Blog do Eliomar

Últimos posts

René Barreira entrega presidência do Conselho de Secretários de Ciência e Tecnologia

O secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado, René Barreira, estará em Palmas (TO), nesta quarta-feira. Ali, ele comandará seu último compromisso como presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti).

Na capital de Tocantins, será realizado o Fórum Nacional de Secretários para Assuntos de CT&I, quinta e sexta-feira, ocasião em que haverá a eleição do novo presidente do Consecti. O mandato é de dois anos e não permite recondução.

Filha soube da morte de José Alencar pela TV

O Adeus do guerreiro.

A professora aposentada Rosemary de Morais, 55 anos, cuidava do jardim na tarde desta terça-feira em Caratinga, no interior de Minas, quando o marido a chamou para ver a televisão: na tela era noticiada a morte de José Alencar.

Para Rosemary, uma notícia que foi motivo de grande tristeza não pela trajetória do homem que construiu um verdadeiro império empresarial e deu emprego a milhares de brasileiros. Nem pelo Zé que chegou ao poder eleito vice-presidente junto com Luiz Inácio Lula da Silva. Mas pela pessoa que, segundo decisão da Justiça de Caratinga, era seu pai. Um homem que não teve a chance de conhecer melhor, mesmo no fim da vida.

Desde 2001 Rosemary brigava para que José Alencar reconhecesse sua paternidade. O caso ainda está em curso no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, a quem os advogados de Alencar recorreram depois do juiz de Caratinga José Antônio Cordeiro autorizar a professora a ser registrada com o sobrenome do ex-vice-presidente. Alencar sempre se recusou a fazer exame para atestar a paternidade da professora aposentada.

– Ela ficou muito chateada com a notícia da morte, porque nunca conseguiu falar direito com ele. Queria ter tido a chance de conversar pelo menos agora, saber o que aconteceu no passado deles. Mas não tem mais jeito, acabou – disse o caminhoneiro aposentado Amilcar Campos, marido de Rosemary. 

A mulher não quis dar entrevistas, segundo ele, por ainda estar abalada, e por temer “falar alguma coisa errada”, que pudesse chatear a família do suposto pai. 

– A gente vai ficar aqui quietinho na nossa casa, não devemos ir a velório ou enterro. A não ser que a família dele nos convide, mas acho difícil disso acontecer – disse Amilcar. 

Rosemary tinha 43 anos quando a mãe lhe mostrou a foto do filho de Alencar no jornal, Josué Gomes da Silva, dizendo-lhe que ele era seu irmão. Durante a campanha de Alencar ao Senado, em 1998, conseguiu se aproximar do suposto pai e dizer que era sua filha. Um assessor anotou seus telefones, mas ela nunca mais conseguiu fazer novos contatos.

Segundo Rosemary, sua mãe, a enfermeira Francisca Nicolina de Morais teria ficado grávida de Alencar na época em que ele ficou noivo, por isso os dois não se encontraram novamente. Anos depois, questionado sobre o motivo de não ter aceitado fazer o exame de paternidade, Alencar insinuou que Francisca era prostituta, dizendo que “são milhões de casos de pessoas que foram à zona”. A postura do político foi motivo de grande tristeza para Rosemary.”

(Globo Online)

Projeto quer disciplinar funcionamento de circo itinerante em Fortaleza

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, nesta terça-feira, por unanimidade, o projeto de indicação de autoria do vereador Guilherme Sampaio (PT) que dispõe sobre a instalação e funcionamento dos circos itinerantes em Fortaleza.

A matéria solicita a destinação de área com infraestrutura adequada para instalação dos circos, e que seja autorizada a instituição da Escola Municipal de Circo. Além disso, é pedido no projeto que circos com determinadas dimensões sejam isentos da taxa de instalação cobrada pela Prefeitura.

“O projeto busca dar condições mínimas para que eles continuem atuando e levando entretenimento. O circo é uma das principais atividades de entretenimento em alguns bairros de Fortaleza”, justifica o vereador petista.

Grupo Cultural Chocalho lamenta morte de José Alencar

Entidades culturais de vários pontos do País também manifestaram, nesta terça-feira, sua tristeza em razão da morte do ex-vice-presidente José Alencar. No Ceará, o tradicional Grupo Chocalho, nos mandou nota de pesar. Confira:

Nota de pesar

O GRUPO CHOCALHO lamenta profundamente a partida do grande brasileiro JOSÉ ALENCAR.

Exemplo de luta, determinAÇÃO, FÉ, Esperança e Dignidade.

Seu legado de amor à vida, de paixão pelo trabalho e pelo Brasil

ainda ecoará durante muitas gerações, feito um CHOCALHO INCANSÁVEL,

BADALANDO EM NOME DA LIBERDADE E DA DEMOCRACIA.

PÃO, PAZ E POESIA!

A DEUS, JOSÉ ALENCAR…

Auriberto Cavalcante,
COORDENADOR DO GRUPO CHOCALHO.

José Alencar – Cúpula do PDT nacional divulga nota de pesar

O PDT Nacional divulgou nota lamentando a morte do ex-vice-presidente José Alencar. Confira:

Nota de Pesar
 
O Partido Democrático Trabalhista – PDT, manifesta  seu pesar e a sua solidariedade ao povo brasileiro e familiares do ex-vice-presidente José Alencar.
 
José Alencar despede-se da vida, mas perpetua-se na história por um legado incontestável de simplicidade, trabalho, ética e amor ao Brasil.
 
Empresário de sucesso, foi sempre sensível às questões sociais e a necessidade de construir um Brasil mais justo, com oportunidade para todos os brasileiros.
 
Vice-presidente, soube estar ao lado de Lula sem perder a perspicácia e a visão crítica, lutando pela redução dos juros e a queda da inflação.
 
Alencar  transformou-se em exemplo para toda a nação por sua luta perseverante, durante 13 anos, contra a doença inclemente. Por sua coragem e resignação diante dos obstáculos e da gravidade da doença, sem jamais perder o bom humor, mesmo nos momentos mais difíceis.

Que agora descanse em paz, nobre guerreiro, na certeza do dever cumprido de quem tudo fez por sua pátria e sua gente.
 
Direção Nacional do PDT.

Corpo de José Alencar será velado em Brasília e Minas

“O corpo do ex-vice-presidente José Alencar será velado em Brasília e Minas Gerais. O político morreu às 14h41min desta terça-feira, aos 79 anos, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, vítima de câncer. Ele foi internado ontem com quadro de suboclusão intestinal. O Planalto confirmou a chegada do corpo do ex-vice-presidente a Brasília nesta quarta-feira, por volta das 9h15. O corpo sai de São Paulo às 7 horas em um voo da FAB (Força Aérea Brasileira).

Na Base Aérea de Brasília será realizada uma cerimônia com honras fúnebres com a presença do presidente em exercício, Michel Temer, e os presidentes do Senado, José Sarney (PMDB-AP), da Câmara, Marco Maia (PT-RS), e do STF (Supremo Tribunal Federal), Cezar Peluso. O cortejo fúnebre passará pela cidade em carro de bombeiros até o Palácio do Planalto.

Por volta das 10h30 está programado o início do velório reservado para autoridades. Mais tarde, o velório será aberto ao público. A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva devem chegar por volta das 17h de amanhã de Portugal. Em Belo Horizonte, o velório será na quinta-feira, das 8h30 às 13h, no Palácio da Liberdade. O governador de Minas, Antonio Anastasia (PSDB), decretou sete dias de luto oficial no Estado pela morte de Alencar. O horário e local do enterro ainda não foram confirmados.

Arnaldo Santos lança "Impeachment" em Brasília

O jornalista e radialista Arnaldo Santos lançará nesta quarta-feira, às 19 horas, na Casa do Ceará, em Brasília, seu livro “Impeachment”. Editado pela Cia das Letras, a publicação faz uma radiografia do período em que o ex-presidente Fernando Collor foi cassado.

Segundo Arnaldo Santos, um convite foi endereçado para o gabinete do senador Collor de Mello que avisou estar disposto a prestigiar o lançamento.

Dilma convoca ministros para velório de Alencar

“A presidente Dilma Rousseff comunicou aos seus ministros que cancelem todas as viagens para participar, nesta quarta-feira, do velório do ex-vice-presidente José Alencar. Ela solicitou a convocação de Portugal, onde está para a homenagem ao seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, na Universidade de Coimbra.

Os ministros participam do início do velório em Brasília, marcado para as 10h no Palácio do Planalto. Como Dilma não estará no Brasil – sua chegada está prevista para o fim da tarde– as honras serão comandadas pelo presidente em exercício, Michel Temer. Alencar morreu às 14h41 desta terça-feira, aos 79 anos, no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, vítima de câncer. Ele foi internado ontem com quadro de suboclusão intestinal.”

(Folha.com)

Lula dedica prêmio a Alencar e diz que os dois eram como irmãos

Lula não contém a emoção.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou nesta terça-feira a morte do ex-vice-presidente da República José Alencar ao afirmar que seu otimismo causava inveja. “É um momento de muita dor e muito sofrimento. Vocês que acompanharam o nosso mandato, da Dilma como ministra, do José Alencar como vice, vocês sabem que a relação nossa era mais que a relação de um vice com um presidente. Era uma relação de companheiros. Eu falava com ele praticamente toda semana. Visitava ele. O otimismo dele era uma coisa que

Lula disse ter falado com Alencar antes de viajar a Portugal. “Eu, antes de vir para cá, liguei para ele do carro. Ele falou que estava bem, que estava em casa. Ele sabia que do ponto de vista clínico ele não tinha muita expectativa, mas como ele era uma homem de fé. Ele tinha esperança que a fé em Deus iria ajudá-lo. Depois que cheguei aqui, liguei

O ex-presidente afirmou ainda que Alencar foi um homem de uma “dimensão extraordinária”. “Eu, aos 65 anos, conheço poucos seres humanos que têm a alma, a bondade do José Alencar. Eu cheguei a dizer que não acreditava que existisse no mundo um presidente com um vice como ele. Ele assumiu a presidência mais de oito meses. Ele nunca, nunca teve uma divergência comigo. Éramos como dois irmãos, pai e filho. A gente funcionava como se fôssemos uma orquestra. A gente brincava. A gente falava sério. Eu acho que o Brasil perde um homem excepcional.”

(Folha.com)

Reforma Política – Senado aprova voto no partido e não mais no candidato

150 1

“A Comissão de Reforma Política do Senado aprovou nesta terça-feira, por 9 votos a 7, a adoção de listas fechadas no sistema eleitoral brasileiro. Se a proposta for aprovada pelos plenários da Câmara e do Senado, os eleitores vão passar a votar nos partidos políticos, e não mais nos candidatos.

Pelo modelo, cada partido elabora uma lista com os seus indicados que vão ocupar as vagas obtidas nas eleições proporcionais –de deputado federal, estadual e vereadores. O número de eleitos depende da quantidade de votos recebidos por cada legenda no pleito.

A comissão manteve o atual sistema proporcional ao derrotar a adoção do distrital –que prevê a divisão das eleições por distritos no país. Como não houve consenso na semana passada, desta vez os senadores votaram nos três sistemas eleitorais que tiveram apoio da maioria dos integrantes da comissão.

A proposta representa uma vitória do PT, que defendeu o sistema durante as discussões na comissão. “Vamos levar essa proposta ao plenário para defendê-la. A nossa expectativa é fazer um trabalho de convencimento porque fortalece os partidos, e o voto fica partidário”, disse o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE).

O PSDB se absteve na votação, depois de defender a aprovação do voto distrital com listas fechadas. “A nossa expectativa era que, não havendo maioria, poderia se abrir espaço para um novo entendimento”, disse o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Os petistas rebateram as críticas de que as listas podem favorecer candidatos com maior trânsito no partido, ou mesmo aqueles com maior influência política. “A nossa ideia é que o ordenamento da lista seja feito por lei, com a garantia da ocupação das vagas por minorias, mulheres”, afirmou Costa.

IMPASSE

Além do proporcional com listas fechadas, que acabou aprovado, foram derrotados o voto distrital misto com listas fechadas e o chamado “distritão”.

No primeiro, parte dos deputados seria eleita pelo voto proporcional e outra pelo voto majoritário. Já no chamado “distritão” os Estados e o Distrito Federal são transformados em distritos, com a eleição de seus representantes pelo voto majoritário.

Favorável ao “distritão”, o presidente da comissão, senador Francisco Dornelles (PP-RJ), disse acreditar que o sistema aprovado será derrotado na votação do plenário do Senado.

“Não existe obrigação do plenário ratificar a decisão. Eu acho que a votação proporcional com lista retira do eleitor o direito de escolher o seu candidato. É o pior [modelo] possível”, afirmou Dornelles.”

(Folha.com)

Cid vê José Alencar como exemplo de tenacidade e fé

O adeus ao guerreiro.

A Assessoria de Imprensa do Palácio da Abolição enviou para o Blog nota em que o governador Cid Gomes (PSB)  lamenta a morte do ex-vice-presidente da República, José Alencar. Confira:

O Governo do Estado do Ceará e todo o povo cearense recebem com profundo pesar a notícia da morte do ex-Vice-Presidente José Alencar. Político honrado, mestre da coragem e da serenidade, José Alencar prestou ao País uma contribuição imensurável, apoiando o Presidente Lula, durante os dois mandatos, na cruzada pela redenção econômica e erradicação da miséria.

Exemplo de tenacidade e fé, lutou bravamente pela vida, no que também ofereceu lições aos brasileiros.

O Brasil perde um dos seus políticos mais ilustres, pelo que externamos nossa dor e eterna saudade.

Palácio da Abolição,

Fortaleza, 29 de março de 2011.

DETALHE – Alencar morreu nesta tarde, em São Paulo, vítima de câncer e falência múltipla dos órgãos.

Tasso: José Alencar deixa exemplo de "coragem e espírito de luta"

O adeus do guerreiro.

Eis nota em que o empresário e ex-senador Tasso Jereissati lamenta a morte do ex-vice-presidente da República, José Alencar. Confira:

A lição que o ex-vice-presidente José Alencar deixa para todos nós, além do seu histórico de empresário e homem público, foi a demonstração de uma fé extraordinária diante das adversidades. Todo o país, tocado de muita emoção, acompanhou o seu sofrimento e recolhe dele esse exemplo de coragem, de uma espírito de luta nos grande embates da vida, sobretudo pela recuperação da saúde. Seu esforço não foi em vão, porque ele nos deixa essa comovente história.

Tasso Jereissati

Empresário e ex-senador.

Para senadores, um José Alencar obstinado, honrado e de coragem

O adeus do guerreiro.

Eis a repercussão da morte do ex-vice-presidente da República, José Alencar, entre alguns outros senadores:

Aécio Neves (PSDB-MG): “Alencar foi um gerreiro em todos os sentidos”. ” Ele tinha caracteristicas raras em um político, pois foi um empreendedor e um obstinado. tinha uma vontade de viver que emocionou a todos. Sérgio Guerra

Sérgio Guerra (PSDB-PE): “Foi com muito pesar que recebi a informação do falecimento de José Alencar. Ele era um brasileiro dos melhores, honrado, que hoje nos deixa e certamente fará muita falta”.

Álvaro Dias (PSDB-PR): “Nessa hora não importa saber se é oposição ou governo. Alencar foi um exemplo de coragem, no enfretamento dessa doença. ”

Paulo Teixeira (PT-SP): “Ele acreditou em um projeto e somou. Alencar ajudou a administrar o país por oito anos”

DETALHE – O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) pediu a José Sarney a realização de uma sessão solene para homenagear José Alencar.

Pimentel destaca o "José Alencar determinado e de coragem"

O senador José Pimentel (PT) mandou para o Blog nota sobre a morte do ex-vice-presidente José Alencar. Confira: 

“O Brasil perde um grande político e empreendedor. Tive o privilégio de conviver com José Alencar no exercício da vice-presidência: homem simples, íntegro, determinado e de coragem. Cumpriu sua missão com muita dignidade.

Sempre que discutimos os temas relacionados à micro e pequena empresa, tive o cuidado de ouvir os seus ensinamentos. José Alencar começou muito pequeno e se consolidou como um dos maiores empresários do Brasil, tendo como seu maior patrimônio os trabalhadores de suas empresas.

Nessa hora em que Deus o chama, manifesto o meu respeito a esse grande brasileiro.

José Pimentel,

Senador.

Eunício: Alencar se constituiu em uma reserva moral e de humildade

O senador Eunício Oliveira (PMDB) mandou nota para o Blog lamentando a morte do ex-vice-presidente José Alencar. Para Eunício, Alencar se constituiu em uma reserva de moral e humildade para o país.

O parlamentar destacou sua ousadia como político e empresário na defesa dos interesses da livre iniciativa e do empreendedorismo.

“José Alencar, sem dúvida, se constitui numa reserva moral para nosso povo. Pelo seu exemplo de homem, de ser humano, de político, de lutador e de guerreiro é que nós lhe agradecemos”, acrescentou.

(Foto – Assessoria do senador)

DETALHE – José Alencar morreu na tarde desta terça-feira, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, vítima de câncer e de falência múltipla dos órgãos.

Morte de José Alencar repercute no twitter

A morte do ex-vice presidente José Alencar, ocorrida na tarde desta terça-feira, gerou clima de comoção em muitos políticos e também gente do meio artístico nacional. Nas redes sociais houve repercussão, sobretudo no Twitter. Ele morreu vítima de câncer e de falencia múltipla dos órgãos, em São Paulo.

O nome de José Alencar entrou no Trending Topics do Twitter em poucos minutos e lidera as menções no microblog. Eis alguns depoimentos:

Marcelo Tas (@MarceloTas)
“José Alencar se foi. Vamos aprender com ele: coragem e vontade de viver.”

Romero Jucá (@senromerojuca)
“Morreu José de Alencar – grande guerreiro e exemplo para todos. Meus pêsames à todos familiares e amigos”

Serginho Groisman (@oserginho)
“José Alencar será lembrado não por sua batalha contra a morte, mas por sua batalha pela vida”

Cid vai ao velório de José Alencar

O governador C id Gomes (PSB) vai comparecer ao velório do ex-vice-presidente da República, José Alencar. Foi o que informou agora há pouco para o Blog a sua assessoria, adiantando que aguarda apenas maiores informações sobre horário e local.

O Governo do Estado divulga nota de pesar ainda nesta tarde.

» Leia a íntegra da nota de falecimento de José Alencar
» Sarney interrompe sessão para comunicar morte de Alencar
» Acompanhe a evolução da doença de José Alencar

José Alencar morreu nesta terça-feira, em São Paulo, vítima de câncer e de falência múltipla dos órgãos.

A última homenagem a José Alencar em Fortaleza

Eis a foto da solenidade em que o ex-vice-presidente José Alencar, que morreu nesta tarde de terça-feira, em São Paulo, vítima de câncer e falência multipla de órgãos, recebia, no dia 30 de novembro de 2009, na Câmara Municipal, seu título de cidadão de Fortaleza.

A proposta foi do vereador Gelson Ferraz, do mesmo partido de Alencar, o PRB.

No ato, o então presidente da Câmara, Salmito Filho (PT), tendo ao lado o governador Cid Gomes (PSB). Gelson Ferraz lamentou a morte de Alencar, a quem considerava um guerreiro e exemplo de político, segundo sua assessoria.

(Foto – André Lima)

José Alencar era cidadão de Fortaleza

103 1

José Alencar, que morreu nesta tarde de terça-feira, em São Paulo, vítima de câncer e falência múltiplas de órgãos, era cidadão de Fortaleza. Ele aqui esteve no dia 30 de novembro de 2009 na Câmara Municipal e recebeu o título.

No mesmo dia, abriu encontro da Frente Nacional dos Prefeitos e o 15º Encontro Nacional de Empreendedorismo na Juventude e o 2º Congresso Iberoamericano de Jovens Empresários.

Por aqui, deixou a imagem de homem simples, alegre e um bom exemplo para as nova gerações.