Blog do Eliomar

Últimos posts

Alfredo Nascimento é herança maldita de Lula, diz Tasso Jereissati

195 3

“Líderes do PSDB se reuniram no começo da tarde desta quinta-feira, em Brasília, no apartamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG), na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. O presidente nacional do PSDB, deputado federal Sérgio Guerra (PE), foi o primeiro a chegar ao local, seguido do anfitrião Aécio e do ex-senador Tasso Jereissati (CE), presidente do Instituto Teotônio Vilela.

Ao chegar ao encontro, Jereissati destacou que a queda de Alfredo Nascimento, demitido do Ministério dos Transportes por suspeitas de superfaturamento em obras da pasta, é uma “herança maldita” do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
“A presidenta vai ter muito trabalho porque tem um esquema muito espalhado de corrupção. É uma herança maldita que vem do governo Lula”, afirmou Tasso, emendando que a oposição “deve tratar o assunto com rigor, não com alegria”. “É um caso de Justiça. Desde o mensalão não há punição. A sociedade precisa reagir e a imprensa tem um papel fundamental”, disse ele.
Além da queda do ministro, os tucanos conversam sobre estratégias do PSDB, que ultimamente passa por turbulências internas. Recentemente, o presidente do PSDB mineiro, deputado federal Marcus Pestana, e o ex-governador de São Paulo José Serra protagonizaram uma discussão no gabinete do senador Álvaro Dias (PR). Serra cobrou explicações de Pestana sobre o porquê de o parlamentar mineiro ter falado mal dele.”

(Portal iG)

TV O POVO comemora 4 anos neste sábado

Os quatro anos da TV O POVO serão comemorados neste sábado com a exibição, às 20 horas, do especial “4 em 48”. O título é uma “brincadeira’ com os quatro anos da TV e os 48 minutos de duração do documentário, além de dar ênfase ao 48, que é o número do canal na tv aberta”, explica o jornalista Aislan Nogueira, responsável pelo texto e produção, com edição de André Silvestre.
O documentário resgata parte da história da emissora, que mesmo com pouca idade, já possui um importante material sobre a cidade. Logo nos primeiros meses, a TV O POVO exibiu o Reveillon, fez a maior cobertura das eleições em 2008, sendo a primeira emissora a entrevistar a prefeita reeleita Luizianne Lins e também a cobertura do Carnaval 2008 (quando aconteceu a queda das arquibancadas, na avenida Domingos Olímpio).
Os condutores da história são os próprios colaboradores, por meio de entrevistas com Luciana Dummar, Dummar Neto, Arlen Medina, Marcos Tardin, Paulo Linhares, Isabel Andrade, Selma Vidal, Kamila Fernandes e outros. O material traz ainda os “bastidores” de quem faz a TV: técnica, edição, reportagem, arte, camarim e produção.
O programa de menor duração na emissora, os que não foram ao ar, os projetos especiais e os documentários produzidos pela casa também serão mostrados no especial. Os telespectadores poderão – ainda – saber as próximas novidades da emissora.
SERVIÇO
Exibição: Sáábado, às 20 horas, com reprise domingo, às 16 horas.
Canal 48 (tv aberta), 11 (TV Show) e 23 (Net).

Cagece manda nota para Blog explicando consumo de água da Residência Oficial

95 1

Sobre post relacionado ao gasto da Residência Oficial com água, o que ficou definido em contrato entre o Governo e a Cagece, recebemos nota de esclarecimento:

Caro Eliomar de Lima,
A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), vem em nota informar que o valor do contrato, publicado em Diário Oficial do último dia 1º de julho, refere-se aos imóveis da Residência Oficial, Palácio Abolição, Mausoléu Castelo Branco e Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança). A Companhia esclarece ainda que a formalização dos serviços prestados pela Cagece surgiu de uma orientação da Controladoria Geral do Estado para o Governo do Estado, com o objetivo de dar mais transparência a estes gastos, a partir de um contrato com os valores das despesas com abastecimento de água/esgoto, por exemplo. Os valores publicados no D.O são estimados e foram calculados a partir do histórico de consumo.
No entanto, a Companhia ressalta que será cobrado apenas o valor do consumo real do Palácio, medido mensalmente através do hidrômetro por um leiturista da Companhia.
Atenciosamente
Assessoria de Imprensa da Cagece.
VAMOS NÓS – Tudo bem que a Cagece mande resposta, mas quem deveria dar explicações sobre tanto gasto de água era o Governo.

Após 15 anos, ex-prefeito de Boa Viagem é denunciado por suposto desvio de verba

“O ex-prefeito do município de Boa Viagem, Antônio Argeu Nunes Vieira, foi denunciado, nesta quinta-feira, 7, pelo Ministério Público Federal (MPF) por apropriação de recursos públicos. Argeu Vieira foi prefeito do município há 15 anos.

De acordo com o procurador da República Luiz Carlos Oliveira Júnior, autor da denúncia, Vieira seria o responsável pelo desvio de verba destinada à compra de alimentos para idosos.

Se condenado pela Justiça Federal, o ex-prefeito poderá ter de cumprir pena de reclusão de dois a 12 anos e ficar impossibilitado de exercer cargo ou função pública, eletivo ou de nomeação, por uma prazo de cinco anos.

Em 1996, quando Argeu Vieira era prefeito, o município de Boa Viagem firmou convênio com o Ministério da Previdência e Assistência Social para o repasse de cerca de R$ 18 para o atendimento de idosos em regime de externato. O dinheiro deveria ter sido utilizado para a compra de alimentos. A prefeitura chegou a encaminhar prestação de contas, mas ela foi reprovada.

Supostas irregularidades
A reprovação das contas se deu em função de irregularidades constatadas pelo próprio Ministério. Durante fiscalização realizada no Município por técnicos do órgão, ficou constatado que as pessoas que seriam beneficiadas não receberam nenhum alimento. Também não foi encontrado nenhum material estocado no almoxarifado da prefeitura, mesmo tendo a administração municipal apresentado notas fiscais de compra dos alimentos.

Em virtude dos problemas detectados, Antônio Argeu Nunes Vieira já recebeu condenação do Tribunal de Contas da União, que julgou as contas irregulares e determinou que o ex-prefeito devolvesse o dinheiro referente ao convênio com correção monetária e demais encargos legais. As informações são do Ministério Público Federal (MPF).”

Furto ao Banco Central

Em novembro de 2008, o ex-prefeito foi preso na sede da Polícia Federal, em Fortaleza, acusado de ser um dos financiadores do furto de R$ 164,7 milhões ao Banco Central da Capital, em 2005. Já neste ano, ele foi condenado, em primeira instância, a 49 anos de prisão.

(O POVO Online)

O trem da história

Túlio Muniz, um dos autores.

Já à venda o livro “Os descaminhos de ferro do Brasil”. Trata-se de um trabalho de pesquisa feito pelo engenheiro José Hamilton Muniz, aposentado da extinta RFFSA, e pelo jornalista Túlio Muniz, historiador e doutor pela Universidade  de Coimbra.

Além de um resgate da memória do transporte ferroviário, a publicação aborda o turismo ferroviário, as relações público-privadas da área e até a tão aguardada Ferrovia Transnordestina.

SERVIÇO

Onde comprar – Oboé Cultural, Livraria Acadêmica e Museu do Ceará.

PSOL quer a cassação de Alfredo Nascimento

“O PSOL deve entrar ainda nesta quinta-feira (7) com uma representação no Conselho de Ética contra o ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento, que pediu demissão ontem do cargo após denúncias envolvendo a pasta e seus familiares.

O pedido de abertura de investigação, assinada pelo líder do PSOL no Senado, Randolfe Rodrigues (MA), pode levar à cassação do mandato de senador, que Nascimento deve reassumir com sua saída do governo.

Rodrigues argumenta que, mesmo fora do Senado, Nascimento quebrou o decoro parlamentar.

– Ele é senador. Estava licenciado das atividades do Senado. E a conduta ética do parlamentar é tão ou mais rigorosa que de qualquer membro de qualquer um dos outros Poderes, do Executivo ou Judiciário.

Para fundamentar o pedido, Randolfe deverá juntar reportagens dessa semana que levaram à queda da cúpula dos Transportes e depois do próprio ministro. Ele falou em “malversação de recurso público” e “corrupção” para motivar sua decisão.

A primeira reportagem, da revista Veja, denunciava um suposto esquema de pagamento de propina e direcionamento de licitações em obras de rodovias e ferrovias contratadas pela pasta.

Ontem, o jornal O Globo mostrou investigação do Ministério Público Federal no Amazonas de possível enriquecimento ilícito do filho de Nascimento, Gustavo Pereira. Sua empresa, a Forma Construções, aumentou seu capital em 86.500%, passando de R$ 60 mil para R$ 52,5 milhões em menos de dois anos.

Ao pedir demissão à presidente Dilma Rousseff na tarde de ontem, Nascimento divulgou nota se disponibilizando a prestar esclarecimentos junto à Procuradoria-Geral da República sobre sua gestão nos Transportes, com abertura de seus sigilos bancário e fiscal.

Após as primeiras denúncias, no início da semana, Nascimento negou, em nota, que tenha autorizado qualquer “ato político-partidário envolvendo ações e projetos do Ministério dos Transportes.

(R7.com)

CNJ marca reunião para definir pauta da próxima Semana Nacional da Conciliação

“O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza em Brasília, na próxima terça-feira, reunião com o comitê gestor do Movimento Nacional pela Conciliação com o objetivo de definir as diretrizes para a próxima Semana Nacional de Conciliação – esforço concentrado do Judiciário na realização de audiências com o propósito de buscar entendimento entre as partes e disseminar, no país, a cultura da resolução dos conflitos judiciais por meio da pacificação. A reunião tem o intuito de avaliar, também, o cumprimento da  Resolução 125, do Conselho, nos estados, bem como as estratégias para orientação aos tribunais sobre o tema. 

A  Resolução 125 determinou  a todos os tribunais brasileiros a criação de centrais e núcleos de conciliação de processos. Desde março passado, uma equipe de juízes designada pelo CNJ percorre o país para  verificar se as centrais e  os núcleos foram corretamente instalados e se o trabalho atende ao que foi determinado pelo Conselho.

Demandas de massa – a partir do balanço a ser feito, o CNJ também pretende dar continuidade às reuniões e contatos com entidades empresariais e de classe com o objetivo de definir os apoios para a próxima Semana Nacional da Conciliação. Isso porque  o objetivo da semana deste ano,  de acordo com a coordenadora da mobilização no âmbito do Conselho, conselheira Morgana Richa, é focar as audiências de conciliação nas chamadas demandas de massa, que envolvem grandes números de partes – em geral ações coletivas movidas por consumidores.

Por conta disso, CNJ já tem mantido contatos com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), entidades públicas e algumas das principais instituições financeiras do país. De acordo com a conselheira Morgana Richa, o momento é de consolidar a política nacional de conciliação no país. A semana nacional de conciliação deste ano, que ocorrerá em sua sexta edição, está marcada para o período de 28 de novembro a 3 de dezembro.”

(Site do CNJ)

Sinduscon comemora aumento na oferta de empregos

O setor da construção civil cearense fecha o primeiro semestre ofertando mais de 40 mil empregos, segundo o vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil, (Sinduscon), Heitor Studart.

Segundo explica, por conta das obras públicas, que são muitas patrocinadas pelo governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza em razão da Copa 2014, e também em razão do boom da área imobiliária da Capital.

Heitor adianta que as orbas públicas estão turbinando o segmento e que a previsão é de aumentar o resultado, porque o “Programa Minha Casa, Minha Vida”, do governo Dilma, começa a deslanchar.

Já o segmento dos corretores de imóveis endossam essa previsão do Sinduscon e apostam que fecharão 2011 com um aumento nas vendas da ordem de 10%, de acordo com o diretor do Creci-CE, Armando Cavalcante.

Centenário de Juazeiro do Norte terá Congresso sobre História da Educação do Ceará

265 1

Estão abertas, até o próximo dia 13, as inscrições para o X Congresso de História da Educação do Ceará, que neste ano será realizado de 25 a 28 de setembro, em Juazeiro do Norte (Região do Cariri). O tema será “Discursos, Ritos e Práticas: a Educação Popular, Cívica, Midiática e Religiosa na Perspectiva Comparada”. O evento é organizado pelo Grupo de Pesquisa e Estudos em História e Memória da Educação no Cariri/Urca.

O congresso reunirá pesquisadores de várias universidades e a abertura dos trabalhos ocorrerá dia 25 de setembro, às 19 horas, no Memorial Padre Cícero, com a conferência do professor Eduardo Diatahy Bezerra de Menezes sobre o tema do evento. O encontro integrará o calendário oficial das comemorações de 100 anos de fundação de Juazeiro do Norte, com atividades no Memorial Padre Cícero e no Colégio Salesiano. Ao todo, são 28 palestras e cinco mesas-redondas.

SERVIÇO

Informações no www.urca.br/xche/

E-mail xchec2011@urca.br

(Com site UFC)

CGU nomeia equipe para auditar licitações e contratos no Ministério dos Transportes

“O ministro chefe da Controladoria-Geral da União, Jorge Hage, designou oito servidores da CGU para auditar as licitações, contratos e execução de obras que deram origem às denúncias sobre irregularidades no âmbito do Ministério dos Transportes e órgãos vinculados.

A portaria foi publicada hoje (7) no Diário Oficial da União. O grupo tem até 31 de agosto para concluir o processo de auditoria nas licitações que já foram suspensas.

Além disso, um servidor da CGU foi nomeado só para acompanhar o desenvolvimento dos trabalhos da comissão de sindicância, designada pelo ex-ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.”

(Agência Brasil)

Corte com diárias e passagens atginge 37% no primeiro semestre

“Ao anunciar, no início de fevereiro, o corte de R$ 50 bilhões no orçamento, os ministros Guido Mantega e Miriam Belchior, da Fazenda e Planejamento, respectivamente, afirmaram que os investimentos não seriam afetados. Em matéria publicada pelo site Contas Abertas, confirma-se que os gastos ficaram próximos, comparados com o primeiro semestre de 2010 (link da matéria).

Já em passagens e diárias o governo corre para cumprir a meta de reduzir em 50% o dispêndio. Nos primeiros seis meses a redução foi de 37%, passando dos R$ 964,9 milhões do ano passado, para um total de R$ 608,4 milhões em 2011. A economia de R$ 365,5 milhões envolve passagens, hotéis, refeições e táxis, para servidores civis, militares, conselheiros e colaboradores eventuais da administração federal, em viagens de âmbito nacional e internacional, incluindo Legislativo e Judiciário, mas sem levar em consideração as estatais. 

Se for levado em consideração apenas o período após a publicação do decreto 4.776, que limita as despesas com diárias e passagens em 25% para as áreas de fiscalização e policiamento e em 50% para as demais áreas, o corte chega a 52,2%. Entre março e junho deste ano, foram gastos R$ 391,8 milhões, contra R$ 751 milhões do ano passado.

A pasta que mais reduziu, percentualmente, este tipo de despesa foi o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Entre janeiro e junho de 2010, o órgão gastou cerca de R$ 60,2 milhões em diárias e passagens. Já no mesmo período deste ano, o desembolso foi de R$ 6,8 milhões, um corte de 88,6%. Dos 38 órgãos da administração federal (Executivo, Legislativo e Judiciário), 32 conseguiram reduzir os custos.

Na contramão, apenas seis pastas aumentaram os gastos com passagens e diárias, com o Ministério Público da União (MP) liderando o ranking dos que decepcionaram a intenção de economia para os cofres públicos. Por não estar vinculado ao Executivo, o MP não consta na lista de órgãos contida no decreto 4.776. Neste ano já foram gastos R$ 4,3 milhões a mais do que o mesmo período do ano passado. Proporcionalmente o órgão com o maior aumento também está relacionado ao MP. O Conselho Nacional do Ministério Público cresceu em 86,4% em relação aos R$ 837,9 mil desembolsados em 2010.

Segundo a assessoria do órgão, o crescimento com gastos em passagens foi proporcional ao aumento das ações desenvolvidas pelo Conselho neste ano. “O nosso orçamento estava baixo, por isso não estávamos cumprindo a nossa missão constitucional. O Conselho coordena ações do Ministério Público (MP) no país inteiro. Este ano, já foram realizados oito eventos relativos ao planejamento estratégico a nível nacional. A intenção é criar uma agenda comum para o MP como todo e fixar metas para melhor adesão a nível estadual”.

O elevado aumento de gastos com passagens e diárias está relacionado também a tentativa de unificar as tabelas processuais do MP. “A taxonomia única ajudará na comunicação entre os ministérios públicos. Dessa maneira, começamos a fazer inspeções in loco nos estados. Mês passado, por exemplo, 22 pessoas passaram três semanas em São Paulo. A possibilidade deste tipo de atividade incrementa as ações do Conselho”, explica a assessoria. O objetivo do MP é padronizar a terminologia de classes, assuntos e movimentação processual judicial e extrajudicial, além das taxas cobradas em todos os estados.

Os campeões do primeiro semestre de 2011

Até 30 de junho, o Ministério da Educação foi o órgão que mais desembolsou dinheiro para utilização com passagens, diárias e locomoção, gastando R$ 99,3 milhões. Apesar de liderar os maiores gastos do primeiro semestre de 2011, a cifra é 19% menor aos R$ 122,5 milhões registrados no mesmo período do ano passado.

O Ministério da Justiça foi o responsável pelo segundo maior gasto. Com redução de 35,5%, entre janeiro e junho a pasta desembolsou R$ 91,3 milhões. A terceira posição foi ocupada pelo Ministério da Defesa, que diminui em 23,5% os gastos com este tipo de despesa e utilizou R$ 88,6 milhões.

Na ponta inversa da tabela de gastos com passagens e diárias, a Justiça do Distrito Federal e dos Territórios foi o órgão que menos gastou, desembolsando pouco mais de R$ 81 mil. O Superior Tribunal de Justiça e a Justiça Federal completam a lista de menores dispêndios, com R$ 404,5 mil e R$ 779,4 mil, respectivamente.

Em relação ao tipo de despesa, a que sofreu maior redução foram as diárias de colaboradores eventuais no exterior. Apenas R$ 512,8 mil foram gastos este ano, quase a metade do R$ 1 milhão desembolsado em 2010.”

(Site Contas Abertas)

Bancos podem ter que devolver R$ 1 bi a clientes por cobrarem taxas indevidas

“Em 30 abril de 2008, o Banco Central publicou uma resolução na qual estabelecia quais serviços os bancos poderiam cobrar a seus clientes. Ainda assim, ente 2008 e 2010, os bancos Santander, Itaú-Unibanco e HSBC teriam continuando fazendo a cobrança indevidas de outras taxas. Por essa razão, o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF-RJ) entrou agora com uma ação civil pública contra as três instituições para que essas devolvam mais de R$ 1 bilhão aos seus correntistas.

De abril de 2008 a junho de 2009, o Santander teria cobrado R$ 351,6 milhões de comissão de disponibilização de limite (CDL). O HSBC teria cobrado R$ 7,6 milhões de comissão de manutenção de limite de crédito (CMLC), de dezembro de 2008 a março de 2009.

E o Itaú-Unibanco, quando ainda era apenas Unibanco, teria continuando com a cobrança imprópria de três taxas: comissão sobre operações ativas (COA), arrecadando um total de R$ 100,8 milhões, comissão de manutenção de crédito (CMC), com lucro de R$ 80,4 milhões, e  multa por devolução de cheques, que totalizou R$ 64 milhões.

O MPR-RJ já havia enviado, em março e em maio, recomendações para que os bancos devolvessem integralmente os valores aos clientes, mas, como a recomendação não foi acatada, a ação civil foi aberta. Além dos ressarcimentos, o Ministério Público quer que os réus da ação sejam condenados a pagar indenizações por danos morais coletivos, em valores que variam de R$ 5 milhões a R$ 30 milhões.

Com isso, quando procurados pela reportagem da Folha de S. Paulo, o Santander afirmou que que devolverá os valores arrecadados a título de Repasse de Encargos de Operação de Crédito (REOC), que corresponde a custos arcados pelo banco, em um total de R$ 265 milhões. Já o HSBC informou que não se pronunciará enquanto o caso ainda estiver em trâmite judicial, e o Itaú-Unibanco não responder.”

(Com Agências)

Jornal argentino diz que Dilma enfrenta herança política maldita

140 3


“A saída do segundo ministro de Dilma Rousseff por denúncias de corrupção em menos de um mês representa, segundo um artigo publicado nesta quinta-feira pelo jornal argentino “La Nación”, uma “herança maldita” deixada à presidente pelo seu antecessor e padrinho político, Luiz Inácio Lula da Silva.

Em uma analogia à “herança maldita” que Lula dizia ter recebido na economia do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o jornal aponta que os dois ministros derrubados por escândalos –Antonio Palocci, da Casa Civil, no mês passado, e Alfredo Nascimento, dos Transportes, na quarta-feira– eram ligados a Lula, de quem também haviam sido ministros.

“Já ao final de seu bem-sucedido governo, quando se preparava para deixar o poder nas mãos de sua afilhada política, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva alardeava ter superado a ‘herança maldita’ que, em termos econômicos –com dívida e recessão– tinha lhe deixado seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso”, diz o jornal.

“Agora, sua sucessora, Dilma Rousseff, enfrenta o desafio de se sobrepor à ‘herança maldita’ que, na política, parece ter lhe deixado seu padrinho”, complementa o texto. O jornal comenta que, ao contrário da defesa que fez de Palocci, que havia sido seu coordenador de campanha e é membro do seu Partido dos Trabalhadores, com o ministro dos Transportes Dilma viu a tarefa de se livrar dele “pessoalmente mais fácil”.

O artigo observa que Nascimento não está ligado aos dois partidos majoritários da coalizão governista, o PT e o PMDB, e afirma que sua agremiação, o Partido da República, “tem um peso menor e não poderá fazer balançar o governo com suas exigências, apesar de gozar de bastante influência entre os evangélicos”.

Em outro texto, o jornal observa que o PR tem “uma mancha de nascimento”, por ter sido criado a partir do antigo Partido Liberal, que teve vários dirigentes acusados de envolvimento no então escândalo do “mensalão”, em 2005.

O diário comenta que a situação do ministro se tornou insustentável com a avalanche de denúncias de corrupção publicadas pela imprensa brasileira desde o fim de semana. “Já bastante debilitado com a renúncia de Palocci no mês passado, o governo tentou ontem se mostrar forte e decidido, ao enfatizar que Dilma já havia retirado o apoio político a Nascimento no fim de semana”, diz o texto.

Para o jornal, o grande problema agora para a presidente é que “a imagem da jovem administração de Dilma fica agora muito manchada, sobretudo se for levado em conta que em plena campanha também estourou um escândalo de tráfico de influências que envolveu quem era sua mão direita quando ela era ministra da Casa Civil e foi sua sucessora no cargo, Erenice Guerra”.”

(Folha.com)

Arce prorroga inscrições de estagiários

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Ceará (Arce) prorrogou, até 19 próximo, o prazo de inscrição para estagiários nas áreas de Jornalismo e Comunicação Social, Ciências Contábeis, Administração de Empresas, Engenharia Civil/Vias e Transportes, Economia e Engenharia Elétrica. 

Do processo seletivo, podem participar estudantes que atendam às seguintes condições: estar matriculado regularmente no curso superior da área determinada, ter cursado no mínimo 50% dos créditos requeridos, ter obtido, em pelo menos 70% das médias finais das disciplinas, notas iguais ou superiores a sete – variando numa escala de zero a dez ou correspondente.

A seleção será conforme convênio celebrado entre a Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado e as instituições de ensino Unifor, UFC, Christus, Cefet, Funece, FIC, Centec, Facet, Farias Brito, Flated, Fanor e Evolutivo, com fundamento no Decreto nº29.704, de 08 de Abril de 2009.

DOCUMENTOS

O candidato deverá apresentar no ato de inscrição cópia do CPF, cópia da carteira de identidade, comprovantes de matrícula no semestre em curso e histórico escolar atualizado do curso superior requerido.

SERVIÇO

* Inscrições na sede da Arce-  Avenida Santos Dumont, nº1789, 15ºandar, Edifício Potenza.

* Internet – rh@arce.ce.gov.br, com nome, curso, semestre, matrícula e endereço completo, além dos demais itens contantes no edital.

* Outras informações – (85) 3101-1002, nos horários de oito ao meio dia e das 13 à 17 horas.

PT adia encontro que trataria sobre caso do prefeito de Senador Pompeu

122 4

Este Blog recebeu comunicado da Comissão Executiva do PT Ceará informando que a reunião programada para esta quinta-feira, a partir das 18 horas,  foi adiada. Confira: 

Devido a problemas na agenda da presidenta do PT do Ceará e prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, a reunião da Executiva Estadual, que aconteceria nesta quinta-feira, foi desmarcada. A nova data será divulgada posteriormente.

VAMOS NÓS – O encontro trataria especificamente do caso do prefeito de Senador Pompeu, Antônio Teixeira (PT), acusado de envolvimento em esquema de fraudes em licitações.

O Arraiá das emendas parlamentares

“Os R$ 22 milhões prometidos (empenhados) pelo Ministério do Turismo para a organização de festas juninas e julinas no País têm como destino mais de 130 cidades espalhadas por 16 estados. Esses recursos, como mostrou o Congresso em Foco, foram direcionados do orçamento federal por iniciativa de 66 congressistas e ex-congressistas, por meio das chamadas emendas parlamentares. Os estados da Paraíba, do Ceará e da Bahia foram os mais agraciados com esse tipo de recurso.

Em todos os convênios, além da verba federal, as prefeituras e os governos estaduais entraram com diferentes valores de contrapartida. Em alguns casos, o valor aceito é inferior ao reivindicado por deputados e senadores. Há casos também em que o Ministério do Turismo complementou os recursos por iniciativa própria. A lista pode aumentar com a aprovação dos últimos convênios. O levantamento do Congresso em Foco foi concluído na última sexta-feira (1º).

Veja a relação dos municípios cearenses que já garantiram recursos federais para suas festas juninas por indicação dos parlamentares, com os respectivos nomes e datas dos festejos. Esses valores, por enquanto, estão empenhados (ou seja, prometidos). O pagamento só deve sair ao longo do ano, com a aprovação das prestações de contas.

CEARÁ

Aracoiaba
São João (10 de junho)
Valor empenhado: R$ 150.000 
Emenda do deputado Mauro Benevides (PMDB-CE): R$ 150.000

Barbalha
Festival de Quadrilhas Juninas de Barbalha (10 a 15 de junho)
Valor empenhado: R$ 200.000
Emenda do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE): R$ 100.000
Emenda do deputado Arnon Bezerra (PTB-CE): R$ 100.000

Brejo Santo
Valor empenhado: R$ 100.000 
Emenda do deputado Arnon Bezerra (PTB-CE): R$ 100.000

Camocim
Junino Cultural no Município de Camocim (9 e 10 de julho)
Valor empenhado: R$ 200.000
Emenda do deputado Vicente Arruda (PR-CE): R$ 200.000

Camocim
Festival de Quadrilhas de Camocim (22 a 24 de julho)
Valor empenhado: R$ 200.000
Emenda do deputado José Airton Cirilo (PT-CE): R$ 200.000

Campos Sales
23º Arraiá da Felicidade (9 e 10 de junho)
Valor empenhado: R$ 150.000
Emenda do deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE): R$ 150.000

Cascavel
Pré Arraiá Junino (8 de junho)
Valor empenhado: R$ 200.000
Emenda do deputado Mauro Benevides (PMDB-CE): R$ 155.000

Catunda 
Santo Antônio da Alegria (10 a 13 de junho)
Valor empenhado: R$ 100.000 
Emenda da deputada Gorete Pereira (PR-CE): R$ 100.000

Horizonte
Festival junino (8 e 9 de julho)
Valor empenhado: R$ 200.000 
Emenda do deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE): R$ 200.000

Icó
Icó Junino (29 e 30 de junho)
Valor empenhado: R$ 200.000
Emenda do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE): R$ 100.000
Emenda do ex-deputado Flávio Bezerra (PMDB-CE): R$ 100.000

Icó
Forricó 2011 (6 a 10 de julho)
Valor empenhado: R$ 200.000
Emenda deixada pelo ex-deputado Flávio Bezerra (PMDB-CE): R$ 200.000

Ipueiras
Festival de Quadrilha de Ipueiras (23 e 24 de julho)
Valor empenhado: R$ 150.000 
Emenda do deputado Vicente Arruda (PR-CE): R$ 150.000

Itarema
7° Festival Junino (27 de julho)
Valor empenhado: R$ 150.000 
Emenda do deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE): R$ 150.000

Maracanaú
São João de Maracanaú (1º a 17 de julho)
Valor empenhado: R$ 1.200.000
Emenda da deputada Gorete Pereira (PR-CE): R$ 1.200.000

Miraíma
Festejos juninos (25 a 28 de junho)
Valor empenhado: R$ 100.000 
Emenda do deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE): R$ 100.000

Morrinhos
3º Arraiá Morrinhos de São João (24 e 25 de junho)
Valor empenhado: R$ 100.000
Emenda do deputado José Airton Cirilo (PT-CE): R$ 100.000

Parambu
Parambu Junino (26 a 28 de junho)
Valor empenhado: R$ 150.000
Emenda do deputado Arnon Bezerra (PTB-CE): R$ 150.000

Quixadá
15ª edição do Pula Fogueira (6 a 9 de julho)
Valor empenhado: R$ 200.000
Emenda do senador José Pimentel (PT-CE): R$ 200.000

Quixeramobim
Festival Julhino (3 de julho)
Valor empenhado: R$ 200.000
Emenda do deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE): R$ 200.000

Saboeiro
2º Sabofestejo (14 a 16 de julho)
Valor empenhado: R$ 150.000
Emenda do deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE): R$ 100.000

Senador Sá
Chitão do Senador Sá (17 e 18 de junho)
Valor empenhado: R$ 100.000 
Emenda do deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE): R$ 100.000

Tarrafas
Festa de São João (17 e 18 de junho)
Valor empenhado: R$ R$ 100.000
Emenda da deputada Gorete Pereira (PR-CE): R$ 100.000

(Congresso em Foco)

Dia dos Pais – Lojistas apostam em incremento nas vendas da ordem de 10%

Os lojistas de Fortaleza já trabalham com a expectativa de um incremento da ordem de 10% na venda pelo Dia dos Pais, em agosto. Segundo Freitas Cordeiro, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), os estoques estão sendo reforçados por conta dessa previsão.

Freitas Cordeiro estima que os segmentos de perfumaria, confecções, sapatos e acessórios e eletroeletrônicos deverão experimentar boas vendas, além de setor de serviços.