Blog do Eliomar

Últimos posts

Quatro mortos e dois feridos é o saldo de acidente em Senador Pompeu

“Quatro pessoas morreram e duas ficaram feridas após um acidente entre um caminhão e uma moto na BR 226, em Senador Pompeu. O acidente aconteceu por volta de 19 horas desta sexta-feira, 10, em uma rotatória do município. Ambos vinham no sentido Milhã – Senador Pompeu. A moto tentou fazer o balão em direção ao Centro da cidade quando colidiu com o caminhão, de placa JKH-4815, que virou no acostamento. Segundo a perícia, provavelmente o condutor da motocicleta não viu o caminhão que vinha atrás, nem deu sinal.

As vítimas foram o motorista da moto Nilo Nogueira de Lima, 65 Anos, a filha que estava na garupa Joélia Nogueira de Lima, 21 anos. As outras duas vítimas eram a companheira e filha do motorista do caminhão Mercedes Marisete Góis de Sousa, 38 anos, e Lorrana Sousa dos Santos, 2. As duas pessoas feridas estavam no caminhão, que transportava tijolos. Foram Lucas de Sousa, 9 anos, e o motorista Francisco Vieira dos Santos, que foram hospitalizados mas não correm risco de morte.”

(POVO Online)

Ministro do TCU tem filho na diretoria da Anac

Ministro Valmir Campelo

Recém-empossado na diretoria da Anac, Ricardo Bezerra tem como principal atributo em seu currículo o fato de ser filho de Valmir Campelo, ministro do TCU. Também trabalhou na Infraero, da qual foi demitido no auge do apagão aéreo. Agora, Bezerra começou a formar sua equipe na Anac. Para assessorá-lo, acaba de nomear sua ex-colega de Infraero Érica Duttweiller.

Quem tiver paciência de ler o relatório final da CPI do Apagão Aéreo encontrará farto material sobre Érica, acusada de “negligência profissional” e falta de “zelo em relação ao interesse público”, além de ter cometido “ilícito administrativo”.

 (Veja Coluna Radar)

O ministro Valmir Campelo esteve nesta semana em Fortaleza participando de ato em que o presidente do TCU,ministro Ubiratan Aguiar, entregou algumas reformas na sede do tribunal em Fortaleza. Ele é o relator das obras da Copa 2014 e garante que tudo está dentro do ritmo.

MPE questiona propagandas de Marcos Cals e Cid Gomes

51 1

“O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) concedeu liminar que impede o candidato do PSDB ao Governo do Estado, Marcos Cals, de exibir, no horário eleitoral, imagens de pacientes e enfermos em hospitais e clínicas, sem prévia e expressa autorização dos responsáveis.

As imagens foram ao ar no horário eleitoral nos dias 6 e 8 de setembro. Na propaganda, Cals criticava as ações na área de saúde do governo Cid Gomes (PSB) e dizia que obras anunciadas no horário eleitoral ainda não estariam prontas. Trechos com imagens de pacientes e enfermos de hospitais públicos teriam sido exibidos sem autorização. A liminar concedida pelo juiz auxiliar Luiz Roberto Oliveira Duarte estabelece multa de R$ 2 mil, por veiculação indevida, em caso de descumprimento.

A representação que levou o juiz a conceder a liminar foi movida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) e argumentava que não se podia deduzir na propaganda que as pessoas concordaram em ter suas imagens exibidas, no estado em que se encontravam. A assessoria de comunicação do PSDB informou que o partido cumprirá a determinação, mas recorrerá da decisão.

Cid

O Ministério Público Eleitoral entrou ainda com representação por propaganda eleitoral irregular contra a coligação do atual governador e candidato à reeleição Cid Gomes (PSB). A ação ainda será julgada. A representação é referente a propaganda institucional irregular, constatada em procedimento administrativo eleitoral promovido pelo MPE entre os dias 17 e 18 de agosto.

Durante a averiguação, foi constatada a permanência de placas com propaganda institucional do Governo do Estado nas obras do Hospital Municipal de Limoeiro do Norte – na BR-116, próximo à obra do Eixão das Águas, e também no município de Chorozinho.

A legislação eleitoral proíbe publicidade institucional de atos, programas, obras e serviços, nos três meses que antecedem as eleições. Em decorrência do fato, o procurador eleitoral auxiliar Márcio Andrade Torres ingressou com a ação, solicitando que seja determinada a retirada das peças, imediatamente, além da aplicação de multa em caso de descumprimento, no valor de R$ 5 mil por dia.

Além de Cid, também são citados na representação o seu candidato a vice-governador, Domingos Filho (PMDB); Além dos secretários e ex-secretários estaduais: Adail Fontenele, da Infraestrutura; João Ananias Vasconcelos Neto, ex-titular da Saúde; César Augusto Pinheiro, dos Recursos Hídricos e Roberto Monteiro, da Segurança. A assessoria de comunicação da coligação “Por Um Ceará Melhor Para Todos”, encabeçada por Cid, informou que só irá se manifestar sobre a decisão após notificação judicial.”

(O POVO)

Bento XVI lamenta perda de fiéis na Igreja do Brasil

78 1

“O papa Bento XVI denunciou nesta sexta-feira a crescente perda de fiéis pela Igreja Católica brasileira e a rápida expansão no país das comunidades evangélicas e neopentecostais.

– Se observa uma crescente influência de novos elementos na sociedade, que até poucos anos não existiam. Isto provoca um crescente abandono por parte de muitos católicos, ao mesmo tempo em que se observa no panorama religioso do Brasil a rápida expansão das comunidades evangélicas e neopentecostais – disse o Papa.

Bento XVI recebeu bispos brasileiros dos estados da Bahia e Sergipe no Castelo Gandolfo, a 30 km de Roma, na visita ”ad limina”, em que, a cada cinco anos, o Pontífice se encontra com bispos de cada país.

O Papa afirmou que este afastamento da Igreja se deve a uma “evangelização, a nível pessoal, às vezes superficial”.

– Às vezes os batizados não são suficientemente evangelizados, e as pessoas se tornam facilmente influenciáveis, possuem uma fé frágil, baseada em uma ingênua devoção – disse.”

(O Globo)

CIC e FIEC marcam debate com candidatos a govenador, mas presença de Cid é dúvida

101 1

“O Centro Industrial do Ceará (CIC) e a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) iniciam, a partir das 19 horas da próxima segunda-feira, o Ciclo de Palestras Eleições 2010, quando, em datas distintas, os candidatos a cargos majoritários das três coligações melhores posicionadas nas pesquisas eleitorais terão a oportunidade de expor suas propostas.

O ex-governador Lúcio Alcântara, postulante do PR/PPS, será o primeiro convidado, tendo ao lado o candidato a senado pelo PPS, Alexandre Pereira. Na segunda-feira, dia 20, vão expor suas ideias Marcos Cals (PSDB/DEM) e o senador tucano Tasso Jereissati.

Com referência as palestras do governador Cid Gomes (PSB) e dos candidatos ao Senado, Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT), o CIC e a Fiec informam estar aguardando confirmação de data. A título de colaboração, os candidatos receberão a Agenda da Indústria do Estado, um conjunto de sugestões voltadas para desenvolvimento econômico do Estado.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Metrofor pode perder R$ 195 milhões

“Do R$ 1,7 bilhão aplicado nos últimos 12 anos na linha sul do Metrô de Fortaleza (Metrofor), cerca de 195 milhões, o equivalente a 11,5%, estão praticamente perdidos e deverão ser alvo de questões judiciais do governo do Estado contra as empresas Alston, Siemens e Adtranz, por não fornecimento de trens e sistemas elétricos fixos. Em valores atualizados, dos R$ 250 milhões contratados pela Alston, em 1998, para fornecimento de 10 composições com quatro carros cada, pelo menos R$ 100 milhões foram pagos, sem que nenhum equipamento tenha sido fornecido.

Em relação ao fornecimento e instalação dos sistemas fixos, contratados ao preço atualizado da ordem de R$ 200 milhões, com as empresas Siemens e Adtranz, outros R$ 95 milhões também já foram antecipados, mas ambas só se comprometem a fornecer e instalar equipamentos para apenas dois quilômetros de linha férrea, que interligam Maracanaú a Pacatuba. Os valores foram revelados ontem, pelo presidente do Metrofor, Rômulo Fortes, após fazer explanação completa da situação física e das negociações realizadas pela instituição com os fornecedores, nos últimos dez anos. Segundo ele, o contrato com a Alston foi celebrado em 1998, mas a produção dos dez trens foi paralisada em 2002, por falta de recursos federais, e retomadas em 2007.

O problema, explicou Fortes, é que para recomeçar a produzir as composições, a Alston passou a exigir acréscimo de R$ 120 milhões, o que elevaria o preço dos trens para R$ 370 milhões. “Esse valor é exorbitante”, ressaltou Fortes, acrescentando que o que seria fornecido seriam trens obsoletos tecnologicamente e pequenos, com capacidade para transportar 185 mil passageiros, diariamente, quando a demanda atual é de 350 mil usuários, por dia.

“Esses (trens) da Alston não vamos receber mais. Vamos à justiça para receber o que já pagamos”, declarou o presidente do Metrofor. Além de uma multa rescisória no valor de R$ 18 milhões, o equivalente a 2%, do valor contratado, ele disse que espera receber quatro caixas (cabines), os trucks (eixos e rodas) dos trens, baterias e outros equipamentos elétricos.

Sobre os sistemas elétricos e eletrônicos fixos, para o que já foram pagos R$ 95 milhões, de um total de R$ 200 milhões contratados, Fortes disse que a Siemens e a Adtranz também exigiram contrapartidas para fornecer os equipamentos e prestar os serviços, devido a paralisação de quase seis anos do Metrofor, de 2002 a 2007. “As empresas se comprometeram a fazer dois quilômetros”, antecipou o executivo.

Esse é o trecho que o Metrofor pretende utilizar, inicialmente, à realização dos testes de dinâmica dos trens. Para tanto, o primeiro lote de equipamentos chegou a Fortaleza no dia 19 de agosto último – 12 anos depois – e o segundo lote deve aportar aqui, em 15 dias.

Entre os equipamentos entregues pela Adtranz, estão cubículos de 13,8kV, transformadores de baixa e de média tensão, cubículos de 1250V quadros de baixa tensão, grupo gerador diesel e para-raios, a serem utilizados nas subestações auxiliares e retificadoras do Metrofor. Também foi entregue um transformador de potência de 3.300 MVA de 69.000 para 1.250Volts na subestação de Pajuçara.

Novas licitações

Diante do “impasse” novas licitações serão feitas para aquisição dos trens e dos equipamentos e serviços não fornecidos, o que irá importar em novos contratos e mais recursos. Atualmente, as linhas Sul e Oeste do Metrofor estão orçadas em R$ 1,82 bilhão. Desse total R$ 1,09 bilhão, sendo R$ 597,8 milhões, do governo do Estado do Ceará, já foram pagos.”

(Diário do Nordeste)

Caso Marcela Montenegro – Acusados são condenados a mais de 20 anos de prisão

“Os acusados da morte da empresária Marcela Montenegro, em março deste ano, foram condenados a mais de 20 anos de prisão pelos crimes de latrocínio, cometido mediante emboscada, e formação de quadrilha.

Jacinto Cosmo Alves Filho, o ”Buiú”, identificado como o autor do disparo que matou a empresária, foi condenado a 24 anos e seis meses de reclusão. O segundo réu, Francisco Leandro da Silva, o ”Pica-Pau” foi condenado a 23 anos de reclusão. Ambos terão que cumprir a pena em regime inicialmente fechado.

Os réus estão presos e serão intimados a comparecer à 15ª Vara Criminal para tomarem conhecimento da sentença. De acordo com a decisão, os réus não poderão recorrer em liberdade.

O Crime

Na madrugada do último dia 9 de março, Marcela Moreira Montenegro e a mãe, Maria Itamir Moreira Montenegro, passavam pela rua Zuca Acioli, bairro Cidade 2000, quando foram abordadas pelos dois acusados e por dois menores.

Segundo o Ministério Público, Marcela Montenegro só percebeu a emboscada quando o réu Jacinto Cosmo Alves Filho, armado, pulou na frente do veículo para que ela parasse o carro e o assalto fosse realizado. Ao perceber a ação dos assaltantes, ela acelerou o veículo, mas acabou sendo baleada, vindo a falecer no dia seguinte.”

(Com TJ-CE)

Datafolha – Dilma está com 23 pontos à frente de Serra

60 2

“Pesquisa Datafolha/Globo/Folha realizada nos dias 8 e 9 de setembro aponta para um quadro de estabilidade na disputa presidencial. Com 50% das intenções de voto, a candidata petista Dilma Rousseff manteve o percentual registrado na pesquisa anterior, realizada entre os dias 2 e 3. Seu principal adversário, o tucano José Serra, oscilou negativamente um ponto percentual e registrou agora 27% das menções do eleitorado. Marina Silva (PV) foi de 10% para 11%. Todas as variações estão dentro da margem de erro do levantamento, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Os outros candidatos não alcançaram 1%, enquanto 6% dos entrevistados se dizem indecisos, e outros 4% declaram que irão votar em branco ou anular o voto. A pesquisa Datafolha mostra que a ex-ministra ampliou sua vantagem na Bahia e em Pernambuco, exatamente os Estados em que Serra mais caiu. A preferência por Dilma entre os pernambucanos é de 67% contra 18% que mencionam o nome do tucano (há cinco dias o levantamento registrou 62% a 21%), enquanto entre os baianos chega a 64% contra 18% que dizem votar em Serra (era de 60% a 22%).

A evolução por estratos socioeconômicos e demográficos apresentou pouca variação, e foi a senadora Marina Silva quem mais cresceu nos últimos cinco dias.

É o caso entre os eleitores com escolaridade superior, parcela em que Dilma caiu cinco pontos percentuais, para 37%, e Marina ganhou quatro, subindo para 23% (Serra oscilou um ponto para cima e está com 30%). Entre os de maior renda familiar, a petista perdeu sete pontos, enquanto a verde conquistou seis.

Rejeição

O levantamento também mostra estabilidade quando a pergunta é sobre a rejeição. 32% dizem que não votariam em José Serra (eram 31% há cinco dias), contra 22% que reprovam Dilma (21%) e 16% que não consideram votar em Marina (ante 17%).”

(Com Agências)

Ministro do TSE defere registro de candidatura de Marcelo Teixeira

O ministro Aldir Passarinho, do Tribunal Superior Eleitoral, em decisão monocrática, deu provimento ao recurso interposto pelo candidato a deputado federal Marcelo Teixeria (PR) garantindo seu registro como candidato.

Marcelo Teixeira havia sido alcançado pela Lei da Fixcah Limpa em razão de conta desaprovada pelo TCM quando era secretário de Obras da primeira gestão do falecido prefeito de Fortaleza, Juraci Magalhães.

O recurso foi interposto por seu advogado Meton Cesar Vasconcelos. A dcisão ainda passará pelo Pleno do TSE.

Escola de Saúde Pública divulga resultado final da seleção para Policlínicas

131 2
Eis o que divulga nesta sexta-feira o site do Governo do Estado. Confira:
A Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP-CE), através da Coordenadoria de Pós-Graduação em Gestão de Saúde, divulga resultado final do Processo Seletivo Simplificado para contratação de profissionais que atuarão nas Policlínicas de Camocim, Campos Sales, Baturité, Russas e Tauá. A listagem está por ordem decrescente de classificação por cargo, após análise de recursos, os candidatos foram classificados por ordem decrescente das notas finais. O processo constou de duas etapas: uma prova escrita objetiva e a prova de títulos.
 
Promovido pelos Consórcios Públicos de Saúde das Microrregiões de Camocim, Tauá, Crato, Baturité e Russas e coordenado pela Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP-CE), o processo seletivo teve como objetivo o preenchimento do quadro de profissionais de saúde que irão trabalbar nas novas unidades de saúde de Camocim, Campos Sales, Baturité, Russas e Tauá.

Estão sendo selecionados profissionais de saúde como médico, enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, psicólogo, terapeuta ocupacional, técnicos em enfermagem, radiologia, em imobilizações ortopédicas, farmácia e laboratório. Os aprovados ocuparão as 258 vagas para profissionais de saúde, de nível médio e superior, com salários que variam entrem R$ 580,00 e R$ 3.500,00.

 

Greve dos ônibus- MPT deve retomar na 3ª feira julgamento da abusividade

“O Pleno do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-7ª Região) poderá retomar, na tarde da próxima terça-feira, 14, julgamento do agravo regimental interposto pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) contra decisão do vice-presidente do TRT, desembargador Manoel Arízio Eduardo de Castro, que decretou a abusividade da greve dos motoristas, fiscais e cobradores do transporte coletivo urbano da Capital, no final de junho. Na sessão da terça-feira, 31/8, o agravo começou a ser julgado. O desembargador Arízio optou por manter sua decisão. Em seguida, o desembargador José Antonio Parente da Silva pediu vistas do processo, o que suspendeu o julgamento.

O procurador-chefe do MPT, Francisco Gérson Marques de Lima, autor do agravo, questiona a competência do vice-presidente para, em substituição ao presidente do Tribunal (desembargador Cláudio Soares Pires, que se declarou suspeito no processo), conceder tutela antecipada ao Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).

Gérson Marques entende que a competência seria do relator do processo e que este relator só seria designado pelo TRT, conforme regimento interno, após recebimento do parecer do MPT no dissídio coletivo (o que nem havia sido ainda requerido). “A atribuição do desembargador presidente na condução de dissídio restringe-se a instruí-lo para o relator e adotar medidas emergenciais sem conteúdo de definitividade. Qualquer antecipação de mérito invade a competência do relator”, alega. Ele frisa que o julgamento de mérito, em regra, é da competência do colegiado e que, somente por exceção, o TRT confere competência antecipativa ao relator. “Não se deve permitir a flexibilização de regras de competência funcional, sob pena de se macular os princípios constitucionais do juiz natural e da segurança jurídica”.

Ainda conforme alerta Gérson Marques, a abusividade foi decretada sem que sequer o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sintro) tivesse sido ouvido, o que fere os princípios do contraditório e da ampla defesa. Ele enfatiza que a deflagração da greve obedeceu às exigências legais no tocante à tentativa preliminar de negociação, à aprovação pela assembléia de trabalhadores e à concessão de aviso prévia ao sindicato patronal. Em relação ao descumprimento dos percentuais mínimos de circulação da frota estabelecidos pelo TRT para o período de paralisação (70% nos horários de pico e 50% nos horários normais), alegado na decisão do desembargador, o procurador observa que as informações prestadas pela Empresa de Transportes Urbanos (Etufor) seriam insuficientes para justificar a decretação da abusividade. Isto porque a Etufor efetuou o controle da circulação dos ônibus por meio de GPS, equipamento que não é agregado ainda a todos os veículos que integram a frota de coletivos da Capital.

Gérson Marques menciona que uma das maiores empresas operadoras do sistema, a São José de Ribamar, não possui nenhum ônibus de sua frota com GPS. “Percebe-se, portanto, que não foram contabilizados os ônibus que não possuem o referido aparelho, o que desqualifica o critério utilizado para averiguar o desatendimento aos limites fixados”, frisa. Acerca da acusação de violência durante manifestação, ele explica que não ficou comprovada responsabilidade dos grevistas, já que o tumulto no terminal da Parangaba se deu entre policiais e usuários. O procurador conclui que, no conflito entre Sindiônibus e Sintro, a atuação do Judiciário terminou provocando desequilíbrio em prejuízo dos direitos sociais, do direito de greve e do estímulo à negociação coletiva. “Depois que foi concedida a tutela antecipada, o sindicato patronal tem se recusado a retomar qualquer negociação e os ânimos continuam acirrados”, diz.

(Site do MPT)

Serra promete salário mínimo de R$ 600,00

80 1

“O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, afirmou nesta sexta-feira (10) que irá aumentar o salário mínimo para R$ 600, se for eleito em outubro. Atualmente, o mínimo é de R$ 510. “Vou entrar em um assunto muito importante para a população, especialmente a trabalhadora. Se for eleito presidente da República, o salário mínimo será de R$ 600”, prometeu Serra, durante visita a São Gonçalo, município da Região Metropolitana do Rio.

Depois de caminhar pelo calçadão de Alcântara, área bastante conhecida da cidade, que é o segundo maior colégio eleitoral do Rio, Serra aproveitou o assédio dos jornalistas para fazer novas críticas à presidenciável Dilma Rousseff e ao seu partido, o PT. A exemplo do que já havia dito durante sabatina realizada pelo jornal “O Globo”, Serra acusou o projeto petista de fazer uma campanha terceirizada. O candidato tucano recusou-se a comentar o resultado das últimas pesquisas que mostraram o crescimento de sua adversária.

Serra prometeu construir uma linha de metrô para ligar São Gonçalo a Niterói e voltou a defender a construção de policlínicas para melhorar o atendimento na área da saúde.”

(Portal G1)

PF prende duas pessoas com 2 kg de cocaína

“Duas pessoas foram presas em flagrante na manhã desta sexta-feira, 10, no Terminal Rodoviário Engenheiro João Thomé, pela Polícia Federal. Uma amazonense de 19 anos vinda de Manaus tentou repassar 12kg de cocaína a um fortalezense de 38 anos no estacionamento externo da rodoviária. Ambos foram foram autuados em flagrante delito por tráfico interestadual de drogas, cuja pena varia 5 a 15 anos de reclusão, com aumento de um a dois terços por ser tráfico entre os Estados.

A mulher, cuja iniciais são P.M.C, natural da cidade de São Gabriel da Caichoeira, já vinha sendo monitorada por policiais federais. O homem, F.M.C, já responde, em liberdade, pelos crimes de tentativa homicídio e porte ilegal de arma.

Agora, a jovem será transferida para o Presídio Feminino Desembargadora Auri Moura Costa e o cearense será tranferido para CPPL-Casa de Privação Provisória de Liberdade, onde ficarão à disposição da Justiça Estadual do Ceará.”

(OPOVO Online e PF)

Histórico do PDT declara voto em Marcos Cals

48 12

Do sociólogo, advogado e pedetista Pedro Albuquerque, este Blog recebeu carta onde ele declara seu voto em favor do candidato tucano ao Governo do Ceará, Marcos Cals. Confira:

DECLARAÇÃO DE VOTO EM MARCOS CALS

Aos (Às) meus (minhas) amigos (as), colegas de profissão e companheiros (as) de lutas pela democracia MARCOS CALS foi meu aluno em três disciplinas no curso de ciências sociais da UNIFOR. Excelente aluno, mostrou-se uma pessoa aberta ao mundo, às mudanças, ao conhecimento. Isso lhe permitiu aliar essa qualidade à sua reconhecida sensibilidade humana e ao seu senso de justiça. Conviveu de modo solidário com todos os seus colegas, sempre colaborativo, e assumiu sempre a iniciativa e a liderança de atividades e idéias coletivas. Deputado estadual, nunca se valeu dessa condição para obter tratamento diferenciado da instituição onde obteve sua formação de sociólogo. É digno, sincero, honesto. E um democrata que bem sabe conviver e respeitar o outro, o diferente. É, enfim, um antípoda do político demagogo. Essas já seriam razões suficientes para nele depositar minha confiança como candidato ao governo de meu Estado. Tenho, porém, outras mais a agregar.

MARCOS CALS é o único candidato que quebra o atual (e inédito!) discurso enfadonho da indiferenciação programática entre os partidos políticos. Ele assume, corajosamente, a defesa de uma questão estruturante, o compromisso de adotar em seu governo a educação de tempo integral, bandeira histórica de Anísio Teixeira, Darcy Ribeiro e Leonel Brizola. Só a educação de tempo integral, com escolas bem equipadas e professores valorizados pode evitar que os filhos das famílias hoje justamente protegidas pelo Bolsa Família reproduzam, em futuro próximo, a condição aviltante de pobreza extrema de seus pais. Bolsa Família sem uma revolução na educação deixa de ser política de alívio social para se transformar em política de sujeição dos eleitores à vontade do governante. Incorporando educação e efetiva possibilidade de emprego como portas de saída, o Bolsa Família deveria ser institucionalizado através de lei, tornando-se política de Estado, com garantia consorciada da educação e de renda mínima, como direito das famílias em estado de pobreza. Com essa medida, essas famílias seriam emancipadas do cabresto políticoeleitoral de quaisquer governos.

É com essas convicções que anuncio aos (às) amigos (as), colegas de profissão e companheiros (as) de luta pela democracia o meu voto em MARCOS CALS para governador do Ceará. Ao mesmo tempo em que me sinto à vontade, em função dos motivos acima alinhados, para recomendar a cada um de vocês a apreciação de seu nome no decorrer dessa campanha e no momento decisivo do sufrágio de 3 de Outubro próximo.

Com o mais fraternal abraço do
Pedro Albuquerque.

Jumentinho da Beira Mar em novo passeio

117 8

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=DCxgX9XgrQM[/youtube]

E o jumentinho que foi fotografado na semana passada circulando pela avenida Beira Mar, em Fortaleza, está virando artista. Agora foi filmado pelo leitor Franklin Jr. nesta manhã de sexta-feira, quando tomava seu banho de sol.

Como está ficando famoso, precisa ganhar um nome. Quem sugere?

Comício de Lula e Dilma em Fortaleza não terá Lúcio no palanque, avisa petista

56 9

O coordenador-executivo da campanha de Dilma Rousseff no Ceará, vereador Acrísio Sena, esclarece para o Blog:

Caro Eliomar de Lima,

O comício que o presidente Lula e a candidata petista a presidente da República, Dilma Rousseff, farão em Fortaleza, no próximo dia 15, a partir das 19 horas, na Praça do Ferreira, será um “evento exclusivo” da coligação que apoia o governador Cid Gomes (PSB) e os candidatos ao Senado – José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira (PMDB).

Foi uma negociação da nossa coligação. Portanto, o candidato Lúcio Alcântara e outros apoiadores terão que negociar com a coordenação nacional sua programação específica.

Atenciosamente,

Acríso Sena,

Coordenador-executivo da Campanha Dila 13 no Ceará.

Arquiteto questiona projeto de requalificação da Praia de Iracema

111 1

Eis artigo do professor e arquiteto José Sales sobre a obra de requalificação da Praia de Iracema, em Fortaleza. Para ele, um remendo à vista. Confira: 

A implantação da proposta de requalificação da Praia de Iracema se transformou em mais uma obra interminável da atual gestão municipal de Fortaleza. O que era para ser um novo contexto urbano qualificado, escorrega em questões de gestão e de alterações sucessivas do projeto para atendimento de questões particulares, comprometendo irremediávelmente a qualidade do projeto. Parece que existem dois pesos e variadas medidas para as soluções do desenho urbano propostas. E estas diretrizes incidem em erros de soluções de projeto urbano notáveis, como por exemplo:

1. O projeto não indica nenhuma proposição de integração entre o novo desenho e a situação existente na Ponte Metálica, que está a precisar, urgentemente, de um roteiro de ordenamento, definição e usos e ocupação;

2. A “Piscininha” e a “Prainha do Estoril” desaparecem, como num passo de mágica, para dar lugar à ampliação do calçadão, mas, ao mesmo tempo, “se manteve” a privatização do espaço público proposto pelos restaurantes da Rua dos Tremembés e, especificamente, pelo Restaurante Sobre o Mar, que construi um jardim particular e rampas no espaço público envoltório da edificação que irregularmente avançava sobre todos os recuos;

3. Ao mesmo tempo, a proposta destina todo o leito da Avenida Almirante Tamandaré para estacionamento de veículos, no que deveria ser um imenso boulevard interligando o Complexo Centro de Arte e Cultura Dragão do Mar com o futuro Caixa Cultural e com a recomposição do Pavilhão;

4. Outra “ausência assustadora” é a não existência de arborização urbana prevista em toda a orla em requalificação desde a Praia do Ideal até a Praia de Iracema e o Poço da Draga. Existem imensas jardineiras circulares para colocação de vegetação arbustiva, mas nenhuma mínima área para plantio de árvores de porte ou mesmo recomposição do antigo coqueiral em beira mar, que feneceu por velhice ou foi destruído pelo avanço do mar ou, simplesmente, removido pela por incúria de nossos administradores municipais.

Entendemos que a Prefeitura Municipal de Fortaleza, através de Gerencia de Projetos Especiais, deveria, urgentemente, mandar verificar que proposições de projeto são estas que privilegiam os estabalecimentos privados em detrimento do espaço publico, que destinam áreas nobres de pedestres para estacionamento de veículos e que se esquecem de que a arborização urbana é um item importante e obrigatório da requalificação urbana.

O discurso de requalificação urbana está sendo integralmente distorcido pelo projeto e pelo que está em implantação. Ou a equipe não tem pratica nas diretrizes propostas pelo programa e o desenho urbano reflete o mesmo ou alguma coisa está muito errada mesmo. Alguém pisou na bola, mas ainda é tempo de corrigir a queda.

* José Sales, arquiteto, professor e vice-presidente do IAB/Ceará.