Blog do Eliomar

Últimos posts

Coelce registra lucro superior R$ 470 milhões em 2010

110 2

“A empresa distribuidora de energia no Ceará, Coelce, registrou lucro líquido de R$ 472 milhões no ano passado ante 2009. O valor representa um crescimento de 19,5% entre os dois anos. No índice Ebitda, antes de considerar os impostos, cresceu 28,3%. O volume de energia transportado e vendido pela empresa em 2010 cresceu 12,8% e atingiu a cifra de 8.815 GWh. O que manteve a Coelce como a terceira maior distribuidora de energia da região Nordeste.

O volume de energia vendido no Ceará em 2010 cresceu 8,1%; um incremento superior ao da região Nordeste (5,1%) e do Brasil (4,5%). O diretor de relações com investidores da Coelce, Luiz Carlos Bittencourt, credita o crescimento da companhia ao aumento da demanda por energia no Estado e a “uma gestão rigorosa de custo e eficiência em termos de qualidade”.

Luiz Carlos acrescenta que a empresa foi beneficiada pelo programa do Governo Federal “Luz para Todos”, que tem o objetivo de levar energia elétrica a 100% da população nacional. O número de clientes da Coelce aumentou 4,4% em 2010, “graças principalmente ao Luz para Todos”, diz Luiz Carlos. Atualmente a Coelce tem 2,85 milhões de clientes. Os investimentos da Coelce e do programa Luz para Todos no Ceará somaram R$ 283 milhões.

Sessenta por cento dos clientes da distribuidora são residenciais que fazem parte do programa de baixa renda. Se configura como cliente de baixa renda quem tem residência fixa e possue um consumo mensal inferior a 80 kWh e aqueles com média de consumo mensal entre 80 kWh e 220 KWh que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

As residências não cadastradas no programa de Baixa Renda consomem 22% da energia vendida pela Coelce. As outras categorias de consumo são rural (11%), comercial (6%) e setor público (1%). A empresa comemora também o crescimento nas linhas de transmissão e distribuição, em 1,5% e 0,9%, respectivamente. Hoje a Coelce conta com 121 mil quilômetros de linhas distribuição e 4.300 quilômetros de linhas de transmissão, atingido os 184 municípios do Ceará.

(O POVO)

CURTO-CIRCUITO

E por falar em Coelce, como vão os processos que questionam na Justiça as cobranças absuras na conta de luz?

OAB-CE questiona venda das operadoras de telefonia

116 2

A Ordem dos Advogados do Brasil, regional do Ceará, realiza nesta quinta-feira, a partir as 15 horas, em sua sede, audiência pública com as operadoras de telefonia e representante da Anatel. Segundo o presidente da entidade, Valdetário Monteiro, hora de saber o porquê de tantos problemas no setor.

A Ordem, inclusive, ameaça entrar com ação contra as operadoras, pois desconfia de venda excessiva no segmento, o que causa transtornos no serviço ofertado para a clientela.

A audiência foi puxada pela Comissão de Direitos Humanos da Ordem.

Ex-presidente nacional da OAB: "Lembrar 31 de Março é questão de sobrevivência democrática"

O ex-presidente nacional da OAB, Cézar Brito, escreve artigo nesta quinta-feira no site Congresso em Foco abordando este 31 de Março. Para ele, data de um golpe militar que não pode ser esquecido. “Lembrar o aniverário do golpe militar é questão de sobrevivência democrática”, diz Brito. Confira:

Embora os dias tenham rigorosamente as mesmas quantidades de horas, minutos e segundos, sendo fisicamente iguais entre si, todos eles guardam diferenças simbólicas que os tornam especiais. Alguns causam grandes emoções, representando datas queridas e inesquecíveis, como os aniversários de nascimento, namoro, primeiro beijo ou casamento. Outros ingressam definitivamente em nossa mente por marcarem episódios tristes, não raro a morte de algum ente querido ou o rompimento com a pessoa amada.

As datas simbólicas não se contentam apenas com a vinculação aos atos intimistas ou àqueles típicos do quintal individualista. Elas também interagem de tal forma com o sentimento coletivo de um povo, que é até difícil imaginar a história do mundo sem que elas existissem. Nesse rol estariam, dentre outras, as datas comemorativas das lutas pela independência de uma nação, o massacre violento de pessoas, uma revolução que se instala ou até o martírio de um povo.

Nesse contexto, não poderiam passar despercebidas datas patrióticas como o 7 setembro dos brasileiros, o 4 de julho dos estadunidenses e o 14 de julho dos revolucionários franceses. Também ilustram o time o 1º de maio dos trabalhadores, o 8 de março das mulheres e, como não poderia deixar de ser, o famoso 25 de dezembro dos cristãos. Aliás, a própria Igreja Católica sempre presenteou os fiéis com datas dedicadas aos santos defensores de seus ideais, várias delas estrategicamente transformadas em feriados oficiais.

O quadragésimo sétimo aniversário do golpe militar de 31 de março faz o brasileiro lembrar uma dessas datas emblemáticas na história de um povo. Ainda mais quando simboliza um pensamento que perdurou por longos e tenebrosos anos. Foram dias em que a força bruta governava e paralisava toda uma nação, fazendo adormecer os sonhos de uma geração que ansiava reformar a velha e conservadora sociedade brasileira. Era o tempo em que imperava o medo. O medo de exprimir o mais simples dos pensamentos. O medo de ser denunciado por apenas ler um livro ou gostar de determinada música. O medo até de dizer que se tinha medo.

E quem superava o medo era trancafiado em um desses calabouços oficiais que escondiam um envergonhado submundo de torturas, prisões clandestinas e “desaparecidos” escondidos pela própria máquina estatal. Era o tempo do compulsório “amar” ou “deixar” o país. Era o tempo em que o presidente constitucionalmente eleito fora derrubado, o Congresso Nacional fechado, parlamentares cassados, eleições diretas fulminadas, e governadores e senadores biônicos a nos representar. Era o tempo em que o Poder Judiciário estava castrado na sua missão de livre decidir, violado na sua independência, desrespeitado em suas prerrogativas, humilhado com a cassação dos ministros Evandro Lins e Silva, Victor Nunes Leal e Hermes Lima. Era o tempo da censura, das perseguições políticas e da revogação do habeas corpus, em que os brasileiros eram calados apenas em razão de desejarem, “sem lenço ou documento”, viver em um país democrático.

Quarenta e sete anos depois, o Brasil vive em pleno regime democrático. Hoje é presidido por uma mulher que foi perseguida, presa e condenada por aqueles que faziam a ditadura. Em suas várias instâncias políticas, situação ou oposição, destacam-se executivos, magistrados e parlamentares que foram perseguidos ou não colaboraram diretamente com o regime militar. A presidenta Dilma Rousseff sucedeu, inclusive, o também ex-preso político Luiz Inácio Lula da Silva. Contudo, ainda não se permite dizer que a vitória democrática está plenamente consolidada.

Ainda permanece ativo parte do entulho moral autoritário que tanto atormentou os brasileiros, sequer permitindo que a sociedade saiba o que ocorreu na região do Araguaia ou nos porões que torturavam almas e corpos.  Negam-nos o sagrado e constitucional Direito à Memória e à Verdade. Nega-se que mães possam saber ou enterrar seus filhos. Ainda quando o Brasil é condenado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos, a nossa História continua sonegada. E é esta parte que permanece a impedir que o Brasil de se torne uma nação em paz com a sua própria consciência.

Lembrar o aniversário do golpe militar é questão de sobrevivência democrática. Desvendar o passado, nesse caso, é compreender o presente. Escrever o presente é antecipar o futuro. Afinal, não se pode reproduzir o tempo em que medo era servido na mesa do brasileiro. Lembrar o dia 31 de março de 1964 é, portanto, ensinar que a ditadura  jamais deve ser esquecida, até porque nunca poderá  ser repetida.

* Advogado, integra o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) e preside a Comissão de Relações Internacionais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Foi presidente do Conselho Federal da OAB e da União dos Advogados de Língua Portuguesa (Ualp). Mantém perfil no Twitter no endereço @cezar_britto. 

Quadrilha tenta assaltar Banco do Brasil em Miraíma

“Uma quadrilha formada por oito homens encapuzados e armados de pistolas tentaram assaltar uma agência do Bando do Brasil do município de Miraíma, zona norte do Estado. Segundo informações repassadas ao O POVO Online pelo Comando de Policiamento do Interior (CPI), os homens chegaram em uma Toyota Land Cruiser e foram até o destacamento policial do município.

Ainda conforme o CPI, dois policiais que estavam de plantão foram feitos reféns e levados até a agência bancária. Os assaltantes retiraram dois caixas eletrônicos do banco e colocaram em um reboque, que não suportou o peso dos equipamentos. Os caixas foram abandonados e os bandidos fugiram. Nenhuma quantia em dinheiro foi levada, conforme o CPI.

Ainda de acordo o CPI, uma mulher ficou ferida com um tiro na clavícula. Durante a fuga, o bando tentou parar um casal que passava de carro. No veículo, estava um casal, que se recusou a parar o carro. Segundo o CPI, os bandidos atiraram, atingindo Carla Ferreira de Campos, 20. Ela foi transferida para o Instituto José Frota (IJF), em Fortaleza.”

(O POVO Online)

Em artigo no O POVO, Cid exalta Novo Palácio da Abolição

336 7

O governador Cid Gomes (PSB) aborda a reinauguração do Palácio da Abolição em artigo publicado no O POVO desta quinta-feira. Confira:

“O Ceará conta com uma joia arquitetônica que reúne todos os requisitos para nos encher de orgulho. O Palácio da Abolição, prédio representativo do Movimento Moderno da Arquitetura brasileira, atrai a atenção pelo arrojo de suas linhas e a beleza dos jardins e espelhos d’água. Ademais, já se tornou testemunha de nossa história, uma vez que abrigou seis governadores cearenses, depois de inaugurado a 4 de julho de 1970.

O Palácio, cujo nome remete a um feito glorioso – a libertação dos escravos no Ceará – tem, por fim, um rico simbolismo, reavivando na memória dos cearenses a lembrança de que somos, de fato, a Terra da Luz, aquela que primeiro instalou, no Brasil, a liberdade e a igualdade entre os homens.

Trazer de volta a sede do Governo para esse local era um projeto que acalentávamos desde o início de nossa primeira gestão. O tempo decorrido, desde então, foi o do desenvolvimento e execução de um projeto de restauração do Palácio, que já apresentava os sinais de desgaste impostos pelo tempo.

Tudo foi feito com cuidados extremos. Cada espaço e cada elemento do conjunto arquitetônico projetado por Sérgio Bernardes foi cuidadosamente polido, lustrado, recuperado, com o rigor que merece uma relíquia. Diante das edificações, que incluem aquela destinada a servir de mausoléu ao Presidente Humberto de Alencar Castelo Branco, os jardins recobraram as cores e desenhos concebidos pelo paisagista Fernando Chacel, recentemente falecido.

Ao mesmo tempo, impregnados pelas marcas de nossa cultura, o Abolição ganhou uma biblioteca e manterá aberta uma galeria de arte. Vale ainda lembrar que o auditório de 214 lugares estará permanentemente aberto para a realização de eventos culturais e artísticos. Conforme ressaltamos na cerimônia de reinauguração, essa proximidade com a arte há de ser salutar para as atividades administrativas que ali se desenvolvem e que agora incluem o Gabinete do Governador, a Casa Civil, a Casa Militar e respectivas assessorias.

De janelas e portas abertas para o Ceará e seu povo, o Governo do Estado está mais próximo e mais visível, perfeitamente ao alcance de todos os cidadãos, como se espera que aconteça numa democracia.

Cid Gomes,

Governador do Ceará.

Projeto "Câmara vai aos Bairros" começa pelo CUCA da Barra

O presidente da Câmara Municipal, Acrísio Sena (PT), abre, a partri das 9h30min, a primeira edição do projeto “Câmara vai aos Bairros”. O encontro, que objetiva aproximar vereadores das comunidades, ocorrerá no auditório do CUCA da Barra do Ceará, ocasião em que haverá sessão aberta à participação popular, com discussões dos problemas da área.

Acrísio Sena explica que o objetivo é colher sugestões e reclamações da comunidade para encaminhar soluções e até elaborar projetos. “Nós queremos aproximação de diálogo, pois o vereador é o principal elo de ligação entre o Poder Municipal e a coletividade”, acentua o presidente do legislativo estadual.

Governo mantém taxa de juros a longo prazo em 6%

“O CMN (Conselho Monetário Nacional) decidiu manter a TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo) em 6% ao ano, nível em que está desde julho de 2009. Essa taxa vai vigorar de abril a junho de 2011. A reunião do CMN está marcada para esta quinta-feira (31). Mas a decisão sobre a TJLP foi antecipada, pois ela precisa ser publicada no “Diário Oficial” da União até o último dia útil do trimestre para entrar em vigor.

A fórmula para estabelecer a TJLP –que serve de referência para os empréstimos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social)– leva em conta a expectativa de inflação para os próximos 12 meses e o risco-país do Brasil.

A TJLP é hoje a menor taxa para as empresas que buscam financiamento no BNDES. O percentual é subsidiado com recursos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

Desde o agravamento da crise econômica, o BNDES se tornou uma das principais fontes de recursos para o crédito às empresas.”

(Folha.com)

Trabalhadores da construção civil fazem nova passeata

117 3

Uma passeata de operários da construção civil é registrada, nesta manhã de quinta-feira, ao longo da avenida da Abolição. O ato integra as ações de mobilização da categoria, que vive clima de campanha salarial.

Na semana passada, houve passeata pela avenida Washington  Soares.

À frente, o Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil. Na área, um enorme engarrafamento.

Dono de pousada acusado de homicídio vai a julgamento nesta 5ª feira

“O réu Rubens Rômulo Pereira da Silva, acusado de matar Roberto Mesquita Lima, na praia de Abreulândia, em Fortaleza, será levado a julgamento, nesta quinta-feira, às 14 horas, pela 1ª Vara do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua. Ele é acusado de homicídio qualificado por motivo fútil.

O júri seria realizado em outubro do ano passado, mas não aconteceu porque o réu, que mora atualmente no Maranhão, não foi citado em tempo hábil pela Comarca de Imperatriz.

O crime ocorreu em 25 de dezembro de 2003, na pousada de propriedade do réu. Segundo a denúncia do Ministério Público estadual, dias antes do crime, um policial militar, que estava hospedado no estabelecimento, teve seu celular furtado. O hóspede exigiu receber o aparelho de volta ou um novo, em até três dias.

Uma funcionária do estabelecimento informou que, no dia do furto, Roberto Mesquita havia entrado na pousada, pedindo para usar o banheiro. Quando saiu, segundo informou, ele estava com o celular.

O dono da pousada foi à casa de Roberto Mesquita, que confirmou o furto, e exigiu o pagamento de R$ 25,00 para devolver o aparelho. O acusado pagou o valor e devolveu o celular ao hóspede, porém, dias depois, Roberto Mesquita voltou à pousada, gritando e chamando Rubens Rômulo de “caboeta”.

De acordo com a versão do réu, Roberto Mesquita sacou uma arma e ameaçou matar todas as pessoas que estavam na pousada. Após breve discussão, os dois travaram luta corporal. O acusado, então, pegou a arma da vítima e efetuou os disparos, atingindo mortalmente Roberto Mesquita. Rubens Rômulo afirma que atirou para se defender.

O julgamento será presidido pela juíza Danielle Pontes de Arruda Pinheiro. A promotora de Justiça Joseana França Pinto representará o Ministério Público estadual. A defesa estará a cargo do defensor dativo João Irton Veloso.”

(Site do TJ-CE)

Prefeita sai do gabinete para inspecionar obras

146 2

A prefeita Luizianne Lins (PT) inicia, a partir das 10 horas desta quinta-feira, uma maratona de inspeções em obras. No roteiro dela, a partir do Estoril, visita às obras de revitalização da Praia de Iracema. Ela ainda passará pela Avenida Bezerra de Menezes, inspecionará o túnel já construido da avenida humberto Monte – onde faltam as alças ainda, e conferirá as obra do terminal de passageiros do Antõnio Bezerra.

Segundo a assessoria da prefeita, a ordem é conferir o ritmo e a qualidade do trabalho.

Que bom que a prefeita resolveu sair, cada vez mais, do gabinete e aparecer mais pelas obras e para o cidadão. Antes tarde do que nunca.

Ronda – Três policiais são expulsos por dormir dentro de viatura

257 1

“Os três policiais do Ronda do Quarteirão flagrados dormindo dentro de uma viatura, em outubro do ano passado, foram demitidos da Polícia Militar. A decisão foi publicada, esta semana, no boletim do Comando Geral da PM. Os soldados foram alvos de um Processo Administrativo Disciplinar (PAD).

O caso foi mostrado com exclusividade pelo O POVO. Na madrugada do dia 11 de agosto de 2010, os três policiais foram presos, em flagrante, acusados de dormir na viatura, durante o horário de serviço. A Hilux estava estacionada dentro de um colégio no bairro Vila Velha, em Fortaleza. Uma das fiscais do Ronda foi até o local e fez o flagrante.

Segundo documento da Polícia Militar a que O POVO teve acesso, os soldados do Ronda teriam entrado em contato com o vigilante da escola e colocado o carro dentro do colégio, numa área com pouca iluminação. Em seguida, os PMs “apagaram as luzes do veículo, subiram os vidros laterais e, com o ar-condicionado ligado, passaram a dormir no interior da viatura.”

A fiscal do Ronda sentiu falta dos policiais rondando a área do Vila Velha e recorreu ao sistema de monitoramento via satélite implantado nas viaturas. O GPS apontou que o veículo estava no colégio. A oficial foi até lá e, com uma lanterna, acordou os soldados. O flagrante foi por volta das 4 da madrugada.

Os soldados Francisco Felipe de Medeiros Oliveira, Carlos Henrique Silveira da Silva e Antônio Marley Alves Ferreira responderam a processo administrativo. Coube ao comandante geral da PM, coronel Werisleik Matias, decidir pela demissão.

“Há de se considerar o dano causado ao serviço de policiamento ostensivo motorizado causado pelos policiais militares, já que, da forma como agiram, comprometeram a segurança da sociedade. A permanência dos acusados na Polícia Militar do Ceará se tornou insustentável”, escreveu Werisleik no documento da PM.

De acordo com o comandante do Ronda, coronel Gomes Filho, os policiais já foram informados da decisão. “Eles perderam o posto de praça, foram expulsos”, diz. Os soldados já tinham sido afastados do programa de policiamento comunitário. Eles ingressaram na Polícia em junho de 2009.

Este não é o único caso de PMs flagrados dormindo em viatura. No dia 3 de setembro de 2010, O POVO mostrou que pelo menos seis policiais do Ronda estavam respondendo a procedimento administrativo por terem cometido a transgressão disciplinar. Os casos foram descobertos por meio do sistema de videomonitoramento em tempo real implantado em algumas das viaturas do Ronda.”

(O POVO)

VAMOS NÓS – Expulsar policiais por que estavam dormindo? Tudo bem, mas o que chama a atenção  é a novela quando se quer expulsar PMs envolvidos em coisa pior.

"As Mães de Chico Xavier" com pré-estreina nesta 5º feira em Fortaleza

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=HGEWv5sMQr4[/youtube]

O filme “As Mães de Chico Xavier” estreará em mais de 400 salas de cinema nesta sexta-feira. Mas, nesta quinta-feira, às 21 hroas, no Cinema Iguatemi, haverá pré-estreia com a presença da atriz Via Negromonte e dos atores Daniel Dias e Gustavo Falcão. A direção é dos cearenses Halder Gomes e Glauber Filho, com promoção da Estação da Luz Filmes e distribuição da Paris Filmes e apoio promocional da Globo Filmes e Telecine.

“As ~Mães de hco Xavier” é baseada em três histórias reais de mães que passaram por situações extrmas com seus filhos e receberam conforto graças a cartas psicografadas por Chico Xavier.

DETALHE – Uma das mães, dona Célia Diniz, estará conferindo, nesta quinta-feira,  pré-estreia da película.

DETALHE 2 – A pré-estreia é só para convidados.

CNJ revoga resolução que permitia uso de nome de pessoas vivas em prédios públicos

Jorge Hélio é cearense. 

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu revogar a Resolução 52, editada em 2008 pelo colegiado, que permitia a colocação de nome de pessoa viva em repartições e prédios públicos. Sem desmerecer eventuais homenageados pelo Poder Judiciário, os conselheiros entenderam que a Lei 6454/77 não permite exceção. A resolução é ilegal e ofende o princípio da impessoalidade, resumiu o conselheiro Jorge Hélio, relator do processo.

“O poder do CNJ não pode dar ampliação ao previsto na lei”, explicou o conselheiro Ives Gandra Martins Filho, ministro do Tribunal Superior do Trabalho. Segundo ele, a Resolução 52 abriu exceção que embasou a decisão, de boa fé, de alguns órgãos do Judiciário de homenagear magistrados aposentados.

Mesmo considerando a resolução equivocada, a corregedora Nacional de Justiça, ministra Eliana Calmon, concordou que as pessoas agiram de boa fé e o que foi feito deve ser preservado. Para a conselheira Morgana Richa, a revogação e edição de nova resolução em substituição à 52 deve valer “daqui para a frente”.

A decisão foi tomada no Pedido de Providências nº 00006464-21.2010 para que o Conselho determinasse a alteração do nome do auditório do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios.”

(CNJ/Foto – Paulo MOska)

Corpo de José Alencar será cremado nesta 5ª feira

A assessoria do ex-vice-presidente José Alencar confirmou que o corpo do político será cremado às 14 horas desta quinta-feira, em Belo Horizonte (MG).

Neste momento, o corpo é velado no Salão Nobre do Palácio do Planalto. Vários admiradores se despedem de Alencar. O velório será aberto ao público até as 23 horas. Cerca de 4 mil pessoas já passaram pelo local.

Ainda nesta noite, haverá outra missa, que poderá contar com a presença da presidenta Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

(Agência Brasil)

MPF faz nova denúncia contra Marcos Valério

O Ministério Público Federal (MPF) em Belo Horizonte denunciou, nesta segunda-feira (28), o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza e a mulher dele, Renilda Santiago Fernandes de Souza, pelo crime de fraude processual. A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa do MPF nesta quarta-feira (30). Eles são acusados de vender um imóvel para escapar da ordem judicial de arresto (apreensão de bens do acusado) determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo que investiga o chamado “Mensalão”.

A medida foi requerida pelo procurador-geral da República e autorizada pelo STF em novembro de 2005. Entre os bens apreendidos, havia um lote no bairro Retiro do Chalé, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com o MPF, em março de 2007, Marcos Valério e Renilda, mesmo cientes da decisão do STF, venderam o imóvel por R$ 10 mil. Três meses depois, a propriedade foi novamente negociada por R$ 54 mil, sendo revendida por outras duas vezes. A primeira compradora do lote foi a mãe de Marcos Valério, segundo o MPF. Ela não foi denunciada porque tem mais de 70 anos de idade e a pena prescreveria.

De acordo com o MPF, “houve simulação de compra e venda para frustrar a decisão que determinou o arresto dos bens, induzindo a erro o juiz”, conduta que caracteriza o crime de fraude processual. A pena para este crime é de seis meses a quatro anos de cadeia.

Esta é a nona denúncia do MPF contra Marcos Valério. Outras oito ações penais tramitam atualmente na Justiça Federal em Belo Horizonte.

Ainda de acordo com a assessoria do MPF, a apreensão judicial de bens é uma maneira para que o acusado, se condenado, pague o rompo feito nos cofres públicos por causa do “Mensalão”. A estimativa é que o valor chegue a R$ 500 milhões.”

(Portal G1)

Cid embarca para o velório de Alencar

O governador Cid Gomes (PSB) embarcou neste começo de noite de quarta-feira para Brasília. Ali, acompanhará o vélório do ex-vice-presidente da República, José Alencar. Cid pode seguir de lá para o Rio de Janeiro, onde teria compromissos oficiais. Essa agenda, no entanto, ainda não foi confirmada. 

Está certo que nesta noite de quinta-feira o governador estará inaugurando uma escola de ensino médio, ao lado da secretária estadual da Educação, Isolda Cela, no distrito de Lisieux, em Santa Quitéria.