Blog do Eliomar

Últimos posts

Fortaleza – A capital mais barulhenta do Nordeste?

Em artigo no O POVO, neste sábado (17), intitulado “Por uma Fortaleza mais tranquila – e cidadã”, a repórter do Núcleo de Cultura e Entretenimento do O POVO, Júlia Lopes, fala sobre a confusão de fronteiras entre o privado e o público. Confira:

Outro dia, numa conversa de Facebook, li um depoimento muito curioso: um sujeito dizia que, das nove cidades em que ele já tinha morado, Fortaleza era a mais barulhenta. Tantos outros ajudaram nesse mapeamento de lembranças: carros de som, bares, igrejas, construções. Protestos incisivos, carregados daquela sensação de atropelo e desrespeito. Pessoas que viviam um processo doloroso e irritante: como fazer o outro entender que o meu espaço, privado, não é lugar de excessos dos limites do bom senso?

A resposta não vem fácil. Historicamente, temos vivido uma confusão de fronteiras entre o privado e o público. Do lixo na calçada e do carro estacionado em via pública. Do comércio das mesas no passeio, e as pequenas infrações do dia a dia. Quem vai notar? Muitas vezes sobrepomos os interesses pessoais aos coletivos. Isso se estende das relações mais corriqueiras às mais impactantes para a sociedade (como as decisões dos homens e mulheres públicos na política).

Não se trata, contudo, de intolerância – pelo menos não do lado de cá. Enquanto houver movimento na rua, vida para além dos carros, somos todos receptivos. Somos intolerantes, isso sim, ao desrespeito do outro lado – e à insistência em esquecer os preceitos da cidadania. Inclusive o que tange à poluição sonora.

E nessa cascata de respostas, quando um estímulo dá vazão a uma ação, criamos um grupo, nesse dito Facebook, para colocar em prática formas de pressionar o poder público. Chama-se Fortaleza Tranquila. Juntos, pensamos em criar um site para concentrar as denúncias, fazer um mapeamento das zonas mais barulhentas da cidade e, ainda, identificar problemas colaterais – como privatização das calçadas, estabelecimentos que causam transtornos no embarque e desembarque de automóveis, como bancos, bares, comércio. Para pressionar. Virtualmente estamos no endereço http://migre.me/8jmag. E presencialmente, nessa segunda, Dia de São José, estaremos na Praça Luiza Távora, às 17 horas, à sua espera.

Diretor do Banco Mundial visita Castelão e Centro de Feiras

O diretor do Banco Mundial para o Brasil, Makhtar Diop, cumprirá agenda hoje em Fortaleza. Tendo como cicerone o governador Cid Gomes (PSB), ele visitará, a partir das 13h30min, o canteiro das obras de reforma e modernização do estádio Castelão e, em seguida, obras do Centro de Eventos e Feiras do Ceará. Cid quer expor ao dirigente da instituição a importância desses dois equipamentos – que não têm verba do banco.
Quer cativar Makhtar para futuros empreendimentos de um estado que é um dos clientes do Banco Mundial, em grandes projetos, desde a Era Tasso Jereissati. O Banco Mundial financia, por exemplo, projetos como o São José. Makhtar estará em Canindé na segunda-feira, ao lado do ministro Fernando Bezerra (Integração Nacional) e de Cid em ações desse e de outros programas.

Accioly diz que Heitor indicou pessoas na Prefeitura

290 10

Da coluna Política, do O POVO, neste sábado (17):

Mais sobre as críticas de Geraldo Accioly, coordenador de Projetos Especiais da Prefeitura de Fortaleza ao pré-candidato a prefeito pelo PDT, deputado estadual Heitor Férrer, feitas aqui na coluna.

Depois que o pré-candidato do PDT a prefeito informou que não responderá a “empregados” de Luizianne Lins (PT), o coordenador de Projetos Especiais da Prefeitura voltou ao ataque: “Conceituar agentes públicos como ‘meus empregados’ é uma postura medieval. Pessoalmente, respeito todos os servidores municipais, inclusive os que o ilustre deputado indicou para trabalhar na atual gestão municipal e que são pessoas dignas”.

VAMOS NÓS – O que o senhor diz, deputado Heitor Ferrer?

Luizianne nega crise com PT nacional

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, é enfática: não há crise com a direção nacional do PT. Segundo ela, que não esconde a irritação com as versões em contrário surgidas nos últimos dias, a partir de declarações do deputado federal José Nobre Guimarães, coordenador para o Nordeste do Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE), com sinais de que o comando petista estaria temendo a possibilidade de um isolamento do partido na disputa sucessória de Fortaleza em 2012. “O Rui Falcão (presidente da executiva nacional do PT) fez questão de buscar um contato com vocês para negar que exista qualquer mal estar. E não há!”, reafirma Luizianne.

O jantar entre os dois na noite da última quarta-feira (14), segundo a prefeita, não teve relação direta com o que foi discutido à tarde pela executiva, em Brasília. Ocasião em que um relato do próprio Guimarães sobre a situação de Fortaleza apontou preocupação com o ritmo das conversas com os aliados petistas, especialmente PSB, PMDB e PCdoB. “Nós já tínhamos acertado a conversa em Brasília desde a semana passada”, diz a prefeita.

Luizianne diz que “o coordenador do GTE no Nordeste (referia-se ao deputado Guimarães) cometeu um equívoco ao apontar o tal risco de isolamento”. Ela diz estranhar, inclusive, que a polêmica aconteça exatamente um dia após ela manter uma conversa, que avalia como positiva, com um dos aliados principais, no caso, o senador Eunício Oliveira, presidente estadual do PMDB.

Sem cacique

Na versão de Luizianne, sua condução do processo em Fortaleza foi elogiada por Rui Falcão. “Nós discutimos internamente há mais de um ano, realizamos plenárias. ciclo de debates etc, exatamente como exige a cultura de um partido democrático, como o nosso, que não tem dono. Não sou cacique, não tenho vocação e, embora alguns até gostassem que fizesse, não vou impor um candidato”, disse.

A prefeita dizia, até nessa sexta-feira (16), que continuava à espera de uma ligação do governador Cid Gomes (presidente estadual do PSB) para uma conversa dos dois sobre o quadro eleitoral de Fortaleza.

O POVO procurou o deputado José Guimarães ontem à tarde, mas o celular dele não atendia A assessoria, contatada, confirmou que o parlamentar estava em viagem ao interior do Ceará. Ficou de tentar encontrá-lo para retornar, mas não o fez até o fechamento da matéria.

(O POVO)

Dinheiro e Educação

Em artigo enviado ao Blog, o professor Djacyr Silva de Sousa questiona investimentos em obras faraônicas, ao mesmo tempo em que os governos alegam não ter dinheiro para honrar com o piso nacional dos professores. Confira:

Nos últimos dias a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, por meio de suas entidades filiadas, promoveu de forma temerária a Greve Nacional pelo Piso, em que os professores foram às ruas para dizer de sua insatisfação à forma como os governos, tanto Estadual como Municipal, têm tratado essa questão, o que denota que a educação está jogada às traças se houver continuidade em governos que não respeitam uma lei que já está beirando os quatro anos e não tem cumprimento dos governos, pressão dos legislativos e ação firme do Poder Judiciário. Por que essa questão funciona deste modo? O que será que os poderes estão pensando em relação à educação pública, gratuita e de qualidade.

Sabemos claramente que os recursos para educação continuam minguados e cada vez mais limitados pelos que estão no poder e que têm dinheiro para esbanjar com obras faraônicas, mas não têm compromisso político de gerir educação com respeito, qualidade e prazer aos educadores que estão doentes, sem condições de trabalho e desrespeitados até na geração de autonomia em suas escolas repletas de funcionários terceirizados que são verdadeiros cabos eleitorais prontos a delatar quem se insurge contra o poder e o vereador de plantão.

Sabemos que sem respeito ao professor em termos de melhoria salarial não haverá educação, sem democracia interna nas escolas também não e sem ação pronta da sociedade pior ainda. O que querem fazer com a educação brasileira? Por que o dinheiro passa a ser tão importante em relação às questões sociais? Por que neste país os professores têm de mendigar por um piso fora de cogitações em termos de condições e valor do trabalho e ainda têm seus pedidos negados?

O problema do dinheiro que está saindo pelo ralo da corrupção, pelas obras faraônicas tais como aquário, estádios de futebol e outras como o novo prédio da Assembléia Legislativa fazem com que pensemos que realmente educação nunca foi nem será prioridade em governos que têm capa de socialistas, mas na essência são ditatoriais e neoliberais ao extremo e amigos leais dos donos do capital como empresários, industriais, donos de meios de comunicação e outros que viabilizam o poder.

A democracia supõe governos do povo, para o povo e pelo povo, mas sem educação essa dimensão é uma falácia que está nos discursos e não na prática dos que estão no poder. O piso é (ou era) lei, por que não pagam? Com a palavra os políticos e os juristas… Mas educação é massa falida e, por tudo isso, irão continuar a violência, a criminalidade e a prostituição. Mas não culpem os professores, por favor…

Djacyr de Souza,

Professor.

Ceará elege Miss Penitenciária 2012

Vanessa Vidal, ex-miss Ceará, entrega faixa a Priscila Viana

A detenta Priscila Viana da Silva, 20, foi eleita nesta sexta-feira (16) a Miss Penitenciária Ceará 2012, em evento que marca a IV Semana dos Direitos da Mulher Encarcerada. A faixa da mais bela detenta do Instituto Penal Feminino Desembargador Auri Moura Costa foi entregue pela miss Ceará 2008, Vanessa Vidal.

Presa por tráfico de drogas, em junho do ano passado, em uma pousada na Praia de Iracema, a baiana Priscila Viana disse que decidiu participar do concurso somente na última hora, pois se diz tímida e não conta com familiares no Ceará. As outras 12 candidatas receberam ajuda de familiares, como maquiagem, penteado e roupas.

A roupa usada pela baiana no concurso foi a que sobrou entre as peças não utilizadas pelas demais candidatas.

O corpo de jurados foi composto por promotores de Justiça, defensores públicos, líderes religiosos, além da miss Ceará 2008.

(O POVO / Foto: Sara Maia)

Estado do Ceará deve fornecer medicamentos a menores portadores de doença grave

O Estado do Ceará deve fornecer medicamentos para dois menores portadores de doença grave. A decisão é do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE).

Segundo os autos, D.G.L.C., de 15 anos, e P.C.N.P., de 12 anos, nasceram com Epidermólise Bolhosa Distrófica, doença rara e incurável que atinge a pele. As mães dos garotos, alegando não possuírem condições financeiras, interpuseram mandado de segurança (nº 0003678-98.2011.8.06.0000) no TJCE, requerendo o fornecimento dos remédios por parte do Estado.

O ente público, em contestação, defendeu ser parte ilegítima para figurar na ação e solicitou a inclusão da União no processo. Ao analisar a matéria, o Órgão Especial do TJCE rejeitou as alegações do Estado e manteve liminar anteriormente concedida em favor dos menores.

“Ao negar o fornecimento dos medicamentos pleiteados, o ente público estadual omite-se em garantir o direito fundamental à saúde e à vida, descumprindo, portanto, o dever constitucional e praticando ato que atenta contra a dignidade humana”, afirmou a desembargadora Maria Iracema Martins do Vale, relatora do processo.

Ainda segundo a desembargadora, incumbe ao Poder Público, em todas as esferas, a proteção, a defesa e o cuidado à saúde, englobando o fornecimento de medicamentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

(TJCE)

Câmara Municipal realiza neste sábado Circuito de Xadrez Rápido

A Câmara Municipal de Fortaleza, em uma iniciativa dos vereadores Acrísio Sena (PT) e Eron Moreira (PV), realizam neste sábado (17), a partir das 14 horas, a primeira etapa do Circuito de Xadrez Rápido – Fortaleza Esporte Arte e Cidadania. A competição será disputada em sete rodadas, com uma premiação total de R$ 2 mil, além de troféus e medalhas.

O Circuito ainda segue em outras três etapas. A próxima ocorrerá no dia 21 de abril próximo, no Theatro José de Alencar. O campeão geral terá vaga assegurada na final do Campeonato Estadual da categoria.

Chávez anuncia volta à Venezuela

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou a sua volta ao país em seu perfil no Twitter no momento em que o seu avião decolou nesta sexta-feira (16) do aeroporto de Havana, segundo informações da BBC Brasil.

No último dia 27, Chávez fez uma segunda cirurgia na capital cubana para retirar um tumor na região pélvica, reincidente de um câncer que teve em junho do ano passado. O presidente terá agora de aliar as sessões de radioterapia com a campanha eleitoral para a Presidência da República. As eleições venezuelanas estão marcadas para 7 de outubro.

No período em que esteve em Cuba, os aliados de Chávez mantiveram sua campanha, promovendo manifestações e atos públicos.

(Agência Brasil)

O olho de quem banca

Da coluna Vertical, do O POVO, neste sábado (17):

O diretor do Banco Mundial para o Brasil, Makhtar Diop, cumprirá agenda neste sábado (17) em Fortaleza. Tendo como cicerone o governador Cid Gomes (PSB), ele visitará, a partir das 13h30min, o canteiro das obras de reforma e modernização do estádio Castelão e, em seguida, obras do Centro de Eventos e Feiras do Ceará.

Cid quer expor ao dirigente da instituição a importância desses dois equipamentos – que não têm verba do banco. Quer cativar Makhtar para futuros empreendimentos de um estado que é um dos clientes do Banco Mundial, em grandes projetos, desde a Era Tasso Jereissati.

O Banco Mundial financia, por exemplo, projetos como o São José. Makhtar estará em Canindé na segunda-feira, ao lado do ministro Fernando Bezerra (Integração Nacional) e de Cid em ações desse e de outros programas.

Indústria do fumo diz que fim dos cigarros com sabor vai aumentar contrabando do produto

A Associação Brasileira da Indústria do Fumo (Abifumo) divulgou nesta sexta-feira (16) nota contra a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de proibir a fabricação e venda de cigarros com sabor artificial no país, como mentolados e de cravo. Para a associação, a decisão da agência reguladora foi “equivocada e excessiva” e contribui para aumentar o contrabando desses produtos.

“A Abifumo reitera sua posição contrária à proibição de substâncias que não aumentem os riscos associados aos cigarros e manifesta a sua preocupação de que essa medida afetará toda a cadeia produtiva do tabaco e deixará espaço para o crescimento do mercado ilegal de cigarros no Brasil, com todos os malefícios e prejuízos trazidos por ele”.

No último dia 13, a Anvisa proibiu a adição de substâncias que dão sabor e aroma aos cigarros e a outros produtos derivados do tabaco. Os cigarros com sabor devem ser retirados do mercado dentro de dois anos. A decisão foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União.

“É importante destacar que a proibição por ela [Anvisa] estabelecida vai além dos chamados cigarros com sabor, pois também proibiu o uso de ingredientes fundamentais para a fabricação de praticamente todos os produtos hoje existentes no mercado brasileiro, no qual predominam os cigarros do tipo american blend. Na prática, a nova regulamentação banirá, em 18 meses, 99% dos cigarros comercializados atualmente”, diz ainda a nota da Abifumo.

A associação informou que avalia a adoção de “medidas cabíveis para proteger os direitos de suas associadas e de todos os demais segmentos da cadeia produtiva do tabaco”.

Ao proibir os cigarros com sabor, a Anvisa alega que eles servem como atrativo para jovens e adolescentes iniciarem o hábito de fumar, pois os aditivos mascaram o gosto amargo do tabaco e reduzem a irritação da fumaça.

Divulgada esta semana, pesquisa da Escola Nacional de Saúde Pública, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), constatou que mais de 30% dos jovens de 13 a 15 anos de idade experimentaram cigarros com sabor, sendo a maioria meninas. Grande parte dos entrevistados disse que usou o produto por causa do gosto. A pesquisa ouviu estudantes em 13 capitais, entre 2005 e 2009.

A mesma pesquisa constatou que o comércio ilegal de cigarros representa 30% do consumo total no país, com uma média de 310 cigarros anuais por adulto. O consumo legal é aproximadamente 850 cigarros por adulto a cada ano.

(Agência Brasil)

Juiz federal nega denúncia contra major Curió e critica Ministério Público por tentar driblar Lei de Anistia

A Justiça Federal no Pará negou nesta sexta-feira (16) pedido do Ministério Público Federal para processar o oficial da reserva Sebastião Curió Rodrigues de Moura, conhecido como major Curió, pelo desaparecimento de pessoas que participaram da Guerrilha do Araguaia na década de 1970. Segundo a decisão, a Lei de Anistia deve ser aplicada e, mesmo que não houvesse essa opção, o crime está prescrito. O juiz João Cesar Otoni de Matos, da Vara Federal de Marabá, criticou a iniciativa do MPF.

Nesta semana, procuradores decidiram entrar com a ação na Justiça Federal no Pará alegando que o caso não se encaixava na Lei de Anistia, que foi validada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2010. Segundo a denúncia, Curió deveria ser responsabilizado pelo sequestro de cinco militantes políticos. Como estão desaparecidos até hoje, os procuradores consideram esse um crime permanente.

Ao negar a denúncia, o juiz João Cesar Otoni de Matos considerou que o MPF cometeu um equívoco ao entrar com a ação. “Depois de mais de três décadas, esquivar-se da Lei da Anistia para reabrir a discussão sobre crimes praticados no período da ditadura militar é equívoco que, além de desprovido de suporte legal, desconsidera as circunstâncias históricas que, num grande esforço de reconciliação nacional, levaram à sua edição”.

Sobre a possibilidade de prescrição do crime, o juiz afirma que a morte dos cinco opositores do regime militar deve ser presumida nesses casos, “diante do contexto em que se deram os fatos”. Ainda cabe recurso ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

Ao comentar o caso nesta semana, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, preferiu não tomar partido em relação à iniciativa dos colegas, limitando-se a destacar que se trata de uma tese diferente. Ele também reafirmou seu ponto de vista em defesa da Lei de Anistia e disse que o assunto deveria chegar ao STF.

(Agência Brasil)

Sensor apresenta expectativa de geração de empregos

A primeira edição do Sensor Econômico de 2012 será divulgada nesta segunda-feira (19), em São Paulo. Os resultados da pesquisa serão apresentados pelo presidente do Instituto, Marcio Pochmann.

O indicador traz as projeções bimestrais das entidades associativas do setor produtivo sobre o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, a taxa de juros projetada pelo mercado para o fim do ano corrente, taxa de câmbio e investimento, além de valores para exportações e importações brasileiras. O destaque desta edição fica por conta dos empregos gerados no ano, de acordo com a perspectiva das entidades associativas.

O Sensor Econômico é uma pesquisa mensal realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em todo território nacional com o objetivo de captar as expectativas econômicas e sociais do setor produtivo brasileiro. Nesse conjunto estão incluídas entidades empresariais da agricultura, da indústria e do comércio e serviços e de trabalhadores.

(Ipea)

Comissão do Senado e FGV definem data para novas provas de concurso público

A Comissão do Concurso Público do Senado Federal divulgou nota a respeito dos problemas ocorridos durante a aplicação das provas no último dia 11. A comissão também informa que as provas para especialidade Enfermagem e para as subáreas de Análise de Sistemas e de Análise de Suporte de Sistemas serão reaplicadas no dia 15 de abril. Leia a nota:

“A Comissão do Concurso Público do Senado Federal esteve reunida no dia 14 de março com a Fundação Getúlio Vargas – FGV. Todas as explicações oferecidas para os fatos ocorridos no último domingo foram consideradas satisfatórias, assim como as medidas adotadas para contornar os problemas, preservar a isonomia entre os candidatos e garantir a transparência do concurso público.

É importante frisar que o certame transcorreu normalmente para mais de 147 mil candidatos. Pela primeira vez na história do Senado Federal, as provas foram aplicadas nas 27 unidades da Federação, que abrigaram 5.030 salas. Todas as ocorrências registradas têm sido apuradas pela FGV e acompanhadas de perto pela Comissão do Concurso Público, que norteia seus trabalhos pela preservação dos legítimos interesses de todos os candidatos e da instituição Senado Federal.

A Comissão do Concurso Público, em comum acordo com a FGV, definiu o dia 15 de abril de 2012, domingo, como data de reaplicação das provas para a especialidade Enfermagem e para as subáreas de Análise de Sistemas e de Análise de Suporte de Sistemas. Edital de Convocação para as provas será publicado no Diário Oficial da União do dia 20 de março de 2012 contendo todas as informações necessárias aos candidatos, que serão ainda contatados individualmente pela FGV.

(Agência Senado)

Fifa volta a intimidar o Brasil com “boato” da Copa 2014 ser na Inglaterra

129 1

Depois de afirmar que o Brasil precisa levar “um chute no traseiro”, a Fifa voltou a intimidar a organização da Copa 2014. Durante encontro com a presidente Dilma Rousseff, nesta sexta-feira (16), em Brasília, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, 76, disse que a há boatos da Copa 2014 ser sediada na Inglaterra.

A declaração do dirigente pegou a todos de surpresa, pois sequer ninguém havia abordado o assunto. Para amenizar as suas palavras, Blatter disse que a Inglaterra inventou o futebol, mas o Brasil é o país do futebol.

O presidente da Fifa também se negou a comentar a declaração do secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, que há cerca de três semanas sugeriu um chute no traseiro do Brasil.

Joseph Blatter, no entanto, elogiou o Brasil em relação à disposição do Congresso Nacional em oferecer condições para a realização da Copa em solo brasileiro. Apesar do elogio do dirigente da Fifa, a Lei Geral da Copa ainda não definiu a questão que envolve a venda de bebidas alcoólicas, que sofre forte pressão da bancada evangélica na Câmara Federal.

(das agências)

Saúde da Família ganha mais de 800 profissionais

Para ampliar o acesso da população à atenção básica no SUS, o Ministério da Saúde publicou, nesta sexta-feira (16), portarias que autorizam municípios a contratarem profissionais para a estratégia Saúde da Família. As autorizações prevêem 730 novos Agentes Comunitários de Saúde e o credenciamento de 76 Equipes de Saúde da Família e 58 Equipes de Saúde Bucal. Além disso, 31 secretarias municipais de saúde poderão implementar Núcleos de Apoio ao Saúde da Família (NASFs). Ao todo, 107 municípios de 19 estados foram beneficiados com recursos financeiros do governo federal destinados ao custeio das novas equipes e estruturas de assistência básica à população.

Os estados contemplados foram Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

Os valores repassados aos municípios integram o chamado Piso da Atenção Básica (PAB) Variável. O incentivo anual por Equipe de Saúde da Família varia de R$ 80,4 mil a R$ 120,6 mil e por Equipe de Saúde Bucal, de R$ 25,2 mil a R$ 33,6 mil – dependendo da modalidade de equipe que o município adotar. Já o incentivo financeiro federal destinado a cada Agente Comunitário de Saúde é de R$ R$ 11,3 mil. Esses recursos podem ser superiores caso os gestores locais do SUS participem da estratégia Saúde Mais Perto de Você/Controle e Qualidade, que prevê o repasse de maior incentivo financeiro federal mediante o cumprimento de metas de qualidade na assistência prestada aos usuários do Sistema Único de Saúde.

Atualmente, o país conta com 32.498 equipes de Saúde da Família atuando em 5.288 municípios, o que representa um percentual de 95% dos municípios brasileiros com cobertura pelo Saúde da Família. A execução da estratégia é compartilhada pelos estados, Distrito Federal e municípios e coordenada pelo Ministério da Saúde.

Reajuste salarial

O Ministério da Saúde aumentou o incentivo financeiro que repassa mensalmente aos municípios, por meio do Piso da Atenção Básica (PAB) variável, para os 250.903 Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) que atuam na estratégia Saúde da Família. O reajuste é de 16,3%, retroativo ao último mês de janeiro, e eleva o valor do incentivo de R$ 750 para R$ 871. Para garantir este benefício, o investimento do ministério será de R$ 403 milhões por ano, recursos que poderão ser ainda maiores, uma vez que a quantidade de ACSs tem sido crescente.

Os Agentes Comunitários de Saúde são profissionais vinculados às Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Eles realizam ações individuais ou coletivas de prevenção a doenças e promoção de saúde por meio de ações educativas nos domicílios e na comunidade.

 (Ministério da Saúde)

Protógenes quer apurar ligação de bicheiro Cachoeira e Demóstenes Torres

204 2

A coluna Informe JB, do Jornal do Brasil Online, informa, nesta sexta-feira, que o deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) vem se esforçando para conseguir reunir assinaturas de seus colegas em Brasília para abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a ligação do bicheiro Carlinhos Cachoeira com políticos, entre eles o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), acusado de manter íntimas ligações com o contraventor.

As últimas informações sobre a investigação da Polícia Federal (PF), da qual Protógenes foi delegado, dão conta de que Cachoeira teria comprado 15 rádiotransmissores em Miami, para falar com interlocutores sem o risco de ser interceptado pelas autoridades brasileiras. Um desses aparelhos teria sido dado a Torres, que o usaria apenas para falar com o bicheiro em segurança. Contudo, a PF teria conseguido grampear, com autorização judicial, mais de 300 conversas entre os dois.

(Foto – Agência Câmara)