Blog do Eliomar

Últimos posts

Ex-vice de Serra vai aderir ao PSD

“O ex-deputado federal Indio da Costa, que disputou a vice-presidência da República na chapa de José Serra (PSDB), anunciou hoje, pelo twitter, que vai participar da criação do PSD. “Vou para o PSD fazer política moderna, independente, sem rancores, por um Brasil melhor. Levo comigo os valores que sempre defendi”, escreveu. A criação da nova legenda vem sendo articulada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

Sem mandato, Indio se disse “absolutamente tranquilo” para tomar a decisão de se engajar na criação do PSD. Ele afirmou que chegou a cogitar uma possível filiação ao PPS e ao PSDB, “bons partidos”, segundo o ex-deputado, mas notícias sobre uma possível fusão desses partidos com o Democratas o fizeram recuar.

Indio deixou o DEM na semana passada, depois de divergências com o ex-prefeito Cesar Maia e o filho dele, o deputado federal Rodrigo Maia. “Existem questões locais que me fizeram sair do Democratas. A falta de democracia interna do partido é uma delas. Não se pode pregar democracia para o País e dentro da própria casa não ter democracia”, afirmou.

O ex-deputado acertou a adesão ao PSD numa reunião com o prefeito Gilberto Kassab, no sábado. “O PSD tem toda a condição de ser um partido moderno, com discussões conectadas com a sociedade brasileira”. Perguntado se a nova legenda poderia vir a integrar a base do governo, respondeu que o partido “nasce independente para contribuir com o Brasil”. “As propostas que são boas para a sociedade, terão todo apoio nosso. O que a gente achar que não é bom para sociedade, vai ter uma crítica”, desconversou.”

 (iG)

PV terá candidato à Prefeitura de Fortaleza

395 3

O Partido Verde do Ceará vai ter candidato próprio em 2012 à Prefeitura de Fortaleza. Anuncia o presidente estadual da legenda, Marcelo Silva. Ele explica que a determinação é da cúpula nacional, dentro da estratégia do partido de ampliar seu espaço político no Estado.

Marcelo Silva adiantou que a candidatura a prefeito de Fortaleza também se fará necessário como forma de dar plaqnue para os candidatos a vereador. ”Temos quatro vereadores na Capital. Teremos candidato para ajudar a ampliar nossa presença na Câmara”, diz o dirigente do PV.

Sobre nome que entraria na disputa, Marcelo afirmou estar cedo para definições, embora em algumas ocasiões já tenha admitido a possibilidade de sair postulante à Prefeitura.

Sobre a divergência nacional do PV entre a atual cúpula e a ex-candidata da sigla à Presidência da República, o dirigente estadual evita maior avaliações. Prefere apostar na tese de que tudo vai ser resolvido. A atual cúpula havia acertado permanecer por seis meses, mas acabou protelando por um ano, o que teria desgradado ao grupo de Marina Silva.

Entidades insatisfeitas com repasses municipais

“Representantes de diversas entidades governamentais e não governamentais que integram o Fórum Estadual pela Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente (Feeti) discutirão, ensta segunda-feira, a partir das 14 horas, o confisco de recursos do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica) para a conta única da Prefeitura de Fortaleza. Durante a reunião, que ocorrerá no auditório da Associação dos Prefeitos e Municípios do Ceará – Aprece, serão informados os valores confiscados, os dispositivos legais desrespeitados e as possíveis conseqüências da medida.

Segundo o procurador do Trabalho Antonio de Oliveira Lima, integrante da coordenação colegiada do Fórum (onde representa o Ministério Público do Trabalho-MPT), o argumento oficial é de que o confisco teria ocorrido para atender determinação contida em decreto no sentido de que todos os valores depositados nas diversas contas do Município, em 31 de dezembro último, fossem transferidos para a conta única, permanecendo, assim, à disposição da Secretaria de Finanças (Sefin).

“A preocupação que já nos foi manifestada por dirigentes de entidades que atuam na defesa dos direitos da criança e do adolescente é de que o confisco dos recursos que estavam na conta do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente para a conta única da Prefeitura gere prejuízos ao desenvolvimento das políticas públicas e sociais voltadas para o segmento”, explica o procurador. Ele acrescenta que as entidades tentam negociar com o Município para que os valores confiscados no final de fevereiro último sejam devolvidos à conta do Fundo.

Antonio de Oliveira Lima enfatiza que, diferentemente de outros segmentos que podem ter chegado ao final do ano sem aplicar os recursos financeiros de que dispõem por motivos diversos, o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente tem particularidades que precisam ser bem compreendidas. Ele cita ser comum que, ao final do ano, empresários e cidadãos depositem recursos neste Fundo porque sabem que os valores doados poderão ser descontados em suas declarações de Imposto de Renda. “Como são doações espontâneas e em montantes que não se pode prever, não teria como o Comdica aplicá-las integralmente dentro do mesmo exercício financeiro em que foram recebidas”, completa.”

 (MPT-CE)

Em artigo , o presidente do PPS do Ceará critica o modelo de gestão de Fortaleza

167 7

Com o título “Fortaleza exige respeito!”, eis artigo que o presidente regional do PPS, empresário Alexandre Pereira, mada par o Blo e que foi veiculado no fim de semana no O POVO. Ele faz críticas ao modelo de administração da prefeita Luizianne Lins (PT). Confira:

Francamente, você está satisfeito?

Nascido e criado em Fortaleza, amo esse lugar. Quero o melhor para minha cidade.

Caso tenha, por um momento, deixe de lado suas preferências político-partidárias, e responda com sua consciência e senso de justiça. Você está satisfeito com a gestão municipal que temos, como as políticas e serviços públicos oferecidos por ela? Eu também não.

O que vivenciamos atualmente na administração pública de nossa cidade é lamentável e nos causa profunda tristeza e indignação.

Na condição de administrador, digo: falta planejamento e, sobretudo, capacidade de execução por parte da atual gestão. Eleger prioridades, definir objetivos estratégicos, estabelecer metas e realizar monitoramento e avaliação de resultados, é o mínimo que se espera de uma gestão nos dias de hoje.

Temos consciência que toda administração, seja pública ou privada, enfrenta desafios, porém, as dificuldades não podem servir como desculpas. Fortaleza tem inúmeros e valiosos ativos estratégicos, o principal deles é sua gente trabalhadora, alegre e empreendedora. O poder público local deveria ser o grande indutor do desenvolvimento integrado e sustentável, mas falta liderança e capacidade de aglutinar as forças vivas da cidade.

Então, o que podemos fazer? As respostas são múltiplas e variadas, porém quero destacar duas atitudes fundamentais. A primeira é dizer NÃO a um modelo de gestão que até aqui (no sétimo ano de mandato) prometeu muito e entregou pouco, cometendo verdadeiro estelionato eleitoral. A segunda é assumirmos nossa cidadania plena, não abdicarmos do direito de participar diretamente da construção coletiva de Fortaleza.

Precisamos unir os cidadãos de bem, os que querem uma cidade mais justa e com oportunidades para todos, uma cidade com o mínimo de gestão e resultados. Não podemos nos contentar com menos.

Ciente que todos devem participar ativamente dos destinos da cidade, junto com outros cidadãos, articularemos, muito em breve, lideranças sociais, empresariais, partidárias e todos aqueles que queiram discutir e propor caminhos e soluções  para nossa Fortaleza.

Vamos acreditar no futuro e fazer de nossa cidade um lugar muito melhor pra se viver.

Alexandre Pereira
Administrador, empresário e presidente estadual do PPS.

TJ-CE divulga nota sobre caso do juiz

O Tribunal de Justiça do Ceará divulgou nota, nesta segunda-feira, sobre caso envolvendo um juiz e acidente de trânsito que resultou em vítima. Confira: 

NOTA

O Tribunal de Justiça do Ceará lamenta o triste episódio envolvendo o juiz de Direito Aristófanes Vieira Coutinho Junior, que na madrugada desta segunda-feira (04/04) se envolveu em acidente de trânsito, que vitimou Henrique da Silva de Maria.

O magistrado se apresentou nesta manhã ao presidente do Tribunal, desembargador José Arísio Lopes da Costa, que está adotando providências visando à instauração dos procedimentos legais cabíveis.

Assessoria de Comunicação do Poder Judiciário
Tribunal de Justiça do Estado do Ceará

Regional III recebe mutirão

Moradores dos bairros que contemplam a Secretaria Executiva Regional (SER) III estiveram, nesta segunda-feira (4), no primeiro dia de ações do Mutirão Fortaleza Bela.

Vacinação, teste de glicemia, aferição de pressão arterial, palestras sobre dengue, emissão de documentos foram alguns dos serviços oferecidos à população dos bairros Presidente Kennedy, e Padre Andrade.

Durante toda a semana, até a sexta-feira, 8, o Mutirão segue oferencendo serviços integrados em favor da comunidade.

Moradores dos bairros que contemplam a Secretaria Executiva Regional (SER) III estiveram, na manhã desta segunda-feira, 4, no primeiro dia de ações do Mutirão Fortaleza Bela. Vacinação, teste de glicemia, aferição de pressão arterial, palestras sobre dengue, emissão de documentos foram alguns dos serviços oferecidos à população dos bairros Presidente Kennedy, e Padre Andrade. Durante toda a semana, até a sexta-feira, 8, o Mutirão segue oferencendo serviços integrados em favor da comunidade.

Prefeita inspeciona obras do futuro Hospital da Mulher

131 3

Essa informação é do site da Prefeitura de Fortaleza:

Nesta segunda-feira, a partir das 14 horas, a prefeita Luizianne Lins (PT) visitará o canteiro de obras de mais um grande projeto da gestão Fortaleza Bela: o Hospital da Mulher. O empreendimento está sendo construído em um terreno de 70.746,32 metros quadrados e com a área total construída de 26.465 metros quadrados. A construção, dividida em quatro blocos, já tem mais de 60% concluída, com o primeiro bloco em fase de finalização de acabamento das pinturas e instalações elétricas. Já o segundo bloco está iniciando a fase de acabamento. Os dois últimos blocos, que serão os blocos de serviço, estão com a alvenaria e o revestimento já concluídos, iniciando as instalações elétricas e de equipamento de manutenção do hospital.

Até fevereiro de 2011, já foram aplicados na obra do Hospital da Mulher R$ 44.128.951,03 (incluindo reajustes anuais). A maior parte desse dinheiro, R$ 36.183.068,68, valor que corresponde a 52,35% em relação ao valor total da obra, saíram dos cofres da Prefeitura. A construção completa terá o custo total de R$ 69.115.350,44.

Também está programada para a tarde desta segunda-feira uma visita ao estádio Presidente Vargas. No último dia 29, Luizianne esteve no PV, onde apresentou à imprensa o conserto dos pontos cegos.

Vândalos quebram caixa eletrônico na Beira Mar

179 1

De Tadashi Enomoto, coordenador do Movimento Amigos da Beira Mar, recebemos,

Prezado Jornalista Eliomar de Lima,
 
Essa é a situação em se encontra o Caixa Eletrônica do Banco do Brasil do calçadão da avenida Beira Mar, em frente ao Clube Náutico.

Estava há cerca de 15 dias em manutenção e, neste fim de semana, quebraram os vidros (talvez por indignação de não estar funcionando)

Que o BB adote providências já.
 
Tadashi Enomoto,
Coordenador dos Amigos da Beira Mar.  

STF julga dia 27 critérios para convocação de suplentes

“O julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o critério a ser adotado pelas Casas Legislativas para a convocação de deputados suplentes, no caso de vacância do cargo por afastamento do titular eleito, já tem data para acontecer: 27 de abril. A ministra Cármen Lúcia pediu, na última quinta-feira (31), para que sejam incluídos na pauta de julgamentos da Corte dois Mandados de Segurança (MS 30260 e 30272). No mesmo dia, a Presidência confirmou a data em que os processos serão levados para análise dos ministros.

O MS 30260 foi ajuizado na Corte por Carlos Victor da Rocha Mendes, suplente de deputado federal  pelo PSB do Rio de Janeiro. Ele pede que a Corte garanta seu direito de precedência na ocupação da vaga aberta por Alexandre Aguiar Cardoso, que assumiu o cargo de secretário de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro. Carlos Victor ficou com a segunda suplência na lista da coligação formada pelo Partido Socialista Brasileiro e pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN), mas afirma ser o primeiro suplente da legenda.

Já o MS 30272 é de autoria do primeiro suplente do PPS de Minas Gerais, Humberto Souto, que também pede para ver garantido seu direito de precedência na ocupação da vaga de deputado federal por Minas Gerais na vaga deixada por Alexandre Silveira (PPS/MG). Nos dois casos, a ministra concedeu liminar no início de fevereiro, entendendo que, nesses casos, deve ser dada precedência ao suplente do partido, e não da coligação.

Liminares negadas

Mais dois pedidos de liminar sobre o mesmo tema foram negados pelo ministro Celso de Mello. Depois de negar a cautelar no MS 30380, por considerar, em juízo inicial, que a vaga deve ser mantida com o suplente da coligação, o ministro aplicou o mesmo entendimento aos MS 30321 e 30407, ajuizados respectivamente por José Carlos de Jesus Rodrigues – suplente de deputado federal que pretende assumir a vaga do deputado federal Mário Sílvio Mendes Negromonte (PP), nomeado ministro de Estado das Cidades, e por três suplentes do PSDB: Gervásio José da Silva, de Santa Catarina, Carlos Roberto de Campos e Antonio Carlos Pannunzio, de São Paulo.”

 (Sie do STF)

Waldonys é o próximo convidado do projeto Diálogos O POVO & Cultura

O sanfoneiro Waldonys é o convidado da segunda edição do projeto “Diálogos O POVO & Cultura”, que ocorrerá na próxima quarta-feira, das 19h30min às 21h30min, na Livraria Cultura. O objetivo do projeto, com a temática Arte e Cidade, é discutir a produção cultural e artística de Fortaleza, nas suas várias linguagens, num diálogo que reúne os artistas e a comunidade.

A coordenação é dos jornalistas Plíno Bortolçotti (que tem Blog no POVO Online) e Regina Ribeiro, de Edições Demócrito Rocha.

SERVIÇO

Livraria Cultura (Shopping Varanda Mall – Av. Dom Luís, 1010,  esquina com av. Virgílio Távora)
Capacidade para 98 pessoas
Acesso gratuito

Câmara dos Deputados vota MPs para tentar destrancar a pauta

Três das cinco medidas provisórias (MP) que trancam a pauta da Câmara dos Deputados deverão ser votadas esta semana. O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse que as matérias serão votadas mesmo que não haja acordo entre as bancadas.

A primeira proposta analisada será a que trata da construção do trem-bala ligando Campinas (SP) ao Rio de Janeiro. A medida provisória prevê empréstimo de R$ 20 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao consórcio vencedor da licitação para a construção do Trem de Alta Velocidade (TAV).

Outra matéria analisada é a que concede benefícios para o setor automotivo, visando ao desenvolvimento regional. As indústrias que serão instaladas nas regiões Centro-Oeste, Nordeste e Norte terão incentivos fiscais.

A terceira prioridade do governo nas votações desta semana é a MP 513, que trata de assuntos como a autorização para que o Fundo de Compensação de Variações Salariais (FCVS) possa assumir os direitos e obrigações do Seguro Habitacional do Sistema Financeiro da Habitação.

Os deputados deverão analisar, ainda, o projeto que trata dos acordos internacionais de Itaipu. A proposta trata da compra, pelo Brasil, de energia excedente do Paraguai, produzida na Usina Hidrelétrica de Itaipu.”

(Portal Terra)

TCM fiscaliza contas de seis municípios nesta semana

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), por meio da diretoria de Fiscalização, divulgou, nesta segunda-feira, nova lista de cidades que começam a ser inspecionadas. As equipes já estão em campo. São seis os municípios:

Acopiara – inspeção até quarta-feira;

Arneiroz – inspeção até quarta-feira;

Boa Viagem – inspeção até quata-feira;

Granjeiro inspeção até quarta-feira;

Quixelô – inspeção de quarta até sexta-feira;

Umari – inspeção de quarta até sexta-feira.

Justiça julga "Courinha" nesta segunda-feira

“A 5ª Vara do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua levará a julgamento, nesta segunda-feira, José Enilson Couras, o “Courinha”, acusado de ter cometido mais de 100 crimes de pistolagem no Ceará e no Piauí. A sessão terá início às 9 horas e será presidida pela juíza Valência Aquino.

O réu será julgado pelo assassinato de Manoel Cândido Diniz, ocorrido em julho de 1983, no Município de Iguatu, distante 384 km de Fortaleza. “Courinha” já foi levado a júri popular duas vezes por esse crime. No dia 21 de junho de 1996, foi condenado a 17 anos e seis meses de reclusão, em regime fechado. A defesa apelou e o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) determinou novo julgamento por considerar que os jurados foram contrários às provas dos autos.

Em julho de 2004, “Courinha” foi novamente condenado, desta vez a 15 anos de prisão. A defesa apelou outra vez e o TJCE acatou o pedido pelo mesmo motivo.

O processo tramitava na Comarca de Iguatu, mas acabou sendo transferido para a de Fortaleza pelo fato de o acusado ser considerado de alta periculosidade. O julgamento desta segunda-feira ocorrerá no 3º Salão do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua. A acusação será patrocinada pelo promotor de Justiça Ricardo Machado, enquanto a defesa ficará a cargo dos advogados André Felipe Cordeiro Braga e Thiago Lucas David de Carvalho.

O CRIME

Conforme os autos, Manoel Cândido foi encontrado morto em um matagal. Ele apresentava várias perfurações à bala, além de inúmeros golpes de faca espalhados pelo corpo. Segundo denúncia do Ministério Público (MP) estadual, “Courinha”, José Walter David e Wall Lott Pimentel Lopes foram os últimos a serem vistos na companhia da vítima, ao saírem de uma churrascaria.”

(Site do TJ-CE)

CNJ lança diagnóstico sobre sistema carcerário

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) lança hoje (4) um diagnóstico do sistema carcerário na internet, o Geopresídios. Será às 15h, no plenário do conselho, no Supremo Tribunal Federal.

No site www.cnj.jus.br, o internauta poderá localizar em um mapa do Brasil todas as unidades prisionais cadastradas – penitenciárias, cadeias públicas, delegacias e hospitais de custódia, entre outras.

Será possível acessar todas as informações disponíveis sobre a unidade escolhida (lotação do presídio, quantidade de vagas e condições do estabelecimento), além de estatísticas do sistema prisional de cada estado.

Nonato Albuquerque, paixão pelo rádio, internet e pelo público

926 5

“No contato inicial, o comunicador quis evitar a conversa. Não achou que fazia par com as tantas boas histórias contadas nas Páginas Azuis. Seria demais para ele, argumentou. Um pouco mais de insistência e, um dia depois, Nonato Albuquerque parava algumas horas para nos descrever a infância em Acopiara, a adolescência em Iguatu, a chegada aos microfones de rádio, a presença na tela da televisão e a atuação nas redes sociais. Nonato diz-se um viciado em escrever, em ler, em trabalhar.

Faz parte de várias comunidades no mundo digital. Sem contar os blogs. Na televisão, apresenta o Barra Pesada, programa policial da TV Jangadeiro. E conta que aceitou a missão por uma causa espírita (ou espiritualista) – para pagar dívidas de vidas anteriores. Logo ele, que sempre pedia, nos jornais impressos pelos quais passou, para escapar da cobertura policial.

Mas é no rádio em que Nonato mais se satisfaz. A grande paixão. É a informação que chega sem arrodeios. É só abrir o microfone. A interatividade com o ouvinte é outra marca forte, positiva, cita ele. Gosta da reação e da receptividade que o público demonstra.

Durante a entrevista, Nonato chorou de se emocionar e chorou de rir. Narrou histórias e planejou desafios. Porque o Nonato não é apenas o jornalista de rádio, TV e jornal. Nem tão-somente o espírita que ministra palestras e aconselha despropositadamente. Nem só o amante de bossa nova ou o menino grande que aprendeu a jogar de PlayStation. O Nonato é um cidadão de sensibilidade.

O POVO – Apesar de atuar em outras mídias, o rádio é sua paixão?

Nonato Albuquerque – A grande paixão. O rádio é igual ao exercício de respirar. Eu faço e nem noto. Dá uma satisfação e é uma responsabilidade muito grande. Porque tudo o que se diz tem uma ressonância enorme. Atinge um grande público, mas está desvalorizado até pela categoria.

OP – As redes sociais estão substituindo?

Nonato – Acho que não. As redes sociais deram uma agilidade muito grande ao rádio. A internet veio favorecer. As redes sociais deram um incremento a ter mais informação atualizada da cidade. Hoje, eu me pontuo muito pelo Twitter ou Facebook.

OP – Mas é um público diferente.

Nonato – Porque tem mais jovens (nas redes sociais). A grande massa às vezes não conhece nem tem internet. Mas a internet veio solidificar no rádio a agilidade que esse veículo tem. É o mais ágil veículo. Acontece um sopro de tsunami no Japão e nós já sentimos a presença aqui pela velocidade dos meios de comunicação de hoje, das ferramentas que temos. E o rádio é o primeiro a dizer. Basta abrir o microfone. Não precisa “prepara, vai maquiar o apresentador, coloca set, vai começar, atenção pessoal”… não. É rapidinho até que você possa ter mais informações. Então, o rádio é bom por isso. E o rádio integra mais. Hoje em dia, a gente já acorda ligando o televisor para ver o noticiário do telejornal, mas o telejornal de manhã ainda é um refogado das notícias da noite. E o rádio já está recebendo telefonema de ouvintes que estão no dia a dia dizendo: “Olha, eu encontrei neste momento um grande congestionamento na BR-116. Avisa ao pessoal pra pegar outros caminhos”. E o rádio é fortalecido pela interatividade com o ouvinte. O celular nos deu uma oportunidade de colocar a facilidade. Antes, você precisava sair com uma mala de som pesada, enorme, e um gravador pras ruas.

OP – Como é que você lida com as redes sociais?

Nonato – Tenho Twitter, Facebook, MSN, LinkedIn. Sou um blogueiro por conta de vício, acho que é vício. Eu gosto. Me perguntaram: “Você ganha com seus blogs?”. Não, me dá prazer estar escrevendo. Eu tenho uma coisa incrível de ter que escrever. Falar e escrever, para mim, são as duas noções da minha presença na Terra nesta encarnação. E ler muito. Exagerado até.

OP – Mas, na internet, o público é mais jovem? Já conhecia você?

Nonato – É mais jovem. Muitos me descobrem na internet: “Você é o Nonato da rádio, da televisão? E você tem blog?” Um dia desses, eu fui para uma locadora de vídeos e peguei dois games de PlayStation 3.

OP – Você joga Playstation 3?

Nonato – Pronto. Foi o que a menina perguntou: “O senhor gosta disso?” É porque não tinha na minha infância. (risos) Não tinham descoberto ainda. E eu aproveito pra aprender antes de morrer. Ontem eu fiquei jogando baralho até 2 horas da manhã. É meio doido. É atualizando o blog, é jogando baralho, é olhando a televisão, é assistindo ao Jô Soares e é daqui a pouco preparando o livro para continuar a ler. Hoje, eu li na Folha de S.Paulo que informação demais prejudica os neurônios. Os meus já devem estar um pouco prejudicados (risos).

OP – E quem é o público da TV?

Nonato – O público de TV é a grande massa. O Barra Pesada é um programa que está mais entre o público B, D. Mas, na verdade, é o grande público que ainda é ávido pela informação que fala do mal do outro que satisfaz a alguém pra se sentir bem. Tem aquela história: “Ah, o vizinho está ruim da vida. Graças a Deus”. Parece assim. Nós vivemos em uma sociedade em que a notícia ruim dá ibope.

OP – Como você se sente noticiando isso?

Nonato – Meio estranho. Eu que já trabalhei em todas as editorias do jornal e nunca quis, sempre me afastei da editoria policial, “ah, não gosto disso, não”. Quando Tancredo Carvalho me chama, eu estava no Vida & Arte, e digo “só não quero o Barra Pesada”.

OP – E por que aceitou?

Nonato – Por uma mudança de atitude que, às vezes, eu conto nas minhas conversas, nas minhas palestras. É uma história muito longa.

OP – Tem um tom espiritualista.

Nonato – É, foi uma amiga minha de fora que me anunciou. “Nonato, você vai trabalhar em televisão”. E eu: “Que nada, não gosto de televisão”. Era uma amiga espírita. “Vai haver uma grande mudança na Terra que vai precisar de pessoas ligadas a informação para atuar em uma rede de informação em que não seja preciso ampliar ainda mais a grande tragédia da humanidade. Vamos passar por momentos difíceis, a violência vai duplicar.” Tudo o que hoje está acontecendo pra mim não é novidade.

OP – E ela disse isso quando?

Nonato – Antes do Barra Pesada, seis meses antes. Tanto que, dois meses depois que eu fui chamado, fui chamado para a TV Cidade fazer um programa de notícia. Eu, Miguel Macêdo, Dílson Pinheiro, era uma equipe para um show de entretenimento. Era uma equipe fantástica que ia trabalhar. Achei o projeto fabuloso. E faltando pouco tempo, chegou uma informação: “Não, nós vamos mudar”. Já havia matéria gravada, quadro de humor e tudo. “O programa vai mudar, vai ter outro perfil, vamos precisar divulgar o nome de uma figura que vai entrar na política”. Era o Cambraia. E esse programa ia ter um tom político. Dos 10 que estavam na produção, os 11 saíram. E eu também não queria nada com política. Até hoje, eu sou avesso a política partidária. Se eu não uso o meio de comunicação como trampolim, também não vou servir de trampolim para ninguém. Telefonei para ela (a amiga) e disse: “Minha amiga, você errou. Quem lhe anunciou esse presságio, que eu ia pra televisão, gorou”. E ela: “Olha, não sei qual é o projeto, não. Mas não era esse. É um programa policial”. Novamente, em silêncio, eu disse: “Deus me livre do Barra” (risos). E a língua paga.

OP – Mas você se arrepende?

Nonato – Não, não.

* Leria a inegra da entrevista de Nnato Abuqueruque aqui.

(O POVO)

Coronel Bezerra tem crédito de confiança do empresariado

Se depender do apoio do empresariado, o coronel Francisco Bezerra terá vida longa à frente da Segurança Pública e Defesa Social do Estado. O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, por exemplo, é só elogios ao trabalho do coronel que “mostra resultados”.

Segudo Macedo, o coronel Bezerra vem mostrando presença e a equipe da SSPDS resolvendo probelmas e enrentando a bandidagem com altivez.

Agora, é cuidar do Interior.

Cegás inicia venda de gás para condomínios

“A Companhia de Gás do Ceará (Cegás) vai expandir suas atividades no mercado do gás natural voltado para condomínios. A informação é do presidente da empresa, José Rego Filho, acrescentando que isso começará por Fortaleza. Ele diz que já fechou contrato com 80 clientes, a maioria dos bairros Aldeota e Meireles, e que, dentro de 120 dias, o produto já estará sendo distribuído.

Rego, no entanto, não falou em valores aplicados nesse investimento nem quanto o condomínio tem que pagar pelo serviço.

Pelo largo sorriso esboçado, ao dar essa informação, deu a certeza de que, de fato, a Cegás está com todo gás. O que compensa, quem sabe, baixas registradas no plano do gás veicular.”

(Coluna Vertical, do O POVO)