Blog do Eliomar

Últimos posts

Projeto pune quem discriminar formado em educação à distância

A Assembléia Legislativa aprovou um projeto de indicação que trata de um tema bem curioso: a discriminação aos formados e alunos que frequentam cursos nas modalidades de ensino a distância (EAD) ou semipresencial no Ceará. O projeto é de autoria do vice-líder do Governo na Casa, Roberto Cláidoo (PSB) e prevê até punição.

Segundo o parlamentar, a medida beneficia diretamente cerca de três mil cearenses que estudam nessa modalidade de ensino superior e enfrentavam insegurança junto ao mercado de trabalho, na inscrição em concursos públicos e até em conselhos regionais, por exemplo.

Roberto Cláudio explicoa: “Para conhecimento da população, é importante frisar que os alunos do EAD têm uma vida acadêmica absolutamente regular, e no último Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), obtiveram melhores resultados que seus colegas de ensino presencial”, argumenta o deputado. As punições ficarão a critério do Executivo.

Humorista Shaolin fará shows em Fortaleza

O showman Shaolin, humorista da Rede Record, estará de volta à capital cearensenos próximos dias 14, 15 e 16. Ele fará apresentações no Theatro José de Alencar.

No espetáculo, um misto de piadas, observações do cotidiano, dança e imitações, entre as quais as nacionalmente conhecidas Leonardo, Joelma e Chico Anysio.

SERVIÇO

Mais informações: 3488-3751 / 9213-5601

Pré-candidato ao Senado esclarece voto

Em contato com este blog, o deptuado federal Eunício Oliveira (PMDB) informou, nesta quarta-feira, que votou pelo reajuste de 7.71% para os aposentados. Ele, inclusive, manda certidão da secretaria geral da mesa diretora da Câmara, onde atesta que seu voto eletrônico foi computado na fila 7, mesa 36/239- cadeira 16. 

“Votei sim pelo aumento dos aposentados”, assegurou o parlamentar, informando que quer restabelecer a verdade. Ela explica que, na votação pelo reajuste de 7% para o aposentado, votou sim, mas essa votação acabou sendo simbólica. Veio então a proposta do reajuste de 7.7%, com votação nominal, no votou pelo sim. Eunício é pré-candidato ao Senado.

Grupo Guararapes ganha sinal verde para ampliar sua unidade de Fortaleza

O presidente do Conselho Nacional do Sesi, Jair Menegheli, anunciou, nesta quarta-feria, durante evento no Sesi da Parangaba, que conseguiu resolver impasse em torno da ampliação da Fábrica Guararapes, situada na avenida Sargento Hermínio.

O grupo ameaçava encerrar operações em Fortaleza porque havia impedimentos burocráticos com a Prefeitura para a ampliação de sua unidade, o que geraria cerca de mil novos empregos.

Conforme Meneghelli, numa mediação que envolveu o líder da prefeita na Câmara Municipal, Acrísio Sena (PT), e o secretário municipal da Administração, Vaumik Ribeiro, ficou acertado que a Prefeitura enviará um projeto de lei para o legislativo estadual resolvendo pendências em torno do terreno, no que o Grupo poderá tocar seu projeto de ampliação.

Meneghelli deu a informação durante evento do Projeto Vira Vida, do Sesi, que capacita jovens vítimas da exploração sexual e os inclui no mercado de trabalho. 

VAMOS NÓS – Esse impasse envolvendo Guararaupes e Prefeitura já durava dois anos. Tomara que não vire mais uma novela.

Muro da Semace cai sobre carro

Efeito chuva. Uma parte do muro da sede da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) – pelo lado da rua Padre Miguelinho, caiu, agora há pouco, sobre um carro da marca Astra. O veículo, de placas HXI-6306, ali estava estacionado.

ATUALIZAÇÃO – (14h14min) – Da Semace, este Blog recebeu a seguinte nota: “A  Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) esclarece que a queda de muro ocorrida hoje (05) não foi ocasionada pela chuva, mas sim por um acidente. Um caminhão que estava realizando um serviço terceirizado para a autarquia, ao fazer uma manobra dentro do estacionamento, bateu no muro, provocando a queda do mesmo sobre um carro estacionado fora da instituição. O veículo atingindo é de propriedade de um colaborador da Semace.” 

(Foto – Paulo Moska)

Ministro da Pesca visita o Ceará

O ministro Altemir Gregolin (Pesca e Aquicultura) é aguardado nesta noite de quarta-feira, em Fortaleza. Aqui, vem cumnprir agenda que inclui também o Interior do Esado.

Na manhã desta quinta-feira, Gregoilin visitará a Estação de Piscicultura do Dnocs, em Pentecoste (Vale do Curur), onde almoçará com técnicos do projeto.

Em seguida, Gregolin retornará para a Capital cearense onde, às 15 horas, vai inaugurar o Centro de Biotecnologia e Aquicultura, no Campus do Pici, ao lado do reitor Jesualdo Farias, e da cúpula do Labomar.

Alemir Gregolin, nessa ocasião, será agraciado com a Medalha do Mérito Universitário.

"Ficha Limpa" – Plenário da Câmara vota destaques

“O plenário da Câmara vai analisar hoje, em sessão extraordinária, 12 destaques para modificar o Projeto Ficha Limpa (PLPs 168/93, 518/09 e outros), cujo texto principal foi aprovado na noite de ontem. A proposta amplia e torna mais rígidas as atuais regras de inelegibilidade.

A versão original do projeto previa que o candidato perderia o direito de concorrer já na condenação em primeira instância. Segundo o texto aprovado, no entanto, serão proibidas as candidaturas de pessoas condenadas por decisão colegiada da Justiça. Essa alteração foi sugeria pelo grupo de trabalho que analisou o projeto, com o objetivo de evitar eventuais perseguições políticas aos candidatos.

Dois partidos (o PTB e o PMDB), porém, apresentaram destaques para excluir do projeto a inelegibilidade apenas em caso de condenação por órgão judicial colegiado.”

(Com Agèncias)

Governo recua e muda projeto de lei que trata de regras na web

“O Ministério da Justiça retirou da proposta de regulamentação da internet regras que criavam um sistema de remoção de conteúdo que permitia o bloqueio de publicações por quem alegasse danos devido ao material.

A nova minuta do projeto de lei sobre os direitos e deveres relativos à rede, intitulado Marco Civil da Internet, dispõe que os provedores devem realizar a retirada de conteúdos somente em cumprimento a ordens judiciais. Em caso de desobediência às decisões da Justiça, os provedores assumem a responsabilidade por prejuízos que as publicações causarem a terceiros, segundo o texto.

A antiga proposta foi criticada por entidades do setor de mídia. Segundo as associações, o mecanismo de remoção configurava uma forma de censura e violava o direito constitucional de liberdade de expressão.

Felipe de Paula, secretário-interino da Secretaria de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, disse ontem que a modificação ocorreu porque a maioria das manifestações da sociedade foram contrárias ao sistema. A proposta foi publicada para discussão pública em abril no site www.culturadigital.br/marcocivil.

(Folha Online)

Presidente nacional do PT agenda Fortaleza

O presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, agendou presença no Congresso Estadual que o partido realizará no próximo dia 22, em Fortaleza. O objetivo dele é fortalecer principalmente a tese do partido de ter um nome disputando vaga ao Senado, no caso o ex-ministro da Previdência Social e deputado federal José Pimentel.

A agenda de José Eduardo Dutra inclui ainda uma avaliação, com a prefeita Luizianne Lins, dirigente estadual petista, do palanque a ser formado em favor da pré-candidata a presidente da República, Dilma Rousseff. A participação dos aliados entra nessa conversa, bem como pleito de alguns partidos por vagas na suplência de senador.

Serra reclama de contradições na Lei Eleitoral

“Enquanto os departamentos jurídicos de partidos aliados ao PSDB e do PT tentam acusar um ao outro de antecipar a campanha eleitoral, o pré-candidato do PSDB à Presidência da República, ex-governador de São Paulo José Serra, afirmou hoje em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, que há contradição na lei eleitoral, que manda desincompatibilizar-se do cargo em 1º de abril, mas marca a campanha formal somente para junho, o que acaba provocando transgressões.

No entanto, acusou os adversários de transgredirem a lei.”Eu não vou entrar nessa polêmica, mas não há essa igualdade entre ambos os lados em matéria de transgressão”, alertou, logo após participar de almoço com cerca de 200 políticos, empresários e integrantes de associações comunitárias. “Seria injusto dizer, no atacado, que estamos fazendo o mesmo tipo de coisa”, ponderou.

Confrontado com a acusação de que um evento de evangélicos em que discursou no dia 1º de maio teve ajuda financeira do governo de Santa Catarina e da Prefeitura de Camboriú, administrados por correligionários dele, o pré-candidato disse que “não tinha ideia” sobre isso. “Não houve nenhum uso…tinha lá gente do PT no palco, tinha todo mundo”, afirmou. “E eu não disse nada a respeito de eleição diretamente.”

No discurso, Serra disse que às vezes as pessoas ficam surpresas quando ele considera positiva alguma atitude do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Eu nunca joguei no quanto pior melhor”, salientou. Mas afirmou que questão diferente seria considerar que o Brasil está “pronto”. “Não houve os avanços que a gente precisa”, afirmou.

“Não é obra de um homem, de um partido. Pelo contrário, o partido que não homologou a Constituição, foi contra o Plano Real, foi contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, foi contra o Fundef, acabou tirando proveito de tudo isso, inclusive do clima de liberdade”, disse.

“Convenhamos que o Brasil ter um presidente de origem operária é uma coisa fenomenal para a história do Brasil e até do mundo, mas isso graças às conquistas que aconteceram antes.”

O maior número de aplausos aconteceu quando o pré-candidato criticou o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST). “O MST não é um movimento social”, repetiu. “Defendo até a morte o direito de serem radicais, o que não gosto muito é de disfarçar a militância política com a questão social.”

Economia

Serra disse também que enfrentará os problemas econômicos do País com “muito tesão”. Segundo ele, o que foi feito até agora dá ao Brasil “boas condições” de garantir o crescimento para o futuro. Mas apontou alguns problemas que ainda persistem. Entre eles, o superávit comercial em declínio, enquanto o Brasil precisa de investimentos do exterior.

Para Serra, a questão da infraestrutura precisa de solução urgente. Ele ponderou que a União faz poucos investimentos, deixando 70% deles para Estados e municípios. Antes, ele já havia feito críticas em relação ao tratamento dado pelo governo federal à saúde, segurança e educação.

“Vão me perguntar: você está pessimista? Não. Eu acho sinceramente que dá pra gente enfrentar. Se couber a mim, você pode estar certo que vamos enfrentar e manter o bom desempenho econômico, mas exige conhecimento, cuidados e muito tesão, muita vontade de consertar essa situação”, afirmou.

(Agência Estado)

Salmito será papai!

Buááááá´!

E não é só a atriz Juliana Paes que está gravida pela primeira vez. O presidente da Câmara Municipal, Samito Filho (PT), anunciou, nesta quarrta-feira, via twitter, que sua mulher, Jamile, está esperando bebê.

Salmito, que será pai de primeira viagem, está mais feliz do que servidor público municipal que recebeu um bom aumento.

Trabalhadores rurais fecham a BR-020

A BR-020, altura do muicípio de Canindé, foi fechada nesta manhã de quarta-feira pelos trabalhadores rurais. O grupo chama a atenção das autoridades para os prejuízos registrados com a chamada seca verde.

Os cerca de 2.500 trabalhadores que ocupam o pátio da Prefeitura de Canindé desde a última segunda-feira, exigem a implantação imediata de frente de serviço produtiva e reajuste do seguro-safra, além de uma bolsa estiagem.

Há expectativa de audiência, ainda nesta quarta-feira, entre lideranças do movimento com o governador Cid Gomes. O prefeito de Canindé, Ckáudio Pessoa, apoiado por vários prefeitos da região, articula o encontro.

Ciclistas farão protesto em Fortaleza

Entidades representativas dos ciclistas de Fortaleza realizarão uma manifestação nesta quarta-feira, com saída, a partir das 16 horas, da praça da Igreja de Fátima. Dali, eles seguirão para a sede da AMC e cobrarão providências contra tantas mortes de ciclistas registradas no trânsito. Segundo o vereador e ciclista João Alfredo (PSOL), um dos organizadores do ato, a ordem é cobrar ciclovias, ciclofaixas e, principalmente, investimento em educaçaõ no trãnsito.

O ato ocorre também como um gesto de solidariedade à ciclista Patrícia Dalva, que morreu atropelada no fim de semana, na avenida Domingos Olímpio com rua Barão doRio branco, após ter participando de competião do gênero. João Alfredo adiantou que a manifestação deverá ser encerrada no local onde Patrícia foi atropelada.

Festa junina de Campina Grande ameaçada

O jornalista Carlos Magno, da Paraiba, escreve artigo abordando uma ameaça que paira sobre a festa junina de Campina Grande. Confira: 

Por esta os prefeitos – e o governador José Maranhão – não esperavam. A notícia que estourou há cerca de quinze dias, que apareceu na mídia como ‘Máfia dos Sanguessugas do Turismo’, acabou prejudicando as festas juninas no Nordeste. Os desvios de verbas que estão sendo investigados pela Polícia Federal, Controladoria Geral da União e Tribunal de Contas da União levaram o Governo Federal a cortar entre 65% e 70% das verbas destinadas a cidades que realizam as festas e São João. Na Paraíba, vários municípios saíram prejudicados. Em especial, Campina Grande, que faz a maior festa junina do país.

É que o Ministério do Turismo, através do Ministério do Planejamento, enviou ao Congresso Nacional o Projeto de Lei nº 01/2010, cancelando dotação orçamentária consignada no Orçamento Geral da União de 2010 para realização de eventos, nos municípios e estados brasileiros que tenham o intuito de aumentar o fluxo turístico das localidades através da realização de festividades.

O problema é que houve um exagero por parte dos deputados envolvidos na máfia – na Paraíba, apareceu como envolvido o deputado federal Rômulo Gouveia (PSDB). Só para se ter uma idéia, em 2008 (para execução em 2009) os parlamentares colocaram no orçamento Geral da União – OGU, cerca de R$ 200 milhões em emendas direcionadas a eventos – a grande maioria através de ONGs. Em 2009 (para execução em 2010), este valor aumentou para R$ 800 milhões.

Segundo o Governo, os deputados acharam muito fácil direcionar suas emendas através de ONGs, pois, neste caso, não há investigação sobre o destino do dinheiro. Explico: quando um deputado direciona a sua emenda conveniando com a Prefeitura, este recurso é investigado: o governo envia representante à cidade para saber se houve a aplicação correta. No caso do convênio com a utilização da ONG, não há investigação.

Isso quer dizer que o deputado mal intencionado (segundo o governo esse é o caso dos nove denunciados no escândalo batizado de ‘Máfia dos Sanguessugas do Turismo’) contrata uma ONG para direcionar sua emenda e esta ONG, por sua vez, contrata bandas, por exemplo, por qualquer valor. Não importa se há o famoso ‘racha’ do dinheiro, pois não há fiscalização mesmo… O Governo, então, disse que não tem condições de fiscalizar um montante tão grande (convenhamos, o pessoal exagerou na dose, pois passar de R$ 200 milhões para R$ 800 milhões de um ano para outro é de se desconfiar mesmo, não?). O Governo até que solicitou a ajuda dos Órgãos competentes (CGU, TCU E Polícia Federal) para atuar na fiscalização dos recursos. Porém, recebeu um sonoro ‘não’ como resposta, em face da impossibilidade de investigar tanto dinheiro.

Resultado: o próprio Ministério ordenou o corte indiscriminado de 65% a 70% dos recursos, o que afeta diretamente as principais festividades juninas do Nordeste. Mas o pior está por vir: imaginem a situação de pequenas cidades que dependem, diretamente, do Governo Federal para realizar as suas festas de São João. Municípios com até 20 mil habitantes só podem receber, por evento, R$ 100 mil, ficando, após o corte, com apenas R$ 30 mil. Tem mais: se a legislação veda a celebração de convênios com o Governo Federal em valor inferior a R$ 100 mil, como ficará a situação? Segundo dados do Governo ao qual tivemos acesso, a Paraíba sofrerá um corte de R$ 30.962.500,00, no orçamento destinado para estes eventos. Municípios como Campina Grande e Patos, que viriam a receber por volta de R$ 1 milhão em recursos do Governo Federal, passaram a receber R$ 300 mil, podendo, ainda, ficar mais prejudicados, tendo em vista que alguns parlamentares terão que ‘distribuir’ os recursos que sobraram, levando em conta os critérios mais rígidos editados pelo Governo.

O resultado disso tudo é que o peso irá para a PBTur – leia-se governador José Maranhão – que vai sofrer para atender aos inúmeros pedidos que lhe serão feitos. Terá o Estado poder de fogo suficiente para atender a todo mundo, compensando as perdas? Imagino que Maranhão e muitos prefeitos devem estar uma arara com esses deputados que exageraram na dose, foram envolvidos no escândalo e, agora, estão prejudicando a todos. Fedeu…

* Jornalista Carlso Magno – Paraíba.

VAMOS NÓS – A festa ninina de Campina Grande vai ocorrer e disso não temos dúvidas. Agora, é bom que o Ministério do Turismo aperte o cerco evitando os oportunistas.

Um beijo pedindo carona

Essa foto é de Igor de Melo e integrou matéria do O POVO desta quarta-feira que abordou o sufoco vivido pelo fortalezense em se tratando de transporte urbano.

Mas o que chamou a atenção foi esse casal que, mesmo em meio a essa situação desconfortável, não perdeu o jeito romântico de ser. E haja romantismo!!

Prefeito de Canindé mobiliza região em favor de agricultores que perderam safra

O prefeito de Canindé, Claudio Pessoa (PSDB), comandou reunião com os prefeitos daquela banda do Estado e com lideranças sindicais. O objetivo foi sensibilizar as autoridades para que resolvam a situação dos agricultores acampados no pátio da Prefeitura canindeense desde a ultima segunda feira.

Com Claudio Pessoa, estavam os prefeitos de Boa Viagem, Fernando Assef, Antõnio Wilson de Pinho, de Madalena, José Antônio Rodrigues, de Choró, José Antonio Rodrigues, de Caridade, Junior Tavares, de General Sampaio, e a presidente da  APRECE Eliene Brasileiro. A surpresa ficou pela presença do prefeito de Ibicuitinga José Edmilson Gomes. Esse município não está inserido nos Sertões de Canindé, mas ele deu apoio aos colegas.

As lideranças sindicais mostraram aos prefeitos os sérios problemas que enfrenta o homem do campo, com a ausência de chuva. As perdas comm o plantio já podem ser sentidas. O grupo reivindica aumento no valor do Seguro Safra, criação da bolsa estiagem, frente de serviço com recursos do FECOP no valor de  R$ 600,00 e a decretação urgente de estado de calamidadepública.

Claudio Pessoa e os demais prefeitos acertaram a formação de uma comissão representativa dos agricultores. Nesta quarta-feira,  o grupo deve ser recebido em audiência pelo governador Cid Gomes.

PMDB adia decisão sobre vice de Dilma. Ceará está entre os entraves

Eunício não quer Pimentel.

“O PMDB adiou a oficialização do nome do presidente da Câmara, Michel Temer (SP), como candidato a vice na chapa da petista Dilma Rousseff e a divulgação das propostas para um programa de governo, eventos que estavam marcados para o próximo dia 15. A mudança de data tem como objetivo não entregar ao PT a aliança nacional sem antes receber em troca apoios em Estados como Minas, Ceará e Pará.

Além disso, havia o temor de que os diretórios em atrito com o PT -sete, nas contas do PMDB- pudessem não comparecer ou causar constrangimentos no encontro, que tinha o objetivo de reunir deputados, prefeitos e vereadores peemedebistas de todo o país.
O partido decidiu passar o evento para a convenção partidária oficial, no dia 12 de junho, um dia antes da convenção petista que vai oficializar Dilma como candidata.

A Folha apurou que o PMDB considera resolvida a situação em Minas, onde o PT, por pressão do presidente Lula, deve apoiar o ex-ministro Hélio Costa na disputa pelo governo. Hoje Costa se reúne com Fernando Pimentel, o pré candidato do PT em Minas.

A dúvida segue, porém, no Ceará, onde Eunício de Oliveira (PMDB) não quer o petista José Pimentel na sua chapa ao Senado. E no Pará, onde o deputado Jader Barbalho (PMDB) não se acertou com a candidata à reeleição, Ana Júlia Carepa (PT).

Ontem, Temer jantou a sós com Dilma, na casa da petista, em Brasília. Na saída, Temer confirmou o adiamento do encontro afirmando que o o partido precisa “chegar à convenção com muita tranquilidade em relação à aliança” e que ele e Dilma “terão que fazer um esforço para fazer um ajustamento definitivo nos Estados”.

Dilma falou que, como mineira, prefere resolver todos os “entraves” antes de realizar a solenidade de aliança e que a relação PT-PMDB é “meio nuvem, num dia o humor está de um jeito, noutro dia está de outro”. “No geral, tenho uma visão mais otimista, as tratativas estão avançando mais do que estão estagnadas”, completou.
A pré-candidata fechou com PMDB, PDT, PC do B, PR e PRB. O PP tende a ficar neutro.

Enquanto as alianças em torno de Dilma já dão a ela 8min16s de propaganda eleitoral, o pré-candidato do PSDB, José Serra, ganhou ontem o apoio formal do PSC, o que lhe garantirá mais 18 segundos na propaganda em rádio e TV. Dilma havia convidado os dirigentes do PSC para uma conversa, mas o partido decidiu nem ouvi-la. Na saída do encontro com Temer, Dilma comentou que isso faz parte da democracia.

A Folha apurou que a legenda, que apoia o governo no Congresso, mudou de lado por avaliar que Dilma não controla o PT, diferentemente de Lula. “Tínhamos encontro marcado com Dilma, mas achamos que não era conveniente gastar o tempo dela”, disse Everaldo Pereira, presidente do PSC.”

(Folha Online)

O voto da bancada cearense e o projeto de reajuste dos aposentados

Clima de divisão na bancada federal do Ceará em se tratando de votação do projeto de reajuste de 7,7% para os aposentados: 12 deputados federais foram a favor da matéria e quatro votaram contra o aumento e apoiaram o índice de 7% defendido pelo líder do Governo na Câmara, Cândido Vaccarezza. Cinco deputados federais não compareceram à sessão e Ciro Gomes está de licença por trinta dias, depois de ter sido rifado do processo sucessório presidencial.

PELO SIM AO REAJUSTE DE 7,7%

Arnon Bezerra (PTB)

Ariosto Holanda (PSB)

Chico Lopes (PCdoB)

Flávio Bezrra (PRB)

Gorete Pereria (PRB)

Léo Alcântara (PRB)

Manoel Salviano (PSDB)

Marcelo Teixeira (PRB)

Mauro Benevides (PMDB)

Padre Zé Linhares (PP)

Raimundo Gomes de Matos (PSDB)

Vicente Arruda (PRB) 

PELO REAJUSTE SÓ DE 7%

Eugênio Rabelo (PP)

José Guimarães (PT)

José Pimentel (PT)

Paulo Henrique Lustosa (PMDB)

AUSENTES

Aníbal Gomes (PMDB)

Eudes Xavier (PT)

Eunício Oliveira (PMDB)

Zé Gerardo Arruda (PMDB)

Zé Airton Cirilo (PT)

DETALHE – Todos esses parlamentares estavam em Brasília. Só quem não passou pelo aeroporto foi Eunício Oliveira, que mora na Capital Federal.

Cid e Tasso devem conversar sobre eleições até fim do mês

Cid e Tasso e uma parceria informal.

Até o fim deste mês, o governador Cid Gomes (PSB) terá conversa com o senador Tasso Jereissati (PSDB) para acertar ponteiros com relação à disputa estadual. Segundo o vice-presidente regional tucano, deputado federal Raimundo Gomes de Matos, o apoio à reeleição de Cid será informal.

“Queremos agora ver o apoio em matéria de disputa proporcional”, avisao tucano, observando que há clima de peleja acirrada no Interiro entre parlamentares e pré-candidatos a cargos proporcionais, o que precisará ser avaliado.

Gomes de Matos reiterou que o palanue do pré-candidato tucano José Serra no Estado será o palanque pró-reeleição do senador Tasso Jereissati. Cid Gomes, aguarda o PSDB local, deverá apoiar a pré-candidata Dilma Rousseff.