Blog do Eliomar

Últimos posts

Comissão vai retomar análise de processos de anistia de camponeses do Araguaia

A decisão da Justiça Federal de cassar a liminar e restabelecer o pagamento da indenização mensal a 44 camponeses do Araguaia (PA) anistiados em junho de 2009 fará com que a Comissão de Anistia do Ministério da Justiça retome 140 processos prontos para serem julgados. A avaliação é de Paulo Abrão Junior, presidente da comissão e também Secretário Nacional de Justiça.

“Formalmente [a decisão judicial] não destrava. Porém, eu sei que o reflexo interno na Comissão da Anistia é que nós poderemos voltar à análise. A comissão deliberará para retomar a apreciação dos demais pedidos”, previu Abrão. Segundo ele, a liminar não impedia a tramitação de novos pedidos de camponeses, mas “a Comissão da Anistia, de forma prudente até o desfecho dessa ação judicial, decidiu não apreciar nenhum requerimento”, explicou.

O valor da indenização mensal aos camponeses é R$ 1.090 (dois salários mínimos). A comissão reconheceu que os camponeses foram torturados pelo Exército durante o combate à Guerrilha do Araguaia no início dos anos 1970.

O advogado João Henrique Nascimento de Freitas que entrou com a ação contra o pagamento das anistias protocolou, na última quinta-feira (24), um recurso junto à própria juíza que extinguiu o processo (Marceli Maria Carvalho Siqueira, da 27ª Vara Federal do Rio de Janeiro), alegando que “a sentença omite apontamentos de irregularidades nos procedimentos entregues pelo Ministério da Justiça”.

Paulo Abrão defende as anistias e o trabalho da comissão. Segundo ele, foram analisados cerca de 300 pedidos, foi feita pesquisa documental e colhidos depoimentos. Abrão acredita que o trabalho acumulado pela Comissão da Anistia (desde 2002) e pela Comissão de Mortos e Desaparecidos (desde 1995) irá subsidiar a atuação da futura Comissão Nacional da Verdade, ainda não instalada.

“A lei sancionada pela presidenta [Dilma Rousseff] diz claramente que as três comissões já criadas na nossa justiça de transição devem trabalhar de forma integrada”, apontou. “É evidente que a Comissão da Verdade partirá dos trabalhos já acumulados nos últimos 15 anos das duas comissões anteriores sob pena de não dar conta de sua tarefa histórica num período de tempo que engloba apenas dois anos de vigência”, salientou.

Segundo decisão no ano passado do Tribunal de Contas da União (TCU), o processo de concessão de anistia deverá seguir para o tribunal após decisão da comissão. O Ministério da Justiça entrou com pedido de reexame da decisão no TCU que ainda não tem data para julgamento.

(Agência Brasil)

Polícia do Senado requisita a compra de 'kit antiespionagem'

A Polícia do Senado solicitou ao comando da Casa a compra de quatro maletas de rastreamento de grampos telefônicos. São dois tipos diferentes de equipamentos.  Duas maletas “Oscor Blue”, que está no topo do ranking de material de rastreamento, utilizado para avaliar escutas ambientes.  Outras duas são do modelo Talam, para analisar problemas em telefones, como extensões irregulares.  Ainda foram pedidas três tipos de câmeras-sondas, que viabilizam o acesso visual em locais de difícil acesso, além de outros equipamentos.

Segundo o diretor da Polícia do Senado, Pedro Ricardo Araújo Carvalho, a Casa trabalha com equipamentos de “tecnologia ultrapassada”, adquiridos em 2005. Ele argumenta que essa área precisa de atualização constante diante dos avanços de novas tecnologias e técnicas disponíveis para obtenção ilegal de informação. O material requisitado seria mais preciso e mais rápido. Carvalho afirmou que os novos instrumentos são de contrainteligência eletrônica e não fazem gravações

O diretor disse que por ano são feitas cerca de 40 varreduras nos gabinetes. A polícia age após ser acionada por senadores ou em eventos importantes. A última grande ação ocorreu na posse de Dilma Rousseff, em janeiro. Há a previsão ainda para ações nos escritórios estaduais dos congressistas

O valor do “kit antiespionagem” não foi informado. O Senado disse que não há definição se o material vai ser comprado e não informou se há prazo para definição.

(Folha)

Farc matam quatro reféns militares na Colômbia

Rebeldes da guerrilha Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) mataram pelo menos quatro militares colombianos que eram reféns há anos, disse neste sábado (26) o ministro da defesa da Colômbia, Juan Carlos Pinzón.

Esse é o maior incidente de violência cometido pela guerrilha financiada pelo tráfico de drogas desde que as forças colombianas mataram o líder das Farc, Alfonso Cano, em uma operação neste mês.

Entre os militares mortos estaria o sargento do Exército Libio Martínez, considerado o refém há mais tempo em poder das Farc, sequestrado há quase 14 anos, segundo fontes militares. O assassinato dos reféns aconteceu em uma região de selva no Departamento de Caquetá, no sul do país, disseram as fontes.

(Reuters)

Governo não vai conter alta do dólar, diz Guido Mantega

127 1

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta sexta-feira (25) que o governo não tomará medidas para conter a valorização do dólar. Segundo ele, a recente alta da moeda americana foi provocada pelo agravamento da crise internacional e “o sistema de câmbio flutuante está dando a resposta adequada para essa situação”.

Satisfeito com a alta do dólar nos últimos dias, Mantega disse que isso dá mais competitividade ao setor industrial, ao encarecer as importações: “Hoje há uma desvalorização do real. Era o que nós queríamos”.

O governo tomou várias medidas ao longo do ano para reverter a queda do dólar, como encarecimento de operações no mercado futuro de câmbio que estavam influenciando a valorização do real.

Mantega disse que a crise externa vai continuar se agravando, mas ressaltou que é exatamente isso que deve levar os governos europeus a chegarem a uma solução. Segundo ele, a Alemanha não autoriza que o Banco Central Europeu compre títulos públicos de países em dificuldades financeiras, como Itália e Espanha, porque quer obrigar esses países a cortar gastos e ajustar suas contas.

“O agravamento da crise é uma certeza, mas é uma saída. Eles não vão deixar a coisa degringolar, porque, se deixarem, teremos uma crise pior que a do Lehman Brothers [banco americano cuja quebra detonou a crise de 2008]”, observou.

Após reunião com o setor têxtil, um dos que mais vem sofrendo com a concorrência de importados, Mantega disse que novas medidas de estímulo ao setor serão anunciadas ainda neste ano.

(Folha)

Presidente da OAB é acusado de advogar contra o Pará

192 1

O presidente nacional da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Ophir Cavalcante, é acusado de advogar contra o Estado do Pará, do qual é procurador licenciado.

A acusação se baseia no fato de que o escritório de advocacia de Ophir prestou serviços jurídicos contra o Instituto de Previdência da Assembleia Legislativa do Pará.

Ophir Cavalcante atribui o ataque a uma tentativa de retaliação feita por adversários.

A Associação de Procuradores do Pará afirma que não há impedimento em advogar contra um órgão da administração pública indireta que possua autonomia financeira e administrativa.

(Folha)

Blog conversa com Rosental Calmon Alves, que apregoa: "Jornalista tem que ser multimídia"

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Eqz39NPgoG8[/youtube]

O professor Rosental Calmon Alves visitou Fortaleza nesta semana, atendendo a um convite do Grupo de Comunicação O POVO. Ele falou sobre jornalismo na internet, mudanças nessa área por conta das redes sociais e sobre a profissão do jornalista dentro dessa nova conjuntura. Rosental fala também sobre o caso da obrigatoriedade do diploma.

O Blog bateu um papo com o professor da Universidade do Texas (EUA), hoje um dos nomes mais respeitados da blogosfera, durante um encontro dele com a redação do O POVO.

Orçamento da União 2012 destina R$ 600 mil para municípios com até 50 mil habitantes

“O Orçamento Geral da União para 2012 tem uma novidade que vai influenciar a vida de cerca 64 milhões de pessoas. Podem ser incluídas emendas de iniciativa popular para as áreas de saúde e saneamento básico para cidades com até 50 mil habitantes.

O valor das emendas foi definido de acordo com o tamanho da cidade. Municípios com até 5 mil habitantes podem receber R$ 300 mil; entre 5 mil e 10 mil habitantes, R$ 400 mil. Já os que tiverem entre 10 mil e 20 mil habitantes terão direito a R$ 500 mil em emendas, e entre 20 mil e 50 mil habitantes receberão R$ 600 mil.

As propostas devem ser encaminhadas ao Congresso até o dia 10 de dezembro. As propostas devem ser formuladas por meio de audiências públicas.

Os recursos deverão ser aplicados na estruturação da rede de serviços de atenção básica à saúde; em melhorias sanitárias nas residências; na implantação e melhoria dos sistemas públicos de controle de resíduos sólidos, abastecimento de água e de esgotamento sanitário, exceto em regiões metropolitanas; e serviços de urgência e emergência da rede hospitalar.

É a primeira vez que os municípios poderão participar diretamente da elaboração da proposta orçamentária, por meio dos deputados e senadores. O relator-geral do Orçamento, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), será o responsável por incluir as emendas no texto do projeto de lei. Mesmo que não apresentem seus próprios projetos, os municípios ainda poderão ser beneficiados por emendas de bancadas ou individuais dos parlamentares.

O Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2012 deverá ser votado pelo Congresso Nacional até o dia 22 de dezembro, quando o Parlamento entra em recesso. A previsão de Chinaglia é votar o parecer final na Comissão Mista de Orçamento no dia 19 de dezembro.”

(Agência Brasil)

Patrícia Saboya quer Heitor Férrer disputando a Prefeitura de Fortaleza em 2012

157 2

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=IGXL5Vl33Q4&feature=related[/youtube]

A deputada estadual Patrícia Saboya, hoje reitora da Universidade do Parlamento, está no Rio de Janeiro. Ela vem mantendo contato com instituições em busca de novos cursos. Patrícia Saboya também falou sobre sucessão 2012 e defendeu o nome de Heitor Férrer para candidato em Fortaleza.

Previdência faz campanha para donas de casa terem direito ao trabalho

“O Ministério da Previdência promove uma campanha para que donas de casa de baixa renda se inscrevam na Previdência Social. Veiculada em rádio e televisão, a peça publicitária incentiva as donas de casa a contribuir com 5% do salário mínimo, o que equivale hoje a R$ 27,25.

De acordo com o diretor do Regime Geral de Previdência, Rogério Nagamine, para se inscreverem as donas de casa precisam se dedicar exclusivamente ao trabalho doméstico, ter renda familiar de no máximo dois salários mínimos (R$ 1.090) e estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

“A preocupação é garantir a proteção social da Previdência para essas pessoas. Se inscrevendo, ela passa a ter direito a benefícios como o salário maternidade e o auxílio doença. Com isso ela pode também se aposentar por idade. Nesse caso, são exigidos 15 anos de contribuição e 60 anos de idade”, explicou.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 6 milhões de donas de casa preenchem as condições para se inscrever no benefício.

A orientação de Nagamine para as donas de casa que se interessarem em fazer a inscrição é ligar para o número da Previdência, o 135, para receber as orientações e fazer seu cadastro no Regime Geral de Previdência Social.”

(Agência Brasil)

O Fracasso da Segurança Pública do Dr. Cid

150 7

Com o título “Fracassso na segurança pública”, eis artigo publicado no O POVO deste sábado pelo professor, médico e antropólogo Antonio Mourão Cavalcante. Ele debulha uma estatística negativa contra o Programa Ronda do Quarteirão. Confira:

Não precisa ter mente privilegiada para lembrar que a campanha eleitoral de Cid Gomes – disputa pelo primeiro mandato – foi toda focada na questão da segurança pública. Prometeu que a violência ia ser combatida com garra, verbas e inteligência. Uma proposta que seria modelo para o País. Não deixava por menos.

Vamos entrar no sexto ano de aplicação desse modelo. E, as estatísticas não revelam o sucesso prometido. Em 2010, o Ceará foi o quarto Estado do Brasil que menos investiu em segurança pública. A área da Defesa Civil sofreu uma queda de 42,64% de investimentos, que passou de R$ 77 milhões para R$ 44 milhões, entre 2009 e 2010.

Os dados são da quinta edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2011, divulgados na quarta-feira última, pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O índice de homicídios cresceu em 20,7% no Estado, entre os anos de 2009 e 2010.

Os casos de tráfico de drogas aumentaram em 2008, 4%, o maior do País. No Interior, a situação é ainda mais trágica. Caótica. Bancos assaltados, tiroteios nas praças, sequestros. O terror.

Poderíamos apresentar outros números, mais dados. Mas estes já ilustram bem. Doutra parte, a violência não saiu das pautas ou manchetes dos jornais e dos noticiários de rádio e televisão.

Isso vem revelar o que desde o início venho alertando: segurança pública é algo muito mais complexo do que viaturas blindadas, de alto custo, com guardas bem fardados e pouco preparados. Mais parecendo uma montagem publicitária.

As políticas públicas, voltadas ao problema da segurança, necessitam de apoio da comunidade. Da participação. Do empenho de todos. Resposta às demandas que complementam as ações: escola funcionando (quase 30 mil alunos do ensino médio em evasão e reprovação, 2010), postos de saúde funcionando, limpeza funcionando, ruas iluminadas. A construção de uma outra convivência social.

Segurança pública não pode apenas ser retórica para palanque em vésperas de eleição.

* Antonio Mourão Cavalcante – a_mourao@hotmail.com

Médico, antropólogo e professor universitário.

VAMOS NÓS – Vai aparecer alguém do Ronda do Quarteirão ou da cúpula da Segurança Pública para rebater esse artigo?

Prefeita comanda reunião do PT com mote sobre Eleições 2012

Começou, há pouco, a reunião da executiva estadual do Partido dos Trabalhadores. O encontro, sob comando da prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, que preside o PT estadal, ocorre no auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa. O objetivo é discutir conjuntura e, principalmente, eleições 2012.

Nesta semana, a prefeita Luizianne Lins aproveitou estada em Brasília para conversar com lideranças políticas aliadas e com o prefeiturável petista Artur Bruno, que é deputado federal.  Luizianne tem dito que quer, até janeiro, ver definido o nome que a legenda apresentará para demais partidos aliados como o PSB do governador Cid Gomes e o PCdoB do senador Inácio Arruda, além de outros aliados.

Ela diz esperar que não haja necessidade de prévias entre petistas para escolha do  nome. Esse tipo de encontro é para amadurecer nomes. Na lista dos “prefeituráveis” do PT estão Artur Bruno, os vereadores Guilherme Sampaio e Acrísio Sena, este último presidente da Câmara Municipal, o assessor governamental Waldemir Catanho,  e Camilo Santana, secretário das Cidades do Governo Cid Gomes.

Assembleia do Rio aprova Ficha Limpa para comissionados. No Ceará, proposta engavetada

A Assembleia Legislativa do Rio acaba de aprovar emenda exigindo Ficha Limpa para nomeação de comissionados nos Três Poderes. A iniciativa é das mais louváveis. Enquanto isso, o Estado do Ceará, que poderia ter sido pioneiro, está atrasado.

O deputado Heitor Férrer (PDT) apresentou emenda à Carta Estadual com mesmo teor e, até a presente data, o processo não caminhou e dorme nas comissões técnicas do legislativo.

Heitor se diz “frustrado” pelo fato de a matéria não ter sido apreciada e aprovada. Além do Rio, adotaram a Ficha Limpa – que protege o patrimônio público da dilapidação por quem já cometeu crime contra o erário, Minas Gerais e Pernambuco.

(Vertical / O POVO)

Blog alerta e Prefeitura faz reparo em pista com cratera

132 1

Esta era a situação do trecho

Esta é a situação atual do trecho

A Prefeitura fez reparo no trecho da nova pista da avenida José Bastos, no Monte Castelo, que dá acesso à avenida Sargento Hermínio, em um outro trecho recentemente alargado.

No último dia 11, o Blog mostrou a situação do trecho da José Bastos, que mais parecia cenário de guerra. Segundo moradores da área, as obras de reparo no asfalto tiveram início três dias depois.

O buraco tinha cerca de oito metros de comprimento e dois metros de largura e obrigava motoristas a utilizar a pista do sentido “siga em frente”, para dobrar à direita. Alguns ônibus da linha 220, Centro/Sargento Hermínio/Antônio Bezerra, recentemente desviada para o trecho, também passaram a usar a faixa exclusiva para sentido “siga em frente”, o que aumentava o risco de acidentes.

Os moradores do Monte Castelo e o Blog agradecem o trabalho da Prefeitura. Só espero que nenhum vereador coloque uma faixa, reivindicando a obra, como ocorre em muitos bairros.

Para a população, um alerta: vereador que colocar faixa em obra da Prefeitura está mentindo. Não é atribuição de vereador, tampouco possui poder para isso, viabilizar obra de pavimentação, pintura de praça, reforma em estádio de futebol, reforma em chafariz ou qualquer outra obra. A não ser que o dinheiro saia do bolso dele.

Policiais civis em greve terão dias descontados

134 1

“Aproximadamente 200 policiais civis deverão ter seus vencimentos deste mês descontados. A informação foi divulgada ontem pelo Sinpoci, sindicato que representa a categoria. Em greve desde o dia 15 deste mês, os profissionais souberam que os descontos são motivados por faltas ao ambiente de trabalho. Dirigentes da entidade sindical disseram que não receberam nenhum documento oficial por parte do Governo do Estado em relação a esse assunto. A secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) declarou, por meio da assessoria de comunicação, que não promove descontos nos salários, apenas informa a Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) a frequência dos seus servidores.

Os policiais civis estão sendo orientados pela assessoria jurídica do sindicato a apanhar seus extratos bancários com os lançamentos futuros e levar à sede do Sinpoci. Lembrando que descontos nos salários foram feitos no primeiro momento da greve, em julho passado, alguns se anteciparam e já ontem foram ao banco apanhar os extratos, comprovando que receberão salários reduzidos.

O POVO tentou contato ontem à noite com a Seplag, mas de acordo com a assessoria do secretário Eduardo Diogo, ele estava com celular desligado.”

(O POVO)

Eunício defende candidatura na Capital livre de "vaidade pessoal"

O senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) adotou o mesmo tom do discurso do governador Cid Gomes (PSB) e afirmou que o candidato da aliança à sucessão na Prefeitura de Fortaleza não pode ser “produto da vaidade de ninguém”. Defensor da manutenção da coalizão partidária, segundo ele, somente com muita conversa e negociação será possível chegar a um “consenso” sobre o nome ideal. Caso contrário, vai “trabalhar” por uma candidatura própria.

“Aqui está a base da aliança no Estado. Temos que chegar em um nome que seja consenso ideal para a Capital, e não seja o produto da vaidade minha ou de quem quer que seja”, disse o senador. Presidente estadual do PMDB, Eunício participa de uma série de convenções do partido em municípios do Interior durante este fim de semana.

Romper em último caso

Eunicío afirmou que mantém uma conversa constante com Cid Gomes, que preside o PSB no Ceará, da mesma forma que dialoga com a prefeita de Fortaleza e presidente do PT no Estado, Luizianne Lins (PT). Entretanto, segundo ele, não há nenhuma conversa “amadurecida” sobre a sucessão na Capital.

“Claro que o PMDB quer fazer candidato à Prefeitura de Fortaleza. Claro que quer! Vai lutar por isso? Claro que vai! Mas isso depende da aliança. Se a coisa não evoluir vamos trabalhar, cada um, pra cuidar da sua vida”, adiantou.

Sobre o comprometimento da negociação após os recentes atritos entre representantes do PT e PSB, como as críticas do ex-deputado Ciro Gomes (PSB) e a reação do deputado federal Eudes Xavier (PT-CE), evitou entrar no mérito da questão. “Tenho problemas pra pensar no meu partido. Não me meto no partido dos outros. Quem tem boca fala o que quiser. Na política isso é normal. Adversário de hoje são aliados de amanhã”.

(O POVO)

PT começa a definir hoje rumos da sigla para as eleições 2012

Com foco nas eleições municipais de 2012, o Diretório Estadual do PT realiza na manhã deste sábado (26) uma reunião, que deve discutir as práticas eleitorais, organização partidária e conjuntura. Um dos pontos que devem ser abordados durante o encontro é o diálogo com os partidos que compõem a base aliada, no intuito de manter a aliança. A prefeita de Fortaleza Luizianne Lins é quem conduzirá o encontro, que ocorrerá no auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa, juntamente com o coordenador do Grupo de Trabalho das Eleições 2012, Joaquim Cartaxo.

De acordo com o deputado federal José Guimarães, vice-presidente do Diretório Nacional do PT, esta é uma reunião importante, tendo em vista a aproximação do fim do ano, quando o partido precisa imediatamente dialogar com os partidos que compõem a base aliada.

O PT tem manifestado que se dedicará ao máximo para manter a aliança e, por isso, Guimarães defende que o diálogo com a base deve ser iniciado agora. “Esta reunião acontece num momento crucial. É um momento para a gente poder construir uma tática eleitoral vitoriosa. Vamos manter a aliança com o PSB de Fortaleza. E temos que iniciar o diálogo agora”, disse Guimarães.

Membro da executiva estadual e assessora de Luizianne Lins, Ticiana Studart, afirma que a reunião é, provavelmente, a última do ano, e vai discutir a prática eleitoral do PT para o ano que vem. “A gente tem a meta de dobrar o número de prefeituras no Ceará”. Ela cita que o anúncio do candidato de Fortaleza está previsto para início de 2012. Por enquanto, o partido está afunilando o debate, para se construir um consenso. “Fortaleza é uma prioridade para o PT nacional, por ser a maior capital que o PT governa, como também é modelo de políticas públicas”.

Prioridade nacional

A reunião ajudará a coletar subsídios para o encontro da Comissão Eleitoral Nacional, que será em Recife no próximo dia 9. As únicas representações do Nordeste são o próprio deputado Guimarães e o deputado federal João Paulo Lima, de Recife. “Estamos trabalhando muito para consolidar as disputas e candidaturas petistas em várias partes do Ceará. É fundamental fazermos esse mapeamento, construir políticas de aliança consistentes e escolher os melhores quadros para vencer as eleições”, disse.

(O POVO)

Professores do Interior foram decisivos para resultado

318 5

Apeoc assegurou transporte de professores do Interior

Uma das mais fortes mobilizações do Sindicato dos Professores do Estado do Ceará (Apeoc) no interior do Estado resultou em uma participação “decisiva” dos professores que vieram de longe para participar da assembleia geral dos docentes – realizada nesta sexta-feira (25), rejeitando o início de uma nova greve geral. A avaliação é do vice-presidente do sindicato Apeoc, professor Reginaldo Pinheiro.

Segundo ele, desde a última segunda-feira e durante toda esta semana, o sindicato Apeoc realizou seminários para professores em diversas cidades do Estado com o objetivo de discutir benefícios já conquistados pela categoria.

O professor explicou que o sindicato deixou claro para os docentes do Interior que sua posição era desfavorável ao início de uma nova paralisação. Depois disso, o sindicato também custeou o transporte de professores do Interior até Fortaleza, para participar da assembleia de ontem. “Mas esse transporte foi oferecido aos professores independentemente de seus posicionamentos”, explicou Reginaldo.

Durante a assembleia desta sexta-feira, que ocorreu sob clima de guerra, defensores da greve bradavam das arquibancadas que o Governo do Estado teria manipulado e até financiado a vinda de professores de várias cidades do Interior para que votassem contra a greve. Para Anízio Melo, presidente da Apeoc, não faz diferença a origem dos professores. “Nós queríamos garantir que todos aqui fossem professores”.

Do lado de fora do ginásio Paulo Sarasate, O POVO observou professores do Interior esperando ônibus alugados que os levariam de volta para suas cidades. Abordados, todos demonstravam receito ao dar qualquer informação e evitavam falar qualquer coisa sobre a assembleia.

Segundo Reginaldo Pinheiro, a Apeoc também recebeu denúncias semelhantes. “Por outro lado, tivemos denúncias até de que, em algumas cidades, agentes da oposição estavam ofertando transporte para professores votarem a favor da greve”.

O POVO tentou contato com o Governo por meio da assessoria de imprensa, mas não obteve retorno até o fechamento da matéria.

(O POVO)

PM e Prefeitura de SP vão à caça de estudantes que matam aulas

Uma força-tarefa, formada por cerca de 30 funcionários da Prefeitura de São Paulo, policiais militares, guardas-civis e conselheiros tutelares, fechou nesta sexta-feira (25) as saídas de dois parques do Itaim Paulista, extremo leste da capital, atrás de alunos que matavam aulas ou consumiam drogas.

Os locais foram bloqueados por cerca de uma hora, até que todas as crianças e adolescentes fossem abordadas, revistadas e tivessem seus dados anotados.

O Conselho Tutelar vê a operação como positiva. Já para Diego Vale de Medeiros, coordenador do núcleo da infância e juventude da Defensoria de São Paulo, a ação é ilegal.

(Folha)