Blog do Eliomar

Últimos posts

Pão de Açúcar faz campanha pelas vítimas das chuvas em Alagoas e Pernambuco

O Grupo Pão de Açúcar está realizando campanha de arrecadação para os desabrigados das enchentes em Alagoas e Pernambuco. Participam da ação os supermercados Pão de Açúcar da cidade de São Paulo e as lojas Assai, Extra e Pão de Açúcar das cidades de Maceió, Recife e Fortaleza que estarão com postos de arrecadação de alimentos não perecíveis e água.  Ao todo são 90 postos de arrecadação em quatro cidades. A empresa também vai doar 1000 cestas básicas para as cidades afetadas. A campanha será por tempo indeterminado e todo material arrecadado será entregue à Defesa Civil de Recife e Maceió.
 
A mobilização acontece ao mesmo tempo em que o Grupo promove sua 11ª Campanha de Agasalhos, que ocorre em todas as lojas das redes Pão de Açúcar, Extra, Sendas, ABC CompreBem e Assai. A campanha vai até o dia 31 de julho e para participar basta depositar sua doação em uma das cerca de 600 lojas no País. Todas as peças recolhidas serão distribuídas a instituições das cidades onde o Grupo está presente. As campanhas de arrecadação de agasalhos, livros, brinquedos e alimentos compõem os programas do Grupo Pão de Açúcar que buscam mobilizar a sociedade em favor da solidariedade. Em 2009, essas ações beneficiaram mais de 600 instituições com a doação de 560 mil livros, 326 mil roupas, 57 mil brinquedos  e 27 toneladas de alimentos.
 

(Com Assessoria do Grupo)

CNI/Ibope – Dilma supera Serra

Pela primeira vez, a candidata do PT à Presiência da República, Dilma Rousseff, aparece liderando pesquisa do Ibope. A pesquisa, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria, e divulgada nesta quarta-feira, apresenta ilma com 40% das intenções de voto, enquanto o postulante doPSDB, José Serra, tem 35% da preferência. A candidata do PV, Marina Silva, se mantém estável e aparece com 9% das intenções de voto.

Na última pesquisa CNI/Ibope, divulgada no dia 5 de junho, Dilma e Serra estavam empatados com 37% das intenções de votos na disputa presidencial. Marina aparecia em terceiro lugar com 9%.

O levantamento anterior do Ibope, feito em abril, mostrava Dilma com 32% das intenções e Serra com 40%.” 

(Folha.com)

Vereador é assaltado antes de debater violência urbana com Secretário da Segurança

O vereador Marcelo Mendes (PTC) foi vítima de assalto, nesta quarta-feira, em Fortaleza. Ele saiu de casa para ir à Câmara Municipal mas, antes, resolveu ir ao ciaxa eletrônico do estacionamento do Supermercado Pão de Açúcar, da Avenida Abolição ( Mucuripe). No momento em que saia do local, acabou abordado por um homem armado que levou sua carteira, automóvel, dois celulares e outros pertences.

Dali, Marcelo foi direto para uma delegacia prestar queixa e, claro, tratar de se prevenir contra possíveis golpes com seus cartões. Não conseguiu fazer o velho B.O. Ele ainda foi em mais duas outras distritais e ouviu a mesma infomação: o sistema estava fora do ar.

Marcelo, então, seguiu para a Câmara Municipal onde, por ironia do destino, havia convidado o secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, Roberto Monteiro, para debater o tema… “Violência Urbnana”.

XX Cine Ceará – Patrícia Pillar, Mauro Mendonça e Sônia Braga são atrações

 

O XX Cine Ceará, que será aberto às 20 horas desta quinta-feira, no Espaço Cultural Sesc Luiz Severiano Ribeiro (Centro), receberá atores, atrizes e diretores de cinema como convidados especiais do evento. Além de Patrícia Pillar e Mauro Mendonça, que serão homenageados, virá par a festa a atriz Sônia Braga. Estrela do cinema e da televisão, com carreira internacional, há muitos anos radicada em Nova York.

Sônia Braga protagonizou sucessos como “Dona Flor e seus dois maridos (1976)”, de Bruno Barreto, “A dama do lotação (1975)”, de Neville D´Almeida, e Eu te amo (1980)”, de Arnaldo Jabor e, para quem não se lembra, ela começou como atriz nos anos 1960. Foi no programa infantil de tv intitulado “Vila Sésamo”, que não perdíamos.

Nos EUA, interpretou papéis em produções para TV e cinema, quase sempre fazendo personagens caracteristicamente latinas. Dos filmes nos quais trabalhou neste período destacam-se: “O beijo da mulher-aranha (1984)”, de Hector Babenco, “Luar sobre Parador (1987)”, de Paul Mazursky, “Rebelião em Milagro (1988)”, de Robert Redford, Rookie, um profissional do perigo (1990)”, de Clint Eastwood, e “Amazônia em chamas (1994)”, de John Frankenheimer. Em 1989 foi a primeira brasileira a integrar o júri do Festival de Cannes.

O XX Cine Ceará é uma promoção da Universidade Federal do Ceará, através da Casa Amarela Eusélio Oliveira e com apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, e do Ministério da Cultura, através da Secretaria do Audiovisual. A realização é da Associação Cultural Cine Ceará e conta com patrocínio de empresas públicas e privadas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC) e da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).

TV Assembleia fará debate ao vivo com candidatos à presidência do Sindicato do Jornalistas

A TV Assembleia (Canal 30) vai realizar nesta quinta-feira, a partir das 19h30min, um debate ao vivo com os candidatos à presidência do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Ceará (Sindjorce). Isso, dentro do programa Questão de Ordem, apresentado pelo jornalista e radialista Renato Abreu.

Na disputa pelo comando da entidade, duas chapas: Mozarly Almeida e Cleylson Martins, este último com apoio da situação. A eleição ocorrerá de 27 a 29 de julho próximo.

Bolsa de apostas – Álvaro Dias cotado para vice de Serra

“Nesta quarta-feira (23), o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra, ligou para o colega e correligionário Alvaro Dias e avisou que, caso seu irmão Osmar aceite o acordo proposto pelos tucanos de concorrer ao Senado – na chapa de Beto Richa (PSDB) – e não ao governo do Paraná com o PT e PMDB, as lideranças tucanas vão tentar convencer o DEM a conceder a vaga de vice do presidenciável José Serra a ele, Alvaro Dias. A decisão de Osmar precisa ser tomada até amanhã, pouco antes da convenção neste final de semana, quando deve anunciar sua candidatura.

Osmar Dias está com a faca e o queijo na mão. Os petistas e peemedebistas apresentaram uma contraproposta ao senador pedetista: o governador Orlando Pessuti (PMDB) admitiu retirar sua candidatura e ceder a cadeira a Osmar, atendendo a conselhos do presidente Lula e da candidata petista Dilma Rousseff, interessados em fortalecer os palanques no Sul do País. Osmar passa a bola aos tucanos e pede a garantia de vice para seu irmão antes que a sua decisão por concorrer ao governo, ou não, seja tomada.

O senador pedetista consultou sua direção partidária sobre a aliança com o PSDB, sinalizando aos tucanos que desejava realizar a coligação. Já aos petistas, dizia querer Gleise Hoffmann (PT), mulher do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, como sua candidata a vice. E o PT quer Hoffmann no Senado. Guerra já se reuniu nesta quarta com o presidente do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ). Segundo Alvaro Dias, “a questão da vice está sendo equacionada por Serra e PSDB, em conjunto com aliados. Não cabe a ninguém advogar em causa própria”. O senador paranaense disse ter mantido conversas sobre o assunto com seu irmão. Osmar resiste à ideia de abandonar uma candidatura ao governo sem a garantia de que Alvaro assumirá a vice.

O PSDB tenta driblar o DEM e construir uma chapa puro sangue. Guerra, que também já foi cotado para o posto, chegou a recomendar que Alvaro Dias fosse ao lançamento da candidatura de Geraldo Alckmin para o governo de São Paulo neste domingo (13) para “marcar presença ao lado de Serra”. O ex-governador de São Paulo tem declarado que definirá um nome para acompanhá-lo na corrida ao Planalto até o dia 30 deste mês. O DEM tem reivindicado publicamente a vaga desde quando o ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves enterrou a possibilidade de assumir o posto ao lado de Serra. Os tucanos já não esperam mais por uma aliança com o PP que optou pela neutralidade nacional enquanto as estaduais se aliam com Serra ou Dilma.”

(Portal Terra)

PF do Ceará faz Operação Goliath e desarticula esquema de fraudes

O superintendente da Polícia Federal no Ceará, Aldair da Rocha, anunciou, nesta quarta-feira, durante entrevista coletiva na sede do órgão, em Fortaleza, o resultado da Operação Goliath, sequencia da Operação Gárgula II. Segundo ele, foram cumpridos três de cinco mandados de prisão  e nove mandados de busca e apreensão.

Durante a operação, houve a prisão do empresário Mirgon de Oliveira Oiteral, vinculado ao município de Trairi e que é do ramo propaganda; de Jânio Falcão do Carmo, proprietário da Litorânia Rent a Car, locadora de veiculos; e da servidor da Assembleia Legislativa, e também Maria Lúcia Ramos Martins, servidora da Casa, com atividades na Primeira Secretária da AL e funcionária da Litorânia Rent a Car.

Segundo o superintendente da PF, não há  nenhum deputado envolvido nos casos alvos da operação e que são investigado desde 2007. Esses casos dizem respeito a fraudes em licitações, obras e locação de veículos. Aldair estimou, por conta do apurado até hoje, um desvio de verbas públicas em municípios cearenses e de órgãos da estrutura administrativa do governo estadual superior a R$ 30 milhões.

Eloilson Landim, do Ministério Público Estadual, e Elídio Estrela, coordenador de operações especiais da Controladoria Geral da União, em Brasília, participarm da coletiva e acompanharam a Operação Goliath. Dois envolvidos estão foragidos, segundo o superintendente da Polícia Federal.

(Moacir Luís – Rádio O POVO/CBN)

Greve dos ônibus – Motoristas e cobradores farão nova assembleia nesta 4ª feira

Os motoristas e cobradores de ônibus vão realizar assembleia geral no fim da tarde desta quarta-feira, na sede sindical. A categoria vai analisar decisão tomada pela Justiça do Trabalho determinando o fim da greve, que chega ao seu décimo sétimo dia.

A categoria luta por melhores condições salariais e de trabalho e, nesse período, já realizou paralisações de surpresa e outras manifestações. O Sindonbus ofereceu 5,5% e anunciou que não negociava mais. O caso foi para dissídio. O procurador do trabalho Gerson Marques liberou parecer apontando para um reajuste de 8,5% para motoristas e cobradores.

Vários ônibus ficaram sem operar e alguns foram parados em várias avenidas. Por causa da greve, as topics circulam superlotadas e os mototaxistas dizem ganhar um bom extra.

FHC tem dúvidas sobre a possibilidade de vitória de Serra

“O ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) confidenciou a interlocutores de sua confiança que possui sérias dúvidas da possibilidade do correligionário José Serra vencer a eleição presidencial. O assunto foi destacado nesta quarta-feira na coluna de Mônica Bergamo, no jornal Folha de São Paulo. “E olha que estou tentando ajudar”, disse FHC.

No mês passado, o ex-presidente convocou a cúpula do partido para uma reunião em São Paulo, visando alterar estratégias da campanha de Serra. O motivo maior para preocupações é justamente a demora na escolha da vice da chapa. Ao presidenciável foi cobrada uma maior atenção aos aliados.

Do presidente do PSDB, Sérgio Guerra, foram solicitados mais diálogo e informações sobre a campanha. FHC atualmente viaja pelo exterior, e deve retornar ao Brasil no início de julho.”

(Folha Online)

Prefeitos do Cariri querem Camilo Santana para vice na chapa de Cid Gomes

Com o título “GRITO DO CARIRI”, eis manifesto que prefeitos da Região do Cariri assinaram em apoio ao nome do ex-secretário do Desenvolvimento Agrário do Estado, Camilo Santana para a posição de vice na chapa pró-reeleição do governador Cid Gomes (PSB). Na lista, até o prefeito do Crato, o tucano Samuel Araripe, endossa. Confira o teor do manifesto e abaixo a lista dos que assinaram tal reivindicação:

Prefeitos, lideranças e o povo da região do Cariri, despertados pela evidente carência de representatividade da região no cenário político estadual, somos forçados a dizer: Chegou a hora! É igualmente forçoso reconhecer que já se vai longe o tempo em que o Cariri se fez representar nos cargos majoritários de vice e de governador do estado. Isso aconteceu nos anos 70, quando, por eleições indiretas, Humberto Bezerra foi vice-governador e seu irmão Adauto, em seguida, governador do estado. No período de eleições diretas, quase 30 anos nos separam de eleição de um caririense para vice-governador.

Após a redemocratização do país, a região do Cariri viu sua representatividade política perder força e a região, por conseguinte, mergulhar na contramão do desenvolvimento estadual, defasando os seus indicadores sociais e econômicos. Sucessivos governos estaduais trataram o Cariri com atenção proporcionalmente igual à distância da região para a capital. Os investimentos públicos modestos na região denotaram o vazio da nossa representatividade na esfera majoritária do nosso Estado.

Em direção inversamente oposta à atenção governamental, a iniciativa privada foi capaz de superar as dificuldades e acreditar na região, numa espécie de compensação frente ao descaso político notório para com o nosso povo. Somente nos últimos quatro anos, o Cariri pôde respirar os ares da presença governamental. A inegável atenção do governador Cid Gomes para com a região traduziu-se em importantes investimentos que o nosso povo reconhece como prioritários para o nosso crescimento e desenvolvimento social e econômico.

Mais uma vez, pari passu à marcante presença da ação governamental, a iniciativa privada responde com uma série histórica de investimentos, o que leva o Cariri a registrar avanços inéditos na sua escalada de desenvolvimento. No entanto, o fato que não quer calar é a falta de um representante político direto no governo do estado. O Cariri quer participar e inserir-se na agenda política do estado, à altura de sua importância populacional, geográfica e econômica.

Reconhecida ao gov ernador Cid Gomes e aos partidos que formam a sua aliança política, a região do Cariri, através dos seus prefeitos, lideranças políticas e população, pelas razões expostas, consubstanciadas na imperiosa necessidade da presença do Cariri no governo do Estado e no equilíbrio da representação política regional, vimos, respeitosamente, sugerir o cargo de candidato a vice-governador para o Cariri, por força do anseio e da inclusão do povo da região nas grandes decisões político-administrativas do nosso Ceará.

Endossam o manifesto os prefeitos de:

Abaiara, Altaneira, Araripe, Aurora, Assaré, Barbalha, Barro, Campos Sales, Caririaçu, Crato, Farias Brito, Juazeiro do Norte, Mauriti, Milagres, Missão Velha, Potengi, Porteiras, Salitre e Tarrafas e Várzea Alegre.

DETALHE – As assinaturas ficaram sem condição de serem escaneadas.

Prefeitura ultima detalhes da XI Parada Gay

Tudo pronto para a XI Parada pela Diversidade Sexual – a Parada Gay de Fortaleza. A promoção é da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e do Grupo de Resistência Asa Branca (Grab) e ocorrerá, a partir das 13 horas, do próximo domingo.

A concentração, segundo a organização, foi marcada para a área em frente ao Hotel Beira Mar. De lá, a parada sairá com destino ao aterro da Praia de Iracema, onde haverá show. Oito trios elétricos puxarão a festa.

A Prefeitura terá um trio elétrico que fará homenagem à memória da cantora Cássia Eller.

PTB do Ceará vai de Ciro, Tasso e Dilma

O PTB do Ceará vai apoiar a reeleição do governador Cid Gomes e trabalhar pró-Dilma Roussef (PT), devendo ainda cair na campanha pró-reeleição do senador tucano Tasso Jereissati. Segundo o presidente regional petebista, deputado federal José Arnon, esse é o desejo das bases do partido.

José Arnon não falou sobre qual o outro candidato ao Senado que o PTB apoiará. Disse apenas que isso passará por novas conversações políticas. Ele também não se encabula quando perguntado sobre o porquê de respaldar Dilma quando o presidente nacional da legenda, Robeto Jefferson, mergulhou na campanha do tucvano José Serra. “É uma dcisão particular”, disse.

O parlamentar nem precisa dar explicações. Foi Jefferson quem detonou o escândalo chamado de “Mensalão do PT”.

76% dos brasileiros não gostam da propaganda eleitoral gratuita

“Uma extensa pesquisa do Ibope encomendada pela Associação Brasileira de Agências de Propaganda confirma o quanto o brasileiro rejeita a propaganda política na televisão.

Entre aqueles que “não gostam nada” e “não gostam muito” do horário eleitoral gratuito  se encontram 76% dos brasileiros — uma maioria acachapante. Apenas 11% “gostam” ou “gostam muito.”

(Coluna Radar – Veja Online)

E por falar em eleições, é hora de empenhar verbas

O diretor administrativo-financeiro do Dnocs, Albert Gradvohl, tenta empenhar, como disse nesta quarta-feira, o maior volume de recursos. Isso, porque a partir do próximo dia 3, ficará proibido esse tipo de procedimento burocrático em razão do período eleitoral.

Ele informou que o Dnocs está com um bom volume de obras em fase de comclusão e outras prontas como açude Taquara, situado no município de Cariré (Zona Norte), e que aguarda apenas uma data para a inauguração.

Quem também seguiu para Brasília nesse mesmo ritmo e objetivo foi o superintendente estadual do Dnit, Guedes Ceará. Hora de empenhar verbas de uma série de restaurações de rodovias. Ele trata principalmente de processo relacionado ao projeto de duplicação da BR-116 – do quilómetro 40 até o Boqueirão do Cesário. O valor estipulado é de R$ 2,8 milhões.

O presidente do Instituto Vox Populi e a Propaganda Eleitoral

Eis artigo do presidente do Instituto Vox Populi, Marcos Coimbra. Ele aborda Propaganda Eleitoral. Confira:

Daqui a 15 dias, começa, oficialmente, a eleição. Melhor dizendo, acaba a fantasia e passamos a viver a realidade.

Não deve haver uma só pessoa no Brasil que acredita, com sinceridade, que o calendário político obedece ao que consta do emaranhado jurídico que regula nossas eleições. Nascido em plena ditadura, emendado e modificado casuisticamente desde então, objeto de várias mal sucedidas tentativas de adequá-lo às mudanças pelas quais passamos nos últimos 25 anos, poucas coisas nele se mantiveram inalteradas.

Uma é a ficção de que tudo começa no dia 5 de julho, quando termina o prazo que os partidos têm para registrar suas candidaturas e se inicia a propaganda política. Até lá, como a legislação não admite que existam candidatos, não poderíamos, por definição, ter campanhas e, muito menos, propaganda.

Fingindo que isso é verdade, inventamos algumas mentiras e meia dúzia de neologismos, todos sem sentido. Por exemplo, a dos “pré-candidatos”, escolhidos em “pré-convenções”, que fazem “pré-campanhas”. (Nem é preciso dizer que nenhum desses hibridismos tem acolhida legal).

Do início de julho em diante, as coisas entram nos eixos. Teremos, oficialmente, candidatos. Em função disso, podendo se apresentar aos eleitores e dizer quem são e o que pretendem. Em outras palavras, fazendo propaganda de suas ideias e pontos de vista.

Na verdade, nem tanto. Se considerarmos que só em 17 de agosto as campanhas chegam à televisão e ao rádio, passa-se cerca de um mês e meio até que os candidatos de fato disponham de meios de comunicação para falar com os eleitores. Entre 5 de julho e esse dia, a eles só é permitido fazer coisas de alcance limitado e mínimo impacto.

A Lei Eleitoral autoriza os partidos e os candidatos, de julho a agosto, apenas a realizar comícios e a “fazer funcionar, das 8 às 22 horas, alto-falantes ou amplificadores de som nas suas sedes ou em veículos”. Quanto a esses, talvez alguém consiga defender o argumento de que servem em eleições municipais (nas pequenas cidades) ou nas campanhas de vereadores. Nas dos candidatos a presidente da República ou a governador, chega a ser cômico imaginá-las dependendo de carros de som ou do barulho na porta de comitês.

O caso dos comícios é diferente. De tanto ouvir dizer que Dilma e Serra disputam à unha “palanques estaduais”, fica-se com a impressão de que os comícios são fundamentais, pois é neles que os “palanques” são exibidos. Para a televisão são irrelevantes, pois ela é nacional e nela mostrar líderes locais é um contrassenso.

Suponhamos uma campanha presidencial com capacidade de mobilização e de recursos para fazer, nos 88 dias que vão de 5 de julho a 30 de setembro (até quando são permitidos), um comício para 50 mil pessoas, em média, ao dia. Algo, na prática, quase impossível, lembrando que os showmícios, com música e atrações, são agora proibidos.

Ao cabo do período, ela conseguiria falar, nesses quase 100 comícios, com um total de 4,4 milhões de pessoas. É muito? Talvez, mas é menos que 10% do que ela atinge, diariamente, em cada programa do horário eleitoral. Mesmo em eleições frias, com baixa audiência, um programa alcança perto de 45 milhões de pessoas por noite, cerca de 30% do eleitorado.

Há, é claro, o jornalismo e os debates, mas neles os candidatos não falam como querem e apenas a minoria dos eleitores tem o habito de acompanhá-los. Fora que a própria legislação inibe o jornalismo mais crítico nos meios de massa, em nome de uma isonomia de tratamento que nem sempre faz sentido.

No final das contas, nossa legislação controla a “pré-campanha”, limita as formas de contato depois que a campanha começa e só permite que ela chegue ao universo de eleitores nos 45 dias finais. Se existe uma solução menos adequada a desenvolver a cultura política de uma sociedade e menos propícia ao voto consciente, ainda não chegou ao Brasil.

(Correio Braziliense)

Grupo Ypioca vai apostar em etanol

O Grupo Ypioca está adquirindo uma destilaria em Piracicaba (SP). Segundo o controlador Everardo Telles, todo o equipamento será instalado em Jaguaruana, onde o grupo vai operar na produção de etanol.

Todas as negociações estão sendo fechadas nesta quarta-feira nessa cidade paulista, por Everardo e mais uma diretora da Ypióca. Ele informa que a entrada do grupo na área do etanol é mais uma forma de diversificar os negócios.

Ainda neste ano, ele espera estar operando com a destilaria. Everardo Teles não falou em valores envolvidos na transação.

PF faz operação em Fortaleza

Uma equipe da Polícia Federal realiza, nesta quarta-feira, uma operação em Fortaleza. Há informações de que houve a prisão de um assessora do deputado estadual Zezinho Albuquerque (PSB). A ação seria parte da Operação gargula II, que apura possíveis irregularidades em licitações envolvendo prefeituras.

 Na PF, ninguém dá detalhes, mas a área de assessoria de comunicação do órgão confirma a ação e promete divulgar dados a partir das 15 horas, em coletiva.

O vice-presidente da Assembleia Legislativa, Gony Arruda (PSDB), informou que a operação foi realizada no gabinete onde a servidora trabalha e na casa dela e que não envolve ações da Casa.

Saúde estadual anuncia construção de 36 Unidades de Pronto-Atendimento

A Secretaria da Saúde do Estado concluiu licitação para as obras de construção de 36 Unidades de Pronto-Atendimento (UPA), sendo que as primeiras 11 já poderão ter ordem de serviço dada pelo governador Cid Gomes logo quando de seu retorno da África do Sul, onde conhece a logística da Copa do Mundo. Dessas, quatro serão implantadas em Fortaleza.

A informação foi dada, nesta quarta-feira, pelo titular da pasta, Arruda Bastos, que seguiu para Brasília com o objetivo de buscar recursos (não especificou valores) para um projeto de universalização do SAMU em todo o Estado. Hoje, só opera o SAMU do Litoral Leste e um posto em Sobral que, segundo o secretário, atende mais. Mas ele diz ser fundamental a amliação dessa ação que cumpre bom serviço de cidadania.

O secretário também tratará em Brasília, no Ministério da Saúde, da implantação do Programa de Atendimento Domiciliar (PAD). “Trata-se de um serviço que os planos de saúde já oferecem para pacientes crõnicos ou que precisam de constante acompanhamento. Nós queremos oferecer com o PAD esse tipo de apoio à nossa clientela”, adiantou Arruda Bastos.

Cid e Eunício juntos para a campanha

“A parceria política do governador Cid Gomes (PSB) com o pré-candidato ao Senado pelo PMDB, deputado federal Eunício Oliveira, está mais firme do que se imagina. Todo o trabalho de marketing dos dois, no que diz respeito à festa para a convenção de domingo próximo, no ginásio do Colégio Evolutivo, já está sendo feito pela MPB Publicidade, de São Paulo, que, inclusive, atendeu ao então candidato Cid Gomes quando da primeira disputa.

Para a convenção, a empresa prepara enormes cartazes com fotos de Cid, Eunício e Dilma Rousseff. Ou seja, formalmente o governador só abraça a candidatura do peemedebista.

Esse fato deixa a turma do PT de orelha em pé.”

(Coluna Vertical, do O POVO)