Blog do Eliomar

Últimos posts

PAC da Mobilidade investirá R$ 18 bi nas grandes cidades

A presidente Dilma Rousseff lançará nesta quarta-feira, às 11 horas, no Palácio do Planato, em Brasília, o PAC Mobilidade nas Grandes Cidades. Participarão da cerimônia os ministros das Cidades, Mário Negromonte, e do Planejamento, Miriam Belchior.

As maiores cidades brasileiras com problemas de transporte público serão contempladas com lançamento dessa estratégia ooficial. O investimento previsto é de R$ 18 bilhões.

O programa tem como objetivo ampliar a capacidade de locomoção e melhorar a infraestrutura do transporte público coletivo nas maiores cidades do País.

(Com Agências)

Deputado tucano ironiza visita de Gabrielli ao Ceará

101 3

Aproveitando que o presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, visita Fortaleza, a partir das 10 horas desta quarta-feira, quando terá encontro com Cid Gomes e empresários na Residência Oficial, o deputado estadul tucano João Jaime nos manda artigo com o título “Para o Ceará não vale é dando que se recebe”. Confira:
 
Cada vez que ouço falar que vem alguém do governo federal ao Ceará, surge logo a pergunta de todo cearense: siderúrgica ou refinaria? Agora mesmo, leio no noticiário que o presidente da Petrobrás, Sérgio Gabrielli, estará mais uma vez em Fortaleza nesta quarta-feira. Vem, como das vezes anteriores, tratar da refinaria, que já teve até a pedra fundamental lançada pelo ex-presidente Lula, sem que constasse do plano de investimentos da empresa.
 
Mas, enquanto recebemos Gabrielli para discutir ainda a refinaria, o Maranhão, que não disputava antes promessa nem planos de refinaria, já tem aprovado pela Petrobrás seu plano de investimento. E Pernambuco, que levou para lá a nossa refinaria, já em avançado  em avançado estado o empreendimento, que aqui deveria gerar 2 mil empregos e inserir o Ceará num dos segmentos mais importantes da economia mundial.
 
O destino do Ceará nos últimos anos tem sido esse de perder grandes oportunidades de investimentos e obras públicas. E mais estranho é que terminam inviabilizadas e cozinhadas no tempo por forças incríveis que trabalham, sem razão aparente, contra os interesses do Ceará e dos cearenses. Prova disso é também o projeto do estaleiro que perdemos igualmente pelas dificuldades criadas para a sua implantação em Fortaleza. Foi feita uma festa com a limpeza do terreno para a siderúrgica, que continua aí parada.
 
A recuperação e duplicação de estradas federais, as obras do Anel Viário, de repente pararam com a prisão do dirigente do DNIT. Que investiguem, que prendam, mas não se puna o Estado nem a sua população que nada têm a ver com isso. Pernambuco é um canteiro de obras federais, Alagoas tem a malha federal duplicada, e o Maranhão já sorrir com sua refinaria. No Ceará está tudo parado. Passamos para o fim da fila. De pioneiros nas usinas eólicas, já estamos perdendo para a Bahia e o Rio Grande do Norte, pelos problemas criados para os investimentos no setor.
 
Apesar de toda essa borrasca contra o Ceará, nunca se fez tanta política como agora. São cargos e mais cargos para os aliados do governo federal dentro de uma briga sem pudor por troca de apoio político como se isso fosse o natural. Em compensação, em vez das obras e investimentos, temos essa estagnação imposta por poderes estranhos que levam os votos e as esperanças do Estado, mas não trazem nada de volta. 

João Jaime,

Deputado estadual do PSDB.

Ministro dos Esportes vem inspecionar Castelão

104 1

O ministro Orlando Silva (Esportes) estará nesta quinta-feira em Fortaleza para, entre algumas ações, inspecionar as obras de ampliação do estádio Castelão. Ele percorre subsedes da Copa 2014 cobrando celeridade.

A visita, confirmada pela assessoria do Palácio da Abolição, ocorrerá às 10 horas e o ministro dará entrevista coletiva no próprio estádio às 11 horas. Com Orlando, estará o secretário especial da Copa, Ferruccio Feitosa, além de outros secretários e dirigentes de clubes cearenses.

Jornal de Pernambuco repercute viagem de Cid Gomes

111 1

O caso da viagem do governador Cid Gomes, durante suas férias, em jatinho do empresário Alexandre Grendene, ganhou repercussão no terreiro do presidente nacional do PSB, o governador Eduardo Campos. Eis o que a Folha de Pernambuco comenta, em tom de ironias, com o titulo “No  Ceará tem disso, sim!”:

A política tem lá suas razões que a própria razão desconhece. Tome-se como exemplo o Ceará. Reeleito com folga numa campanha de céu de brigadeiro, o governador Cid Gomes, que abriu uma dissidência no PSB contra Eduardo, estimulado pelo irmão Ciro Gomes, está envolto mais uma vez num fenomenal escândalo envolvendo viagens ao exterior.

Desta feita, é acusado de curtir férias nos Estados Unidos a bordo de um jato de propriedade do empresário Alexandre Grendene, que recebe incentivos fiscais no Estado. Na campanha passada, a Grendene fez uma doação de R$ 1 milhão para o comitê de Cid.

O governador cearense adora uma mordomia em jatos de terceiros! Já foi a Nova York num avião da Construtora CHC, também fornecedora do governo. Em 2007, foi pilhado usando um jatinho pago pelo erário estadual numa excursão a cinco países da Europa com a mulher, sogra e o papagaio.

Mesmo assim, o socialista faz um governo aprovado pela maioria da população e se apresenta como arauto da moralidade. É incrível, mas verdadeiro. Nos bastidores, tenta se apresentar como a maior liderança do PSB do Nordeste, ofuscar o presidente do seu partido, Eduardo Campos, e instigar aliados para ganhar adeptos na dissidência aberta contra o governador pernambucano. Diante disso tudo, dá para concluir, contrariando o rei Luiz Gonzaga, que o Ceará tem disso sim, meu senhor!

VAMOS NÓS – A relação de Eduardo Campos com os Ferreira Gomes, pelo visto, não anda nada boa mesmo.

Ô, véi macho! José Alencar sai da UTI para o quarto

 

“O ex-vice-presidente da República José Alencar foi transferido ontem à tarde da UTI cardiológica do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde está internado desde a semana passada com perfuração intestinal, para um quarto. O boletim médico informou: “O paciente evolui satisfatoriamente, embora seu quadro clínico continue delicado, permitindo uma transferência na data de hoje para o quarto.”

– O estado de saúde dele ainda é delicado, mas permanece estável. É impressionante a recuperação dele em comparação a outros casos semelhantes – comentou o oncologista Paulo Hoff, que compõe a equipe médica no Sírio-Libanês.”

(O Globo)

Cúpula da SSPDS visita obras da antiga sede do IML

58 1

A cúpula da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, tendo à frente o Coronel Bezerra, visitará as obras da Perícia Forense, antigo IML, na avenida Leste-Oeste, a partir das 8 horas desta quarta-feira. 

O projeto, garante a assessoria da SSPDS, está em bom ritmo. 

DETALHE – E por falar em segurança, um dado divulgado nesta manhã pela assessoria do Coronel Bezerra: A Grande Fortaleza está sem registrar homicídio há 48 horas. Eis o que o Coronel Bezerra deve informar na ocasião.

Guido Mantega: Reajuste maior do salário mínimo custará R$ 16,5 bi

“Na véspera do primeiro teste no Congresso da presidente Dilma Rousseff, o governo usou ontem todos os instrumentos de pressão para garantir uma vitória hoje na votação do projeto que fixa em R$ 545 o valor do salário mínimo em 2011 e mantém a atual regra de reajuste do benefício até 2015.

Como porta-voz do governo, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, enfrentou o bombardeio na Comissão Geral do plenário da Câmara e disse a parlamentares e sindicalistas que não há espaço fiscal para conceder um reajuste maior do que R$ 545.

Mantega afirmou que qualquer valor superior aos R$ 545 poderia passar a impressão de que o governo não cumpriria o corte de R$ 50 bilhões no Orçamento e poderia gerar pressões por novas despesas e até inflacionárias. Em contrapartida, as centrais sindicais, em especial a Força Sindical, e a oposição apostarão tudo na proposta de um mínimo de R$ 560.

Em desvantagem no placar, o presidente da Força Sindical, deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), prepara uma emenda cedendo ainda mais: que os R$ 560 sejam fruto da antecipação de 2,9% do aumento real que será dado em 2012.

Mas o próprio ministro Mantega deixou claro que o governo não aceita qualquer alternativa. Os líderes aliados prometiam fidelidade, com um placar entre 300 e 360. A oposição, realista, acreditava que chegaria a 200.”

(O Globo)

Heitor Férrer quer explicações sobre viagem de Cid Gomes em jatinho da Grendene

93 1

 

O deputado estadual Heitor Férrer (PDT) solicitou ontem, na Assembleia Legislativa, explicações sobre a viagem de férias que o governador Cid Gomes (PSB) fez aos Estados Unidos utilizando um jatinho do empresário Alexandre Grendene. Ele é dono da fábrica de calçados Grendene, que tem três filiais no Ceará, conta com incentivos fiscais estaduais e doou R$ 1,2 milhões para a campanha de Cid em 2010.

Heitor teve por base as informações noticiadas, em janeiro, pela revista Veja e o jornal O Globo, do Rio de Janeiro. “O deputado não pode ser omisso diante do que a imprensa aponta, nem pode dar como verdade absoluta. Por isso, a minha obrigação é cobrar as informações”, justificou.

Cid utilizou o jato de Alexandre Grendene em viagem de férias com a esposa, Maria Célia Habib Moura, aos Estados Unidos, entre 20 e 27 de janeiro. De lá, o governador seguiu para países europeus, a trabalho, mas as matérias da Veja e do O Globo não informam que aeronave foi utilizada nesse segundo trajeto.

Heitor Férrer citou a lei da improbidade administrativa (8.429/92) para questionar a viagem de Cid em jato emprestado pelo dono de uma empresa que conta com incentivos públicos.

O líder do Governo na Casa, deputado Antônio Carlos (PT), justificou que a viagem de Cid foi de ordem particular, em férias, não se utilizando de recursos públicos. “É recorrente essa tentativa da Veja de atingir a honra do governador”, disse o líder, lembrando que Cid já ameaçou processar a revista por supostas inverdades.

Já a assessoria de imprensa do governador informou que apenas Antônio Carlos se pronunciaria sobre o caso, já que o debate ocorreu no âmbito legislativo.

O requerimento de Heitor Férrer será votado amanhã pela Assembleia. Caso aprovado, a Casa pedirá explicações formais a Cid, que conta com o apoio da grande maioria dos deputados estaduais.

Criada no Rio Grande do Sul em 1971, a empresa Grendene migrou, nos anos 1990, para o Ceará. Entre outras vantagens de mercado, a empresa buscava instalar-se em região com maiores benefícios fiscais. Ela tem sede em Sobral, Crato e Fortaleza.”

(O POVO)

MPF quer Ibama embargando obras estaduais liberadas por nova lei

83 1

“Um novo entrave paira sobre a medida do Governo do Estado que concede licenças ambientais simplificadas para algumas obras ou atividades públicas. Ontem, o Ministério Público Federal (MPF) solicitou ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) que embargue obras que estejam “se valendo de procedimentos definidos na legislação ambiental” do Ceará. A lei foi aprovada pela Assembleia Legislativa em janeiro.

Para o MPF, a medida é inconstitucional, uma vez que a legislação sobre meio ambiente é de competência do ente federativo. O Estado, portanto, só poderia legislar sobre temas omitidos pela lei federal.

O Ministério Público ainda solicita que a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) envie a relação de todos os empreendimentos já contemplados pela nova legislação.

Por meio de sua assessoria, o Governo do Estado informou que irá aguardar notificação do Ibama para, em seguida, se manifestar.

A Semace também só irá se pronunciar quando for notificada pelo Ibama. Contudo, a assessoria de imprensa do órgão antecipou que ainda não possui cadastro de nenhuma obra ou atividade passível de ser contemplada por licença simplificada.

Presidido pelo Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam) e secretariado pela Semace, o Conselho Estadual e Meio Ambiente (Coema) ainda não possui, sequer, regulamentação sobre o tema.

Na última quinta, entretanto, o Coema aprovou, por unanimidade, a concessão de licença simplificada para as atividades do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Mas como ainda não foi publicada no Diário Oficial, a proposta ainda não é válida e, por isso, a Semace ainda não está recebendo solicitações de licença simplificada para o setor.”

(O POVO)

Por mínimo de R$ 545,00, Governo ameaça até demitir ministro do Trabalho

“Numa ofensiva para garantir a aprovação do salário mínimo de R$ 545 nesta quarta-feira, 16, na Câmara o governo mapeou os nomes dos dissidentes na base, cujas indicações políticas para cargos no segundo e terceiro escalões e nas estatais federais serão barradas, e também avisou ao PDT que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, poderá perder o cargo se o partido, que integra a coalizão governista, mantiver a disposição de votar a favor de R$ 560.

Os líderes aliados estão confiantes na vitória dos R$ 545 com cerca de 300 votos e esperam uma dissidência de 76 votos na base aliada, segundo cruzamento realizado ontem.

Na avaliação tanto de governistas quanto de oposicionistas, o mínimo de R$ 560 deverá contar com o apoio de 150 a 180 deputados. “A situação é confortável”, disse o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP).

A presidente Dilma Rousseff decidiu jogar pesado com os aliados para evitar um eventual processo de rebelião na base a favor do mínimo de R$ 560. O temor era que esse valor acabasse “contaminando” os governistas.

Vaccarezza reuniu os líderes num almoço na casa do líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN), para baixar a ordem unida na votação de hoje: o governo manterá os R$ 545 até o fim, sem dar um real sequer a mais.

“O governo não pode fraquejar nem dar sinais que pode dar mais que os R$ 545. Se abrir a porteira, não tem como segurar: é o estouro da boiada e vai todo mundo junto para os R$ 560″, resumiu o deputado Hugo Leal (PSC-RJ).”

(Estadão)

Atendimento no IJF é feito por meio de “gambiarras”

58 1

A falta de materiais no atendimento a pacientes do Instituto Doutor José Frota (IJF), como a bomba de infusão contínua – bic – (aparelho utilizado para infundir líquidos com controle de fluxo e volume nas vias venosa, arterial ou esofágica) e abocath (material com agulha que evita que o paciente seja picado várias vezes em exames de sangue ou na tomada de soro), pode ter sido responsável por óbitos no maior hospital de emergência do Estado.

A denúncia foi levada por servidores do IJF à Câmara Municipal de Fortaleza, na terça-feira (15), durante reunião entre sindicalistas e vereadores. De acordo ainda com os servidores, as equipes estão fazendo “gambiarras” para atender aos pacientes.

“Muitas vezes, somos levados a danificar dois equipo (tubo fino que conduz o líquido da seringa para o corpo do paciente) para conseguir fazer um extensor (tubo simples). O problema é que um equipo custa cerca de 15 reais, enquanto um extensor não chega a um real”, disse uma técnica em enfermagem.

“Também não temos luvas de procedimento. Então somos levados a usar luvas cirúrgicas, com um preço de cinco vezes mais”, completou outro servidor.

Segundo ainda os servidores, a precariedade no atendimento tem causado tensão entre a equipe médica e alguns acompanhantes de pacientes. “Na última quarta-feira (9), um guarda municipal tentou intervir e acabou com um corte no rosto, provocado por um acompanhante de paciente”, contaram os servidores.

As denúncias provocaram perplexidade nos vereadores, que prometeram uma audiência pública para debater o atendimento no JF. Dos seis vereadores presentes: Plácido Filho (PDT), Ronivaldo Maia (PT), Iraguassu Teixeira (PDT), Ciro Albuquerque (PTC), Eron Moreira (PV) e Machadinho Neto (DEM), os quatro últimos são médicos.

“Fiquei surpreso também com a denúncia que médicos do IJF não sabem realizar o procedimento de entubação em pacientes. Isso é muito grave”, avaliou o vereador e médico Eron Moreira.

Cid e Luizianne vão sobrevoar obras

72 4

“O governador Cid Gomes (PSB) e a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT), vão sobrevoar de helicóptero, no próximo dia 24, obras que estão sendo tocadas pelo município e pela Cagece. Segundo o secretário estadual das Cidades, Camilo Santana, esse compromisso ficou acertado como forma de levar os dois a uma troca de informações sobre projetos estratégicos para a cidade como a urbanização do rio Maranguapinho e o Vila do Mar, que fazem parte do PAC.

Os dois vão estreitar parcerias, já que esses empreendimentos terão influência na vida do fortalezense e exigirão intervenções por parte da Cagece, pivõ de polêmica recente no que diz respeito à paternidade de buracos. Camilo diz que essa agenda significará compromisso de parceria e busca por entrosamento em obras.

Fica a torcida para que esse gesto de boa vontade entre os dois gestores não se acabe em 2012. O eleitor, contribuinte, não quer entrar, digamos, pelo cano.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Preto Zezé assume comando da CUFA nacional

85 2

Preto Zezé vai tomar posse, a partir das 10 horas desta quarta-feira, durante solenidade no Theatro José de Alencar, na função de presidente nacional da Central Única das Favelas (CUFA). Essa entidade investe na recuperação de jovens através das artes e esportes e conta com apoio de organizações nacionais e internacionais.

Várias autoridades e dirigentes de entidades populares vão marcar presença no ato de posse de Preto Zezé, nome que tem trânsito livre também nos meios políticos. Não é à toa que há gente da esquerda, por exemplo, querendo vê-lo em 2012 disputando até um mandato.

Servidores de Fortaleza voltam a se reunir na Câmara Municipal na próxima semana

73 1

Vereadores com os servidores

Por quase duas horas, vereadores de Fortaleza e servidores da Prefeitura estiveram reunidos na tarde de terça-feira (15), na Câmara Municipal, para uma avaliação sobre a pauta de reivindicações do movimento unificado dos sindicatos da categoria.

De acordo com o vereador Plácido Filho (PDT), também presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço de Saúde de Fortaleza (Sintsaf), dos 49 itens apresentados, 23 foram discutidos entre os representantes de sindicatos e uma comissão de vereadores.

“Todos os itens discutidos não importam em aumento de despesas para o Município. Os demais serão levados pela liderança da prefeita na Câmara Municipal, para que possam ser avaliados pela própria prefeita Luizianne Lins. O líder da prefeita, vereador Ronivaldo Maia (PT), ficou de apresentar a apreciação do Executivo Municipal, na próxima quinta-feira, dia 24”, comentou Plácido Filho, líder da oposição na Câmara Municipal.

Além dos dois líderes na Casa, a comissão foi composta ainda pelos vereadores Iraguassu Teixeira (PDT), Ciro Albuquerque (PTC), Eron Moreira (PV) e Machadinho Neto (DEM).

Os pontos mais polêmicos da pauta de reivindicação são a antecipação da data base, aposentadoria especial aos 25 anos, insalubridade de 40%, retirada do IPM Saúde e reposição salarial com aumento real.

Segundo o presidente do sindicato da Guarda Municipal, Márcio Cruz, a categoria teve uma perda salarial em cerca de 18% nos últimos três anos. “Em 2008, ganhávamos 3,5 salários mínimos. Hoje não chaga a três”, observou.

Novo mínimo – Câmara aprova regime de urgência para votação da matéria

“A Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta terça-feira, requerimento de urgência urgentíssima para votação do projeto de lei do Poder Executivo que reajusta o salário mínimo para R$ 545. O requerimento foi aprovado por 391 votos favoráveis, 22 contrários e 3 abstenções. Com a aprovação do requerimento, o projeto não precisará tramitar pelas comissões técnicas da Câmara e será levado para ser votado diretamente no plenário.

A votação do reajuste do salário mínimo está prevista amanhã (16) à tarde, em sessão extraordinária da Câmara. Hoje, a Casa fez uma reunião da comissão geral com a presença do ministro da Fazenda, Guido Mantega, dirigentes de centrais sindicais e de outras entidades para debater a proposta de reajuste do mínimo. O governo mantém a posição de aprovar R$ 545, enquanto que a centrais sindicais defendem R$ 560.

O líder do governo, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), propôs que, durante a discussão da matéria na sessão de amanhã, 20 deputados falem a favor da matéria e mais 20 contra, para, em seguida, iniciar a votação do texto principal e das emendas que visam a alterar o valor do salário mínimo.”

(Agência Brasil)

Uma crítica à política remuneratória de Cid Gomes

73 3

Com o título “Agressão a racionalidade”, eis artigo que nos manda o advogado João Castelo Sobrinho. Ele bate nos absurdos da legislação em algumas esferas e lamenta a equiparação slarial de segundo escalão com a remuneração do governador do Estado. Confira:

Nos últimos tempos, a legislação brasileira tem sido elaborada ao sabor de pressões de grupos, para dar pronta resposta a fatos episódicos com repercussão na sociedade ou, ainda, para atender a conveniência político-administrativa de alguns governantes. Isso tem contribuído para impregnar o ordenamento jurídico nacional de uma série de absurdos, por conta da edição de leis desprovidas de racionalidade e que não refletem o sentimento do povo.

Um exemplo emblemático deste fenômeno repercutiu, por exemplo, na área do Direito Penal. Sob a justificativa da necessidade de defender a fauna, preservando as espécies ameaçadas de extinção, foi aprovada uma lei considerando crime hediondo a matança destes animais. Vale dizer, se alguém vier a matar, por exemplo, uma “anta” ou um “mico leão dourado” responderá o processo preso, em face deste delito, por ser hediondo, não comportar fiança. Se, no entanto, alguém pratica um homicídio, a depender das circunstâncias, pode responder ao processo em liberdade. A vida humana, assim, tem menos valor do que a de um animal.

 Tais absurdos se repetem, não apenas no âmbito penal, mas em outras áreas do direito. A construção legislativa, em função disso, não tem observado os princípios em que se deve assentar a legislação, os quais hão de ser harmônicos e guardar coerência entre si. No campo do Direito Administrativo são editadas leis, a todo o momento, que atentam contra as mais elementares normas, algumas até de natureza constitucional.

Agora mesmo, o governo cearense vem de incorrer neste equívoco. Ao encaminhar à Assembléia Legislativa Projeto de Lei reajustando os salários dos seus servidores e fixando os novos valores dos subsídios do governador, secretários de Estado, secretários adjuntos e secretários executivos, a todos foi conferido o mesmo tratamento remuneratório. Colocou-se, assim, num mesmo patamar, as representações dos citados cargos, farpeando, não apenas o princípio da hierarquia funcional, como ainda o da razoabilidade, ao conferir idêntico subsídio para cargos de natureza diversa com diferentes graus de complexidade. Ora, como igualar a remuneração do detentor de um cargo do terceiro escalão de uma Pasta com a do governador do Estado?

O fato assume maior gravidade quando se constata que os subsídios desses servidores se situam num nível superior ao do próprio vice-governador. Por que esta “babel”? Simplesmente porque o governador Cid Gomes resiste em elevar seus subsídios ou estabelecer um teto salarial mais elevado para o funcionalismo público estadual. Tal circunstância impõe este absurdo que agride a racionalidade. Em quase duas dezenas de Estados brasileiros isto não mais acontece justamente em face de seus governadores haverem instituído o teto salarial único na conformidade com o que lhes facultou EC nº 47/2005.   

* João Castelo Sobrinho

Advogado.              

Prefeita decide sobre reajuste da passagem de ônibus na 6ª feira

105 4

A prefeita Luizianne Lins (PT) receberá, na próxima sexta-feira, estudos elaborados pela Etufor sobre o pedido de reajuste da passagem de õnibus. Foi o que informou, nesta terça-feira, o presidente do órgão, Ademar Gondim, após encerrar em seu gabinete encontro com membros do Sindiônibus.

Os donos das empresas de transporte coletivo querem a tarifa subindo para R$ 2,20, alegando custos. As planilhas, conforme Ademar, form recebidas pela Etufor que avaliará e fechará relatório a ser entregue à prefeita na sexta-feira.

Ademar Gondim garantiu que tudo será feito para que sejam preservados avanços como integração temporal do transporte, gratuidade dos portadores de deficiência meia passgem sem limite e tarifa social.

O presidente da Etufor deixou claro que tudo será feito para que a tarifa de ônibus de Fortaleza continue sendo a mais barata do País. Atualmente, a tarifa de ônibus é R$ 1,80 e R$ 0,90 (estudantes).

Dilma corta R$ 1,8 bi do Orçamento 2011. Ceará perde R$ 92 milhões

90 2

O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB) informou, nesta tarde de terça-feira, que a presidente Dilma Rousseff assinou vetos ao orçamento geral da União de 2011. Esses vetos correspondem a um corte R$ 1 bilhão 860 milhões.

“Contradizendo o que ela prometeu – combate à pobreza, Dilma cortou da área social R$ 1 bilhão 030 milhões”, lamentou o parlamentar para o Blog.

Segundo Gomes de Matos, o Estado do Ceará perdeu, com esses vetos, um total de R$ 92 milhões 740 mil, sendo R$ 79 milhões de emendas de bancada. Os deputados federais Chico Lopes (PCdo B), Mauro Benevides (PMDB), José Gerardo (PMDB) – este não reeleito, José Linhares (PP), Ariosto Holanda (PSB), Eudes Xavier (PT), Jose Airton (PT) e Gomes de Matos (PSDB) e o senador Inácio Arruda (PCdoB) perderam ao todo R$ 13 milhões 140 mil de suas emendas individuais.

“Isso demonstra desrespeito da presidente ao Congresso Nacional e, principalmente, aos Estados onde ela teve grande maioria de votos como o Ceará, que lhe garantiu mais de 80% de votação”, protestou o parlamentar tucano.

Para Gomes de Matos, esse mesmo tratamento Dilma está dando aos 41 milhões de trabalhadores, não assgurando reposição significativa, preferindo manter uma megaestrutura de 37 ministérios.

Chico Anísio sai do CTI

Chico Anysio recebeu alta nesta terça-feira do Centro de Tratamento Intensivo (CTI), do Hospital Samaritano, no Rio, e foi para a Unidade Intermediária (UI). Ele fora internado no dia 2 de dezembro com obstrução da artéria coronária e chegou a respirar com ajuda de aparelhos.

O humorista cearense está sendo acompanhado por uma fonoaudióloga para reabilitar a glote. Não há previsão de alta.

(Folha.com)

 

Tudo pronto para a I Marcha Municipalista do Ceará

A Associação dos Municípios e Prefeitos do Ceará (Aprece) abrirá,às 19 horas desta quarta-feira, no auditório do Sebrae, em Fortaleza, a I Marcha Municipalista do Ceará – Debatendo os Desafios da Gestão Pública Inovadora. O encontro vai se estender até sexta-feira.

O objetivo do evento é consolidar um processo de maior aproximação e descentralização da entidade com os municípios, iniciado em 2009 através do projeto “Aprece Itinerante”. O referido projeto percorreu, através de reuniões regionalizadas, todo o Estado do Ceará. 

SERVIÇO

* Faça aqui a sua inscrição.