Blog do Eliomar

Últimos posts

Colegiado de Moradores dos Bairros das Seis Bocas cobra reparos em buracos da área

218 3

Do jornalista Nerilson Moreira, em nome do Colegiado de Moradores dos Bairros da região das Seis Bocas, recebemos nota alertando sobre a buraqueira naquela área de Fortaleza. Confira:

Querido companheiro jornalista Eliomar de Lima,

Sobre a sem obra fim da avenida Dom Manoel, prejudicando aos moradores dessa região da capital e outros que necessitam por ela transitar devido ao trabalho, nós do Colegiado de Moradores dos Bairros da Região das Seis Bocas apontamos uma outra artéria aqui em Fortaleza que merece a urgente atenção do poder público, pois existe um buraco tão grande nela, que cabe um carro dentro. A cratera fica na rua Tabelião Joaquim Coelho, entre as Ruas Salvador Correia de Sá e Jurandyr Nunes, no Bairro Sapiranga-Coité (próximo às Seis Bocas). Há meses que pedimos à Regional VI da Prefeitura para consertar o que era para ser uma simples obra de drenagem de água pluvial e ficou inconclusa. Parou na metade, deixando em seu lugar uma cratera que aumenta a cada dia, pondo em risco a vida de pedestres, motoristas e a estrutura de casas vizinhas. É preciso que a Regional VI feche essa cratera imediatamente. Não dá mais para esperar.
Outro problema existente na rua Tabelião Joaquim Coelho e que oferece risco à saúde é um esgoto a céu aberto. É preciso que a Cagece, Semam e a Regional VI adotem providências para coibir as ligações clandestinas feitas à rede coletora de águas pluviais de citada rua, entre as ruas Salvador Correia de Sá e Jurandyr Nunes, também no Bairro Sapiranga-Coité. Antes de cair na rede coletora de chuvas, os esgotos oriundos de fossas residenciais circulam livremente pelo meio-fio. Resultado: lama, mau-cheiro, ratos e muriçocas, que tomam de conta do trecho. Também pedimos o recapeamento asfáltico da área, principalmente no cruzamento da rua Bill Cartaxo com a avenida Conselheiro Gomes de Freitas. Um tatu passou por lá e deixou buracos que ninguém resolver. Esse foi mais um ofício que o nosso Colegiado de Moradores protocolou na Regional VI e nada aconteceu. Mas não desistiremos. Esses são alguns pedidos dos integrantes do Colegiado de Moradores dos Bairros da Região das Seis Bocas que buscam uma qualidade de vida melhor para a comunidade da região, sem interesses político-partidários. Nosso interesse é pelo resgate da cidadania. É articular a sociedade em busca de uma vida melhor. Grato.

* Nerilson Moreira,

Jornalista.

PT foi investigado até 99, mostram documentos da Polícia Civil de SP

“A Polícia Civil de São Paulo espionou clandestinamente o PT durante todo o primeiro mandato do tucano Mário Covas no governo do Estado. Segundo documentos secretos disponibilizados pelo Arquivo Público do Estado e obtidos pelo iG, o Departamento de Comunicação Social da polícia manteve um dossiê sobre o PT até 1999, quando foi extinto por ordem de Covas.

A maior parte dos documentos arquivados no dossiê 079 (PT) são recortes de jornais ou transcrições de reportagens do rádio ou TV, preferencialmente sobre disputas internas, crises, proximidade com movimentos populares radicais e denúncias de corrupção envolvendo petistas. O ex-ministro da casa Civil, Antonio Palocci, é objeto de um dossiê específico com número 305. Na época Palocci, então prefeito de Ribeirão Preto, era visto como uma liderança ascendente no partido.

O DCS produziu dossiês sobre praticamente todos os partidos políticos a partir de 1983. Mas referências ao PSDB, PFL (hoje DEM) e PPS acabam em 1995, quando Covas tomou posse, enquanto a pasta do PT continuou sendo alimentada até a extinção do departamento, em 1999.

Além dos recortes, o dossiê 079 mostra que a polícia tucana produzia informação própria e chegou a infiltrar agentes em eventos ligados ao PT. De acordo com os documentos, a espionagem era acompanhada pela Secretaria de Segurança Pública.

O relatório 049/98, endereçado ao então secretário-adjunto de Segurança, Luiz Antonio Alves de Souza, relata uma assembléia do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sindisaúde) realizada na sede do Sindicato dos Químicos, no bairro da Liberdade, no dia 16 de setembro de 1998, menos de um mês antes do primeiro turno das eleições daquele ano, quando Covas e o então presidente Fernando Henrique Cardoso tentavam a reeleição.

Na época, Covas aparecia em terceiro lugar nas pesquisas de opinião, atrás de Francisco Rossi e Paulo Maluf e pouco à frente da petista Marta Suplicy. Havia risco de o governador ficar fora do segundo turno e os sindicatos de servidores estaduais ligados à CUT e ao PT preparavam para o dia seguinte uma grande manifestação contra o governo tucano em frente ao Palácio dos Bandeirantes.

Um agente infiltrado que assina como “Gama 42” acompanhou a assembléia e fez um relatório de três páginas com destaque para a mobilização rumo o ato no Palácio dos Bandeirantes e à movimentação eleitoral dos sindicalistas.

“Sônia Takeda (dirigente do Sindisaúde) apresentou resultado de uma prévia que foi feita no local onde, de 149 votos, 133 foram dados ao Lula, um ao Enéas (Carneiro, candidato a presidente pelo Prona) e alguns brancos e nulos: repetindo-se o mesmo para o Senado, onde Suplicy teve 141 votos, um para João Leite e outro para Oscar e, para Marta Suplicy, foram dados 143 votos e um para o Rossi”, diz o documento.

No final, Covas foi para o segundo turno contra Maluf com apenas cinco mil votos a mais do que Marta, acabou reeleito mas morreu em 2001, deixando o governo nas mãos do vice, Geraldo Alckmin (PSDB), atual governador do Estado.

Embora seja citado nominalmente como destinatário do relatório, o ex-secretário adjunto de Segurança Luiz Antonio Alves de Souza negou ter tomado conhecimento da ação policial na assembléia do Sindisaúde. “Mandamos monitorar uma greve de motoristas de ônibus em 1998 porque existia risco de depredação das garagens e piquetes para impedir que os ônibus fossem para as ruas. Não autorizei nem soube de nada no Sindisaúde”, disse ele.

O ex-secretário adjunto atribuiu a responsabilidade pela arapongagem a delegados e policiais que agiam à revelia da secretaria, com objetivo de desestabilizar o governo e beneficiar Maluf. “Infelizmente a polícia tinha muita gente remanescente da época do Erasmo Dias (secretário de Segurança no governo Maluf). Era véspera de eleição. Eles faziam essas coisas para prejudicar o Covas. Existia o risco de ele ficar fora do segundo turno. Esse pessoal preferia o Maluf”, afirmou Souza.”

(iG)

Porteiras terá trânsito municipalizado

O Ministério Público do Estado, por meio do promotor de Justiça da Comarca de Porteiras, Alcides Luiz Fonseca Lima de Sena, realizou, nesta terça-feira, uma audiência pública para discutir soluções no que diz respeito à problemática da municipalização do trânsito naquele município. Ficou acertado o envio do projeto de lei criando o DEMUTRAN para a Câmara Municipal no prazo de 20 dias e também a celebração de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o prefeito de Porteiras, objetivando a a implantação e regulamentação da municipalização do trânsito, até o final deste ano.
Estiveram presentes à audiência o prefeito de Porteiras, Manoel Novais de Miranda; o assessor jurídico do Município, José Sérgio Dantas Lopes; o chefe da Unidade Policial, Francisco Ademir Vidal; o presidente da Câmara Municipal, Raimundo Nogueira Lima, e demais vereadores; e o diretor do Departamento de Transportes José Edimilson Vidal.

Greve de ônibus pode não ser deflagrada

“Empresários do setor de transportes apresentaram uma nova proposta para motoristas e cobradores de Fortaleza na manhã desta terça-feira, 2.

Valdir Pereira, assessor político do Sintro, informou ao O POVO Online que os pontos serão apresentados para a categoria em assembleia ainda nesta tarde.

Segundo Valdir, o Sindiônibus ofereceu reajuste de 8%, vale refeição de R$ 7 e cesta básica de R$ 60. A assembleia de avaliação da proposta acontece às 16 horas, na sede do Sintro.

Nas últimas rodadas de negociação, o Sintro pediu aumento de 9,9% no salário-base, além de cesta básica no valor de R$ 65 e vale-alimentação de R$ 7. Antes, a reivindicação era por reajuste de 23%, enquanto o Sindiônibus oferecia reajuste de 6,3%.

Atualmente, os motoristas de ônibus de Fortaleza recebem o salário base de R$ 1.133, enquanto os cobradores têm como salário R$ 689,00.”

(POVO Online)

Gleisi vira fiscal da Dilma por conta de denúncias

Diante de novas denúncias envolvendo desvio de dinheiro público em ministérios, a Casa Civil voltará a ter papel mais político. Por determinação da presidente Dilma Rousseff, a ministra Gleisi Hoffmann já começou a cobrar pessoalmente dos colegas explicações para cada acusação. Depois da “faxina” nos Transportes, que derrubou 22 pessoas, a estratégia consiste em impedir que a crise bata à porta do gabinete de Dilma.

Na volta das férias parlamentares, o governo não quer esticar a corda com sua base de sustentação no Congresso. Nos últimos dias, Dilma ouviu ponderações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para quem é importante fazer uma repactuação com os aliados. Com estilo discreto, a petista Gleisi – que substituiu Antonio Palocci, abatido por denúncias de enriquecimento ilícito – será agora uma espécie de “facilitadora” na Esplanada.

Longe dos holofotes, a chefe da Casa Civil – batizada de “Dilma da Dilma” – fará a triagem dos assuntos espinhosos para encaminhar à presidente. Além disso, o site da Casa Civil abrigará, nos próximos dias, um espaço com perguntas e respostas sobre programas e projetos do governo federal. A ordem é afastar a turbulência do Planalto e diminuir os “ruídos”.

(Agência Estado)

Senado dos EUA aprova pacote e evita calote

“O Senado dos Estados Unidos aprovou nesta terça-feira o projeto de lei que corta US$ 917 bilhões em gastos e eleva o teto da dívida para US$ 15,2 trilhões –evitando assim um calote da dívida pública americana.

O projeto já foi aprovado na véspera pela Câmara dos Deputados americana. Ele segue agora para a Casa Branca, onde o presidente Barack Obama prometeu assiná-lo imediatamente.

A votação ocorreu nas últimas horas antes do prazo final dado pelo Tesouro americano, meia-noite desta terça-feira. A partir desta data, o governo já não podia garantir o pagamento aos investidores dos juros sobre seus títulos. O governo também poderia deixar de pagar gastos correntes, como os beneficiários da Seguridade Social, além dos benefícios dos veteranos de guerra e empresas que trabalham para o governo.”

(Portal Uol)

Tudo pronto para a III Feira das Profissões da UFC

“A Universidade Federal do Ceará realizará, a partir desta quarta-feira, a sua III Feira das Profissões, evento que já faz parte do calendário universitário e que, a cada ano, se consolida no meio estudantil por representar a oportunidade de os estudantes secundaristas terem acesso a informações sobre todos os 106 cursos de graduação  que a UFC oferece.

Nesta edição, estão inscritos mais de 650 estabelecimentos de ensino (públicos e privados), oriundos da Capital e de municípios do Interior. A feira vai se estender até sexta-feira, no Campus do Pici e é uma parceria com a Secretaria da Educação Básica do Estado (Seduc).

A infraestrutura do evento contará com 62 estandes, sendo 52 de cursos de graduação e os restantes ocupados por instâncias como Instituto UFC Virtual, campi do Interior, Secretaria de Acessibilidade UFC Inclui, Superintendência Regional do Trabalho e do Emprego no Ceará, Programa de Aprendizagem Cooperativa e Rádio Universitária. Os visitantes também terão à disposição praça de alimentação formada por seis barracas.”

(Site da UFC)

Cid Gomes cumprirá agenda na Colômbia

196 3

O governador Cid Gomes (PSB vai integrar a comitiva da presidente Dilma Rousseff que, nesta quarta-feira, em Bogotá, participará do Fórum de Investimentos Colômbia-Brasil.

O encontro é patrocinado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Cid deverá falar durante um dos paines do evento sobre as oportunidades de investimentos no Estado que terá sua Capital entre as 12 subsedes da Copa 2014.

Também nesse grupo o ex-presidente Lula e os governadores Eduardo Campos (PE), Geraldo Alckmin (SP) e Sérgio Cabral (RJ), além do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

ProUni – Pré-selecionados devem comprovar dados

“Os candidatos pré-selecionados em terceira chamada para receber uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni) devem comparecer até amanhã (3) às instituições de ensino para as quais foram selecionados e comprovar as informações prestadas durante as inscrições. A lista dos documentos que precisam ser apresentados está disponível no site do programa.

Para o segundo semestre de 2011, foram disponibilizados 92 mil benefícios e cerca de 460 mil se inscreveram para participar da disputa. A lista dos aprovados em terceira chamada foi divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) na última quinta-feira (28).

Ao final das três convocatórias, o sistema gerará uma lista de espera que poderá ser usada pelas instituições de ensino para preencher as vagas remanescentes. Os interessados em integrar a lista deverão fazer essa opção no período de 8 a 10 de agosto, também no site do programa.

Pode participar do ProUni o aluno que cursou todo o ensino médio em escola pública ou estabelecimento privado com bolsa. Também é necessário ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2010 e atender aos critérios de renda do programa.”

(Agência Brasil) 

Parque eólica do Ceará é 1º em produção de energia no País

O Parque Eólica situado em Aracati (Litoral Leste) e que pertence ao Grupo Bons Ventos continua ocupando o posto de maior equipamento do gênero no País em matéria de geração de energia. A informação está em relatório da Eletrobras, adiantando que o parque produziu 368 mil 958 mwh  entre maio de 2010 a abril deste ano.

Além do Parque Aracati, a Bons Ventos é também proprietária do Parque Eólcia Taíba, que fica em São Gonçalo do Amarante (Regão Metropolitana de Fortaleza).

Presidente do BC: Brasil está preparado para enfrentar eventual crise externa

“O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou que a economia brasileira está preparada para enfrentar a eventual piora do cenário externo, mas afirmou que não espera um desfecho catastrófico para a crise global. “Nosso cenário é de uma economia mundial que cresce menos do que se supunha no início do ano, e com normalização das condições monetárias e financeiras posterior ao que se supunha inicialmente”, afirmou.

Segundo ele, o Brasil tomou medidas para conter a entrada de dólares no país e está preparado para o segundo momento, que seria a reversão deste movimento. Tombini lembrou que o país conta com reservas de US$ 345 bilhões – quantia considerada “moderada” por corresponder a 15% do PIB brasileiro – e ainda possui saldo de R$ 419 bilhões em compulsórios (depósitos obrigatórios dos bancos).

“Esse cenário internacional requer cautela, com medidas prudenciais para proteger o sistema financeiro como um todo. A economia brasileira se preparou para eventualidade em um cenário ainda mais complexo.” Quanto à inflação, o tom é mais ameno. Tombini disse que o mercado já tem expectativa de inflação média mensal de 0,35% para o período junho-dezembro de 2011 – abaixo do centro da meta, equivalente a 0,37%.

Apesar de o governo já ter dito que só chegará ao centro da meta de 4,5% apenas em 2012, ele disse que essa expectativa já está “na cabeça do mercado”. Tombini destacou que os economistas já projetam, de setembro a abril de 2012, queda de dois pontos percentuais na taxa em 12 meses. E que o “instrumento de controle da inflação” corresponde às previsões feitas.”

(Folha.com)

Planos de saúde: Mais 60 procedimentos médicos a partir de 2012

“A partir de 1º de janeiro de 2012, os planos de saúde serão obrigados a oferecer a cobertura de mais 60 procedimentos médicos. A nova lista de serviços foi publicada hoje (2) no Diário Oficial da União pela Agência Nacional de Saúde Suplementar  (ANS).

Entre os novos serviços estão 41 cirurgias por vídeo (uso de câmeras especiais), como para redução de estômago. Esses procedimentos são menos invasivos do que as operações convencionais. Outras novidades são a ressonância magnética para pessoas com câncer, o tratamento de doença ocular com aplicação de injeções e o uso de medicamentos especiais em casos de artrite reumatoide, assim como novas tecnologias para o tratamento de portadores de câncer de colo retal com metástase.

O rol de serviços beneficia usuários de planos de saúde contratados a partir de 1º de janeiro de 1999. A lista completa de procedimentos pode ser acessada no site da ANS.”

(Agência Brasil)

Ministro da Agricultura vai à Câmara prestar esclarecimentos

“Temerosos de que uma nova avalanche de denúncias recaia agora sobre o Ministério da Agricultura, sob o comando do PMDB, a cúpula do partido e a presidente Dilma Rousseff chegaram a um entendimento[ontem]: o governo não agirá de imediato como agiu no Ministério dos Transportes, mas dirigentes e líderes do partido precisam provar que as acusações envolvendo o ministro Wagner Rossi (Agricultura) são apenas resultado da disputa interna.

E que essa briga interna seja resolvida o quanto antes, pediu Dilma, sem disposição, no momento, para enfrentar o PMDB.

[Ontem] mesmo o PMDB decidiu levar o ministro à Câmara dos Deputados, para que ele possa rebater as acusações de Oscar Jucá Neto – irmão do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) – de que haveria corrupção generalizada no Ministério da Agricultura.

À noite, o Planalto foi avisado por caciques peemedebistas de que a legenda já se acertou internamente. A primeira demonstração foi dada pelo líder Jucá à presidente Dilma, quando ele refutou e condenou as declarações do irmão.

O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), orientou que o requerimento para convidar Wagner Rossi seja apresentado hoje na Comissão de Agricultura:

– O PMDB vai propor que o ministro vá à Comissão de Agricultura e ele já manifestou interesse em ir. É para mostrar que não tem nada a ver, que as acusações não procedem, são absurdas e que foi um comportamento irregular dele (Oscar Jucá Neto) que causou sua demissão – disse Eduardo Alves, que não acredita que o episódio prejudicará a permanência de Romero Jucá como líder do governo no Senado.”

(Globo.com)

Líder do Governo diz que escândalo dos banheiros é "caso isolado" e descarta CPI

146 1

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, Antônio Carlos (PT), descartou, durante pronunciamento da tribuna da Casa, nesta terça-feira, a possibilidade de uma CPI, o que já era aguardado. Ele disse que o caso registrado em Pindoretama (Região Metropolitana de Fortaleza) “é um caso isolado”.

Antônio Carlos disse que a Secretaria das Cidades e a Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado  já estão apurando o caso. O parlamentar refere-se ao convênio com uma associação cultural fantasma que teria recebido R$ 200 mil do Governo e não construiu kits sanitários.

De concreto do chamado “Escândalo dos banheiros” tem-se o afastamento de vários comissionados do Tribunal de Contas do Estado e do presidente desse órgão, Teodorico Menezes, além de suposto favorecimento eleitoral pró-deputado tucano Teo Menezes, filho de Teodorico Menezes.

O líder do Governo disse que a Comisão de Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa tem competência para o caso e  que não há necessidade de CPI. O deputado estadual Heitor Férrer (PDT) disse que vai insistir e tentar as 12 assinaturas para instalar a “CPI dos Banheiros”.

ENDOSSO DO PRIMO

Em aparte, o deputado Tin Gomes (PHS) endossou a posição do líder do Governo, Antônio Carlos, observando que não há necessidade de uma CPI. Lembrou que, ao lado do então colega de Câmara Municipalde Fortaleza, Heitor Férrer, participou de CPIs que, ao final, mandavam o relatório para o Ministério Público.

“Ora, o Ministério Públco já está investigando o caso. Não há necessidade de de CPI”, defendeu Tin Gomes, que é primo do governador Cid Gomes (PSB).

Após reunião com a PGJ, Governo decide desbloquear salário dos policiais civis

O governador Cid Gomes (PSB) determinou, nesta manhã de terça-feira, o desbloqueio do salário de junho dos policiais civis do Estado, em greve há mais de uma semana. A decisão foi resultado de uma reunião realizada agora a pouco na sede da Procuradoria Geral de Justiça do Estado.

Nesse encontro, além da procuradora-geral de Justiça, Socorro França, participaram o procurador-geral do Estado, Fernando Oliveira, o secretário estadual do Planejamento, Eduardo Diogo, e oito membros  da diretoria do Sindicato dos Polciais Civis do Estado (Sinpoce)

Com a medida de desbloquear salários, o Governo do Estado espera acenar para uma negociação. Nesta manhá de terça-feira, o governador também determinou que o secretário do Planejamento, Eduardo Diogo, prorrogue a validade do concurso 2009 de escriváes e delegados.

Na quinta-feira, o salário dos policiais civis já estará creditado na conta da categoria que fará uma assembleia geral nesta quarta-feira pela manhã para avaliar o movimento e discutir se virá uma trégua no movimento.

Ficou acertado também para segunda-feira, às 11 hroas, no Paácio da Abolição, nova reunião do Sinpoce com o secretário Eduardo Diogo, a procuradora-geral de Justiça, Socorro França, o chefe de gabinete do governo, Ivo Gome, e representantes da categoria para fechar um acordo.

Prefeita entrega conjunto habitacional para 80 familias

123 3

A pefeita Luizianne Lins (PT) vai entregar, nesta terça-feira, a partir das 16 horas, o Conjunto Habitacional Maria José Gomes, situado no bairro Ellery. O conjunto acomoda 80 famílias que viviam, nos últimos 50 anos, numa área de risco do açude João Lopes. Trata-se da primeira etapa da ação de habitabilidade para famílias do açude e seu entorno, segundo a Fundação Habitafor, responsávbel pelo empreendimento.

A Fundaçao Habitafor adianta que, além da entrega do conjunto habitacional, obra de R$ 6,7 milhões do PAC e do município, ainda serão realizadas obras de urbanização e requalificação ambiental do entorno do açude João Lopes e que devem começar neste mês. Também haverá 300 ações de regularização fundiária.

"CPI dos Banheiros" – Heitor já tem 6 assinaturas

192 4

O deputado estadual Heitor Férrer (PDT) já conseguiu, nesta manhã de terça-feira, seis assinaturas do total de 12 que precisa para a instalação da “CPI dos Banheiros”.

O parlamentar ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa logo no ínicio dos trabalhos, quando apresentou requerimento de CPI para investigar os convênios firmados pela Secretaria das Cidades com associações tidas como fantasmas como a de Pindoretama (Região Metropolitana de Fortaleza). Só este convênio foi da ordem de R$ 200 mil.

Assinaram o requerimento pró-CPI os deputados Roberto Mesquita (PV), Eliane Novais (PB), João jaiem (PSDB), Fernando Hugo (PSDB), Fernanda Pessoa (PR) e o próprio Heitor que tenta completar as assinaturas ao longo deste dia.

Já o Palácio da Abolição articula ofensiva para evitar essa CPI. O presidente da Asembleia Leislativa, Roberto Cláudio (PSB), não preside a sessão.

Diário Oficial: Mais sete exonerações nos Transportes

“A faxina determinada pela presidente Dilma Rousseff continua no Ministério dos Transportes. O Diário Oficial da União traz hoje cinco exonerações e oficializa duas demissões “a pedido” do diretor-executivo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), José Henrique Coelho Sadok de Sá, e do diretor de Infraestrutura Ferroviária do Dnit, Geraldo Lourenço de Souza Neto.

As novas exonerações do Dnit são as seguintes: Hebert Drummond, do cargo de diretor de Infraestrutura Aquaviária; Nadja Tereza Monteiro de Oliveira, da coordenação-geral de cadastro e licitações; Jeanine Santana Ferrari, do cargo de Coordenador de Licitações de Obras e Serviços de Engenharia e Nei Japur, da Coordenação de Administração Patrimonial.

Foi exonerado também Amaury Ferreira Pires Neto, do cargo de diretor do Departamento do Fundo da Marinha Mercante da Secretaria de Fomento para Ações de Transportes do Ministério dos Transportes.”

(Agência Estado)

Eliane Novais pede afastamento de Teo Menezes da mesa diretora da Assembleia

A deputada estadual Eliane Novis (PSB) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para bater duro no “escândalo dos banheiros”, que envolveu a Secretaria das Cidades do Estado e convênios com entidades tidas como fantasmas.

Ela também pediu o afastamento do deputado Teo Menezes (PSDB) da função de terceiro secretário da Mesa Diretora da Casa, alegando que o parlamentar, com nome envolvido no “Escândalo dos bnaheiros”, não tem condições de estar nessa condição.