Blog do Eliomar

Últimos posts

Carreta tomba na BR-116 e provoca uma morte

 Uma pessoa morreu em um tombamento de uma carreta no quilômetro 56 da BR-116, em Chorozinho, na manhã desta segunda-feira, 5. De acordo com informações preliminares da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima ficou presa às ferragens. Neste momento, parte da rodovia está interditada.
O acidente ocorreu no sentido Fortaleza-Interior e segundo a PRF, a via precisou ser interditada. No sentido oposto, a BR já foi liberada, mas o fluxo é lento. Segundo a PRF, ainda não há previsão de liberação do trecho bloqueado.

(POVO Online)

Ceará está preparado para receber águas do São Francisco graças a Tasso, diz deputado

248 1
Com o título “Transposição – Verdade histórica”, o deputado estadual João Jaime (PSDB) nos manda artigo afirmando que o “Ceará é o único estado preparado para receber águas do rio São Francisco”, como informou o secretário estadual dos Recursos Hídricos, César Pinheiro, graças à Era Tasso Jereissati. Confira:

Li no seu blog as declarações do secretário de Recursos Hídricos sobre o projeto “Cinturão das Águas”, o mesmo que Transposição das Águas do São Francisco, que, segundo o senhor César Augusto Pinheiro, entrará no Ceará pelo município de Jati, na região do Cariri, para se estender ao restante do Estado pelos rios Salgado e Cariús.
O secretário garantiu que “o Ceará é o único Estado, dos quatro que receberão água do São Francisco, com ritmo de preparação mais avançado”. Os outros são Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. E acrescenta que, além de ter proposto ao Ministério da Integração Nacional a inclusão do projeto no PAC 2, o Estado já dispõe de um órgão para gerenciamento de recursos hídricos, no caso a Corgeh. – Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos.
É bom que se saiba que o Ceará está com a infraestrutura mais consolidada para ser um dos primeiros a receber as águas do “Velho Chico”. Mas por uma questão de história mesmo, não posso deixar de acrescentar a essa informação do secretário que toda essa base de políticas das águas começa nos governos Tasso Jereissati, a partir da criação da Secretaria dos Recursos Hídricos, que teve como primeiro titular José Liberato Barroso.
Ao chegar ao governo, Tasso considerou o maior problema do Ceará o da água. E precisava encontrar meios de gerenciar, para a preservação e uso racional, as reservas existentes e ampliá-las. Por isso criou a Corgeh e a Sohidra , o Progerirh, estrutura a partir da qual desencadeou a construção de uma rede de médios e grandes açudes e o programa Integração de Bacias, para garantir inclusive o abastecimento à Região Metropolitana de Fortaleza e se estender até o Complexo Portuário do Pecém.
Aí é que surge o Castanhão como elemento central das políticas públicas de água, para redistribuição para as demais bacias. O modelo daqui incorporado pelo governo federal e por outros Estados ensejou a criação da ANA – Agência Nacional de Águas. E em torno dessa malha aqüífera no Ceará, incluindo adutoras, poços tubulares e cisternas, prosperaram outros programas de combate à pobreza rural e uma mentalidade de agricultura irrigada, que esperamos se ampliar com a Transposição.

Listas de ações dos Governo Tasso Jereissati:

1. Reforma Agrária Solidária. Experiência bem-sucedida desenvolvida em caráter pioneiro pelo governo do Ceará

2. Propjeto São José voltado para o combate à pobreza. Geração de emprego e renda.

3. Os Agropolos como ação inovadora para o desenvolvimento da agricultura irrigada. Geradores de emprego e renda.

4. Caminhos de Israel. Para aumentar a oferta de emprego no campo.

5. Pronaf – nasceu no Ceará com  e atua na capacitação e formação de técnicos.

6. Ceará produtor de flores.

Recursos Hídricos:

1. Construção do Castanhão, concebido como elemento central da políticaestadual de recursos hídricos. Garantia permanente de água.

2. Progerirh – Programa de Gerenciamento e Integração dos Recursos Hídricos.

3. Construção de médios e grandes reservatórios. Só 16 deles acumulavam em 2002 cerca de 1 bilhão de m3. de água, beneficiando 700 mil habitantes.

4. Eixo de Integração de Bacias ligando a Barragem do Castanhão à Região Metropolitana de Fortaleza e ao Complexo Industrial do Pecém.

5. Programa de Poços no Sertão beneficiando mais de 87 municípios. Aproveitamento de água subterrânea.

6. Sistemas de Abastecimento de Água – Programas de Adutoras e Cisternas.

* João Jaime,

Deputado estadual pelo PSDB.

Câmara Municipal puxa debate sobre Centro

115 1

“Com exposição da secretária regional do Centro, Luiza Perdigão, sobre as diversas propostas já executadas ou em execução na região central de Fortaleza, terá início a partir das 9 horas de hoje, no auditório do Centro Cultural do Banco do Nordeste, o Fórum do Projeto Viva Centro. Constituído em 22 de agosto passado com a participação de diversos atores sociais, o Viva Centro terá seu primeiro debate em torno dos projetos pensados para a área. O evento, que conta com o apoio do Grupo de Comunicação O POVO, será coordenado pelo presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Acrísio Sena (PT), que fará a abertura dos trabalhos.

Após a exposição de Luiza Perdigão, a programação terá a participação do presidente do Banco do Nordeste, Jurandir Santiago, que falará sobre a contribuição que a instituição pode oferecer ao Centro da Cidade, visando o melhoramento e restauração de fachadas de prédios. Criado por conta da preocupação com o esvaziamento crescente da região, uma vez que o Centro continua apresentando problemas como os diversos estabelecimentos comerciais que foram transformados em estacionamentos, comércio desordenado e insegurança, o Viva Centro tem entre suas propostas, a recuperação de edificações habitáveis existentes na área, a fim de trazer de volta famílias para morar no Centro.

Durante o encontro o presidente da Câmara Municipal, Acrisio Sena apresentará o escopo do projeto Viva Centro, e as ações previstas para o centro cultural e histórico. As ações, segundo Sena, estão apoiadas em cinco pilares, que são mobilidade urbana, reordenamento, reocupação habitacional, patrimônio cultural e segurança. Conforme o parlamentar, esses pilares que compoem o projeto serão debatidos com a sociedade, em sessões especiais da Câmara Municipal, “reunindo propostas para um documento formal e preciso sobre as intervenções que o Centro da cidade está a merecer”, disse ele.

A meta é requalificar a área central e ao mesmo tempo, reduzir o adensamento dos bairros periféricos. Sena explica que o calendário de atividades prevê cronograma de seis meses de execução, com o lançamento formal do Viva Centro previsto para 10 de outubro, em sessão pública da Câmara Municipal, na Praça do Ferreira.

Estão ainda programadas várias atividades envolvendo escolas, o comércio do Centro, grupos musicais, humoristas, exposições, de modo a promover completo envolvimento da população com o Viva Centro. “Queremos construir um projeto democrático para o Centro da cidade, tendo como pauta a execução de propostas técnicas que são prioritárias e transformadoras, com ações de curto e médio prazos”, enfatiza.”

(O POVO)

Datafolha – Marta Suplicy lidera para 2012

“A primeira pesquisa Datafolha para a eleição municipal de 2012 aponta que a senadora Marta Suplicy (PT) saiu na frente na disputa pela Prefeitura de São Paulo, informa reportagem deBernardo Mello Franco, publicada na Folhadesta segunda-feira.

Ela lidera a corrida em todos os cenários pesquisados (confira abaixo), com vantagem média de 14 pontos percentuais em relação aos adversários. Sem Marta no páreo, o ex-governador José Serra (PSDB) e o ex-deputado Celso Russomanno (PP) aparecem empatados na ponta.

Lançado pelo ex-presidente Lula, o ministro Fernando Haddad (Educação), que disputa com a senadora a indicação para concorrer pelo PT, oscila entre 1% e 2% das intenções de voto.

Marta obtém sua menor folga na simulação em que Serra é o candidato tucano. Ela chega a 29%, contra 18% do rival –uma vantagem de 11 pontos percentuais. Russomanno é o terceiro colocado, com 13%.”

(Folha.com)

FMI alerta sobre risco iminente de crise global

A diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, alertou sobre o risco ‘imitente’ de a economia mundial entrar novamente em recessão em entrevista para a revista alemã “Der Spiegel”, publicada neste domingo pelo jornal “El País”.

Assim como os temores expressados recentemente pelo diretor do Banco Mundial, Robert Zoellick, Lagarde declarou que a projeção de um novo revés econômico em escala global existe, mas que ainda é possível evitá-lo, embora a capacidade de atuação seja agora menor do que dois anos atrás.

– Ainda podemos evitar esta situação. As opções e as medidas para os governos e bancos centrais são presentemente menores que em 2009, mas se os diferentes bancos centrais, governos e organizações internacionais trabalharem em cooperação podemos evitar uma recessão -, defendeu Christine Lagarde.

Por isso, a diretora-gerente do FMI, que assumiu o posto em julho passado, insta aos países mais afetados pela crise a implementar medidas que fomentem a economia estatal e o crescimento econômico, com o objetivo de “evitar uma iminente espiral descendente”.

(O Globo)

Compras Governamentais – Governo quer ampliar programa

“A Secretaria do Planejamento e Gestão realizará no próximo dia 14, em seu auditório, um workshop com a presença de dirigentes de empresas fornecedoras para o Estado. O principal objetivo é promover o aprimoramento do processo, dando maior agilidade e transparência às ações de compras do Governo.

A iniciativa visa, ainda, sensibilizar os fornecedores quanto a importância do atendimento ágil às demandas, além de orientá-los sobre o fluxo dos processos de compras governamentais.

O Governo, diz o secretário Eduardo Diogo, contrata diariamente produtos, materiais e serviços e uma das vantagens para quem fornece é a garantia de pagamentos dentro dos prazos contratados.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

TRT-7 ganha homenagem por seus 70 anos

108 1

O Tribunal Regional do Trabalho – 7ª Região receberá, às 11 horas desta terça-feira, uma homenagem por seus 70 anos de atividades. Isso ocorrerá por meio de sessão solene conjunta da Assembleia Legislativa e Câmara dMunicipal. O ato ocorrerá no Plenário 13 de maio. Representará o TRT na cerimônia a desembargadora federal Dulcina Palhano.

Instalada em 1º de maio de 1941, a Justiça do Trabalho no Brasil possuía inicialmente oito unidades polos para atender todo o Brasil. Ceará, Maranhão e Piauí formavam a Sétima Região, cuja sede estava em Fortaleza. Neste período, o judiciário trabalhista ainda era subordinado ao Poder Executivo e dividido em três instâncias: Juntas de Conciliação e Julgamento, Conselhos Regionais e Conselho Nacional do Trabalho.

Em 1946, a Justiça do Trabalho desvinculou-se do Executivo e passou a fazer parte do Poder Judiciário. Os Conselhos Regionais do Trabalho foram transformados em Tribunais Regionais do Trabalho e o Conselho Nacional do Trabalho deu origem ao Tribunal Superior do Trabalho.

Telebras estuda participar na TV Pública

“A Telebras acenou, nesta segunda-feira, com a possibilidade de participar da TV pública brasileira. Para isso, tem feito estudos com o objetivo de identificar de que forma pode contribuir com a infraestrutura do setor, segundo informou o assessor da Presidência da estatal Fabrício Lomoeiro. A Telebras é a estatal responsável pela implantação do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), que pretende universalizar o acesso à internet de alta velocidade.

“Poderíamos contribuir de forma significativa com a infraestrutura e servir de vetor para a democratização do conteúdo no Brasil”, disse o representante da estatal, durante o lançamento de uma série de estudos sobre telecomunicações, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Segundo ele, a partir de uma estrutura mais eficiente, será possível fazer pesquisas sobre o público brasileiro. “Com a interatividade, poderemos gerar muito mais conhecimento sobre a nossa população”, acrescentou, sem dar mais detalhes sobre as intenções e os estudos desenvolvidos pela Telebras.”

(Agência Brasil)

Especialistas defendem critérios mais rígidos para convênios com ONGs

“O desmantelamento de um esquema ilegal de superfaturamento de convênios no Ministério do Turismo, no mês passado, não é um caso isolado e reflete os problemas na relação entre o Poder Público e as organizações não governamentais (ONGs). Para prevenir situações como as que motivaram a Operação Voucher da Polícia Federal, especialistas ouvidos pela Agência Brasil defendem que a escolha das entidades que atuam em parceria com o Poder Público passe a ser feita por meio de edital público.

Segundo os especialistas, a exigência de critérios técnicos para a realização de convênios, em moldes semelhantes aos das licitações, reduzirá as irregularidades. A falta de clareza na escolha das entidades que recebem recursos e a deficiência na fiscalização das prestações de contas, apontam eles, estimulam a corrupção.

A diretora executiva da Associação Brasileira das Organizações Não Governamentais (Abong), Vera Marzagão, diz que a seleção deve levar em conta a história e a capacidade administrativa de cada organização não governamental. “Entidades que não tenham pelo menos uma página na internet para publicar a prestação de contas jamais deveriam fechar convênios”, alega. Ela defende ainda a proibição do uso de emendas parlamentares para a destinação de dinheiro público para ONGs.

O presidente do Instituto de Fiscalização e Controle (IFC), Henrique Ziller, também reivindica a elaboração de um marco regulatório para as ONGs. Além da seleção por edital, ele sugere que a aprovação de convênios seja limitada à capacidade de fiscalização do governo federal. “O governo celebra cada vez mais parcerias sem investir na estrutura para receber e analisar as prestações de contas”, observa. Numa segunda etapa, Ziller defende o reforço do Tribunal de Contas da União (TCU), que hoje só atua depois que o órgão responsável pelo convênio identifica alguma irregularidade.”

(Agência Brasil)

PR vence eleições em Umirim

José da Marieta, atual prefeito interino de Umirim (90Km de Fortaleza), venceu ontem com 56,09% dos votos válidos a eleição suplementar em seu município. A conquista foi também do prefeito eleito em 2008, José Afrânio Pinheiro (PR), que perdeu o cargo por corrupção eleitoral e abuso do poder econômico. Afrânio apoiava José da Marieta, então presidente da Câmara Municipal.

Já o candidato derrotado, Felipe Uchôa (PSB), ficou com 43,91% dos votos válidos. O índice de abstenção foi considerado alto pela Justiça Eleitoral, tendo chegado a 26,46% de 14.188 cidadãos aptos a votar.

Jardim terá peemedebista como prefeito

O PMDB elegeu, neste domingo, o  novo prefeito da cidade de Jardim (Região do Cariri). Antonio Roriz Neves venceu com 252 votos de diferença. Obteve 50,2% dos votos válidos, enquanto a tucana Cremilda Bringel conseguiu 7.601 votos.
A informação foi passada pela juíza eleitoral Alexsandra Lacerda Batista Brito.
Antonio Roriz (22), aluno do curso de Administrador, cumprirá mandato, em eleição suplementar, pois houve a cassação do titular e do vice, até 31 de dezembro de 2012. A posse deve ocorrer no dia 19 próximo, na Câmara Municipal.

SOS contra o barulho em Fortaleza

144 1

Do leitor do Blog e jornalista Anchieta Silveira, recebemos a seguinte nota, em tom de queixa:

Caro colega Eliomar de Lima

A rua Raimundo Braz, em Messejana, próxima ao Estádio Murilão, tem apenas dois quarteirões, mas está virando o “Paraíso dos paredões de som”.  Na noite do último sábado (04/09), um desses “decibomaníacos” (loucos por som alto) não deixou a vizinhança em paz.

O pior, no entanto, foi a omissão das autoridades. Das 9 às 11 horas, conforme conversas entre os prejudicados, foram muitas as ligações para o Ronda de Messejana (3457.1070) e o 190 (as reclamações estão todas lá, gravadas pelo Ciops) e nada de mandarem viatura. Os degenerados, por conta própria, desligaram os som, já nos costados da meia-noite.

Cidade sem lei é assim mesmo!

Um abraço,

Anchieta Silveira.

VAMOS NÓS – Somos testemunhas de abusos aqui também na Parquelândia, caro Anchieta, mas o pessoal do Ronda parece anestesiado e nada faz para evitar excessos. Aliás, a tal “Lei do paredão” não saiu do papel ainda, o que é um absurdo.

Entidades populares realizam nesta 2ª feira ato de apoio a greves no setor público

Várias entidades populares divulgaram, neste domingo, uma nota em apoio às greves que se registram no âmbito do serviço público como a paralisação dos servidores da UFC e a greve dos professores do Estado. A nota faz um convite para um grande ato nesta segunda-feira, a partir das 18 horas, no pátio da Reitoria da Universidade Federal do Ceará.
NOTA – CONVITE
Construção de um Fórum de Apoio às Greves, em Defesa da Educação Pública, da Liberdade e da Vida.
Considerando a importância da educação na formação de uma consciência crítica e de sujeitos auto determinados;
Considerando os cortes drásticos de verbas no orçamento federal e estadual, pondo em risco as universidades, hospitais universitários e escolas públicas;
Considerando as medidas arbitrárias do Governo Estadual cerceando o direito de manifestação dos(as) professores(as) em greve;
Considerando a decretação da Justiça pela ilegalidade da greve, manifestação autoritária que penaliza professores(as) em seu processo de organização.
Nós, abaixo-assinados, preocupados(as) com a crise que se abate sobre a educação, e que de igual forma ameaça destruir os seres humanos e a natureza, convocamos professores(as), estudantes e trabalhadores (as) em geral, para um Ato de Apoio às categorias em luta e pela instalação de um Fórum de Apoio às Greves, em Defesa da Educação Pública, da Liberdade e da Vida. Este momento ocorrerá dia 05/09 (segunda-feira), às 18h, no pátio da Reitoria da UFC.
INTERSINDICAL – CSP/Conlutas – União das Mulheres Cearenses/UMC – Comando de Greve do Sindicato dos(as) Trabalhadores(as) da UFC/SINTUFC – Crítica Radical – Sindicato dos Docentes da UECE/SINDUECE – Sindicato dos Docentes da UFC / ANDES / REGIONAL NE 1 – Assembléia Geral dos(as) Trabalhadores(as) do IFCE / Comando de Greve de Fortaleza – DCE da UECE – DCE da UFC – Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos Municipais de Fortaleza/SINDIFORT – MST / Via Campesina – Movimento d os Conselhos Populares – Ocupação 17 de Abril – Movimento Livre – Comissão Pró-Comitê da Memória, da Verdade e da Justiça – … (aberta a outras assinaturas)

PT anuncia "campanha forte" para criar marco regulatório das comunicações

“O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, deputado estadual Rui Falcão (SP), anunciou que os delegados do partido aprovaram neste domingo (4), último dia do 4º Congresso Nacional da legenda, em Brasília, uma “campanha forte” no Parlamento para que seja votado o marco regulatório das comunicações, com o estabelecimento de regras para a mídia.

O marco regulatório é um projeto elaborado no governo Luiz Inácio Lula da Silva, pelo ex-ministro Franklin Martins, mas que está sendo revisado pelo atual ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

De acordo com Falcão, o objetivo é garantir “liberdade de imprensa, direito à opinião, nenhum tipo de censura de conteúdo, mas que democratize a comunicação no país, [..] que se possa regulamentar os artigos da Constituição que falam sobre a propriedade cruzada de meios [de comunicação]. Enfim, houve unanimidade em torno dessa bandeira”.

A expressão “propriedade cruzada” é usada para definir a posse por grupos de mídia de mais  um tipo de meio de comunicação – rádio, TV ou jornal. A proposta do PT é limitar a propriedade cruzada, mas o partido afirma não querer interferir no conteúdo dos veículos de comunicação.

De acordo com Falcão, o partido defende também o veto à propriedade de empresas de comunicações por parlamentares. O texto do marco regulatório prevê que a proibição a parlamentares valerá a partir da aprovação da proposta, ou seja, não terá caráter retroativo. “Ninguém vai cancelar a propriedade deles. É daqui para a frente”, afirmou Falcão.

” Imagino que, quando estiver concluído, o projeto [do marco regulatório] irá para o Congresso Nacional. [..] O partido entende que é necessário ter esse marco regulatório e imagino que o governo vá mandar o projeto para o Congresso”, disse o presidente do PT.

Ele rejeitou a tese de que o marco regulatório represente “controle social” da mídia. “Queremos que haja regulamentação do artigo que trata da propriedade cruzada de meios, mais espaço para os veículos comunitários, que não haja censura na internet”, afirmou o presidente petista.

Moção

Os delegados do congresso petista aprovaram neste domingo uma moção específica sobre o setor das comunicações. Proposto pela corrente Movimento PT e assinado pelo dirigente Valter Pomar, o documento faz um histórico das posições do PT sobre o tema.

Distribuído neste domingo no congresso, o texto cita a proposta apresentada pelo partido em 2009 sobre o marco regulatório, quando o PT defendeu “criação de instrumentos de controle público e social”, tese rejeitada em 2010 e neste ano.

Na moção deste ano, o partido defende o fortalecimento do papel regulador do Estado no setor de telecomunicações; a consolidação de um sistema público de rádio e televisão; a elaboração das políticas de comunicações por meio da criação de conselhos de comunicação em todos os estados da federação e no Distrito Federal; e o “fortalecimento” do Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional.

José Dirceu

Ao final do congresso, o partido não levou adiante a idéia de aprovar uma moção de apoio ao ex-ministro da Casa Civil José Dirceu porque na sexta-feira, na abertura do encontro, segundo Rui Falcão, houve “uma grande saudação” a Dirceu, feita em discurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na semana passada, Dirceu foi objeto de reportagem na revista “Veja”, que aponta a existência de um suposto gabinete paralelo do ex-ministro em um hotel, em Brasília, onde ele receberia ministros e parlamentares.”

(Com Agências)

Eleições 2012 – PT diz que PSD não será tratado como adversário

“O PSD não será tratado como adversário do PT nas eleições de 2012. O Congresso Nacional do PT, realizado neste domingo, 4, em Brasília, listou como oponentes nas próximas eleições municipais apenas PSDB, DEM e PPS. Uma emenda apresentada pedia a inclusão do partido em formação como adversário, mas não foi aprovada.

O presidente petista, Rui Falcão, defendeu que não se pode fazer restrição a um partido ainda inexistente. “Pessoalmente, eu não acho que deva se fazer restrição a um partido que não existe ainda”. O PSD tenta ainda obter registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para poder disputar as próximas eleições.

Apesar do gesto para o partido idealizado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o presidente petista ressaltou que ele não é considerado aliado e que o PT continuará fazendo oposição à sua administração e terá candidato à sua sucessão.”

(Agência Estado)

A resolução política do PT proíbe alianças na cabeça das chapas com PSDB, DEM e PPS. Com isso, petistas enxergam brechas para aliança com a oposição, desde que estes não estejam concorrendo aos cargos de prefeito ou vice. A composição é feita sob medida para Belo Horizonte, cidade onde o prefeito Márcio Lacerda (PSB) tem um vice petista e conta com o apoio do PSDB.

Professor destaca Cid na Educação, mas quer melhor avanço negociando com docentes em greve

158 3

Eis artigo do professor e escritor Kelsen Bravos intitulado “O Governo Cid Gomes e a Educação”. No texto, avanços da gestão no plano educacional, mas apelo ao bom senso do govenador para que resolva a reve dos diocenes. Confira:

A sociedade cearense e a de todo o país vê estarrecida a inabilidade do governo do Ceará em resolver a questão da greve dos professores do estado. Por várias vezes, a situação pareceu caminhar para o entendimento, mas frases e atitudes negativas por parte do governador arruinaram a negociação. O que surpreende é que Cid Gomes, bem diferente da postura intempestiva, por vezes tresloucada, que tanto prejudicou o seu irmão Ciro Gomes em eleição para presidente da República, tem a marca de excelente negociador e fama de ser um grande republicano, um verdadeiro democrata, além de excelente gestor.

De fato, competência técnica na gestação e gestão de projetos estratégicos em todos os setores tem sido a marca do governo de Cid Gomes. Na Educação, por exemplo, tem demonstrado para todo o Brasil excelentes caminhos a seguir. Ressalte-se as experiências do ensino profissional e o Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC). Para ficar perfeito precisa manter essa postura em relação aos profissionais da educação.

Habilitação técnica, cidadania e protagonismo juvenil
No que se refere a educação profissional, a meta é, até 2014, entregar para a sociedade cearense uma  rede de Escolas Estaduais de Educação Profissional composta de 130 unidades.
 
Fonte: Portal do Governo do Estado do Ceará
De janeiro de 2008 a agosto de 2011, já foram inauguradas 77 unidades onde os estudantes permanecem das 7h às 17 horas, em dupla jornada durante as quais faz três refeições diárias, recebe livros didáticos e técnicos, e apoio permanente à aprendizagem e à formação.O turno da primeira jornada contempla o currículo tradicional. O período da segunda desenvolve um curso profissionalizante. O total de matrículas efetivas já é de 28 mil jovens estudantes conquistando uma habilitação profissional técnica e uma vivência de cidadania, por meio da promoção do protagonismo juvenil.

A negociação do PAIC
Erradicar o analfabetismo escolar nas primeiras séries do Ensino Fundamental em todo o Estado do Ceará. Eis a meta do Programa Alfabetização na Idade Certa. Para tanto, fez-se, graças a habilidade de negociador do governador Cid Gomes, uma inédita parceria, acima de qualquer matiz ideológico, mas de extrema importância política (no sentido mais saudável do termo).  Todos os 184 municípios cearenses aderiram ao programa e se beneficiaram com as pesquisas, fornecimento de material didático, consultoria e incentivos para as escolas, professores e alunos, oferecidas pela Secretaria Estadual de Educação do Ceará – SEDUC-CE.

A revolução silenciosa
Os números já impressionam. Com diagnósticos, índices e indicadores tecnicamente definidos, o quadro das primeiras séries do ensino fundamental cearense, em 2007, era aterrador; entretanto, em vez de se queixar e ter medo de enfrentar os desafios, os profissionais da Educação do Ceará (estado e municípios), com espírito público e compromisso social, fizeram uma revolução silenciosa: em 2007 apenas 14 municípios apresentavam índices satisfatórios de alfabetização nas primeiras séries do Ensino Fundamental; em 2010, foram 141 com resultados satisfatórios e a parcial de 2011 aponta que essa conquista já é dos 184 municípios.

Reconhecimento e respeito
Ponto para os gestores e profissionais da Educação do Ceará. Nenhuma dessas metas, ressalte-se, seria atingida sem a participação dos professores, que merecem o reconhecimento e o respeito de todos. Do mesmo modo merecem aplausos todos os gestores municipais e técnicos da educação que apoiam e acompanham de perto as ações do PAIC.

Reeleição
Esses resultados foram determinantes para a reeleição de Cid Gomes ao governo. A Educação pesou muito. Foi o carro chefe de sua campanha. Os professores de todo o Ceará confiaram-lhe o voto, porque acreditam no seu projeto de governo. E havia a promessa de valorização profissional da categoria.

A valorização do profissional
Mas devido a inúmeras recusas de negociação, desde o início de agosto, os professores do estado estão em greve para reivindicar o cumprimento da determinação do Supremo Tribunal Federal que é o pagamento do piso profissional do Magistério Público da Educação Básica, conforme a Lei Federal nº 11.738. A categoria quer simplesmente a adequação das leis estaduais Nº 12.066 (que trata do Plano de Carreira do Magistério da Educação Básica) e Nº 10.884 (que trata do Estatuto do Magistério Oficial do Estado) à referida Lei Federal.

Privatização
Talvez a razão para o desconforto da atual gestão em acatar a reivindicação da categoria seja o fato de que, para atendê-la, tenha de fazer uma mudança radical no que parece ser um processo de privatização do ensino púbico, pois as escolas profissionalizantes têm em seus quadros cerca de 75% de professores com vínculo empregatício regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Do mesmo modo é também muito grande o número de contratos temporários na educação. Esta é uma situação incompatível à atual legislação. Precisa-se, urgente, promover concurso público e imediatamente efetivar os aprovados.

Voto no entendimento pelo amor ao Ceará
Acredito no bom senso. Nenhuma carreira política sobrevive ao desrespeitar os profissionais da educação. O Ceará não merece o enfraquecimento de seu melhor gestor nos últimos 30 anos, e nem merece um gestor que enfraqueça a mais estratégica das áreas sociais que é a educação. Creio que o clamor que está nas ruas, nas escolas e nos lares não seja ignorado pelo Palácio da Abolição, que deve ter suas razões para tanta negativa; mas elas precisam ser ditas, e ditas com respeito a pais e mães de família, que trabalham e trabalham sério. Os argumentos do governo têm de ser apresentados para avaliação dos profissionais da educação e da sociedade cearense. Afinal todos amamos o Ceará.

* Kelsen Bravos é professor, editor, escritor, consultor na área do livro, leitura, literatura e cultura digital, membro da executiva da Câmara Cearense do Livro (vice-presidente), membro do Conselho Municipal de Política Cultural (Literatura), membro da executiva do Fórum da Literatura, do Livro e da Leitura do Ceará – FLLLEC. membro do Colegiado Setorial (Mediação da Leitura) de Livro, Leitura e Literatura do Conselho Nacional de Política Cultural – CNPC/MinC – suplente.

Philip Kotler, o "mago do marketing", agenda conferência em Fortaleza

Philip Kotler, autor de 51 livros traduzidos para mais de 20 idiomas, estará em Fortaleza no dia 30 deste mês para ministrar um seminário no Coliseu La Maison, das 14 às 18h30min, sobre Marketing 3.0 e seu novo papel em um mundo conectado por redes.

Professor da Kellogg School of Management, da Northwestern University, Kotler atua há quatro décadas na área, desenvolvendo conceitos vigentes até hoje. Seu livro “Marketing management” é considerado a bíblia do marketing e é usado por praticamente todas as escolas de negócios do planeta. Foi listado pelo The Wall Street Journal como a 6ª pessoa mais influente no mundo dos negócios e presta consultoria para as maiores empresas do mundo.

SERVIÇO

* As inscrições podem ser feitas em São Paulo pelo telefone (11) 4689-6666 ou para outras cidades pelo número 0800 771 6606.

* Mais informações: eventos@hsm.com.br

Copa 2014 – A polêmica remoção das famílias em nome do VLT

118 5

Em sua coluna “Concidadania”, do O POVO deste domingo, o jornalista Waldemar Menezes aborda a polêmica em torno das remoções de famílias que o Governo do Estado anuncia que vai fazer para construir o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) que ligará Mucuripe a Parangaba. A obra faz parte da Copa 2014. Confira:

A aprovação do EIA/Rima pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema), esta semana, abre caminho para a remoção de 3.500 famílias que residem às margens dos trilhos por onde passará o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), no trecho Parangaba – Mucuripe. O fato de se tratar de uma obra destinada ao evento da Copa do Mundo e que beneficiará a mobilidade urbana não justifica a forma adotada para viabilizá-la: a remoção de uma comunidade inteira sem a prévia destinação de uma área, nas imediações, para recolocá-la, como determina o Plano Diretor de Fortaleza, as diretrizes da ONU sobre organização habitacional e a própria doutrina do Direito. Esta faz distinção entre desapropriação (direito individual) e remoção (direito coletivo). Esta última é condenável, como bem denuncia o Comitê Popular da Copa. Ora, é possível construir uma alternativa que atenda a todos..

Críticos estão estarrecidos com o fato de as três administrações (municipal, estadual e federal) lideradas por partidos que se dizem pertencentes ao campo socialista (PT e PSB) sacramentarem a forma autoritária de tratar uma comunidade de moradores pobres de Fortaleza, removendo-a sem reassentá-la em condições que preservem seus laços comunitários, ainda que em nome de suposto interesse coletivo. A iniciativa traz de volta a lembrança de outro equívoco: a tentativa de instalar a todo custo um estaleiro numa das paisagens mais privilegiadas da orla de Fortaleza, cometido pela administração estadual pessebista. Agora, estaria prestes a repetir a mesma metodologia autoritária na execução do projeto do VTL (foto). A surpresa é a possibilidade de o PT embarcar também nesse barco furado, deixando de apostar numa alternativa que atenda a todos os lados. 

Em Londres, na Inglaterra, a orientação da política pública urbana é não aceitar a segregação envolvida no conceito de “bairros populares” e “bairros ricos”. Lá, a idéia é misturar os vários segmentos sociais: camadas populares e camadas mais abastadas devem morar lado a lado. Essa convivência é boa, não só por reduzir a violência e o preconceito, mas por fazer com que a mão de obra fique ao alcance de quem pode utilizá-la, e vice-versa. Cada lado passa a entender a importância do outro. Se tiverem por um imperativo incontornável de remover uma comunidade, esta é reassentada em área próxima de onde morava antes para que seus membros não percam seu ambiente cultural, seus laços comunitários, seu mercado de trabalho, nem o acesso aos serviços públicos a que estavam conectados. Essa é a orientação. Que tal fazer o mesmo, aqui?

No Piauí, aeroporto de R$ 20 milhões, já consumiu R$ 25 milhões e não decolou

“A ideia é que no futuro pesquisadores, estudantes, turistas e curiosos de todo tipo que quiserem conhecer o passado do primeiro homem a habitar as Américas descerão de modernos jatos num aeroporto com pista de 2,5 mil metros, no meio da caatinga, em São Raimundo Nonato, no sul do Piauí, a 503 quilômetros de Teresina.

O confortável terminal mescla a arquitetura futurista com um símbolo do passado, que poderá ser visto dos céus pelos que chegam – o desenho de uma capivara prenhe, a primeira mostra dos tesouros arqueológicos do Parque Nacional da Serra da Capivara.

Por enquanto, no entanto, em vez do terminal em forma da capivara que espera um filhote, quem chega ao aeroporto vê uma carcaça de ferros retorcidos, concreto aos pedaços, tijolos amontoados, tocos de madeira e pregos enferrujados.

Isso porque as verbas públicas para a construção do Aeroporto Serra da Capivara seguiram o rumo de tantas outras destinadas a projetos tão ou mais importantes: sumiram. Como sumiu o dinheiro para a edificação de nove quiosques na cidade vizinha de Coronel José Dias, a 30 quilômetros dali.

O enredo em São Raimundo Nonato tem o perfil das irregularidades detectadas pelas auditorias do Tribunal de Contas da União (TCU) e investigações da Polícia Federal nas verbas do Turismo: dinheiro do orçamento público que começou a ser liberado no fim de um governo e vai pingando com critério eleitoral, empreiteira de político contratada e zero de comprometimento administrativo com o projeto de incentivar o turismo.

O Aeroporto Serra da Capivara deveria ter um custo total de R$ 20 milhões, mas a obra já consumiu R$ 25 milhões e vai precisar de mais R$ 8 milhões para ser concluída – e não se sabe quando.

A empreiteira Sucesso, que deverá tocar a obra até o fim, informou que não sabe quando recomeçará a trabalhar na construção do terminal. Por enquanto, mantém lá apenas um funcionário, que faz a vigilância da área. A Sucesso pertence ao senador João Claudino (PTB-PI).”

(Estadão)