Blog do Eliomar

Últimos posts

Cid divulga lista de obras para inauguração. Escolas são a maioria

275 3

O governador Cid Gomes (PSB), por meio de sua assessoria de imprensa, divulgou, nesta noite de quinta-feira, um calendário de obras para inauguração. O total ultrapassa R$ 1,1 bilhão. Confira a lista, que deve ser concluida nesta sexta-feira, pois Cid ainda terá última rodada de conversas na primeira reunião do ano com seu secretariado, na Residência Oficial: 

A série de inaugurações já se inicia na próxima semana. 

Seinfra

Sobral – Meruoca: 24/03

Meruoca –Massapê: já concluída

Massapê-Umirim

Ordem de serviço de Sobral-Massapê 7/04

Estrada Amaninhutuba

Correia transportadora do Pecém – conclusão em julho,opera parcialmente em abril.

Porto do Pecém: Berços 1 e 2, ponte, quebra-mar e Bloco de Utilidades e serviços. R$ 700 milhões.

Metrofor

Testes dinâmicos em 7/04 da Linha Sul. Começa na Estação da Raquel de Queiroz.

Três viadutos já concluídos – Nereu Ramos , Visconde de Cauípe (Caucaia) e Gomes de Sá (Maracanaú).

Testes de VLT da Linha Oeste a partir de maio.

30/05 em Caucaia os testes pela manhã.

4/03 ordem de serviço – desapropriações do Metrô de Sobral – Sinhá Saboia.

DAE

Solonópole – Quixelô – 25/03.

Caririaçu-Quitaiús:-Mangabeira (Estrada Padre Cícero) BR-230 – em Julho.

Pedra Branca – Boa Viagem:

Barbalha-Jardim – 18/03 – R$ 20.342.922,75

Maranguape-Palmácia: 9/06 – R$ 25.189.858,20

Campanário- Granja: 7/07 – 25 km – R$ 6.348.447,80

Coreaú/Campanário: 7/07 – 28km – R$ 12.144.094,77

Crato-Farias Brito: 30/07 – 43 km – R$ 23.581.562,30

Banabuiú-Solonópole (trecho Rodovia Padre Cícero): 11/03 – 50km – R$ 26.510.854,86

Tamboril-Sucesso: 3/03 – 28 km – R$ 11.101.482,79

Itapipoca-Assunção: 5/03 – 21km R$ 11.786.689 (Itapipoca/Assunção) ; 19 km R$ 8.987,668,44 (Itapagé/Assunção)

Paramoti-Gal. Sampaio – 1/03 – 23km – R$ 17.337.532,72

OS – ordem de serviço açude Ipu, em Itapagé. 5/03.

Ipu-Ipueiras: Inauguração em Ipueiras em Julho – recuperação 25 km R$ 7.785.734,9.

Marco-BelaCruz- Cruz: 25 km – restauração R$ 8.117.467,40

São Gonçalo (Bela Cruz) EEEM, 10 horas, inauguração em. – R$ 2.167.000,00

Cessão de Viveiro de mudas em Cruz. 8 de abril.

Sobral- Groaíras: 24km – R$ 6.319,044.19 – 5 de maio

Itapeim (Beberibe) – CE-040 – 1º de abril – R$ 5.404.000,00

Varjota-Uruburetama 1° de abril – 15 horas – 11km- restauração – R$ 5.296.021,74

Aeroporto de Camocim – 31/03 – 1,3 km de extensão, pátio de aeronave, balizamento – R$ 5. 417.332,00.

Aeroporto de São Benedito – fim de julho

Detran

Regional de Tianguá: 8/04 – 19 horas – R$ 1.610.000,00

Cinturão Digital

31 de maio – em operação em todos os órgãos do Estado. O estado não pagará mais dados externos até o dia 31 de agosto.

Cidades

Projeto Maranguapinho: 108 unidades habitacionais (Blanchard Girão), em Maracanaú. 10/03, 10 horas. R$1.983.812,47

Conjunto Juraci Magalhães – 336 unidades – 1º/05 – 10 horas – Osório de Paiva – R$ 9.213.308,37. OS do Novo Ancuri. 608 casas – 696 apartamentos = 1304 unidades – R$ 30 milhões

Conjunto Leonel Brizola – 240 unidades – R$ 14 milhões – em março.

Barragem Maranguapinho – junho 2011 –

Centro de Apoio aos Romeiros (Juazeiro do Norte) – R$ 9,1 milhões – 12/03

Sede do Geopark no Crato – Urca e Cidades inauguram

Adutora/ETA/Ampliação do Sistema de abastecimento de Água de Aracati – 4/05 R$ 24.004.141,57

Sistema de Esgotamento Sanitário de Crateús – Cagece inauguração

STDS

Projeto Estação Trabalho – 2/05

Centro de profissionalização para pessoas com Deficiência – Praia das Goiabeiras – até o fim do ano – R$ 4 milhões

Seduc

Lavras da Mangabeira – 26/5 – inauguração de escola agrícola

Granja – Escola Agrícola – 01/07

EEEM em São Gonçalo (Bela Cruz) – R$ 2.167.000,00

EEEP de Maracanaú 10/3 – R$ 8,6 milhões

EEEP de Tianguá 04/03 – R$ 8,3 milhões

EEEP de Acaraú 2/3 – R$ 9,2 milhões

EEEP de Hidrolândia e Pereiro – sem data

EEEP de Várzea Alegre – 28/04 – R$ 8,6 milhões

EEEP de Quixeramobim – 29/04 – R$ 8,4 milhões

EEEP de Beberibe – 04/05 – R$ 9,1 milhões

EEEP de Eusébio – 18/05 – R$ 8,3 milhões

EEEP de Pedra Branca – 10/06 – R$ 8,8 milhões

EEEP de Massapê – 03/06 – R$ 8,6 milhões

EEEP de Juazeiro do Norte – 16/06 – R$ 8,9 milhões

EEEP de Jaguaruana – 30/06 – R$ 8,6 milhões

EEEP de Camocim – 01/07 – R$ 8,1 milhões

EEEP de Pentecoste – 21/06 – R$ 8,3 milhões

EEEP de Caucaia – 28/06 – R$ 8,4 milhões

(Com Site do Governo)

Mensalão mineiro põe em xeque Azeredo e Valério

“Mais um integrante do alto escalão do antigo governo de Eduardo Azeredo (PSDB), atual deputado federal, informou ter recebido ordens para repassar recursos dos cofres estaduais à agência do empresário Marcos Valério, a SMP&B, responsável pela campanha pela reeleição de Azeredo em 1998. O esquema foi denunciado pelo Ministério Público e ficou conhecido como “mensalão mineiro”.

Em depoimento à Justiça estadual nesta quinta-feira , o diretor jurídico da empresa pública Comig (atual Codemig), Jolcio Carvalho Pereira, disse ter recebido por intermédio do presidente da Comig carta oriunda da Secretaria de Comunicação (Secom) do governo determinando o repasse de R$ 1,5 milhão à agência de Valério, para o patrocínio ao Enduro da Independência, evento de motocross, às vésperas da eleição.

Marcos Valério não compareceu à audiência.”

(O Globo)

Servidores do IJF ameaçam paralisar atividades por um dia

Líder da oposição, Plácido Filho, e líder da prefeita, Ronivaldo Maia, discutiram várias vezes na reunião sobre os direitos dos servidores

Após reunião com uma comissão de vereadores, no fim da tarde desta quinta-feira (24), na Câmara Municipal, servidores do Instituto Doutor José Frota (IJF) ameaçam paralisar as atividades, por um dia, antes do Carnaval.

De acordo com representantes dos servidores, a Prefeitura fez pouco caso das reivindicações da categoria, como melhores condições de trabalho, antecipação da data-base e equiparação salarial de funcionários com a mesma função. O encontro também contou com a presença de representantes do sindicato da Guarda Municipal.

Os servidores foram recebidos pelo líder da prefeita, vereador Ronivaldo Maia (PT), pelo líder da oposição na Casa, vereador Plácido Filho (PDT), além dos vereadores Eron Moreira (PV), Ciro Albuquerque (PTC) e Toinha Rocha (Psol).

Vereador diz que Tarifa Social acumula 40% de aumento na passagem, em menos de 2 anos

Para o líder da oposição na Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Plácido Filho (PDT), mais uma vez o aumento no valor da passagem de ônibus bateu mais forte no lado mais fraco: a Tarifa Social.

“Todo mundo divulga o índice de 11,1% no valor da passagem, mas não atentam que, pela segunda vez, a Tarifa Social voltou a ser o lado mais prejudicado. Em menos de dois anos, o acumulado já chega a 40% de aumento, um absurdo para qualquer serviço público no País”, comentou o vereador, durante pronunciamento nesta quinta-feira (24), na Câmara Municipal.

“Em 2009, o reajuste da passagem foi de 12,5%, enquanto a Tarifa Social apresentou um índice de 20%. Agora, a prefeita Luizianne Lins divulga um índice de 11,1%, mas omitiu o aumento de 16,66% da Tarifa Social”, completou Plácido Filho, que criticou também o próprio aumento de 11,1%. “O péssimo serviço no transporte público, com ônibus superlotados e atrasados, não justifica esse aumento”.

Já o líder da prefeita na Casa, vereador Ronivaldo Maia (PT), destacou que Fortaleza continua com a tarifa mais barata do Brasil e que a frota de ônibus é bastante nova.

A Tarifa Social subiu em 2009 de R$ 1 para R$ 1,20. Agora subirá para R$ 1,40.

Governo anuncia cortes do Orçamento na 4ª feira

“O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão confirmou para a próxima quarta-feira (2) o anúncio do detalhamento dos cortes no Orçamento da União deste ano. O horário não foi divulgado. O anúncio será feito pelos ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Planejamento, Miriam Belchior.

No início do mês, o governo divulgou um corte de R$ 50 bilhões no orçamento deste ano, mas não definiu os setores que serão atingidos pelo contingenciamento.”

(Agência Brasil)

Mapa da Violência – Ceará é o 18º no ranking

349 2
“Alagoas é o estado com o maior número de homicídios de jovens entre 15 e 24 anos.  De acordo com o “Mapa da Violência 2011 – Os Jovens do Brasil”, elaborado pelo Instituto Sangari e divulgado nesta quinta-feira (24) pelo Ministério da Justiça, a taxa de homicídios em Alagoas, em 2008, foi de 125,3 por cem mil habitantes.
Taxa de homicídio de jovens por cem mil habitantes em 2008
UF Taxa
Alagoas 125,3
Espírito Santo 120,0
Pernambuco 106,1
Pará 77,2
Amapá 76,9
Distrito Federal 73,3
Rio de Janeiro 72,5
Bahia 71,3
Paraná 70,7
Rondônia 57,7
Mato Grosso 55,9
Goiás 49,8
Mato Grosso do Sul 47,2
Sergipe 47,0
Paraíba 46,0
Roraima 46,0
Amazonas 45,5
Ceará 45,5
Rio Grande do Norte 41,6
Rio Grande do Sul 40,4
Maranhão 33,6
Acre 31,7
Minas Gerais 31,7
Tocantins 25,4
São Paulo 25,3
Santa Catarina 19,5
Piauí 18,1

Fonte: Mapa da Violência 2011

Há dez anos, Alagoas ocupava a 13ª colocação no ranking dos estados, com uma taxa de 30,6 homicídios por cem mil habitantes. Neste período,  a taxa de homicídios no estado quadruplicou.

“Um estado como Alagoas, que há até poucos anos apresentava taxas moderadas, abaixo da média nacional, em pouco tempo passou a liderar o triste ranking da violência do país, com crescimento vertiginoso a partir de 1999”, diz trecho do estudo, que tem como fonte os dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.

O Espírito Santo está em segundo lugar na lista dos estados com mais mortes violentas de jovens – 120 homicídios por cem mil habitantes -, seguido por Pernambuco, Pará, Amapá e Distrito Federal.

Epidemia

“Alagoas, Espírito Santo e Pernambuco, com suas taxas acima de 100 vítimas jovens a cada 100 mil jovens, ostentam marcas que não têm comparação mundial”, diz trecho do estudo. O sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, que coordenou o estudo, explica que acima de dez homicídios por cem mil habitantes a situação é “epidêmica”.

Waiselfisz afirmou que a violência não é um fenômeno local e que se “espalhou por todo o Brasil”. Segundo ele, para diminuir a violência, o governo deve tomar medidas tais como integração das forças de segurança e combate à corrupção policial.

Nesta quinta-feira, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse, após divulgar o estudo, que o governo tomará uma série de medidas. Ele citou como exemplo reativar a campanha de desarmamento. 

Waiselfisz disse que o desarmamento é importante, mas como medida isolada não é suficiente para conter a violência. O estudo coordenado pelo sociólogo mostra que o Brasil ocupa o sexto lugar no ranking de homicídios de jovens, com uma taxa de 52,9 homicídios por cem mil habitantes.

Mudanças

O estudo aponta que Paraná, Pará e Bahia, estados que em 1998 apresentavam índices relativamente baixos, passaram a ocupar lugares de maior destaque no ranking em 2008. Ao contrários destes estados, São Paulo apresentou melhora significativa. 

Em 1998, São Paulo tinha uma taxa de 79,2 homicídios por cem mil habitantes, ocupando a 5ª posição do ranking. Em dez anos, a taxa caiu para 25,3, e São Paulo passou a ocupar a 25ª posição no ranking. “São Paulo está bem no contexto nacional, mas no contexto internacional a melhora apresentada ainda não é suficiente”, disse Waiselfisz.

Segundo o estudo, o Piauí é o estado com menor número de homicídios, com 18,1 casos para cada 100 mil habitantes, seguido por Santa Catarina, como 19,5 casos. De acordo com o estudo, as taxas de Piauí e Santa Catarina ainda são “muito elevadas quando transpostas para o contexto internacional”. 

(Portal G1)

Planalto enviará ao Congresso uma MP reajustando tabela do Imposto de Renda

“A presidente Dilma Rousseff enviará nos “próximos dias” ao Congresso uma Medida Provisória corrigindo em 4,5% a tabela do Imposto de Renda. Em entrevista realizada no Palácio do Planalto, o ministro de Relações Institucionais, Luiz Sérgio, relatou que a presidente determinou ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, a preparação do texto com essa mudança. Luiz Sérgio não especificou em qual dia a MP será enviada, mas sinalizou que isso deve ocorrer no início da próxima semana.

Questionado se o governo não teme um novo embate com as centrais sindicais – que querem um porcentual de correção maior para o tabela do IR -, Luiz Sérgio disse que o Planalto fez um acordo com as próprias centrais em relação ao tema e vai cumprir o que foi estabelecido, ou seja, os 4,5% de correção. Declarou, também, que a proposta definindo o ajuste da tabela do Imposto de Renda será feita por meio de Medida Provisória, com o objetivo de garantir que a alteração tenha efeito imediato.

Na entrevista, o ministro disse que a presidente Dilma ficou satisfeita com a aprovação, ontem, no Senado, da proposta do governo de um salário mínimo de R$ 545. Ele afirmou que o governo não trabalha com a perspectiva de punir cinco senadores da base aliada que votaram contra o projeto. “Estamos satisfeitos que a grande maioria da base aliada tenha atendido ao pedido do governo. Esses casos pontuais de dissidência são problemas dos partidos e não do governo”, afirmou. Luiz Sérgio voltou a dizer, como nas últimas semanas, que o governo não fez barganha para garantir a aprovação do salário mínimo de R$ 545 na Câmara e no Senado.

Ao ser perguntado se peemedebistas sem cargo como o ex-ministro de Integração Nacional, Geddel Vieira Lima; o ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende; e o ex-governador da Paraíba, José Maranhão, tinham data para assumir postos no segundo escalão federal, ele respondeu: “Isso não tem data para começar. É um processo natural. Não há vinculação entre a aprovação do salário mínimo e a composição do governo”.

O ministro Luiz Sérgio aproveitou para desvincular o Planalto das ações de líderes aliados de criar um novo imposto para garantir recursos para a área da saúde. Ele disse que o líder do governo na Câmara, deputado Ângelo Vaccarezza (PT-SP), não está falando pelo governo. “Até porque não existe esse debate de CPMF no governo. Eu liguei para o líder Vaccarezza para dizer que não tem essa discussão no governo”, declarou.”

(Agência Estado)

PSDB,PPS e DEM vai ao STF contra decreto do mínimo

“Em comunicação de liderança nesta quinta-feira (24), o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) disse que o Senado, como instituição, ficou menor, após a votação do projeto de lei que reajustou o valor do salário mínimo e permitiu que o governo defina esse valor por decreto presidencial nos próximos anos.

“O que assistimos ontem foi a subtração de prerrogativa essencial do Poder Legislativo”, afirmou o parlamentar, anunciando que o partido, juntamente com o DEM e o PPS, entrará com ação direta de incostitucionalidade (ADI) no Supremo Tribunal Federal (STF), tão logo a lei seja publicada.

O líder do PSDB citou opiniões de juristas para respaldar o entendimento da oposição segundo o qual o artigo 7º da Constituição é claro ao determinar que o salário mínimo deve ser fixado em lei.

“Usou-se um projeto de lei que exige maioria simples para alterar uma norma constitucional, para permitir ao presidente da República impor (o valor do salário mínimo) por meio de decreto”, afirmou o parlamentar, lamentando profundamente “que Senado Federal tenha desperdiçado a oportunidade de recuperação de parte da credibilidade que perdeu nos últimos anos”.

O senador disse que, se hoje o governo pretende impor o salário mínimo por meio de decreto, amanhã pode querer fazê-lo também para matérias relacionadas à política tributária, à saúde ou à educação.

“Abrir mão de debater, de questionar, de propor, não é tarefa de quem se elege senador, e foi o que se fez ontem, lastimavelmente”, acrescentou o parlamentar, ressalvando os 20 senadores e senadoras que votaram contrariamente à aprovação do projeto.”

(Agência Senado)

Cid quer fechar calendário de inauguração de obras

Até esta sexta-feira, na Residência Oficial, o governador Cid Gomes e o secretariado, em clima de primeira reunião do ano, fecharão um calendário para inauguração de obras já concluídas ou que deverão ficar prontas ainda neste semestre.

Cid revelou que serão feitos alguns ajustes em obras, mas não deu detalhes. O encontro foi a portas fechadas e a imprensa só permaneceu por cinco minutos para fazer o registro.

O secretário Mauro Filho (Fazenda) informou que há estudo para redução de alíquota em alguns setores, mas não adiantou. Arruda Bastos (Saúde) disse que o Hospital Regional do Cariri aguarda apenas a definição de data para ser inaugurado. O secretario da Segurança Pública e Defesa Social,  Coronel Bezerra, prometeu aumento do número de polciais militares e civis. 

Houve, durante o encontro, avaliação de cada pasta, avanços e cobranças.

Prefeito Acrísio Sena vai ao "PV"

O prefeito em exercício Acrísio Sena (PT) visitará nesta sexta-feira, às 8h30min, tendo ao lado um grupo de vereadores, as obras de reforma do Estádio Presidente Vargas (PV). O ato tem por objetivo dar maior visibilidade ao petista que, na  cotação de prefeituráveis, tem seu nome na lista.

O Estádio Presidente Vargas está em reforma desde janeiro de 2010 e a prefeita Luizianne Lins prometeu que entregará tudo no dia 20 de março.

Correios e lotéricas agora podem operar câmbio

142 1

“As casas lotéricas e as agências dos Correios foram autorizadas, nesta quinta-feira, a fazer operações de compra e venda de moeda estrangeira. Esses agentes já operavam com recebimento e transferência de dinheiro para o exterior.

Com a autorização, as lotéricas e Correios poderão comprar e vender moeda estrangeira no limite de US$ 3 mil por operação. É o mesmo limite para transferências.

A autorização para operações de câmbio para esses correspondentes foi concedida pelo CMN (Conselho Monetário Nacional), formado pelos ministros da Fazenda e do Planejamento e pelo presidente do Banco Central.

A autorização não exige que todas as casas lotéricas e agências dos correios sejam correspondentes cambiais, como denominou o Banco Central. Aquelas que tiverem interesse poderão fazer um contrato com um banco, como se fossem um correspondente bancário.

Na mesma decisão, o governo autorizou as agências de turismo que já operam com compra e venda de moeda estrangeira a operar também com transferências internacionais. Dessa forma, eles poderão ser usados por pessoas que queiram enviar dinheiro ao exterior ou receber.

O chefe da gerência executiva de câmbio do BC, Geraldo Magela, explicou que as medidas foram tomadas para aumentar o número de instituições no Brasil com autorização para operar com moeda estrangeira. A preocupação do governo é que não falte prestadores de serviços nessa área durante a Copa do Mundo de 2014, quando o país deve receber mais visitantes estrangeiros.”

(Folha.com)

Assembleias querem mais autonomia para legislar

185 1

Roberto Cláudio, entre José Sarto e Carlomano Marques, confere encontro.

“Presidentes de Assembleias Legislativas de todo o País estão hoje (24), em Brasília, para discutir a ampliação da autonomia dos Estados para legislar em áreas reservadas ao governo federal. Os deputados articulam uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que tire da competência da União a obrigatoriedade de criar regras que poderiam ser definidas no âmbito estadual.

O argumento dos deputados estaduais é o de que as Assembleias são cobradas para que atuem em questões próximas ao cidadão, mas não avançam devido aos limites legais para legislar. A PEC propõe que as Assembleias passem a regulamentar temas como trânsito e transporte, propaganda comercial, direito agrário, licitação e contratação, diretrizes e bases da educação e matéria processual.

Os parlamentares estaduais também pretendem apresentar outras PECs, entre elas a que dá maior poder decisório aos Estados e municípios na fixação dos porcentuais para investimento em saúde.”

(Agência Estado/Foto – Paulo MOska)

O CEARÁ particpa dessa reunião em Brasília. O presidente do Poder Legislaivo, Roberto Cláudio (PSB), encontra-se no evento, tendo ao lado os deputados José Sarto (PSB), que é primeiro-vice-presidente, e Carlomano Marques (PMDB), vice-líder do Governo.

Preso que fugiu do IJF volta ao hospital com seis tiros

147 3

A Polícia prendeu na tarde desta quinta-feira (24), no Instituto Doutor José Frota (IJF), o preso João Menezes de Sousa, o Gordo, 30, que em janeiro deste ano fugiu da enfermaria do próprio hospital, ao solicitar aos policiais da escolta para ir ao banheiro.

O preso foi reconhecido por policiais da 4ª Companhia do 6º Batalhão (Conjunto Ceará), em uma das macas do IJF, depois que ele deu entrada como vítima de assalto, na terça-feira (22), quando se identificou por um nome falso. Segundo a Polícia, João Menezes foi internado com seis tiros nas costas. Mas não como vítima de assalto, e sim depois que uma vítima reagiu ao assalto.

De acordo ainda com a Polícia, o acusado também já responde a outros 10 assaltos.

Em Fortaleza, bispo-auxiliar nomeado pelo Vaticano

Dom José recebe o bispo-auxiliar nomeado, tendo ao lado dom José Luís.

Desembarcou, nesta tarde de quinta-feira, em Fortaleza o monsenhor Rosalvo Cordeiro Leite. Trata-se do bispo-auxiliar nomeado mês passado pelo Vaticano e que deverá reforçar o trabalho da Igreja Católica de Fortaleza, ao lado do arcebispo, dom José Antonio de Aparecido Tose. “Eu me coloco à disposição para servir ao senhor com alegria”, disse o monsenhor que, dia 25 de março próximo, terá sua ordenação episcopal na cidade de Mogi das Cruzes (SP), onde tem trabalhos pastorais.

Monsenhor Rosalvo permanecerá em Fortaleza só até a manhã de sábado, período em que acerta detalhes de sua vinda em definitivo para a Capital cearense, o que se dará na quinta-feira da Semana Santa.

Ele ganhou recepção festiva no Aeroporto Internacinal Pinto Martins de um grupo liderado pelo arcebispo, dom José Antonio, e pelo bispo emérito de Limoeiro do Norte, dom Edmilson da Cruz. Nesse grupo ainda o bispo-auxiliar, dom José Luís, os padres Gilson Soares e Rafael, e a irmã Rosália Alencar e missionária Mônica Pimentel, estas ligadas à Regional Nordeste I, da Confederencia Nacioonaçl dos Bispos do Brasil.

(Foto – Paulo MOska)

PSDB estadual convoca tucanada para mobilização

135 1

O PSDB cearense  vai se reunir nesta sexta-feira, das 14 às 19 horas, no Hotel Praia Centro (Salão Bronze), sob comando do presidente em exercício, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos. O objetivo é mobilizar a militância para tratar da renovação dos diretórios municipais no interior já de olho nas eleições do próximo ano.

Já está certo que o ex-deputado estadual Marcos Cals assumirá o comando estadual do partido até abril próximo e que o empresário Pedro Fiúza será o presidente do PSDB da Capital, a partir do próximo mês.

O encontro tem até sugestivo título: “Definindo desafios, construindo soluções”.

Ceará e Horizonte desembarcam do mesmo voo

Técnico Dimas Filgueiras liberou a equipe logo no aeroporto.

Os times do Ceará e Horizonte desembarcaram, nesta tarde de quinta-feira, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, do mesmo voo (TAM – 3720) e com o mesmo sorriso. Na bagagem, alvinegros trouxeram a classifcação para a próxima fase da Copa do Brasil, ao derrotar ontem à noite a equipe do Cuiabá (MT) pelo placar de dois a zero. O Horizonte também faturou a classificação nesse certame, ao empatar em três gols com o Asa, em Alagoas.

Os atletas das duas equipes até que trocaram gentilezas no aeroporto, antes de terem sido liberados por seus técnicos pra a reapresentação na tarde desta sexta-feira. Gentilezas à parte, hora de treinar e de mergulhar na concentração: Ceará e Horizonte serão adversários domingo próximo, no Castelão.  

A partida é decisiva, pois essas equipes se confrontarão para ver quem terá condições de disputar o primeiro turno do campeonato cearense, enfrentando o vencedor do jogo entre Fortaleza e Guarany de Juazeiro do Norte. Este jogo será sábado, também no Castelão.

Os jogadores do Horizonte deixaram o aeroporto rapidamente. Já os atletas alvinegros não deram entrevista, por orientação da assessoria de imprensa do clube. O único problema no alvinegro foi Michel, contundido na partida contra o Cuiabá, que, segundo o técnico, vai se submeter a exames para ver se terá condição de jogo para domingo.

Tudo pronto para o I Encontro Interdisciplinar de Comunicação Ambiental

Essa dica nos foi passada pela leitora deste Blog em Aracaju, a professora e jornalista Ana Ângela, da Unversidade Federal de Sergipe:

O Laboratório Interdisciplinar de Comunicação Ambiental (LICA) e o Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (Prodema), ambos da Universidade Federal de Sergipe, realizarão o I Encontro Interdisciplinar de Comunicação Ambiental (EICA). O objetivo é aglutinar, debater e divulgar pesquisas e experiências relacionadas ao papel da informação, da comunicação e da mídia no enfrentamento dos problemas ambientais contemporâneos.

A programação do Encontro, que tem apoio da Fapitec – Fundação de Amparo à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe, incluirá quatro mesas-redondas com especialistas de todas as regiões do país e apresentação de trabalhos.

Público-alvo: professores, pesquisadores, pós -graduandos, graduandos e profissionais de diferentes áreas de conhecimento interessados em discutir o papel da informação, da comunicação e da mídia no enfrentamento das questões ambientais contemporâneas.

Modalidades de trabalhos: artigos científicos que discutam questões teóricas ou apresentem resultados de investigações empíricas pertinentes à temática do Encontro; 
relatos de experiências em empresas, organizações sociais, setores governamentais ou projetos de extensão universitária relacionadas à temática do evento; 
pôsteres digitais que sintetizem dados de pesquisas ou relatos de experiências em comunicação ambiental.  

* Prazo para envio de resumos expandidos: 03 de março de 2011 – eica2011.resumos@gmail.com.br

* Prazo para envio de pôsteres digitais: 15 de março de 2011 –
eica2011.poster@gmail.com.br.

* Prazo para envio dos trabalhos completos: 30 de março de 2011 – eica2011.trabalhos@gmail.com.br

* Prazo final para inscrição no evento: 30 de março de 2011 –

Programação

13 de abril – tarde: Local: Saguão da Reitoria do Campus de São Cristóvão da UFS

15h30 – início do credenciamento dos participantes

13 de abril – noite: Local: Auditório da Reitoria
18h – Abertura oficial
18h30 – Conferência de abertura: 

O papel da informação e da comunicação em tempos de neoliberalismo ambiental

Carlos Walter Porto-Gonçalves, doutor em Geografia e professor de Geografia da Universidade Federal Fluminense (UFF), bolsista de produtividade do CNPq, pesquisador do Conselho Latinoamericano de Ciências Sociais (CLACSO), autor de “A globalização da natureza e a natureza da globalização”, pelo qual recebeu o Prêmio Casa de Las Américas (Cuba), em 2008.

14.abril – Local: Auditório da Reitoria

8h30 às 10h30 – Comunicação ambiental de risco: a questão do petróleo

O incalculável impacto socioambiental provocado pelo gigantesco vazamento de petróleo de uma plataforma da British Petroleum (BP) no Golfo do México, em abril de 2010, e o início da perfuração de poços da Petrobras no Polígono de Águas Profundas da Bacia de Sergipe-Alagoas exigem uma reflexão: como as pessoas devem ser informadas sobre os riscos potenciais das atividades de prospecção, produção e transporte de petróleo e gás? Qual a responsabilidade da mídia nisso?

Coordenação: Sonia Aguiar

Debatedores:

Ana Cristina Carvalhaes Machado, jornalista efetiva da Agência Nacional do Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), onde assessora a comunicação institucional, e mestranda do Programa de Pós-graduação em Economia Política Internacional da UFRJ. Maria Odete da Rosa Pereira, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental da FURG (RS), pesquisadora do Lab. de Investigações em Educação, Ambiente e Sociedade (LIEAS), da UFRJ, e consultora de programas de educação ambiental associados a licenciamento de exploração de petróleo em comunidades costeiras. Representante da Petrobras (a ser indicado pela empresa).

Gicélia Mendes da Silva, doutora em Geografia, professora adjunta do Departamento de Geografia e docente do Prodema-UFS, onde atua nas áreas de Relação entre exploração petrolífera e desenvolvimento regional e territorial, entre outras;  é pesquisadora dos grupos de pesquisa Geoplan (UFS) e LACTA (UFF). 

10h30-10h50 – intervalo

11h às 12h30 – Percepções e imagens do meio ambiente na mídia

Vivemos o que pensadores contemporâneos chamam de “a era das imagens”. No plural, assim, tendo em vista as formas plurais com que o recurso da imagem – em especial a imagem em movimento – vem se apresentando aos indivíduos. Com apoio de diversos aparatos tecnológicos, as imagens vêm assumindo o papel de dispositivos sociais, como que a funcionar em prol de uma necessidade coletiva de se espelhar para se compreender. Como se dão essas experiências imagéticas quando pautadas pela temática ambiental contemporânea? Que reflexões podem ser produzidas a partir delas?

Coordenação: Ana Ângela Farias Gomes

Debatedores:

Vera Diegoli, uma das criadoras e atual editora-chefe do Repórter ECO (www.tvcultura.com.br/reportereco/), o mais antigo programa da televisão brasileira especializado em meio ambiente e qualidade de vida, veiculado pela TV Cultura desde fevereiro de 1992, em formato de telerrevista semanal, com reportagens de viés científico e educativo.

Antônio Ribeiro de Almeida Júnior, professor associado do Departamento de Economia, Administração e Sociologia da Esalq-USP, onde  preside o Programa de Pós-Graduação Interunidades em Ecologia Aplicada; pesquisador visitante do Departamento de Comunicação da University of Massachusetts, coordenador do GT Mídia e Meio Ambiente do V Encontro Nacional da Anppas (2010) e coordenador do Laboratório de Mídia e Ambiente da ESALQ-USP. 

Paulo Sérgio Maroti, doutor em Ecologia e Recursos Naturais pela UFSCar, é professor do Prodema, com pesquisas relacionadas a Educação e Percepção Ambiental, e integrante da REASE – Rede de Educação Ambiental de Sergipe. 

12h45-13h45 – almoço

14h às 16h – Discursos sobre o desenvolvimento sustentável

A multiplicidade de enfoques resultantes das diferentes, e muitas vezes conflitantes, apropriações do conceito de desenvolvimento sustentável surge como reflexo dos interesses dos mais diversos atores sociais. Neste contexto, em que predomina a falta de consenso acerca do seu significado, é necessário discutir a importância das mídias e os desafios aos profissionais de comunicação para enfrentamento das questões aí relacionadas. Afinal, seria esta proposta de desenvolvimento apenas uma utopia ou uma opção necessária e segura para um futuro mais promissor?

Coordenação: Jean Cerqueira

Debatedores:

Viviane Brochardt, coordenadora de comunicação da ASA Brasil- Articulação no Semi-Árido Brasileiro (criada em 1999, que atualmente representa cerca de 700 entidades – entre ONGs de desenvolvimento e ambientalistas, associações de trabalhadores rurais e urbanos), recebeu o Prêmio Cristina Tavares de Jornalismo na categoria Assessoria de Imprensa (2009 e 2008) e o Prêmio Desafio das Águas, nas categorias Assessoria de Imprensa e Radiojornalismo (2008).
 
Luciana Miranda Costa, jornalista com doutorado em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (UFPA), professora adjunta da Faculdade de Comunicação e da Pós-Graduação em Comunicação, Cultura e Amazônia da UFPA,  onde coordena a Rádio Web (www.radio.ufpa.br); autora do livro “Comunicação & Meio Ambiente: a análise das campanhas de prevenção a incêndios florestais na Amazônia”.

Gabriela Scotto, doutora em Antropologia pelo Museu Nacional da UFRJ, professora professora adjunta do Departamento de Fundamentos de Ciências da Sociedade da UFF / Campos dos Goytacazes, é co-autora do livro “Desenvolvimento sustentável, conceitos fundamentais” e integrante da equipe que elaborou o “Mapa de conflitos envolvendo injustiça ambiental e Saúde no Brasil” – www.conflitoambiental.icict.fiocruz.br )

Rosemeri Melo e Souza, pós-doutora em Biogeografia pela The University of Queensland (Austrália) e doutora em Desenvolvimento Sustentável pela UnB, é professora associada do Departamento de Geografia da UFS e dos programas de pós-graduação NPGEO e Prodema; autora do livro “Redes de monitoramento socioambiental e tramas da sustentabilidade” (2007) e organizadora de “Território, Planejamento e Sustentabilidade” (2009).

16h-16h20 – intervalo

16h30 às 18h – Ambientalismo, consumismo e marketing verde

Desde os anos 1990, movimentos, ONGs e redes ambientalistas têm utilizado diversas táticas de informação e comunicação para alertar sobre os dilemas socioambientais contemporâneos e sua relação com padrões de “consumo consciente e sustentável”. No entanto, é o chamado “marketing verde” e o discurso empresarial da “responsabilidade socioambiental” que vêm conquistando visibilidade midiática cada vez maior. Quais as principais barreiras que devem ser vencidas para a construção de uma nova consciência ambiental?

Coordenação: Matheus Felizola

Debatedores: 

Gino Giacomini Filho, livre-docente em Publicidade pela USP, professor e coordenador do Programa de Mestrado em Comunicação da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), onde lidera o grupo de pesquisas Novas Responsabilidades Sociais da Comunicação, e é autor do livro “Meio ambiente e consumismo” (2008).

Fátima Portilho, doutora em Ciências Sociais; professora adjunta do Programa de Pós-Graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA), da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; líder do grupo de pesquisa Sociedades e Culturas de Consumo; autora do livro “Sustentabilidade ambiental, consumo e cidadania”;  coordenadora do GT Meio Ambiente e Consumo do V Encontro Nacional da Anppas (2010).

Antônio Vital Menezes de Souza, doutor em Educação, é professor do Prodema-UFS, onde ministra a disciplina “Mídia, memória ambiental e interdisciplinaridade” e desenvolve pesquisas
interdisciplinares com ênfase no desenvolvimento regional; é líder do Grupo de Pesquisa em Tecnologias Intelectuais, Mídias e Educação Contemporânea (Seminalis).

15.abril – manhã/ tarde: Apresentação de trabalhos (horários e locais a definir)

 Informações: eica2011.ufs@gmail.com e http://licaufs.blogspot.com

Inácio apresenta projeto reajustando tabela de desconto do Imposto de Renda

138 1

O senador Inácio Arruda (PCdoB) apresentou projeto de lei propondo o reajusta dos valores da tabela de desconto mensal do Imposto de Renda na fonte e de outros valores de limites e de deduções por um percentual de 5,91%, equivalente à variação do IPCA de 2010. Segundo o projeto, a partir de 2011, quem ganhar até R$ 1.587,73, ficará isento do desconto. Até 2010, este valor de isenção era R$ 1.499,15.

Veja tabela a baixo:

“V – a partir do ano-calendário de 2011:

Base de cálculo (R$)                          Alíquota (%)              Parcela a deduzir (R$)  

Até 1.587,73                                  –                                     –

De 1.587,74 até 2.379,51            7,5                                119,08

De 2.379,52 até 3.172,72            15,0                              297,54

De 3.172,73 até 3.964,38            22,5                              535,50

Acima de 3.964,38                       27,5                              733,72

O objetivo do PL, segundo o senador comunista, é suprir uma grave omissão do Poder Executivo que até o momento não enviou nenhuma mensagem estabelecendo a correção dos valores do imposto de renda para o exercício seguinte, como fez o governo Lula em todos os anos anteriores. Por isto, o artigo 4º do PL de autoria do senador Inácio Arruda propõe, conforme ele, que, a partir do ano-calendário de 2012, este mecanismo se torne permanente, com a tabela progressiva mensal do Imposto de Renda da Pessoa Física sendo corrigida, anualmente, pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ou outro que venha a substituí-lo.”

(Com Agência Senado)

Universidades federais podem perder R$ 1 bi

“Do corte de R$ 50 bilhões no Orçamento anunciado pela equipe econômica, R$ 1 bilhão deverá vir do Ministério da Educação (MEC), dos R$ 70 bilhões autorizados inicialmente para a pasta. O MEC ainda não definiu quais dos seus programas perderão recursos, mas uma parte da conta ficará para as universidades federais. Na semana passada, o secretário de Educação Superior da pasta, Luiz Cláudio Costa, pediu a reitores que avaliassem a possibilidade de cortar 10% dos recursos para custeio – como água, luz e assistência estudantil – e 50% do dinheiro destinado a diárias e passagens.

A decisão deixou contrariado o dirigente da Universidade Federal de Brasília (UnB). Em nota divulgada na semana passada no site da universidade, o reitor em exercício, João Batista de Sousa, afirma que o valor pode comprometer as atividades da instituição. “É um valor alto, ainda mais se considerarmos que os recursos do governo já não são suficientes para manter as nossas atividades”, diz.

Apesar do corte, a pasta assegura, por outro lado, que estão garantidas as nomeações para técnicos e professores de universidades. A presidente Dilma Rousseff já assinou medida provisória permitindo a contratação de professores em caráter temporário para novas universidades ou unidades de instituições já existentes.

O MEC informou que essas vagas durarão no máximo dois anos e que ao final do período haverá concurso. O contingenciamento do Orçamento da Educação no ano passado foi maior do que o anunciado agora (cerca de R$ 2 bilhões), mas boa parte do dinheiro foi liberada ao longo do ano.”

(Folha.com)