Blog do Eliomar

Últimos posts

Matrícula de alunos novatos na rede estadual começa nesta 2ª feira

230 1

Começa nesta segunda-feira a mtrícula de alunos novatos na rede estadual de ensino, em Fortaleza, e que vai se estender até 4 de março próximo. O pai ou responsável deve comparecer à escola de sua preferência para efetivar o ingresso do estudante. Na ocasião da matrícula, serão solicitadas a cópia da certidão de nascimento e transferência ou declaração de escolaridade, além de uma pasta escolar e duas fotos 3×4. A ausência de qualquer um desses documentos, no entanto, não impedirá a matrícula.

A oferta de vagas na rede estadual cearense para veteranos, alunos de redes públicas municipais e novatos totaliza 470 mil. A Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza(Sefor) informou aos gestores das unidades de ensino que mesmo que não haja vagas em uma determinada unidade, deve ser feito o cadastramento das demandas que receberam. O
objetivo é identificar na mesma região onde o aluno poderá ser matriculado para garantir que todas as crianças e adolescentes estejam na escola em 2011.

INÍCIO DAS AULAS

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria da Educaçao do Estado, as aulas começarão no dia 14 de março, em Fortaleza, e seguirão durante 200 dias letivos que devem ser cumpridos conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação(LDB).

Papa renova apelo por tranquilidade no Egito

“O Papa Bento XVI mostrou-se preocupado pela instabilidade e violência que se vive em território egípcio, renovando os seus apelos para que o país consiga regressar à tranquilidade. A mensagem do Papa foi proferida na manhã deste domingo, durante a oração do Angelus, na Praça de São Pedro, no Vaticano.

«Nestes dias, sigo com atenção a delicada situação da querida nação egípcia. Peço a Deus que aquela terra, abençoada pela presença da Sagrada Família, recupere a tranquilidade a convivência pacífica no empenho partilhado pelo bem comum», disse.

Bento XVI aproveitou ainda para deixar uma palavra aos que trabalham na área da saúde, apelando à solidariedade para com os doentes e à defesa da vida.”

(Com Agências Internacionais)

Bancada do PT na Câmara debaterá ação política com ministros

94 1

“A bancada do PT na Câmara reúne-se nesta segunda e terça-feira, em seminário, para discutir questões políticas e de organização. De acordo com o líder do partido, deputado Paulo Teixeira (SP), o encontro servirá para balizar a atuação da bancada. Segundo ele, “o PT terá papel fundamental na sustentação do governo e na continuidade e aprofundamento do projeto do partido e de aliados em implementação desde 2003”.

O seminário será aberto nesta segunda-feira, às 14 horas, pelo presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), que vai falar sobre as perspectivas e desafios da nova legislatura. Depois de Maia, o presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, e os ministros Antonio Palocci (Casa Civil) e Luiz Sérgio (Relações Institucionais), falarão com os petistas sobre a conjuntura brasileira e os desafios para o Brasil continuar mudando.

No dia seguinte, os deputados voltam a se reunir para tratar de questões da bancada, matérias prioritárias para votação da pauta legislativa como reforma política e tributária, questões trabalhistas, salário mínimo e a proposta de emenda à Constituição que acaba com o trabalho escravo.”

(Agência Brasil)

Egito – Cúpula do partido governista renuncia

119 1

“O comitê executivo do partido no poder no Egito, o Partido Nacional Democrático (PND), incluindo Gamal Mubarak, filho do presidente Hosni Mubarak, renunciou neste sábado, anunciou a televisão estatal. “Os membros do comitê executivo renunciaram de seus cargos”, anunciou o canal de televisão. “Como presidente do Partido Nacional Democrático (PND), o presidente Hosni Mubarak decidiu nomear Hossam Badrawi como secretário-geral do partido”, informou a rede de televisão, contrariando os rumores segundo os quais o próprio Mubarak havia abandonado a liderança de seu partido.

Badrawi é conhecido por manter boas relações com a oposição egípcia. Substitui Safuat el Sherif, também presidente da Shura (câmara alta). Ele também foi designado presidente do comitê político do PND, um posto ocupado até então por Gamal Mubarak, informou a mesma fonte.
No total, o comitê conta com seis postos, incluindo o de secretário-geral. O filho de Mubarak era seu número dois.

Além de Sherif e Gamal Mubarak, o comitê contava com a presença do empresário Ahmed Ezz, que se demitiu no dia 29 de janeiro.
Os empresários próximos a Gamal Mubarak, muito presentes no governo anterior, estão ausentes deste novo gabinete formado no dia 31 de janeiro pelo primeiro-ministro, o general Ahmed Shafiq.

Gamal Mubarak, de 47 anos, era até agora considerado o provável sucessor de seu pai, no poder desde 1981. Os distúrbios atuais colocaram em primeiro plano a hierarquia militar, que não esconde sua impressão ruim sobre este banqueiro sem careira no exército.
O filho do presidente e os empresários próximos a ele, adeptos de uma liberalização acelerada da economia egípcia, também são impopulares entre a população.”

(Folhapress)

Na primeira semana do Congresso, apagão, salário mínimo e Olimpíadas

110 1

“A primeira semana de trabalho dos novos congressistas tende a ser marcada pelas discussões sobre o salário mínimo, o apagão no Nordeste e duas medidas provisórias para as Olimpíadas do Rio em 2016.

A MP 516/10, que aumentou o valor do salário mínimo para R$ 540, ainda não começou a tramitar na Câmara, mas as discussões entre o governo e as centrais, que apóiam a presidente Dilma Rousseff, não chegam a consenso. Na semana passada, sobraram reclamações do deputado Paulinho da Força (PDT-SP), após encontro com os ministros Guido Mantega (Fazenda) e Carlos Lupi (Trabalho). As centrais e os deputados que a representam defendem um salário mínimo de R$ 580. Mas o governo federal só aceita elevar o valor para R$ 545. Esta semana haverá uma nova rodada de articulações nos bastidores.

Depois do apagão de quinta-feira (3), que deixou mais de 30 milhões de nordestinos sem luz, a oposição ensaiou suas primeiras críticas e pretende pedir explicações formais ao governo. A presidente Dilma cobrou uma resposta rápida dos seus ministros sobre o blecaute de energia. E, a partir de terça-feira (8), um novo ingrediente aparece no plenário do Senado, a MP 501/10.

A medida provisória aumenta em R$ 90 bilhões o limite para o BNDES financiar o setor elétrico com subvenções do governo. O valor passa de R$ 44 bilhões para R$ 134 bilhões. A MP ainda beneficia produtos destinados à exportação e cria um fundo contra inadimplência de estudantes financiados com o Fies, o antigo crédito educativo. A MP tranca a pauta do Senado.

A pauta da Câmara está trancada por dez medidas provisórias.  Às 14h30 de terça-feira (8), a reunião dos líderes na Presidência vai definir os temas prioritários. As primeiras MPs têm a ver com as Olimpíadas e o esporte em geral.

A MP 502/10 cria dois tipos de bolsa-atleta, uma para as categoria de base e outra aos atletas incluídos entre os 20 melhores do ranking mundial em cada esporte. Já a MP 503/10 confirma protocolo de intenções assinado entre a União, o governo estadual do Rio de Janeiro e a prefeitura da cidade para criar a Autoridade Pública Olímpica (APO). Esse órgão vai coordenar as ações governamentais dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

Veja as outras MPs na pauta da Câmara

*Embrapa no Exterior – MP 504/10. Permite ao governo criar escritórios da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no exterior.

* Capitalização da Petrobras – MP 505/10. Autoriza a União a emprestar R$ 30 bilhões para o BNDES para comprar ações da Petrobras. O crédito foi feito com títulos públicos colocados em favor do banco.

*Crédito agrícola – MP 506/10. Concede crédito extraordinário de R$ 210 milhões ao Ministério do Desenvolvimento Agrário para pagar o garantia-safra a agricultores familiares do semiárido nordestino.

* Dossiês da Receita – MP 507/10. Pune com demissão o servidor público que usar indevidamente seu direito de acesso restrito a informações protegidas por sigilo fiscal. A medida é uma resposta aos dossiês feitos com vazamentos de informações de líderes do PSDB, o que tumultuou a campanha eleitoral do ano passado.

*Transporte escolar – MP 508/10. Concede crédito extraordinário de R$ 968 milhões ao Ministério da Educação para reforço aos programas nacionais de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate) e de Alimentação Escolar (Pnae).

*Franquias dos Correios – MP 509/10. As licitações podem esperar um pouco mais. A MP prorroga até 11 de junho de 2011 o prazo para as franquias dos Correios serem concedidas por concorrência pública.

*Tributação de consórcios – MP 510/10. Exige das empresas reunidas em consórcio solidariedade tributária no pagamento dos tributos federais relacionados ao empreendimento.

*Trem de alta velocidade – MP 511/10. Autoriza a União a garantir um empréstimo de até R$ 20 bilhões, por meio do BNDES, ao consórcio vencedor da licitação  para construir o Trem de Alta Velocidade (TAV).

*Incentivos fiscais – MP 512/10. Dá incentivos fiscais à indústria automobilística instalada nas regiões Norte, Nordeste e Centro-oeste se vinculados a projetos com novos investimentos e pesquisa.

*Habitação – MP 513/10. Autoriza o Fundo de Compensação de Variações Salariais (FCVS) a assumir os direitos e obrigações do seguro habitacional do antigo Sistema Financeiro da Habitação.

*Minha Casa Minha Vida – MP 514/10. Permite a atividade comercial em conjuntos habitacionais destinados a famílias de baixa renda.

(Congresso em Foco)

IAB e Câmara Municipal discutem criação de órgão de planejamento para Fortaleza

222 1

Odílio Almeida preside o IAB-Ceará.

Dirigentes do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Ceará (IAB-CE) vão se reunir, a partir das 14 horas desta segunda-feira, com o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Acrísio Sena (PT), e demais membros da mesa diretora. 

O mote prioritário é a participação do IAB-CE n processo de criação do Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor). A prefeita Luizianne Lins (PT) decidiu recriar um órgão de planejamento para a cidade, depois que houve a extinção do Iplam.

O IAB-CE quer apresentar sua versão sobre requalificação urbana, tendo como exemplo as operações urbanas consorciadas, instrumentos que permitem a união entre Poder Público e iniciativa privada para o desenvolvimento de determinadas áreas da cidade, informam para o Blog dirigentes da entidade.

No Fórum Social Mundial, Inácio Arruda representará o Senado

107 1

O senador Inácio Arruda (PCdoB) embarca, nesta noite de domingo, para Dacar, no Senegal, para mais uma edição do Fórum Social Mundial, onde participar de três paineis do Fórum de Autoridades Locais, dentro do Fórum Social Mundial. Segundo o parlamentar, um debate sobre a situação política mundial, com foco nos problemas da América Latina e África, e uma mesa redonda sobre o tema “Reforma Urbana e Estatuto da Cidade”. Inácio viaja representando o Senado.

O XI Fórum Social Mundial tem como tema central “As Crises do Sistema e das Civilizações”, voltando a ser discutir a idéia de que “um outro mundo é possível”. O evento terá a presença do ex-presidente Lula.

Conforme Inácio, neste evento, não faltará debate principalmente em torno da “virada histórica” no mundo árabe, onde “a política dos EUA foi atropelada pelo povo”, disse. Ele lembra que os líderes conservadores dos EUA e Europa sempre defenderam Mubarak e sua política ditatorial no Egito.

Dilma freia nomeações até Congresso votar novo salário mínimo

“Na mesma estratégia usada pelo Planalto para assegurar tranquilidade na votação da presidência da Câmara, o adiamento das nomeações do segundo escalão federal será usada para permitir que o Congresso aprove um valor do salário mínimo compatível com a meta do governo. A definição do valor é o principal teste da fidelidade da base aliada que a presidente Dilma enfrentará neste início de governo.

Enquanto as centrais sindicais exigem R$ 580,00, Dilma insiste no valor de R$ 545,00. O governo, entretanto, conhece a tradição dos parlamentares de sempre adicionarem um percentual ao valor sugerido pelo Executivo. O governo aceita discutir com o Congresso um reajuste para R$ 550,00. Anteontem, reunião do governo com as centrais não resultou em acordo.

Sindicalistas ameaçaram radicalizar a negociação e, com isso, o problema deve se transferir para o Congresso. Além do empenho dos ministros da articulação política, Dilma tem alertado aliados sobre a responsabilidade de conter um valor que desequilibre as contas públicas. Ela avisou que o governo tem pressa no envio e na aprovação do reajuste. A medida também evita que o desgaste das negociações se prolongue. O plano é enviar ainda nesta semana a proposta ao Congresso.

DISPUTA

Nos últimos dias, a presidente se reuniu com líderes do PMDB para discutir as nomeações para o setor elétrico, área pela qual tem uma atenção especial. Dilma escolheu para presidir a Eletrobras o ex-dirigente da Cemig José da Costa Carvalho Neto. Na Eletronorte, apesar de o PT tentar emplacar o irmão do ministro Antonio Palocci (Casa Civil), Adhemar Palocci – que é diretor da estatal -, o nome mais provável é o de José Antônio Muniz, que deixaria o comando da Eletrobras. Ele é ligado ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Os problemas com o PMDB se agravaram nas últimas semanas com denúncias contra a gestão de Furnas, dirigida por nomes ligados ao deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Dilma escolheu o novo presidente da estatal. Há outros partidos que esperam ser atendidos com as nomeações do segundo escalão, entre eles, o PT.

A Chesf (Companhia Hidroelétrica do São Francisco) é disputada pelo PSB e pelo PT. O PC do B também está descontente com a iminente escolha do ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, para chefiar a Autoridade Pública Olímpica. Amanhã e terça-feira, em reunião das bancadas do PT no Congresso, deputados e senadores serão avisados de que precisam defender a proposta do Planalto.”

(Folha.com)

"Cacos de Família", nova peça de Carri Costa, estreia neste domingo

Estreia neste domingo, a partir das 20 horas, no Teatro da Praia, a nova comédia de Carri Costa “Cacos de Família”. Conhecido por sua irreverência com autor, diretor e ator, Carri promete: quem for ver o espetáculo, não vai se aguentar de tanto rir.

SERVIÇO

Teatro da Praia – Proximo ao Dragão do Mar, na Rua José Avelino.

Ingresso – R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (a meia)

O quadro da Segurança Pública de São Paulo vale para o restante do País?

122 1

Eis artigo assinao por Marilda Pansonato Pinheiro, presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo. Intitulado “A falência da Segurança Pública”, expõe o quadro real do setor em todo o País. Um artigo que aqui no Ceará, com certeza, algum líder sindical da área policial, assinaria. Confira:

A reportagem especial do programa Fantástico, exibida no último domingo pela TV Globo, reforçou o flagrante descaso da Administração Pública com as delegacias brasileiras e também com os profissionais da Polícia Civil. Presos enjaulados, cenário de abandono e falta d e polícias é a realidade infeliz deste País.

O Sistema penitenciário beira a falência. É o verdadeiro caos. Não é por menos que virou motivo de preocupação do Conselho Nacional de Justiça, que trabalha há anos em mutirões carcerários para tentar amenizar as injustiças Brasil a fora.

Nós delegados também nos sentimos enjaulados e injustiçados pelo Sistema. Em 2008, o estado de São Paulo assistiu à maior greve da história da Polícia Civil (59 dias) com direito a conflito de Polícias Militares com Civis – um verdadeiro cenário de guerra. A reivindicação só teve fim com as promessas do Governo de melhoria salarial e de condições de trabalho, até hoje não cumpridas. Do último concurso para Delegado de Polícia, promovido em 2009, cerca de 40% dos delegados aprovados já migraram para outro estado em busca de salários dignos.

Existem, no estado, diversas delegacias à margem da tecnologia. Uma das principais ferramentas para investigações, a internet, não faz parte da realidade das delegacias que, para não prejudicarem os trabalhos, levam equipamentos de casa. Por isso, o descontentamento é crescente.

Os delegados de Polícia de São Paulo (o estado mais rico do País) têm a pior remuneração. O salário é menor que estados carentes como Piauí, Maranhão e Ceará. Esses profissionais também convivem com a realidade de dar suporte para 31% dos municípios do estado que não contam com delegados titulares. Como se não bastasse ainda enfrentam uma crise de plantões do Decap e do Demacro.

O Decap é o departamento que gerencia todas as delegacias da capital paulista, enquanto o Demacro responde pelas delegacias dos municípios que tangem a Grande São Paulo, como o ABC, Mogi das Cruzes, entre outros. Na teoria, os dois departamentos, e suas seccionais subordinadas, deveriam organizar cinco equipes de delegados plantonistas por delegacia, casando horários e cargas de serviço. Na prática, a situação é diferente.

Registro, ainda, que o estado de tensão que se estabeleceu na classe se deve pela falta de diálogo do Governo de São Paulo, que anos a fio promete melhorias estruturais nunca vistas pela Polícia Civil.

Uma das nossas principais reivindicações é a aprovação do Projeto de Reestruturação, que tramita há mais de 10 anos sem qualquer solução. Em São Paulo, atualmente são 14 carreiras. O projeto prevê a redução para sete carreiras policiais, o que poderá oxigenar e melhorar a estrutura da Polícia Civil. Contudo, a falta de diálogo construtivo com o Governo, que visa à reorganização, reestruturação e reengenharia da Polícia Civil — instituição que progressivamente vem sendo desprovida de investimentos, inclusive, no aspecto humano, definha-se dia-a-dia.

Estamos estarrecidos com a sensação de desamparo e nos sentimos impotentes para atender a população da maneira que merece.

*Marilda Personato Pinheiro é Presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP).

VAMOS NÓS – E aí, viu alguma diferença com o que ocorre por aqui? Ou exageramos?

IPTU – Pagamento com desconto de 10% termina nesta 2ª feira

O secretário de Finanças de Fortaleza, Alexandre Cialdini, alerta: os contribuintes do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) têm até esta segunda-feira para pagar a cota única com desconto de 10% do imposto. Ele diz que, para garantir o benefício, é necessário que o imóvel esteja em dia com anos anteriores.

Cialdini lembra que a Prefeitura também disponibiliza na internet os boletos para pagamento do IPTU. Para imprimir o boleto, basta acessar o site da Secretaria de Finanças (www.sefin.fortaleza.ce.gov.br) munido do número de inscrição do imóvel. Além disso, pela internet, os contribuintes ainda podem conhecer a situação financeira e até retirar extrato com os dados do imóvel.  

PARCELADO 

Para quem vai pagar o IPTU parcelado, o vencimento também é nesta segunda-feira. O parcelamento pode ser feito em até 11 vezes, desde que a parcela não seja inferior a R$ 30,00. O IPTU pode ser pago na rede bancária, casas lotéricas e outros pontos credenciados.

(Foto – Paulo MOska)

Homícidio em Iguatu

Um homicídio à faca foi registrado, na madrugada deste domingo, em frente ao Clube Recreativo Iguatuense (CRI). O fato ocorreu durante uma festa de confraternização política nessa cidade do Centro-Sul do Ceará.

A vítima foi Juscelino Alves Teixeira Filho (15),  residente no Conjunto Habitacional Maronildo Lima, bairro João Paulo II. Ele foi atingido com uma perfuração à faca no pescoço e morreu ao dar entrada no hospital regional.

Daniel Ferreira da Silva (16) também foi lesionado com uma perfuração nas costas e está internado e em observação. A Polícia de Iguatu não identificou motivos e autor ou autores do crime.

(Também com site Iguatu.net)

FHC analisa a herança "braba" e Dilma"

Eis artigo do ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, que está no O Globo deste domingo. O título é “Tempo de muda”. FHC comenta a herança “braba” que Dilma teria recebido de Lula e dela mesmo. Confira:

É hora de a oposição falar forte e esquecer as questões pequenas Novo ano, nova presidente, novo Congresso atuando no Brasil de sempre, com seus êxitos, suas lacunas e suas aspirações.

Tempo de muda, palavra que no dicionário se refere à troca de animais cansados por outros mais bem dispostos, ou de plantas que dos vasos em viveiro vão florescer em terra firme.

A presidente tem um estilo diferente do antecessor, não necessariamente porque tenha o propósito de contrastar, mas porque seu jeito é outro. Mais discreta, com menos loquacidade retórica. Mais afeita aos números, parece ter percebido, mesmo sem proclamar, que recebeu uma herança braba de seu patrono e de si mesma.

Nem bem assume e seus porta-vozes econômicos já têm que apelar às mágicas antigas (quanto foi malfalado o doutor Delfim que nadava de braçada nos arabescos contábeis para esconder o que todos sabiam!) porque a situação fiscal se agravou. Até os mercados, que só descobrem estas coisas quando está tudo por um fio, perceberam. Mesmo os “velhos bobos ortodoxos do FMI”, no linguajar descontraído do ministro da Fazenda, viram que algo anda mal.

Seja no reconhecimento mal disfarçado da necessidade de um ajuste fiscal, seja no alerta quanto ao cheiro de fumaça na compra a toque de caixa dos jatos franceses, seja nas tiradas sobre os até pouco tempo esquecidos “direitos humanos”, há sinais de mudança.

Os pelegos aliados do governo que enfiem a viola no saco, pois os déficits deverão falar mais alto do que as benesses que solidarizaram as centrais sindicais com o governo Lula.

Aos novos sinais se contrapõem os amores antigos: Belo Monte há de vir à luz com cesariana, esquecendo as preocupações com o meio ambiente e com o cumprimento dos requisitos legais; as alianças com os partidos da “governabilidade” continuarão a custar caro no Congresso e nos ministérios, sem falar no “segundo escalão”, cujas joias mais vistosas, como Furnas (está longe de ser a única) já são objeto de ameaças de rapto e retaliação.

(Compilamos do Blog do Noblat)

* Leia a íntegra do artigo em Tempo de muda

Fernando Henrique Cardoso é sociólogo e ex-presidente da República

MPT-CE realiza seminário sobre direitos da criança em Quixadá e Crateús

Os municípios de Quixadá (a 167 km de Fortaleza) e Crateús (350 km da Capital), serão sede, nesta semana, de duas novas edições da série de seminários regionais sobre “Promoção, Defesa e Controle Social dos Direitos da Criança e do Adolescente”. O procurador do Trabalho Antonio de Oliveira Lima coordena os eventos promovidos pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e Secretaria da Educação do Estado e abertos a educadores, técnicos das áreas de assistência social e saúde e representantes de entidades não governamentais com atuação na área.

Em Quixadá, o seminário ocorrerá nesta terça e quarta-feira. As atividades do primeiro dia ocorrerão na sede da Câmara Municipal (Travessa Tiradentes, 515) e serão voltadas especificamente para os educadores das redes estadual e de 27 municípios das regiões jaguaribana e sertão central, tratando do Programa de Educação contra a Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Peteca). Já o segundo dia será sediado no Centro Vocacional da Diocese de Quixadá (Sítio Combate) e abordará o sistema de garantia de direitos e a defesa do conjunto de direitos da criança e do adolescente.

Em Crateús, o seminário ocorrerá na quinta e na sexta-feira, na sede da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede 13), da Seduc, que fica no Km 03, da BR 226 (bairro Venâncios). O evento reunirá representantes de 16 municípios do sertão de Crateús e região dos Inhamuns.

PRÓXIMOS SEMINÁRIOS

Segundo procurador do Trabalho Antonio de Oliveira, outros três seminários ainda serão realizados. Os municípiso e datas estão definidos: Juazeiro do Norte (22 e 23/2), Iguatu (24 e 25/2) e em Fortaleza (dias 22 e 23/3).

(Também com MPT-CE)

O memorialista de Coreaú

565 4

O professor Fernando Machado Albuquerque manda texto em homenagem ao escritor Leonardfo Pildas, um dos filhos ilustres da cidade de Coreaú. Hora de resgatar um memorialista, segundo diz o texto de Albuquerque. Confira:

Nascido na antiga Palma, hoje município de Coreaú, o escritor Leonardo Pildas de Menezes Cavalcante notabilizou-se em nossa região pelo grande empenho e dedicação em resgatar a memória de nosso povo.

Autor de diversos livros, entre os quais “História de Coreaú (1702-2002)”, sua obra-mor, Leonardo Pildas é um ser humano invejável por sua capacidade de arquivar textos garimpados de fontes várias, bem como de fotografias antigas que narram, em pormenores, os fatos que marcaram, ao longo de décadas, o processo de formação e desenvolvimento de Coreaú.

Cuida-se de um pesquisador atento, zeloso, sempre motivado pelo amor incondicional que tem a nossa terra, buscando com sua inconfundível sensibilidade mostrar nossos costumes e tradições, pulverizando seus escritos com o ar da prosa poética, utilizando-se de uma linguagem escorreita, diluída em um verdadeiro oceano de reminisncências dos tempos de outrora.

Quem nasceu em datas mais pretéritas, ao se debruçar na leitura do livro em comento, sente, lá no fundo do âmago, uma saudade estonteante, amiúde nostálgica, do nosso amado Coreaú, um território abençoado (pelas graças da padroeira N. S. da Piedade), celeiro de valores intelectuais e morais com expressões nas diversas áreas do conhecimento humano, como Dom Benedito Francisco de Albuquerque (Bispo emérito de Itapipoca-CE), doutor Galba Gomes, doutor Vicente Belchior Cristino, o próprio escritor e tantos outros que dignificam a imagem de nosso torrão, os quais se assemelham a verdadeiros soldados na defesa do bom combate.

Por essas e muitas razões, Coreaú se sente feliz por ter um conterrâneo tão preocupado com nossa história, com nossa memória, que é o indelével Leonardo Pildas.     

Fernando Machado Albuquerque,

Técnico Judiciário (TJCE)

Professor estadual.

E 17 presos fogem da cadeia de Canindé

120 1

Dezessete presos fugiram, na madrugada deste domingo, da Cadeia Pública de Canindé. Segundo a polícai, eles abriram um buraco dentro de uma das celas para outra, tendo acesso por outro buraco para o corredor lateral da cadeia, que tem capacidade máxia para 40 presos.

Ainda segundo a polícia, em ações realizadas logo após a fuga já foram recapturados seis presos.

Esse fato é mais que expõe a situação difícil vivida pelo setor carcerário cearense. E é porque a polícia já está envolvida na caça aos 10 resgatados, entre eles Alex Gardenal, do IIPOO 2.

(Com CPI)

Fernandinho Beira-Mar está na cadeia de segurança máxima de Mossoró

135 5

“O traficante Luís Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, e outros cinco detentos, foram transferidos no último sábado (05) do presídio federal de Catanduvas, no Paraná, para o Rio Grande do Norte.

Beira-mar e os outros cinco presos foram levados para a penitenciária de Mossoró em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) fretado pela Polícia Federal. A transferência faz parte de um sistema de rodízio aplicado ao traficante desde 2006.

A unidade de Mossoró é uma das cinco penitenciárias federais do Brasil e a única no Nordeste. O presídio, que tem capacidade para abrigar 208 homens e área coberta de 13 mil metros quadrados, fica localizado no Complexo Mário Negócio, a cerca de 15 quilômetros do centro da cidade de Mossoró.”

(Agência Estado)

Maria do Rosário confere o Forum Munidal Social onde Lula é estrela

A ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), integra a comitiva do Governo Federal que participa, neste domngo, da abertura oficial do Fórum Social Mundial (FSM) de 2011 em Dacar, no Senegal (África). A equipe será liderada pelo ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República. As atividades do FSM 2011 se estendem até a próxima sexta-feira (11). Entre 40 a 50 mil ativistas de todo o mundo são aguardados neste ano, que será dedicado “às crises do capitalismo e das civilizações”.

Uma série de compromissos dentro do evento integram a agenda da ministra, entre eles um debate com a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre “África no contexto geopolítico mundial”, encontro do governo brasileiro com lideranças sociais mundiais, e o Fórum de Teologia e libertação sobre o tema Direitos Humanos, tradições religiosas e políticas de Estado.

Segundo Maria do Rosário, o FSM é um importante momento de debates e troca de experiências. “A presidenta Dilma determinou que as políticas de direitos humanos são uma prioridade brasileira. Nesse sentido, é essencial que estejamos debatendo com os demais países do mundo as formas de atuação para garantia de direitos fundamentais e enfrentamento das violações”, afirmou.

(Com SDHPR)