Blog do Eliomar

Últimos posts

Padilha apregoa reforma fiscal

“O ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha, afirmou nesta sexta-feira (19) que o país vai continuar o ciclo de desenvolvimento, mas precisa avançar em três questões prioritárias: promover a reforma fiscal, criar um ambiente mais cooperativo no âmbito nacional e superar os conflitos de competência entre os Poderes.

Para o ministro, o Brasil precisa aperfeiçoar o sistema federativo de forma a impedir entraves ao desenvolvimento devido às diferenças regionais, além de trabalhar dentro de uma política “mais distributiva”. Nesse ponto, ele apontou os recursos que vão ser gerados pela exploração da camada do pré-sal, como “forma segura” para financiar o desenvolvimento nos próximos anos.

Durante a abertura do 1º Seminário de Planejamento Governamental, promovido pelo Conseplan (Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Planejamento), em Brasília, Padilha destacou a necessidade de se firmar um pacto com os Estados para a distribuição dos lucros do pré-sal de forma compatível com as necessidades de cada um deles. O ministro lembrou que há regiões no Sul do país que têm desenvolvimento extremamente pequeno e que por isso precisam de mais investimentos.

Padilha também defendeu a otimização do planejamento governamental para que o país seja, em 2016, a quinta economia do mundo. Para ele, União, Estados e municípios devem aproveitar experiências internacionais a fim de aperfeiçoar suas legislações e métodos de trabalho.”

(R7.com)

Três chapas disputam comando da Associação dos Defensores Públicos do Ceará

98 1

A eleição para o comando da Associação dos Defensores Públicos do Ceará promete. O pleito ocorrerá no próximo dia 3 e, pela primeira vez, envolverá três chapas.

Fábio Ivo é o candidato apoiado pela atual presidente da ADPEC, Mariana Lobo. Ele terá pela frente as chapas encabeçadas por Epaminondas Feitosa e Alfredo Romcy.

Todos, claro, estão prometendo luta pela valorização da categoria e pressão para fortalecer a Defensoria Pública do Estado.

Fica, no entanto, esquisito que uma entidade com tão poucos filaidos, esteja tão dividida. Mas é da democracia, não é mesmo?

Campo do América – Presidente do INSS recebe ofício da Prefeitura

O leilão do campo do América pode ser suspenso a qualquer momento, em face da manifestação de interesse da Prefeitura de Fortaleza em adquirir o imóvel. Na manhã desta sexta-feira, o senador eleito José Pimentel (PT) entregou o ofício, assinado pela prefeita Luizianne Lins, ao presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Valdir Moysés Simão.

No documento, a prefeita diz que as notícias de realização do leilão “tocam na municipalidade de Fortaleza, por força do longo período em que o mencionado terreno foi utilizado pela comunidade local, constituindo-se, assim, num espaço de construção da identidade da região da Cidade em que se localiza”.

Luizianne solicita do presidente do INSS a suspensão do leilão “a fim de que o Município de Fortaleza adquira o mencionado terreno”.

(Com INSS)

Paraguai não quer pagar impostos de Itaipu

“A República do Paraguai apresentou Reclamação (RCL 10920) ao Supremo Tribunal Federal (STF) na qual requer que seja reconhecido seu direito de integrar, na qualidade de diretamente interessada, as ações ajuizadas na Justiça por empresas prestadoras de serviço à Itaipu Binacional que contestam a cobrança de tributos por parte do município de Foz do Iguaçu e pelo estado do Paraná.

O Paraguai argumenta que a cobrança de tributos municipais (Imposto sobre Serviços – ISS e Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISSQN) e estaduais (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS) viola a norma de isenção tributária prevista no Tratado de Itaipu, que concedeu à hidrelétrica um regime legal diferenciado.

Os pedidos judiciais formulados pelo governo paraguaio para ingressar no polo passivo dessas ações, como assistente, foram indeferidos pelas Justiças estadual e federal no Paraná. As ações que contestam as cobranças de ICMS tramitam perante diversos juízos e estão em diferentes graus de jurisdição no estado do Paraná. Foram ajuizadas pela Brasil Telecom S/A, pela Empresa Brasileira de Engenharia S/A, Ivaí Engenharia de Obras S/A e UTC Engenharia S/A. O Paraguai sustenta que a cobrança de tributos em violação ao tratado afeta diretamente sua soberania.

Na reclamação, o governo paraguaio sustenta que a partir do momento em que apresentou petições nos autos dessas ações judiciais para delas fazer parte, os processos deveriam ter sido remetidos imediatamente ao STF, o que não aconteceu. “Compete ao STF processar e julgar, originariamente, litígio entre Estado estrangeiro ou organismo internacional e a União, o Estado, o Distrito Federal ou o Território, nos termos da alínea “e” do inciso I do art. 102 da Constituição da República Federativa do Brasil”, assevera o procurador-geral da República do Paraguai.

De acordo com o Tratado de Itaipu (artigo 12), às operações relativas a materiais e equipamentos que a hidrelétrica adquira em qualquer dos dois países ou importe de um terceiro país para utilizá-los nos trabalhos de construção da central elétrica, seus acessórios e obras complementares, não se aplicarão impostos, taxas e empréstimos compulsórios. O mesmo ocorre com relação aos lucros da empresa binacional e os pagamentos e remessas por ele efetuados a qualquer pessoa física ou jurídica.

O governo paraguaio esclarece que o mérito da reclamação (que se destina a proclamar preservação da competência do STF) não se confunde (embora se encontre conexo) com o mérito das diversas ações judiciais em tramitação. “A República do Paraguai considera que os débitos fiscais pretendidos pelo estado do Paraná e pelo município de Foz do Iguaçu atingem diretamente interesses, direitos e bens inerentes à soberania paraguaia, a começar de seu direito de ver respeitados e cumpridos fielmente os tratados internacionais que pactua com outros países da comunidade internacional”, sustenta o Paraguai na ação.

Na reclamação, o governo paraguaio pede liminar para que haja a imediata remessa dos autos de todos os processos judiciais ao STF (avocação), com a consequente suspensão de tutelas antecipadas ou liminares que tenham sido eventualmente concedidas. Há um pedido alternativo, no sentido de se determinar a imediata suspensão dos processos judiciais até que o mérito da reclamação seja julgado pelo STF. O relator da reclamação é o ministro Celso de Mello.”

(Do STF)

Uece abre Semana Universitária com quase 3 mil trabalhos

A Universidade Estadual do Ceará (UECE) vai mostrar o resultado de suas pesquisas durante a XV Semana Universitária. A abertura do evento ocorrerá às 9 horas da próxima segunda-feira, no auditório central do Campus do Itaperi, em solenidade presidida pelo reitor Francisco de Assis Araripe.

Nesta edição de 2010, que vai até o dia 26, um novo recorde de trabalhos inscritos. A Uece com quase três mil trabalhos, vindo em seguida a Unifor. A XV Semana Universitária tem como tema “Ciência para Humanidade” e a conferência de abertura será ministrada pelo professor Sidarta Tollendal Gomes Ribeiro, do Instituto de Neurociências de Natal/RN. Ele falará sobre Neurociência e Futuro. 

O evento reunirá toda a comunidade acadêmica da Uece e visitantes de universidades de diferentes estados brasileiros como a USP, a UNICAMP, Universidade de Brasília (UNB), entre outras. Os 2.917 trabalhos inscritos estão vinculados às áreas de Ciências Exatas e da Terra, Ciências Biológicas, Engenharias, Ciências da Saúde, Ciências Agrárias, Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas, e Linguística, Letras e Artes.

(Com site da Uece)

Temporão: "Pepino" da CPMF tem que ser jogado no colo do Congresso

114 3

“O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, disse hoje pela manhã no Recife que o “pepino” da CPMF (imposto do cheque) “tem que ser jogado no colo do Congresso Nacional”.

“Cabe ao Congresso, que nos representa, foram eleitos para isso, tentar com o governo e tentar numa equação resolver esse problema. Vamos precisar de mais dinheiro? Escutem o que eu estou dizendo: Vai precisar e vai precisar rápido”, alertou o ministro, em entrevista no Palácio do Campo das Princesas.

Temporão não traduziu em números de quanto o Ministério da Saúde precisa para garantir melhorias no serviço do SUS, mas, recentemente, falou em algo de mais R$ 50 bilhões, R$ 60 bilhões, para resolver o problema da Saúde. Segundo ele, essa é a equação que tem que ser enfrentada pela sociedade, pelo novo Congresso Nacional e pela nova presidente (eleita), Dilma Rousseff. Temporão participou, ao lado do vice-governador João Lyra Neto (PDT), de uma reunião sobre o combate à dengue em Pernambuco.”

(Blog da Folha)

Prazo para desconto da tarifa social de energia termina neste sábado

“Termina neste sábado (20) o prazo para acesso ao desconto da tarifa social de energia sem estar inscrito no Cadastro Único, na faixa de consumo maior ou igual a 80kWh/mês. Essa é a primeira etapa de adaptação à Lei 12.212, de 20 de janeiro de 2010, que acabou com a redução automática na conta de luz destinada a residências com consumo de até 80kWh/mês. O objetivo da mudança na legislação foi assegurar que os descontos, que variam entre 10% e 65%, se direcionem à população de baixa renda. O critério automático vinculado apenas ao baixo consumo, previsto na Lei 10.43 8, de 2002, acabava beneficiando moradores de flats e casas de veraneio.

A nova lei determina que todos os beneficiados da tarifa social constem do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – base de dados do Bolsa Família e de outros programas. Nesse caso, o limite de renda per capita chega a meio salário mínimo. A exceção ocorre quando a pessoa é atendida pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC), que deve informar à distribuidora o número do benefício ou o Número de Identificação do Trabalhador (NIT).

Gerenciado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), o Cadastro Único contém informações detalhadas sobre 20 milhões de famílias de todos os municípios brasileiros. Essa base de dados é usada também para isenção de taxas de inscrição em concursos públicos federais. Dessa forma, a população pobre tem acesso a diversos programas sociais, com a finalidade de melhorar sua condição de vida.

Os prazos para cadastramento foram escalonados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de acordo com o perfil de consumo. Para garantir o desconto após 20 de novembro, a família que apresenta consumo superior 80kWh/mês precisa apresentar à distribuidora de energia de sua cidade comprovante de inscrição no Cadastro Único, que é feito pelo gestor do Bolsa Família de cada município. Após receber a solicitação do consumidor com todos os documentos, como o Número de Identificação Social (NIS), a distribuidora tem 10 dias para encaminhar o pedido à Aneel, que tem mais 10 para responder. Atendidos os critérios, a distribuidora deverá conceder o benefício no prazo máximo de cinco dias úteis. São cinco escalas de consum o que precisam se adaptar às novas regras, com prazos que vão até 20 de novembro de 2011 (veja quadro abaixo).

Também passa a ter direito quem recebe o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC), ou seja, idosos e deficientes com renda familiar inferior a um quarto do salário mínimo. As famílias que, além de se enquadrar em uma dessas condições, sejam indígenas ou quilombolas, terão isenção total da conta de luz até o limite de 50kWh/mês. Esse desconto será custeado pela Conta de Desenvolvimento Energético. A tarifa social vai beneficiar ainda portadores de doença que necessitam usar continuamente aparelhos com elevado consumo de energia. Nesse caso, o critério é de três salários mínimos de renda total da família, mas ela também deve ser cadastrada.

As mudanças estabelecem um único limite nacional de 220kWh/mês, acabando com as diferenças de faixas regionais existentes nas regras atuais. Outra inovação foi assegurar o desconto de até 220kWh/mês para a família que apresentar consumo de energia superior a esse limite. Essa alteração é importante para não prejudicar as famílias mais numerosas ou que, eventualmente, exerçam atividade econômica em casa, o que acaba impactando no consumo de energia elétrica.

* Faixa de consumo e prazo para inclusão no Cadastro Único

Média móvel de consumo (kWh) 
Data 
 
maior ou igual a 80 
20/11/2010 
 
maior que 68 
20/03/2011 
 
maior que 55 
20/06/2011 
 
maior que 30 
20/09/2011 
 
menor ou igual a 30 
20/11/2011

Lula quer mudanças na Lei de Licitações

61 1

“O Congresso deve se mexer para mudar a Lei de Licitações. O pedido foi feito pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que voltou a reclamar da burocracia no país e da fiscalização do Tribunal de Contas da União sobre obras federais. Lula disse que muitas obras já estariam avançadas ou prontas não fossem os embargos feitos pelo TCU.

Em outras palavras, Lula lembrou que em muitos casos o tribunal embarga o repasse às obras, que ficam paralisadas por meses, e depois de tudo descobre-se que não há irregularidades.”

(Informe JB Online)

Homem é flagrado tocando fogo em área próxima ao Cocó

O Comando de Policiamento Militar Ambiental (CPMA) prendeu, nesta manhã de sexta-feira, um indivíduo que foi flagrado tocando fogo numa área circunvizinha ao Parque do Cocó, em Fortaleza. O suspeito está sendo levado para delegacia da área.

O titular da CPMA, Coronel Alencar, informa que está sendo averiguado se a área onde esse indivíduo fez fogo pertence à zona de proteção ambiental do Cocó. O nome não foi divulgado já que o fato terá apuração mais aprofundada, adianta o titular da CPMA.

IBGE – Número de leitos para internação caiu nos últimos quatro anos

“De 2005 a 2009, houve uma redução de 11.214 leitos disponíveis para internação nas unidades de saúde pelo país, de acordo com a Pesquisa de Assistência Médico-Sanitária (AMS) 2009, divulgada nesta sexta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No ano passado, o número de leitos apurados pelo estudo foi de 431.996. Em 2005, eram 443.210.

Ainda segundo o levantamento, do total de leitos registrados em 2009, 152.892 (35,4%) ficavam em estabelecimentos públicos e 279.104 (64,6%), em privados. A taxa nacional no ano passado foi de 2,3 leitos/mil habitantes, abaixo do parâmetro estabelecido pelo Ministério da Saúde, de 2,5 a 3 leitos/mil habitantes. Essa taxa só esteve acima dessa média na Região Sul, com 2,6 leitos/mil habitantes.

Em todas as Grandes Regiões ocorreu uma diminuição no número de leitos, com exceção da Região Norte, onde houve crescimento anual de 1%. As maiores reduções foram registradas no Nordeste (-1,7%) e no Centro-Oeste (-1,4%).

As regiões mais desprovidas de leitos por habitante continuam sendo as Regiões Norte (com 1,8 leito por mil habitantes) e Nordeste (com 2 leitos por mil habitantes). Nestas regiões, embora haja aumento dos leitos públicos e eles representem mais de 50% dos disponíveis para internação, o aumento não foi suficiente para compensar a diminuição dos leitos privados e o aumento populacional, segundo o IBGE.

O número de internações no ano de 2008 registrado pela AMS foi de 23.198.745, sendo 8.141.517 em estabelecimentos públicos e 15.057.228 em estabelecimentos privados. Os dados revelam, segundo o IBGE, uma queda relativa de 0,2% nas internações no país em relação às internações no ano de 2004, que foram de 23.252.613, sendo 7.022.089 em estabelecimentos públicos e 16.230.524 em estabelecimentos privados.”

TRE restaura mandatos do prefeito e do vice de Itapajé

“O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) restabeleceu os mandatos do prefeito e do vice-prefeito de Itapajé, Francisco Marques Mota (Padre Marques) e José Janairton Alves Sales, respectivamente. A decisão, por maioria, foi tomada durante a sessão dessa quinta-feira.

Ao apreciar embargos de declaração, o Pleno do TRE, por três votos contra um, acolheu os embargos dando efeito modificativo para alterar a decisão que havia cassado os mandatos de ambos com base na acusação de promessa de troca de votos por emprego em uma fábrica de calçado que seria instalada no município.”

(Site do TRE-CE)

Prédio onde mora família de Lula é assaltado

“O prédio onde mora a família do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em São Bernardo do Campo (ABC), foi assaltado na quarta-feira (17). A vítima foi um vizinho, funcionário da prefeitura da cidade. Segundo a Polícia Militar, o morador foi rendido por dois homens armados e teve R$ 8.000, relógios e celulares roubados. Os bandidos fugiram no carro da vítima.

Ainda de acordo com a PM, a vítima foi obrigada a seguir com os assaltantes em seu carro até ser abandonado, junto com o veículo, em Suzano (Grande SP). O prédio de Lula fica na avenida Francisco Prestes Maia, na área central da cidade. O presidente Lula, que não estava no edifício no momento do assalto, tem uma cobertura no local. Ontem, a polícia não informou se parentes dele estavam em casa no momento do roubo.”

(Folha Online)

BC – Meirelles pode não permanecer

Pelo visto, a presidente eleita Dilma Rousseff (PT) não vai querer a manutenção do estafe do Banco Central. Segundo a Coluna Painel, da Folha de São Paulo, desta sexta-feira, o presidente do BC, Henrique Meirelles, teria poucas chances de permanecer no cargo. Manter Meirelles na presidência do banco foi uma sugestão de Lula, mas Dilma estaria resistindo.

Mas ela avaliaria que mantendo Meirelles por enquanto, evitaria desestabilizações na economia no começo de seu governo. Henrique Meirelles era também o nome defendido por Lula para ser o candidato a vice na chapa de Dilma para a Presidência da República, mas foi preterido após pressão do PMDB.

Hospital das Clínicas é o primeiro no N/NE a alcançar 500 transplante de fígado

Passa bem a paciente E.F.L, de 29 anos, que se constituiu no benefíciário de número 500 de um transplante de fígado realizado pela equipe do médico Huygens Garcia, do Hospital das Clínicas, de Fortaleza0. O transplante teve início ás 23 horas de quinta-feira e foi concluido as 6 horas desta sexta-feira.

A paciente, natural do Pará, era acometida de cirrose pelo vírus da hepatite B que, pelo avançado estado da doença, exigia o transplante.

O doador, de 35 anos, teve morte encefálica e era de Sobral (Zona Norte), de onde o fígado foi trazido de helicóptero para o Hospital das Clínicas com o apoio do Governo do Estado.

Com essa intervenção cirúrgica, o Hospital das Clínicas se constitui no primeiro do Norte e Nordeste a chegar a esse número de transplantes de fígado, dsacou o médico Huygens Garcia.

IAB-CE manda nota para Blog defendendo concurso de projetos para a Praia do Futuro

62 1

Com o título “IAB-CE defende concurso de projetos para reordenamento urbano da Praia do Futuro”, eis nota que recebemos dessa entidade:
 
Nos  últimos  dias,  temos  acompanhado com  preocupação  a  evolução  de  uma  notícia  que  caiu  como  uma bomba  sobre  a  nossa  capital:  a  demolição  das  barracas  da Praia  do Futuro,  um  dos  principais  atrativos da oferta de turismo e lazer fortalezense. Face a uma cidade com poucas opções a oferecer ao público local e aos visitantes, a decisão da  Justiça  coloca uma  série de perguntas que  não querem  calar: Fortaleza  vai mesmo perder as barracas e, com elas, o tradicional e afamado kit caranguejo/cerveja/banho de mar? Qual o impacto dessa medida na economia urbana, na  receita do  turismo de origem nacional e  internacional e na oferta de trabalho e renda para a população? Com a demolição, que novo desenho será implantado? Qual será, então, o “futuro da praia”? 

É  bem  verdade  que  décadas  de  negligência  e  omissão  por  parte  do  poder  público  geraram  o  atual  quadro, facilmente  constatável  por  quem  quer  que  seja:  equipamentos  imensos  e  sofisticados  (que  de  barracas  não têm nada…), com piscina, boate, áreas privativas, grandes áreas exclusivas de estacionamento, pousadas e habitações  construídos,  segundo  a  decisão  judicial,  em  terrenos  legalmente  determinados  como  “não edificantes”.  Se  existem  verdadeiros  clubes  funcionando  na  orla,  cuja  implantação,  sobejamente  irregular, corresponde  a  consideráveis  somas  de  recursos  financeiros  investidos,  na  outra  ponta  há  barracas abandonadas, em  ruínas, autênticos  refúgios de bandidos, usuários e  traficantes de drogas pondo em perigo as vidas de locais e turistas. Em suma: uma absurda e inquestionável utilização inadequada do espaço público, que clama por urgente disciplinamento.
 
Entretanto, Fortaleza é reconhecida hoje, nacional e  internacionalmente, como uma cidade com forte vocação turística, atividade esta que se reflete com a mesma escala em seu perfil sócio-econômico. Sazonalmente, é o destino  de milhares  de  pessoas  que  se  deslocam  de  todas  as  partes  do  Brasil  e  do mundo  ansiosas  por conhecerem nossas praias, nossa culinária, nossos modos de vida. O conjunto de lazer e turismo da Praia do Futuro é, pois, um ativo econômico de maior monta, aspecto que precisa ser considerado em qualquer solução para a área. Em espectro mais amplo, deve ser tratado como algo que faz parte da nossa cultura, no que essa expressão  tem  de  dinâmico  e  revelador  das  peculiares  características  de  um  povo,  no  nosso  caso,  bom, irreverente e hospitaleiro.
 
Dito  isso, pergunta-se: quais as alternativas que poderiam ser adotadas pelo Ministério Público e a Prefeitura de  Fortaleza  (autores  da  ação)  no  enfrentamento  do  problema?  Se  se  contratou  uma  consultoria especializada  em  dinâmica  costeira,  por que  não  se  faz  o mesmo  com  relação  à  definição  de  novos  usos e ocupações  a  terem  lugar  em  uma  nova  configuração  física  para  a  área,  a  exemplo  do  que  foi  feito  para a Avenida Beira-mar? Será que a simples demolição das  “barracas”  resolverá o problema? Não seria possível construir  uma  solução  a  meio  termo,  qual  seja,  disciplinar  o  funcionamento  dos  equipamentos  praianos guardando respeito à legislação urbanística, aos imperativos ambientais e ao conforto dos usuários?
 
Propõe-se, então, que seja  realizado acordo perante a  justiça para a  requalificação urbana da área; que seja elaborado um estudo sobre o dimensionamento e o funcionamento dos equipamentos, bem como sobre a sua melhor  localização,  de  modo  a  privilegiar  o  interesse  público  e  o  usufruto  comum  da  paisagem  e  que  se estabeleça  uma  padronização  arquitetônica  e  de  saneabilidade,  que  venha  garantir  o  bom  atendimento e adequada prestação de serviços. Com base nas diretrizes elaboradas, sugere-se a realização de um concurso nacional de anteprojetos de arquitetura, nos moldes do concurso realizado em 2009 para a Avenida Beira-mar, para  a  escolha  da melhor  solução  para  a  área,  a  qual  deverá  ter,  entre  as  suas  qualidades,  a  rapidez  de execução,  o  baixo  custo  de  implementação  e manutenção  e  a  versatilidade/flexibilidade  de  uso,  de modo  a propiciar  uma  rápida  construção  do  novo  complexo.  Para  tanto  a  administração  pública  poderá,  inclusive, utilizar  instrumentos  legais  tais  como  as  operações  urbanas  consorciadas  e  as  parcerias  público-privadas, utilizando recursos privados para o reordenamento.
 
Entendemos  ser  esta  a  melhor  e  mais  rápida  solução  possível.  Toda  e  qualquer  intervenção  que  não contemplar os diversos  interesses presentes na área e,  fundamentalmente, o  interesse público, poderá estar fadada ao fracasso. Lutemos para que o lema “uma cidade para todos” comece pela sua orla. Com certeza, a cidade, seus habitantes e visitantes muito agradecerão.
 
Fortaleza-CE, 18 de novembro de 2010.
 
Diretoria do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Ceará (IAB-CE).

Por boa relação com a igreja, Dilma envia carta para o Papa

“A presidente eleita, Dilma Rousseff, escreveu ontem uma carta para o papa Bento 16 afirmando que espera ter “relações fecundas” com a Igreja Católica ao longo de seus quatro anos de governo. O texto foi escrito por Dilma e revisado pelo chefe de gabinete do presidente Lula, Gilberto Carvalho, um dos principais interlocutores do PT com os católicos.

O documento será entregue na segunda-feira, quando Carvalho terá uma reunião com o secretário de Relações Exteriores do Vaticano, monsenhor Monbert.

A carta busca mostrar que não ficaram ressentimentos por causa dos comentários do papa na campanha presidencial, quando ele declarou que era dever dos bispos intervir na campanha para condenar o aborto.”

(Folha Online)

Sobral recebe novo bispo

Já está em Sobral o monsenhor Odelir José Magri, que será ordenado bispo diocesano desse municípío da Zona Norte do Ceará  no próximo dia 12. Ele desembarcou nessa noite de quionta-feira procedente de Roma (Itália), onde exercia a função de vigário-geral da Congregação dos Combonianos. Na recepção, o padre Raimundo Nonato Timbó, além de outros sacerdotes, religiosos e religiosas da Diocese de Sobral e da Arqudiocese de Fortaleza e o secretário-executivo da Comissão Brasileira Justiça e Paz no Estado, Cláudio Régis Quixadá.

Em Sobral, o bispo nomeado pelo Papa Bento XVI conhecerá a estrutura da diocese. O monsenhor ainda dve participar, de 23 a 25 próximos, em Fortaleza, na Casa das Irmãs Josefinas, em Messejana, do encontro do Conselho Regional Episcopal, que congrega todos os bispos cearenses. O bispo nomeado, após isso, seguirá para Chapecó (SC) onde visitará seus familiares.

Monsenhor Odelir Magrio só voltará para Sobral no dia 12 para a cerimônia de sagração episcopal que terá a presença de bispos de vários dioceses cearenses e do núncio apostólico do Brasil, dom Lorenzo Baldisseri. A cerimônia religiosa será na Catedral de Nossa Senhora da Conceição, em horário a ser definido. Odelir José Magri sucederá dom Fernando Saburido, hoje arcebispo de Olinda e Recife.