Blog do Eliomar

Últimos posts

CCJ do Senado debate papel da mídia no combate ao tráfico de drogas

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado debaterá, a partir das 14h30min desta quarta-feira, durante audiência pública, o papel informativo e educacional dos meios de comunicação social no combate ao narcotráfico e à disseminação de entorpecentes, especialmente o crack entre jovens e adolescentes. O requerimento é uma iniciativa do presidente da CCJ, Eunício Oliveira (PMDB), e do senador Marcelo Crivella (RJ).

A audiência pública inclui no debate a questão de segurança nas escolas brasileiras, envolvendo toda forma de ilícitos, tais como: porte de armas, uso e tráfico de entorpecentes, rixas, ameaças, corrupção de menores, atentado violento ao pudor, estupro, bullying e uso de bebidas alcoólicas. O ministro Fernando Haddad (Educação) é um dos convidados.

Eunício Oliveira disse para o Blog que a presidente Dilma Rousseff já elegeu o combate ao narcotráfico e à disseminação das drogas, especialmente o crack, como uma das prioridades de seu governo. Segundo ele, esse será “um enfrentamento crucial” que compete não apenas a autoridades governamentais, forças de segurança e profissionais da saúde, mas “a todas as forças vivas da Nação”. No amplo rol de atores, ele cita, entre outros, pais e mães, líderes religiosos, empresariais e educadores. Para o senador, cabe ainda papel relevante aos meios de comunicação.

Governo deve amaciar corte dos restos a pagar

“Pressionado pela base aliada que nos bastidores ameaçou uma rebelião contra o Planalto nas votações no Congresso por causa do “cancelamento” de emendas parlamentares, o governo sinalizou ontem que vai amaciar o corte. O calote dos chamados restos a pagar de orçamentos anteriores, de 2007 a 2009, deve ficar entre R$ 1,5 bilhão e R$ 3 bilhões e nem todo este montante será cortado de emendas, segundo um parlamentar envolvido nas negociações.

A questão tem provocado polêmica no Congresso porque cerca de metade dos restos a pagar dizem respeito a emendas. Hoje, há R$ 9,8 bilhões em risco de cancelamento desse período, sendo que R$ 5,2 bilhões são de emendas parlamentares, segundo dados do ministério do Planejamento. Até sexta, a presidente Dilma Rousseff vai anunciar o tamanho da tesourada para tentar interromper a insatisfação parlamentar.

A tendência é que os restos a pagar de 2009 sejam prorrogados pelo menos até o final de agosto e que o cancelamento atinja somente convênios dos anos de 2008 e 2007 que ainda não estejam em execução. Decreto assinado ainda pelo presidente Lula determinava o cancelamento dos restos a pagar destes três anos que não fossem liquidados até 30 de abril.”

(Agência Estado)

Saneamento no Nordeste é tema de congresso

Aberto, nesta manhã de quarta-feira, no auditório do Sebrae, em Fortaleza, o I Congresso de Saneamento do Nordeste. A promoção é da Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento (Assemae) e vai se estender até sexta-feira discutindo uma agenda no setor com vistas ao estabelecimento de uma política de desenvolvimento territorial sustentável.

Em seis paineis, serão abordados os seguintes assuntos: Política Nacional de Resíduos Sólidos; Gestão e Planejamento da Política Nacional de Resíduos Sólidos; Regulação dos Serviços de Saneamento Básico; Gestão e Planejamento dos Serviços de Água e Esgoto; Drenagem Urbana – Prestação dos Serviços – Cobrança; e Consórcios Públicos de Saneamento – Alternativa para a Melhoria de Gestão.

Servidores da Usina de Asfalto em estado de greve

94 1

Os servidores da Usina de Asfalto e fábrica de pré-moldados decidiram, nesta quarta-feira, pelo estado de greve. A categoria luta pela implantaçao da pauta de reivindicação da campanha salarial 2011. A luta é por 18% de reajuste, fim das terceirizações, implantação do adicional de insalubridade, distribuição de equipamentos de proteção individual.

Na próxima semana, eles paralisarão por duas horas as atividades na segunda-feia, três horas na terça-feira e na quarta-feira vão parar por quatro hora, devendo fazer assembleia geral par decidir se entram ou não em greve por tempo indeterminado. Com isso, a Operaçao Tapa-Buracos do Município sofrerá problemas.

Está definido que no próximo dia 12, todos os servidores municipais realizarão um grande ato de protesto contra o Município, em frente ao Paço Municipal.

Site do Chico no Restaurante da Chica

O deputado federal Chico Lopes (PCdoB) lançará, às 19 horas desta quinta-feira, seu novo site. Segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, o site virá moderno e com todos os recursos da chamada rede social.

Vai apostar, principalmente, em  maior interação com o eleitorado, expondo ainda as atividades do parlamentar.

O lançamento ocorrerá no Restaurante Dona Chica, no Benfica, tendo uma palestra sobre Imprensa e Democracia a cargo do presidente do Sindicato dos Jornalistas do Estado, Cleilson Martins.

Lucro do Bradesco cresce 28,5% e atinge R$ 2,7 bi no primeiro trimestre do ano

“O Bradesco registrou lucro líquido de R$ 2,702 bilhões no primeiro trimestre deste ano, resultado 28,5% acima do contabilizado no mesmo período do ano passado. Considerando o ganho ajustado, foram R$ 2,738 bilhões, com alta de 27,5% em igual confronto.

Na comparação com os três últimos meses de 2010, houve redução de 9,5% no lucro contábil e acréscimo de 2,0% no resultado ajustado, de acordo com os dados divulgados pela instituição financeira nesta quarta-feira.

As operações de crédito do segundo maior banco privado brasileiro totalizaram R$ 284,695 bilhões até o final do mês passado, com alta de 21% em relação aos últimos doze meses. Esse crescimento se deve principalmente ao desempenho dos empréstimos para micro, pequenas e médias empresas (29,4%), grandes (19,0%) e consumidores (16,4%).

Para pessoas físicas, as operações somaram R$ 100,079 bilhões nos três primeiros meses do ano, com crescimento de 16,4%, abaixo da expansão contabilizada para pessoas jurídicas, que subiram 23,7%, para R$ 184,616 bilhões.

A provisão para cobrir eventuais calotes aumentou 7,9%, com melhora da inadimplência dos clientes e maior receita com recuperação de crédito, segundo o banco.

Na comparação entre o primeiro trimestre de 2010 e 2011, a inadimplência, considerando atrasos superiores a 90 dias, recuou de 4,4% para 3,6%, o mesmo percentual registrado no quartro trimestre do ano passado.”

 (Folha.com)

PMDB quer ter candidato a prefeito de Fortaleza

 

“O PMDB deve ter candidato a prefeito de Fortaleza em 2012. A tese está ganhando corpo dentro do partido, segundo o deputado federal Danilo Forte. “Há um vazio na gestão municipal e o desejo de renovação. O PMDB tem tudo para preencher esse vácuo, até porque temos na memória o que foi essa cidade na Era Juraci”, diz ele.

O PCdoB também avisa que terá candidato, bem como o PT e o PV em fase de crise.

Pelo visto, os aliados de Cid Gomes (PSB) fizeram ouvido de mercador no recado que ele deu sobre eleiçãos 2012, segundo o qual, só entrará na campanha onde houver consenso.”

Etufor não prorroga validade das carteiras antigas

A Etufor divulgou, nesta quarta-feira, nota informando que não prorrogará o prazo de validade das carteiras estudantis antigas. Confira:

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) informa que as carteiras estudantis antigas terão validade até o dia 30 de abril deste ano e o prazo não será prorrogado. A partir do dia primeiro de maio só terão direito à meia ilimitada no transporte público de Fortaleza aqueles alunos que portarem a carteira nova, relativa a 2011.

Desde o início do processo de distribuição dos novos documentos de identificação estudantil, mais de 240 mil carteiras da rede pública e particular de ensino já foram entregues às entidades, responsáveis pela distribuição aos alunos.

Hoje, cerca de 70 mil cartões já estão confeccionados à espera da confirmação da matrícula dos estudantes para serem desbloqueados e, posteriormente, entregues às entidades estudantis. A fim de otimizar essa distribuição, a Etufor solicita que a direção das escolas e universidades confirme urgentemente as matrículas dos seus alunos no site do órgão (www.etufor.ce.gov.br).

A nova carteira de estudante começa a valer no dia primeiro de maio deste ano para alunos veteranos, que terão o documento desbloqueado automaticamente no próprio validador do ônibus ou van. Já os novatos, que não possuíam o documento antigo, poderão utilizá-lo assim que receber.

Conselho de Ética do Senado sob comando de Renan e Gim Argello

103 2

“O novo Senado tomou posse há quase três meses, mas somente ontem, depois de cobrado pelo Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal a fazer uma advertência ou censurar publicamente o senador Roberto Requião (PMDB-PR) por este ter tomado um gravador das mãos de um jornalista, o presidente José Sarney (PMDB-AP) providenciou a instalação do Conselho de Ética da Casa, o que deve ocorrer hoje de manhã.

Dos 15 titulares indicados pelos partidos para compor o órgão de caráter disciplinar, encarregado de zelar pela observância dos preceitos de ética e decoro, pelo menos oito respondem a processos ou inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF). E outros tantos já se envolveram em polêmicas.

Os que têm contas a prestar no Supremo são os peemedebistas Renan Calheiros (AL), Romero Jucá (RR) e Valdir Raupp (RO), além de Mário Couto (PSDB-PA), Gim Argello (PTB-DF), Jayme Campos (DEM-MT), Acir Gurgacz (PDT-RO) e Antonio Carlos Valadares (PSB-SE).

Se não bastassem os processos a que respondem na Justiça, alguns desses titulares já foram alvo de mais de um processo no próprio Conselho de Ética. O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, por exemplo, respondeu a cinco representações em 2007, que se transformaram em dois processos por quebra de decoro, mas foi absolvido em plenário.

O senador peemedebista teve que renunciar ao cargo de presidente do Senado, mas acabou absolvido pelo plenário em ambos os processos. No primeiro, Renan era acusado de ter usado recursos de uma empreiteira para pagar despesas pessoais. No segundo, respondeu à denúncia de que teria usado laranjas na compra de um grupo de comunicação em Alagoas.”

(Globo)

Decisão sobre suplentes está nas mãos de Ellen e Fux

“Após mais de quatro meses e meio após decidir, sem o quorum completo, que os suplentes dos partidos, e não das coligações, é que devem tomar posse no lugar dos deputados licenciados, o Supremo Tribunal Federal (STF) fará nesta quarta-feira (27) um julgamento definitivo sobre o caso. Por enquanto, nove ministros já se posicionaram sobre o tema, faltando apenas dois para que haja uma determinação final. A posição adotada em dezembro passado pela maioria dos ministros da mais alta corte do país criou uma confusão  com a Câmara dos Deputados, que, até o momento, não cumpriu as ordens do STF. A norma defendida pelos ministros do STF naquela ocasião contraria uma tradição de quatro décadas no preenchimento dos cargos com suplentes.

Na sessão da tarde de hoje, está prevista a análise em plenário de três mandados de segurança, dois relatados pela ministra Cármen Lúcia e um pelo ministro Marco Aurélio Mello, de suplentes de partidos que querem tomar o lugar de substitutos eleitos pelas coligações partidárias. A posição de nove dos 11 ministros do Supremo já é conhecida, e não deve ser alterada durante o julgamento dos pedidos feitos por Humberto Souto (PPS-MG), Carlos Victor (PSB-RJ) e Severino de Souza Silva (PSB-PE). Os mandados são os itens dois, três e quatro da pauta. Em fevereiro, ela garantiu a vaga aos dois suplentes.

Em março, Marco Aurélio criticou publicamente a posição do presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), em manter a forma de substituição dos deputados titulares pelos suplentes eleitos pelas coligações. “Há decisões liminares já formalizadas e são decisão do Supremo. Eu fico pasmo quando não se cumpre uma decisão do STF”, disparou. Assim como Cármen Lúcia, ele determinou que o suplente do partido tomasse posse no lugar do deputado licenciado. A Câmara, no entanto, abriu prazo para defesa do parlamentar que assumiu. Um parecer foi feito pelo corregedor da Casa, Eduardo da Fonte (PP-PE), mas até agora não foi apreciado pela Mesa Diretora.

A posição da Câmara, assim como das assembleias legislativas e câmaras de vereadores, sempre foi de empossar o primeiro da lista de suplentes. Formulada pela Justiça Eleitoral, ela leva em conta o desempenho dos parlamentares dentro das coligações formadas para a eleição proporcional. No entanto, em 9 de dezembro passado, por cinco votos a três, os ministros entenderam que os efeitos das alianças terminam com o fim do pleito. E, usando como analogia a resolução da fidelidade partidária, que o mandato pertence ao partido.

Naquela oportunidade, foi julgado um pedido do PMDB de herdar a vaga deixada pela renúncia do então deputado Natan Donadon (PMDB-RO). O argumento dos peemedebistas era que o suplente que tomou posse não pertencia mais ao partido que formava a coligação a deputado federal em 2006. Por isso, queriam que Raquel Duarte Carvalho (PMDB-RO) fosse empossada no lugar de Donadon. O ministro Gilmar Mendes considerou o argumento “extremamente plausível”.

Seguiram Gilmar os ministros Marco Aurélio Mello, Cármen Lúcia, Joaquim Barbosa e Cezar Peluso. Já os ministros Ricardo Lewandowski, que preside o Tribunal Superior Eleitoral, Carlos Ayres Britto e José Dias Toffoli discordaram. Lewandowski afirmou que a coligação tem todos os ônus da campanha. Por isso, na hora da posse, não pode ser alijada a pretexto de que ela se desfaz terminadas as eleições.

Na época, não participaram do julgamento os ministros Celso de Mello e Ellen Gracie, além de Luiz Fux, que só foi nomeado para a última vaga da corte em março. Destes, porém, o voto de Celso de Mello já é conhecido. Em 31 de março, ele negou liminar para Sávio Luís Ferreira Neves Filho (PP-RJ) tomar posse no lugar de Júlio Lopes (PP-RJ), licenciado do cargo desde que assumiu a Secretaria de Transportes do Rio de Janeiro. Assim, ele se incorpora às posições de Lewandowski, Ayres Britto e Toffoli, no sentido de que o cargo é da coligação. A decisão de Celso de Mello aumenta o tamanho da confusão provocada pelo julgamento do STF, já que o decano da mais alta corte do país ainda não tinha se manifestado sobre a situação.

Assim, com o posicionamento já conhecido de Celso de Mello, o resultado do julgamento poderá mudar com relação ao que foi decidido em dezembro, caso também seja assim que pensam Ellen Gracie e Fux, que não se manifestaram publicamente sobre o assunto. Eles podem consolidar a interpretação de que o mandato pertence ao partido – e encerrar a votação em sete a quatro – ou virar o placar, fechando em seis a cinco pela posse dos suplentes das coligações. Luiz Fux é o primeiro a votar após o relator. Já Ellen é a oitava. A ordem é definida pelo tempo como integrante da corte, do mais novo para o mais antigo. A votação é encerrada com a posição do presidente.”

(Congresso em Foco)

Ministro vai expor cortes na área da Ciência e Tecnologia

“O deputado federal Ariosto Holanda (PSB) convocou e o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloisio Mercandante, vai estar,  nesta quarta-feira, às 10 horas, participando de audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara. Ali, o ministro falará que programas foram afetados pelos cortes de recursos definidos pelo governo federal nessa pasta. 

Ariosto se diz preocupado com os chamados cortes nos programas de extensão. Ele faz questão de destacar que nenhum ministro da Ciência e Tecnologia conseguiu fortalecer a extensão para se tornar um programa de expressão nacional.

Açude Orós sangra desde a madrugada desta quarta-feir

309 1

Iguatu.NET

Com capacidade de 2,1 bilhões de metros cúbicos de água, o açude Orós sangra desde a madrugada desta quarta-feira (27). Segundo os técnicos da área, o açude começou a sangrar a partir das 4h39min e a população comemorou com queima de fogos.

Localizado no leito do rio Jaguaribe, na região Centro-Sul do Estado, o açude foi inaugurado em 1961 e permaneceu como o maior do Ceará até 2003, quando da construção do Castanhão.

Código Florestal será votado sem consenso

“O texto que altera o Código Florestal vai à votação na próxima semana com dois pontos principais sem consenso: anistia para quem desmatou ilegalmente até 2008 e o fim da reserva legal para pequenos agricultores.

Em outro trecho polêmico, sobre as Áreas de Proteção Permanente nas margens dos rios, o governo aceitou que produtores rurais sejam obrigados a recuperar área de até 15 metros, metade do limite mínimo exigido atualmente.

Ontem, após reunião dos líderes partidários para discutir as mudanças no Código Florestal — que contou com a presença dos ministros Luiz Sérgio, das Relações Institucionais, Izabella Teixeira, do Meio Ambiente, e Wagner Rossi,da Agricultura —, o relator da proposta, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), disse que vai retirar do texto a moratória que tinha proposto inicialmente e que impediria novos desmatamentos nos próximos cinco anos.

O Executivo não abre mão de manter a exigência de que todos os produtores rurais (pequenos, médios ou grandes) destinem parte de sua propriedade para reserva legal.

O relator defende que quem tem terras com menos de quatro módulos fiscais (que podem chegar a áreas de até 400 hectares) marque como reserva apenas aquilo que restou de vegetação nativa em suas propriedades. Essa obrigação, prevista na legislação atual, depende do bioma onde se encontra a fazenda.

Na Amazônia, é de 80%; e, nos demais biomas, de 20%. Nas áreas de transição entre Cerrado e Amazônia, o percentual exigido é 35%. Se vencer a proposta de Aldo, um produtor com 1% de reserva legal na Amazônia estará na legalidade.”

(O Globo)

Refinaria Premium II – Licença prévia será votada nesta 4ª feira pelo Coema

146 2

“A licença prévia (LP) da Refinaria Premium II, da Petrobras, vai ser votada hoje. A decisão vai acontecer na 199ª reunião do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema), às 14 horas, na Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace).

A LP é concedida na fase preliminar do planejamento do empreendimento. Ela aprova a localização e concepção, além de atestar a viabilidade ambiental e estabelecer os requisitos básicos e as condições para as próximas fases de implementação. A assessoria de imprensa da Semace lembra que, nesta fase, ainda não é autorizado o início de obras.

A votação da primeira licença ambiental da Premium II ocorre após as duas audiências públicas necessárias no processo, nos dias 29 e 30 de março, respectivamente, em Caucaia e São Gonçalo do Amarante. A Semace recebeu o pedido de LP à refinaria em janeiro de 2009, mas o Estudo e Relatório de Impacto Ambiental EIA/Rima foi repassado pela estatal só dois anos depois, em janeiro de 2011.

Enquanto é debatida a questão ambiental, o Governo do Estado tenta resolver os imbróglios das desapropriações do terreno do empreendimento de refino.

A mensagem do Executivo Nº 7.245/2011, que autoriza o Estado a doar o terreno inteiro da Premium II à Petrobras entra amanhã na Comissão de Constituição e Justiça para ser apreciada, informou o deputado estadual Antonio Carlos (PT), líder do Governo. Se for aprovada, na quinta-feira, 28, vai para votação em Plenário, disse. “Não deve ter problema na aprovação”, afirmou Antonio Carlos.

A Casa já havia aprovado, em 19 de abril, a mensagem do Executivo Nº 7.244/2011, que autorizou o Governo do Estado a permutar uma área privada por uma pública a fim de compor o terreno da refinaria. Além disso, aprovou a doação deste terreno à petrolífera.

Cerca de 97% do total do terreno já estão nas mãos do Estado. Após realizadas todas as desapropriações e unificado o terreno, será entregue ao investidor, ato que foi anunciado pelo governador Cid Gomes para 30 deste mês. Seria também assinado o termo de compromisso com presidente da estatal, Sérgio Gabrielli.

O fim das sondagens do terreno está previso também para dia 30. A estimativa inicial era de que a área estivesse pronta para o início das obras em agosto. No entanto, o prazo foi adiado para setembro deste ano.

Siderúrgica do Pecém

A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) possui LP. A assessoria de imprensa da Semace informou que o órgão já recebeu o pedido para a Licença de Instalação (LI) para a produção dos três milhões de toneladas de placas de aço por ano.

Conforme a Semace, caso a documentação esteja toda entregue e correta, esta licença deverá sair em um prazo de 30 dias. A CSP possui LI para terraplenagem desde 14 de março deste ano.

A LI autoriza o início da instalação do empreendimento com as especificações que constam nos planos, programas e projetos executivos aprovados. Inclui as medidas de controle ambiental e demais condicionantes, da qual constituem motivo determinante. Dá autorização para instalação, mas somente a Licença de Operação (LO) autoriza operacionalização do empreendimento.”

(O POVO)

Professores do Município entram em greve

“Professores da rede municipal de ensino de Fortaleza decretaram greve por tempo indeterminado em assembleia realizada na manhã de ontem no Ginásio Marista. A paralisação começa hoje, no mesmo dia que o calendário da Secretaria Municipal da Educação (SME) marca o início do ano letivo de 2011 garantindo férias no mês de julho e cumprimento dos 200 dias letivos até março de 2012.

Desde 11 de fevereiro passado, os professores declararam estado de greve, insatisfeitos com as negociações mantidas com a administração municipal. Segundo Gardênia Baima, da direção colegiada do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sindiute), a principal reivindicação é o pagamento do piso salarial que foi mantido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), atualmente fixado em R$ 1.597,87.

A Prefeitura de Fortaleza, segundo Gardênia, paga R$ 1.003,00. Hoje, a partir das 9 horas, os professores realizam manifestação em frente à Secretaria Municipal da Educação (SME). Conforme Gardênia, para o local já está agendada uma audiência com representantes da SME e da Secretaria de Administração do Município (SAM).

Além do pagamento do piso, a pauta conta ainda com reivindicações por eleições diretas para diretores das escolas municipais, correção do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), prestação de contas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O secretário Vaumik Ribeiro, da Administração Municipal, confirmou que receberá representantes dos professores para a negociação, às 11 horas de hoje, em torno do piso. Ele disse estranhar o decreto da greve com negociações em andamento. Ele lembrou que este ano a classe já recebeu aumento de 6,47% na data base, no mês de janeiro.”

(O POVO)

Grupo M. Dias Branco compra a Pilar

“A M. Dias Branco divulgou que, por meio de sua controlada Indústrias de Alimentos Bomgosto – Vitarella, adquiriu a totalidade do capital da NPAP Alimentos, empresa que industrializa e comercializa os biscoitos e massas Pilar, com sede em Pernambuco. Segundo a companhia, o valor do negócio é de R$ 69,922 milhões, sendo R$ 45,072 milhões pagos à vista e R$ 3,850 milhões em 90 dias, “reduzidos dos valores necessários à constituição da adequada provisão para devedores duvidosos”.
O saldo remanescente, no valor de até R$ 21 milhões, será pago ao final de seis meses, “descontado do valor das contingências decorrentes de atos ou fatos ocorridos até a celebração do contrato e que venham a ser exigidas da sociedade adquirida”. A aquisição será submetida à ratificação pela assembleia geral extraordinária de acionistas da M. Dias Branco.

“A operação está inserida na estratégia da companhia de participar ativamente do processo de consolidação do setor, ampliando sua liderança nacional nos segmentos de massas e biscoitos, além de contribuir para o aumento de sua capacidade competitiva e presença na região Nordeste”, diz a M. Dias Branco, em comunicado. “Adicionalmente, possibilita a expansão da sua base de clientes e agregação de valor ao negócio, tanto porque adicionamos ao portfólio uma marca tradicional e forte em algumas áreas geográficas, que poderá contribuir para a ampliação das vendas tanto de produtos existentes como de novos produtos a serem incorporados ao portfólio da marca adquirida, como por conta da integração vertical característica do modelo de negócios da companhia”, acrescenta.

Conforme a nota, com esta aquisição, a participação de mercado da M. Dias Branco passará, em volume, de 22,2% para 23,4% do mercado nacional de biscoitos e de 22,4% para 24,7% do mercado nacional de massas alimentícias.”

(Estadão.com)

FHC admite possibilidade de fusão entre PSDB e DEM

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso admitiu nesta terça-feira (26) que existe a possibilidade de fusão entre o PSDB e o DEM, mas ressaltou que as conversas são “preliminares”.

“Existem propostas nesse sentido. São aspectos delicados. Acho que o mais importante é manter a coesão dos partidos e, desde logo, dizer: aconteça o que acontecer, vamos nos manter unidos com certos objetivos maiores. Não sei qual a tendência, se vai haver fusão ou não”, afirmou FHC.

Ele, no entanto, negou relatos de que se reuniria amanhã com lideranças do PSDB para discutir a eventual fusão com a outra grande sigla oposicionista.

“Se tem reunião marcada eu não estou sabendo”, brincou o ex-presidente.

As declarações forem feitas durante evento no Instituto FHC que debateu a situação política e econômica na Venezuela e recebeu várias lideranças de oposição ao presidente Hugo Chávez.

Mas o ex-presidente deixou claro que sua preocupação mais urgente é a debandada nas fileiras tucanas, em especial a saída do ex-deputado Walter Feldman do PSDB para o PSD, recém criado por Gilberto Kassab.

“Eu acho lamentável a saída de qualquer pessoa, sobretudo de uma pessoa importante. No momento nós devemos fazer um esforço pela coesão. Faço até mesmo um apelo. Não é o momento de ampliar divisões”, disse o presidente de honra da PSDB.

“Se quisermos ter um objetivo maior, como têm os venezuelanos hoje, que é de voltar a ter uma situação em que o PSDB possa exercer um papel construtivo na república, temos que estar unidos”, afirmou, numa referência à próxima disputa presidencial de 2014.

Segundo ele, “esse esforço implica em que as várias tendências do partido entendem que tendências são normais, que opções por pessoas são normais. O que não é normal é ruptura”, acrescentou.

O ex-presidente não discursou durante o evento, mas elogiou os participantes do encontro, em especial a liberdade de tom dos jovens oposicionistas venezuelanos, que fizeram duras críticas a Chávez.

FHC disse que, ao contrário dos jovens venezuelanos, prefere ser cada vez mais prudente com declarações públicas e brincou com a polêmica gerada pelo recente artigo publicado na revista “Interesse Nacional”, no qual defendeu que o PSDB desistisse dos votos do “povão” para investir na nova classe média.

“Passei a ser cautelosíssimo. Pensei que ninguém fosse ler”, disse, arrancando gargalhadas do auditório.

(Folha.com)