da Justiça. Só isso já justificaria a punição. Pelo menos, era assim que agia o PT originário. Será que mudou tanto assim?