Blog do Eliomar

Últimos posts

Dilma recebe membros da CUT que cobravam falta de diálogo sobre Plano Brasil Maior

“A presidenta Dilma Rousseff recebeu nesta quinta-feira o secretário de Finanças da CUT, Vagner Freitas, e representantes das demais centrais sindicais. O objetivo do encontro foi debater o plano Brasil Maior e ouvir as propostas dos dirigentes sindicais. Também participaram da reunião os ministros Guigo Mantega (Fazenda), Fernando Pimentel (Desenvolvimento), Garibaldi Alves (Previdência Social) e Gilberto Carvalho (Secretaria Geral da Presidência), além do secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, dos secretários executivos dos ministérios da Fazenda, Nelson Barbosa, e da Ciência e Tecnologia Luiz Antonio Rodrigues Elias.
Mantega iniciou a reunião dizendo que o governo “recebeu o recado” do movimento sindical e que junto com os dirigentes, o governo deve “ajustar as medidas já tomadas, corrigir rotas”.

Ele explicou que haverá desdobramentos para o conjunto de medidas lançado na última terça-feira (2). Na semana que vem, por exemplo, serão anunciadas novas medidas que vão contribuir para melhorar programas como o Simples Nacional e o MEI (micro empreendedor individual). O governo vai aumentar o limite de faturamento das empresas que fazem parte do programa.
“Vamos aumentar a desoneração e fortalecer a base dos pequenos e médios empreendedores e, com isso, continuar aumentando a formalização do emprego”, explicou o ministro. 

O secretário de Finanças da CUT, Vagner Freitas, sugeriu a criação de um fórum permanente de discussão de política industrial tripartite e deixou claro que a central tem pessoas preparadas e todo o interesse em participar das discussões, reforçando as reivindicações de interesse da classe trabalhadora.

 “Temos informação e opinião sobre tudo o que acontece no Brasil. Para nós é fundamental a garantia de qualidade do emprego e a exigência de contrapartidas trabalhistas, sociais e ambientais a todas as empresas que receberem empréstimos de bancos públicos e queremos debater isso com o governo”.

Dilma, que só participou da parte final da reunião por conta das outras agendas, iniciou a conversa com os sindicalistas lembrando de duas reuniões realizadas em 2008, quando a CUT falou para ela e para o ex-presidente Lula que era um absurdo os bancos públicos emprestarem recursos para empresas sem exigir contrapartidas sociais e ambientais.

“Na época, quando falei com o BNDES eles disseram que não sabiam como fazer e que, naquele momento, a prioridade era contornar a crise financeira internacional. Mas, como a vida evolui, desta vez, coloquei a mesma questão na mesa – os bancos não podem deixar de exigir contrapartidas – e eles concordaram. Já estavam mais preparados”, disse Dilma.

O ministro Gilberto Carvalho contou, então, que a presidenta Dilma ligou pessoalmente para o Luciano Coutinho (presidente do BNDES) para dizer a ele que empresas que recebem recursos do banco têm de tratar bem os trabalhadores. O telefonema ocorreu porque um sindicalista reclamou para a presidenta das condições de trabalho em uma empresa beneficiada por empréstimos do banco público que estava sendo visitada por ela.

A presidenta comparou a nova crise internacional a uma doença crônica que, ao contrário da de 2008, segundo ela, se assemelhava mais a uma doença aguda. E frisou que as medidas do Brasil Maior buscam dar conta deste novo cenário. Agora, o governo precisa reagir de forma diferente e é necessário debater, vigiar, ficar de ouvido aberto às sugestões, disse Dilma.

“Temos de ficar atentos, ir melhorando o que foi lançado (o Plano Brasil Maior). E ficar rouco de tanto escutar. E uma parte estratégica é ouvir o que vocês têm a dizer. Vamos consultar vocês, vocês têm de ajudar a gente a inventar novas medidas, tem muitas coisas que vocês sabem que nós não sabemos”.

E um exemplo citado pela presidente foi a questão das contrapartidas sociais que a CUT vem exigindo há muito tempo. “No projeto (plano Brasil Maior) tem coisas que vocês falaram para a gente nos últimos 8 anos. Reconheci isso no meu discurso,” disse Dilma.
A presidenta disse que sentiu falta das centrais na cerimônia de lançamento do programa de política industrial e afirmou: “Se houve um equívoco nosso foi não falarmos com vocês antes. Mas que fique bem claro: não falamos com os outros. Falamos com os empresários só no dia seguinte. Temos compromisso específico com as centrais sindicais. Onde tiver (representantes dos) empresários tem de ter (representantes) de vocês também”.

O secretário de Finanças da CUT, Vagner Freitas, agradeceu a presença da presidenta, mas ressaltou que ela deve falar mais vezes com os dirigentes sindicais para que todos possam saber como ela pensa, como ela age, seria fundamental que ela também recebesse os dirigentes mais vezes. A melhora na interlocução poderia resolver muitos problemas, disse ele.

 “Não somos contra o plano Brasil Maior, temos divergências com relação a alguns itens, como a questão da desoneração da folha da forma como está colocada, principalmente com relação ao impacto na previdência social e na falta de garantias de que resultará realmente em mais empregos. Bastava o governo ter nos ouvido, debatido o tema conosco. Poderíamos ter melhorado a proposta. Não temos medo de participar nem de nos responsabilizarmos pelas políticas decididas conjuntamente”, concluiu.

 Vagner também falou para a presidenta que a CUT concorda que não existe desenvolvimento sem indústria forte, mas tem outras preocupações da central que seria importante debater com o governo, como a sustentabilidade da previdência social, a alta rotatividade de mão de obra, a qualidade dos empregos criados e também a quantidade.”

(Site da CUT)

Carlomano Marques faz cirurgia cardíaca e passa bem

137 2

O deputado estadual Carlomano Marques (PMDB) fez cirurgia do coração, no Hospital São Mateus, quando implantou um stent (dilatador). Carlomano passou mal na última quarta-feira à noite, quando foi internado.

Segundo sua assesoria política, Carlomano deve deixar o hospital ainda nesta sexta-feira.

O parlamentar diz que quer voltará ao trabalho ainda neste mês, mas a equipe médica que fez sua cirurgia ainda deverá se manifestar.

STF prevê impacto de R$ 103 milhões com projeto que reajusta subsídios de magistrados

“O impacto dos três projetos de lei (PL) que tratam dos reajustes de juízes e servidores será de R$ 103,2 milhões apenas no Supremo Tribunal Federal (STF), caso as propostas sejam ratificadas pelo Congresso Nacional. O número foi detalhado pelo próprio STF na mensagem encaminhada à Presidência da República sobre o orçamento de 2012, aprovado na última quarta-feira (4) pelos ministros.

Somente o projeto que prevê aumento de 14,79% nos salários dos 11 ministros do STF terá impacto anual de R$ 2 milhões no orçamento. Seriam R$ 678,8 mil para os ministros ativos, R$ 1,2 milhão para os inativos e R$ 130,6 mil de encargos. O PL 7.749/2010, que aumenta o salário de R$ 26,7 mil para R$ 30,7 mil aguarda votação no Congresso e juízes já ameaçaram entrar em greve caso o reajuste não seja aprovado, uma vez que a alteração teria efeito cascata nos salários de magistados de todo o país. 

O projeto de reajuste mais oneroso – R$ 100,3 milhões anuais só no STF – altera lei de 2006 para reestruturar as carreiras dos servidores do Judiciário. De acordo com o projeto de lei, os salários das carreiras judiciárias estão defesados em relação às dos demais poderes, o que está gerando uma debandada de profissionais para outros órgãos.

O projeto mais antigo que aguarda votação no Congresso é o PL 319/2007, que reforma uma lei de 2006. Em um dos artigos, o projeto prevê que os técnicos judiciários com diploma recebam o adicional de qualificação de 5% sobre os salários básicos. O projeto também prevê que os auxiliares judiciários recebam adicional caso façam ações de treinamento. O projeto custaria R$ 853,3 mil ao STF.

O impacto dos reajustes previstos nos três projetos de lei representa cerca de um sexto da previsão orçamentária do STF para 2012, que é R$ 614 milhões. No ano passado, o orçamento aprovado foi R$ 604 milhões, mas o governo cortou R$ 101 milhões.”

(Agência Brasil)

Filho de Kadhafi é morto por forças da Otan, diz porta-voz da oposição

“Khamis Kadhafi, um dos filhos do presidente da Líbia, Muammar Khadafi, foi morto por homens da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na cidade de Zliten. As informações são atribuídas ao porta-voz da oposição a Khadafi,  Mohammed Zawawi.
Khamis é um dos 32 mortos nos ataques sobre Zliten, localizada a 150 quilômetros de Trípoli, a capital líbia. O porta-voz disse que soube da morte do filho de Khadafi por meio de informações de espiões.

Desde março, a Líbia está em crise, agravada com a entrada dos militares da Otan que instauraram uma área de exclusão aérea no país.  Os bombardeios e ataques são diários nas principais cidades. Os integrantes da oposição a Khadafi tentam ganhar espaço e pressionar o presidente a renunciar, depois de 42 anos no poder.”

(Agência Lusa)

Ex-ministro do PR mantém aliados em orgãos públicos

Enquanto a bancada do PR no Senado promete independência em relação ao governo, senadores da legenda continuam com influência na administração pública.

O ex-ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, que fez um discurso duro contra o Palácio do Planalto anteontem, no retorno ao Senado, mantém indicados.

Foi pelas mãos de Nascimento que o ex-deputado estadual pelo PR Sabá Reis assumiu a Administração das Hidrovias da Amazônia Ocidental, em março.

O site do órgão informa que ele está lá a convite do ex-ministro. Reis disse que não tinha “nada a declarar” sobre a crise no PR.

(…) O senador Magno Malta (PR-ES) tem indicados nos Transportes. Trata-se de Maurício Malta, seu irmão e chefe da assessoria parlamentar do Dnit.

O Ministério dos Transportes disse que “não há motivo que justifique o afastamento ou a troca dos dirigentes”.

(Folha)

Caso Dnit – Dilma define substituto de Pagot

“A presidente Dilma Rousseff definiu na noite de [ontem] a nova diretoria do Dnit. O diretor-geral será Jorge Ernesto Pinto Fraxe, que integrou a Diretoria de Obras de Cooperação do Exército. Os nomes dos diretores serão publicados no Diário Oficial da União da sexta-feira e terão que ser aprovados pelo Senado.

Compõem ainda diretoria: Tarcísio Gomes de Freitas (diretor executivo),Mário Dirani (diretor de Infraestrutura Ferroviária); Roger da Silva Pêgas (diretor de Infraestrutura Rodoviária); Paulo de Tarso Cancela Campolina de Oliveira (diretor de Administração e Finanças), José Florentino Caixeta (diretor de Planejamento e Pesquisa), Adão Magnus Marcondes Proença (diretor de Infraestrutura Aquaviária).

Mais cedo, a nomeação de três servidores, “em caráter excepcional e transitório”, para ocupar cargos de diretores exonerados durante a crise no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) foi publicada no Diário Oficial da União. Luiz Heleno Albuquerque Filho assume a diretoria-executiva do órgão, enquanto Eloi Angelo Palma Filho responde pela diretoria de Infraestrutura Rodoviária e Marcelo Almeida Pinheiro Chagas será o responsável pela diretoria de Infraestrutura Ferroviária.

Até agora, 27 pessoas foram afastadas do ministério e dos órgãos vinculados à pasta. As exonerações fazem parte da faxina promovida pela presidente Dilma, após uma série de denúncias de corrupção e irregularidades nos Transportes. A nomeação dos novos diretores estava prevista para esta semana, mas até agora não houve nenhuma decisão definitiva. Segundo o secretário-geral, Gilberto Carvalho, Dilma quer nomes técnicos para assumir as diretorias.”

(Globo)

Professores do Estado iniciam greve a partir desta 6ª feira

“A partir de hoje, os professores da rede estadual entram em greve, por tempo indeterminado. A decisão foi efetivada após o cancelamento de reunião entre representantes do Sindicato dos Professores do Ceará (Apeoc), a secretária da Educação, Izolda Cela (PT), e representantes das secretarias da Fazenda e do Planejamento e Gestão, que deveria ter ocorrido na quarta-feira.

No encontro, alternativas para evitar que a greve fosse mantida pela categoria deveriam ser discutidas. Os docentes decidiram pela paralisação em assembleia geral, no Ginásio Paulo Sarasate, na segunda-feira. Eles recusam a proposta de reajuste salarial apresentada pelo governador Cid Gomes (PSB).

Contudo, segundo o secretário jurídico da Apeoc, Sérgio Bezerra, a decisão pela paralisação levou o Governo do Estado a suspender as negociações com o sindicato. “Decidimos pela greve em assembleia. Por isso, eles suspenderam qualquer tipo de diálogo com a gente. Assim, a greve está declarada, em todos os 184 municípios do Estado do Ceará”.

Na última terça-feira, a secretária Izolda Cela afirmou ao O POVO que, de sua parte, a reunião estava mantida para o dia seguinte. Ontem, por meio de nota, a Seduc informou que as negociações foram encerradas pela Apeoc, com a deflagração da greve. A Seduc informou ainda que mantém a expectativa de que a categoria possa analisar a proposta do Governo.”

(O POVO)

"Escândalo dos Banheiros" – Ex-gestores da Secretaria das Cidades descumpriram a lei

213 2

“Descumprida na celebração de convênios para a construção de banheiros para famílias de baixa renda, a lei estadual que disciplina a liberação de recursos para entidades privadas sem fins lucrativos ainda era desconhecida por ex-gestores da Secretaria das Cidades, responsáveis pelos convênios.

Tanto Joaquim Cartaxo (PT) quanto Jurandir Santiago, alegaram ontem desconhecer a lei 13.553/04 que impõe, por exemplo, necessidade de declaração assinada por três autoridades locais atestando que a entidade beneficiária existe há pelo menos dois anos.

Essa foi a versão contada nos depoimentos de Cartaxo e Jurandir, colhidos ontem na sede do Ministério Público Estadual, que investiga possível desvio de recursos públicos através de convênios da Secretaria de Cidades.

No caso de Pindoretama, primeiro a ser revelado pelo O POVO, a Associação Cultural do Município firmou convênio com a secretaria em apenas 23 dias após ser criada, contrariando o artigo 3º da lei estadual.

“Quando o Estado abriu mão de seguir os critérios estabelecidos na lei, acabou viabilizando a existência desses convênios que causaram um prejuízo enorme ao Ceará”, comentou o promotor Luiz Alcântara, assessor da Procap, após participar das audições com os depoentes.

Segundo informações do Ministério Público, Jurandir disse, em seu depoimento, que no período em que esteve à frente da Secretaria de Cidades – 2 de abril a 6 de julho de 2010 – não foi informado pela assessoria jurídica do órgão sobre as exigências da lei.

Ele ainda teria dito que os convênios investigados são casos isolados na Secretaria. Alcântara, porém, está convencido de que Jurandir era o responsável por fazer os convênio dentro dos critérios estabelecidos em lei.

Recém-nomeado para a presidência do Banco do Nordeste (BNB), Jurandir assinou sete dos 56 convênios investigados pelo Ministério Público. Os demais foram assinados por Cartaxo. Em seu depoimento, Cartaxo afirmou que não conhece a pessoa responsável, dentro da secretaria, por alimentar o bando de dados do órgão com a situação dos convênios, informando se os termos estavam sendo seguidos, segundo informações dos promotores Eloilson Landim e Luiz Alcântara.

De acordo com a Procap, da mesma forma, Jurandir também argumentou desconhecer a pessoa responsável por acompanhar a situação dos convênios.

Surpresos

Além de Jurandir e Cartaxo, a equipe de promotores da Procap colheu ontem depoimento de Fábio Castelo Branco, ex-ordenador de despesas da Secretaria de Cidades. Segundo a Procap, Fábio teria afirmando que ficou surpreso ao saber que houve liberação de recursos mesmo sem haver a prestação de contas a respeito das primeiras parcelas liberadas – como no convênio em Pindoretama para 200 banheiros. De acordo com a Procap, Jurandir também se disse surpreso ao saber que houve liberação de verbas sem prestação de contas.”

(O POVO)

Pesquisa encomendada pelo PT mostra que 71% avaliam governo Dilma como positivo

Pesquisa encomendada pelo PT, ao Instituto Vox Populi, identificou que 71% dos brasileiros avaliam de forma positiva o governo da presidente petista Dilma Rousseff.

O levantamento foi divulgado nesta quinta-feira (4) pelo presidente da legenda, Rui Falcão, durante reunião da Executiva do PT, no Rio de Janeiro. A pesquisa ouviu 2.200 entrevistados de todo o país, na primeira quinzena de junho.

Os detalhes sobre os 29% que avaliaram o governo de forma negativa não foram anunciados. A pesquisa, segundo petistas, é para “consumo interno”.

Segundo ainda a pesquisa, a legenda é a preferida de 32% dos brasileiros –um avanço de quatro pontos percentuais na comparação com a última medição feita pela sigla, em 2009. O segundo partido na aferição feita pelo PT é o PMDB, que não chega a dois dígitos da preferência.

A pesquisa não calcula os impactos da crise no Ministério dos Transportes, onde denúncias de corrupção levaram Dilma a promover a saída de mais de 20 funcionários ligados à pasta –em especial o agora ex-ministro Alfredo Nascimento (PR-AM), que reassumiu seu mandato no Senado na terça-feira (2).

 (UOL)

Simpósio de Prevenção de Infecção Hospitalar do César Cals começa nesta sexta-feira

Durante dois dias 5 e 6 de agosto,  profissionais de saúde do Hospital Geral Dr. César Cals, unidade da Secretaria de Saúde do Estado, participam do Simpósio de Prevenção de Infecção Hospitalar, que será realizado no Auditório do Centro de Estudos Aperfeiçoamento e Pesquisa (CEAP), localizado na Rua do Imperador, 342, no Centro.

De acordo com a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do HGCC, o II Simpósio de Prevenção de Infecção Hospitalar visa promover atualizações técnico-científicas para médicos, enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, farmacêuticos, bioquímicos, fisioterapeutas, entres outros.

Com isso, serão reforçadas as boas práticas de prevenção de infecção, tais como a higienização adequada das mãos. Uma ação simples, mas de grande importância para que as infecções sejam evitadas.

(HGCC)

"Escândalo dos Banheiros" – Por uma descarga moral

“Pelo andar da carruagem, o “Escândalo dos banheiros”, que colocou sob suspeita convênios de kits sanitários em 37 Prefeituras, pode acabar numa indigesta pizza. Dirigentes de associações, algumas apontadas como fantasmas, têm o mesmo advogado e apresentam a mesma versão para o Ministério Público. Todos culpam o servidor Antônio Carlos Gomes – que tinha cargo comissionado no TCE, pela não execução dos convênios.

Além disso, na Secretaria das Cidades há quem culpe o sistema de informatização. De concreto mesmo, têm-se o fato de que banheiros não foram entregues, parlamentar teria sido beneficiado e o Ceará continua amargando índices baixíssimos em seu sistema de saneamento básico. Que o MPE exerça seu papel sem pressões e vá fundo nesse caso absurdo.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Obama comemora 50 aninhos

“O presidente Barack Obama celebrou seu aniversário de 50 anos [ontem], apenas alguns dias depois de conseguir um acordo com congressistas republicanos para evitar um calote do governo. Apesar de o clima não estar exatamente festivo na Casa Branca, Obama ganhou diversas comemorações pelo seu meio século de vida.

À tarde, altos funcionários do governo brindaram ao presidente na Sala Azul da Casa Branca. À noite, Obama vai comemorar com familiares e amigos, alguns vindos de Chicago, sua cidade natal. O encerramento das celebrações será um final de semana em Camp David, o refúgio presidencial em Maryland.

Mas por causa da campanha de Obama pela reeleição, os festejos de aniversário começaram bem antes. Na quarta-feira, partidários do presidente desembolsaram cerca de US$ 35.800 por um convite duplo para um jantar em Chicago com performances de Jennifer Hudson, Herbie Hancok e da banda Ok Go (cujo maior hit exibe os músicos cantando em cima de esteiras de ginástica).”

(Globo)

Aos poucos Dilma se livra da influência de Lula

63 1

O cientista político David Fleischer, da UNB, afirma que a saída de Jobim é mais uma queda de um lulista que estava a contragosto da presidente. Para ele, aos poucos, a presidente está se livrando de pressões e influências do ex-presidente Lula. “Ela está se livrando de lulistas no governo. Está se tornando um governo com a marca registrada de Dilma Rousseff”, afirma o professor.

Em uma rápida reunião na noite desta quinta-feira (4), o ministro Nelson Jobim entregou sua carta de demissão. A presidente Dilma Rousseff convidou o ex-ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, a assumir a pasta da Defesa. Amorim aceitou, mas a posse ainda não foi marcada.

(UOL)

Nelson Jobim deixa o Ministério da Defesa e Celso Amorim é confirmado

105 1

Após uma série de críticas e constrangimentos públicos ao governo de Dilma Rousseff, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, entregou seu cargo nesta quinta-feira (4). Ele, que estava no Amazonas em missão oficial, foi chamado a antecipar seu retorno a Brasília.

O ministro das Relações Exteriores do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, Celso Amorim, foi confirmado em seu lugar, segundo informações oficiais do Palácio do Planalto.

(UOL)

Presidente da Embratur agenda visita ao Ceará

O presidente da Embratur, Flávio Dino, estará em Fortaleza entre os dias 28 e 30 de setembro, participando, no auditório do BNB no Passaré, do VIII Encontro Nacional de Secretários de Turismo. O evento discutirá os investimentos em turismo voltados para a Copa 2014.
Flávio Dino acertou vinda nesta tarde de quinta-feira, quando recebeu o deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE). “O presidente da Embratur, Flávio Dino, aceitou o convite. Ficou certo que ele virá a Fortaleza no dia 29 de setembro,  para participar do encontro dos secretários de Turismo”, adiantou o parlamentar.
Chico Lopes disse aproveitará essa ocasião para pleitear mais recursos e ações da Embratur para o Ceará e para a interiorização do turismo, levando em conta as manifestações religiosas, científicas e culturais que avançam na Região do Cariri.

PSB de Fortaleza promove ciclo de debates. Ciro Gomes é convidado

230 9

O PSB de Fortaleza lança, neste sábado, o “Ciclo de Debates – O PSB e um olhar socialista sobre a cidade de Fortaleza”. A primeira edição do evento terá como tema “A cidade vista por seus gestores: A Fortaleza do passado, do presente e do futuro!” e acontecerá a partir das 9 horas, na Casa José de Alencar (Messejana) e contará com a presença do ex-deputado federal Ciro Gomes, além de ex-governantes e parlamentares.

O Ciclo de Debates, que ocorrerá mensalmente até fevereiro de 2012, é uma iniciativa do diretório municipal. O objetivo é iniciar uma discussão suprapartidária e democrática, reconhecendo os avanços das gestões municipais anteriores e buscando formatar um projeto para a cidade de Fortaleza conjuntamente com os demais segmentos da sociedade e dos setores produtivos locais, informa a assessoria de imprensa socialista.

Área ambiental do Governo falará sobre o Parque do Cocó

O presidente do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam), Paulo Henrique Lustosa, juntamente com o titular da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), José Ricardo Araújo, e o presidente da Cagece, Gotardo Gurgel, dará coletiva nesta sexta-feira, a partir das 10 horas.
O objetivo é falar, no auditório da Semace, sobre questões ligadas ao Parque do Cocó. Paulo Henrique não deu detalhes.
O assunto prioritário, no entanto, é um só: como resolver a poluição do rio.

Um super-herói contra a corrupção, por favor!

82 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=K-28xJaa7gc[/youtube]

Em meio a tanta corrupção, tanta desgraceira no setor público e muita bandidagem, bem que poderíamos ter um super-heroi para ajudar a população. Que tal Nacional Kid, importado do Japão e que foi sucesso na tv brasileira em 1970?

Delegado registra ocorrência em forma de rima

O delegado Reinaldo Lobo, da 29ª DP, no Riacho Fundo, a 18 quilômetros de Brasília, surpreendeu a Corregedoria da Polícia Civil ao registrar, no dia 26 de julho, um crime em forma de poesia.

O documento apresentado pelo delegado faz parte do inquérito policial, formado ainda pelo auto de prisão em flagrante, as oitivas e o relatório. A peça final, única feita em poesia, não foi aprovada e teve que ser refeita.

Veja a quase totalidade do relatório do delegado:

Já era quase madrugada. Neste querido Riacho Fundo. Cidade muito amada. Que arranca elogios de todo mundo.

O plantão estava tranquilo. Até que de longe se escuta um zunido. E todos passam a esperar. A chegada da Polícia Militar.

Logo surge a viatura. Desce um policial fardado. Que sem nenhuma frescura. Traz preso um sujeito folgado.

Procura pela autoridade. Narra a ele a sua verdade. Que o prendeu sem piedade. Pois sem nenhuma autorização. Pelas ruas ermas todo tranquilão. Estava em uma motocicleta com restrição.

A autoridade desconfiada.  Já iniciou o seu sermão. Mostrou ao preso a papelada. Que a sua ficha era do cão.  Ia checar sua situação.

O preso pediu desculpa. Disse que não tinha culpa. Pois só estava na garupa.

Foi checada a situação. Ele é mesmo sem noção. Estava preso na domiciliar. Não conseguiu mais se explicar. A motocicleta era roubada. A sua boa fé era furada.

Se na garupa ou no volante. Sei que fiz esse flagrante. Desse cara petulante. Que no crime não é estreante.

Foi lavrado o flagrante. Pelo crime de receptação. Pois só com a Polícia atuante. Protegeremos a população.

A fiança foi fixada. E claro não foi paga. E enquanto não vier a cutucada. Manteremos assim preso qualquer pessoa má afamada.

Vamos nós: No Ceará, também temos bons delegados. Prendem golpistas, assaltantes e libertam sequestrados. Tem o Jairo Pequeno, o Luiz Carlos Dantas, o César Wagner e o Bruno Figueiredo. Atuam em parceria e põem a bandidagem para dançar como em um samba-enredo. Pra dizer que não há poeta, tem o Wilder Brito. Mas os versos, só para amigos. Como homem da lei, a coisa é no grito.

(G1)