Blog do Eliomar

Últimos posts

Concurso – 95 vagas para CNPq e 44 para Biblioteca Nacional

O Ministério do Planejamento publicou hoje (18), no Diário Oficial da União, autorização para a abertura de dois concursos públicos, com um total de 139 vagas. Serão abertas 95 vagas no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), agência de fomento vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, e 44 na Fundação Biblioteca Nacional (FBN), instituição ligada ao Ministério da Cultura que coordena o Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas e a política de incentivo à leitura.

O edital será publicado no prazo de seis meses a contar da data da publicação no jornal oficial. O Ministério da Ciência e Tecnologia e a FBN escolherão a instituição que irá aplicar as provas e definir as datas.

No concurso público para o CNPq, serão oferecidas 46 vagas de nível superior, para analista em ciência e tecnologia, e 49 vagas de nível intermediário, para assistente em ciência e tecnologia. O provimento dos cargos tem o objetivo de substituir funcionários terceirizados, situação em desacordo com a legislação, e deverá ocorrer a partir de janeiro de 2011, tendo a extinção de 188 postos de trabalho.

O concurso da FNB vai selecionar servidores para o provimento de cargos do Plano Especial de Cargos da Cultura, a serem preenchidos a partir de maio do próximo ano. Os aprovados no concurso também substituirão terceirizados em situação irregular, com a obrigação de que sejam extintos 44 postos de trabalho.”

(Agência Brasil)

Cid quer todos os prefeitos por Dilma

O chefe do executivo estadual fazendo adesivaço.

O governador reeleito Cid Gomes s(PSB) vai reunir, nesta segunda-feira, às 18 horas, no Hotel Praia Centro, em Fortaleza, prefeitos e lideranças de todo o Ceará. O objetivo é reforçar a mobilização em favor da campanha da candidata petista à Presidência da República, Dilma Rousseff.

Durante o encontro, Cid ouvirá ideias e sugestões de mobilizações para todos os municípios.

DETALHE – Todos os 184 prefeitos foram convidados a participar. Inclusive Luizianne Lins (PT), agora integrante da coordenação nacional da campanha dilmista.

TSE manda retirar de circulação o Jornal da CUT

61 1

“O ministro Joelson Dias, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou, na madrugada desta segunda-feira (18), a retirada de circulação do Jornal da CUT e da Revista do Brasil. O conteúdo “censurando” é referente à edição do mês de setembro do jornal da central sindical. E o da revista, à edição de outubro, que traz na capa a foto da candidata à presidência, Dilma (PT).

A decisão do ministro tem como base liminar de autoria dos advogados da campanha de José Serra (PSDB) – adversário de Dilma – que acusa a CUT e a Revista do Brasil de produzirem “farto material” impresso para promoção da candidata. Além do material impresso, o conteúdo postado na internet também deverá ser retirado. Na decisão, Joelson Dias ressalta que “os sindicatos não podem contribuir direta ou indiretamente para a campanha de um candidato ou de um partido”.

Na liminar, os advogados da campanha de Serra também pedem que seja retirado do ar o blog do presidente da CUT, Artur Henrique, o que não foi atendido pelo ministro. 

O jornal, produzido pela CUT, foi criado em 2008 e tem uma tiragem de 20 mil exemplares. Ele é distribuído mensalmente.

Já a revista é produzida pela Editora Gráfica Atitude Ltda. No site da empresa diz que a revista é distribuída mensalmente para 360 mil trabalhadores, por meio de dezenas de entidades sindicais ligadas a profissionais dos mais diversos setores da economia – como indústria, energia, bancos, saúde, educação.

Segundo a editora, para atender ao público que não recebe o material por meio dos sindicatos, desde o junho de 2008 a publicação é distribuída também em bancas de todas as capitais e nas principais cidades do estado de São Paulo. 

(Blog do Noblat)

OAB-CE abre inscrições para lista sêxtupla de desembargador

O presidente da OAB do Ceará, Valdetário Monteiro, informou, nesta segunda-feira, que as inscrições para o processo seletivo destinado à formação da lista sêxtupla da qual sairá o desembargador do chamado quinto constitucional destinado a membro da advocacia terão início nesta terça-feira. O processo vai até o dia 8 de novembro. Dessa vez, nada de consulta à categoria.

O Conselho Estadual da Ordem fará a seleção, alegando caráter extraordinário. Todos os advogados maiores de 35 anos, regularmente inscritos na OAB-CE e com mais de 10 anos de exercício profissional poderão participar do processo.

SERVIÇO

* Inscrições na OAB – Rua Lívio Barreto, 668, Bairro Dionísio Torres.

* Edital disponível no site da entidade (www.oabce.org.br) e no Diário da Justiça do dia 1º de outubro de 2010.

(Foto – Paulo Moska)

Resgate dos mineiros – Excessos da imprensa no Chile são criticados

“A presença de mais de 1.300 jornalistas para a cobertura, passo a passo, minuto a minuto, do resgate dos mineiros no Chile gerou ampla repercussão nos centros internacionais de mídia.
Artigos em fóruns de mídia independentes e sites de universidades ao redor do mundo questionavam a cobertura exagerada de um evento de relevância discutível. “Mandar seis fulanos da Reuters não teria sido suficiente?”, perguntava um usuário numa discussão acalorada no Twitter.

A mesma pergunta estava, sob outra forma, na frase do professor da Universidade de Nova York Jay Rosen. “É uma boa história, mas [a presença de] 1.300 jornalistas corresponde à realidade?”
A “realidade” é a do investimento maciço de recursos numa cobertura pontual, numa época marcada pela verba cada vez mais enxuta para grandes coberturas internacionais e correspondentes estrangeiros.

Artigos publicados no “Guardian” e no “New York Times” da semana passada relatavam o impacto da cobertura do resgate dos mineiros sobre o orçamento da rede britânica BBC. Segundo um relatório da empresa, a operação custou mais de 100 mil libras, que não estavam previstas no orçamento original do período.

A consequência? A redução de outras operações de cobertura -o encontro climático, em Cancún (México), em novembro, e a próxima reunião do G20. O exagero na cobertura em San José também mobilizou o professor da Universidade Lehigh (EUA) Jeremy Littau.

“Essa história me deprime”, escreveu em seu blog, mencionando a ” insanidade das escolhas midiáticas atuais, preocupadas apenas com a audiência”. Ele lembrou ainda que o terremoto no Chile, há poucos meses, esteve longe de atrair tamanho interesse. “Mil e trezentos jornalistas! Imagina o que poderíamos fazer com isso? Por que cada canal de TV precisa ter sua própria câmera e seu próprio repórter na era do satélite? O que vejo é uma indústria desperdiçando recursos financeiros e humanos.”

Na Itália, o jornalista e professor da Universidade de Macerata Gennaro Carotenuto comparou o resgate a um reality show -feito pela e para a mídia. Para ele, o presidente do Chile, Sebastián Piñera, programou a libertação dos mineiros “de acordo com os horários de máxima audiência televisiva”.”

(Folha Online)

Lúcio explica o porquê de apoiar Serra

94 9

Diante da repercussão do seu apoio ao candidato tucano a presidente, José Serra, o que gerou boa carga de reprovação em vários comentários neste Blog, o ex-governador Lúcio Alcântara reagiu. Ele usou seu Blog, nesta segunda-feira, para explicar o porquê de ter mudado. No primeiro turno, ele foi Dilma Rousseff (PT). Agora é serrista. Confira:

Cearense,

Quero compartilhar com você, que merece todo o meu respeito, uma decisão importante para o futuro do nosso Estado e do nosso País. Faço, antes, um breve histórico dos últimos acontecimentos.

Quando decidi oficializar meu nome como candidato ao Governo do Estado tive a garantia do presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, do ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e do líder do Governo na Câmara, Cândido Vaccarezza, entre outras lideranças nacionais do partido, de que a candidata Dilma Roussef participaria de nossa campanha, como faria em todos os estados onde houvesse mais de um palanque de aliados.

No primeiro turno, apoiei lealmente, e com empenho, a candidatura de Dilma à presidência da República. Mas não houve reciprocidade. O que vimos foi um apoio ostensivo da candidata Dilma ao nosso adversário. Mesmo assim, continuamos levando o nome de Dilma a todo o Estado até o dia 3 de outubro.

Logo após as eleições, e sem ao menos nos comunicar, o PT anunciou o nome do deputado Ciro Gomes como coordenador da campanha petista no Nordeste.

Em busca de nosso apoio, e sabedor do compromisso que tenho com o Ceará, fui convidado pelo candidato José Serra a ouvir suas propostas. Ele reiterou seu compromisso com o Nordeste e com o Ceará. Compartilhei com todos do PR, e com pessoas que estiveram junto conosco durante o primeiro turno das eleições, o convite para apoiar Serra à presidência da República. E juntos tomamos a decisão.

O povo me colocou na oposição. E estou convicto de que o Ceará precisa de uma forte frente de oposição ao atual governo. Não uma oposição incoerente, mas uma oposição consistente. Neste primeiro momento, nossa meta é eleger José Serra presidente do Brasil. Depois, estarei, com todos do Partido da República, ao lado do PPS, do PSDB, do DEM e de todos que queiram o melhor para o Ceará e para o seu povo.

Até a capitalização, Petrobras investiu R$ 47 bilhões em obras e aquisição de materiais

“Dados do Ministério do Planejamento mostram que o Grupo Petrobras investiu, entre janeiro e agosto deste ano, mais de R$ 47 bilhões em obras e aquisição de materiais. O montante representa 91% do total aplicado pelas estatais brasileiras no período (R$ 51,8 bilhões) e é 20% superior ao verificado no mesmo período do ano passado, em valores atualizados. Além disso, é a maior quantia já investida pela empresa no período janeiro-agosto desde 1995, primeiro ano completo do Plano Real, em valores atualizados (veja a tabela). Esses são os últimos resultados dos investimentos da empresa antes da mega capitalização, que aconteceu em setembro.

Para o sociólogo Antônio Ramalho, professor de relações internacionais da Universidade de Brasília, a capitalização da estatal servirá para elevar  ainda mais os recursos a serem investidos. Ele não vê possibilidade de privatização da empresa e acredita que, no longo prazo, os investimentos da Petrobras podem refletir na vida dos acionistas da empresa. “Isso acontecerá quando [os investimentos] vierem a produzir resultados e as ações se valorizarem”, afirma.

Dos R$ 94,9 bilhões previstos para as estatais este ano, quase 84% está por conta do Grupo Petrobras e suas 29 empresas – pouco mais de R$ 79,3 bilhões. O restante é dividido entre entidades vinculadas ao Grupo Eletrobrás, Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), entre outras. A verba autorizada apenas para investimentos da Petrobras este ano é R$ 20,9 bilhões superior à prevista para os Três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) e três vezes maior do que a dotação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Orçamento Geral da União 2010.

Este ano, até agosto, o “PAC Orçamentário” – que não inclui os investimentos das estatais, estados, municípios e financiamentos habitacionais – foi responsável por aplicar R$ 11,3 bilhões em projetos e atividades espalhados por todo o país. Isso significa que a Petrobras sozinha, em oito meses, desembolsou R$ 35,9 bilhões a mais que o carro-chefe do governo Lula no mesmo período. Os valores do programa referem-se aos recursos de obras e projetos tocados pela administração federal direta passíveis de monitoramento por meio do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi).

Apesar das boas marcas registradas nos oito primeiros meses deste ano, o montante investido pela Petrobras ainda representa 59% do total previsto para a estatal em 2010. Se o ritmo de investimentos permanecer na mesma média de janeiro-agosto, ao final do ano a empresa terá investido 89% dos R$ 79,3 bilhões.

De 1995 para cá, os investimentos da Petrobras, voltados a atividades de oferta de petróleo e gás natural em âmbito nacional e internacional, também aumentaram significativamente sua participação do Produto Interno Bruto (PIB). Naquele ano, o R$ 1,9 bilhão (em valores correntes) desembolsado pela estatal nos oito primeiros meses representou 0,57% da soma das riquezas produzidas no país no mesmo período. Já entre janeiro e agosto deste ano, o montante investido pela empresa equivale a 2,73% do PIB apurado no primeiro semestre, o maior índice desde 1995.”

(Site Contas Abertas)

Dois presos fogem do quartel do Corpo de Bombeiros

57 1

“Dois homens fugiram do Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros, bairro Jacarecanga, na noite deste domingo, 17. De acordo com informações repassadas ao O POVO Online pelo capitão Márcio Albert, assessor de comunicação da corporação, a fuga foi percebida por volta de 18 horas.

Fugiram José Cláudio Leite, acusado de sequestro, e o português Luiz Jorge Lopes Morreira, acusado de estelionato na Europa e preso em Fortaleza por bigamia – ele havia casado duas vezes, com uma portuguesa e uma brasileira. Segundo o capitão, foi aberto inquérito para apurar como os dois presos saíram da cela, que não tinha sinais de arrombamento.

José Cláudio é acusado de participar do sequestro de um estudante em junho de 2008, quando ele saía de uma escola particular no bairro Papicu. Ainda de acordo com o capitão, os homens devem ter deixado o prédio pulando o muro de trás, já que não passaram pelos guardas que ficam na frente do prédio.”

(O POVO Online)

Tudo pronto para o III Festival UFC da Cultura

“O  Teatro Universitário Paschoal Carlos Magno abarigará atividades do III Festival UFC de Cultura, que começa nesta segunda-feira e se estenderá atésexta-feira, com atividades voltadas para as artes cênicas. A programação, aberta ao público, começa às 16 horas, na sala Gracinha Soares, com aula-espetáculo do ator, dramaturgo e produtor Ricardo Guilherme, um dos mais importantes nomes do teatro cearense.

A encenação retrata o cinquentenário do Curso de Arte Dramática (CAD) da UFC, primeiro curso técnico de Teatro do Estado. Antes da apresentação, Ricardo Guilherme inaugura oficialmente, no Teatro Paschoal de Carlos Magno, a sala DOC Teatro, um espaço de preservação da memória das artes cênicas cearenses, com fotografias, vídeos, áudios, livros e outros materiais doados pelo próprio ator. A proposta é tornar o acervo disponível à sociedade, para consultas e pesquisas.

A programação teatral do III Festival UFC de Cultura segue na terça-feira (19), a partir das 17h, também na sala Gracinha Soares, com o espetáculo de experimentação de dança “Pererê”. Na quarta-feira (20), às 20h, no mesmo local, o coordenador da graduação em Artes Cênicas da UFC, Prof. Gil Brandão, faz uma apresentação dramática de poemas do escritor português Fernando Pessoa, através do espetáculo “Pessoa Persona”.

Pouco antes, às 19 horas, na praça central do Campus do Pici, estudantes e professores do Instituto de Cultura e Arte (ICA) da UFC realizam a ação artística “Caleidoscópio Trans for mar” – uma mistura de dança, teatro, canto e cinema.

O encerramento da programação será feito na quinta-feira (21), a partir das 20 horas, com uma homenagem póstuma à atriz e professora Gracinha Soares, uma das personagens mais marcantes na história do CAD e do Teatro Universitário.

Nesse dia, haverá exposição fotográfica em memória à artista e, ainda, o espetáculo “Ramadança”, em que Ricardo Guilherme interpreta uma rainha de Maracatu. O autor também lança a publicação do texto “Loa”, na qual ele supera velhos debates sobre o maracatu e mergulha em uma profunda análise política e antropológica dos costumes fortalezenses.”

(Site da UFC)

Taxa básica de juros deve ficar em 10,75%, preveem analistas do mercado financeiro

“Analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) esperam a manutenção da taxa básica de juros, a Selic, no patamar de 10,75% ao ano, na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), marcada para esta terça-feira, 19, e para a quarta-feira, 20.

Para os analistas, a Selic, instrumento de controle da inflação, também não deve ser alterada na última reunião do ano, nos dias 7 e 8 de dezembro. O Copom eleva os juros para estimular a poupança e conter a expansão excessiva da demanda. O comitê também pode não mexer nos juros básicos quando acredita que o patamar da taxa é suficiente para gerar equilíbrio entre o que se produz, o que se compra e os preços. Pode ainda reduzir a taxa Selic se o objetivo for aquecer o mercado consumidor e estimular a atividade econômica.

Segundo o boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira, 18, pelo BC, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve ficar acima do centro da meta de inflação (4,5%) neste ano e em 2011, na avaliação dos analistas. Mas a expectativa está abaixo do limite superior de 6,5%. A projeção para o IPCA neste ano está em 5,20%, contra 5,15% da semana passada. Essa estimativa tem crescido nos últimos dias. Há quatro semanas, a projeção era de 5,01%. Para 2011, a expectativa para o IPCA oscilou de 4,98% para 4,99%. Essa estimativa era de 4,95% há quatro semanas.
 
O boletim Focus também traz projeções para o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI). A previsão referente a esse índice passou de 9,64% para 9,68%, neste ano, e de 5,08% para 5,14%, em 2011. A expectativa para o Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M) oscilou de 9,57% para 9,73%, em 2010, e de 5,07% para 5,25%, no próximo ano.
A projeção para o Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe), neste ano, passou de 5,24% para 5,33%. Para 2011, subiu de 4,63% para 4,66%. A expectativa dos analistas para os preços administrados caiu de 3,53% para 3,50%, em 2010, e de 4,75% para 4,70%, em 2011.
Os preços administrados são aqueles cobrados por serviços monitorados, como combustíveis, energia elétrica, telefonia, medicamentos, água, educação, saneamento, transporte urbano coletivo, entre outros.” 

(Agência Brasil)

2º Turno – Tucano diz que PV ficou neutro para manter cargos em Estados como o Ceará

123 2

O deputado federal Raimundo Gomes de Matos, vice-presidente regional do PSDB, lamentou, nesta segunda-feira, que a senadora Marina Silva tenha adotado uma postura neutra com relação ao segundo turno da eleição presidencial. O PV e Marina, que disputou a presidência da República e ajudou, com mais de 20 milhões de votos, a forçar o segundo turno, decidiram não optar por Serra (PSDB) ou Dilma Rousseff (PT)  durante encontro nacional realizado nesse domingo, em São Paulo.

“A gente lamenta essa postura do PV e da senadora Marina. Todos esperavam que Marina, que se saiu bem nas eleições e como líder do seu partido, se posicionasse”, disse o parlamentar.

Raimundo Gomes, no entanto, não se disse surpreso, observando que a decisão de Marina deve ter sido resultado da pressão de diretórios regionais do PV que acharam melhor evitar brigas e manter posições em cargos públicos. Ele citou como exemplo disso o PV do Ceará, onde, por conveniências, detém posições na esfera estadual.

Polêmica do aborto faz bispos racharem

“A discussão da questão do aborto na campanha eleitoral, que está dividindo os católicos por causa do veto de alguns bispos à candidata petista Dilma Rousseff, provocou um racha no episcopado em nível nacional e deverá deixar sequelas na vida da Igreja, seja qual for o resultado do segundo turno, em 31 de outubro.

A polêmica terá também reflexos na eleição para a presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em maio do próximo ano, quando um grupo conservador, contrário à atual linha de diálogo, tentaria tomar o poder para adotar uma posição mais dura de oposição ao governo. Pelo menos, na hipótese de Dilma vir a ser a vencedora.

A confusão foi armada pelo apoio dado pela direção do Regional Sul 1, que reúne as 41 dioceses de São Paulo, em 26 de agosto, a uma nota intitulada Apelo a Todos os Brasileiros e Brasileiras, da Comissão em Defesa da Vida, que recomendava aos eleitores que “independentemente de suas convicções ideológicas ou religiosas”, dessem seu voto “somente a candidatos ou candidatas e partidos contrários à descriminalização do aborto”.

O autor ou inspirador do texto foi o padre Berardo Graz, da diocese de Guarulhos, cujo bispo, d. Luiz Gonzaga Bergonzini, encampou o manifesto e citou, entre os vetados, o nome de Dilma. Passado o primeiro turno, d. Luiz Gonzaga reiterou sua posição, alegando que, embora a petista tenha feito uma profissão de fé em defesa da vida, não se podia acreditar nela. “Dilma, que se faz agora de santinha para dizer que é contra o aborto, já mudou de opinião três vezes.”

Artigos e entrevistas de d. Luiz Gonzaga irritaram outros membros do episcopado paulista, principalmente porque grupos de católicos contrários ao aborto e à candidatura Dilma distribuíram milhares de cópias da nota do Regional Sul 1 de apoio ao manifesto da comissão coordenada pelo padre Berardo.

A distribuição do material em paróquias de outras dioceses, à revelia de seus bispos, pôs mais lenha na fogueira. O texto se multiplicou também em mensagens pela internet, espalhando-se por todo o País.”

(Agência Estado)

Expectativa da economia não é boa para 2011

“Enquanto Dilma Rousseff e José Serra praticamente ignoram o debate dos temas macroeconômicos, as expectativas de analistas e investidores para o próximo ano vêm piorando ao longo da campanha eleitoral.

A petista e o tucano ostentam a condição de economistas em seus programas de rádio e TV, mas pouco ou nada se sabe sobre o que pretendem fazer a respeito das políticas fiscal, de administração das receitas e gastos públicos; monetária, de controle dos juros e da inflação; e cambial, referente à relação entre o real e as moedas de outros países.

Nos três casos, o futuro presidente terá de tomar medidas para responder a incertezas que se acumularam nos últimos meses e tornaram o cenário para 2011, embora sem ameaça visível de crise, menos benigno do que parecia antes do início oficial da corrida ao Planalto. A preocupação mais imediata é com a credibilidade do Orçamento federal.

Desde o ano passado, o governo não tem conseguido cumprir as metas de superavit primário, ou seja, a parcela da arrecadação de impostos e outros recursos poupada para abater a dívida pública.

Segundo pesquisa do Banco Central, o mercado não acredita no anunciado superavit de 3,3% do Produto Interno Bruto em 2011. As projeções dos especialistas, que convergiam para 3% até julho, hoje estão em 2,8% do PIB. A diferença em relação à meta é de quase R$ 20 bilhões, ou um ano e meio de Bolsa Família.”

(Folha Online)

Cid diz que não é adepto da vingança. Sobre secretariado, só a partir de novembro

O governador Cid Gomes (PSB) afirmou, nesta manhã de segunda-feira, que não é adepto da vingança. Ele chegou a observar: “Vingança? Só na imaginação”. Essa foi sua reação, ao ser perguntado, durante entrevista ao programa Paulo Oliveira, na rádio Verdes Mares AM, sobre críticas e ofensas sofridas durante a campanha eleitoral.

Cid reiterou que, sobre ofensas como a de ter tido seu nome envolvido em acusações de suposto esquema com prefeituras e possível desvio de R$ 300 milhões, já ter entrado na Justiça. “Entrei na Justiça contra cada uma das agressões na campanha”, informou.

Sobre a campanha, disse ter perdido cinco quilos e que circulou todo o Estado, quando teve condições de conhecer mais de perto os problemas, no que deixou claro: vai fazer uma gestão em busca da geração de empregos e que não poderá se acomodar com os avanços. Nesse aspecto, voltou a lamentar a perda do estaleiro, empreendimento que, na praia do Titanzinho, geraria cerca de 4,5 mil empregos para a população dessa área de Fortaleza.

Nesse episódio, ele encontrou oposição da prefeita Luizianne Lins (PT), que defendeu a preservação da praia do Titanzinho como ponto para ser explorado em termos turísticos. A partir desse fato, as relações políticas entre Cid e Luizianne ficaram estremecidas.

O governador prometeu também: a partir de novembro, avaliará o que deu certo com a equipe para reforçar o que foi feito e aprimorar o que precisa ser aprimorado. Cid anunciou também que vai despachar no Palácio da Abolição, hoje em reforma. Atualmente, ele despacha no Palácio Iracema.

Nada lhe foi perguntado sobre sua relação com o senador tucano Tasso Jereissati, de quem ficou distante a partir do momento em que optou pelo apoio a Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT) para o Senado. Cid chegou ao Governo em 2006 apoiado por Tasso, que acabou não endossando a reeleição de Lúcio Alcântara.

Bancários assina acordo com banqueiros nesta 3º feira

O presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo Bezerra, seguiu, nesta segunda-feira, para Brasília. Ali, ele participará de reunião de avaliação da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Instituições Financeiras (Contrafi) pós-greve dos bancários. Segundo Bezerra, a categoria saiu vitoriosa da paralisação, pois conseguiu avanços importantes.

Entre avanços, reajuste de 7,5%, o que dá um ganho real sobre a inflação de 3,08%, assim como aumento na participação dos lucros na ordem de 14,3%.

Carlos Eduardo Bezerra, que integrou a coordenação nacional da greve dos bancários, estará nesta terça-feira em São Paulo para participar do ato de assinatura do acordo coletivo da categoria com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

Funceme torce por "chuva" em seu roçado técnico

162 1

“O Ceará está vivendo uma perspectiva de bom inverno em 2011, segundo técnicos da Funceme. Entre vários fatores positivos, a ausência do fenômeno ‘el niño” no oceano Pacífico. Mas entre aqueles que formam o órgão, o clima é de terra seca. Mais dois técnicos estão dando adeus à Funceme porque passaram em concurso público e ganharão bem mais do que os R$ 3.500,00 mensais que percebem.

No setor, há expectativas de que o novo Governo Cid Gomes possa, finalmente, implantar um plano de cargos, carreiras e salários condizente com um contingente formado por mestres e doutores. Cid Gomes até que investiu na Funceme, que ganhará um moderno radar meteorológico, reconhecem os técnicos. Mas falta agora investir em recursos humanos num órgão que, hoje, tem credibilidade no estudo do clima.”   

(Coluna Vertical, do O POVO)