Blog do Eliomar

Últimos posts

MPT mobiliza candidatos em favor da criança

Instituições governamentais e não governamentais que integram o Movimento ECA 20 anos vão reunirão, na próxima quinta-feira, a partir das 9 horas, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, candidatos a governador, a deputado federal, a deputado estadual e a senador. O objetivo do evento é convidá-los a assinar documento se comprometendo a, se eleitos, implantar políticas públicas em favor da criança e do adolescente. 

Durante o evento será proposto aos candidatos a assinatura de documento com 16 compromissos de políticas públicas destinadas a crianças e adolescentes. “A intenção do Movimento é viabilizar um gesto concreto de comprometimento que vá além dos meros discursos de campanha e permita, no decorrer dos mandatos, uma cobrança efetiva de uma atuação em benefício de crianças e adolescentes”, enfatiza o procurador do trabalho Antônio de Oliveira Lima.

Embora não antecipe quais serão os 16 compromissos, Antonio de Oliveira ressalta que, entre os direitos conferidos pela legislação brasileira às crianças e adolescentes, carecem de efetivo cumprimento questões como educação integral, melhoria da qualidade de vida, da aprendizagem, proteção à saúde e ao desenvolvimento físico, emocional e social.

PARTICIPANTES

Entre as diversas entidades e programas que participam do Movimento ECA estão o MPT, o Ministério Público Estadual, o Programa de Educação contra a Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Peteca/MPT na Escola), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a Universidade Estadual do Ceará (Uece), a Secretaria de Direitos Humanos de Fortaleza (SDH), Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado (STDS), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Seção Ceará), Comissão da Criança e do Adolescente da Assembléia Legislativa.

Também integram o Movimento o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca), Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica), Instituto Aliança, ONG Catavento Comunicação e Educação, Conselho Estadual da Assistência Social, Fórum Estadual pela Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente (Feeti-CE), Fórum Cearense de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, Instituto Aliança e Rede Nacional Primeira Infância no Ceará (REPI-CE).

(Site do MPT-CE)

Presidente do Ibope diz que Dilma será eleita presidente do Brasil

Na revista IstoÉ desta semana, o presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, em entrevista, faz uma mea culpa e diz que Lula deve fazer Dilma Rousseff presidente do Brasil. Confira: 

Há exatamente um ano, o presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, declarou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não faria o sucessor, apesar da alta popularidade. Na ocasião, o responsável por um dos mais tradicionais institutos de pesquisas do País assegurava que o presidente não conseguiria transferir seu prestígio pessoal para um “poste”, como tratava a ex-ministra Dilma Rousseff. Agora, a um mês das eleições e respaldado por números apresentados em pesquisas diárias, Montenegro faz um mea-culpa. “Errei e peço desculpas. Na vida, às vezes, você se engana”, afirmou. “O Brasil já tem uma presidente. É Dilma Rousseff.”

Segundo Montenegro, a ex-ministra da Casa Civil vem se conduzindo de forma convincente e confirma, na prática, o que o presidente disse sobre ela na histórica entrevista concedida à ISTOÉ na primeira semana de agosto: “Lula acertou. Dilma é um animal político. Está mostrando muito mais capacidade do que os adversários.”

O sr. disse que o presidente Lula não conseguiria transferir seu prestígio para a ex-ministra Dilma Rousseff, mas as pesquisas mostram o contrário. O sr. ain­da sustenta que o presidente não fará o sucessor?
Eu nunca vi, em quase 40 anos de Ibope, uma mudança na curva, como aconteceu nesta eleição, reverter de novo. Por mais que ainda faltem 30 e poucos dias para a eleição, o Brasil já tem uma presidente. É Dilma Rousseff. Ela tem 80% de chances de resolver a eleição no primeiro turno. Mas, se não for eleita agora, será no segundo turno.

A que o sr. atribui essa virada?
Houve uma série de fatores. Primeiro a transferência do Lula, que realmente vai sair como o melhor presidente do Brasil. Um pouco acima até do patamar de Getúlio Vargas e de Juscelino Kubitschek. O segundo ponto é o preparo da candidata Dilma. Ela tem mostrado capacidade de gestão, equilíbrio, tranquilidade e firmeza. A terceira razão é seu bom desempenho na televisão, inclusive nos debates e entrevistas. Lula acertou ao dizer, em entrevista à ISTOÉ, que ela era um animal político. Está mostrando muito mais capacidade que os adversários e mostra que tem preparo para ser presidente.

Mas há um ano o sr. declarou que Lula dificilmente faria o sucessor.
Errei. Eu dizia de uma forma clara que, apesar de o Lula estar bem, ele não elegeria um poste. Foi uma declaração extemporânea, descuidada e muito mais fundamentada num pensamento político do que com base em pesquisas. Foi um pensamento meu. Acho que eu tinha o direito de pensar daquela forma, mas não tinha o direito de tornar público. Peço desculpas. Na vida, às vezes, você se engana.

O que mais o surpreendeu desde o momento do lançamento das candidaturas?
A oposição errou e essa é a quarta razão para o sucesso de Dilma. A campanha do Serra está velha e antiga. Não tem novidade. O PSDB repete 2002 e 2006. Está transmitindo para o eleitor uma coisa envelhecida. Vejo um despreparo total. O PSDB está perdido, da mesma forma que o Lula ficou nas eleições de 1994 e 1998 contra o Plano Real. Na ocasião, ele não sabia se criticava ou se apoiava e perdeu duas eleições.

O bom momento da economia, a geração de empregos e o consumo em alta não fazem do governo Lula um cabo eleitoral imbatível?
Essa, para mim, é a razão principal. O Brasil nunca viveu um momento tão bom. E as pessoas estão com medo de perder esse momento. O Plano Real acabou derrotando o Lula duas vezes. Mas o Lula, com o governo dele, sem querer ou por querer, acabou criando um plano que eu chamo de imperial. É o império do bem, em que cerca de 80% a 90% das pessoas pelo menos subiram um degrau. Quem não comia passou a comer uma refeição por dia, quem comia uma refeição passou a fazer duas, quem nunca teve crédito passou a ter crédito, quem andava a pé passou a andar de bicicleta ou moto, quem tinha carro comprou um mais novo e quem nunca viajou de avião passou a viajar. Os industriais também estão felizes, vendendo o que nunca venderam. Os banqueiros idem.

Mas esse fator não pesou logo de início, quando os candidatos lançaram os seus nomes e Serra permaneceu vários meses na frente.
No início, houve transferência do Lula. Mas, de uns três meses para cá, o Lula está associando o êxito dele ao êxito do governo como um todo. E está mostrando que Dilma é a gestora desse governo. O braço direito dele. E as pessoas estão confiantes nisso e não estão querendo perder o que ganharam.

É possível dizer então que o programa de tevê do PT é mais eficiente do que o da oposição?
A tevê ajudou na consolidação. Mas a virada de Dilma Rousseff na corrida para presidente da República se deu antes da tevê. Pelo menos antes do horário eleitoral gratuito.

Isso derruba o mito de que o programa eleitoral é capaz de virar a eleição?
Quando a eleição é disputada por candidatos pouco conhecidos, ele pode ser decisivo, sim. Por exemplo, a televisão está ajudando a eleição de Minas Gerais a se tornar mais dura. O Aécio está entrando agora, o Anastasia é o governador e eles estão mostrando as realizações do governo. Por isso, o Anastasia está crescendo. O Hélio Costa largou na frente porque já era uma pessoa muito mais conhecida do que o Anastasia. Mas, quando você pega uma eleição em que todos os candidatos são bem conhecidos, o uso da tevê é muito mais de manutenção e preenchimento do que para proporcionar uma virada.

E os debates? Eles podem mudar a eleição?
Só se houvesse um desastre. Cada eleitor acha que o seu candidato teve desempenho melhor. Vai ouvir o que está querendo ouvir. Já conhece as propostas anunciadas durante a propaganda eleitoral. Falando especificamente dessa eleição presidencial, repito que a população está de bem com a vida. Quer continuar esse bom momento. O Brasil quer Dilma presidente.

A candidatura de Marina Silva não tem força para levar a eleição até o segundo turno?
Cada vez mais a vitória de Dilma no primeiro turno fica cristalizada. Temos pesquisas diárias que mostram que essa eleição presidencial acabou. Agora, mais uma vez, o Brasil está dando um show de democracia. É bom dizer que os três principais candidatos são excelentes. Todos têm passado político, currículo e história. A história da Marina Silva, por exemplo, é maravilhosa. A luta dela pelo meio ambiente é muito importante. Mas a Marina até outro dia estava com Lula e as pessoas a relacionam com o presidente. Você pega a luta do Serra e ela também é fantástica. E o Serra, até outro dia, também estava no palanque do Lula, na luta contra a ditadura.

O fato de Dilma nunca ter disputado uma eleição não deveria pesar a favor de José Serra?
No Chile, Michele Bachelet tinha 80% de aprovação, mas não conseguiu fazer o sucessor. Por quê? Porque ele tinha passado. Já tinha concorrido. Quando você concorre, você pega experiência por um lado, mas a pessoa deixa de ser virgem, politicamente falando. Sempre há brigas que você tem que comprar e vem a rejeição. No caso da Dilma, o fato de ela nunca ter concorrido, ter sido sempre uma gestora, uma técnica, precisando só exercitar o seu lado político, ajudou muito.

Em que medida o fato de Dilma ser mulher a ajudou nessas eleições?
Acho que não ajudou muito. Mas é algo diferente. O Brasil já tem implementado coisas novas na política, como foi a eleição de um sindicalista. É um fato interessante, mas a competência do Lula e da Dilma ajudaram muito mais.

O atabalhoado processo de escolha do vice na chapa do PSDB prejudicou a candidatura de José Serra?
Não. Nunca vi vice ganhar eleição. Nem perder.

O sr. acredita que Lula possa puxar votos para candidatos do PT nos Estados, como em São Paulo, por exemplo?
Acho muito difícil. O Lula tinha toda essa popularidade em 2008, apoiou a Marta e ela perdeu do Gilberto Kassab, que estava fazendo uma boa administração.

Dilma eleita, qual a saída para a oposição?
Está provado que o modelo da oposição não deu certo. Talvez ganhe em alguns Estados importantes, como São Paulo, Minas, Paraná e Goiás. Sempre terá um papel importante. Mas essa eleição mostra que está na hora de uma reforma política. É preciso diminuir o número de partidos. Os programas partidários também precisam ser mais respeitados. Os partidos são os pilares da democracia.

Trânsito complicou no início desta manhã na Avenida da Universidade

A semana já começou complicada para quem teve que passar pela Avenida da Universidade. Um automóvel Golf bateu em um poste provocando queda de fios da rede elétrica, por volta das quatro hora desta madrugada. Uma equipe da Coelce efetuou a troca de poste e reparo na fiação. Duas faixas da avenida chegaram a ficar interrompidas.

(Colaborou Marcos Almeida)

Primeira Dama do Ceará em Bauru

84 1

A primeira dama do Ceará, Maria Célia Habib, encontra-se nesta segunda-feira em Bauru, interior de São Paulo. Assiste ao sepultamento do seu avô, Jorge Habib, que morreu nesse domingo. Maria Célia deve retornar ao Ceará após o sepultamento, que ocorrerá nesta manhã de segunda-feira. Com ela, a mãe, dona Pauline Carol.

Pleno do TRE julga recurso de Salviano

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral realizará sessão nesta segunda-feira para julgar recursos de candidatos e parlamentares que tiveram registro indeferido. Na pauta, está recurso do deputado federal Manuel salviano (PSDB), que desembarcou nesta madrugada para acompanhar o julgamento. 

Salviano está otimista. O caso dele diz respeito a três contratações feitas por uma de suas secretarias na época em que foi prefeito de Juazeiro do Norte (Região do Cariri) e que aparecerem em relatório do Tribunal de Contas dos Municípios. O relatório embasou o indeferimento e o tucano acabou alcan çado pela Lei da Ficha Limpa

Na pauta também está recurso do deputado federal petista Dedé Teixeira. Ele também teve problema registrado pelo TCM da época em que foi prefeito de Icapuí (Litoral Leste).

Canal do Trabalhador – Após 17 anos, empreiteiras ainda tentam receber créditos

Tramitam no Tribunal de Justiça três processos em que 12 empreiteiras responsáveis pela construção do Canal do Trabalhador cobram dívidas ainda não pagas pelo Estado por conta da obra. Um deles entrando na fase de execução, mas com recursos do Estado no Superior Tribunal de Justiça, e dois em questionamento.

O Canal foi obra emergencial construída em 1993 durante o governo de Ciro Gomes. Serviu com os seus 113 quilômetros de extensão para trazer água do rio Jaguaribe – proveniente do açude Orós, para o açude Pacajus, garantindo o abastecimento da Região Metropolitana de Fortaleza.

Um dos advogados nesses processos é Meton César Vasconcelos, que não adianta valores cobrados pelas empreiteiras. Atualmente, a Cogerh responde pelo empreendimento.

Lúcio Alcântara é o preferido para eleitor que quer mudar o voto

98 3

“Para o eleitor que pode mudar de voto, o ex-governador Lúcio Alcântara (PR) é a segunda opção preferida entre os principais candidatos ao Governo. Segundo a última pesquisa O POVO/Datafolha, ele lidera com 29%. Dos eleitores que declaram voto em Cid Gomes (PSB), mas que admitem mudar de candidato, 43% optariam por Lúcio como segunda opção. Lúcio também é a segunda opção para a maioria dos eleitores de Marcos Cals (PSDB) que ainda podem mudar o voto: 30%.

Já 14% dos eleitores que podem mudar de voto têm Cid como segunda opção. Desses, 36% afirmam votar preferencialmente em Lúcio Alcântara, enquanto que 15% são eleitores de Marcos Cals.

Em terceiro lugar aparece o próprio candidato tucano ao Palácio Iracema: ele tem 12% das intenções de voto dos eleitores que ainda cogitam mudar de opinião. Dos eleitores de Cid Gomes, 12% têm Cals como segunda opção. No caso dos que votam em Lúcio, 21% votariam no tucano.

Lúcio foi derrotado nas últimas eleições pelo próprio Cid, quando teve 33,87% dos votos, contra 62,38% de Cid. Agora, Lúcio aposta no voto dos eleitores que, segundo ele, se arrependeram de escolher o atual governador.

Marcelo Silva, do PV, vem na quarta colocação entre os eleitores que podem mudar de voto. É a segunda opção de 3% tanto dos eleitores de Cid e Lúcio, mas de nenhum eleitor de Cals. Na média geral, fica com 3%. Soraya Tupinambá (Psol) vem logo em seguida, com 2% de eleitores que podem mudar de voto dizendo que poderiam escolhê-la governadora.

Ela aparece com o mesmo resultado de Marcelo em relação aos demais candidatos. Entretanto, o candidato do PV supera Soraya entre os eleitores que dizem votar branco ou nulo, mas que podem vir a optar por algum candidato. Ele tem a preferência de 23% desse tipo de eleitor, enquanto que ela não tem nada.”

(O POVO)

Ciro Gomes dedica segunda-feira à campanha de Patrícia Saboya a deputada estadual

77 5

A candidata a deputada estadual Patrícia Saboya inaugura na manhã desta segunda-feira (30), a partir das 11 horas, o comitê do Centro (Excelsior Hotel) na companhia do deputado Ciro Gomes. Antes, Patrícia e Ciro farão caminhada no entorno do comitê. À noite, a partir das 19 horas, a candidata e o deputado farão a inauguração do comitê do Conjunto Ceará, em frente ao Pólo de Lazer da 1ª Etapa. Ainda no Conjunto Ceará, Patrícia e Ciro participarão de carreata pelas principais ruas do bairro.

Além dos dois novos comitês, Patrícia conta ainda com o comitê da avenida Monsenhor Tabosa e de oito Casas de Apoios, essas últimas de iniciativa das comunidades do João XXIII, Bonsucesso, Jardim Iracema e Granja Portugal.

Luizianne lamenta que prefeitos do PMDB estejam apoiando Tasso e não Pimentel

181 8

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, que também preside o PT estadual, não esconde seu descontentamento com a postura de prefeitos ligados ao PMDB que, na disputa para o Senado, estão apoiando a reeleição do senador tucano Tasso Jereissati e não o petista José Pimentel.

Ela lembra que há uma coligação envolvendo os partidos da base aliada de Lula e que o PT vem cumprindo sua parte: trabalha pelas candidaturas de Pimentel e Eunício.

Luizianne, no entanto, não disse ainda quando vai assumir de vez seu papel na campanha eleitoral, entrando de vez na campanha pró-reeleição de Cid Gomes e indo às ruas pedir votos para Eunício e Pimentel. Essa queixa existe dentro da militância petista, que lembra ser a prefeita também a coordenadora-geral da campanha pró-Dilma no Estado.

Quebra de sigilo – CCJ quer ouvir servidores da Receita, Previ e Planalto

“Diante da repercussão do vazamento de dados fiscais de tucanos, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado marcou para esta terça-feira depoimento com o corregedor-geral da Receita Federal, Antonio Carlos Costa D`Ávila Carvalho. A audiência pública é para esclarecer o suposto esquema de pagamento de propina em troca de acesso a informações sigilosas. O funcionário ainda não confirmou presença.

Durante coletiva nesta sexta-feira, o corregedor informou que as servidoras Adeildda Ferreira Leão dos Santos e Antonia Aparecida Rodrigues dos Santos Neves Silva serão indiciadas. As representações foram entregues ao Ministério Público Federal (MPF). Apesar do indiciamento, o servidor negou ligação entre a quebra do sigilo e o processo eleitoral: “Não identificamos qualquer ilação político-partidária”. O vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, uma das vítimas da quebra de sigilo, acusou a Receita de, com essa afirmação, tentar desviar o caráter político do vazamento de seus dados.

Em nota, o MPF afirmou que investiga a violação dos dados do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, e pode oferecer ação penal contra os responsáveis, caso seja comprovada prática de delito. A procuradoria disse ainda que não pode fornecer detalhes da apuração porque o caso corre sob sigilo.”

(Revista Veja)

VAMOS NÓS – Vai haver quórum para isso?

PT pede indenização de R$ 100 mil a José Serra

177 6

“Como havia anuniado na última quinta-feira, o PT entrou com uma ação na Justiça Civil por danos morais contra o candidato à Presidência José Serra (PSDB) por ter acusado a candidata Dilma Rousseff (PT) de estar envolvida na quebra de sigilo fiscal de tucanos.

O valor da indenização solicitada é de 100.000 reais. A defesa argumenta que o presidenciável ofendeu a honra do PT e de Dilma “ao acusá-los de quebra de sigilo fiscal de Eduardo Jorge, atos de espionagem e prática de táticas sujas em campanha eleitoral”.

(Revista Veja)

Cantora Gretchen será a madrinha da Parada Gay de Maracanaú

A cantora Gretchen é a grande atração da IX Parada Gay da cidade de Maracanaú (Região Mstropolitana de Fortaleza). O evento ocorrerá neste domingo, a partir das 15 horas, com saída da avenida IX, do bairro Jereissati.

Gretchen, a madrinha da parada deste ano, abrirá o cortejo sobre trio elétrico. A Prefeitura de Maracanaú deu total apoio e aproveita para reforçar, na ocasião, campanhas em favor do sexo seguro.

Entidades do comércio vão entregar sugestões a Cid Gomes

O governador Cid Gomes (PSB) estará nesta segunda-feira, às 19 horas, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza. Ali, ouvirá, das lideranças do comércio estadual, suas reivindicações. O encontro foi articulado pelos presidentes da CDL, Freitas Cordeiro, e da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), Honório Pinheiro.

Coincidência ou não, ocorre dias depois de o presidente da Federação do Comércio do Estado (Fecomércio), Luiz Gastão, levar documento de reivindicações do segmento para o candidato a govenador pelo PR/PPS, Lúcio Alcântara.

DETALHE – Luiz Gastão é um dos vice-presidentes do DEM estadual e ex-presidente regional do PPS.

DETALHE 2 – Honório Pinheiro é filiado ao PSB do governador Cid Gomes.

VAMOS NÓS – Pelo visto, a disputa eleitoral vai muito além do cenário de candidaturas.

Faustão, alguém está "frescando" com você

371 1

Tudo bem que o Faustão (Rede Globo) apareça na telinha da TV Verdes Mares fazendo chamada para atração cearense, no caso a banda “Garota Safada”. Mas quem teve a infeliz ideia de mandar ele gravar chamada para seu programa com expressões do nosso linguajar como “frescando”?

Nada de falso moralismo, mas essa palavra não combina com o objetivo da divulgação. É pejorativa e o grupo, que tem seus defeitos ou coisa parecida, merecia tratamento melhor. Até o “botando boneco” usado pelo Faustão em outra chamada, passou bem, mas o frescando… Soou mal e o apresentador, com certeza, não adotaria tal palavrinha nojenta.

Senadores caciques na mira da degola

A revista IstoÉ desta semana traz matéria intitulado “O fim de uma era?”, onde aborda a possibilidade de vários senadores, caciques políticos em seus Estados, acabarem na degola pelo voto. Confira:

Senadores experientes que ganharam os holofotes nos últimos oito anos estão ameaçados de sair de cena no início de 2011. Apesar de terem ocupado as páginas dos jornais e frequentado de maneira assídua a tribuna do Senado por quase uma década, eles, agora, têm a eleição ameaçada. Alguns mantiveram o discurso ultrapassado e utilizam a campanha não para apresentar novas ideias, mas para denegrir a imagem dos oponentes. Outros, além de envolvidos com esquemas de corrupção, fazem campanha semelhante à de coronéis que dividiam os Estados em currais eleitorais. De acordo com especialistas, o eleitor, cada vez mais bem-informado, vem mostrando que quer sangue novo e exige competência. “Há dois terços do Senado em disputa e haverá uma grande renovação”, diz o diretor do Diap, Antônio Augusto Queiroz. “Dos 30 que tentam a reeleição, quase a metade não deve se reeleger.”

A degola ameaça principalmente os senadores de oposição do Nordeste, que apostaram num discurso surrado e de crítica sistemática ao governo Lula no Congresso. O senador Heráclito Fortes (DEM-PI), que utilizou a CPI dos Bingos para minar o governo, corre sério risco de ficar sem mandato. Ele está em terceiro lugar nas pesquisas, com 24% dos votos, atrás do ex-governador Wellington Dias (PT-PI), que tem 55%, e de Mão Santa (PSC-PI), com 30%. “Estou recebendo um bombardeio direto do Palácio”, reclama Heráclito. “Eles não têm o direito de usar a máquina do governo, de distribuir verbas e convênios para favorecer seus aliados. As candidaturas mais caras são as do governo”, justificou. Outro que usou a CPI para atingir o governo foi o senador Efraim Morais (DEM-PB). Com uma diferença: Efraim é acusado de envolvimento em esquemas de corrupção.

As denúncias vão desde a distribuição de cargos a servidores fantasmas no Senado até a cobrança de propinas em contratos de serviços públicos. Na Paraíba, o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) lidera as pesquisas ao Senado, com 52% dos votos. Em segundo lugar está o prefeito de Campina Grande, Vital do Rego Filho (PMDB), com 25%. Efraim tem 22%.
Outra figura carimbada da política brasileira que corre o risco de ficar sem mandato é o senador Arthur Virgílio (PSDB). Dono de um discurso ácido e de críticas pesadas, ele aproveita sua campanha para desferir duros golpes nos concorrentes. Mas essa estratégia não tem garantido votos para Virgílio. O ex-governador do Amazonas Eduardo Braga (PMDB) tem 82% e a deputada Vanessa Grazziotin (PCdoB) está em segundo lugar, com 39,3%. Virgílio aparece com 39%. No Rio Grande do Norte, o senador José Agripino Maia (DEM), que chegou a bater boca com a ministra Dilma Rousseff em audiência no Senado, está em segundo lugar nas pesquisas, com 39%, mas vê o avanço de sua oponente, a ex-governadora Wilma Maia (PSB), que já tem 32%. Em primeiro lugar está o ex-presidente do Senado Garibaldi Alves Filho (PMDB), com 41%.

A ameaça de esses caciques perderem seus cocares deixa claro dois fenômenos que estão ocorrendo nas eleições de 2010. O primeiro é a impressionante popularidade do presidente Lula, que conseguirá fazer como sucessora uma candidata completamente virgem em disputas eleitorais. Se Lula não consegue eleger todos os candidatos que apoia, como o ex-senador Aloizio Mercadante, em São Paulo, ele, ao menos, tem minado a campanha de seus adversários políticos. O outro é o desejo de renovação do Congresso. Após anos de escândalo sobre escândalo no Senado, boa parte da população não quer eleger ninguém que tenha passado os últimos anos por lá.

Terminal de autoatendimento do BB vira problema

538 1

Há 18 dias que o terminal de autoatendimento do Banco do Brasil no Supermercado Frangolândia (Bairro Parquelândia) está com as teclas quebradas e aguardando manutenção. A clientela está revoltada.

Espera o reparo imediato e outro detalhe: que haja dinheiro nos fins de semana. A propósito: o BB precisa ficar mais atento e acompanhar o serviço das terceirizadas que respondem por esses terminais.

(Foto – Paulo Moska)

Juazeiro do Norte abre neste domingo festa de Nossa Senhora das Dores

A partir das 8 horas deste domingo, a cidade de Juazeiro do Norte (Regiãodo Cariri) abrirá, com carreata, a festa da padroeira, Nossa Senhora das Dores. A imagem da santa sairá da Igreja Matriz, percorrerá as principais ruas do município e à noite, às 18 horas, haverá o hasteamento das bandeiras dos Estados nordestinos. É que essa festa deverá atrair cerca de 400 romeiros da região, de acordo com previsão dos organizadores.

A primeira missa ocorrerá às 19h30min e será presidida pelo padre Paulo Lemos. A partir daí, serão 17 dias de novenário, quermesse e procissões.

SERVIÇO

* Mais informações com secretaria da Basílica de Nossa Senhora das Dores – (88) 3511 2202