Blog do Eliomar

Últimos posts

Chico Anísio permanece internado

“O humorista Chico Anysio, 79, continua internado na Unidade Intermediária do Hospital Samaritano, na zona sul do Rio. De acordo com boletim médico divulgado neste sábado, o estado de saúde de Anysio é estável e com boa evolução do quadro clínico. Ele segue sem previsão de alta.

Na quinta-feira, Anysio foi internado com um quadro de falta de ar. Após avaliação inicial, foi detectada uma obstrução de artéria coronariana e ele foi submetido a uma angioplastia, procedimento que desobstrui as artérias.

Durante o período pós-operatório, Anysio apresentou novo quadro de falta de ar e foi diagnosticado um tamponamento cardíaco, que acontece quando o sangue se acumula entre as membranas que envolvem o coração (pericárdio). O tamponamento foi retirado por meio de punção com uma agulha.”

(Folha Online)

Relator do Orçamento envolvido em fraude

84 1

“Pelo menos R$ 3 milhões dos cofres do governo federal caíram desde abril na conta de um jardineiro e um mecânico. Eles são laranjas num esquema organizado por institutos fantasmas que superfaturam eventos culturais, fraudam prestações de contas e repassam dinheiro para empresas de fachada. Parte desse esquema é sustentada por emendas e lobby explícito, por escrito aos ministérios, de quem hoje elabora o projeto do Orçamento da União de 2011: o senador Gim Argello (PTB-DF).

Investigação feita mostra que, desses R$ 3 milhões, ao menos R$ 1,4 milhão foi repassado para institutos fantasmas por meio de emendas individuais de Gim Argello no Orçamento. E, logo depois, o dinheiro foi repassado para a conta de uma empresa que tem um jardineiro e um mecânico como donos – tudo sem licitação.

A reportagem rastreou um roteiro fraudulento complexo, que envolve entidades de fachada e laranjas. Inicialmente, o parlamentar apresenta uma emenda ao Orçamento que reserva recursos públicos para promover shows ou eventos culturais. Ele apresenta, além da emenda, uma carta ao ministro da pasta. O dinheiro é destinado a um instituto fantasma. O suposto instituto, em seguida, repassa recursos para uma empresa de promoção de eventos ou marketing, com endereço falso e em nome de laranja. As emendas constam em rubricas dos Ministérios do Turismo e da Cultura, que não fazem a checagem presencial da prestação de contas do serviço, nem verificam a atuação do instituto e da empresa subcontratada.

Exposição. Por conta desse esquema, Gim Argello fatura – ao menos politicamente – com shows e eventos turísticos no Distrito Federal pagos com dinheiro público.

Nos documentos obtidos pela reportagem fica claro que as prestações de contas entregues ao governo são assinadas pelos laranjas e os endereços dos institutos são falsos.

A reportagem localizou o jardineiro Moisés da Silva Morais em sua casa, numa rua de terra batida na periferia de Águas Lindas, cidade do entorno do Distrito Federal. O nome dele está nos convênios do governo em contratos e orçamentos. O jardineiro Moisés admitiu que emprestou o nome ao esquema em troca de uma promessa, não cumprida segundo ele, de R$ 500 mensais. “Virei laranja”, disse.

Estatutos comprados. Os papéis revelam que essas entidades compram estatutos de associações comunitárias de periferia e viram “institutos” somente para intermediar sem licitação os convênios com o governo, em troca de uma comissão, conforme relatos de dirigentes em conversas gravadas.

Líder do PTB, Gim Argello era suplente e virou senador em 2007 após a renúncia de Joaquim Roriz, envolvido em corrupção. Em pouco tempo, ganhou espaço e respeito do governo federal, principalmente da ex-ministra e presidente eleita, Dilma Rousseff.

Em troca da lealdade ao governo, Gim conseguiu um presente político: ser o relator do Orçamento da União, de R$ 1,3 trilhão para 2011. Cabe a ele elaborar toda a proposta orçamentária – incluindo as emendas parlamentares – a ser votada pelo Congresso até o fim deste mês.

O destino das emendas feitas pelo próprio senador para 2010 mostra que, no mínimo, Gim Argello não tem controle sobre o rumo e o uso do dinheiro público que lhe diz respeito.

Ele mesmo, na sua versão (veja reportagem na pág. A6), disse que, apesar de destinar emendas, não conhece as entidades, nem acompanha as prestações de contas.

Cartas e lobby. No dia 29 de junho deste ano, o senador enviou uma carta ao ministro da Cultura, Juca Ferreira, e fez um apelo: pediu que R$ 600 mil das emendas feitas por ele fossem transferidos para o Instituto Renova Brasil. O convênio foi aprovado e liberado em R$ 532 mil. Só que a entidade não existe. É fantasma. No endereço funciona uma vidraçaria, a Requinte Vidros.”

(Agência Estado)

Ortotanásia agora é permitida no Brasil

“A Justiça Federal revogou a liminar que suspendia a regulamentação da ortotanásia no Brasil. Em sua decisão, que deve ser publicada no Diário Oficial na próxima semana, o juiz Roberto Luis Luchi Demo julgou improcedente a ação do Ministério Público que apontava a inconstitucionalidade da medida. Dessa forma, os médicos ficam definitivamente respaldados para recorrer à prática.

A ortotanásia é a suspensão de tratamentos invasivos que prolonguem a vida de pacientes em estado terminal, sem chances de cura. Para isso, o médico deve ter a anuência do doente ou, se este for incapaz, de seus familiares. Ao contrário do que acontece na eutanásia, não há indução da morte. São exemplos conhecidos de prática da ortotanásia o caso do papa João Paulo II, morto em 2005, e do ex-governador de São Paulo Mário Covas, que optou por passar os últimos momentos de vida recebendo apenas cuidados paliativos.”

(Agência Estado)

Mercadante aceita ministério de olho em 2012

“Com o convite aceito para ocupar o Ministério da Ciência e Tecnologia no governo Dilma Rousseff, o senador Aloizio Mercadante (PT-SP) larga na frente na disputa que vai definir o candidato do PT à Prefeitura de São Paulo em 2012. Ele vai concorrer com a ex-prefeita e senadora eleita Marta Suplicy e com o ministro da Educação, Fernando Haddad.
Segundo fontes petistas, a disputa começou em abril deste ano, antes mesmo da formalização das candidaturas de Mercadante para o governo de São Paulo e de Marta para o Senado. Na época, as duas maiores lideranças do PT paulista protagonizaram um jogo de empurra no qual os dois pleiteavam a vaga para o Senado, cuja eleição era dada como certa, e rechaçavam concorrer ao governo de São Paulo devido às poucas chances de vitória.

Marta ganhou a batalha mas Mercadante agiu nos bastidores e conseguiu uma boa vantagem a médio prazo ao “amarrar” a ex-prefeita ao Senado nos próximos oito anos. O motivo é o suplente de Marta, o vereador paulistano Antonio Carlos Rodrigues (PR), alvo de denúncias de corrupção. A avaliação no PT é que a senadora eleita pode sofrer forte desgaste se deixar a vaga no Senado para Rodrigues. Nome natural para compor a ala feminina do ministério de Dilma, Marta foi relegada na composição do novo governo em função da sombra de Rodrigues.”

(iG)

Quel tal Odair José de graça?

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=0KdctNg2WGY[/youtube]

O cantor Odair José, aquele que ganhou projeção nacional quando pedia sua amada para não tomar a pílula, porque ela não deixava seu filho nascer, é opção desta noite de sábado em Fortaleza. Com portões abertos, na Comunidade das Quadras, que fica por trás do Colégio Santa Cecilia, na rua General Potiguara – entre a avenida Senador Virgílio Távora e a rua Vicente Leite.

A programação terá início a partir das 19 horas, com show da banda Transacionais e grupo de samba. A promõção é da Central Única das Favelas (CUFA), com apoio da associação de moradores do local.

SERVIÇO

Contato – Preto Zezé (88448614)

Dilma terá encontro com Obama em janeiro

“Há duas semanas, o grão-petê Marco Aurélio Garcia disse que Dilma recusou convite de Barack Obama para visitar Washington antes da posse. Ficou no ar a impressão de que, antes de atingir a plenitude da pompa, Dilma tropeçava nas circunstâncias. Falso.

Em entrevista que vai às páginas do ‘Washington Post’ neste domingo (5), Dilma informa que pretende avistar-se com Obama nas pegadas da posse. Eis o que informa, num par de notas, a coluna de Mônica Bergamo, veiculada na Folha:

– Espelho: Na entrevista que deu a Lally Weymouth, filha da publisher Katharine Graham (1917-2001), do ‘Washington Post’, a presidente eleita Dilma Rousseff revelou que visitará o presidente Barack Obama nos EUA nos primeiros dias de janeiro.

– Completa tradução: Referindo-se ao ‘Minha Casa, Minha Vida’ como ‘My House, My Life’, Dilma tentou ressaltar o fato de 15 milhões de empregos terem sido criados no Brasil nos últimos anos. “Passe um tempo nos EUA”, disse Lally, numa ironia com o governo americano. A entrevista dever ser publicada amanhã.

 (Com Blog do Josias de Souza)

Aeroportos em caos, mas de caixa em alta

Aeroporto Pinto Martins.

Na revista Época, uma matéria interessante – “Para a Infraero, quanto mais cheio, melhor”. Fala da situação de caos em que vivem os aeroportos brasileiros geridos pela Infraero e uma contradição: pontos comerciais alugados a preços bem suculentos como a loja do McDonald’s no aeroporto de Guarulhos, São Paulo, onde o aluguel passa de R$ 650 mil por mês.

Para os brasileiros que viajam de avião, os aeroportos nacionais lembram problemas. Eles representam filas longas, poucos lugares para sentar, tempo perdido em espera, voos atrasados, voos cancelados. Graças ao bom momento da economia, no ano passado cerca de 60 milhões de pessoas viajaram de avião no país. A infraestrutura deficiente fez com que esse aumento na demanda se tornasse um problema para a Infraero, estatal que administra os 67 aeroportos do país. Se é alvo de queixas por causa disso, a Infraero também tem sabido aproveitar o lado positivo do fenômeno.

O aumento na demanda e a perspectiva futura de um crescimento ainda maior, devido à realização da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, têm gerado lucros expressivos à estatal. Há uma corrida em busca de espaço nos aeroportos. Em licitações recentes para alugar espaços a lojas e restaurantes, a Infraero tem visto seu caixa engordar.

EM FORTALEZA, a situação não é diferente. A Superintendência estadual da Infraero anuncia que em fevereiro lançará edital de licitação para obras de ampliação de um Pinto Martins que, também no plano comercial, não vai nada mal. Exemplo disso foi o Restaurante Palheta que, após quase 40 anos operando no terminal, resolveu fechar porque não aguentou a concorrência na hora de acertar aluguel do ponto. Um grupo de Sorocaba entrou na parada e vem pagando por mês R$ 50 mil. Fora 5% sobre o faturamento bruto e outras taxas cobradas pela Infraero.

Cid – Secretariado, só depois do dia 15

Me aguaaarde!

O governador Cid Gomes (PSB) vai inaugurar, na tarde deste sábado, a estrada Canindé-Capistrano-Pai João, reivindicação antiga daquela região do Estado. Depois, às 17 horas, ele irá até a Basílica de São Francisco de Canindé, onde assistirá a uma missa.

Segundo assessores, hora de pagar promessa ao santo que o acompanhou durante a última campanha. Cid usava uma fitinha de São Francisco, presente de um frade. 

SECRETARIADO

Para o Blog, o governador informou que só vai definir o secretariado depois do dia 15. Nada mais adiantou.

Na verdade, ele avalia que, até esse prazo, o Governo Dilma Rousseff estará com equipe formatada. Cid quer fazer a escalação de acordo com o quadro político-administrativo apresentado pela presidente eleita.

Mas ele espera, de fato mesmo, é a vaga no olimpo federal para o seu irmão, o deputado federal Ciro Gomes, o que anda difícil. Ciro bateu em Michel Temer, vice-presidente eleito e dirigente nacional desse partido, incomoda o governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos – que teria pretensões nacionais, e, tem muitos inimigos dentro do PT.

Sem falar da língua grande.

PT vai optar pela vice no Senado

“Os senadores do PT desistiram da primeira secretaria da Mesa do Senado, apesar de serem a segunda bancada em 2011. Vão optar pela vice-presidência.

Eles estão preocupados com a saúde do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e não consideram prudente deixar a vice para um senador do PSDB.

Além disso, a primeira secretaria é a prefeitura de uma Casa que concede muitas mordomias.

Romper com essa prática poderá custar caro politicamente.

(O Globo)

VAMOS NÓS – Entre os nomes cotados para a primeira secretaria do Senado apareceu o cearense José Pimentel. Ele nos confirmou que o PT quer a vice agora, mas não quis comentar se poderia ter aval para ocupar tal posição. Pimentel disse que quer cumprir o mandato, mas garante que PT e PMDB sentarão à mesa para fazer um bom acordo.

PSDB – Serra X Guerra

88 1

Com o título “Qero te ver pelas costas”, a revista IstoÉ traz matéria sobre a crise do PSDB e uma briga de poder entre o candidato derrotado a presidente José Serra e o atual dirigente nacional tucano, o senador Sérgio Guerra (PE). Confira:

“Lá se vão mais de 30 dias do segundo turno da eleição presidencial e o PSDB ainda não conseguiu juntar os cacos da derrota. O partido continua zonzo e sem rumo como um boxeador nocauteado. E, para piorar as coisas, os tucanos começaram a brigar entre si pelo controle da legenda. No centro da disputa está o ex-governador José Serra, candidato derrotado ao Planalto. Ao voltar da Europa, mal refeito do revés nas urnas, ele avisou que quer ocupar a presidência do PSDB, desalojando do cargo o pernambucano Sérgio Guerra, senador em fim de mandato e deputado federal eleito. Sem função pública pelo menos até 2013, Serra antecipa uma disputa que só ocorreria em maio, na escolha da nova Executiva Nacional do partido.

A briga no PSDB é resultado de uma campanha que deu preferência à figura do cacique político, representado exatamente por Serra. “Os caciques foram importantes nas sociedades indígenas antigas, mas isso não pode perdurar nas democracias”, diz o sociólogo Antonio Lavareda. Sem dúvida, repercutiu muito mal no PSDB a pretensão de Serra de controlar o partido, apesar de derrotado na corrida para o Planalto. Há dez dias, o ex-governador esteve em Brasília e bateu boca com Guerra, que, então, buscou o apoio do futuro governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e do senador eleito por Minas Aécio Neves. Na segunda-feira 28, Alckmin tratou de lançar uma alternativa que, na prática, enterra as aspirações de Serra: “A discussão deve começar pelos diretórios municipais”, sugeriu. “Não se pode iniciar pelo fim, mas pela base.”

Acidente envolve ônibus que faz a rota SP-Ceará

“Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, na noite desta sexta-feira, 3. Segundo agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia.

Entre as vítimas, estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas.

No ônibus, haviam 50 passageiros e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros.

(Portal G1)

O que é o "Jardim Japonês"?

211 6

Da leitora Cláudia Gonçalves, recebemos a seguinte nota:

Caro jornalista Eliomar de Lima,

Passeando com um casal amigo de Belém (PA) pelo calçadão da Beira Mar, fiquei na maior saia justa quando eles me perguntaram o que era a praça que a Prefeitura denominou de “Jardim Japonês”.

Sinceridade, fui com eles dar uma olhada e percebi que continua sem acesso, mas abandonada, apesar de bonita.

Gostaria de saber o que vai ser feito no local.

Abraços da leitora do Blog,

Cláudia Gonçalves.

VAMOS NÓS – Que a Prefeitura responda.

Professor protesta contra medida da Secretaria Municipal da Educação

62 1

Do professor Djacyr Silva de Souza, professor da rede de ensino de Fortaleza, manda nota para este Blog protestando contra mudança feita pela Secretaria Municipal da Educação. Confira:

Caro jornalista Eliomar de Lima,

Sem nenhuma explicação aparente e sem consultas à comunidade escolar, a Secretaria Municipal de Fortaleza agora resolveu, de forma unilateral, extinguir turmas de Ensino Fundamental do 6º ao 9º Ano de algumas escolas deixando nestas apenas o ensino infantil e fundamental até a 5ª Série. Está fazendo isso em todas as escolas separando os professores e alunos e colocando-os em escolas diferentes da sua história de vida e do costume tradicional. Os pais, sem querer, terão de tirar seus filhos das escolas e colocar em outras perdendo o poder de escolha e preferência. Outra consequência com certeza será a superlotação de salas de aulas, pois o público de duas escolas agora será inserido em uma só.

Esta atitude prova o descompromisso dessa administração com o Ensino Fundamental de 6º ao 9º Ano, o que é também um descumprimento da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) e total desrespeito aos pais, alunos e professores.

A sociedade precisa saber que esta administração está querendo fugir de sua responsabilidade legal e tentando provocar caos na educação e na vida dos professores que terão sua carga horária picotada e incerta.

Djacyr Silva de Souza, professor.

FRANCISCO DJACYR SILVA DE SOUZA

http://caosnaeducacao.blogspot.com

Opportunity doou R$ 1,5 milhão ao PT

“Condenado em primeira instância na Justiça Federal por suposta corrupção na Operação Satiagraha, em 2008, o banqueiro Daniel Dantas doou, por meio de suas empresas, R$ 1,5 milhão para o diretório nacional do PT nas eleições.

É a primeira vez desde pelo menos 2002, quando a Justiça Eleitoral passou a divulgar as doações pela internet, que o banco Opportunity aparece na lista de financiadores de campanhas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

As doações ao PT ocorreram por meio de três fontes: o banco e suas empresas Opportunity Gestora e Opportunity Lógica, sediadas no mesmo endereço no Rio. Os repasses ocorreram no mês de setembro, antes do primeiro turno das eleições. Como o dinheiro entrou no caixa único do partido, por “doação oculta”, não é possível saber para qual campanha ele foi direcionado.

Pela lei, os partidos podem repassar os recursos para quaisquer candidatos e partidos de sua coligação. A prática, legal, se vale de uma brecha na lei que permite aos doadores não relacionarem suas contribuições aos candidatos.

Neste ano, o PT nacional recebeu R$ 130,5 milhões e repassou mais de 99% a candidatos e partidos aliados, como o PSC – destinatário de R$ 4,7 milhões, que declarou apoio a Dilma Rousseff às vésperas da campanha.

 (Folha Online)

UFC vai monitorar Seguro-Desemprego no País

“A Universidade Federal do Ceará fecha 2010 mostrando prestígio. Segundo o pró-reitor de Extensão da Instituição, Antônio Salvador, a UFC acertou, com o Ministério do Trabalho e Emprego, e será a responsável pelo monitoramento dos dados técnicos e de toda a estatística relacionada ao programa Seguro-Desemprego no País. Essa tarefa estava sob a responsabilidade da UnB que, no entanto, não conseguiu renovar contrato.

“A partir de 2011, a UFC fará esse trabalho que terá sede aqui. Vamos divulgar dados nacionais”, comemora o pró-retor.

Eis mais uma prova de que essa universidade sempre foi uma fábrica de formar bons técnico. Em todos os sentidos.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Olha o presente de Natal!!

Deixar uma criança frustrada e, em pleno Natal, é dose! Pois isso pode ocorrer com vários baixinhos que escreveram para os Correios fazendo pedido a um “Papai Noel” voluntário.

Muita gente pegou nas agências da ECT cartinhas, mas ainda não apareceu para entregar o presente. Neste sábado, o prazo termina.

Lula completa 470 dias em viagens ao Exterior

“Ao participar ontem e hoje de encontro da Cúpula Ibero-Americana, desta vez em Mar del Plata, na Argentina, o presidente Lula encerrará como recordista absoluto seu ciclo de viagens ao exterior. Hoje, quando embarcar de volta ao Brasil, terá completado 470 dias em deslocamentos internacionais -o equivalente a 16% de seu mandato de oito anos na Presidência, iniciado em 2003.

A marca não passa perto da de seus antecessores. Fernando Henrique Cardoso, por exemplo, em seus oito anos no Planalto, passou 347 dias em viagens fora do Brasil (12% do mandato). Bem atrás aparecem Itamar Franco (5%), José Sarney (8%) e Fernando Collor (10%).

Com essa passagem pela Argentina, Lula também arredondará uma marca: a de 150 dias em viagens pela América do Sul. Entre 1995 e 2002, FHC passou 113 dias em vizinhos sul-americanos.

Na comparação entre os dois, o petista vence de goleada em dias na África (54 a 13). Na Europa, por exemplo, a vantagem de Lula é mais apertada (137 a 116). No pacote de milhagem do presidente, estão 248 visitas ao exterior, com 87 diferentes nações, além da Antártida. Só pela Argentina Lula passou 18 vezes. Pelos EUA e Venezuela, 13 cada um.”

(Folha Online)

Blog Social – 50 Anos de Ubiratan e Terezita

276 1

O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Ubiratan Aguiar, e sua mulher, Terezita, comemoram seus 50 anos de casados em festa concorrida, no Barbra’s Cambeba, em Fortaleza. A festa terminou nas primeiras horas deste sábado.

Entre os convidados, o governador Cid Gomes e a primeira dama, Maria Célia, o presidente da Assembleia e vice-governador eleito Domingos Filho (PMDB), ministros do TCU, líderes empresariais como Jorge Parente (Sebrae) e vários políticos como os deputados federais José Arnon (PTB), Marcelo Teixeira (PR), Vicente Arruda (PR) e Aníbal Gomes (PMDB).

Da Assembleia Legislativa, compareceram os deputados estaduais Gony Arruda (PSDB) e Sérgio Aguiar (PSB). O deputado federal eleito Domingos Neto (PSB), ao lado de sua mãe, Patrícia Aguiar, licenciada da Secretaria do Turismo de Fortaleza, esteve no ato. O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios, Enesto Saboya, e o presidente eleito desse tribunal, Manuel Veras, puxaram as togas do TCM. Do Tribunal de Justiça, o desembargador Fernando Ximenes (com Marfisa Aguiar, sua mulher) puxou as togas do TJ-CE. Do Interior, lideranças como Tomás Figueiredo, ex-prefeito de Santa Quitéria, e Stênio Rios, ex-prefeito de Itarema, além de João Mota (com sua mulher Irene), ex-prefeito de Tejussuoca.

1.Familiares e amigos conferiram missa e a renovação do matrimônio de Ubiratan e Terezita, presidida pelo Padre Amorim. O casal combinou bem elegência com simplicidade, comentavam muitos durante a festa.

2. O governador Cid Gomes (PSB) chegou quase no fim da festa, ficando cerca de 30 minutos. Veio de vários compromissos oficiais cumpridos na Região do Cariri. Mesmo cansado, conversou bastante e foi muito cumprimentado. Por questão de uma hora não se encontra com o ex-governador Lúcio Alcântara (PR), que foi seu adversário na disputa recente pelo governo.

 

3. Ubiratan e Terezita, entre amigos, ganharam de presente do empresário e amigo Sérgio Braga um mimo: um livro contando um pouco da trajetória do casal, com depoimentos de familaires.

4. Com alguns amigos como o ex-deputado federal Manuel Viana e o jornalista Edilmar Norões (DN), Ubiratan lembrou também bons momentos em que atuou na política: de vereador a deputado federal.  Nessas horas, superava muitos problemas da área com o apoio da companheira Terezita. 

  

(Fotos – Paulo Moska)

Eleições 2010 – Tasso e Beto entre os que mais doaram na campanha

92 1

 

“Dois cearenses aparecem na lista dos 39 afortunados que doaram mais de R$ 1 milhão para candidatos nas eleições deste ano. Um deles é o senador Tasso Jereissati (PSDB), que postulou reeleição mas não obteve sucesso. Ele doou para sua própria campanha R$ 3,2 milhões, ficando em quinto lugar no ranking dos que mais contribuíram. Ele se junta aos outros 29 milionários que concorreram a algum cargo eletivo e tiraram dinheiro do próprio bolso para bancar as campanhas. No total, eles gastaram R$ 70,1 milhões no primeiro turno, segundo levantamento do site Contas Abertas.

Outro cearense que está no grupo cujas doações passaram de R$ 1 milhão é Beto Studart. O empresário, que é filiado ao PSDB e não concorreu nas últimas eleições, distribuiu quase R$ 1,7 milhão para candidatos que postularam diversos cargos. Para o ex-governador Lúcio Alcântara (PR), que disputou o comando do Palácio Iracema, ele doou R$ 696 milhões. Curiosamente, o governador reeleito Cid Gomes (PSB), desafeto e principal adversário de Lúcio, também recebeu recursos de Beto: R$ 400 mil.

Assim como o empresário cearense, outras oito pessoas fizeram doações sem ser em causa própria. De acordo com as prestações de contas entregues ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o último dia 29 de novembro, a soma desse recorte de financiamento chegou a R$ 11,6 milhões, elevando para R$ 82,5 milhões a participação dos magnatas no processo eleitoral.

Entre os financiadores milionários que não foram candidatos estão ainda os empresários Eike Batista, do setor de mineração e petróleo, e João Carlos Di Genio, dono da Universidade Paulista e grupo educacional Objetivo.

A maior doação registrada até agora foi de Mauro Mendes, candidato ao Governo do Mato Grosso pelo PSB. Ele investiu mais de R$ 9,7 milhões na própria campanha, o que equivale a 17% de toda a riqueza declarada. Mauro, entretanto, foi derrotado logo no primeiro turno pelo governador Silval Barbosa (PMDB).

Em segundo lugar na lista de maiores doações aparece Wilson Picler (PDT), que se candidatou novamente à Câmara dos Deputados do Estado do Paraná. Apesar de ter deslocado R$ 5,5 milhões de sua fortuna declarada em R$ 23 milhões, Picler também não obteve sucesso nas urnas.

Ocupando o quinto lugar no grupo de doadores milionários, a quantia desembolsada pelo senador Tasso Jereissati também não comprometeu as suas riquezas declaradas à Justiça Eleitoral. Numa eleição acirrada contra os deputados José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira, o tucano desembolsou R$ 3,2 milhões, sendo que seu patrimônio declarado ao TSE em 2010 foi de R$ 63,5 milhões. Mesmo assim, os recursos próprios de Tasso gastos durante a campanha corresponderam quase a metade de tudo que ele arrecadou: R$ 6,96 milhões.

Dinheiro que fica

Mesmo que os candidatos não tenham gasto tudo que arrecadaram, os recursos não poderão voltar para o bolso dos doadores.De acordo com a legislação eleitoral, as doações não utilizadas durante a campanha não poderão ser resgatadas pelo candidato ou devolvidas aos doadores. As eventuais sobras devem, no entanto, ser depositadas em favor do partido político.”

(O POVO)