Blog do Eliomar

Últimos posts

Uma homenagem a Cego Aderaldo

231 1

O poeta Cláudio Portella lançará nesta quinta-feira, às 19 horas, na Livraria Saraiva (Bairro Aldeota), o livro “Cego Aderaldo”.

A publicação integra a coleção “Terra Bárbara”, de Edições Demócrito Rocha.

* Mais sobre a obra e autor clique aqui.

Lúcio e Alexandre vão expor propostas para o setor da construção civil

O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará receberá nesta quarta-feira, a partir das 18 horas, Lúcio Alcântara, candidato a governador pelo PR/PPS, e o postulante ao Senado pelo PPS, empresário Alexandre Pereira.

Durante a reunião ordinária do Sinduscon, Lúcio e Alexandre apresentarão suas propostas e aos planos para o desenvolvimento do Estado, com espaço para ouvir sugestões e tirar duvidas dos associados sobre o setor da construção civil, informa a assessoria desse sindicato empresarial.

Lula seria Macunaíma ou alvo de preconceito?

91 1

Eis artigo do jurista Migul Reale Júnior. Intitulado “Macunaímas”, ele aborda as contradições políticas deste Brasl de Mãe Preta e Pai João, com crítica a Lula. Confira: 

Às vésperas de se definirem pelo voto os novos dirigentes do Brasil, cabe perquirir sobre a relação que se estabelece entre o sistema eleitoral e os personagens que atuam nesta trama denominada eleição. O primeiro personagem é, sem dúvida, o eleitorado, nossa gente.

Os relatos de viajantes nos primórdios do século 19 são manifestamente constrangedores, a mostrar características de nosso povo nos planos intelectual e moral. Thomas Lindsey, capitão de pequeno navio, aportou em Porto Seguro em 1801, onde foi preso por aceitar proposta do ouvidor-mor de trocar parte da carga que trazia por pau-brasil. Alegava em sua defesa que jamais poderia imaginar ser ilegal comerciar produto ofertado pela principal autoridade local. Permaneceu o inglês anos retido na Bahia. Em narrativa sobre o Brasil, destaca a ignorância dos habitantes e sua indolência, pois a “única ocupação que os empolga é o baralho”. Mais contundente é a observação de que nos negócios prevalece entre os brasileiros a astúcia, sendo exceção os que preservam a retidão na realização de transações.

Quando da proclamação da República, mais de 80% eram analfabetos. No plano moral, Luís Martins, em O Patriarca e o Bacharel, reproduz versos de jovem líder republicano: “Aqui ser honrado é vitupério;/ confiar no direito é grã loucura;/ pois só pode fazer boa figura/ quem for servil ou não passar por sério.” Para Alberto Salles, ideólogo da República, o brasileiro é muito sociável, mas não solidário, sem ter o sentido de comunidade e de bem comum. Daí a expressão que melhor traduz o individualismo egoísta: “Se a farinha é pouca, meu pirão primeiro.”

Se o País passou, evidentemente, por grande processo civilizatório de lá para cá, no entanto falta muito. Mário de Andrade, em fins dos anos 20, descreve o herói de nossa gente, Macunaíma, espelho do brasileiro como astuto, preguiçoso, espontâneo, a usar a “esperteza para escapar da socialidade adulta”, na expressão de Alfredo Bosi.

Em Conta de Mentiroso, Roberto DaMatta indica o “jeitinho” brasileiro como forma de fuga da letra dura da lei, para fazer prevalecer as regras da amizade, do clientelismo, imperando a máxima “aos amigos tudo, aos inimigos a lei”. Desse modo, o interesse pelo bem comum desaparece quando o agente político trata da coisa pública como se privada fosse.

No século 21, a situação nos planos intelectual e moral ainda é preocupante. Dados do Tribunal Superior Eleitoral mostram que, dos eleitores brasileiros, 8 milhões são analfabetos e 19 milhões apenas sabem ler e escrever sem terem frequentado uma escola, considerados, portanto, como de alfabetização rudimentar; 73,3 milhões de eleitores, ou 58,26% do total, não conseguiram completar o ensino fundamental. Excluídas as categorias anteriores, são 46 milhões de analfabetos funcionais, isto é, têm capacidade de decodificar minimamente as letras, de escrever uma pequena carta, mas não têm , todavia, capacidade de compreender textos, interpretá-los e analisá-los.

O autor de novelas da Globo, Sílvio de Abreu, em entrevista à revista Veja, mostrou o desprezo atual pelo herói virtuoso, pois hoje deve, ao gosto do telespectador, ser do vilão a vitória, em vista de a esperteza ganhar reconhecimento de valor social.

O sistema eleitoral, por sua vez, só complica a situação, pois não vincula o candidato a deputado a interesses do eleitor, como ocorreria no voto distrital misto. São milhares de candidatos a deputado, sem coloração partidária alguma, mesmo porque os partidos e seus próceres se misturam e se igualam, sem disputas ideológicas ou programáticas, sem sequer divergências pessoais. Tudo se confunde.

O eleitor médio, sem poder de crítica, é, no caso da escolha para o Executivo, envolvido pelo clima emocional e na opção para deputado, levado a votar em nome conhecido de cantor, artista, jogador de futebol ou de chefete do reduto em que vive. A questão moral é indiferente: corruptos e mensaleiros foram e serão eleitos.

Um país sem heróis virtuosos adota como figura popular um presidente que reproduz Macunaíma, ao colocar a captação do eleitor, a esperteza, acima de qualquer outro interesse. Prova do que digo está no fato de o menino Leandro, do conjunto habitacional Nelson Mandela, ter desnudado o rei. Leandro gravou diálogo com Lula acerca da prática de esporte naquele local:

Leandro: Por que aqui não tem tênis?

Lula: Que tênis? Tênis é esporte da burguesia, porra! E natação?

Leandro: A gente não pode entrar na piscina.

Sérgio Cabral: Por quê?

Leandro: Porque não abre para a população.

Sérgio Cabral: Por que não abre para a população?

Leandro: Não sei, eu vim aqui hoje para perguntar…

Lula, então, volta-se para Sérgio Cabral e diz: O dia que a imprensa vier aí e pegar um final de semana com essa porra fechada, o prejuízo político será infinitamente maior que colocar dois guardas aí. Coloca dois guardas aí. Coloca o bombeiro para tomar conta e abre isso.

O popular presidente, cujo estilo debochado tem sucesso, mostrou, sem querer, mais que um modo de ser, desprezo pelo bem do povo. Como se viu, ao presidente pouco importa a população poder usufruir a piscina. É de relevo apenas evitar o malefício político de uma reportagem negativa: “Coloca dois guardas aí”, que o prejuízo é muito menor que o desgaste político da denúncia do descaso. Atender à população é de somenos, o que vale é evitar o escândalo eleitoralmente desastroso. Mas o povo é indiferente a esta enorme amoralidade, à esperteza presidencial, que recebe aprovação maciça de uma população sem capacidade de crítica.

É dentro deste universo, pintado com realismo, que se definirá o nosso futuro. Que os políticos de bem a serem eleitos tenham a coragem e a indignação necessárias para resistir à eventual tomada do poder pelos macunaímas do século 21.

Miguel Reale Jr.

Advogado, professor titular da Faculdade de Direito da USP, membro da Academia Paulista de Letras. Foi também ministro da Justiça.

IBGE – Renda do Nordeste é a que mais cresce no País

“A região Nordeste foi a que apresentou o maior incremento no salário médio do trabalhador nos últimos seis anos, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2009, divulgada nesta quarta-feira (8). De acordo com o estudo, a renda média no Nordeste sofreu um aumento real (já descontada a inflação) de 28,8% entre 2004 e 2009, passando de R$ 570 para R$ 734. Entre 2008 e 2009, o incremento foi de 2,7%.

O levantamento mostra ainda que de 2004 a 2009 a diferença salarial entre as regiões mais ricas e o Nordeste caiu. Em 2004, a renda no Sudeste e no Centro-Oeste era 88% maior que no Nordeste. Já em 2009, a diferença caiu para 71% em relação ao Sudeste e 78% em relação ao Centro-Oeste. No Brasil, a renda do trabalhador sofreu um incremento médio de 20% de 2004 a 2009. O salário no Sudeste foi o que menos subiu em seis anos (17,1%). Nas demais regiões, os aumentos foram de: Norte (20,7%), Sul (19,8%) e Centro-Oeste (22,3%).

Efeito da crise

Mesmo com retração de 0,2% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2009, período mais agudo da crise financeira internacional, o salário do brasileiro registrou aumento médio de 2,2%, passando de R$ 1.082,00 em 2008 para R$ 1.106,00 em 2009.

No mesmo período, a região Norte foi a que apresentou o maior ganho: 4,4%. O aumento no Sudeste foi de 2% e no Sul, de 3%. O Centro-Oeste foi a única região onde houve redução na renda do trabalhador: 0,6%.

Ainda assim, o Centro-Oeste é a região com o salário médio mais alto. Em números absolutos, estima-se que o trabalhador dessa região ganhava, em 2009, em média, R$ 1.309,00. No Nordeste, o valor era de R$ 734,00; no Norte, de R$ 921; e no Sudeste, de R$ 1.255,00.”

(Folha Online)

Sindicato dos Oficiais de Justiça divulga nota sobre jornada de trabalho

O Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará manda para o Blog uma nota oficial onde trata de decisão tomada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinando que a categoria cumpra jornada de 40 horas. Confira:  

NOTA DE ESCLARECIMENTO – AUMENTO DA JORNADA DE TRABALHO DOS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO ESTADUAL 

O Sindicato dos Oficiais de Justiça do Estado do Ceará – SINCOJUST vem por meio desta esclarecer os Oficiais de Justiça e os demais servidores do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará – TJCE, bem como a sociedade cearense em geral a acerca do aumento da alteração da carga horária de 30(trinta) para 40(quarenta) horas, advinda no bojo do novo plano de cargos dos servidores do judiciário estadual (14.786/2010):

1 – DE INÍCIO, LEMBRAMOS QUE EM RAZÃO DA RECENTE APROVAÇÃO DA ALUDIDA LEI, EIVADA DE INCONSTITUCIONALIDADES, AS QUAIS SERÃO OBJETO DE UMA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE DA NOSSA FEDERAÇÃO (FOJEBRA) JUNTO AO STF, A CATEGORIA DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ CONTINUA EM GREVE.

2 – A majoração da carga horária foi incluída naquela lei com condicionantes, ou seja, o TJCE só implantaria o aumento da jornada de trabalho após uma resolução do Pleno do TJCE, bem como se demonstrada a necessidade de serviço e disponibilidade financeira, condicionantes estas que não estão incluídas na resolução 88 do CNJ. Essa situação motivou o SINCOJUST a entrar junto àquele Conselho com uma reclamação para garantia de decisão (RGD 156.140.2010.2000000) que foi distribuída para o Conselheiro Ives Gandra;

3 – Informamos que a decisão prolatada pelo eminente conselheiro, ministro Ives Gandra, foi proferida de forma MONOCRÁTICA, NÃO TENDO EM NENHUM MOMENTO HAVIDO DISCUSSÃO NO PLENÁRIO DAQUELA CORTE. Neste diapasão merece destaque a participação do ilustre conselheiro cearense JORGE HÉLIO, motivo de orgulho para todo o povo cearense, o qual de forma brilhante e efetiva tem proferido suas decisões sempre pautadas nos princípios éticos e morais que devem nortear a todos que militam com independência e altivez, bem como fundamentado nos princípios da MORALIDADE, IMPESSOALIDADE E LEGALIDADE, princípios basilares da administração pública e inseridos na Constituição Federal;

4 – Voltando ao tema, em momento algum a decisão do eminente conselheiro Ives Gandra diz que, com a alteração da jornada de trabalho, o TJCE não deve fazer a devida contraprestação pecuniária, a decisão reporta-se unicamente QUE A ALTERAÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO DEVA SER IMPLATADA IMEDIATAMENTE SEM AS CONDICIONANTES IMPOSTAS PELA LEI 14.786/2010. No entanto, o nobre conselheiro CONFUNDIU a situação dos servidores do TJCE com a dos servidores do TJ da Bahia, onde naquele Estado eles eram regidos por uma lei que já trazia as 40 horas, mas que por uma concessão daquele Tribunal, o mesmo só exigia de seus servidores 30 horas de trabalho semanais;

5 – Nesta semana, esteve em Brasília o vice-presidente da Federação dos Oficiais de Justiça Estaduais do Brasil – FOJEBRA e diretor sindical do SINCOJUST, João Batista Fernandes, que esteve pessoalmente com o Ministro Ives Gandra, demonstrando que no TJCE o regime de trabalho era de 30(trinta)horas semanais e que com o advento da lei 14.786/2010 a jornada de trabalho foi alterada para 40 (quarenta) horas, conforme DISPOSTO NO ART. 6º, PARAGRÁFO 2º, O QUAL DETERMINA QUE COM O ADVENTO DA NOVA CARGA HORÁRIA DEVE-SE APLICAR O DISPOSTO NO ANEXO II DA LEI PARA APLICAÇÃO DO NOVO VENCIMENTO BASE, NÃO GUARDANDO NENHUMA RELAÇÃO COM O OCORRIDO NO ESTADO DA BAHIA, CUJO REGIME JURÍDICO, COMO DISSEMOS, ERA DE 40(QUARENTA) HORAS E AQUELE TRIBUNAL TRABALHAVA APENAS 30(TRINTA) HORAS;

6 – Não cabe àquele Conselho se insurgir contra uma lei proposta pelo TJCE a qual regulamenta a alteração da jornada de trabalho para seus servidores com o correspondente incremento financeiro. Situação bem delineada: a escravidão em nosso País foi abolida em 13 de maio de 1888, portanto, não há como querer que o servidor trabalhe gratuitamente 10 horas semanais além da sua carga horária e sem a devida contraprestação pecuniária;

Cremos que a consulta feita pelo Presidente do TJCE ao CNJ deu-se, unicamente, para que possa consubstanciar subsídios para que haja a devida suplementação orçamentária junto ao Executivo cearense, já que ninguém pode se furtar ao comprimento de uma lei, principalmente o TJCE , lei esta de sua propositura.

Portanto, queremos tranquilizar os Oficiais de Justiça do Estado do Ceará, demais servidores e a população cearense que COM A MÁXIMA CERTEZA A LEI 14.786/2010 SERÁ CUMPRIDA, principalmente no tocante ao art. 6º, parágrafo 2º (em seu anexo II), ou seja, O AUMENTO DA CARGA HORÁRIA DEVERÁ OBRIGATORIAMENTE VIR ACOMPANHADO DO CORRESPONDENTE INCREMENTO FINANCEIRO, o que não podia ser diferente.

Para aqueles descrentes fica a seguinte observação: SE O TJCE NÃO CUMPRISSE LEI DE SUA PRÓPRIA AUTORIA, COMO A POPULAÇÃO PODERIA CUMPRIR SUAS DECISÕES? Se assim o fosse estaria estabelecido o caos e a desordem, imperando o regime da anarquia, portanto, fica a certeza de que AS INSTITUIÇÕES FICAM OS HOMENS PASSAM E A LEI É SUPERIOR AO HOMEM.

Mauro Xavier

Presidente do SINCOJUST/CE

Olimpíadas Escolares – Secretário falará sobre o certame

O secretário dos Esportes do Ceará, Ferrúcio Feitosa, dará entrevista coletiva nesta sexta-feira, a partir das 10 horas, no Marina Park Hotel. Ele vai falar sobre as Olimpíadas Escolares para atletas de 12 a 14 anos, que serão de 10 a 19 próximos em Fortaleza. A coletiva contará com a presença do gerente de Iniciação, Fomento e Eventos do Comitê Olímpico Brasileiro e diretor-geral das Olimpíadas Escolares, Edgar Hubner.

Quatro atletas olímpicos brasileiros que serão Embaixadores
das Olimpíadas Escolares também participarão do encontro com a imprensa. São eles: Thiago Monteiro (tênis de mesa), Dayane Camilo (ginástica rítmica), Luciano Pagliarini
(ciclismo) e Fernanda Oliveira (vela).

Fortaleza será sede da maior olimpíada do gênero já realizadas, pois reunirá um total de 4.217 inscritos, sendo 3.635 atletas.

IBGE/Pnad – Brasil tem 14,1 milhões de analfabetos

“Tema presente no disurso de qualquer candidato em campanha, a educação não chegou a 14,1 milhões de brasileiros. Hoje, o País tem 9,7% do total da população, de acordo com dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada nesta quarta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Na comparação com 2008, houve queda de 1%. Naquele ano, a taxa de analfabetismo era de 10%. De 2004 a 2009, a taxa recuou 1,8 p.p. (ponto percentual).

No Nordeste, 18,7% da população é analfabeta, ante 19,4% em 2008 e 22,4% em 2005. No Norte, os analfabetos representam 10,6% da população; no Centro-Oeste, significam 8%, e 5,7% no Sudeste. No Sul, essa proporção é de 5,5%. Entre os analfabetos, predomina a população mais velha. Do total de pessoas sem estudo, 92,6% têm 25 anos ou mais. Entre as pessoas com 50 anos ou mais, 21% não sabem ler e escrever. De 40 a 49 anos, são 9,3% de analfabetos.

Na avaliação dos indivíduos de 15 a 17 anos, 1,5% são analfabetos. Entre a população de 18 a 24 anos, essa proporção chega a 2,1%. A Pnad mostra melhora no nível de escolaridade da população. Do total da população com mais de 25 anos de idade, 10,6% tem nível superior completo, ante 8,1% em 2004. Entre essa parcela da população, 12,9% não têm instrução – contra 15,7% em 2004. Outros 36,9% têm o ensino fundamental incompleto, e 8,8% finalizaram o ensino fundamental. Já 23% da população têm o ensino médio completo.”

(Com IBGE)

ACI – Ivonete Maia toma posse em novo mandato

181 1

Secretário Auto Filho (Cultura) e Ivonete.

A jornalista Ivonete Maia tomará posse à frente da Associação Cearense de Imprensa (ACI nesta sexta-feira, a partir das 19h30min. Ela cumprirá novo mandato de três anos, já que foi reeleita. Terá como vice o ex-secretário da Cultura do Estado, jornalista Nilton Almeida.

A solenidade de posse ocorrerá no auditório da entidade, seguida de coquetel. Em seu primeiro mandato, Ivonete Maia conseguiu, com apoio da Secretaria da Cultura do Estado, a reforma do prédio histórico da ACI.

Professores preparam mobilização em favor do piso nacional

62 1

O Sindicato APEOC realizará no próximo dia 15, a partir das 8 horas, na Assembleia Legislativa, uma “Manifestação em Defesa da Educação”. A luta dos professores é pelo piso salarial, plano de cargos e carreiras, nomeação e posse dos concursados do Estado e melhores condições de trabalho. Essa atividade faz parte de uma mobilização nacional puxada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) que, no dia 16, em Brasília, fará ato público.

No roteiro da CNTE, o Supremo Tribunal Federal, onde será entregue aos ministros um dossiê relacionando os gestores públicos em todo o país que não vêm cumprindo a Lei do Piso. O documento também será entregue ao presidente Lula, aos presidentes da Câmara e do Senado e ao ministro da Educação.

PISO

O Piso Nacional de Salário dos Professores da Educação Básica foi oficialmente implantado em primeiro de janeiro de 2009, por determinação prevista em lei aprovada pelo Congresso Nacional, em junho de 2008, depois de 17 meses de tramitação na Câmara dos Deputados e Senado Federal.

Uma homenagem a "Renato e seus blue caps"

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=4WODTJ21LUI[/youtube]

Renato Barros, líder do grupo “Renato e seu blue caps”, será homenageado no próximo domingo por seus 45 anos de atuação no Movimento Jovem Guarda. Isso, segundo o empresário artístico Alexandre Maia, nome identificado com esse segmento, ocorrerá a partir das 17 horas, no Kukukaya. Na ocasião, ele receberá placa.

Segundo Alexandre, o líder desse grupo é um ícone da Jovem Guarda, que merece todo reconhecimento.

O Kukukaya foi escolhido para essa festa porque vem promovendo, há quatro meses, com sucesso, o projeto “Jovens Tardes de Domingo”, onde a jovem guarda tem espaço por meio de apresentações de “Luizinho e banda” e convidados.

SERVIÇO

Kukukaya – Avenuida Pontes Vieira, 55

Ingresso – R$ 10,00

Informações – 8624 2315/ 9914 0264

Representantes comerciais farão encontro em Juazeiro do Norte

O Sistema Corece/Sindvendas promoverá, no próximo sábado, um café da manhã com representantes comerciaias da Região do Cariri. O encontro terá início às 7h30min, no Hotel Verdes Vales Lazer, em Juazeiro do Norte. Deverão participar do evento cerca de 80 profissionais.

Neste ano o representa comercial conseguiu a regulamentação de sau profissão por meio de projeto que teve como relator o deputado federal cearense Paulo Henrique Lustosa (PMDB).

Esse café da manhá, segundo a direção do Conselho de Representantes Comerciais do Estado,  é para difundir essa regulamentação e seus benefícios, além de gerar a troca de ideias na categoria.

CAEN/UFC debaterá desigualdade e pobreza

O Curso de Pós Graduação em Economia (CAEN), da Universidade Federal do Ceará, juntamente com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), do Ministério do Planejamento, promoverá, nos próximos dias 16 e 17, o II Encontro da Rede de Pesquisa em Desigualdade e Pobreza – LACEA/IDB/WB/UNDP – “Research Network on Inequality and Poverty”. O encontro ocorrerá, das 8h30min às 19h30min,  no auditório do Banco do Nordeste do Brasil (Passaré).

Entre conferencistas, os professores Ricardo Paes de Barros (IPEA) e Marcelo Neri (FGV/RJ). O objetivo, segundo a organização, é fomentar a discussão sobre desenvolvimento econômico, desigualdade e pobreza no País, especificamente na Região Nordeste e no Ceará.

SERVIÇO

* Interessados podem fazer a inscrição pelo site www.caen.ufc.br.

Marcos Cals vai expor programa para lojistas

O candidato a governador Marcos Cals (PSDB/DEM) estará nesta quarta-feira, a partir das 19 horas, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Ele é convidado a expor seu programa para a área do comércio.

Marcos Cals já adiantou que, se eleito, trabalhará pelo fortalecimento do setor apostando em redução da carga tributária.

Com ele, ali estará o senador tucano Tasso Jereissati.

Morre último cangaceiro de Lampião

“Um dos últimos cangaceiros do bando do histórico Lampião – que aterrorizava fazendeiros e saqueava comércios no Nordeste brasileiro, no início do século passado – foi enterrado, na manhã deste 7 de setembro, em Belo Horizonte. Aos 100 anos, Antônio Inácio da Silva, o “Moreno”, afimava já estar cansado de viver e pedia descanso.

Neli Maria da Conceição, 60, filha de Antônio, contou que o pai sofria depressão há três anos. A tristeza maior veio depois que Durvalina Gomes de Sá, sua mulher e também cangaceira morreu, aos 92 anos, vítima de um acidente vascular cerebral, em 2008. Em seguida, problemas de saúde limitaram as atividades do cangaceiro e há cerca de um ano ele passou a usar uma cadeira de rodas. “Já estava se sentindo fraco. As doenças e a morte da minha mãe lhe tiraram a vontade de viver”, disse. Moreno morava no bairro Tupi, região Norte de Belo Horizonte, com um dos seis filhos. Ele acordou na manhã de anteontem, tomou café da manhã, deitou-se de novo e morreu.

Apesar do centenário, a memória não falhava e Antônio adorava lembrar dos seis anos que viveu ao lado de Lampião. “O Cangaço era o assunto sempre”, disse a filha.

Fogos. Antes do sepultamento, no cemitério da Saudade, região Leste da capital, parentes e amigos assistiram a uma chuva de fogos de artifício. Um dos filhos do cangaceiro leu um texto em homenagem ao pai. O cineasta cearense, Wolney de Oliveira, que finaliza o longa-metragem “Os últimos cangaceiros”, contou que os fogos foram um pedido de Antônio. “Ele queria isso por ter sobrevivido aos tempos de Cangaço. Naquela época, cangaceiro morto pela polícia era degolado e a cabeça era uma promoção ao policial”, contou.

Inácio Carvalho Oliveira, 72, filho deixado pelo casal em Tacaratu (PE), era um dos presentes no enterro. Ele lembrou do encontro com o pai e a mãe, em 2005.”Foi a primeira vez que vi os dois, aquele momento não vai morrer”, disse o filho do cangaceiro.”

(Jornal O Tempo)

Brasil é o 76º em ranking da generosidade

“Em um ranking internacional de generosidade que avaliou o grau de envolvimento da população em ações de caridade, os brasileiros ocupam o 76º lugar. Na América Latina, o Brasil aparece atrás de 15 países, empatado com a Argentina e a Nicarágua. As informações são da agência BBC Brasil.

A liderança ficou com a Austrália e Nova Zelândia. Em segundo lugar, aparecem empatados o Canadá e a Irlanda, e em terceiro, a Suíça e os Estados Unidos. Foram analisados 153 países pela organização não governamental Charities Aid Foundation, que criou o World Giving Index (Índice da Generosidade Mundial, em tradução livre). Essas nações concentram 95% da população mundial.

Os entrevistados responderam a perguntas sobre doações para entidades beneficentes, tempo gasto em trabalho voluntário e ajuda a estranhos. Na relação dos países que integram o Bric (Brasil, Rússia, Índia e China), os brasileiros são os mais generosos. Depois vêm os indianos (134º lugar), russos (138º), e chineses (147º).

Os cincos últimos do ranking são a Grécia, Sérvia, Ucrânia, o Burundi e Madagascar. Em cada país, foram entrevistadas mil pessoas que vivem em centros urbanos. Em países mais populosos, como a China e Rússia, a amostragem foi feita com 2 mil entrevistados.

O índice leva em consideração três aspectos: doação de dinheiro para organizações, trabalho voluntário e ajuda a pessoas estranhas. No Brasil, quase metade dos entrevistados (49%) disse ter ajudado pessoas que não conheciam no último mês.

O índice no qual os brasileiros demonstram menos solidariedade é o de trabalho voluntário – 15% afirmaram ter se voluntariado em alguma organização no último mês. Em países que lideram o ranking, como a Austrália, Suíça e os Estados Unidos, o índice é mais do que o dobro do brasileiro.

No Haiti, país que atravessou crises políticas e foi atingido por um terremoto de grandes proporções em janeiro deste ano, 38% dos entrevistados disseram que fazem trabalho voluntário. Um em cada quatro entrevistados no Brasil afirmou que contribui com dinheiro para alguma organização, que inclui instituições de caridade, partidos políticos ou igrejas. Na Austrália, país que lidera o ranking ao lado da Nova Zelândia, 70% das pessoas entrevistadas afirmaram que doam dinheiro para entidades sociais.

Segundo a Charities Aid Foundation, as ações caridosas variam muito entre os países devido a diferenças culturais. Cada nação tem conceitos diferentes sobre o que é ser generoso. No entanto, a pesquisa identificou um padrão global: quanto mais velhas as pessoas, mais generosas elas costumam ser. Segundo a entidade, isso tem relação com o melhor nível econômico dos mais velhos em cada país.”

(Agência Brasil)

Superlotação no transporte intermunicipal

101 3

Da jornalista Cláudia Monteiro, este Blog recebeu a seguinte nota:

Caro Eliomar de lima,

Quero denunciar que neste dia 8 de setembro, às 7h50, o ônibus de número 0700 (Fortaleza-Canindé via Tabapuá) da empresa PRINCESA DOS INHAMUNS estava SUPERLOTADO, com mais de 100 pessoas. A capacidade é de apenas 46 passageiros + motorista e trocador.

O ônibus saiu de Fortaleza normalmente no horário. Mas aproximadamente 50 pessoas subiram no ônibus na parada de Campos Belos, distrito de Caridade. Só havia 5 vagas e subiram 50. O motorista Do Carmo e o cobrador Eliezer protestaram, mas o vendedor da agência de Campos Belos chamado Raimundo mandou todo mundo subir. Entre as pessoas haviam idosos e crianças pequenas.

Um perigo, visto que a chegada aqui em Canindé é feita de curvas. Um desrespeito com os 39 passageiros que já estavam no ônibus e tiveram suas viagens atrasadas em mais de 20 minutos, sendo imprensados, sofrendo com o calor e o barulho.

Desrespeito com os cidadãos que subiram e ficaram em pé, se segurando precariamente e pagando uma passagem que lhes daria direito a viajar dignamente.

Já era para a empresa PRINCESA DOS INHAMUNS ter criado a linha Campos Belos-Canindé, via Caridade, pois sempre ficam pessoas sem viajar nesse mesmo local e nesse mesmo horário. Principalmente na quarta-feira, dia de feira na cidade de Canindé. Dia em que as pessoas de Caridade vêm ao banco e fazem suas compras.

Informo que pego esse ônibus diariamente desde fevereiro deste ano. O meu medo é de que agora, com a proximidade da festa do São Francisco, a situação piore.

Como cidadã, exijo uma providência.

Informo que já fiz denúncia à Ouvidoria on line do Detran, recebendo como resposta o código 74803.

Sem mais,

Cláudia Monteiro.

VAMOS NÓS – Esse protesto de Cláudia não é único. São vários clientes reclamando da superlotação nas viagens feitas por essa empresa. Isso ocorre não somente em feriados.

Leonardo Boff pede votos para João Alfredo

57 1

O teólogo e escritor Leonardo Boff, autor de mais de 60 livros nas áreas de Teologia, Ecologia, Espiritualidade, Filosofia, Antropologia e Mística, mandou carta para lideranças de movimentos populares do Ceará pedindo apoio à candidatura de João Alfredo (PSOL) a deputado estadual. Eis o teor da mensagem:
“Conheço há muitos anos João Alfredo e sua luta pela preservação do meio ambiente no Brasil, e especialmente no Ceará. É uma pessoa da maior seriedade e competência. Tem amor à Mãe Terra, sobretudo a seus filhos e filhas oprimidos e sofridos. Votar em João Alfredo como deputado é ter a garantia de um representante de confiança que está sempre ligado ao povo e a seus problemas,  para ajudar a solucioná-los”.

Leonardo Boff.