Blog do Eliomar

Últimos posts

Programa de samba vira ilha num mar de forró estilizado

166 2

O radialista Elton Torres está comemorando a boa audiência do seu programa “Clube do samba”, pela rede Som ZoomSat, da 10 às 13 horas e sempre aos domingos.

Eklton se diz surpreso com o número de fãs desse estilo, que consegue sobreviver dentro de um cenário onde o que reina é o tal forró estilizado. A produção é da querida Silvia Mota. Valeu!

Cid faz caminhada em Messejana e confirma luta por novo estaleiro

81 10

O governador Cid Gomes (PSB) visita neste domingo a feira de Messejana. Com ele, o candidato ao Senado, o peemedebista Eunício Oliveira, e o seu candidato a vice, Domingos Filho (PMDB). O outro candidato ao Senado, José Pimentel (PT), está no Cariri, onde aguarda grupo para circulada na ExpoCrato, a maior exposição agropecuária do Estado.

Cid é seguido por um grupo de populares e outra boa fatia de c andidatos a cargos proporcionais. Nesse grupo também, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho.

Cid Gomes confirmou que está  lutando para que o Estado conquiste um novo estaleiro, dessa vez não mais em Fortaleza, o que causou polêmica por conta do local – praia do Titanzinho, com a prefeita Luizainne Lins (PT).

O estaleiro que quer trazer par o Ceará, segundo Cid, será bem maior do que o do Grupo Promar, que acabou indo para Pernambuco.

Ameaça de bomba deixou avião retido no Recife

“Depois do susto inicial seguido de uma série de transtornos causados por um alarme falso de bomba, a Air France confirmou na manhã deste domingo que não favia nenhum explosivo dentro na aeronave do voo 443 que seguia do Rio de Janeiro para Paris. O avião deve seguir seguir viagem ainda na noite de hoje. De acordo com a companhia, o voo deve sair às 20h10.

O avião fez um pouso não programado por volta das 19h deste sábado (10) no Aeroporto Internacional dos Guararapes, em Recife (PE) por causa de uma ameaça de bomba. O avião, um Boeing 747, decolou do Rio de Janeiro às 16h20 com 405 passageiros. De acordo com a assessoria da companhia aérea, o piloto foi informado via rádio da ameaça de bomba. O alerta partiu do centro de operações do aeroporto do Galeão, no Rio.

O aeroporto de Recife ficou fechado por aproximadamente 40 minutos, mas já voltou a operar normalmente. Equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Federal foram acionadas e já inspecionaram o avião. Os passageiros foram revistados pela polícia e levados para hotéis na capital pernambucana e arredores.”

(Folha.com)

Beluzzo abre mão se Felipão quiser treinar a Seleção

“O Palmeiras conta, e muito, com Luiz Felipe Scolari, mesmo se ele receber um convite da CBF para voltar a treinar a seleção brasileira. Mas se Felipão quiser assumir a responsabilidade de tentar o hexa em 2014, terá de dizer isso diretamente ao presidente Luiz Gonzaga Belluzzo.

O dirigente palmeirense avisa que confia no que tem ouvido da boca do treinador: a vontade de cumprir o acordo com que se comprometeu e que assinará com o Palmeiras nesta semana, com validade até 2012.”

(Agência Estado)

Tucano Serra dormirá com "Papagaio"

53 3

O candidato tucano a presidente da República, José Serra, vai dormir no município de Acaraú (Litoral Oeste), mais precisamente na Fazenda Papagaio, de propriedade do líder do PSDB na Assembleia Legislativa, João Jaime.

Isso, depois de visitar, nesta noite de sábado, os chitões de Massapê e Marco, tendo ao lado o senador tucano Tasso Jereissati, o candidato a governador Marcos Cals e o vice, Pedro Fiúza.

Serra só deixa o Ceará na manhã deste domingo quando, de jatinho, tomará a rota de São Paulo.

DETALHE – Serra não estranhará o nome da fazenda, afinal, passou este sábado todo cercado de muitos, muitos “papagaios” de pirata a cada flash da campanha.

José Alencar passará por exame neste domingo

67 1

“O presidente da República em exercício, José Alencar, passará no domingo, 11, por um cateterismo para avaliar a possibilidade de ele ter sofrido uma isquemia cardíaca, informa boletim médico do Hospital Sírio-Libanês, divulgado neste sábado. Alencar está internado em São Paulo para avaliação de um quadro hipertensivo.

Ele luta há anos contra o câncer e foi submetido a cirurgias recentemente para controlar tumores na região do abdômen. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que estava na África do Sul, já está num voo de volta ao Brasil. Lula desembarcará em Congonhas, em São Paulo, às 19h20 e deve visitar Alencar.”

(Estadão.com)

TV O POVO inicia neste domingo entrevista com os candidatos a governador

186 1

A candidata ao Governo do Ceará pelo PSOL, engenheira de pesca Soraya Tupinambá, abrirá neste domingo, a partir das 20 horas, a série de entrevistas que a TV O POVO (Canal 48 UHF) fará com os postulantes a governador.

Soraya foi entrevistada para o programa Coletiva, apresentado por Marcos Tardin, com direito a expor suas propostas e, claro, a ser questionada sobre vários assuntos do interesse do povo cearense. Ela foi questionada pelo editor de conjuntura do O POVO, Gualter Groge, pelo sociólogo Osmar de Sá Pontes e pelos jornalistas Michel Víctor (POVO Online) e Ricardo Moura (assessor de imprensa da Embrapa).

A candidata falou sobre vários assuntos como o Programa Ronda do Quarteirão, que, na sua avaliação, precisa ser repensado pois os índices de violência aumentaram e exigem não só polícia na rua, mas políticas sociais em vários segmentos como a educação.

Ela também bateu duro no modelo da política de turismo, que prioriza o negócio e não o homem. Prometeu ainda luta contra o uso abusivo dos agrotóxicos no Estado.

Copa 2014 – Brasil terá estádios para 40 mil torcedores

“Duas propostas já fazem parte do plano do governo federal para a Copa do Mundo de 2014. Segundo os ministros do Esporte, Orlando Silva, e do Turismo, Luiz Barretto, o Brasil terá estádios pequenos e será dividido em quatro regiões. A intenção do governo é adequar ou construir estádios com a capacidade mínima exigida pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) para o torneio, 40 mil lugares. Outra ideia é concentrar os jogos da primeira fase do Mundial em determinadas regiões para evitar longos deslocamentos de torcedores e times.

De acordo com o ministro Orlando Silva, a divisão dos países-sede em regiões já é tradicional durante as Copas. Para ele, isso é uma questão operacional que o Brasil levará em consideração daqui a quatro anos.“É preciso facilitar chegadas e saídas” afirmou ele, em entrevista coletiva concedida hoje (10). “Isso [a divisão em regiões] é um tema para se encaminhar, para que tenhamos uma operação mais eficiente durante a Copa.”

Ontem, o ministro Luiz Barretto já havia manifestado apoio a essa proposta, apesar de dizer que a decisão sobre o assunto ainda não está tomada. “Em princípio, é uma boa ideia”, disse ele. “A ideia de concentrar uma seleção em uma região, dividindo o país em quatro, é razoável.”Silva também disse hoje que os estádios brasileiros para o Mundial precisam respeitar a média de público normal do país e as exigências da Fifa. Segundo ele, estádios que receberão jogos da fase final do torneio terão maior capacidade. O restante, porém, deve ser construído e reformado levando em conta o número mínimo de espectadores exigidos.

Isso, disse Silva, vai reduzir custos com obras e baratear a manutenção dos estádios usados na Copa depois do fim do torneio. “Não podemos construir um estádio em Brasília com capacidade para 70 mil pessoas e depois nunca mais conseguir lotá-lo”, explicou o ministro.”

 (Agência Brasil)

Na lista de pedidos de impugnação, entra o nome do tucano Manuel Salviano

O procurador regional eleitoral Alessander Sales, deu entrada neste sábado, junto ao Triobunal Regional Eleitoral, com pedidos de impugnação das candidaturas de Cláudio Vale, vice do postulante ao Governo do Estado pela coligação PR-PPS, Lúcio Alcântara.

Também entrou com pedidos de impugnação dos seguintes postulantes: Francisco das Chagas Rodrigues Alves por captação ilícita de votos; Antõnio Paiva Dantas, por uso de documentos falsos nos últimos oito anos. Edilo Costa teve pedido de impugnação encaminhado porque, quando prefeito de Iguatu, teve contas desaprovadas.

Ainda deu entrada um pedido de impugnação do deputado federal Manuel Salviano (PSDB), que postulará a reeleição. O caso seria contas desaperovadas quando foi prefeito de Juazeiro do Norte. Salviano, no entanto, garante ter documentos que garantem a aprovação de suas contas com aval da Câmara Municipal.

O TRE recebeu, neste sábado, nota sobre a decisão do STF relacionada ao deputado federal José Gerardo Arruda (PMDB), condenado por desvio de verba de obra quado prefeito de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza). Há pedido de indeferimento de seu registro de candidato.

Tasso vira alvo preferencial do Planalto

58 3

A cúpula nacional do Partido dos Trabalhadores recebeu, diretamente do Palácio do Planalto, a determinação de que, nesta campanha eleitoral no Ceará, o nome dos candidatos ao Senado José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira (PMDB) constem em todo o material de campanha (santinhos, cartazes, adesivos, publicidade em rádio, televisão e até mesmo nos jingles) com o slogan: “Pimentel e Eunício: os senadores do Lula”.

A ordem foi dada pelo próprio Lula, por meio do presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, segundo informação que chegou neste sábado à direção estadual petista.

Ou seja, uma resposta à reação de Tasso Jereissati contra Cid Gomes, que trouxe para visita surpresa ao Ceará, neste sábado, o candidato a presidente da República, José Serra.

Músico Paulo Moura tem câncer

“O músico Paulo Moura está internado desde o dia 4 de julho na clínica São Vicente, no Rio de Janeiro. A clínica não está autorizada a prestar mais informações. Segundo informações do jornal O Globo, Paulo Moura sofre de linfoma, um câncer no sistema linfático, e seu estado teria se agravado na última semana.

Trompetista e saxofonista, compositor e arranjador, Paulo Moura tocou com grandes nomes da música brasileira, tais como Ary Barroso, Tom Jobim, Elis Regina e Raphael Rabello.”

(Agência Estado)

Serra promete ampliar Bolsa Família

98 6

Alexandre, Serra e Tasso em caminhada.

O candidato a presidente da República, José Serra, voltou a prometer, dessa vez durante visita, neste sábado, à feira-livre do município de Cascavel (Litoral Leste), que ampliará o Programa Bolsa Família. Essa será uma das primeiras medidas que adotará caso seja eleito.

A promessa foi feita ao lado do candidato ao Governo do Estado, Marcso Cals, do senador tucano Tasso Jereissati, que postula reeleição, e do vice, Pedro Fiúza, além do candidato ao Senado pela coligação PR-PPS, Alexandre Pereira.

“Se a gente pegar 10% do que se gasta em juros, já dá 50% do que se gasta no Bolsa Família. Não é que eu vá deixar de pagar juros, mas a gente tem que ter outra política”, disse o tucano, ao ser idnagado sobre como bancaria a ampliação do programa. No percurso, Serra abraçou eleitores, distribuiu sorrisos e conversou com populares.

Ele também prometeu  reforçar o Programa Saúde da Família e lembrou que essa idéia nasceu no Ceará, na epoca em que Tasso foi governador.

Ainda neste sábado, Serra visitará Uruoca e os chitões de Massapê e Marco. 

(Foto – ObritoNws)

Lula antecipa volta ao Brasil por causa de saúde de José Alencar

“Depois de dois dias de muitos eventos e intensas reuniões com o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, deixou o hotel em que estava hospedado na cidade de Johannesburgo por volta das 9h (4h horário de Brasília) e seguiu rumo a Brasília.

O presidente, que há algumas semanas tinha agendado permanecer até o dia 12 na África do Sul e assistir à final da Copa do Mundo, disse que o cansaço da viagem pelo continente africano e o estado de saúde do vice-presidente José Alencar contribuíram para apressar sua volta.

Alencar está internado desde a última quarta-feira no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, após apresentar um quadro de hipertensão. “Um dos motivos de antecipar minha volta é a saúde do José Alencar. Ele está internado, não sei se fará exames hoje”.Lula já havia dito nos outros dias que a cansativa viagem por diversos países do continente africano também contribuiu para deixar a África do Sul antes da final do Mundial. “Eu já tenho 64 anos, visitei vários países da África. Estou precisando descansar”, disse o presidente da República.

Segundo o ministro dos Esportes, Orlando Silva, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, entendeu os motivos de Lula ser ausência na final da Copa do Mundo, entre Holanda e Espanha. “Em nenhuma hipótese a ausência do Lula decepcionou a Fifa. Conversei com o Blatter e expliquei que o presidente estava cansado. Eles lamentaram porque sabem que o Lula gosta muito de futebol, mas entenderam que ele estava há muito tempo fora do Brasil”.

(Portal Terra)

Cid, ao lado de Pimentel e Eunício, visita a Gentilândia e fala sobre reajuste dos servidores

57 4

O governador Cid Gomes (PSB), candidato à reeleição, visitou, neste sábado, ao lado dos candidatos ao Senado – José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira (PMDB), a feira-livre da Gentilândia. Com eles, o vice-govefrnador Francisco Pinheiro (PT), que é candidato a deputado estadual.

Na ocasião, haja distribuição de abraços, sorrisos e promessas. Os candidatos pediram votos pró-Dilma Rousseff para presidente e circularam entre compradores à vontade.

Neste domingo, a partir das 9 horas, os três candidatos farão  caminhada na Feira de Messejana, reduto tradicional do deputado estadual tucan Fernando Hugo, até ontem, apoiador do Governo Cid Gomes.

REAJUSTE

Durante a caminhada, o governador esclareceu à imprensa sobre o reajuste de 4,84% que concedeu ao funcionalismo: “Desde o início da nossa gestão, estamos dando aumentos acima da inflação. Neste ano, no entanto, por um cumprimento à Lei Eleitoral, que não permite índices além do reajuste da inflação, reajustamos aquém do que era a possibilidade orçamentária do Estado e o nosso desejo”.

Cid só não disse que houve demora na definição e que até adiou audiências com o Fórum Unificado dos Servidores Públicos que se sentiu “enganado” pelo governador durante o processo.

(Foto – Evilázio Bezerra)

A "Ficha limpa" vai pegar?

92 1

“Criada para afastar da política corruptos ou condenados por irregularidades, a lei está sob o assédio dos recursos judiciais. Seu alcance deve ser agora decidido pelo Supremo 

O ex-deputado estadual José Carlos Gratz foi acusado de comandar o crime organizado que dominou os poderes no Espírito Santo na década de 1990.

Ele foi preso e condenado a dez anos de cadeia pelo Tribunal de Justiça do Estado por formação de quadrilha, entre outros crimes. Gratz cumpre pena em liberdade e tenta voltar à política como candidato a senador pelo PSL.

Ele registrou sua candidatura, mas está ameaçado pela Lei Ficha Limpa. Na semana passada, Gratz apresentou uma reclamação ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a lei com o argumento de que ainda não foi condenado em definitivo. Ela não foi aceita.

Gratz vai recorrer da decisão, mas seu caso mostra o que pode ser uma mudança na política brasileira. Por impedir que condenados em segunda instância se candidatem, a Lei Ficha Limpa é um obstáculo ao acesso de criminosos a cargos eletivos e ao uso do mandato político por pessoas interessadas nos benefícios do foro privilegiado.

O principal desafio agora é resistir aos questionamentos jurídicos que virão. Desde que a lei foi sancionada, há um mês, o STF e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizaram, por meio de medidas liminares, o registro da candidatura para as eleições de três políticos que deveriam ser barrados pela lei.

Ao mesmo tempo, pedidos feitos por outros 12 políticos foram negados por ministros do mesmo Supremo. Juristas dão como certo que o alcance da lei será examinado em breve pelo plenário do Supremo.

A Lei Ficha Limpa diz que pessoas condenadas por decisões judiciais colegiadas – ou seja, tomadas por mais de um juiz – não podem se candidatar. De acordo com o presidente do TSE, ministro Ricardo Lewandowski, a Lei Ficha Limpa terá de ser examinada pelo Supremo porque sua aplicação envolve o confronto entre dois dispositivos da Constituição.

Um deles é o princípio da presunção de inocência. Segundo ele, uma pessoa só é considerada culpada – e, portanto, não poderia ser candidata – depois que se esgotam todos os recursos contra sua condenação. O outro é o princípio que protege a probidade administrativa.

“Serão esses dois valores que serão sopesados quando os tribunais superiores examinarem o tema”, afirma Lewandowski. Em resumo, o Supremo vai decidir se deve prevalecer o direito individual de um político “ficha suja” ser candidato ou um desejo coletivo da sociedade de que ele não se candidate.

Um indício que fortalece o segundo princípio é o fato de a Ficha Limpa ser resultado de um projeto de iniciativa popular, que contou com 1,5 milhão de assinaturas. Sua aprovação – mesmo com modificações – foi obtida por pressão sobre um Congresso debilitado por denúncias.

“A lei vai fazer muitos fichas sujas desistir de se candidatar”, diz o deputado Miro Teixeira (PDT-RJ)

A Lei Ficha Limpa é uma criação brasileira para contornar a corrupção na política e a lentidão da Justiça em puni-la. Segundo pesquisa do site Congresso em Foco, dos 513 deputados federais, 147 são processados no Supremo. Dos 81 senadores, 21 estão na mesma situação.”

(Revista Época)

Controladores de voo que provocaram apagão nos aeroportos na diputa pelo voto

“Em setembro de 2006, um grupo de controladores de tráfego aéreo rebelou-se contra o regime de trabalho, alegou que as condições de segurança nos céus eram precárias e detonou o caos nos aeroportos.

O motim virou de ponta-cabeça a vida de milhares de brasileiros. Só em dois dias de greve, 18 mil passageiros foram prejudicados. O governo demitiu 40 desses controladores e afastou do trabalho outros 150, mas pouco fez para melhorar a rotina dos aeroportos. Agora os responsáveis pelas rotas decidiram organizar nova batalha: desta vez nas urnas, o que não deve representar um pesadelo para os cidadãos.
 
“O governo não fez as reformas que prometeu por falta de vontade política. Então vamos montar a nossa própria bancada”, afirmou o controlador Wellington Rodrigues, que se lançou candidato do PSol à Câmara dos Deputados.

Com a experiência de quem foi preso pela FAB durante a rebelião, o sargento Wellington aponta a desmilitarização do controle do tráfego aéreo como a principal bandeira da campanha. Ele não acredita que os controladores rebelados serão estigmatizados pelo eleitor.

“Nossas denúncias foram um divisor de águas. Vamos cobrar mais fiscalização dos voos e transparência na investigação de acidentes”, afirma. Ele é contra a privatização dos aeroportos, assim como o presidente da Associação Brasileira de Controladores de Voo, sargento Edleuzo Cavalcante, candidato a deputado distrital pelo PSol no DF.

Os controladores miram, na verdade, um nicho eleitoral. O sargento Cavalcante afirma que seu mandato pertencerá a “todos os militares”. Promete que vai “defender uma reformulação do plano de carreira e uma política habitacional específica”. Wellington Rodrigues engrossa o coro: “Não somos contra a FAB, mas o controle de tráfego deve ficar nas mãos de civis, como no resto do mundo.”

(Revista IstoÉ)

Prefeitura começa a empossar professores aprovados em concurso

A Secretaria Executiva Regional III (SER III) realizará, a partir de segunda-feira, eventos para receber os novos professores que atenderão às escolas da Regional. Serão recepcionados “aproximadamente 150 educadores do ensino fundamental e infantil”, segundo a assessoria de imprensa do órgão.

Muitos aprovados gostariam de saber quantos as demais Regionais chamarão, já que o secretário municipal da Administrção, Vaumik Ribeiro, chegou a informar que a convocação total de concursados seria de 1.500 docentes.

No ranking dos gastos dos candidatos nos Estados, o Ceará é o segundo

Estado Candidatos Valor (em R$)
São Paulo 9 195,6 milhões
Ceará 7 124,2 milhões
Rio Grande do Sul 9 98,5 milhões
Minas Gerais 7 91,6 milhões
Bahia 7 * 86,5 milhões
Goiás 5 73,3 milhões
Paraná 7 73,2 milhões
Pará 4 67,3 milhões
Distrito Federal 6 66 milhões
Mato Grosso 4 66 milhões
Rio de Janeiro 6 * 55,5 milhões
Alagoas 6 55,3 milhões
Tocantins 2 50,9 milhões
Amazonas 5 46,1 milhões
Pernambuco 7 * 44,8 milhões
Rondônia 5 44,1 milhões
Maranhão 6 43,1 milhões
Santa Catarina 8 39,1 milhões
Piauí 7 * 37,3 milhões
Mato Grosso do Sul 3 36,2 milhões
Roraima 4 30,5 milhões
Rio Grande do Norte 7 * 21 milhões
Paraíba 6 20,4 milhões
Espírito Santo 3 19,1 milhões
Sergipe 7 18,7 milhões
Amapá 5 10,8 milhões
Acre 2 8,8 milhões
* TSE não liberou a previsão de gastos de todos os candidatos