Blog do Eliomar

Últimos posts

Greve ameaça aeroportos brasileiros

Uma reunião do Ministério Público do Trabalho com representantes dos sindicatos das companhias aéreas e dos trabalhadores do setor terminou sem acordo nesta terça-feira. Diante do impasse, a paralisação da categoria está mantida para a esta quinta-feira, dia 23, antevéspera de Natal.

Neste dia, às 5 horas, estão programadas assembleias em várias capitais, principalmente no Rio (em frente ao aeroporto Santos Dumont) e em São Paulo (Guarulhos e Congonhas), onde os funcionários do setor aéreo estão mais mobilizados. A categoria promete ao menos uma operação-padrão, o que deverá gerar atrasos em cascata nas principais rotas.

A possibilidade de crise aérea fez com que a presidente eleita, Dilma Rousseff, desistisse de tirar o comando dos aeroportos da Defesa e repassasse para a Secretaria de Portos, criando a secretaria de Portos e Aeroportos. Só depois ela vai avaliar a conveniência de criar a pasta de Aeroportos.

Estão programados para o dia 23 entre 480 mil e 500 mil embarques e desembarques, com pelo menos 240 mil passageiros circulando entre os principais aeroportos do país.

Para evitar quebra-quebra nos aeroportos, caso a greve se confirme, o Ministério da Defesa enviou ofício aos governadores, solicitando reforço na segurança. A recomendação é que a Infraero também reforce sua equipe.”

(Com Agências)

Datafolha – 83% dos brasileiros acham que Dilma fará governo igual ou melhor que Lula

“Pesquisa Datafolha feita em todo o país revela que, para 83% da população, a presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), fará um governo igual ou melhor que o de Luiz Inácio Lula da Silva. Para 53%, a gestão dela será igual à dele. Segundo 30%, porém, ele se sairá melhor, informa a reportagem de Silvio Navarro publicada na edição desta quarta-feira da Folha.

O futuro governo será ótimo ou bom para 73%. É a segunda expectativa mais otimista desde a redemocratização –perde para Lula, que tomou posse em 2003 com 76%. Para quase um quinto dos entrevistados (18%), a saúde é a área em que Dilma deve se sair melhor.

Já o pior desempenho da petista aparece na expectativa de combate à corrupção, quesito em que 20% consideram que sua atuação será ruim ou péssima.”

(Folha Online)

Efeito Cascata – Deputados do Ceará vão ganhar R$ 20 mil por mês

191 2

“Depois da Câmara dos Deputados, a Assembleia Legislativa está prestes a aprovar o reajuste dos deputados estaduais para 2011. O aumento é fixado em 75% do salário dos deputados federais, que passarão a receber R$ 26,7 mil por mês, além de verbas parlamentares, conforme o aprovado na semana passada.

Enquanto a Câmara dos Deputados aprovou reajuste de 61,8%, aqui, o percentual girou em torno de 45%. O salário daqueles que ocuparão cadeiras no Legislativo estadual passará de R$ 11 mil para R$ 20 mil, após ser aprovado pelos deputados. Com isso, o Ceará segue o que diz a lei, assim como São Paulo e Minas Gerais se anteciparam na semana passada em aumentar os salários dos parlamentares estaduais.

A um dia de entrar em recesso, o projeto de lei da Mesa Diretora foi aprovado na manhã de ontem, durante reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, além das reuniões conjuntas das comissões de Orçamento, Finanças e Tributação; Trabalho, Administração e Serviço Público, e Defesa do Consumidor. Dessa forma, a medida fica pronta para ser votada hoje em plenário, assim como o Orçamento do Estado.”

(O POVO)

Cid pode aproveitar tucano em seu secretariado

134 1

Gony ao lado de Tasso.

“Há quatro anos, o então governador eleito Cid Gomes (PSB) surpreendeu ao convidar o PSDB para integrar o primeiro escalão do seu Governo. Algo inimaginável no momento, a estratégia pode ser repetida e Cid voltar a convidar um tucano para estar entre seus secretários. Conforme três fontes de trato direto com o Palácio Iracema, o deputado tucano Gony Arruda está cotado para assumir a pasta do Esporte.

No primeiro Governo, os tucanos no primeiro escalão foram o deputado Marcos Cals, na Justiça e Cidadania, e Bismarck Maia, no Turismo. Isso após Cid disputar com governador, à época do PSDB, Lúcio Alcântara. A medida minou qualquer tentativa de se fazer oposição firme ao Governo.

Tempos depois, Bismarck pediu licença do partido. E Cals, até o início deste ano, ocupava o cargo a ele designado. Mas na sequência, assumiu postura de opositor e disputou o governo com Cid este ano. Pelas circunstâncias eleitorais, que culminaram em racha dos Ferreira Gomes com o senador Tasso Jereissati (PSDB), a proposta do partido até agora é ser oposição. Decisão essa, que tem gerado bico torto entre os tucanos. Enquanto o líder da bancada, João Jaime (PSDB), reitera a decisão, Gony, por exemplo, já havia dito que “não tem nada definido”.

O nome de Gony se torna viável, uma vez que o atual secretário do Esporte, Ferruccio Feitosa, seria “promovido” para uma coordenadoria da Copa do Mundo de 2014 – que seria ligada à Casa Civil. Na expectativa do novo secretariado, parlamentares fazem suas apostas, mas ninguém arrisca palpite direto para não antecipar o governador.

Movimentações

Entre as apostas mais altas para ficarem no Governo, o atual chefe da Casa Civil, Arialdo Pinho, e o irmão do governador e chefe de gabinete, Ivo Gomes (PSB). Mas haveria estudo para Ivo assumir a Saúde.

Para a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), a ainda senadora e recém-eleita deputada estadual, Patrícia Saboya (PDT), teria sido cogitada pelo governador. Mas, na linha do que vem afirmando, de deixar os partidos definirem os nomes, o PDT estaria inclinado a escolher o ex-vereador Márcio Lopes.

Pelos corredores da Assembleia, vários deputados seriam cogitados. Roberto Cláudio (PSB), que já se chegou a falar que assumiria a Secretaria de Ciência e Tecnologia, pode vir a ser líder do Governo, enquanto Nelson Martins (PT), atual líder, poderia ser indicado pelo PT, para assumir alguma pasta.

Secretário da Fazenda na primeira gestão, Mauro Filho (PSB) é apontado como nome certo para voltar ao governo.Com menores chances, Camilo Santana também é cotado para retornar ao Desenvolvimento Agrário.

Além disso, na convocação extraordinária de janeiro, Cid ainda fará uma minirreforma administrativa, com a criação da nova Corregedoria Militar, com status de secretaria, e da nova Secretaria da Pesca. O POVO tentou ouvir o deputado Gony Arruda sobre a possibilidade de assumir a secretaria do Governo por várias vezes, durante a tarde de ontem, mas o celular estava desligado.”

 (O POVO)

Prefeito de Sobral é anunciado por Dilma Rousseff para ocupar Ministério dos Portos

91 2

“A presidenta eleita, Dilma Rousseff, acaba de confirmar ao PSB que o prefeito do município de Sobral, Leônidas Cristino, será o novo ministro dos Portos de seu Governo. O nome foi apontado pelo governador Cid Gomes, após seu irmão Ciro Gomes recusar o convite para ocupar a pasta.

Leônidas Cristino é engenheiro, foi deputado federal e sempre pertenceu à base de apoio de Ciro Gomes, quando foi prefeito de Fortaleza e governador do Ceará. No governo Ciro, Cristino foi secretário de Infraestrutura do Estado.

Além dele, Dilma anunciou que o ministro da Integração Nacional será o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco Fernando Bezerra Coelho, indicado pelo governador Eduardo Campos.

Ainda segundo a presidente eleita, o Ministério dos Portos fica sem a parte de aeroportos, que continuará sob a gestão do ministro da Defesa, Nelson Jobim (Dilma disse estar preocupada com o risco de caos aéreo na virada do ano).”

(O POVO Online)

Heitor quer apresentar emenda para barrar "Ficha Suja" na máquina pública estadual

135 1

Entre Francilene Gomes (Defensoria) e Socorro França (PGJ)

O deputado estadual Heitor Férrer (PDT) está colhendo assinaturas para apresentar uma emenda à Carta Estadual proibindo que “ficah suja” possa assumir função comissionada no âmbito dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciáro e do Ministério Pùblico Estadual. Para ele, é incompatível que alguém sob acusação de algum tipo de delito ou sob investigação possa ter direito a ocupar funçãode confiança. Isso fere o espírito da cidadania e da ética, conforme o parlamentar.

Heitor Férrer disse para o Blog que já conseguiu 10 das 16 assinaturas necessárias para apresentar a emenda. Já tem o aval dos deputados Moésio Loyola (PSDB), Sérgio Aguiar (PSB), Welington Landim (PSB), Adail Barreto (PR), Edson Silva (PSB), Ronaldo Martins (PMDB), João Ananias (PCdoB), Tomás Figueiredo (PSDB) e Marcos Cals (PSDB);

Nesta quarta-feira, o pedetista disse que vai tentar as assinaturas restantes. Ele confessa: quer barrar gente envolvida em escândalos nos últimos meses.

Orçamento 2011 – Proposta será votado sem mudança, diz vice-líder

“O vice-líder do governo no Congresso, deputado Gilmar Machado (PT-MG), disse hoje (21) que cumprirá as determinações do Executivo de votar o Projeto de Lei de Orçamento de 2011 da forma como está. O objetivo é não correr riscos, evitando assim que a apreciação da matéria fique para 2011.

“A orientação que eu tenho é a de votar [o projeto] e eu vou botar para votar. Estou cumprindo ordens do Ministério do Planejamento”, disse o vice-líder. Para tanto, ele tem argumentado com os deputados e senadores que sem a aprovação da peça orçamentária neste ano “todo mundo ficará sem nada”.

Gilmar Machado também rebateu as ameaças do líder do PDT na Câmara, Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), de obstruir as sessões de hoje da Comissão Mista de Orçamento e, se necessário, a votação em plenário prevista para amanhã (22), caso o valor do salário mínimo não seja aumentado de R$ 540 para R$ 580 a partir de janeiro de 2011.

“É um direito dele reclamar, mas quem vai decidir sobre esse assunto é o presidente Lula e a Dilma [Rousseff, presidenta eleita]”, afirmou o vice-líder.”

(Agência Brasil)

Igreja Batista apresenta espetáculo com presépio vivo

104 1

A Igreja Batista Central de Fortaleza vai realizar espetáculo com um presépio vivo nesta quarta-feira, a partir da 19 horas, e no domingo, a partir das 17 horas, na Tenda da BR-116. O espetáculo, intitulado “Jesus, a luz do mundo”, será encenado por membros do Projeto Creres que envolve moradores da Comunidade de Pedras.

Haverá ainda a participação dos tambores de aço de Trinidad y Tobago, com regência do maestro Chris Hewitt. A coordenação fica por conta do pastor Armando Bispo.

Chico Anísio permanece com pneumonia

“O humorista Chico Anysio permanece internado no Hospital Samaritano, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. Na manhã desta terça-feira (21), o médico Luiz Cesar Cossenza Rodrigues visitou Chico e afirmou que ele já está sem febre. Mesmo assim, ele ainda precisa do o suporte mecânico para respirar. Chico também está com pneumonia na base do pulmão esquerdo.

O humorista será submetido a uma broncoscopia para coleta de material que permitirá a identificação da bactéria que está causando a infecção.

Chico chegou ao hospital no último dia 2, com um quadro de falta de ar. Após avaliação inicial, foi detectada obstrução da artéria coronariana, e o doente foi submetido a angioplastia, procedimento que desobstrui as artérias.

Durante o período pós-operatório, ele apresentou novo quadro de falta de ar, quando foi diagnosticado um tamponamento cardíaco, que acontece quando o sangue se acumula entre as membranas que envolvem o coração (pericárdio).”

(Folha Online)

Depois de Tiririca, agora é Popó

“O ex-boxeador Acelino Popó Freitas vai assumir a vaga de deputado federal em fevereiro de 2011. Na última segunda-feira (20), a presidente eleita Dilma Rousseff anunciou o deputado federal Mário Negromonte (PP-BA) para o Ministério das Cidades e Popó era o próximo na linha sucessória da Câmara entre os deputados eleitos na Bahia pela coligação de seu partido, o PRB. Ele recebeu 60.308 votos.

Popó comemorou a vitória no Twitter e agradeceu aos eleitores. “Quem já viu? A nossa presidente Dilma confirmou Negromonte como ministro oficialmente!”, disse no microblog. O ex-boxeador disse ainda que esse é o momento do esporte brasileiro por causa da Copa em 2014 e da Olimpíada em 2016.

Além de Negromonte, Dilma confirmou outros sete nomes de sua nova equipe.

Alexandre Padilha, atual ministro das Relações Institucionais, migrou para a Saúde. A presidente eleita manteve Orlando Silva na pasta de Esportes e Luiz Inácio Adams na AGU (Advocacia-Geral da União).

Além de Padilha, Silva e Adams, ela confirmou os nomes de Ana de Hollanda (Cultura), Tereza Campello (Desenvolvimento Social), Luiza Helena de Bairros (Promoção da Igualdade Racial) e Mário Negromonte (Cidades). Agora, faltam sete nomes.”

(R7.com)

Dom Edmilson recusa-se a receber comenda do Senado em protesto contra reajuste

158 6

“Uma solenidade de entrega de comenda no Senado terminou em constrangimento para os parlamentares que estavam em plenário. Em protesto contra o reajuste de 61,8% concedido a deputados e senadores na semana passada, o bispo emérito de Limoeiro do Norte (CE), dom Manuel Edmilson Cruz, recusou-se a receber a Comenda dos Direitos Humanos Dom Hélder Câmara.

Em discurso, ele destacou a realidade da população mais carente, obrigada a enfrentar as filas dos hospitais da rede pública. “Não são raros os casos de pacientes que morreram de tanto esperar o tratamento de doença grave, por exemplo, de câncer, marcado para um e até para dois anos após a consulta”.

Ao recusar a comenda, o bispo foi taxativo: “A comenda hoje outorgada não representa a pessoa do cearense maior que foi dom Hélder Câmara. Desfigura-a, porém. De seguro, sem ressentimentos e agindo por amor e com respeito a todos os senhores e senhoras, pelos quais oro todos os dias, só me resta uma atitude: recusá-la”. Nesse momento, quando a sessão era presidida por Inácio Arruda (PCdoB-CE), autor da homenagem, o público aplaudiu a decisão.

Após a recusa formal, o bispo cearense acrescentou que “ela é um atentado, uma afronta ao povo brasileiro, ao cidadão contribuinte para o bem de todos com o suor de seu rosto e a dignidade de seu trabalho”. Ele acrescentou que o reajuste dos parlamentares deve guardar sempre “a mesma proporção que o aumento do salário mínimo e o da aposentadoria”.

Dom Edmilson Cruz afirmou que assumia a postura “com humildade, sem a pretensão de dar lições a pessoas tão competentes e tão boas”. Diante da situação criada, o senador José Nery (PSOL-PA) cumprimentou o bispo pela atitude considerada “coerente” com o que pensa.

“Entendemos o gesto, o grito e a exigência de dom Edmilson Cruz que, em sua fala, diz que veio aqui, mas recusará a comenda. Também exige que o Congresso Nacional reavalie a decisão que tomou em relação ao salário de seus parlamentares”, acrescentou o senador paraense.

O protesto contra o reajuste dos parlamentares não se resumiu, no entanto, à manifestação do bispo. Cerca de 130 estudantes secundaristas e universitários de Brasília foram barrados na entrada principal do Congresso quando preparavam-se para protestar contra a decisão tomada na semana passada pelos parlamentares.”

(Agência Brasil)

Orçamento 2011 – Relatora reserva R$ 1 bi para o Bolsa Família

“A relatora do Orçamento da União de 2011, senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), apresentou ontem a versão do texto a ser votada pelo Congresso até quarta-feira, numa tentativa de evitar que a presidente eleita, Dilma Rousseff, comece seu governo sem lei orçamentária. Na proposta, Serys cria uma reserva de R$ 1 bilhão para um eventual aumento de gastos com o programa Bolsa Família.

Isso permite ao governo elevar em 2011 o valor do benefício ou aumentar o número de atendidos pelo programa -medidas condicionadas, porém, à confirmação da arrecadação esperada.

“Se o governo quiser, terá a possibilidade de acertar a questão do Bolsa Família. Mas vai depender da presidente Dilma melhorar o valor do programa”, disse o deputado Gilmar Machado (PT-MG), integrante da comissão de Orçamento.”

(Folha Online)

Sem ministério, Ciro indica prefeito de Sobral para Portos e Aeroportos

86 1

“O deputado Ciro Gomes (PSB-CE) não vai integrar o ministério da presidente eleita, Dilma Rousseff, mas ganhou o direito de indicar o nome do partido, e do Ceará, para ocupar a pasta dos Portos e Aeroportos. Ciro indicou o prefeito de Sobral, o engenheiro Leônidas Cristino. O município cearense é uma espécie de feudo da família Gomes – o atual governador do Ceará, Cid Gomes, foi prefeito de Sobral antes de assumir o comando do Estado.

Leônidas Cristino foi deputado federal e sempre pertenceu à base de apoio de Ciro Gomes, quando este foi prefeito de Fortaleza e governador do Ceará. No governo Ciro, Cristino foi secretário de Infraestrutura do Estado. A presidente Dilma deve anunciar a decisão final sobre a indicação de Ciro ainda nesta semana. Está agendada para esta terça-feira uma reunião entre a presidente eleita, Cid Gomes e Roberto Amaral, presidente do PSB.

O ministério da Integração Nacional vai mesmo ficar com Fernando Bezerra Coelho, ex-prefeito de Petrolina e da base de apoio ao governador pernambucano Eduardo Campos (PSB).

O PSB tinha mais três nomes cotados para ocupar vagas no Executivo, Beto Albuquerque (RS), que deve ir para o governo gaúcho de Tarso Genro (PT). O outro era o paulista Márcio França, por enquanto sem vaga no Executivo Federal. No caso do senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), ele chegou a ser indicado pela bancada do partido para a Integração ou Portos e Aeroportos.

A ida dele para o ministério era conveniente para o PT porque abriria vaga para o suplente, que vem a ser o presidente dos petistas, José Eduardo Dutra (PT-SE), assumir uma cadeira no Senado. Dutra acabou vetando essa manobra sob o argumento de que a bancada petista iria interpretar essa manobra como “um favor” pessoal, aumentando ainda mais a insatisfação do PT com a formação do ministério da presidente Dilma.”

(Estadão)

VAMOS NÓS – Conforme este Blog antecipou, o prefeito de Sobral acabou beneficiado pelos Ferreira Gomes, com a indicação para o Ministério dos Portos e Aeroportos. A matéria foi publicada na última sexta-feira (17), que informou ainda que Leônidas poderia compor o secretariado de Cid Gomes, dependendo da decisão de Ciro Gomes.

Instituto Lula abre até fim de abril

“O presidente Lula pretende inaugurar seu instituto até o fim de abril. Ele sugeriu a assessores que usem a estrutura de sua antiga ONG, o Instituto Cidadania, para acelerar a criação da entidade que comandará após deixar o Palácio do Planalto. O plano é aproveitar o registro da ONG, que foi desativada depois da sua posse, para fazer pagamentos e contratar os primeiros funcionários do futuro Instituto Lula.

Segundo o ministro Paulo Vannuchi (Direitos Humanos), o presidente sairá de férias logo após transmitir o cargo a Dilma Rousseff, mas já cobrou pressa na montagem da nova entidade. Os dois conversaram sobre o tema na semana passada, disse Vannuchi. “É coisa de três a quatro meses”, afirmou ele, sobre o prazo fixado por Lula para a inauguração.

A avaliação de encarregados do projeto é que a burocracia exigida pelo próprio governo para a abertura da entidade, que deve ser registrada no Ministério da Justiça, frustraria o cronograma traçado por Lula.

NOVA SEDE

Além do CNPJ, o novo instituto usará inicialmente o prédio do Cidadania, no bairro do Ipiranga. No entanto, o presidente descartou o uso do imóvel como sede de seu futuro escritório.

“Não pode ser lá”, afirmou o ministro, que presidiu a antiga ONG e acompanhará o presidente no Instituto Lula. Ainda segundo Vannuchi, foi descartada a compra de um prédio de três andares próximo ao parque do Ibirapuera, como a Folha antecipou em novembro.

O titular da Secretaria Especial dos Direitos Humanos afirmou que Lula ainda não fechou questão sobre as áreas em que atuará depois de deixar a Presidência. Ele disse que o projeto nasceu mais voltado para a política internacional, mas voltou a ser direcionado a assuntos domésticos nas últimas discussões. “É mais Brasil, mais mundo? Isso ainda está indefinido”, comentou.

Além de Vannuchi, o ministro Luiz Dulci (Secretaria-Geral da Presidência) também deve deixar o primeiro escalão do governo para assessorar o chefe no instituto. O presidente ainda deve levar a assessora especial Clara Ant e o presidente do Sebrae, Paulo Okamotto.”

(Estadão)

Cid deverá indicar outro nome para Portos e Aeroportos

129 2

O governador Cid Gomes (PSB) viajou na manhã desta terça-feira (21), a Brasília, para reunião com a equipe de transição da presidente eleita Dilma Rousseff (PT).

O governador deverá tratar da indicação de um nome para o Ministério dos Portos e Aeroportos, que seria entregue a Ciro Gomes, irmão do governador. Ciro recusou o convite.