Blog do Eliomar

Últimos posts

Conhecida pelo 'pavio curto', Dilma espalha broncas pelo Planalto

Quem tem medo de Dilma Rousseff? A julgar pelos relatos do dia a dia na Esplanada dos Ministérios, a resposta é simples: todo mundo.

A Folha ouviu ministros, assessores e parlamentares sobre as famosas broncas da presidente. A conclusão é que ninguém está imune a elas –nem os “queridinhos” de Dilma, como Gilberto Carvalho (Secretaria Geral) e Guido Mantega (Fazenda).

A lista de fatores que provocam a ira da presidente vai do desconhecimento dos assuntos de governo a tentativas de enrolá-la ou dar palpites sobre áreas dos colegas.

Desde que voltou da reunião do G20, Dilma Rousseff tem disparado críticas pontuais na direção de Angela Merkel, a chanceler alemã. Segundo a presidente, Merkel “não ouve ninguém”.

Ambas são conhecidas pelo temperamento difícil e estão listadas como as mulheres mais poderosas do mundo, segundo a revista americana “Forbes”. Dilma, a única brasileira na lista, está na 22ª colocação, enquanto a premiê da Alemanha está em 4º lugar.

(Folha)

Procurador de São Paulo pede afastamento do cargo após denúncia

A Prefeitura de São Paulo divulgou nota no fim da tarde deste domingo (13) informando que o procurador-chefe da Fazenda Municipal, Gianfrancesco Genoso, pediu o afastamento do cargo após reportagem publicada hoje pela Folha.

Segundo a nota, o prefeito Gilberto Kassab acatou o pedido de Genoso e vai abrir sindicância interna pela Corregedoria Municipal, além de nomear interinamente para a função de procurador-chefe da Fazenda Municipal o dr. Celso Coccaro. Atualmente, procurador-chefe do Município, Coccaro “acumulará as funções até decisão posterior”.

A reportagem de hoje revela que uma investigação da Polícia Federal sobre o uso do banco PanAmericano para financiar contribuições políticas elegeu como um dos seus alvos principais um homem que recebeu sozinho R$ 6,6 milhões do banco durante a campanha eleitoral de 2010. Auditores identificaram essa pessoa é Gianfrancesco Genoso, 47, procurador do município de São Paulo e diz ter mantido o banco como seu cliente nos últimos dois anos.

Os auditores não encontraram na contabilidade do PanAmericano nenhum contrato assinado por Genoso com o banco e nenhum documento que justificasse os pagamentos feitos ao advogado, de acordo com um relatório obtido pela Folha.

O procurador Gianfrancesco Genoso negou que tenha feito contribuições para campanhas políticas, de forma oficial ou disfarçada. O procurador disse que trabalhou em caráter confidencial para o PanAmericano para verificar a situação dos processos judiciais do banco.

Genoso apontou que o delegado responsável pelo caso declarou, em representação à Justiça, que o depoimento dele e o contrato de prestação de serviços “não corroboram de plano a verossimilhança das denúncias, o que demanda maior aprofundamento das investigações”.

(Folha)

Waldemar Caracas ganha bolo em forma de queijo com 104 velinhas

Waldemar Caracas cercado por amigos.

Um queijo em forma de bolo com 104 velinhas marcou, neste domingo, na banca do “Raimundo dos Queijos”, no Centro de Fortaleza, a festa de aniversário de Waldemar Caracas, o fundador do time do Ferroviário. Muitos compareceram para os parabéns, animado com petiscos regionais e bebida à vontade da cota dos amigos.

Waldemar Caracas, do alto dos seus 104 aninhos, ainda filosofou e afirmou que o bom da vida era saber cultivar amizades.

Entre as presenças, o prefeito em exercício Acrísio Sena, o secretário municipal de Esporte, Evaldo Lima, a secretária municipal do Centro, Luiza Perdigão, e o líder da prefeita na Câmara Municipal, Ronivaldo Maia (PT).

(Foto feita por um dos convidados bem animado)

Polícia vasculha casa de luxo de traficante na Rocinha

Quarto de luxo do traficante Peixe, chefe da segurança de Nem

Após as forças de segurança ocuparem neste domingo (13) a favela da Rocinha (zona sul do Rio), policiais vasculharam a casa de Sandro Luis Amorim, conhecido como Peixe, em busca de drogas.

Considerado o chefe da segurança de Nem, Peixe foi preso na última sexta-feira (11), quando a polícia realizava uma operação na favela Vila Vintém, na zona oeste, para coibir a fuga de traficantes. Além de Peixe, outros nove homens foram presos na operação.

A Vila Vintém era apontada como o principal reduto da ADA (Amigo dos Amigos), facção criminosa que vinha comandando o tráfico de drogas na Rocinha nos últimos anos.

O governador Sérgio Cabral (PMDB) ligou para a presidente Dilma Rousseff na manhã deste domingo para agradecer o apoio federal na ocupação da favela da Rocinha, na zona sul do Rio.

O governo disponibilizou 160 policiais federais, 194 fuzileiros navais, 46 policiais rodoviários federais, além de 18 blindados da Marinha.

(Folha)

Galeno Taumaturgo é pré-candidato em Reriutaba

275 2

Taumaturgo fala em solenidade em Reriutaba

O ex-secretário de Saúde de Fortaleza, médico Galeno Taumaturgo, deverá concorrer no próximo ano à Prefeitura de Reriutaba (Noroeste do Estado), a 290 quilômetros da Capital, pelo PSB. Ele deverá contar com o apoio do atual prefeito reeleito Osvaldo Lemos, em uma aliança com o PRB.

Taumaturgo estava há sete anos longe das disputas eleitorais, mas não das ações voltadas para as políticas públicas, quando sempre trabalhou para a melhoria do atendimento à saúde.

Em março deste ano participou da inauguração da Unidade Básica de Saúde Leontina Veras, no distrito de Amanaiara, que contou com recursos do Governo do Estado, por meio de emenda do deputado Ivo Gomes, atual chefe do Gabinete do Palácio da Abolição.

Foto: Blog do Edilsinho

Líder da prefeita reage e manda artigo em resposta a Plácido Filho

175 10

Eis artigo intitulado “Quando a rainha foi deposta e Alice venceu o autoritarismo” de autoria do líder da prefeita na Câmara Municipal, Ronivaldo Maia (PT). Uma resposta ao artigo do vereador Plácido Filho (PDT), aqui veiculado. Confira?

Há 150 anos a obra prima literária de Lewis Carrol vem suscitando polêmicas e interpretações as mais variadas. Pegando uma carona no texto do nobre colega vereador Plácido Filho, líder da oposição na Câmara Municipal, aproveito para deixar aqui a minha visão de como as personagens e a trama marcantes desse clássico da literatura universal podem bem ser vistos por um ângulo completamente diferente. Advirto que qualquer semelhança com a vida real é mera coincidência.

Tudo começa com a garota Alice sendo transportada para um mundo diferente, onírico, que, na verdade, é bem mais parecido com o nosso do que imaginamos.  O nonsense e o absurdo da história não são tão nonsense e absurdo assim. Pois, a garota “loura”, cansada da mesmice do seu mundo real, se vê num ambiente “mágico”. No entanto, ela logo percebe que a sociedade do País das Maravilhas, como a dela, também é dividida em classes, onde a rainha de copas encontra-se encastelada e protegida por um poder autoritário e cruel, que se supunha vitalício.

Os seres mágicos, como o Coelho Branco, a lebre, o Dodô, o Chapeleiro, o Gato de Cheshire, que vão aparecendo ao longo da história, representam nada mais nada menos do que operários e também legítimos representantes de nossa classe média, como profissionais liberais e intelectuais. No ambiente real, estão os servidores da rainha (cartas de espadas); os soldados (cartas de paus); a própria nobreza (cartas de ouros); e os príncipes (cartas de copas). As cartas figurativas representam o rei, a rainha e os valetes. Ou seja, a segmentação está presente em todo o contexto.

Especificamente no caso da lebre e do Chapeleiro maluco, em seu eterno chá, eles parecem querer dizer que as voltas da vida não chegam a lugar nenhum, refletindo a acomodação diante do poder instituído. Tudo ia bem, principalmente para a tirânica família real, até que aparece Alice, a garota “loura”, que, na cena emblemática do tribunal, cresce de maneira desmedida e ininterrupta, se revoltando contra a Rainha, uma metáfora inteligente do povo rebelando-se e depondo a monarquia opressiva.

Como já antecipei, mas não custa reforçar, semelhanças com o contexto sociopolítico de Fortaleza há sete anos atrás são mera coincidência. E, pra mim, a obra de Lewis Carrol não remete a uma possível Síndrome de Estocolmo de Alice, mas a uma verdadeira Síndrome de Abstinência de Poder por parte da família real deposta, representante de uma monarquia protegida por uma guarda tão frágil como um jogo de cartas, que, com uma simples triscada, pode cair para trás.

* Vereador Ronivaldo Maia (PT)

Líder do Governo na Câmara Municipal de Fortaleza.

Dois presos baleados em princípio de rebelião no IPPOO I

“Um princípio de rebelião no Instituto Penal Professor Olavo Oliveira (IPPOO) I, localizado no bairro Itaperi, em Fortaleza, aconteceu na manhã deste domingo, 13.
Na confusão, ocorrida durante a visita de familiares aos detentos, pelo menos dois presos teriam saído baleados. Os desentendimentos teriam acontecido após um preso roubar uma arma de outro.
Detentos juntaram-se a agentes penitenciários, enquanto outros presos se agruparam entre si. Os presos teriam sido baleados nesse momento.
Procurada pelo O POVO Online, a Companhia de Policiamento de Guarda ainda não se pronunciou sobre o assunto.”

(O POVO Online)

Presidente da OAB é acusado de receber salário indevido

201 2

O presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, é acusado de receber licença remunerada indevida de R$ 20 mil mensais do Estado do Pará. A ação civil pública foi proposta na semana passada por dois advogados paraenses em meio a uma crise entre a OAB nacional e a seccional do Pará, que está sob intervenção. Ophir Cavalcante afirma que é legal a licença remunerada que recebe como procurador do Estado do Pará.

Segundo os advogados, Ophir Cavalcante, que é paraense, está em licença remunerada do Estado há 13 anos, o que não seria permitido pela legislação estadual, mas advoga para clientes privados e empresas estatais. Eles querem que Cavalcante devolva ao Estado os benefícios acumulados, que somariam cerca de R$ 1,5 milhão.

Cavalcante é procurador do Estado do Pará. De acordo com os autores da ação, ele tirou a primeira licença remunerada em fevereiro de 1998 para ser vice-presidente da OAB-PA. Em 2001, elegeu-se presidente da seccional, e a Procuradoria prorrogou o benefício por mais três anos. Reeleito em 2004, a licença remunerada foi renovada. O fato se repetiu em 2007, quando Cavalcante se elegeu diretor do Conselho Federal da OAB, e outra vez em 2010, quando se tornou presidente nacional da entidade.

Segundo os autores da ação, a lei autoriza o benefício para mandatos em sindicatos, associações de classe, federações e confederações. Alegam que a OAB não é órgão de representação classista dos procuradores. Além disso, a lei só permitiria uma prorrogação do benefício. Um dos autores da ação, Eduardo Imbiriba de Castro, é conselheiro da seccional.

Em 23 de outubro, o Conselho Federal da OAB afastou o presidente e os quatro membros da diretoria da seccional do Pará após acusações sobre a venda irregular de terreno da OAB em Altamira.

Ophir Cavalcante afirmou que é legal a licença remunerada que recebe como procurador do Estado do Pará. Segundo ele, até 2002, o benefício foi autorizado pelo Procurador-Geral do Estado em exercício e, a partir daí, pelo Conselho Superior da Procuradoria do Estado. Ele diz, ainda, que a OAB é também uma entidade classista, o que lhe permite receber a licença, e que o limite de uma prorrogação não se aplica para cargos diferentes.

O dirigente diz que não pode prescindir do pagamento, de cerca de R$ 20 mil mensais, porque seu cargo na OAB não é remunerado. Disse ainda que seu escritório de advocacia é legal, desde que não atue contra o Pará.

Para Cavalcante, a ação é consequência da intervenção na seccional do Pará, embora ele tenha se declarado impedido para votar na sessão que aprovou a medida. Disse que resistiu a pressão e ameaças para impedir a intervenção na seccional. “Ameaçaram tornar público o recebimento da licença remunerada. Não tenho o que temer. A OAB não pode varrer a sujeira para baixo do tapete”, afirmou.

(Folha)

No Dia Mundial da Gentileza, Ceará é privilegiado

Poucas pessoas sabem. Outras muito poucas, se soubessem, dariam alguma relevância. Mas hoje (13 de novembro) é o Dia Mundial da Gentileza. Expressões como “obrigado”, “por favor”, “posso ajudar”, “desculpa”, ou ainda gestos como ceder o assento no ônibus para usuários que realmente precisam ou ajudar alguém a atravessar a rua estão cada vez mais raras no mundo.

A data vigora desde 1998, a partir da I Conferência Mundial do World Kindness Movement (WKM), entidade que incentiva ações de construção de uma vida mais amável no mundo.

O Ceará não pode reclamar da falta de gentileza no Estado. Em um intervalo de nove dias, três momentos foram marcados pela gentileza, segundo os críticos.

O primeiro foram os elogios do governador Cid Gomes ao senador Inácio Arruda, durante a XX Convenção Estadual do PCdoB, no último sábado (5). O governador lamentou a não eleição de Arruda à Prefeitura de Fortaleza, em 2004, mas disse que, “se Deus quiser”, em 2012 haverá êxito. Para os petistas, tudo não passou de um ato de gentileza de Cid Gomes.

O segundo ocorreu na última sexta-feira (11), quando o ex-senador Tasso Jereissati compareceu de forma surpreendente à visita do governador Cid Gomes e do ministro Aldo Rebelo ao estádio Castelão. Apesar de Tasso ter “roubado a cena”, os pessebistas logo trataram de ver a presença do ex-senador como um gesto de gentileza.

A terceira e última é a presença do time reserva do Santos, diante do Ceará Sporting, na tarde deste domingo, no estádio Presidente Vargas. Na luta contra o rebaixamento, o Vozão não pode deixar escapar esse ato de gentileza da equipe santista. Senão a turma vai começar a desconfiar que os dois atos anteriores também não foram (digamos) amistosos.

Comércio no Natal deve ter produtos mais simples, preveem lojistas

A venda de produtos mais simples deverá substituir produtos com maior valor agregado nas lojas durante o período do Natal. A avaliação é do presidente da Confederação Nacional dos Diretores Lojistas (CNDL), Roque Pellizzaro Junior. Para ele, é possível observar essa tendência nos estoques, pois houve uma redução no perfil das encomendas high end (produto considerado top de linha, de alta qualidade) por parte dos lojistas.

Segundo Pellizaro, o foco agora é no fortalecimento das encomendas de produtos mais simples. “Para os produtos eletroeletrônicos, por exemplo, nesta categoria, o comércio programou compras menores para o final do ano”.

Pelizzaro destacou que esse planejamento dos lojistas é para atender as expectativas de consumo do próprio mercado, o que não significa, necessariamente, a redução de preços. Isso porque a redução nos estoques está sendo utilizada para compatibilizar a demanda e a oferta, o que não deve significar pressão para a redução de preços. “Quando existe mais demanda que oferta de produtos, o preço sobe. Quando se tem mais oferta que demanda o preço desce. Neste caso, o comércio já prevendo isso, fez a equalização dessa balança”.

O representante dos lojistas destaca ainda que muitos produtos eletroeletrônicos já foram comprados no ano passado e as pessoas não trocam esse tipo de produto toda hora. Dessa forma, o comércio levou em consideração todos esses fatores e se adequou para atender ao novo perfil de demanda, que não é menor, mas diferente.

Outro fator, explicou, é que o consumidor perdeu “gordura” na hora da compra, com a inflação, que medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foi estimada pelo mercado financeiro em 6,5% para 2011, de acordo com dados da pesquisa Focus divulgada pelo Banco Central semanalmente. Já pelos cálculos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa acumulada em 12 meses, até outubro, ficou, pelo IPCA, em 6,97%. O índice é inferior aos 7,31% do levantamento anterior, mas ainda é quase meio ponto percentual acima do limite da meta definida pelo governo para este ano (6,5%).

“O consumidor está gastando mais para manter o padrão de vida e por isso, sobra menos recursos para a compra de presentes. Isso não quer dizer que ele não terá recursos, mas o perfil de compra irá mudar, com a procura por produtos de menor valor agregado”.

(Agência Brasil)

José Dirceu dispara agora contra Kassab

158 11

O ex-ministro José Dirceu, em seu Blog, critica agora Gilberto Kassab, prefeito de São Paulo e fundador do PSD. O artigo é intitulado Kassab fica reprogramando programa que não cumpriu. Confira:

Como se não bastasse não cumprir as metas estabelecidas para a prefeitura de São Paulo, o prefeito Kassab (ex-DEM-PSDB, agora PSD) as revê de tempos em tempos, quando percebe que não conseguirá cumpri-las. Assim, das 223 promessas de campanha – parte delas fixadas em lei – não cumpriu nem 10% e, agora, com pouco mais de um ano de resto de mandato não terá tempo de cumpri-las.

Nesta semana, e pela segunda vez este ano, ele revisou nada menos que 11 metas antes programadas para serem cumpridas até o final de 2012. Entre elas, as já atrasadíssimas restaurações de viadutos e o início de operações urbanas em bairros degradados.



Situação das metas

Até agora, a pouco mais de um ano para o término de seu segundo mandato (reelegeu-se em 2008) e do prazo do cumprimento do programa de metas, o prefeito Kassab só requalificou 1 terminal (Cidade Tiradentes) dos 10 que havia estipulado.

Os terminais Bandeira e Varginha ainda estão na primeira fase, a de elaboração de projeto. A região Sul da cidade é um bom exemplo da falta de implementação de parques pela gestão Kassab: apenas 6 dos 41 previstos pelas suas duas administrações foram abertos à população.

Mas é na área de direitos humanos que se revela um dos mais ilustrativos exemplos do que é a administração parceira de Kassab-PSDB, seu desrespeito e falta de cumprimento de compromissos assumidos com a população. De 31 Núcleos de Direitos Humanos prometidos, apenas 10 foram implantados até agora.

Pior exemplo, mesmo, do que é essa admistração: na área da saúde, até o meio deste ano, por exemplo,  nenhuma unidade de atendimento odontológico (AMA-Sorriso) das 50 estipuladas foi implantada.

É esse o jeito DEM-PSDB de governar – ou, agora, que o prefeito fundou o PSD, jeito PSD-PSDB de governar. O prefeito governa a cidade aliado aos tucanos há nada menos que sete anos, desde que se elegeu em 2004 vice-prefeito de José Serra (PSDB) que abandonou a cidade 1 ano e quatro meses depois para disputar nova eleição deixando Gilberto Kassab no posto.

Favelas da Rocinha e Vidigal estão totalmente ocupadas, diz PM

A Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro considera que as favelas da Rocinha e Vidigal estão totalmente ocupadas pela polícia, segundo informações do coronel Pinheiro Neto, Chefe do Estado Maior da Polícia Militar do Estado.

A operação de ocupação da favela da Rocinha começou às 4h25min (horário de Brasília) deste domingo (13), com apoio de veículos blindados da Marinha na entrada principal da comunidade. Às 4h30min, outros 15 carros chegaram ao local – cinco do Bope, dois da PRF (Polícia Rodoviária Federal), ambulâncias e outros tipos de veículos policiais. A equipe tática do Bope fez a invasão pelo acesso principal da favela, com apoio logístico do helicóptero Caveirão da PM. Por volta de 7h30min, os blindados começaram a deixar a comunidade.

Apenas duas prisões foram realizadas, nenhuma das duas relacionadas com o tráfico de drogas. Um foragido por assalto à mão armada tentou escapar simulando mal estar e um homem foi preso com uma motocicleta irregular.

As oito entradas da favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, foram bloqueadas às 2h30min em preparação para a ocupação policial prevista para a madrugada deste domingo. Não houve qualquer registro de troca de tiros. A operação é liderada pelo Bope, que controlará a área até que se construa um posto policial permanente no bairro.

Às 5h40min, as retroescavadeiras utilizadas para destruir barricadas e o caveirão do Bope chegaram ao local para reforçar a operação, que se encontra em sua segunda fase: os policiais estão vistoriando as residências para fazer a “limpeza do terreno”. Após essa ação do Bope, a Polícia Civil deve entrar na favela para tentar cumprir sete mandados de prisão.

Entre os procurados estão Cristiano de Sá da Silva, o Abelha; Tiago de Sousa Cheru, o Doréu; Jean Carlos Nascimento dos Santos, o Fofinho; Alexandre Bandeira, o Piolho; e Edmilson Torres Martins, o Capita.

No total, três mil agentes participam da operação: são 2,3 mil policiais militares, mil atuando diretamente na ocupação e 300 do Bope; 194 fuzileiros navais; 160 policiais federais; 186 policiais civis; e 196 agentes da Polícia Rodoviária Federal, sendo que 46 atuaram diretamente na invasão e 150 foram distribuídos pelos bloqueios no entorno da Rocinha.

(UOL)

Garoto de Alto Santo vence concurso nacional de literatura

186 1

O texto de Francisco das Chagas da Silva conta a história de um menino estava sentado no batente de sua casa e, deslumbrado com as máquinas voadoras que chegaram a sua cidade, resolve conhecê-las. “Uma coisa chamada helicóptero” é um dos textos entre os dez melhores do Brasil na categoria Ensino Fundamental II, com escritos de alunos do 1º ao 9º ano, do concurso do Instituto Ecofuturo.

O menino sonhava que doces, cadernos, lápis, borracha, mochilas, cestas básicas, brinquedos, mudas de plantas e até um dentista para “arrumar” seus dentes pudessem cair como presentes do céu, mas, na verdade, homens armados procuravam ladrões. A história de encantamento e desilusão do jovem de 15 anos foi vencedora no concurso com 4.500 inscritos em todo o País. Francisco é aluno do 8º ano da Escola Municipal Urcesina Moura Cantídio, de Alto Santo, e foi orientado pela professora Maria Gisélia Gomes, que viajou com ele a São Paulo no último dia 7 para receber o prêmio.

Cristiane Fontelles, diretora de educação e cultura do Instituto Ecofuturo, falou do diferencial encontrado no texto. “A gente procura autoralidade, abertura emocional, uma escrita leve que fuja de padrões”. Segundo ela, o texto do jovem mostra um olhar positivo sobre a vida e não resmungos sobre os problemas. “O texto do Francisco brilhou aqui na instituição, ele fala do que está perto, da vida dele”.

Irene Bezerra, mãe de Francisco, não sabe ler, e ficou satisfeita com a vitória do filho. “Estou muito feliz, ele é estudioso demais!”, comemora. O jovem, que sonha em ser jogador de futebol, gosta muito de Português e disse que nunca imaginou ser um dos vencedores. “Quando eu soube, me senti nas nuvens. Agora estou famoso na escola. Fiz oficinas de literatura, passeei, assisti a uma peça de teatro em São Paulo. Essa é minha história, o texto é baseado em fatos reais”.

Foram seis categorias, 60 textos vencedores, avaliados por 70 profissionais de várias áreas e por 12 jurados. Segundo a diretora, também são premiadas as escolas e os educadores responsáveis por orientarem seus alunos. “Toda conquista é resultado de um trabalho de equipe”.

Confira o texto vencedor na edição deste domingo (13) do O POVO, ou pelo O POVO virtual no portal O POVO (www.opovo.com.br)

(O POVO)

PT comemora 10 anos de atividades em Pacajus com ato político

176 1
Nesta segunda-feira, o Partido dos Trabalhadores de Pacajus (Região Metropolitana de Fortaleza) comemora os 10 anos de reestruturação da legenda nesse município. Haverá um ato na Praça Carlos Jereissati, às 20 horas.
A disputa municipal em Pacajus promete ser acirrada. O atual prefeito, Pedro José (PSDB), quer se reeleger. Os ex-prefeitos José Wilson Chaves  (PP) e Fan Cunha (PTC) querem retornar ao poder.
A novidade no cenário político é o jovem Marcos Paixão (PT), 37 anos, pré-candidato que conta com o apoio, dentre outros partidos, do PSB do governador Cid Gomes e do PC do B do senador Inárcio Arruda).
O  vice-presidente do PT nacional, deputado federal José Guimarães, e a presidente do PT do Ceará, prefeita Luizianne Lins, compartilham esse projeto.

Aldo Rebelo mostra que tem ginga no pé

150 1

Em sua passgem por Fortaleza no fim de semana, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, visitou o Estádio Presidente Vargas e aproveitou para informar: não pratica nenhuma modalidade esportiva mas, nas folgas do Congresso, bate uma bolinha no racha dos parlamentares federais em Brasília.

Nesses confrontos, Aldo diz que atua como lateral esquerdo e que assume uma missão inglória: marcar o ex-craque Romário, hoje deputado federal pelo Rio de Janeiro.

Olha aí o Aldo mostrando um pouco da sua habilidade com a bola. Que seja hábil também para evitar que outras “bolas” invadam seu gramado de atuação.

(Foto – Evilázio Bezerra)

Icó realizará o II Natal Fashion

Voltaire Xavier (Icó) – A cidade de Icó (Vale do Salgado) se prepara para realizar o II Natal Fashion. O evento ocorrerá no dia 10 de dezembro, às 19 horas, no novo auditório do Centro Social Urbano (CSU), recém-reinaugurado pelo prefeito Marcos Nunes (PMDB). Neste ano, a organização espera receber cerca de 300 pessoas. À frente, o promoter Joedson Models e Eventos. A entrada será mediante convite a ser distribuído pelas dez lojas participantes mais uma moeda de R$ 1,00 a ser doada para uma entidade beneficente, ainda em fase de escolha. As lojas envolvidas são: Alameda Modas, Duda Center (desfile infantil), Didely Modas, Ingryd Vest, Kanto da Moda, Mazinha Boutique, Mart Center Calçados (show room), O Boticário (showroom), Thirrevan e Whitaíza Boutique.
O II Natal Fashion conta com o patrocínio da Prefeitura de Icó e apoio dos seguintes parceiros: Zú Variedades, Freitas Hair (salão de beleza), LC Informática, Hotel Regina, Papagaio FM, Brasil FM, Icó FM, amigos Higor Gadêlha (decoração) e José Araújo Júnior (logística), Site Icó é Notícia, Blogs Icoenses e alguns blogs cearenses, Naíza Modas, Real Importados, Ronda do Quarteirão e população em geral.

A atração principal do evento é o modelo Lucas Santos, do programa “Levanta Poeira”, da TV Diário, além de modelos de Fortaleza, Jaguaribe, Iguatu e da cidade anfitriã. Cada loja apresentará dez looks, num total de 100 looks apresentados ao final do desfile.

Comissão do Senado aprova autonomia das Defensorias Públicas

“A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal aprovou na última, projeto que prevê autonomia orçamentária para as Defensorias Públicas. O senador Inácio Arruda participou da articulação para a aprovação da matéria. O principal argumento era o de que a maior parte (80%) da população depende da Defensoria Pública.

“A aprovação desse projeto, que segue agora para o Plenário do Senado, representa um avanço na cidadania e na garantia dos direitos da população que mais necessita”, destacou Inácio.
O PLS  225/11 tem como finalidade separar o orçamento de pessoal das defensorias em relação às despesas do Poder Executivo estadual.  Dessa forma o projeto muda a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para reduzir de 49% para 47% da Receita Líquida Corrente (RLC) as despesas do Poder Executivo de cada estado com pessoal. A diferença de 2% passaria a ser o teto da defensoria pública de cada estado. Assim, esses órgãos deixariam de ter “impedimentos” ao exercício de sua autonomia, mas seriam sujeitos às regras de responsabilidade fiscal.
O autor do projeto, senador José Pimentel, levou em consideração as distintas realidades em cada Estado, com relação ao montante de recursos. Por isso, sugeriu um prazo de cinco anos para a implantação progressiva da nova repartição dos limites de despesas