Blog do Eliomar

Últimos posts

Mais duas centrais eólicas terão seus projetos votados no Coema

Nesta quinta-feira (27), às 14 horas, será realizada a 204ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema), no auditório Régia Nântua, na sede da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), no bairro de Fátima. Na pauta, a votação da licença prévia para mais dois projetos de centrais eólicas no município de Aracati. As duas pretendem se instalar na localidade de Fontainha – aproximadamente 19 quilômetros da sede do município.

De acordo com o projeto, a Central Eólica São Judas Tadeu terá capacidade para gerar 16,2 MW, em nove aerogeradores, em uma área de 89 hectares (ha). Já a Central Fontainha, contará com oito aerogeradores e produzirá 14,4 MW. Seu terreno é de 117,57 ha.

Mais dois projetos terão seus pareceres técnicos apresentados, discutidos e votados pelos conselheiros do Coema. Um é referente à construção do açude público Cruzeta, de interesse da Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH), no município de Pedra Branca. O conselho ainda deliberará sobre a ampliação de um empreendimento de carcinicultura, de interesse da Camarões Indústria Comércio e Exportação de Produtos do Mar Ltda., na Fazenda Porto José Alves, também em Aracati.

(Semace)

STF mantém exame da Ordem dos Advogados para exercício da profissão

158 1

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram nesta quarta-feira (26), por unanimidade, que o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para admissão na carreira é constitucional. Eles negaram o recurso de um bacharel em direito que pretendia ingressar na advocacia sem precisar da aprovação no teste. Como o caso tem repercussão geral, o que foi decidido será aplicado em todos os processos semelhantes que correm na Justiça.

O recurso em análise era do bacharel João Volante, de 56 anos de idade, do Movimento Nacional dos Bacharéis em Direito (MNBD). Sua defesa alegava que o exame não poderia ser aplicado pela OAB e sim, pelo próprio Estado. Também dizia que apenas a faculdade tem o papel de qualificar os estudantes de direito e que a aplicação do exame fere o direito constitucional ao livre exercício da profissão.

O relator do processo, ministro Marco Aurélio Mello, entendeu que o perigo de dano pela prática da advocacia sem conhecimento justifica a restrição ao direito de exercício da profissão. “Quando o risco da atividade profissional é suportado pela coletividade cabe limitar o acesso à profissão”, disse, lembrando que a própria Constituição tem essa ressalva.

As principais críticas dos bacharéis sobre a forma do exame são o alto nível de exigência das provas, os altos custos de inscrição (R$ 200 foram cobrados na última edição) e o monopólio da OAB na elaboração do teste, sem qualquer tipo de fiscalização. “É preciso que haja abertura para o controle social do exame, para que ele cumpra a sua função, a sua missão institucional”, disse Gilmar Mendes.

O julgamento atraiu centenas de advogados e bacharéis ao STF, que fizeram fila para entrar no plenário, mas muitos ficaram de fora por falta de espaço. Durante o voto do ministro Ayres Britto, quando se formou a maioria constitucional de seis votos, alguns dos presentes começaram a gritar palavras de ordem. Eles foram retirados pela segurança do Tribunal. Já do lado de fora, uma mulher de cerca de 40 anos desmaiou. Segundo a assessoria do Supremo, era uma advogada do Rio Grande do Sul que foi atendida no posto médico local e passa bem.

O exame de ordem foi criado em 1994, com a aprovação da Lei do Estatuto da Advocacia e da OAB, cujos dispositivos estão sendo questionados no STF. Desde então, milhares de candidatos vêm sendo reprovados a exemplo do que ocorreu na edição mais recente, em que apenas 15% foram aprovados, ou seja, 18 mil dos 121 inscritos. De 1997 para cá, o número de cursos de direito passou de 200 para 1,1 mil. Os cursos formam anualmente cerca de 90 mil bacharéis.

(Agência Brasil)

Diretor de escola diz que "não houve crime"

153 2

O diretor do Colégio Christus, David Rocha, afirmou estar “com a consciência tranquila” em relação ao vazamento de questões do Enem. “Não houve crime. O material que entregamos tinha questões que eram do banco de questões do colégio e coincidiu com serem questões que estavam no Enem, possivelmente usadas nos pré-testes. E alguns alunos fizeram pré-teste do Enem”, diz.

“É inadequado alunos fazerem outra prova. Podem anular as questões. Mas por que penalizar? Eu não tive culpa e nem os alunos”, reforça, citando, porém, que cumprirá qualquer que seja a “ordem penal”. “Eu vou ter que respeitar a legislação”, pontua.

Sobre o material com as questões iguais ou parecidas às do exame não ter identificação da escola, Rocha afirma que a pressa de entregar revisões para os estudantes faz com que a logomarca fique ausente em alguns momentos.

(O POVO)

Enem – 639 alunos do Ceará farão provas de novo

210 3

“O Ministério da Educação (MEC) anulou as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) realizadas por 639 alunos do Colégio Christus. A partir da informação de que estudantes da escola tiveram acesso a questões das provas dias antes da aplicação do exame, o MEC considerou que houve “quebra de isonomia” (igualdade legal).

De acordo com o Ministério, foi identificado que pelo menos nove itens das quatro apostilas distribuídas entre esses alunos, dias antes do Enem, foram retirados de pré-testes feitos pelo MEC em outubro de 2010. A pré-testagem de questões é prática comum antes da aplicação das provas. O MEC faz isso duas ou três vezes ao ano.

Para o pré-teste do Enem 2011, foram elaborados 16 cadernos de prova, cada um com 24 questões. O conteúdo foi aplicado no ano passado em escolas de cidades sorteadas pelo MEC. No Ceará, o colégio foi uma das sedes do processo.

O MEC reforça não ter havido vazamento das provas do Enem, pois elas chegaram ao Ceará na sexta-feira, véspera do primeiro dia do exame, e o colégio entregou o material de revisão cerca de dez dias antes. No Ceará, foram 118.418 inscrições no Enem.

Por causa da situação, a Polícia Federal foi acionada. Um inquérito foi instaurado e a PF realiza “levantamentos prévios” sobre o caso. Segundo a assessoria do órgão, “a tipificação (do crime) somente poderá ser aferida depois desses levantamentos, uma vez que podem ser tanto de violação de sigilo funcional, quanto de acesso não autorizado à informação”.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), que coordena o Enem, diz que, caso seja identificado “envolvimento da instituição ou de terceiros” no suposto vazamento, haverá abertura de processos civil e criminal.

Os 639 estudantes que tiveram a prova anulada serão contatados pelo MEC nos próximos dias. Eles poderão realizar novas provas nos dias 28 e 29 de novembro, quando o Enem será aplicado em presídios e centros educacionais.

Ministério Público

Na manhã de ontem, o Ministério Público Federal no Ceará recomendou que o MEC anule o Enem. O procurador da República, Oscar Costa Filho, promete ingressar na Justiça caso o MEC mantenha a decisão de anular as provas apenas de estudantes da escola de Fortaleza. “A solução tem que ser nacional porque o concurso é nacional. Em um concurso público, os candidatos estão unidos juridicamente, não interessa onde fizeram o concurso”, frisa.

Para o procurador, uma solução seria a anulação das três questões que ele diz serem idênticas. “A nulidade parcial era única medida jurídica que traria menos transtorno”.

(O POVO)

Coordenador da Prefeitura diz que administração municipal tem méritos pela escolha de Fortaleza para sediar jogos do Brasil

183 7

Accioly: “minucioso planejamento”

O coordenador de Projetos Especiais e Relações Institucionais e Internacionais da Prefeitura de Fortaleza, Geraldo Accioly, respondeu nesta quarta-feira (26) à coluna publicada na última terça-feira (25), que tratou das obras viárias para a Copa de 2014 sob responsabilidade da administração municipal.

Em nota, o secretário defende que os méritos pela escolha de Fortaleza como palco de jogos da Copa das Confederações e de até duas partidas da seleção brasileira também são da Prefeitura.

Em relação à possibilidade de atrasos na entrega de túneis, viadutos e outras intervenções na área de mobilidade urbana, Accioly afirma que prefere “confiar no minucioso planejamento feito por parte da Prefeitura antes da etapa de licitação a fim de eliminar, ao máximo, problemas na execução das obras”.

A torcida da coluna é para que o andamento das obras seja o melhor possível. Bom seria se esse “minucioso planejamento” tivesse sido aplicado também para os outros empreendimentos tocados pela Prefeitura.

(Coluna Política / O POVO)

Cúpula do PCdoB se reúne com Aldo, cotado para o Esporte

148 1

Logo após a saída de Orlando Silva do Ministério do Esporte, a cúpula do PCdoB se reuniu nesta quarta-feira (26) por mais de duas horas na liderança do partido, na Câmara Federal, para discutir o novo cenário.

O líder do partido na Câmara, Osmar Junior (PI), disse esperar que até esta quinta-feira (27) a substituição seja resolvida.

Além de Osmar Junior, a reunião contou com a presença do presidente do partido, Renato Rabelo, do líder no Senado, Inácio Arruda (CE), e dos deputados Renildo Calheiros (PE) e Aldo Rebelo (SP).

Segundo relatos, Rabelo fez um balanço da conversa entre a presidente Dilma Rousseff e Orlando na tarde desta quarta-feira, no Planalto, e começaram a desenhar a “segunda etapa” da crise –a substituição de Orlando Silva.

A conversa aconteceu no gabinete de Aldo, cotado para a vaga de Orlando.

No gabinete da liderança do PCdoB, estava reunida a bancada, que recebeu o presidente apenas no final da noite.

Aldo deixou a reunião por várias vezes para votar no plenário da Câmara. Na saída, foi questionado se havia sido convidado e ironizou: “Convidado para quê? Para jantar?”.

Rabelo foi na mesma linha ao ser perguntado se Aldo seria o novo ministro: “Se eu tivesse bola de cristal”. Os dois deixaram a Câmara juntos.

O presidente do partido afirmou que a situação do interino, Waldemar Manoel Silva de Souza, é “provisória” e que aguarda a posição da presidente para sugerir nomes para o ministério. Por enquanto, afirmou, o partido não vai avançar na questão.

Segundo integrantes do partido, Dilma Rousseff deve estar em São Paulo nesta quinta-feira para o aniversário do ex-presidente Lula, mas pode “querer apressar” a definição.

(Folha)

Senado aprova Comissão da Verdade

115 1

“Por unanimidade e em votação simbólica, o Senado aprovou na noite desta quarta-feira a criação da Comissão da Verdade, que terá poderes para apurar violações de direitos humanos ocorridas durante a ditadura militar. Agora, o projeto vai à sanção da presidente Dilma Rousseff.

A sessão que aprovou a comissão durou cerca de quatro horas. O relator do texto foi o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), um ex-militante de esquerda e que durante a ditadura atuou na luta armada. Após a aprovação, os senadores comemoravam o resultado com ex-perseguidos e familiares de desaparecidos que acompanharam a sessão.

A Comissão da Verdade será composta por sete integrantes, todos escolhidos pela presidente da República, e terá um prazo de dois anos para funcionar. A missão da comissão é levantar informações sobre mortes, torturas, desaparecimentos, apontar locais onde ocorreram essas violações contra os direitos humanos e identificar seus responsáveis. O colegiado terá poderes até mesmo de convocar os depoentes.”

(Globo)

Eta, TCM cobiçado!

O conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Luís Sérgio Gadelha, despede-se nesta quinta-feira (27), às 10 horas, durante sessão extraordinária. Ele deixa a ativa por força da legislação que estabelece aposentadoria compulsória, no serviço público, aos 70 anos. Luís Sérgio é o decano do TCM, onde está como conselheiro há 37 anos.

A sua saída abre uma porta para ver quem ficará em sua vaga, que deve ser preenchida por um parlamentar indicado pelo governador. Nos bastidores, fala-se em três nomes: Welington Landim (PSB), Patrícia Saboya (PDT) e Nelson Martins (PT), deputado licenciado que ocupa a Secretaria do Desenvolvimento Agrário.

(Vertical / O POVO)

Luizianne defende diálogo com Cid para definir nome

226 4

O que realmente eles pensam?

Em resposta às declarações do governador Cid Gomes (PSB) ao programa Debates do POVO, transmitido pela Rádio O POVO CBN, na última terça-feira (25), a prefeita de Fortaleza Luizianne Lins (PT) afirmou que concorda plenamente que, para definir o nome que representará a aliança na sucessão municipal, é preciso abrir mão de vaidades, arrogâncias e prepotências.

“Para nós, isso é uma questão de responsabilidade e obrigação. Dialogar, não ser arrogante, não ser prepotente. Eu acho que isso aí é o começo da conversa e isso vale pra todo mundo”, disse Luizianne, ao fim da solenidade de conclusão da 4ª edição do Credjovem, com o curso de Capacitação para Formação Empreendedora, no Paço Municipal. Ela admite que não tem dialogado com o governador sobre sucessão municipal, mas, como presidente estadual do PT, garante que o partido saberá conduzir a escolha.

Luizianne descartou que seja necessário recorrer a lideranças do PT nacional para resolver impasses aqui. Ela citou que nem a mediação de Lula foi o suficiente para resolver o impasse da sua primeira eleição em 2004. “Acho até que a Dilma tem muita coisa pra fazer do que ficar se metendo na eleição municipal em Fortaleza”.

Ela reforçou nesta quarta-feira (26), que quer o apoio do governador e do PSB. “O PSB, do qual ele é presidente estadual, é e sempre foi um aliado prioritário do PT, juntamente com o PCdoB e PMDB. Claro que eu vou buscar, eu quero o apoio do governador e também do PSB. É natural que a gente busque a aliança”.

Segundo ela, o PT vai dialogar internamente, juntamente com seus aliados. “Acredito que isso seja o processo natural. O resto é cada um tendo seu espaço. Estamos hoje em pleno exercício do governo municipal e é impossível que a gente não esteja naturalmente pensando em dar sequência aos projetos que nós iniciamos, que a cidade iniciou em 2005, antes mesmo da eleição do governador Cid Gomes”, disse.

Candidato

Durante a entrevista, Cid Gomes defendeu que seja escolhido nome que tenha força nas urnas, pois não seria um acordo de gabinetes, de partidos, que conseguiria equacionar uma eleição. Sobre o assunto, Luizianne afirma que o partido está discutindo quem se adéqua melhor ao cargo, quem agrega mais do ponto de vista não só eleitoral, mas também do ponto de vista da experiência que o Governo Municipal acumulou.

“Eu acho que cada um pensa o processo eleitoral, a partir da sua vivência pessoal. A minha vivência é muito partidária. Eu só me filiei em um único partido em toda a minha vida e sou presidente estadual dele hoje”, disse.

Bastidores

Durante a entrevista para a Rádio O POVO/CBN, o governador disse que quem achar que já ganhou as eleições, porque tem muitas alianças, está fadado ao fracasso. “Em Fortaleza, muitas vezes, aconteceu de azarões ganharem eleições”, disse.

Ao ser questionada se havia alguma identificação da prefeita com a situação, já que não era favorita nas eleições de 2004 e acabou vencendo, Luizianne respondeu: “Eu tenho a impressão, eu acho que o governador Cid deve ter falado do Ciro Gomes, do irmão dele. Eu tenho a impressão que o discurso deve ter sido pra ele”.

(O POVO)

Última Estrofe – Orlando Silva diz que saiu da pasta para defender sua honra e seu partido

158 1

“O ministro do Esporte, Orlando Silva, confirmou que decidiu se afastar do governo. Segundo ele, depois de uma reunião com a presidente Dilma Rousseff e dirigentes do seu partido, o PCdoB, chegou-se à conclusão que a melhor solução seria o seu afastamento.

“Essa foi a decisão que tomei”, disse em entrevista no Palácio do Planalto, justificando que o PCdoB não pode ser instrumento de ataque ao governo, pois o partido participa da base aliada.  “Eu decidi sair do governo para que possa defender minha honra e meu partido”, completou o ministro. “Minha honra foi ferida”. Segundo Orlando, foram 12 dias de “ataque baixo e agressão vil” e nenhuma prova contra ele surgiu ou surgirá.

Mais cedo, o ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, havia confirmado que Orlando deixaria o governo. Ele disse que a forma como se dará a saída de Orlando será definida na reunião a ser realizada no início da noite desta quarta-feira, 26, com a presidente Dilma Rousseff. “A abertura de inquérito pelo Supremo (Supremo Tribunal Federal) foi fator determinante para a mudança da situação”, disse Carvalho.”

(Estadao.com)

CCJ aprova matéria de autoria do ex-senador Luiz Pontes

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou, nesta quarta-feira, relatório de autoria do senador Eunício Oliveira (PMDB) sobre substitutivo da Câmara ao projeto de lei do Senado (PLS 163/2000) que cria o Fundo de Apoio à Cultura do Caju (FUNCAJU). O texto foi aprovado por unanimidade na reunião do colegiado, com uma alteração fundamental para a concretização do incentivo: a inclusão de artigo que determina expressadamente a criação do fundo, em lugar de apenas autorizar sua instituição conforme a vontade da União.

Esse dispositivo causou controvérsia durante discussão do texto na reunião da CCJ da semana passada. Alguns senadores alegaram que a matéria seria inconstitucional já que segundo interpretação deles, a criação de fundo é uma prerrogativa da União.

Por esta razão, o senador Eunício pediu estudos da consultoria legislativa que garantiram argumentos para legitimar a criação do incentivo. “É uma matéria importante para o desenvolvimento do setor no País, e principalmente no Ceará, que é hoje o grande produtor e exportador nacional. Não seria justo impedir a criação desse incentivo por uma controvérsia. É uma iniciativa constitucional, e que inclusive, encontra precedentes no Congresso Nacional”, disse Eunício.

DETALHE

O PLS é de autoria do ex-senador Luiz Pontes e tem por objetivo modernizar a agroindústria do caju e fortalecer a exportação de seus produtos, incentivar a produtividade da cultura, promover a defesa dos preços e das condições de vida do trabalhador rural.

(Com Agência Senado)

Presidente da CBF visita o Castelão nesta 5ª feira

241 1

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, visitará, a partir das 14 horas desta quinta-feira, as obas de reforma do Estádio Castelão.

A informação é do secretário extraordinário da Copa, Ferrúcio Feitosa. Com Ricardo Teixeira, estará o governador Cid Gomes (PSB).

E por falar em Teixeira, ele é alvo de um inquérito por evasão fiscal e lavagem de dinheiro. A acusação partiu de um jornalista da BBC, nesta quarta-feira. Ele está à frente da CBF desde 1989 e é protegido de Havelange, seu sogro que chefiou a mais alta instância do futebol mundial durante quase 25 anos até 1998. A CBF é o comitê organizador da Copa de 2014.

Servidor de Prefeitura cearense recebe R$ 36,00

145 1

“O Ministério Público do Estado do Ceará contestou nesta quinta-feira, 26, os salários irregulares de servidores do município de Deputado Irapuan Pinheiro, a 319, 1 km de Fortaleza. O MPE afirma ter verificado que um determinado servidor público contratado recebe a quantia de R$ 36,00. No decorrer da investigação, foi constatado ainda que outros 16 servidores públicos também recebem seus vencimentos com valor inferior ao salário mínimo.

O Ministério Público pede que sejam pagos, imediatamente, salários em patamar estabelecido pela Constituição Federal. Em caso de descumprimento da ordem judicial, o pagamento de multa diária no valor de R$ 500,00, sobre o patrimônio do prefeito daquela cidade.

O Promotor de Justiça da comarca de Dep. Irapuan Pinheiro, Déric Funck Leite, disse que está diante de nítida violação da dignidade da pessoa humana, sendo deturpado um direito social indisponível do trabalhador.

Ele havia instaurado procedimento administrativo, com o intuito de apurar desrespeito às cláusulas constitucionais no tocante à contratação de servidores temporários, necessidade de realização de concurso público e remuneração não inferior ao salário mínimo.”

(Com MP-CE)

Em clima de aula de campo, alunos da FA7 são barrados no Terminal do Papicu

155 2

Essa é do Blog Gente de Mídia, do Nonato Albuquerque:

O aprendizado jornalístico requer atividade extra-sala para o aperfeiçoamento prático dos alunos. Pois no terminal do Papicu, essa noção de metodologia está simplesmente furada, já que a tarefa de coletar informações está simplesmente proibida.

Hoje pela manhã, uma equipe de estudantes da FA7, acompanhada pelo professor Dilson Alexandre, foi de ônibus ao terminal e se viu impedida de ter essa aula de campo. Em outras palavras, deram um baile neles e foram barrados.

Dizendo cumprir ordens superiores, fiscais interceptaram o trânsito dos estudantes pelo local, proibiram que gravassem depoimento dos passageiros, impediram realização de imagens e, para ser mais objetivo, foram convidados a deixar o local.

“Eu já sabia que para reportagens específicas, necessitava de autorização; jamais para um trabalho desse tipo” disse o professor Alexandre, um grande defensor dessas aulas práticas.  A turma, porém, deixou o terminal com a impressão de que essa regra não foi bem apercebida por uma antiga aluna do curso de Comunicação Social a UFC, hoje instalada na cadeira da Prefeitura do município.

Copa 2014 – Assembleia promove debate sobre ações do comércio e serviços

“A Assembleia Legislativa do Ceará promoverá, a partir das 14 horas desta quinta-feira, a terceira reunião do Comitê de Acompanhamento das Ações Relativas à Copa do Mundo da Fifa de 2014 (CapCopa). Na ocasião, o deputado Danniel Oliveira (PMDB) coordenará, junto com os outros membros do colegiado, um debate sobre o tema “Comércio e Serviços para a Copa 2014”.

O CapCopa tem por finalidade mobilizar o maior número de entidades, movimentos populares, sindicatos e órgãos da defesa dos direitos da sociedade e controle do orçamento público, no processo de acompanhamento e monitoramento das ações relativas ao Mundial. Ao todo, 37 entidades fazem parte do Colegiado.

Para esse encontro já foram confirmados os vereadores Iraguassu Teixeira (PDT), Leonelzinho Alencar (PTdoB) e Paulo Gomes (PMDB); a assessora institucional do Tribunal de Justiça, Lúcia Cidrão; o presidente da Companhia Docas, Paulo André; o vice-presidente de obras públicas da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Ananias Pinheiro; o analista ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Lívio Moreira; o superintendente da Infraero, Welington Santos; o gerente municipal da Copa de 2014, Herbert Lima; o diretor da Associação Cearense de Imprensa (ACI), William Moura, e o presidente nacional da Ceantral Única das Favelas (Cufa), Preto Zezé.

(Com AL)

Vivo lança rede 1.800 Mhz no Nordeste

A Vivo está inaugurando uma nova fase em sua operação na regional Nordeste, que abrange os Estados de Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. Após adquirir frequências no leilão realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no final de 2010, a empresa passa a operar em 1.800 MHz, tornando-se a única a oferecer chip que pode ser utilizado em qualquer aparelho GSM desbloqueado, dando maior poder de escolha aos usuários de celular da região.

A nova rede 1.800 MHz aumenta a capacidade de tráfego de voz e ainda garante maior qualidade nas chamadas feitas pelos clientes. E, para marcar essa nova fase, a empresa preparou, exclusivamente para os consumidores destes seis Estados, a promoção Vivo Sempre Ilimitado, que oferece ligações e mensagens ilimitadas para qualquer celular da operadora no país (local ou interurbano), por apenas R$ 7,50 por mês – ou seja, R$ 0,25 por dia –, seja usuário Pré-pago ou Controle. Nas chamadas interurbanas, o cliente precisa utilizar o código 15. Além disso, as ligações locais para telefones fixos R$ 0,10 o minuto.

“Estamos investindo nesta região para que um número maior de consumidores destes Estados possa se beneficiar da maior qualidade e capacidade de rede da Vivo. E uma oferta tão atraente como esta, a mais agressiva que já fizemos na região, é uma motivação ainda maior para que o cliente faça a opção pela Vivo”, afirma Paulo Cesar Teixeira, diretor-geral da Telefônica|Vivo.

A promoção Vivo Sempre Ilimitado será válida por um ano a partir da data de adesão, que deve ocorrer até o dia 30 de novembro de 2011. Para aderir gratuitamente, os clientes Pré-pagos devem ligar para *9003; no caso dos usuários do plano Controle, a ligação deve ser feita para *9000.

Após o cadastro, serão descontados R$ 7,50 dos créditos do consumidor, que já poderá falar e enviar torpedos ilimitados para qualquer celular Vivo do Brasil por 30 dias. O benefício é renovado automaticamente a cada 30 dias, desde que o cliente tenha crédito mínimo de R$ 7,50. Ou seja, se em algum mês ele não puder fazer a recarga, continuará na promoção e voltará a falar de forma ilimitada assim que tiver novamente saldo. Clientes dos planos Controle também podem se beneficiar das condições, sendo que os R$ 7,50 são descontados do valor que pagam mensalmente.”

(Assessoria da Vivo)

Enem 2011 – PF informa que instaurou inquérito

Da Superintendência Estadual da Polícia Federal, este Blog recebeu a seguinte nota:
NOTA
A Polícia Federal informa que instaurou inquérito policial para investigar supostas irregularidades relacionadas a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).
Esclarece ainda que em observância aos princípios e garantias constitucionais, não prestará detalhes da investigação em andamento.
Por: Comunicação Social/ Superintendência da Polícia Federal no Ceará.

* Comunicação Social/ Superintendência da Polícia Federal no Ceará.

E por falar em Orlando Silva…adeus, adeus, adeus…

“O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, confirmou na tarde desta quarta-feira (26) que o ministro do Esporte, Orlando Silva, deve mesmo deixar o comando da pasta. A decisão deve ser oficializada ainda hoje após uma reunião com a presidente Dilma Rousseff.

A “tendência”, segundo Carvalho, é que o cargo fique com o PCdoB, sigla que comanda o ministério desde a gestão de Luiz Inácio Lula da Silva.

“Pode até ocorrer uma situação de interinidade. É o mais provável”, disse a jornalistas no Palácio do Planalto. A afirmação partiu pouco antes do início da terceira reunião com o PCdoB no Palácio do Planalto nos últimos dois dias para decidir a crise no ministério.

“O PCdoB disse que respeita a decisão da presidente. Sabe que a decisão [do sucessor] é da presidente. E o ministro Orlando foi de uma maturidade política muito grande”, avaliou Carvalho.

Orlando Silva deve deixar o cargo após mais de uma semana de acusações de desvio de verba em sua pasta. Silva foi acusado de participar de um esquema de desvio de recursos do programa Segundo Tempo, que dá verba a ONGs para incentivar jovens a praticar esportes.”

(Folha.com)