Blog do Eliomar

Últimos posts

Servidores em greve dos hospitais da UFC realizam assembleia geral

Os servidores do Hospital Walter Cantídio e da Maternidade-Escola Assis Chateaubrind, que estão em greve, farão uma assembleia geral a partir das 14 horas desta quinta-feira, no pátio da Reitoria da UFC (Benfica).

A categoria luta principalmente contra o projeto 1.749, de interesse do Governo, que quer a criação de uma empresa pública para gerir os hospitais federais. Na avaliação dos servidores, esse projeto traz em seu conteúdo a possibilidade de privatização nessa área.

Pauta específica

1. Apresentação de recursos orçamentários para serem alocados no piso da Tabela Salarial* para 2011 ou 2012;

2. Propostas que resolvam a questão do VBC** reposicionamento de aposentados, com ampliação de direitos para 2011;

3. Avanços nas propostas que possibilitem resolução sobre a racionalização de cargos***, conforme deliberação de plenária da Federação, ainda em 2011;

4. Resolução do Anexo IV****, com ampliação de percentual horizontal para todas as classes;

5. Reajuste dos benefícios, a partir de 2011.

Enquanto a segurança do Ceará vai de Hilux, a do Rio vai de Logan

139 1

“O Governo do Rio pagará R$ 154.476 por cada nova viatura da Polícia Militar, ou o quíntuplo do valor do modelo Logan, da Renault, o carro escolhido em pregão. No mercado, o completo custa R$ 36 mil.

O Estado vai receber 1.508 carros e alega “adaptações” que encarecem a patrulha. Mas o Logan saiu mais caro que a Toyota Hilux, picape de luxo comprada pelo governo do Ceará, a R$ 150 mil cada, para sua polícia.”

(Coluna do Claúdio Humberto)

Deputado cearense quer extinção do Dnit

245 7

 

O deputado federal Raimundo Gomes de Matos, ao lado do colega tucano Otavio Leite (RJ), está defendendo a extinção do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit). O orgão é alvo de constantes denúncias de fraudes em licitações ou superfaturamentos como vem mostrando reportagens do O Globo e Estadão.

Para os deputados, as mudanças pontuais anunciadas pela presidente Dilma, como as demissões de diretores do Dnit e do Ministério dos Transportes, não são suficientes para resolver os problemas. De acordo com Gomes de Matos, é necessário desfazer a estrutura montada por apadrinhados políticos que aparelharam a autarquia e promoveram irregularidades que se tornaram um “câncer profundo”.

O parlamentar pelo Rio de Janeiro afirma que a contratação de uma empresa não considerada apta acontece por “absurda influência política”. O Dnit, por meio da Companhia Docas do Maranhão (Codomar), mantém contratos com a Eram – Estaleiro do Rio Amazonas, mesmo a empresa sendo proibida de licitar e contratar. Os negócios já foram aditados diversas vezes e somam R$ 51 milhões.

“O Dnit é hoje uma sigla maldita e a presidente Dilma deveria extingui-lo, criando um novo órgão, descentralizando verbas e permitindo que a população tenha conhecimento do que acontece. Vemos que a cada denúncia aparecem outras. É o fio de uma meada que não acaba”, apontou Otavio Leite.

Para Gomes de Matos, o Ministério dos Transportes e o Dnit são irrecuperáveis. Na opinião dele, a extinção é a solução ideal. Uma alternativa apontada pelo deputado seria passar a administração das estradas brasileiras para o Exército, que tem contingente em várias regiões.

“Há um câncer instalado e se não houver uma extinção total e o remanejamento dos servidores, nada irá se solucionar. Tem que ser feita uma limpeza geral e não há outra opção a não ser o fim do órgão que hoje é um antro de corrupção”, afirmou. Segundo ele, as explicações dadas até o momento sobre as denúncias no Dnit foram insuficientes. Gomes de Matos defende que até o ex-presidente Lula esclareça as irregularidades que ocorreram durante seu governo.

(Com Agências)

Cid Gomes vai receber Romário

O ex-jogador e deputado federal Romário (PSB/RJ) será reebido pelo governador Cid Gomes (PSB) às 17h30min desta quinta-feira, no Palácio da Abolição. Ele está aproveitando o recesso para visitar alguns Estados e estreitar relações com lideranças do seu partido.

Romário esteve, nesta semana, no Recife, onde foi recebido pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Ali, ele se comprometeu a ser “garoto-propaganda” de uma campanha de combate às drogas que o Governo desse Estado vai desencadear em breve.

Bom lembrar que Romário também integra grupo de parlamentares que acompanha as obras da Copa 2014. Fortaleza, como se sabe, é uma das 12 subsedes do certame.

Receita Federal pede autorização para concurso

“O Ministério do Planejamento está analisando o pedido de autorização de abertura de concursos em 2012 para a Receita Federal do Brasil (RFB). Ao todo, o Ministério da Fazenda solicitou o preenchimento de 4.850 vagas.

Conforme a Tabela de Remuneração de Servidores Públicos Federais, a remuneração incial para cargos de nível médio, como o de técnico-administrativo, é de R$ 2.386, mais  auxílio alimentação de R$ 304. Mas os maiores salários, de acordo com informações passadas pela Coordenação Geral de Pessoas (Cogep) da RFB, para auditor fiscal e analista tributário, cargos que exigem graduação, chegarão a, respectivamente, R$ 13.600 e R$ 7.996.

O cargo de assistente técnico-administrativo irá exigir o diploma de conclusão do ensino médio. Para os candidatos que quiserem concorrer ao cargo de analista técnico-administrativo, será necessária a conclusão da graduação em ciências contábeis, comunicação social, engenharia civil, engenharia elétrica, engenharia mecânica, pedagogia, psicologia ou serviço social. Já para seguir carreira de Auditoria da Receita Federal – auditor fiscal ou analista tributário, é exigida graduação em qualquer área.”

(SOS Concurseiro)

PSD de Kassab sob suspeita de fraude

142 3

Kassab fomenta a criação da sigla no País.

Reportagem de Daniela Lima e Catia Seabra publicada, na Folha desta quinta-feira, mostra que em uma das fichas, de 10 assinaturas coletadas, 5 foram feitas pela mesma pessoa. No documento do Rio, há assinatura atribuída a um eleitor que morreu. A coleta de assinaturas é uma exigência da Justiça Eleitoral para a criação de uma nova sigla.

Kassab corre contra o tempo para apresentar cerca de 490 mil assinaturas até setembro deste ano, para que o partido tenha condições de participar das eleições municipais de 2012.

Procurado pela reportagem, o ex-deputado Indio da Costa, coordenador do PSD no Rio, disse que faz uma “checagem primária” das assinaturas, para evitar erros.

Segundo ele, com esse procedimento, o partido já descartou 36 mil de cerca de 82 mil assinaturas coletadas, por ter identificado falhas.”

(Portal Uol)

TCU aponta superfaturamento de R$ 78 milhões em obra do Dnit

“Um novo relatório do Tribunal de Contas da União (TCU), obtido com exclusividade pelo Jornal Nacional, aponta superfaturamento de mais de R$ 78 milhões em obras do Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (Dnit).

Ao todo, 73 obras comandadas pelo Dnit em rodovias brasileiras estão sendo fiscalizadas pelo Tribunal de Contas da União. Os técnicos do tribunal já descobriram superfaturamento nos contratos de execução de seis obras. Todas fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Em Alagoas, o problema está na conservação e recuperação da BR-101. No Paraná, foram reprovadas as obras de construção da BR -487 e do contorno rodoviário do município de Maringá, na BR -376. No Pará, o problema foi na pavimentação da BR- 230. Já no Rio Grande do Norte, o problema está nas obras de melhoria da BR-101. Em Rondônia, na construção da BR-429.

A conclusão dos fiscais do TCU é que pelo menos R$ 78.612.226,00 estão sendo pagos de forma indevida Às empreiteiras. A fatia reservada ao Dnit no orçamento geral da União para essas obras dói de quase R$ 486 milhões.

Por causa do prejuízo aos cofres públicos, o Tribunal de Contas da União já recomendou a paralisação imediata das obras. O levantamento do Tribunal ainda precisa ser analisado pelo Congresso Nacional. Só depois disso, e se o Congresso determinar, é que poderá haver a suspensão dos repasses de recursos para as empreiteiras responsáveis pelas obras.”

(Portal G1)

Cid ganha medalha da 10ª Região Militar

155 1

O governador Cid Gomes (PSB) vai receber, durante solenidade na 10ª Região Militar, a partir das 10 horas, a Medalha da Ordem do Mérito Militar. Trata-se da maior comenda da Corporação.

Essa medalha foi criada pelo Decreto nº 24.660, de 11 de julho de 1934, e homenageia cidadãos, nacionais ou estrangeiros, que hajam prestado relevantes serviços ao Exército.

Depois dessa cerimônia, Cid voltará a despachar no Palácio da Abolição.

Acordo vai acilitar acesso de micro e pequenas empresas a sistema de Justiça

“A 19ª Reunião Plenária do Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte será realizada hoje (21) em Brasília. Na abertura dos trabalhos, às 9 horas, os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, firmam acordo de cooperação para ampliar e simplificar o acesso de microempresas e empresas de pequeno porte a mecanismos de solução de conflitos e de recuperação das empresas.

As alternativas extrajudiciais, como conciliação prévia, mediação e arbitragem, podem proporcionar resposta mais rápida para os conflitos, com menos custos financeiros. A partir do acordo, os ministérios vão elaborar um plano de ação.

O evento é organizado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e pelo Serviço de Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Na ocasião, também haverá o lançamento de produtos feitos pelo Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, como um site, a Cartilha de Fiscalização Orientadora para o Empregador Urbano e a Cartilha de Produtos Financeiros das Agências de Fomento.

DETALHE – Na condição de presidente da Associação Brasileira de Sebraes, Alcy Porto, diretor técnico do Sebrae-CE, pariticpa do evento.

Dilma resiste a pressões e promete continuar faxina no Ministério dos Transportes

“A despeito das queixas de aliados pelas demissões de representantes do PR no setor de Transportes por supostas irregularidades, a presidente Dilma Rousseff já deu demonstrações de que manterá o rigor na “faxina” nos ministérios sempre que surgirem denúncias consideradas relevantes.

Embora haja mal-estar na base de sustentação do Planalto, assessores do governo dizem que não há preocupação com a governabilidade.

Dilma recebeu [ontem], dia 20, o ministro das Cidades, Mario Negromonte, da cota do PP. A pasta está na lista de possíveis novos alvos da “faxina” de Dilma, assim como o Ministério do Trabalho, comandado por Carlos Lupi, do PDT, informaram assessores do governo.

Em recados que chegaram nos últimos dias ao gabinete da presidente, aliados disseram que até concordam com as mudanças, mas reclamaram das atitudes duras de Dilma em relação aos representantes do PR.

A presidente e sua equipe dizem que foi possível manter a marca de “austeridade” durante a “limpeza” nos Transportes, com 16 demissões. Dilma continuará a dispensar envolvidos em acusações, mas avisou que não será “refém” nem de denúncias publicadas pela imprensa nem de dossiês.

Até mesmo a cúpula do PT está apreensiva com o estilo duro da presidente. Na tentativa de amenizar esse incômodo, auxiliares da presidente observam que não há divergências, por exemplo, com o PMDB, maior partido da base. Eventuais divergências no futuro, dizem, devem ser tratadas caso a caso.

O Estadão perguntou a auxiliares da presidente se o comportamento dela leva em conta pesquisas de opinião pública. Os assessores disseram que Dilma não está preocupada com pesquisas e está apenas realizando o governo para o qual foi eleita. Eles, no entanto, relatam que a presidente dedica uma parte do seu tempo para reagir a notícias consideradas por ela negativas que saem na imprensa.

Dilma busca informações para confirmar fatos e reage repreendendo ministros ou cobrando atitudes e explicações.

A presidente tem demonstrado obsessão em controlar as informações que circulam no Planalto e na Esplanada dos Ministérios, reclamando de subordinados que “vazam” informações de audiências e reuniões. ”

(Estadão)

Portal da Transparência?

156 1

O escândalo dos banheiros denunciado por O POVO expôs um dado que merece reflexões: a fragilidade do Portal da Transparência lançado pelo Governo do Ceará.

O polêmico convênio assinado pela Secretaria das Cidades com um associação cultural de Pindoretama (Região Metropolitana de Fortaleza) era considerado, antes da denúncia, como “adimplente”. Agora virou “inadimplente”.

Esse convênio envolveu R$ 200 mil para construção de kits sanitários que, segundo moradores, não saíram do papel. Após denúncia do O POVO, apareceu endereço da associação: um local onde deveria ser construido um motel. 

(Com a Coluna Vertical, do O POVO)

Tem gente! Teo Menezes quebra o silêncio e fala sobre escândalo dos banheiros

973 4

 

“Depois de uma semana desde que o escândalo dos banheiros veio à tona, o deputado estadual Téo Menezes (PSDB) rompe o silêncio. Ele defende a atuação das associações contratadas para a construção dos kits sanitários e diz que todos os banheiros estão lá.

O POVO – Deputado, o senhor tem acompanhado a polêmica? O que o senhor tem a dizer sobre isso?

Téo Menezes – O que eu tenho visto de início é que as matérias têm sido um pouco maldosas. A Associação de Pacajus (Sociedade de Proteção e Assistência à Maternidade e à Infância) é antiga.

OP – E os banheiros foram construídos?

TM – Os banheiros estão todos lá.

OP – Mas o Portal da Transparência informa que a Sociedade está inadimplente.

TM – Teve algumas épocas, em que houve alguns contratempos. A Associação vive de parcerias. E sobre isso quem pode responder melhor é o presidente da Associação (Hoje, o presidente é irmão do deputado, Thiago Menezes). E tem os banheiros lá prontos.

OP – Nós visitamos os municípios e o endereço da Sociedade não existe. Moradores do entorno disseram que não conhecem a entidade.

TM – Tem o endereço lá há muitos anos. É porque, realmente, número do Interior é complicado.

OP – Sobre outras associações contratadas para a construção de kits sanitários?

TM – Deixa eu lhe explicar. Essas associações existem e já fazem esse trabalho há bastante tempo. Não é de hoje. Tem fogões ecológicos, doações de cestas básicas, roupas para pessoas carentes, kits sanitários.

OP – Pelo Portal da Transparência, todas as entidades estavam inadimplentes. Nós visitamos os endereços e alguns não batem.

TM – Aí eu não tenho como responder. Esse é um trabalho de investigação do jornal. Essas associações vivem de doações, de prédios alugados, emprestados.

OP – Na semana, o presidente estadual do PSDB, Marcos Cals, disse que acredita que o senhor poderia ter viabilizado os recursos, junto à Secretaria das Cidades. O senhor fez alguma mediação nesse sentido?

TM – Eu acho que são declarações de candidato derrotado.

 OP – Ele estaria ressentido porque o senhor apoiou o governador Cid Gomes (PSB) nas últimas eleições?

TM – Ele mesmo era apoiador de Cid Gomes até o dia da eleição. Um dia antes, recebeu proposta do senador (Tasso Jereissati) e fez o que fez.

OP – Com relação aos doadores de campanha? Nós fizemos um levantamento e constatamos que muitos dos seus doadores exercem cargos comissionados no TCE. O senhor considera isso normal?

TM – Me diga uma coisa: você é candidata e tem uma pessoa que é ligada a você. Se você se propõe a encabeçar um projeto e essas pessoas gostam, elas não lhe apoiariam? Eu acredito que apoiariam. Não acontece só com o deputado Téo Menezes. Acontece com todos os deputados.

OP – Então o senhor não vê problema nisso?

TM – Com certeza, não há. Não vejo nenhum problema nisso e a própria lei eleitoral permite isso.

OP – Voltando para as associações, muitas delas começaram a se organizar de improviso, fazendo do fim de semana para cá a construção dos banheiros.

TM – Eu só posso responder que de improviso não pode ser. Porque a Secretaria das Cidades tem parâmetro e a Cagece também tem. (O kit) Não pode ser feito de qualquer jeito. Mas essa outra parte, não tenho como responder. Quem tem que responder é o presidente da associação.

OP – O senhor disse no início da conversa que estava viajando. O senhor estava sabendo das matérias?

TM – Eu estava na minha casa de praia. As coisas aconteceram agora, logo quando a Assembleia entrou de recesso. Retornei agora para me inteirar dos fatos e poder dar uma declaração.

OP – O senhor participou da decisão dele de tirar férias?

TM – Até onde sei, ele já estava com isso programado.

(O POVO)

Anuário do Ceará será lançado nesta 5ª feira

297 1

Em homenagem aos 100 anos de Juazeiro do Norte, a nova edição do Anuário do Ceará apresenta ao leitor informações sobre a história do município cearense e suas principais manifestações culturais. Considerada a publicação mais antiga de nosso Estado, o Anuário do Ceará 2011 – 2012 é fruto de um levantamento detalhado de dados que abrangem as mais tradicionais vertentes da nossa cultura e, a partir do tema principal, dimensiona o quanto a fé teve participação decisiva na consolidação dos nossos costumes. O Anuário será lançado nesta quinta-feira, às 20 horas, no La Maison Dunas, com cerimônia para convidados.

Além de informações sobre o centenário de Juazeiro, o capítulo O Ceará da Cultura aborda os bens tombados pelo Município de Fortaleza, pelo Estado e pela União; os mestres da cultura; as dioceses cearenses; o calendário de eventos católicos e os perfis dos bispos do Ceará. O Anuário identifica mais de 70 bens tombados como Patrimônio Histórico, como é o caso do Mercado dos Pinhões, o Farol do Mucuripe e o Forte de Nossa Senhora da Assunção.

Dos mestres da cultura, a nova edição do Anuário do Ceará destaca o mateiro Raimundo de Brito Silva, natural de Juazeiro do Norte, que desenvolve xaropes e chás feitos com raízes, cascas e folhas da região; e o xilógrafo e cordelista João Stênio Silva Diniz, com obras espalhadas pelos principais museus de gravura do país e do exterior. Há também espaço para falar do amplo calendário de festejos religiosos, como a Festa de Nossa Senhora de Fátima, realizada todo dia 13 de maio, no Santuário Nossa Senhora de Fátima, em Fortaleza; e a Festa do Pau de Santo Antônio, celebrada no último domingo de maio, em Barbalha.

11 doadores da campanha de Teo Menezes ocupam cargos comissionados no TCE

221 3

“O procedimento não é ilegal, mas, no mínimo chama a atenção para um órgão que seria responsável por fiscalizar as contas públicas. Das 21 pessoas físicas que fizeram doações para a campanha do deputado estadual Téo Menezes (PSDB) no ano passado, cinco são familiares e, dos 16 restantes, 11 exercem ou exerceram cargos comissionados no Tribunal de Contas do Estado (TCE) na gestão do atual presidente, Teodorico Menezes.

Com valores variando entre R$ 2 mil e R$ 10 mil reais, o somatório das doações dos comissionados chega a R$ 76 mil. O valor corresponde a 19% de todos os recursos arrecadados pela campanha de Téo, que totalizaram R$ 399,6 mil, incluindo pessoas físicas e jurídicas.

A lista de doadores está disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), incluindo desde servidores lotados no gabinete do presidente à psicóloga que atua na Coordenadoria do Sistema Integrado de Saúde e Meio Ambiente.

Dois dos comissionados doadores de campanha foram exonerados na semana passada, após o escândalo dos banheiros vir à tona. Eles presidiam associações contratadas pela Secretaria das Cidades para a construção de kits sanitários. É o caso de Renata Guerra, presidente da Associação Cultural de Pindoretama, que trabalhava no cerimonial do TCE, e de Antônio Carlos Gomes, presidente da Associação Cultural dos Amigos de Horizonte, que era chefe de gabinete do presidente do Tribunal.

Carlos Felipe Castelo Branco Gomes, que era servidor do gabinete de Teodorico Menezes, foi exonerado no dia 4 de março deste ano. Até hoje, ele é alvo de representação do TRE por ter feito doação acima do valor permitido pela legislação eleitoral. Ele doou R$ 6 mil (em produtos ou serviços). A lei só permite a pessoas físicas a doação de 10% da renda anual recebida no ano anterior às eleições.

Outros dois doadores de campanha estão sendo processados pelo TRE pelo mesmo motivo. Ocivaldo Castro Cordeiro, que não é funcionário do TCE, mas doou R$ 7,5 mil; e Renata Guerra, que era comissionada e fez doação de R$ 6 mil em espécie.

Doações mais caras

Entre as doações mais altas estão as dos funcionários comissionados, que trabalham até hoje no gabinete do presidente: Karine Carvalho Oriá Araripe, chefe de gabinete e membro da Comissão de Licitação, e Maria Matos Cavalcante, que é servidora do gabinete da presidência. As duas doaram R$ 10 mil.

Uma das doadoras chegou a ser nomeada no último dia 8 de abril de 2011. Maria José Castelo Branco de Lima ocupa cargo comissionado como consultora técnica. Ela doou R$ 3 mil em espécie. (Lucinthya Gomes)

O POVO tentou falar com o presidente interino do TCE, Valdomiro Távora, no início da noite de ontem, mas ele não atendeu às ligações. A assessoria de comunicação do Tribunal também não conseguiu localizá-lo.”

(O POVO)

Entidades protestam contra aumento dos juros

113 1

“Dversas entidades de classes criticam a decisão do Banco Central de elevar pela quinta vez consecutiva a taxa básica de juros (Selic). Em nota divulgada logo após o anúncio do governo, o presidente da entidade e deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP) afirmou que o principal beneficiado pela medida é o mercado financeiro.

O Copom (Comitê de Política Monetária) elevou a taxa de de 12,25% para 12,50%. Segundo ele, a estratégia do governo de usar o argumento de que o aumento dos juros mantém a estabilidade da economia agrada o setor. “Consideramos a inflação baixa essencial para os brasileiros. Mas repudiamos esta política que traz lucros vultosos apenas aos especuladores em detrimento da maioria. Repudiamos esta atitude do Copom de ignorar os custos desta política para a população”, afirmou Pereira.

Para Rogério Amato, presidente da ASCP (Associação Comercial de São Paulo) e Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo), a taxa básica deveria ter sido mantida, mesmo que fosse com um viés de alta. “A taxa já está muito elevada e seu impacto vem se fazendo sentir mais na produção do que no consumo, além de contribuir para uma valorização ainda maior do real”, criticou.

Para a CNI (Confederação Nacional da Indústria), o aumento de juros intensifica o uso de instrumentos monetários no combate à inflação. “O governo precisa adotar imediatamente medidas que amenizem os efeitos do aumento dos juros sobre a competitividade das empresas.Quanto mais essas ações demorarem, maiores serão os prejuízos para o país. Por isso, a indústria espera a inclusão de medidas efetivas de desoneração tributária na nova fase da política industrial”, afirmou a confederação.”

(Folha.com)

Blogs mantidos em portais são mais lidos que jornais impressos

195 1

“Você sabe a abrangência de um blog? Com 73 milhões de internautas no Brasil, em alguns casos, ela pode ser maior que a dos jornais impressos. É o caso dos blogs de Juca Kfouri (UOL), Patrícia Kogut, Fernando Moreira, Ricardo Noblat (O Globo), Ruth de Aquino (Época) e Marcelo Tas (Terra). A maioria deles supera a circulação dos dez maiores jornais brasileiros, que variam entre 295 e 125 mil exemplares diários, de acordo com dados da Associação Nacional de Jornais (ANJ).

O blog de Patrícia Kogut, que aborda cultura e televisão, atinge mais de cinco milhões de leitores por mês (visitantes únicos), com 14 milhões de páginas visualizadas.

O blog de esportes de Juca Kfouri chega a ter três milhões de visitantes únicos por mês, com quase cinco milhões de visualizações de página.

Fernando Moreira, do Page Not Found, com assuntos inusitados, se destaca com uma média de quatro milhões de páginas visualizadas mensalmente, com 1,7 milhão de visitantes únicos.

Na revista Época, o 7×7, criado por Ruth de Aquino e mantido por sete blogueiras, aborda o universo feminino e atrai mais de um milhão de leitores por mês, com mais de dois milhões de pageviews.

Ricardo Noblat, que cobre política, aparece com uma média de 257 mil visitantes únicos/mês (mais de um milhão de page views), e Marcelo Tas, apresentador do CQC, com 200 mil/mês, com picos de 300 mil.

Blogs são aliados do impresso

Apesar da diferença no número de leitores, os blogs e os jornais/portais, não aparecem como rivais, mas se complementam, já que os donos de grandes veículos mantêm as páginas hospedadas em seus sites, como é o caso do UOL/Folha, O Globo e Terra.

Mas o que leva a números tão expressivos? A gratuidade do conteúdo, discussão ou exclusividade? Para Juca, a facilidade do acesso é o principal ponto. Apesar de ser colunista da Folha de S.Paulo e da rádio CBN, o jornalista se define como blogueiro.

“Começo cedo, de manhã, com um post que considero interessante e de preferência com uma foto boa. Vou olhando o Google Analytics. Caso não esteja funcionando como quero, vou publicando outros. Até acontecer da maneira que eu gostaria. A apuração corre paralela, claro, e alimenta este processo. Sou muito ligada em audiência e trabalho muito pelo blog. O leitor de internet não é fiel. Voce tem que buscá-lo todos os dias. Uso tambem o Twitter e a coluna do papel como chamarizes.” (Patrícia Kogut).

“Faz cinco anos que tenho o blog. Comecei com um post de um papagaio que entregou um caso de adultério e escrevi sobre outros assuntos para ver o calor do pessoal. Falo da notícia que não é encontrada na mídia comum, isso chama a atenção. É alimentado por essa sede do inusitado. A participação do leitor aumentou muito também, às vezes com comentários até mais divertidos que o post.” (Fernando Moreira)

“Aprendemos muito com a prática sobre o que significa ter um blog. Usamos hoje mais as redes sociais, aprendemos a escutar críticas, aprendemos que “o sucesso” de um post é sempre relativo, pois o melhor post é aquele que associa audiência à fidelização da comunidade e que desperta reflexões. O sucesso sempre é do coletivo, por isso festejamos sempre que uma de nós quebra um recorde. E percebemos que o mais importante – como tudo na vida – é que o blog acrescente algo à nossa vida. Não nos imaginamos hoje sem ter o 7×7 como um canal imediato e interativo para dar opiniões, provocar, transmitir reflexões. Criamos algo diferente e, este ano, renovamos o design.” (Ruth de Aquino)

“No meu caso acredito que seja pelo pioneirismo, como o primeiro blog de notícias políticas, por oferecer não só o conteúdo que eu apuro, mas também o que acho interessante, pelos furos e pelo fato de eu me dedicar exclusivamente ao blog. Só trabalho pra isso”.

Noblat revela que muitas vezes já ‘furou’ até os próprios veículos da Globo, grupo que mantém seu blog, mas que isso também é importante para a audiência. “No ano passado, eu divulgava as pesquisas de opinião de eleitores, de intenção de votos, antes da Globo e de outros veículos”. (Ricardo Noblat).

“Meu blog já existe há oito anos. Tem uma coisa de fidelidade. Eu estava no UOL e fui para o Terra e as pessoas me acompanharam. Se eu saio, as pessoas me cobram, perguntam. É bom que te obriga a escrever”.

Sobre seus leitores, Tas define como um público jovem. “O meu público é formado por estudantes que usam o material para discussão.” (Marcelo Tas).”

(Site Comunique-se)

…Ninguém sabe, ninguém viu

200 2

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=k3y_E3_ivuk[/youtube]

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, Teodorico Menezes, tirou férias e não falou sobre o escãndalo dos banheiros, o que foi denunciado por O POVO. O filho dele, o deputado estadual Teo Menezes, também está de férias e não falou sobre o caso de convênios firmados pela Secretaria das Cidades com associações culturais para construir banheiros.

Coincidentemente, alguns desses convênios atenderam a municípios onde Teo foi bem votado. De qualquer forma, e atendendo a pedidos, eis aí o sucesso “Conceição”, na voz de Cauby Peixoto, que poderia embalar essa novela.

Ipea avalia inflação do Brasil na última década

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada divulga nesta quinta-feira (21) o Comunicado do Ipea nº 101 – A dinâmica da inflação brasileira: considerações a partir da desagregação do IPCA.

O comunicado aborda o comportamento da inflação brasileira na última década, com maior destaque para o período após 2007. Os pesquisadores do Ipea fizeram a decomposição do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do IBGE, para analisar quais são os grupos que mais influenciaram a inflação e como eles estão relacionados à trajetória recente de crescimento da economia brasileira. 

Desde 2004, o país vive uma fase de crescimento mais acelerado. No período, houve aumento nos preços das commodities e melhorias no mercado de trabalho e na distribuição de renda. O estudo avalia o impacto dessas mudanças nos preços dos grupos alimentos, bebidas, serviços, monitorados e industrializados, que formam o IPCA.

(Ipea)

Dilma determina redução do custo das obras nas estradas em 20%

218 1

“A presidente Dilma Rousseff determinou a redução em 20% , o que equivale a R$ 12 bilhões , no preço das obras rodoviárias a serem executadas pelo Dnit em todo o país. Isso significa a volta ao preço estabelecido no ano passado para as obras federais. A análise da reformulação dos projetos das estradas federais é a pauta da reunião que ela terá na quinta-feira (21) com o ministro Paulo Sérgio Passos e com o diretor de Infraestrutura Rodoviária, Hideraldo Caron – um dos sobreviventes, até agora, na direção do Dnit, mas cuja demissão é pedida pelo PR, que já perdeu o ministro Alfredo Nascimento e outros funcionários do ministério e do próprio Dnit.

Há 15 dias, numa reunião com o mesmo grupo no Palácio do Planalto, Dilma constatou que as obras para construção e reforma de estradas previstas no PAC I e II haviam subido mais de 20% . Isso coincidiu com as denúncias feitas pela imprensa de superfaturamento de preços de obras de estradas. Daí, a ordem dela de se fazer uma “faxina geral” no Ministério dos Transportes, o que já derrubou mais de uma dezena de altos funcionários do ministério e do Dnit.

– De forma muito objetiva e enérgica ela pediu a revisão do planejamento das obras – disse Caron.

Segundo ele, isso será feito com a redução das chamadas “obras de arte” nas estradas, como túneis, por exemplo. Ele disse que numa rodovia em que estariam previstos três túneis, seria feito apenas um e os outros dois ficariam para daqui a cinco anos, “quando o governo tiver mais dinheiro”.

Caron – que telefonou para registrar que não houve problemas com a BR 116, no Rio Grande do Sul, referindo-se a post anterior que tratava de obras no Estado em que Dilma morou – disse que a revisão dos projetos está sendo feita porque a presidente disse que a União não teria como bancar o aumento previsto nas obras. Anteriormente, o custo de todas as obras rodoviárias seria de cerca de R$ 60 bilhões e agora teria chegado a R$ 72 bilhões. Ele confirma que a BR 101 recebeu, de fato, centenas de aditivos, mas afirmou que isso “é absolutamente normal e previsto em lei”.

Ele voltou a negar o superfaturamento de obras rodoviárias no país e disse que os aditivos feitos em contratos são previstos em lei. Segundo ele, foi incluído no PAC um conjunto de obras rodoviárias selecionadas ainda no âmbito da crise de 2008, no conjunto de medidas anticíclicas para enfrentar a crise, e elas não tinham detalhamento do projeto – por isso, o preço estaria abaixo do que é hoje.

– Na minha diretoria, tenho hjoe 1150 contratos de obras em todo o Brasil e isso custa algumas dezenas de bilhões – disse ele, lembrando que quando assumiu o Dnit em 2003, havia 63 obras consideradas irregulares pelo Tribunal de Contas da União e um orçamento de R$ 2 bilhões; hoje, ele disse, o orçamento é de dezenas de bilhões e nenhuma obra está paralisada por determinação do TCU.

Caron evita falar na probabilidade de ser demitido, como informam fontes do Palácio do Planalto. Ele diz que tem muito o que trabalhar para entregar esse pedido de revisão do planejamento de obras à presidente Dilma, amanhã, e que não tem tempo para cuidar da pressão política para deixar o cargo. Segundo ele, até agora, ninguém falou sobre a possibilidade de se afastar da diretoria do Dnit.”

 (Blog da Cristiana Lobo)