Blog do Eliomar

Últimos posts

MEC divulga requerimento na internet para aluno prejudicado no Enem

“O Ministério da Educação admitiu no final da tarde deste sábado que soube apenas durante a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – ao abrir e distribuir as provas – que havia um erro na impressão do cartão-resposta entregue aos estudantes. Apesar de minimizar o problema, o governo não sabe quantos estudantes deixaram de ser avisados a tempo.

O MEC criou um requerimento na internet para os estudantes pedirem a correção invertida. Mas o ministério também não sabia dizer a partir de quando essa possibilidade de correção estará disponível na internet. “No decorrer da semana”, disse o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), José Joaquim Soares Neto.

Soares Neto admitiu ainda que não pode garantir que todos os 3,5 milhões de estudantes que compareceram neste sábado ao exame receberam a informação de preencher as respostas de acordo com a orientação dada de última hora pelo MEC. “Se por acaso alguma sala ou estudante não recebeu (orientação), estamos abrindo o requerimento”, afirmou.

Apesar do erro, o presidente do Inep tentou minimizar o episódio. “Nós tivemos 3,5 milhões de estudantes realizando o exame muito bem elaborado e não temos ocorrências de problemas em nenhum local. Tudo ocorreu de forma tranquila e a realização do exame foi um sucesso”, disse.”

(Agência Estado)

Lula deixa conta de R$ 50 bi para Dilma pagar em 2011

102 1

“Faltam oito semanas. No sábado 1º de janeiro, Lula vai passar a Dilma Rousseff a faixa presidencial junto com uma conta bilionária a ser paga no primeiro ano do novo governo. A dimensão exata dessa fatura somente será conhecida em janeiro. Mas sabe-se, por exemplo, que, se o presidente decidisse não gastar mais um único centavo em novos projetos a partir desta segunda-feira – o que é absolutamente improvável -, deixaria uma herança de R$ 50,7 bilhões em débitos a pagar no Orçamento de 2011, apenas por obras e serviços já encomendados (construção de habitações, barragens, postos de saúde, manutenção de estradas, etc).

Esse valor das contas federais penduradas até a semana passada já é maior que a soma dos investimentos em obras (R$ 43 bilhões) no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) previstos para o ano que vem. Representa o resultado de uma opção na execução do Orçamento público, feita por Lula em parceria com Dilma, que conduziu o PAC quando chefiava a Casa Civil. É, principalmente, a moldura do retrato de um governo prisioneiro da expansão de uma grande máquina burocrática, que ele mesmo consolidou.”

(O Globo)

Gota d'água – O velho carro-pipa volta a abastecer 79 municípios cearenses

“Açudes secos, cisternas com pouca água, famílias tendo que racionar o quanto podem a água que vão buscar a quilômetros de distância de casa. É a situação de municípios dos sertões cearenses, como em Saboeiro, no Sertão dos Inhamuns. Muitas famílias que vivem na zona rural não dispõem de cisterna para guardar a água e têm de acumular em baldes de 200 litros.
O secretário de agricultura do município Raimundo Nonato Martins calcula que 60% da população rural não tem água para beber e apenas dois carros-pipas atendem às famílias dos sítios e distritos quando, no mínimo, são necessários cinco carros. Ele diz que pelo menos 60 comunidades, em média com 20 famílias cada, estão sem água para beber.

E é para atender municípios que precisam de maior atendimento dos carros-pipa como Saboeiro, que a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil aguarda para esta semana, recursos no valor de cerca de R$ 10 milhões que serão enviados pela Secretaria Nacional da Defesa Civil. Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil do Estado, coronel João Vasconcelos, o dinheiro foi solicitado pelo governo do Estado em outubro passado para atender aos 79 municípios que se encontram em situação de emergência.
A decretação da emergência por causa da estiagem deste ano ocorreu no último dia 29 de outubro. O decreto, publicado naquela data no Diário Oficial do Estado, cita como influência da escassez de chuvas, o fenômeno “El Niño” que causa irregularidades no período chuvoso (fevereiro a maio). O coronel João Vasconcelos disse que, logo que cheguem os recursos, vão ser repassados para os gestores municipais para que ampliem o número de carros-pipa onde há mais necessidade.

Quem está aguardando ansiosa por essa decisão é a aposentada Rosa Amélia de Oliveira, que mora em Tauá, o maior município do Sertão dos Inhamuns. Segundo ela, em sua casa estão tendo de comprar água dos carroceiros porque não são beneficiados por carros-pipa. “O que está sendo vivenciado aqui em Tauá, é o que aconteceu em 1958, uma seca danada. Ela diz que até as escolas estão sendo prejudicadas. “Meus netos estão deixando de ir pra escola porque, com a falta d´água, não tem como fazer a merenda escolar”, informou. (Colaborou Amaury Alencar)

LISTA DAS CIDADES
MUNICÍPIOS EM SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

Acarape, Acaraú, Alcântaras, Altaneira, Amontada, Apuiarés, Aracoiaba, Ararendá, Aratuba, Aurora, Baturité, Barroquinha, Baixio, Bela Cruz, Cariré, Caririaçu, Cariús, Carnaubal, Cedro, Chaval, Chorozinho, Crato, Croatá, Ererê, Farias Brito, Fortim, Frecheirinha, General Sampaio, Graça, Granja, Granjeiro, Groaíras, Icó, Iguatu, Ipaporanga, Ipaumirim, Ipu, Ipueiras, Itapipoca, Itarema, Jati, Maranguape, Marco, Martinópole, Massapê, Meruoca, Miraíma,
Missão Velha, Monsenhor Tabosa, Moraújo, Mulungu, Nova Russas, Novo Oriente, Orós, Pacajus, Palmácia, Paracuru, Parambu, Penaforte, Pereiro, Pindoretama, Poranga, Potengi, Quixelô, Quixeré, Redenção, S. do Acaraú, São Luis do Curu, Senador Pompeu, Senador Sá, Sobral, Solonópole, Tarrafas, Trairi, Umari, Uruburetama, Uruoca, Varjota e Viçosa do Ceará.”

(O POVO)

Construtoras ajudaram a eleger 54% dos congressistas

“As empreiteiras mais que triplicaram o volume de doações para os políticos que se elegeram para o Congresso neste ano em relação a 2006. Dos congressistas eleitos, 54% receberam recursos das construtoras em 2010, um total de R$ 99,3 milhões, informa reportagem de Silvio Navarro e Breno Costa, publicada neste domingo pela Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL).

Levantamento feito pela Folha nas prestações de contas disponíveis no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) mostra que 306 congressistas que assumirão mandatos em fevereiro (264 deputados e 42 senadores) receberam contribuições de construtoras.

Há quatro anos, as empreiteiras declararam ter doado R$ 32,6 milhões (valores corrigidos pela inflação). A conta tem apenas uma ressalva: este ano foram disputadas 27 vagas a mais no Senado do que em 2006, quando foi eleito apenas um senador para cada Estado.

As empreiteiras superaram com folga outros tradicionais doadores, como bancos, mineradoras e empresas ligadas ao agronegócio.”

(Folha)

Equipe da Policia Ambiental faz prisões e apreende armas

Equipe do Comando de Policiamento Ambiental do Estado prendeu, nesta madrugada de domingo, dois indivíduos que, numa motocicleta e circulando na contramão, efetuaram disparos de arma de fogo – pistola 7,65, contra um bar situado na avenida Raul Barbosa. Eles, no entanto, acabaram preso após cerco policial. Portavam ainda 12 cartuchos, informou o sargento PM Freitas.

Em seguida, no caminho para a delegacia de plantão (30 DP – São Cristóvão), na altura do bairro Castelão, a CPMA prendeu mais um indivíduo que, segundo testemunhas, estava com um revólver fazendo ameças.

Sérgio Novais faz revisão de cirurgia e diagnóstico é positivo

119 3

Recupera-se bem em Fortaleza o ex-presidente da Companhia Docas do Ceará, o ex-deputado federal Sérgio Novais (PSB). Nesta semana, ele se submeteu a uma revisão de cirurgia cardíaca a que foi submetido em São Paulo e os resultados foram positivos.

Sérgio Novais só não fala em voltar tão cedo ao cenário político. Mas não deixou de comemorar, sem excessos, com os amigos a reeleição do deputado federal Ariosto Holanda e de sua irmã, a vereadora Eliane Novais (PSB), que conquistou mandato de deputada estadual.

Quer vinho? Venha…

228 1

Fortaleza receberá, nesta semana, a maior prova de vinhos da região Nordeste. Trata-se do WOW – Wines of the World, evento, que depois de passar por Recife (PE) e João Pessoa (PB), chega à capital cearense. Na ocasião, serão degustados mais de 100 rótulos de vinhos de 36 vinícolas oriundas de países como Portugal, Argentina, Chile, Itália e França (Não Tem). Vamos ter Espanha.

O encontro é destinado a enólogos, produtores e diretores comerciais de vinícolas e  donos de restaurantes de Fortaleza, além de apreciadores de bons vinhos. Durante a degustação, famosos produtores como Herdade dos Grous (Portugal), Herdade do Esporão (Portugal), Bacalhôa (Portugal), Bodegas Muga (Espanha), Ruffino (Itália), Viña Tarapacá (Chile) e Alta Vista (Argentina), entre outros, apresentarão suas bebidas.

Excelentes vinhos serão degustados como Quinta da Garrida Dão (tinto) safra 2006, Muga Reserva Selección Especial (tinto) 2004, Muga Reserva (tinto) 2004, Emilio Moro (tinto) 2005, Pian di Nova IGT Il Borro (tinto) 2006, Viña Mar Reserva Especial Pinot Noir (tinto) 2007, Terroir Selection (tinto) 2007 e Atemporal Blend (tinto) 2007. Para a apreciação ser completa, o enólogo mais premiado de Portugal, Luís Duarte, o único a ganhar duas vezes o prêmio de “enólogo do ano” pela Revista de Vinhos de Portugal estará presente no WOW.

(Com a Assessoria de Imprensa do Evento)

Delfim Netto: "A ajuda da economia mundial terminou"

“O professor Antônio Delfim Netto, que aos 82 anos já viu quase tudo, está otimista em relação ao Brasil. Ele conhece pessoalmente a presidente eleita, Dilma Rousseff, faz elogios rasgados a sua inteligência e afirma que ela está consciente dos desafios econômicos que se colocam diante do futuro governo: continuar a crescer sem o vento de popa que insuflou os anos da era Lula.

O cenário internacional mudou, diz o ex-ministro. O Brasil, que emergiu da crise quase intacto, mas carregando “pequenos desvios da política fiscal”, precisa conter os gastos e reduzir a dívida pública para permitir que a taxa de juro caia, o câmbio se reequilibre e o país cresça com as forças de seu mercado interno. “Lula e Dilma sabem que o equilíbrio fiscal é fundamental”, afirma Delfim.

(Revista Época)

Suplentes de senador doaram R$ 3 milhões durante a campanha eleitoral

183 1

“Escalados para substituir os senadores em caso de licença, renúncia ou morte, os suplentes dos eleitos em outubro já entraram em campo. Um em cada três dos senadores recém-eleitos declarou à Justiça eleitoral ter recebido recursos de seus suplentes ao longo da campanha.

Levantamento feito pelo Congresso em Foco na página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revela que 19 suplentes doaram R$ 3 milhões a 16 senadores, seja em nome pessoal ou de empresas que constam de suas relações de bens. A ajuda dos suplentes corresponde a 5% de todo o montante arrecadado por esse grupo de senadores.  As contribuições variam de simbólicos R$ 500 a quase R$ 900 mil.

A maior doação foi registrada pelo empresário Raimundo Lira (PMDB), primeiro suplente do senador eleito Vital do Rego Filho (PMDB-PB). No final do mandato de deputado, Vitalzinho, como é mais conhecido, recebeu R$ 870 mil de Lira, que foi senador entre 1987 e 1995. A contribuição do suplente equivale a quase um terço dos R$ 3 milhões arrecadados pelo senador eleito.

A colaboração financeira do suplente também foi importante para a campanha do senador eleito Roberto Requião (PMDB-PR). Requião declarou à Justiça eleitoral ter recebido R$ 857 mil do empresário Francisco Simeão Rodrigues Neto (PMDB), o Chico Simeão, seu primeiro suplente e bem-sucedido empresário do ramo de pneus recauchutados. O ex-governador paranaense também informou ter arrecadado R$ 3 milhões. 

A terceira maior doação de suplente foi dada ao senador Demóstenes Torres (DEM-GO). O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado recebeu R$ 700 mil do empresário Wilder Morais (DEM), por meio de sua empresa, a Orca Construtora e Concretos Ltda. A colaboração financeira do suplente teve menos impacto na arrecadação geral do senador goiano. Com R$ 9 milhões arrecadados, Demóstenes teve a quinta campanha mais cara entre todos os 54 senadores eleitos em outubro.

As maiores contribuições dos suplentes
(clique para ver detalhes)

Veja aqui todas as doações feitas por suplentes aos senadores eleitos

Procurados pelo Congresso em Foco, dois dos três senadores disseram que não combinaram com os suplentes a doação de qualquer recurso para a campanha. Segundo eles, o critério utilizado foi o bom desempenho dos colegas no meio empresarial e político e o preparo deles para o eventual exercício do mandato no Senado. A assessoria de Roberto Requião disse que ele estava viajando e, por isso, não poderia retornar o contato da reportagem.”

(Congresso em Foco)

NO CEARÁ

Dos suplentes de senador eleitos no Ceará apenas um é empresário: Miguel Dias, dono do Gryupo Cidade de Comunicação entre outros empreendimentos. Ele é o segundo suplente de Eunício Oliveira (PMDB), que tem como primeiro suplente o coordenador político da prefeita Luizianne Lins, Waldemir Catanho.

Já os suplentes do senador eleito José Pimentel são o ex-deputado federal Sérgio Novais, que é o presidente do PSB de Fortaleza, e Luís Carlos Paes, sindicalista.

Papai Noel chega neste sábado ao Benfica

A partir as 18 horas deste sábado, o Papai Noel vai chegar ao Shopping Benfica, em Fortaleza. Haverá festa e apresentação de banda e coral. O evento abre a temporada natalina do shopping, que promete uma série de promoções.

A tradição da “Árvore do Bem”, onde há uma árvore fincada em ponto desse polo de compras com cartinhas de pedidos feitas por crianças de entidades filantrópicas, está mantida.

Para a preconceituosa Mayara

153 3

Eis artigo intitulado “Para Mayara, Separatistas e aos Anti-nordestinos obtusos. É da lavra do memorialista Luiz Edgard Cartaxo de Arruda Junior (cartaxoarrudajr@gmail.com), numa resposta àqueles que têm preconceito com o povo do Nordeste. Confira:

Cara Mayara e demais “sudestinos”, queria um favor de vocês: revejam o mapa do Brasil, reolhem, mas com uma outra leitura, isto é, a leitura verdadeira; percebam a forma e o delineamento do mapa do nosso território, o Sul do Brasil é estreitinho, é bem estreitinho e mais é curto, é bem curtinho, quase não existe. A grandeza do Brasil, sua expansão, seu volume estão na região norte do país.

E por que é assim? Porque o Nordeste nunca se deixou atar pelo Tratado de Tordesilhas. Impulsionadas pelo Sol, as bandeiras cearenses desbravavam o inferno verde; aquilo não tem nada a ver com os doces pampas gaúchos. No processo colonizador essa raça de cabeça chata,( a
raça de ouro fruto dos náufragos sobreviventes dos descendentes do continente de Atlântida que aportaram nesta esquina do mundo) estava marchando em busca de construir o El Dourado do Equador, a república de dois oceanos com o Atlântico e o Pacífico, como acontece a todos os
grandes das Américas: Canadá, EUA, México…

Por que o Brasil não tem os dois oceanos? É por causa da frouxidão dos “sudestinos”, que deixaram as forças de Solano Lopes ocuparem as terras brasileiras até o Mato Grosso.
Era demais! Tivemos de suspender a expansão e ocupação no Norte do continente para garantir a integridade nacional descer até o centro do Brasil e expulsar as forças invasoras paraguaias; descemos, ocupamos o sul e em seguida invadimos o Paraguai, ocupando todo o país; matamos
todos os brancos, a prova é que, até hoje, a língua de lá é o guarani; esse genocídio é segredo de Estado.

Entretanto, depois dessa carnificina, deixando o Paraguai de mão beijada para o Sul, eles não mantiveram a ocupação do Paraguai, o qual deixou de novo de ser uma província brasileira, como era o Uruguai e toda a Cisplatina, terras que chegava a 200 léguas de Buenos Aires; eles perderam tudo, não recuperaram nada. O pior de tudo é que essa omissão nos impediu de
conquistar o Pacífico. É a verdade histórica fruto da falta de garra dos sulistas que nunca lutaram para expandir o Brasil, fizeram a Farropilha guerra de oligarquias esfarrapadas que nunca passaram de brincadeiras de pau de fitas arremedo fajuto de combates entre cavaleiros nobres medievais por moças prendadas.

Mayara e demais “sudestinos”, peguem um compasso e o abram do extremo norte do Brasil até o Paraguai. Tirem a ponta do Paraguai e levem até o extremo norte, vocês vão ter uma ideia de quão grande poderia ser o Brasil! Se vocês tivessem aquilo roxo para manter as nossas fronteiras
no sul, nós nordestinos estaríamos levando o Brasil para lá do arquipélago de Galápagos. É essa a verdade concreta que vocês “sudestinos” têm de engolir e não venham com essa história de que quem comandou o exército nordestino na guerra contra a Bolívia foi um gaúcho; é verdade e é verdade também que é por isso que o Acre é o menor estado da região Norte.

Vocês querem falar de infraestrutura econômica? Pois bem, vamos falar da infraestrutura econômica do Sul, que tem como pedra basilar a carne, especificamente o charque — a chamada carne do sul, que não passa mesmo, na verdade, da carne do ceará, a nossa carne do sol, herança dos índios tapebas, que faziam o mesmo processo com a carne das avoantes. Um dia, o cearense José de Ribamar juntou a família e o gado e tangido pelo sol marchou até o Rio Grande do Sul, fez uma cidade que vivia do seu trabalho de fazer carne do ceará. Um dia, uma enchente grande chamou a saudade, e ele pegou a família e voltou para o Ceará. A gente sempre volta. A cidade depois mudou do negócio da carne do ceará, hoje vive de outro negócio e chama-se Pelotas. E o
sério Jose de Ribamar não tem nada com isso.

A importância do nordestino brasileiro na história da Grande Guerra mundial é maior que a de toda a FEB junta: houve uma participação nossa que não só estava na Itália mas também em todas as frentes de batalha contra o eixo nazi-nipo-facista, morreram, nesse outro campo
de batalha, mais nordestinos que todos os integrantes da FEB abatidos na Itália; foi a guerra pela conquista da borracha na Amazônia que movia os pneus de todas as forças aliadas na luta vitoriosa contra o Eixo criado por Hitler.

A participação dos nordestinos está concretamente na construção de uma das maiores cidade do mundo, São Paulo, que não passa, de fato, do maior bairro de Maranguape. Para terminar, o mais importante, a maior contribuição de fato que os nordestinos deram, dão e vão continuar a dar é para com a explosão demográfica. Sabe, Mayara e anti nordestinos é que a gente gosta. Vou
lhe contar minha teoria secreta: a gente gosta tanto de fazer cearense que, se um quinto de nós sobrevivesse à seca, teria mais cearense neste planeta que japonês.

Portanto, vocês tomem muito cuidado antes de afogar um cearense, pode ser que estejam matando um parente! Por outro lado enquanto eles estão pensado em separação, eu ando
pensando é em conseguir o Pacifico para o Brasil. Aliais não só o Pacifico mas também e assim como mar para a Bolívia e Paraguai. Por que não também? Estão redesenhando com muito sangue inútil o mapa da velha Europa. O Brasil poderia fazer proposta para que justiças territoriais aconteçam na América Latina. Eles retalharam no milênio passado todas
as sagradas areias do oriente médio ao extremo oriente delimitando fronteiras à povos nômades. Fizeram na África também.

Foi o Rei Leopoldo da Bélgica que na certa nunca viu um camelo ou um elefante e que com uma régua entre um uísque e um chá, trocando um pelo outro, traçou as fronteiras dos países do novo mundo e do velho oriente: dividir mal para governar sempre. Porque a Guerra no Kuait? Por que sua costa marítima é 70 vezes maior que a do Iraque que é
territorialmente 80 vezes maior que o Kuait. É só isso. A gente pode dar um exemplo aqui de fazer isso com paz. Na biblioteca particular da presidência da republica de Luiz Inácio Lula da Silva esta ideia esta postada por mim há mais de 6 anos e. sem duvida. não dorme em gaveta. Agora é hora de reacender esta chama com ênfase. A bola esta agora também com a Dilma.

Luiz Edgard Cartaxo de Arruda

Memorialista.

Ministério Público quer modernização já

“Chegou a hora de o Ministério Público se modernizar, com investimentos em informática, controle de qualidade do trabalho de seus integrantes, transparência, troca de informações entre as suas instâncias. A conclusão se deu em debates durante o XXVII Encontro Nacional dos Procuradores da República, que aconteceu esta semana na Praia do Forte (BA). O compromisso foi registrado na Carta de Salvador.

Os participantes do encontro assinalaram que é urgente o aprimoramento de instrumentos de avaliação de suas atividades, “com especial ênfase na obtenção de visibilidade das atividades judiciais e extrajudiciais proativas dos membros do MPF”.

Sugeriram ainda a criação de uma Ouvidoria, como previu a Emenda de Reforma do Judiciário, e a realização periódica de correições e inspeções em todas as suas unidades.

Para facilitar o trabalho e torná-lo acessível, defenderam que é preciso dar acesso público, através da internet, ao banco de pareceres, peças e demais manifestações ministeriais (“inclusive com sistema push”).

Reafirmaram que as decisões e normas administrativas são vinculantes e pediram a elaboração de um planejamento estratégico: “o cumprimento das metas e prioridades ali fixadas é fundamental para a missão constitucional do Ministério Público”.

(Consultor Jurídico)

Entidades médicas em pé de guerra contra a Sefaz

O Conselho Regional de Medicina e o Sindicato dos Médicos do Ceará iniciam, na próxima semana, campanha contra decisão da Secretaria da Fazenda do Estado de reduzir a alíquota das bebidas de 33% para 7%. A Sefaz alega que a medida proporcionará mais R$ 35 milhões por ano na arrecadação estadual.

Entidades médicas veem a medida como faca de dois gumes: o Estado vai arrecadar e acabar gastando mais ainda na rede hospitalar, onde aportarão mais vítimas da violência urbana resultantes da ingerência de bebida alcoólica.

“Isso é um contrasenso. No mundo todo, a luta é para dificultar a venda de bebidas. Os hospitais estão superlotados de gente vítima de agressões por causa da bebida ou de acidentes de trânsito provocados por quem não respeita a Lei Seca. É um absurdo”, acentua o presidente do Sindicato dos Médicos do Estado, José Maria Pontes. A ordem é ocupar a mídia.

Supermercados de Fortaleza apostam num Feliz Natal

A Associação Cearense de Supermercados (Acesu) espera um crescimento de vendas durante o Natal na ordem de 10% a 20%. Otimista, o presidente da Acesu, Aníbal Feijó (foto) , diz que bebidas, cestas, frios, chester, peru e panetone despontam como os puxadores das vendas.

Os supermercados de Fortaleza, inclusive, prometem muitas promoções para aquecer mais ainda as vendas. Ano passado, o segmento obteve incremento de 12%, o que já foi motivo  de muita festa, segundo Feijó.

Aécio quer presidir o Senado

“O senador eleito Aécio Neves (PSDB-MG) iniciou uma articulação para assumir a presidência do Senado. Em troca, ele apoiaria os parceiros na conquista da liderança da Câmara Federal. A operação para levar Aécio ao cargo une PSDB, DEM e PSS. Além dos dois partidos, nomes do PSB e do PP também devem colaborar. Com a adesão destes partidos, a oposição liderada por Aécio espera alcançar 32 senadores. Mesmo número de senadores da base governista formada por PT e PMDB, que somam juntos 32 cadeiras no Senado.

Para chegar ao cargo, o senador mineiro aposta na imagem de renovação. Os recentes escândalos provocados pelo pagamento exagerado de benefícios e pelo uso frequente de atos secretos para conceder vantagens seriam usados por Aécio como justificativa na troca de comando.”

(Agência Estado)