Blog do Eliomar

Últimos posts

Chico Pessoa anima "Noite de Fortaleza em Brasília"

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=3UDpHA0OJSw[/youtube]

Eis o forrozeiro Chico Pessoa. Ele é a grande atração do evento “Noite de Fortaleza em Brasília”, que ocorre nesta quarta-feira, sob o comando da prefeita Luizianne Lins (PT).

Realizado pela Secretaria  Municipal do Turismo, divulga o Réveillon 2012 e o Pré-Carnaval , de olho no aumento do fluxo túristico a partir de janeiro.

Contra o Ceará, Cruzeiro faz jogo mais importante da sua história

Duas Libertadores da América, dois campeonatos brasileiros, quatro Copas do Brasil, 36 campeonatos mineiros. Esses são os títulos mais importantes dos 90 anos de fundação do Cruzeiro Esporte Clube. Mas, nenhum dessas finais será tão importante quanto a partida do próximo domingo, no estádio Presidente Vargas, diante do Ceará Sporting.

É o que diz a própria torcida cruzeirense, que não quer passar pela inédita e humilhante experiência do rebaixamento. Uma derrota para o Vozão, na penúltima rodada da Série A, deverá praticamente decretar o rebaixamento do Cruzeiro à segunda divisão do futebol brasileiro. Para piorar, na última rodada a Raposa enfrentará o arquirrival Atlético Mineiro, que poderá fazer história ao decretar o rebaixamento do maior adversário.

Uma vitória do Cruzeiro sobre o Ceará e uma derrota do Atlético Paranaense contra o América Mineiro, em Uberlândia, no entanto, transformarão o pesadelo da Raposa em sonho. É que os resultados matematicamente assegurariam o Cruzeiro na elite do futebol brasileiro para 2012 e decretariam o rebaixamento de Ceará e Atlético Paranaense para a Série B, ao lado de Avaí e América Mineiro.

Um outro grande adversário do Cruzeiro, porém, é a desmotivação do elenco. Para tentar reverter a falta de empolgação, os dirigentes passaram a ir aos treinos, assim como a torcida. Mas, segundo a imprensa mineira, “a falta de motivação dos comandados de Vagner Mancini, que não tem mostrado qualquer poder de reação na competição, tem deixado o torcedor cruzeirense de cabelos em pé”. (com informações do jornal Hoje em Dia/MG)

Vamos nós – Quem imaginaria que o treinador Vagner Mancini ainda poderia manter o Vozão na Série A?

Professora é acusada de humilhar universitária grávida que urinou durante a aula

132 1

Uma universitária grávida, de 19 anos, acusa professora da Unipac (Universidade Presidente Antônio Carlos), localizada em Conselheiro Lafaiete (96 km de Belo Horizonte) de humilhá-la em razão de não ter se contido e urinado na roupa dentro de sala de aula.

O advogado da estudante, André Henriques, afirmou que irá entrar com uma ação por danos morais, pleiteando o valor de R$ 50 mil, contra a docente e a instituição de ensino nesta quarta-feira (23). Henriques deve pedir também uma retratação pública da universidade. Ainda de acordo com ele, a orientação dada à cliente foi a de continuar frequentado as aulas.

Segundo Henriques, o episódio ocorreu no dia 7 deste mês, em aula à noite, e a professora ainda é acusada de ter expulsado da sala a mulher, que faz graduação de medicina veterinária. Na versão apresentada pelo advogado, a estudante fez xixi na calça após se ter se assustado com a presença de um besouro, bem próximo dela. “Ela [a professora] interveio, mandado a minha cliente se retirar imediatamente da sala de aula e que levasse a carteira para casa, caso contrário, ela iria infectar os colegas. Ela ainda classificou o ocorrido de absurdo”, disse o advogado.

Ainda de acordo com o defensor, a professora teria ordenado aos demais alunos que se retirassem da sala e ocupassem outro recinto. “Ela [a docente] disse que não ficaria no mesmo local que a minha cliente. Ela ainda finalizou a sessão de humilhação aconselhando a minha cliente a escolher entre estudar ou cuidar da gravidez”, complementou.

A Unipac informou, por meio de nota, que a professora, cujo nome não foi divulgado, será afastada de suas funções na unidade de ensino.

(UOL)

Exagerado, eu sou mesmo exagerado!

201 6

O vereador Eron Moreira (PV) tem se destacado como bom orador na Câmara Municipal de Fortaleza, mas também por seus exageros. Apesar de apenas dez meses como parlamentar, quando assumiu a cadeira do atual deputado estadual Roberto Mesquita, Eron Moreira, que é oftalmologista, enxerga de longe os trâmites do Legislativo.

O problema é quando ele se empolga.

Ao defender a preservação do meio ambiente, nesta quarta-feira (23), em meio às discussões do Plano Diretor, o parlamentar lembrou o empenho de secretários regionais, filiados ao PV, em relação a lagoas.

“Na lagoa da Parangaba dá para tomar banho. Se quiser, também pode beber a água” (credo!). Disse o mesmo sobre a lagoa de Porangabuçu (Jesus!).

Semanas atrás, quando visitou postos de saúde da Prefeitura, como integrante da Comissão de Saúde, o vereador declarou em pronunciamento: “Nossos postos não ficam devendo a unidades de países de Primeiro Mundo”.

Até em entrevistas à rádio Fortaleza, da Câmara Municipal, o vereador acaba conduzido pela paixão. “É uma honra falar na emissora de maior audiência em Fortaleza”.

Coelce deve pagar indenização de R$ 7 mil por negativar nome de consumidor indevidamente

A Companhia Energética do Ceará (Coelce) foi condenada a pagar R$ 7 mil de indenização por danos morais para o técnico em contabilidade V.B.M.F.. A decisão foi da juíza Márcia Oliveira Fernandes Menescal de Lima, titular da 14ª Vara Cível de Fortaleza.

De acordo com os autos, ao tentar financiar uma casa na Caixa Econômica Federal, ele foi surpreendido com a negativa, por ter o nome inserido, em janeiro de 2006, no cadastro de proteção ao crédito. A inscrição se deu por conta de uma dívida junto à Coelce no ano de 2000.

V.B.M.F. afirma ter saído do imóvel antes da ocorrência da dívida. Sustentou ainda ter ido à empresa para comunicar a mudança do nome do proprietário. Alegando que a Coelce agiu de má-fé, entrou com ação na Justiça requerendo indenização de R$ 20 mil.

Em contestação, a concessionária de energia afirmou que o promovente consta no sistema da empresa como sendo o titular da casa, por isso o protesto foi legal. Defendeu ainda que não houve qualquer dano passível de indenização.

Ao julgar o caso, a magistrada ressaltou que a mera inscrição nos cadastros de inadimplentes, por si só, já demonstra o abalo sofrido pelo demandante. Afirmou ainda que deve haver ressarcimento para inibir prática de atos semelhantes.

(TJCE)

Brasileiros gastam 3,2 vezes mais no exterior do que estrangeiros no Brasil

Turistas estrangeiros que estiveram no Brasil em outubro deste ano gastaram US$ 530 milhões, contra os gastos líquidos dos brasileiros no exterior de US$ 1,72 bilhão no mesmo mês.  Na prática, os brasileiros gastaram 3,2 vezes mais no exterior do que os estrangeiros quando estiveram no país durante esse período.

O cálculo foi feito com base em dados divulgados pelo Banco Central e pelo Ministério do Turismo na terça-feira (22).

Ainda assim, de acordo com o Ministério do Turismo, o gasto de estrangeiros no Brasil foi um recorde para o mês e o maior valor registrado na série histórica. “O crescimento foi de 21,23% em relação a outubro de 2010, quando ingressaram no país US$ 438 milhões por meio de viagens internacionais”, diz o órgão, em nota.

De janeiro a outubro de 2011, foram gastos US$ 5,5 bilhões, valor 16% maior que o obtido no mesmo período do ano passado (US$ 4,7 bilhões). O cálculo inclui trocas cambiais oficiais e gastos com cartões de crédito internacionais.

Em nota, o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Flávio Dino, diz que “todas as metas estabelecidas serão alcançadas, teremos a maior entrada de turistas estrangeiros já registrada, que deve chegar a 5,4 milhões, e bateremos recorde também na entrada de divisas, alcançando a marca de US$ 6,4 bilhões.”

(Folha)

STF confirma decisão que libera Marcha da Maconha

142 6

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, na tarde desta quarta-feira (23), o entendimento de que os direitos constitucionais de reunião e de livre expressão do pensamento garantem a realização das chamadas “Marchas da Maconha”. A decisão foi tomada no julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4274. As marchas são eventos que reúnem manifestantes favoráveis à descriminalização da droga.

O primeiro entendimento sobre o tema foi definido no julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 187, realizado em junho deste ano. Na ocasião, os ministros decidiram que o artigo 287 do Código Penal deve ser interpretado conforme a Constituição de forma a não impedir manifestações públicas em defesa da legalização de drogas.

Na sessão desta quarta-feira, os ministros ratificaram a decisão, dando a mesma interpretação ao artigo 33 (parágrafo 2º) da Lei 11.343/2006, a chamada Lei de Tóxicos.

De acordo com a vice-procuradora geral da República, Deborah Duprat, foram ajuizadas duas ações porque a primeira – ADPF, contestava dispositivo do Código Penal, lei anterior à Constituição Federal de 1988, e a ADI contesta artigo da chamada Lei de Tóxicos, norma posterior à Carta Magna.

(STF)

Operação policial prende 36 funcionários do Detran do Rio por corrupção

Trinta e seis pessoas foram presas até o início da tarde desta quarta-feira (23) em uma operação da Polícia Civil contra fraudes nos postos de vistoria do Departamento de Trânsito do estado (Detran-RJ). A Operação Direção Oposta começou de madrugada com o objetivo de cumprir 45 mandados de prisão e 44 de busca e apreensão contra funcionários e prestadores de serviço do Detran. Ao todo, 66 pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Estadual (MPE) pelos crimes de corrupção passiva, inserção de dados falsos no sistema de informações, falsidade ideológica, peculato e formação de quadrilha.

O subchefe operacional da Polícia Civil, delegado Fernando Veloso, explicou que a quadrilha agia em nove municípios do Rio, sendo a Região dos Lagos a principal área de atuação do grupo. “Só para se ter uma dimensão desse trabalho, houve diligências em São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Araruama, Iguaba, Saquarema, Maricá [municípios da Região dos Lagos], Paracambi [região metropolitana] e em vários bairros daqui da capital”.

Segundo as investigações, em uma das fraudes, funcionários de cada posto arrecadavam dinheiro de motoristas que não desejavam submeter os veículos aos procedimentos regulares de vistoria. As taxas cobradas pelos funcionários variavam entre R$ 50 e R$ 300. De acordo com o MPE, duas quadrilhas lucravam de R$ 200 mil a R$ 250 mil por mês com chamada vistoria fantasma, quando o motorista não leva o veículo para inspeção e mesmo assim recebe a documentação necessária para regularizar a documentação.

(Agência Brasil)

Paraíso natural, Fernando de Noronha sofre favelização

Para turistas e visitantes, o exuberante arquipélago de Fernando de Noronha, a 550 quilômetros do continente em Recife (PE), é lembrado pelo mar cristalino, a abundante fauna marinha e muita natureza. Para parcela de seus moradores, no entanto, Fernando de Noronha é um paraíso precário.

O maior problema enfrentado pelos moradores é de habitação. A reportagem da Folha identificou ao menos três locais onde há cortiços.

Para o administrador de Fernando de Noronha, Romeu Neves Baptista, no entanto, não há favelização, “o que existe são residências não socialmente devidas, mas favela não existe”.

Para os moradores, as leis impostas para a preservação favorecem a construção de moradias não dignas. Segundo os moradores, quando o vaso sanitário quebra é preciso requerer uma autorização para o reparo. Segundo ainda os moradores, uma saca de cimento custa cerca de oitenta reais e cada morador tem direito a adquirir somente uma.

(TV Folha)

Mantega diz que inflação está controlada e que governo quer reduzir juros ao consumidor

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta quarta-feira hoje (23) que, depois de controlar a inflação, o governo vai adotar medidas para reduzir o custo do crédito. Segundo ele, a economia brasileira deve crescer entre 4,5% e 5% em 2012, recuperando o desempenho deste ano que o governo prevê que seja de aumento de 3,5% do Produto Interno Bruto (PIB). O ministro deu as declarações após participar de audiência pública na Câmara dos Deputados.

“Tivemos uma desaceleração em 2011, era preciso fazê-la. Encarecemos um pouco o crédito, porque em 2010 crescemos bastante [7,5%]. Tínhamos um problema de inflação que agora está sob controle e já estamos barateando o crédito, reduzindo taxas. A Selic [taxa básica de juros] está sendo reduzida de modo que o crédito ficará mais barato nos próximos meses”, disse Mantega.

Com a queda dos juros, o ministro prevê que a economia dê sinais de recuperação a partir deste mês. “Pode haver um aquecimento novamente nos meses de novembro e dezembro em relação aos meses do último trimestre. Vamos começar 2012 com a economia aquecendo de forma responsável, de forma sustentável, em torno de 4,5%, 5% para o próximo ano”.

Mantega disse que o Brasil precisa reduzir seu custo financeiro. “O custo financeiro está caindo e vai cair. Não estou falando necessariamente da Selic, mas do crédito ao consumidor. Temos que criar condições para que esse crédito caia”.

Apesar da confiança na recuperação da economia brasileira no ano que vem, Mantega fez um diagnóstico pessimista em relação à crise que atinge os países ricos.

“Uma recaída em relação à crise de 2008, porque em 2009 e 2010 houve uma recuperação dos Estados Unidos, dos países europeus e parecia que eles tinham superado. De repente, não recuperaram nada, houve um retrocesso. A economia americana começa a crescer menos do que em 2010, a economia europeia apresenta um outro problema, do endividamento público dos países e uma fragilidade dos bancos”.

“Estamos diante de uma nova crise, que a cada momento está se agravando. O Brasil está bem preparado, temos várias maneiras de enfrentar essa crise. Não vou dizer que ela não nos atinge, ela nos atinge sim. Mas muito menos do que a maioria dos países e vamos continuar o crescimento do Brasil”.

(Agência Brasil)

Descoberta de moedas antigas deve mudar história do Muro das Lamentações

Arqueólogos israelenses anunciaram o achado de moedas antigas que podem subverter as crenças largamente mantidas sobre as origens do Muro das Lamentações de Israel, um dos locais mais sagrados para o Judaísmo. O anúncio da descoberta foi feito nesta quarta-feira (23).

Por séculos, muito do que se pensava sobre o muro era que ele fora construído pelo rei Herodes (que detém má fama, na tradição do Cristianismo, por ser algoz nos esforços de perseguição do bebê Jesus, de acordo com a história original dessa religião).

Mas arqueólogos afirmaram ter encontrado moedas enterradas sob os alicerces do muro, e que foram cunhadas 20 anos depois da morte do rei Herodes, em 4 d.C. –o que demonstra que a estrutura foi completada pelos reinados sucessores.

A descoberta pode significar uma revisão nos guias turísticos para as multidões que visitam a cidade.

“Cada guia turístico baseado na história de Jerusalém responde ‘Herodes’ quando perguntado sobre quem construiu o muro”, disse a autoridade de antiguidades de Israel, em comunicado.

“Essa partícula da informação arqueológica ilustra o fato de que a construção do muro foi um projeto enorme que levou décadas e que não foi completado durante a vida de Herodes”, disse a autoridade israelense.

A autoridade disse que os historiadores acadêmicos já tinham conhecimento, a partir de fatos narrados pelo historiador judeu Flávio Josefo (37 ou 38 d.C. – 100 d.C) de que o muro fora completado pelo bisneto de Herodes.

Mas esse relato não ajudou a dissipar a história popular de que Herodes concluiu o Muro das Lamentações. As moedas foram a primeira evidência concreta para fazer uma atualização da versão de Flávio Josefo.

(Reuters)

Três estados norte-americanos brigam por bandido mais famoso do mundo

Há 152 nascia o bandido mais famoso do mundo. Apesar de ter morrido com apenas 21 anos, William Henry McCarty Júnior, o Billy The Kid, ainda hoje arrasta disputas judiciais. Como a disputa dos estados de Nova York, Indiana e Missouri pelo local de nascimento do fora-da-lei, além de pedidos por perdão de seus crimes. O último foi negado em dezembro do ano passado, pelo governador do Novo México, Bill Richardson.

A história relata seu envolvimento em dezenas de tiroteios, mais de 20 homicídios, fugas espetaculares e até na liderança de um bando de assassinos em uma guerra particular no Novo México.

Billy The Kid foi morto à queima roupa em uma emboscada no Fort Summer pelo xerife do Novo México, Pat Garrett, que era seu grande amigo, antes de se voltar para a lei.

(com enciclopédias)

Ditador do Iêmen assina acordo para transferência de poder

O ditador iemenita, Ali Abdullah Saleh, assinou nesta quarta-feira (23), em Riad, capital real da Arábia Saudita, um acordo apoiado pelos países do Golfo Pérsico que prevê a transferência do poder no Iêmen, prometendo deixar o cargo.

Apesar de ter assinado o acordo, ainda não há certeza de que ele cumprirá o combinado, uma vez que já voltou atrás diversas vezes sobre o assunto desde o início da onda de revoltas contra seu regime no início deste ano. A cerimônia de assinatura foi acompanhada pelo rei da Arábia Saudita, Abddulah Ben Abdel Aziz.

A televisão estatal saudita transmitiu imagens de Saleh assinando o acordo na presença de rei saudita Abdullah e do príncipe herdeiro Nayef. Autoridades de oposição do Iêmen assinaram o acordo depois de Saleh.

“Hoje, uma nova página da nossa história se inicia”, disse o rei saudita às delegações iemenitas presentes durante a assinatura do acordo.

De acordo com o plano, o ditador deve entregar o poder por um período interino ao vice-presidente Abd Rabbo Mansour Hadi, considerado um homem de consenso.

Já houve três ocasiões em 2011 em que Saleh se recuou a assinar o acordo pela transferência mediado por países da região na última hora. No poder há 33 anos, o ditador enfrenta há dez meses protestos por sua renúncia.

(Agências)

Líder da prefeita retira emenda para Executivo não sofrer desgaste

131 1

Após reação da própria base de apoio da prefeita Luizianne Lins, o vereador Ronivaldo Maia (PT) retirou a emenda 008 ao Plano Diretor, que previa a competência única da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Controle Urbano (Semam) o enquadramento de imóveis sem utilização para moradia popular situados em Zonas Especiais de Interesse Social (Zeis). A proposta teria como objetivo a reassentamento de famílias.

Durante a discussão, a vereadora Eliana Gomes (PCdoB) disse ser a favor das Zeis. O vereador Eron Moreira (PV) afirmou que a base não vota em tudo que a prefeita quer. Pela oposição, João Alfredo (Psol) classificou a emenda de “muito grave” e “infeliz”. Já o vereador Doutor Ciro alertou que a proposta do líder da prefeita tiraria do Legislativo o poder de modificar esse aspecto do Plano Diretor, delegando-o a um secretário indicado pela prefeita.

Antes que o debate se estendesse a mais parlamentares, o autor da proposta a retirou.

O líder da oposição, vereador Plácido Filho (PDT), disse não entender o que se passa com o Executivo, pois “a sede de poder da prefeita Luizianne Lins e a centralização doentia em sua gestão estão gerando prejuízos irreparáveis para Fortaleza”. Plácido Filho, no entanto, elogiou a postura de vereadores da base de apoio a Luizianne Lins, que se manifestaram contra a emenda. “Nem tudo está perdido, ainda temos bom senso nesta Casa”, comentou.

(com informações da Câmara Municipal)

Reitor da Universidade Federal de Rondônia entrega pedido de renúncia ao MEC

O reitor da Universidade Federal de Rondônia (Unir), José Januário de Oliveira Amaral, entregou nesta quarta-feira (23) o pedido de desligamento do cargo ao ministro da Educação, Fernando Haddad. O reitor vai oficializar a renúncia ao Conselho Universitário da Unir na próxima semana, segundo o ministério. O pedido feito ao MEC será encaminhado ao Palácio do Planalto, uma vez que o cargo é de provimento da Presidência da República.

Segundo o Ministério da Educação, a decisão foi tomada porque Amaral não se sentia em condições de continuar no cargo, depois das denúncias de desvio de recursos na Fundação Rio Madeira (Riomar), que serve à universidade, o que motivou a constituição de comissão de investigação formada por representantes do MEC e da Controladoria-Geral da União (CGU), para auditar as contas da universidade e da Riomar.

O ministro Fernando Haddad constituiu também comissão para apurar as condições de funcionamento da Unir, atendendo ao pedido de professores e de alunos. A comissão iria apresentar relatório nesta quinta-feira (24), mas teve os trabalhos prorrogados por mais dez dias.

Amaral é acusado de envolvimento em uma série de irregularidades na Riomar (Fundação Rio Madeira). As irregularidades na fundação foram investigadas pelo Ministério Público Estadual de Rondônia através da Operação Magnífico. O órgão aponta a existência de “organização criminosa” que seria responsável por desvio de recursos, contratação de empresas fantasmas, utilização de laranjas e compras de produtos superfaturados.

(Agência Brasil e Folha)

Decisão de manter Lupi cabe somente a Dilma, diz Carvalho

114 2

O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral) afirmou nesta quarta-feira (23) que o ministro Carlos Lupi (Trabalho), envolvido em denúncias de irregularidades na pasta, “continua trabalhando” e que a decisão de mantê-lo ou não cabe somente à presidente Dilma Rousseff –apesar de setores do PDT, partido de Lupi, defenderem sua saída antes da reforma ministerial, prevista para janeiro.

“Não há nenhuma posição formal [do partido contra Lupi]. Primeiro que não é parlamentarismo, a presidenta que toma a decisão. Segundo que não há nenhuma manifestação formal do PDT de se retirar da base aliada. Pelo contrário, é uma reafirmação”, disse o ministro após participar de evento em Brasília.

Carvalho se encontrou ontem com o deputado Paulinho da Força e reafirmou o apoio do governo ao ministro. “[Eu disse] Paulinho, o Lupi continua ministro. A vida segue. Para nós o assunto está encaminhado.”

Questionado se a presidente Dilma está preocupada com a situação do ministro, Carvalho disse: “Ela sempre se preocupa com tudo, evidentemente. Mas não tem nenhuma novidade no ânimo dela sobre essa questão”.

(Folha)

Governo pode rever crescimento da economia em 2012, diz Tesouro

O secretário do Tesouro, Arno Augustin, manifestou nesta quarta-feira (23) apreensão quanto ao ritmo de expansão da economia no próximo ano. “Para 2012, a principal preocupação é a atividade econômica”, afirmou, durante divulgação do resultado primário de R$ 11,3 bilhões em outubro.

A declaração foi feita no anúncio do resultado do superavit primário, divulgado nesta quarta-feira –94,3%, quase a totalidade da meta de superavit primário com dois meses de antecedência. Augustin afirmou ainda que pretende usar os ajustes da política monetária e fiscal para garantir a expansão da atividade.

“A parte fiscal e monetária e toda política do governo se adéqua ao ano. Hoje tem um mix, que é adequado, que significou um primário maior em 2011. Para 2012, vamos ver”, disse.

Augustin salientou que o governo trabalha com a projeção de 5% de crescimento para o próximo ano, mas ponderou que essa é uma estimativa que pode ser revista conforme as avaliações futuras sobre o ritmo de atividade do país.

“O salário mínimo está previsto [efeitos nas contas públicas]. Já o crescimento é variável, pode se menor ou maior”, avaliou ele. “Há uns mais otimistas e outros mais pessimistas”, acrescentou.

Nesta terça-feira (22), durante o balanço do PAC, o secretário-executivo, Nelson Barbosa, apresentou projeções em que mostra que o governo trabalha, também, com a possibilidade de uma variação de 4% para o próximo ano.

(Folha)

Câmara Municipal aprova mensagem que modifica Plano Diretor

O Plenário da Câmara Municipal aprovou nesta quarta-feira (23), por unanimidade, o projeto de lei complementar 03/11 que modifica aspectos do Plano Diretor Participativo. A sessão plenária foi exclusiva para a votação desta matéria e de suas emendas. Ao todo, 33 vereadores votaram sim.

Relator da mensagem prefeitural, o vereador Salmito Filho (PSB) disse ter sido uma honra exercer esta função. Ele também foi relator do projeto do Plano Diretor na legislatura anterior. Para ele, o plano trouxe importantes avanços, como a criação das Zonas Especiais de Interesse Social (Zeis).

Salmito explicou que o processo da relatoria da mensagem foi cuidadoso e dialogado. Segundo ele, a matéria foi estudada ponto a ponto e as sugestões de modificações, compartilhadas com a procuradora do Município Denise Sobreira, com o líder do Executivo, Ronivaldo Maia (PT) e com o presidente da Comissão Especial do Plano Diretor, Paulo Gomes (PMDB).

Gomes agradeceu a dedicação dos membros da comissão e disse estar certo que o que for aprovado será respeitado. “Fortaleza precisa dar um passo ao futuro e o Plano Diretor é nosso guia.”

Salmito lamentou, no entanto, o fato de os prazos para a regulamentação do plano estarem todos expirados. Idalmir Feitosa (PSDB) também demonstrou lamentar a ausência dos projetos que regulamentam o plano. “A falta de regulamentação é uma agressão ao povo, que não pode ser agredido com a omissão e inércia do Município.”

(Câmara Municipal de Fortaleza)

Juros do crédito da pessoa física crescem em outubro

“As famílias brasileiras pagaram mais juros pelo crédito em outubro e as taxas de inadimplências, tanto para empresas quanto para pessoas físicas, subiram, segundo dados do Banco Central (BC) divulgados hoje (23).

A taxa média de juros para pessoas físicas subiu 1,3 ponto percentual, para 47% ao ano, de setembro para outubro. Já para as empresas, a taxa caiu 0,2 ponto percentual para 29,8% ao ano.

O spread, diferença entre a taxa de captação de recursos pelos bancos e a cobrada dos clientes, subiu 1,5 ponto percentual para 36,5 pontos percentuais, no caso das pessoas físicas. Para as empresas, o crescimento foi de 0,1 ponto percentual para 19 pontos percentuais.

A inadimplência, atrasos superiores a 90 dias, para as pessoas físicas subiu 0,1 ponto percentual para 7,1%. Para as empresas, a alta foi de 0,2 ponto percentual para 4% ao ano.

No relatório, o BC afirma que a greve dos bancários em outubro influenciou o aumento da inadimplência. “A maior dificuldade para renovação de operações e para o pagamento de prestações, em decorrência da interrupção das atividades bancárias, condicionou a evolução mensal dos indicadores de inadimplência.”

(Agência Brasil)