Blog do Eliomar

Últimos posts

TSE confirma registro de deputado que disse "estar se lixando para o povo"

“O Tribunal Superior Eleitoral decidiu, por unanimidade, confirmar o registro de candidatura de dois deputados federais reeleitos, que estavam com o registro pendente em função da Lei da Ficha Limpa: Cleber Verde (PRB-MA) e Sérgio Moraes (PTB-RS). Moraes, que ficou conhecido por dizer que “se lixa para a opinião pública”, disputou as eleições no Rio Grande do Sul com o registro liberado e recebeu mais de 97 mil votos. No entanto, o Ministério Público Eleitoral recorreu ao TSE pelo fato de o candidato ter uma condenação, com trânsito em julgado, por improbidade administrativa, quando era prefeito de Santa Cruz do Sul (RS), entre 1997 e 2004.

O tribunal considerou que, embora a Lei da Ficha Limpa preveja a inelegibilidade em casos de improbidade administrativa, a condenação do parlamentar foi anulada por decisão de ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) depois de vários recursos na Justiça comum. Com isso, o registro de candidatura foi liberado.

Em maio do ano passado, Moraes disse em discurso na Câmara que se “lixava” para a opinião pública. “Estou me lixando para a opinião pública. Até porque parte da opinião pública não acredita no que vocês [da imprensa] escrevem. Você batem, mas a gente se reelege”, afirmou na ocasião. Na época, ele justificou seu discurso ao afirmar que estava se dirigindo a um repórter e não à opinião pública. Cleber Verde também disputou a eleição com o registro de candidatura liberado e foi eleito com mais de 126 mil votos. No entanto, seu registro foi barrado pelo próprio TSE, no dia 7 de outubro, a pedido do Ministério Público Eleitoral.

O Ministério Público argumentou que Cleber foi demitido em 2003 do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) –a Lei da Ficha Limpa prevê que são inelegíveis os candidatos que forem demitidos do serviço público em decorrência de processo administrativo ou judicial. Logo após o tribunal acatar o pedido, a defesa de Cleber recorreu ao próprio TSE e pediu que o órgão examinasse um documento em que o ministro da Previdência e Assistência Social declara extinta a punição e reintegra o deputado aos quadros do INSS. O recurso de Cleber Verde contra a sua demissão do serviço público tramitava no Ministério da Previdência desde 2004. Como a demissão do serviço público foi revertida, o TSE acatou o pedido da defesa e confirmou o registro de candidatura.”

(Folha.com)

Trabalhadores da Coelce rejeitam proposta de reajuste salarial da empresa

Os trabalhadores da Coelce rejeitaram a proposta da empresa para o Acordo Coletivo de Trabalho. A decisão foi tomada durante assembleia geral realizada na noite dessa sexta, na sede do Sindicato dos Bancários e contou com a participação de 221 pessoas. Essa reação foi a primeira em mais de 10 anos.

O pessoal da Coelce quer 3,5% de ganho real nos dois anos do Acordo (2010 e 2011), entre outras cláusulas econômicas e sociais, euquanto a Coelce ofereceu 0,5% apenas para 2010 e rejeitou a maioria das propostas dos trabalhadores.

Na assembleia, não se cogitou a possibildiade de greve.

PSDB faz a carreata "Serra sim, papai!"

69 8

O PSDB realizou, nesta manhã de sábado, em Fortaleza, a carreata “Serra sim, papai!”. Segundo o deputado estadual Marcos Cals, que disputou o Governo pelo PSDB, foi uma resposta aos petistas que difundem adesivos com a frase “Serra não, mamãe!. A organização calculou quase mil carros num trajeto iniciado no entorno do estádio Castelão e que cruzou as principais avenidas da cidade com destino ao litoral, fazendo um percurso de 30 quilòmetros.

Na carreata, o empresário Pedro Fiúza, que foi candidato a vice, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos, o ex-presidente do PSDB estadual, Carlos Matos, e várias lideranças de bairros. O presidente regional do PPS e que disputou vaga de senador, Alexandre Pereira, participou. A ordem era enfocar os indecisos que, segundo Cals, está na ordem de 15%.

AUSÊNCIA – O senador Tasso Jereissati não participou da carreata, pois ainda se encontrava no Rio, onde assistiu ao debate promovido pela Rede Globo com os candidatos a presidente.

(Foto – Divulgaçã0)

PRF – Feriadão de Finados já é mais violento do que igual período de 2009

“As primeiras 24 horas da Operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), montada especialmente para o feriadão de Finados, já registrou o dobro de mortes em relação aos quatro dias de operação do ano passado. Segundo informações repassadas ao O POVO Online pelo inspetor Márcio Moura, da PRF, foram registrados até o momento 21 acidentes, com duas mortes.

Segundo o inspetor, o numero é preocupante, já que em 2009, durante todo o feriadão de Finados, a PRF registrou 47 acidentes com uma vítima fatal. “O feriado começou muito violento nas rodovias este ano”, afirmou.

Ele também alerta que o perfil de mortes nas BRs está mudando. Anteriormente, segundo o inspetor, as vítimas em geral eram pessoas jovens. Atualmente, as vítimas do trânsito nas estradas federais que cortam o Ceará são idosas, como os dois últimos casos registrados. As vítimas tinham 55 e 66 anos, de acordo com o inspetor.

Vítimas

Segundo o inspetor Márcio Moura, o primeiro acidente registrado pela PRF foi logo no início da operação, por volta de 3h40min de sexta-feira, 29. A vítima, de 55 anos, foi um motociclista, que caiu do veículo na BR-304, em Aracati.

O segundo acidente ocorreu na noite desta sexta-feira, por volta de 9h40min, no quilometro 15 da BR-116, bairro Pedras. Um homem de 66 anos morreu atropelado por um veículo.”

(O POVO Online)

Leonardo Boff: Povo não aceita orientação de um Papa que ocultou pedofilia

200 16

Com o título “O Papa e o aborto”, o teólogo e escritor Leonardo Boff faz críticas a Bento XVI em se tratando de orientações, em plena campanha eleitoral no Brasil, contra a descriminalização do aborto. Confira: 

É importante que na intervenção do Papa na política interna do Brasil acerca do tema do aborto, tenhamos presente este fato para não sermos vítimas de hipocrisia: nos catolicíssimos países como Portugal, Espanha, Bélgica, e na Itália dos Papas já se fez a descriminalização do aborto (Cada um pode entrar no Google e constatar isso). Todos os apelos dos Papas em contra, não modificou a opinião da população quando se fez um plebiscito. Ela viu bem: não se trata apenas do aspecto moral, a ser sempre considerado (somos contra o aborto), mas deve-se atender também a seu aspecto de saúde pública.

No Brasil a cada dois dias morre uma mulher por abortos mal feitos, como foi publicado recentemente em O Globo na primeira página. Diante de tal fato devemos chamar a polícia ou chamar médico? O espírito humanitário e a compaixão nos obriga a chamar o médico até para não sermos acusados de crime de omissão de socorro.

Curiosamente, a descriminalização do aborto nestes países fez com que o número de abortos diminuísse consideravelmente. O organismo da ONU que cuida das populações demonstrou há anos que, quando as mulheres são educadas e conscientizadas, elas regulam a maternidade e o número de abortos cai enormente. Portanto, o dever do Estado e da sociedade é educar e conscientizar e não simplesmente condenar as mulheres que, sob pressões de toda ordem, praticam o aborto. É impiedade impor sofrimento a quem já sofre.

Vale lembrar que o cânon 1398 condena com a excomunhão automática quem pratica o aborto e cria as condições para que seja feito. Ora, foi sob FHC e sendo ministro da Saúde, José Serra, que foi introduzido o aborto na legislação, nas duas condições previstas em lei: em caso de estupro ou de risco de morte da mãe. Se alguém é fundamentalista e aplica este cânon, tanto Serra quanto Fernando Henrique estariam excomungados. E Serra nem poderia ter comungado em Aparecida como ostensivamente o fez. Mas pessoalmente não o faria por achar esse cânon excessivamente rigoroso.

Mas Dom José Sobrinho, arcebispo do Recife o fez. Canonista e extremamente conservador, há dois anos atrás, quando se tratou de praticar aborto numa menina de 9 anos, engravidada pelo pai e que de forma nenhuma poderia dar a luz ao feto, por não ter os órgãos todos preparados, apelou para este canon 1398 e excomungou os medicos e todos os que participaram do ato. O Brasil ficou escandalizado por tanta insensibilidade e desumanidade. O Vaticano num artigo do Osservatore Romano criticou a atitude nada pastoral deste Arcebispo.

É bom que mantenhamos o espírito crítico face a esta inoportuna intervenção do Papa na política brasileira. Mas o povo mais consciente tem, neste momento, dificuldade em aceitar a autoridade moral de um Papa que durante anos ocultou o crime de pedofilia entre padres e bispos.

Como cristãos escutaremos a voz do Papa, mas neste caso, em que uma eleição está em jogo, devemos recordar que o Estado brasileiro é laico e pluralista. Tanto o Vaticano e o Governo devem respeitar os termos do tratado que foi firmado recentemente onde se respeitam as autonomias e se enfatiza a não intervenção na política interna do pais, seja na do Vaticano seja na do Brasil.

Um abraço bem fraterno.

Leonardo Boff é teólogo e escritor.

 (Carta Maior/Dica do Blog Gente de Mídia)

Combate às drogas precisa continuar na pauta política

Com sua Zilma, em defesa dos nossos filhos.

Eis artigo do professor, médico e antropólogo Antonio urão Cavalcante, que está publicado no O POVO deste sábado com o título “Drogas, esta pauta dá votos”. Confira:

A dependência às drogas foi um dos temas muito discutido na campanha eleitoral. Os candidatos se apressaram em propor as soluções mais diversas. Isso revela que a sociedade brasileira, finalmente, mostra uma grande preocupação com o assunto. Mas não vale a pena discutir a questão com achismos e oportunismos. Não cabe demagogia em assunto tão sério. Lamentavelmente foi o que predominou.

Fala-se em drogas lícitas e ilícitas. Lícitas aquelas que podem ser produzidas e comercializadas: as bebidas alcoólicas, o fumo e até os remédios psicotrópicos. Ilícitas, as que a lei proíbe até o uso. Em consequência, o problema da descriminalização. O usuário é um doente. Merece tratamento e não cadeia.

Existem três eixos principais: a prevenção, o tratamento e a repressão. Os estudiosos consideram a prevenção como o mais importante. Ações que evitem os jovens terem contato com as drogas. Criar uma rejeição/aversão ao uso abusivo, sejam drogas lícitas ou ilícitas. Quase nada se falou sobre o assunto. Porém, nenhum país conseguiu êxito, sem reforçar e colocar a prevenção como prioridade.

Quanto ao tratamento, é importante dizer que nem todo jovem usuário de drogas precisa ser hospitalizado. Existem gradações e abordagens diferenciadas, conforme o nível da adicção. Os candidatos falaram apenas em internação. Erro grave! Os centros de atendimento ambulatorial, as casas protegidas – enfim, uma série de outras medidas-, são muito mais eficazes. O importante é a noção de rede assistencial.

Quanto à repressão, ainda uma imensa lacuna. O tráfico de drogas consegue desafiar as autoridades policiais e até mesmo afrontar o Poder Judiciário. A mídia retrata diariamente essa situação, com muita precisão e, às vezes, até com exageros.

O assunto não se esgota numa campanha política. Deve continuar em pauta, com muita insistência. Não precisamos ter medo. Precisamos manter a serenidade. Nossos filhos não podem ser levados por uma onda tão perigosa. Afinal, o que está faltando à nossa juventude?

ANTONIO MOURÃO CAVALCANTE

Médico, antropólogo e professor universitário

a_mourao@hotmail.com

(Foto – Paulo Moska)

Federação dos Policiais Federais anuncia apoio a Dilma

 

A Federação Nacional dos Policiais Federais fechou apoio à candidata Dilma Rousseff. Segundo o vice da entidade, o cearense João Waldery, porque há promessa de que eleita a petista garantirá a implantação da nova Lei Orgânica da categoria.

Essa luta, conforme Waldery, é antiga e já rendeu greves no passado. Ele disse que a entidade avaliou que a melhor perspectiva é apoiar a petista, até porque as conversações em torno do projeto estão bem adiantadas.

(Foto – Paulo Moska)

Mesmo vazio, Congresso custa R$ 1,9 bi a contribuinte

“Mesmo vazio, o Congresso Nacional custa caro ao contribuinte. De julho a outubro, quando votações e debates são próximos de zero, houve R$ 1,9 bilhão de despesas de todos os tipos.

Chamado de “recesso branco”, a paralisia do Legislativo acontece de dois em dois anos por causa das eleições. Além deste período com pouco trabalho, o recesso constitucional continua: em julho e no final do ano. Ou seja, são cinco meses de trabalho escasso.

Na Câmara, por exemplo, não há nenhum tipo de votação desde 7 de julho. Duas tentativas de reunir deputados em Brasília durante esse período fracassaram.”

(Folha Online)

PF investiga possivel ação da máfia italiana no Ceará e Rio Grande do Norte

O jornal O Globo deste sábado estampa reportagem informando que a Polícia Federal investiga no Rio a suposta participação de empresas de fachada, controladas pela máfia italiana, no envio para a Itália de cocaína pura produzida na Bolívia, tendo o Rio como base. As suspeita surgiram após a prisão do comerciante italiano Emanuele Savine, de 39 anos, flagrado no último dia 21, em Itaguaí, no momento em que tentava transportar cerca de 300 quilos de cocaína escondida em vasos com palmeiras imperiais. A droga, avaliada na Europa em oito milhões de euros, seguiria em contêiner de navio do Porto de Itaguaí até a Itália.

Junto com o italiano, foi preso Guilherme Morais Machado, de 34 anos, que administrava a chácara “Dindas Flores”, em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio. Segundo as investigações da PF, realizadas em conjunto pelos policiais de Brasília e da Delegacia federal de Repressão a Entorpecentes (DRE) do Rio, a droga foi levada de caminhão da Bolívia até o interior de São Paulo, onde a cocaína era guardada em depósitos e depois, também em caminhões, transportada para a chácara.

Os agentes descobriram que Guilherme, sempre atendendo pedidos de Savine, já havia feito pelo menos uma outra remessa para a Itália de vasos com palmeiras imperiais. O motorista de caminhão Reinaldo Duarte Júnior, de 27 anos, também preso pela PF, contou que receberia R$ 5 mil do italiano para levar a carga até o porto.

A presença da máfia italiana no país é investigada pela PF desde 2005. Os criminosos atuariam no Rio, São Paulo e estados do Nordeste – especialmente Rio Grande do Norte e Ceará -, fazendo tráfico de drogas e de mulheres para prostituição. Recentemente mais de 15 pessoas foram presas pela PF em vários estados, suspeitas de integrar o grupo mafioso conhecido por “Sacra Corona Unita”, que tem Natal como sua base no Brasil, mas com ramificações no Rio.”

(O Globo)

O Dia "D" de Dilma e Serra

“Para acompanhar o resultado, concentração e discrição. Tanto Dilma Rousseff (PT) quanto José Serra (PSDB) devem permanecer longe dos holofotes. A petista deve votar às 8h em Porto Alegre, e depois seguirá para um café da manhã com aliados. Por volta das 11h, a candidata deve embarcar de volta a Brasília.

Todos os coordenadores da campanha votam em seus estados e retornam a Brasília mais ou menos no mesmo horário. Dilma, assessores e petistas chegam e vão para o Hotel Naoum para os preparativos da festa. Depois se encontram com o presidente Lula no Palácio da Alvorada para acompanhar a apuração.

Com o resultado, se Dilma ganhar, ela e o séquito seguem para o Hotel Naoum onde a petista fará sua declaração. Dilma deve deixar a entrevista para o dia seguinte.

O tucano José Serra deve manter o ritual de eleições anteriores e permanecerá recolhido no domingo até que a eleição defina quem será, a partir de 2011, o novo presidente do país.

Como de costume, o candidato do PSDB, depois de votar no Colégio Santa Cruz, por volta do meio-dia, deve evitar os jornalistas até que não haja dúvidas sobre o resultado das urnas.

Serra tem convite para almoçar na casa do amigo Andrea Matarazzo, mas o tucano tem dito que vai optar pela companhia dos netos Francisco, Gabriela e Antonio, e de sua filha, Verônica, no Morumbi, antes de seguir para seu escritório.

Se for eleita, Dilma deverá dar uma declaração à nação. Em seguida, a petista deve seguir para a Esplanada dos Ministérios. Depois da festa, Dilma retornará ao hotel, onde tem uma suíte presidencial reservada para que passe ali sua primeira noite como a nova presidente eleita do Brasil.

A petista, se realmente for eleita, deve passar os dois primeiros dias depois da eleição em Brasília e depois viajar para um descanso de pelo menos uma semana no Rio Grande do Sul. Mas não deve ficar na sua casa em Porto Alegre, para evitar o assédio.

No dia 9 de novembro, Dilma deve ser levada pelo presidente Lula para ser apresentada à comunidade internacional , em reunião do G-20 na Coreia do Sul, como a presidente eleita do Brasil. Na ida, Lula e Dilma devem fazer uma parada em Maputo, capital de Moçambique.”

(O Globo)

Largo do Advogado vira outdoor popular

O Largo do Advogado, pracinha situada na avenida Domingos Olímpio em homenagem à OAB, foi cercada de tapumes pela Prefeitura para evitar que virasse dormitório a céu aberto. Os tapumes agora servem de outdoor para divulgar eventos.

Qual vai ser mesmo a próxima serventia desse local que, idealizado na Era Juraci Magalhães, at´hoje não disse a que veio?

(Foto – Leitor Paulo Sérgio)

PSDB faz "Carreata 45" em Fortaleza

54 1

O PSDB promove, nesta manhã de sábado, a “Carreata 45”. Com saída do entorno do estádio Castelão, em Fortaleza, e terminando na avenida Beira Mar.

A carreata é puxada por Marcos Cals, que disputou o Governo pelos tucanos, e pelo seu vice na disputa, o empresário Pedro Fiúza.

Alias, é bom lembrar que, a partir do ano que vem, Marcos Cals deverá ocupar o comando do PSDB estadual e Fiúza o comando do tucanato em Fortaleza.

Isso já é parte da estratégia de renovação do partido no Estado e, principalmente na Capital, de olho e 2012.

HORIZONTAIS

> Eleita deputada estadual pelo PSB, Eliane Novais reassumiu ontem cadeira de vereadora de Fortaleza. Missão: votar no nome que a prefeita Luizianne Lins (PT) indicar para a presidência da futura mesa diretora da Câmara Municipal.

Ceará terá "Guia do Comércio"

“A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado (FCDL) acaba de finalizar a elaboração do Guia do Comércio do Ceará. Trata-se do primeiro documento do gênero, que reunirá informações sobre 6.117 empresas comerciais, trazendo dados como razão social, endereço completo, CNPJ, e-mail e site, nome do principal executivo da empresa, segmento de varejo da empresa, segundo a tabela da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE – IBGE), principais produtos comercializados e os números de telefone/fax das empresas. Editado em meio eletrônico (CD), o Guia permitirá a consulta rápida por parte dos interessados.

Também virá uma versão digital (internet) e impressa tipo catálogo, em cores, com 475 páginas, contendo, além das informações cadastrais, um conjunto de dados de interesse do comércio como endereços e atividades desenvolvidas pela Confederação Nacional das Câmaras de Dirigentes Lojistas (CNDL). O lançamento ocorrerá no dia 25 de novembro.”

(Coluna Vertical, so O POVO)

Brasil será sede de convenção interamericana contra a corrupção

60 2

“Brasília vai ser sede da terceira reunião da Conferência dos Estados Partes no Mecanismo de Acompanhamento da Implementação da Convenção Interamericana contra a Corrupção (Mesicic), marcada para os dias 9 e 10 de dezembro. Esta é a primeira vez que a conferência é realizada fora de Washington, nos EUA, onde ocorreram as duas primeiras reuniões, em 2004 e 2006. No Brasil, a organização do evento está a cargo da Controladoria-Geral da União (CGU).

A Conferência contará com a presença do secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, do ministro-chefe da CGU, Jorge Hage, de autoridades públicas de todos os 28 países da América que ratificaram a Convenção Interamericana contra a Corrupção e integram seu Mecanismo de Acompanhamento, além de representantes de organizações da sociedade civil que atuam na área.

Durante a reunião, serão discutidos os progressos obtidos pelos países na implementação da Convenção e das recomendações do Mesicic; o fortalecimento desse Mecanismo, incluindo questões como a divulgação de suas realizações, visitas in loco, financiamento, e participação da sociedade civil; a cooperação com outros mecanismos de acompanhamento internacionais e sub-regionais; e o fortalecimento da cooperação hemisférica contra a corrupção em áreas como responsabilidade do setor privado e recuperação de ativos.

Mesicic

Instrumento de caráter intergovernamental estabelecido no âmbito da OEA, o Mesicic tem o objetivo de apoiar os Estados Partes na implementação das disposições da Convenção por meio de avaliações recíprocas, da realização de atividades de cooperação técnica; do intercâmbio de informações, experiências e melhores práticas; e da harmonização das legislações de cada país.”

(Site da CGU)

Dilma e Serra evitam confronto

81 1

No último debate das eleições 2010, realizado pela TV Globo nesta sexta-feira (29), Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) evitaram o contato direto tanto durante suas caminhadas pelo palco como nas críticas veladas que fizeram um ao outro. Também se esforçaram para não citar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na sessão de duas horas de perguntas e respostas a eleitores indecisos, a petista e o tucano detalharam algumas de suas propostas, mas fugiram das denúncias que fizeram um contra o outro nos últimos debates – notoriamente os casos Erenice Guerra, ex-assessora de Dilma, e Paulo Preto, ex-diretor da empresa paulista de estradas.

No primeiro bloco, questionado por um eleitor do Distrito Federal sobre corrupção, Serra atacou a falta de punições a corruptos nos últimos 20 anos e, nesse período, acabou incluindo o governo de seu aliado, Fernando Henrique Cardoso, como um dos que não deixaram atrás das grades suspeitos de lesarem o patrimônio público. Serra foi ministro do Planejamento e da Saúde na gestão FHC.

 “Nós vimos escândalos grandes nos últimos 20 anos, e ninguém ficou preso”, afirmou o tucano. “O exemplo tem que vir de cima. O chefe de governo tem que começar dando exemplo, escolhendo bem as equipes e punindo quando há alguma irregularidade.”

O ex-governador de São Paulo fez crítica velada a Lula, que criticou órgãos de fiscalização durante sua gestão. Mas só citou o adversário que o derrotou em 2002 ao lembrar que também participou da disputa oito anos atrás. Dilma, líder nas pesquisas, preferiu fazer referência ao “meu governo” e ao “futuro governo”.

O tom emotivo, visto no último programa do horário eleitoral obrigatório, ficou restrito aos comentários finais. Dilma disse ter ficado triste na campanha “em razão de algumas calúnias” feitas contra ela na internet e em panfletos. “Mas não guardo mágoa”, disse ela, que já acusou tucanos de promoverem “mentiras e calúnias”.

Serra voltou a pedir a seus eleitores que conquistem mais um voto por ele e que oferece sua biografia para ser sucessor de Lula na Presidência.

Ao longo de todo o debate, Dilma e Serra evitaram contato visual, dirigiram-se para o outro lado enquanto o oponente falava às câmeras e só se tocaram no começo e no fim do encontro, para se cumprimentarem.

Sobre o caso dos sanguessugas, ela afirmou: “Havia todo um processo de uso do dinheiro público na área da saúde e, junto com a CGU (Controladoria Geral da União), a Policia Federal investigou”.

Em seguida, referiu-se a um apelido dado por adversários de Geraldo Brindeiro, procurador-geral da República durante o governo FHC. “É importante que não haja o engavetador-geral da República”, disse a petista.

O modelo do debate, em que eleitores indecisos perguntavam aos candidatos, fez com que houvesse uma redução do confronto entre eles. Dilma e Serra foram respondendo às questões dos eleitores, sem se referirem diretamente um ao outro. Cada eleitor perguntou sobre um tema a um candidato, e o outro fez comentários em seguida.

Nos segundo e terceiro blocos, a corrupção saiu do centro do debate, mas tanto Dilma quanto Serra continuaram fazendo referências sutis a episódios que envolvem os dois. O tucano também criticou o governo Lula, sem citar o nome do presidente. “O governo federal duplicou impostos sobre saneamento. Isso tira R$ 2 bilhões das empresas estaduais de saneamento por ano.”

Dilma retrucou dizendo que “o Brasil parou de investir em saneamento durante muito tempo”, mas não citou o governo FHC nem Serra diretamente.

Em outro momento, respondendo sobre educação, Dilma disse que “não se pode receber professores com cassetetes. O diálogo é fundamental.” É uma referência a conflitos entre policiais e professores estaduais em São Paulo, mas ela de novo não mencionou Serra nem o governo do Estado.

Serra foi um pouco mais incisivo, mas ainda sem falar no nome de Dilma ou dirigir-se a ela. “Muitos Estados e municípios não estão pagando o piso nacional [de salários de professores], porque o governo prometeu complementar, mas não fez isso. A Bahia [Estado da eleitora que fez pergunta sobre o tema] é governada pelo PT, o partido do governo federal, mas nem assim melhorou o salário”, afirmou o tucano.

No segundo turno, Dilma e Serra participaram de quatro debates nas TVs Bandeirantes, RedeTV!, Record e, finalmente, Globo.”

(Portal Uol)

Via Sul Shopping abre "Natal das Artes" com show do tenor Bruno Stéfano

O Via Sul Shopping abrirá na próxima terça-feira, com a chegada do Papai Noel, o seu “Natal das Artes”. A festa começará às 16h30min, no Estacionamento Garagem – localizado atrás do shopping, na avenida Washington Soares, com show especial de voz e banda do cantor Júnior Vianna.

A programação especial continuará a partir das 18h, na Praça de Eventos do shopping (Térreo), com espetáculo de Natal do tenor Bruno Stéfano e Orquestra. Durante o espetáculo, Papai Noel fará a inauguração oficial da decoração do shopping e atenderá as crianças, excepcionalmente nesta noite, no Teatro do Via Sul Shopping – no 3º piso.

Nesse “Natal das Artes”, pintura, música, teatro, literatura, cinema, poesia, dança e escultura vão ser homenageados.”

Arce faz audiência para discutir tarifa média dos serviços de água e esgoto no Interior

Para fundamentar decisão no âmbito do processo de revisão ordinária da tarifa média dos serviços de abstecimento de água e esgotamento sanitários prestados nos municípios localizados no Interior do Estado, a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará (Arce) adotou uma medida: até o dia 19 de novenbro próximo, realizará audiência pública para divulgar e obter subsídios para o aperfeiçoamento da Nota Técnica CET/0015/2010.

A audiência, aberta nesta sexta-feira, é na modalidade intercâmbio documental. Os interessados, segundo a assessoria de imprensa da agência, podem obter a referida nota no sítio www.arce.ce.gov.br ou mediante requerimento endereçado à Coordenadoria Econômico-Tarifária, na Avenida Santos Dumont, 1789 – Edifício Potenza – 14º andar, CEP 60.150.160.

SERVIÇO

As contribuições podem ser feitas, preferencialmente, pelo endereço eletrônico
tarifas@arce.ce.gov.br . Também existem as alternativas de fax e de correspondência comum. Em todos os casos, os autores das contribuições devem enviar nome completo e endereço. Outras informações podem ser obtidas pelo (85) 3101.1034.

Cid decreta ponto facultativo na próxima segunda-feira

A próximasegunda-feira, dia 1º, véspera de feriado, será ponto facultativo em todas as repartições da administração pública Estadual. Foi o que determinou o governador Cid Gomes, através do decreto de nº 30.340, de 20 de outubro de 2010. Ele avaliou que o Dia do Funcionário Público Estadual, comemorado em 28 de outubro, uma quinta-feira, acarretaria uma quebra na sequência da semana e portanto foi transferido para a segunda-feira, dia 1º, que antecede o feriado de Dia de Finados.

Ficam, no entanto, assegurados o fornecimento normal de água, atendimento médico-hospitalar e dos serviços policiais, militar e de bombeiros militar, assim como o funcionamento do Sistema de Licitações, pertencentes à estrutura orgânica da Procuradoria Geral do Estado (PGE), no que se refere aos procedimentos licitatórios designados para o dia 1º de novembro, a Biblioteca Pública Menezes Pimentel, Museu do Ceará, sobrado Dr. José Lourenço, Museu Sacro São José do Ribamar e Theatro José de Alencar, além dos serviços relacionados à campanha de vacinação contra a febre aftosa, executada pela Adagri e Ematerce.

Acrísio oficializa candidatura à presidência da Câmara Municipal e organiza grupo de apoio

62 3

Acrísio começa a costurar corrente

O vereador Acrísio Sena oficializou na tarde desta sexta-feira (29), durante almoço no restaurante Sirigado, na Aldeota, a sua candidatura à presidência da Câmara Municipal de Fortaleza. O evento, que durou cerca de três horas, contou com a presença de 23 vereadores.

 “Quero ser presidente da Câmara Municipal para gerir a Casa com humildade e respeito aos princípios da democracia”, disse Acrísio Sena, que não divulgou a relação de convidados, “como forma de não atrapalhar as conversações”.

O vereador informou, no entanto, que voltará a reunir o grupo com a prefeita Luizianne Lins, em data e local ainda não definidos.

Aumento do registro de queimadas deixa Corpo de Bombeiros em alerta no Ceará

401 1

O Corpo de Bombeiros do Ceará está preocupado. É que a quantidade de ocorências de queimadas em vegetação atendidas nos três primeiros meses do segundo semestre deste ano é maior do que todo o ano passado. Os dados mostram que de julho até setembro último foram registrados 1.505 chamados. No período de janeiro a dezembro de 2009 foram 1.307 ocorrências. Segundo o Comandante do CB, coronel José Vasconcelos, isso se deve à escassez de chuva, à força dos ventos, ao mato seco e ao manejo agrícola inadequado. Na tentativa de minimizar os efeitos dos incêndios 20 equipes do Corpo do Bombeiros que fazem parte da Operação de Combate às Queimadas encontram-se espalhadas pelo Estado.

O efetivo tenta diminuir os efeitos dos focos de incêndios nas regiões Norte e Ibiapina (Sobral), Inhamuns (Tauá), Sertão Central (Quixeramobim e General Sampaio), Cariri (Crato e Juazeiro do Norte) e Centro Sul (Iguatu e Acopiara). O Corpo de Bombeiros destacou 100 homens para atuar nestas regiões. As equipes contam com 20 viaturas, que ficam alocadas nos postos prontas para atender aos chamados.

A operação também conta com o apoio da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) que, realiza aproximadamente quatro voos por semana, fazendo o reconhecimento das áreas de queimadas não identificadas em terra pelo Corpo de Bombeiros. Estão envolvidos na operação o Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam), as coordenadorias regionais e municipais de Defesa Civil do Corpo de Bombeiros Militar e os grupamentos bombeirísticos de cada região. Segundo o comandante dos bombeiros, das regiões citadas a do Inhamuns está entre as mais críticas.