Blog do Eliomar

Últimos posts

Projetos da bancada feminina ganham mais espaço no Congresso Nacional

A semana no Congresso Nacional foi marcada por um esforço de Câmara e Senado para votar projetos da chamada pauta feminina, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado na última quinta-feira (8).

Apesar da aprovação de leis voltadas para garantir mais segurança para as mulheres, ainda é necessário avançar na aplicação efetiva da legislação, disse a assessora técnica da Organização Não Governamental Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea), Masra de Abreu.

“Atualmente, vemos que têm aumentado os casos de violência contra a mulher, mas os equipamentos públicos têm funcionado cada vez menos. Aprovam as leis, mas, [elas] não têm efetividade na prática. Essas votações da semana da mulher surgem como se tivessem respondendo a um pedido da sociedade, mas elas não conseguem entrar na vida prática”, afirmou.

Para Masra, é necessário que haja um debate mais profundo com a instituição de um fundo de combate à violência contra a mulher para garantir recursos na implementação de políticas públicas.

O projeto que torna crime a divulgação de cenas da intimidade sexual e a chamada vingança pornográfica foi aprovado de modo simbólico pela unanimidade dos presentes na sessão, assim como o que trata do descumprimento de medidas protetivas.

O objetivo da proposta é reconhecer que a violação da intimidade da mulher consiste em uma das formas de violência doméstica e familiar. Segundo a matéria, estão sujeitas à reclusão de dois a quatro anos as pessoas que oferecerem, trocarem, distribuírem ou exibirem – por qualquer meio audiovisual – conteúdos com cena de nudez ou ato sexual de caráter íntimo sem a autorização dos participantes.

Outro projeto aprovado pelo Senado inclui na legislação de crimes interestaduais ou internacionais a prerrogativa da Polícia Federal para apurar infrações relacionadas ao tema. Ao propor o projeto, a deputada federal Luizianne Lins (PT-CE) argumentou que as polícias estaduais não têm condições materiais para coibir e investigar crimes cometidos na internet.

DETALHE – No texto original, a Agência Brasil apontou Luizianne Lins como senadora. Vai que a Lôra pega corda…

(Agência Brasil)

Chacina do Benfica – Camilo Santana avalia o caso e marca novo encontro para esta segunda-feira

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), reuniu, nesse sábado, 10, membros do governo e do Judiciário para avaliar, definir ações e traçar planos objetivando dar celeridade às investigações sobre a chacina do Benfica, que vitimou sete pessoas na ultima sexta-feira, 9. O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), e o presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (PDT), participaram do encontro n Palácio da Abolição.

Camilo convocou toda a cúpula de segurança e determinou reforço imediato nas ações ostensivas e preventivas na Capital e Região Metropolitana, além de aumentar número das equipes de investigação para que os envolvidos no massacre sejam identificados e presos “o mais rápido possível”.

Ele ainda conversou com membros do judiciário e do Ministério Público para definir ações conjuntas. Na próxima segunda-feira, 12, uma nova reunião deve acontecer com representantes dos três poderes e diretores dos clubes Ceará e Fortaleza para discutir questões que envolvem torcidas organizadas. O MPCE pediu a extinção das torcidas organizadas.

(Com O POVO Online)

Dia Mundial de Combate ao Sedentarismo alerta para importância de exercícios

Você se exercita? Com qual frequência? Faz exames regularmente para saber se a sua saúde está boa ou se índices e taxas, como nível de gordura no sangue, estão dentro dos patamares aceitáveis? Essas preocupações, infelizmente, não fazem parte do cotidiano de milhões de brasileiros, que ainda não se movem, literalmente, em busca de uma vida mais saudável.

Para alertar pessoas, organizações e governos sobre esse problema, hoje (10) é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Sedentarismo. A data foi criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para colocar em pauta a importância de práticas saudáveis, como atividades físicas e alimentação adequada.

O sedentarismo está associado a doenças crônicas como o infarto, a hipertensão e a diabetes. Ele tem como resultado direto o aumento do sobrepeso e da obesidade, hoje problemas crescentes no país.

Segundo o último levantamento, por telefone, do Ministério da Saúde, o Vigitel, realizado em 2016, a obesidade era uma condição para 18,9% da população, quase 10 pontos percentuais acima do índice registrado dez anos antes (11%). O sobrepeso atingia 53,8% dos entrevistados. No mesmo período, de 2006 a 2016, o diagnóstico de diabetes passou de 5,5% para 8,9% e o de hipertensão foi de 22,5% para 25,7%.

O levantamento do Ministério da Saúde também revelou que 62% dos entrevistados não praticavam esportes. Apenas 37,6% das pessoas estavam envolvidas com alguma modalidade. Entre esses, a ocorrência era maior em homens (46,6%) do que em mulheres (29,9%). O sedentarismo também aparecia mais entre os mais jovens: em moças e rapazes de 18 a 24 anos o índice subia para 52,2%, enquanto entre aqueles com 65 anos ou mais ele caía para 22,3%.

De acordo com a médica e integrante do conselho federal da categoria (CFM) Rosylane Rocha, a prática de atividade física traz diversos benefícios à saúde; favorece a normalização dos níveis de colesterol, triglicerídeos e glicemia; previne doenças cardiovasculares e mitiga a evolução da osteoporose. Além disso, também libera endorfinas e faz com que o indivíduo se sinta com mais energia para as atividades diárias e de trabalho, bem como melhora a qualidade do sono e o próprio humor.

(Agência Brasil)

Chacina do Benfica – Servidores do IFCE divulgam nota de solidariedade e cobram respostas

Em nota enviada ao Blog, o Sindicato dos Servidores do IFCE critica o “discurso fácil” e aponta que “nem tudo está sob controle”. Confira:

O Sindicato dos Servidores do IFCE manifesta profundo pesar e forte indignação pelos crimes cometidos na noite dessa sexta-feira (9), no bairro do Benfica, onde se localiza o Campus Fortaleza do Instituto.

Até o momento são sete vítimas fatais confirmadas. Longe de serem apenas mais números nas estatísticas impressionantes da violência em Fortaleza, que supera muitos cenários de guerra declarada, são sete pessoas que deixam de existir. Sete famílias desestabilizadas para sempre. Sete motivos para um trauma que atinge toda a comunidade acadêmica do IFCE. Sete marcas indeleveis nos corações de todos que sonham e lutam pela educação, pelo direito a cidade, pela liberdade de ir e vir, pela construção de uma sociedade mais humanizada e menos desigual.

Os servidores e as servidoras do IFCE manifestam sua solidariedade com familiares, amigos, colegas das vítimas e com todo o povo de Fortaleza, cidade em que, definitivamente, nem tudo está sob controle. Que venham respostas para além dos discursos fáceis e ações para além da repressão policial aos negros, pobres e da periferia. Que realmente se deem oportunidades aos jovens, com educação, cultura, saúde, trabalho, integração social. Com mais uma chacina, em mais um bairro, a cidade convulsiona, dia a dia. A se perguntar até quando.

Com gol nos acréscimos, Ceará assume liderança na Copa do Nordeste

O Ceará venceu o Sampaio Corrêa, pela Copa do Nordeste, na tarde deste sábado (10), por 2 a 1, com gol nos acréscimos do segundo tempo. Com o resultado, o Vozão assumiu a liderança do Grupo D, com 9 pontos em quatro jogos, e praticamente garantiu classificação para a próxima fase da competição.

Antes mesmo do primeiro minuto de partida, o Ceará foi surpreendido pelos maranhenses, com gol de William, ex-atacante do Fortaleza. O Ceará só reagiu aos 31 minutos, com Andrigo, em chute de longa distância. A vitória ocorreu nos acréscimos, novamente com Andrigo, em chute cruzado.

Mesmo com a derrota, o Sampaio segue na vice-liderança, com 7 pontos. Salgueiro (1 ponto) e CSA (2 pontos) completam a rodada. No dia 20 próximo, o Ceará volta a campo contra o CSA, em Maceió.

O outro representante cearense na Copa do Nordeste, o Ferroviário, vai empatando sem gols com o Globo, em Natal.
Com o resultado, o time coral segue na lanterna do Grupo B.

Pelo Campeonato Cearense, o Floresta venceu fora de casa a equipe do Iguatu, por 2 a 0, e assumiu a terceira colocação na tabela de classificação.

(Foto: Reprodução)

Justiça impede investigados da BRF de frequentar frigoríficos

Após o fim da prisão temporária de executivos da BRF Brasil, o juiz federal André Wasilewski Duszczak, da 1ª Vara Federal de Ponta Grossa, no Paraná, determinou o afastamento de cinco investigados da Operação Trapaça de suas atividades profissionais na empresa. De acordo com a decisão, os funcionários e um ex-vice-presidente da BRF não podem frequentar as unidades frigoríficas nem laboratoriais para que não cometam novas infrações penais.

Deflagrada na última segunda-feira (5), a 3ª fase da Operação Carne Fraca, que tinha como alvo a BRF, investiga crimes supostamente praticados por laboratórios que tinham como objetivo burlar a fiscalização do Ministério da Agricultura.

A Justiça Federal determinou as medidas cautelares aos investigados após solicitação do Ministério Público Federal em Ponta Grossa (PR).

A preocupação dos procuradores é que os investigados, uma vez soltos, possam atrapalhar o andamento das investigações e continuar promovendo as “graves fraudes que, em tese, vinham cometendo”. Caso não cumpram as medidas, o magistrado poderá decretar a prisão preventiva dos investigados.

A BRF é uma das maiores empresas de alimentos do mundo, dona das marcas Sadia, Perdigão e Qualy. Ontem, o ex-presidente global do grupo, Pedro de Andrade Faria, foi solto pela Polícia Federal.

A empresa é investigada por fraudar resultados de análises laboratoriais relacionados à contaminação pela bactéria Salmonella pullorum. As fraudes foram constatadas entre 2012 e 2015. Onze pessoas tiveram mandado de prisão decretado, entre elas, ex-executivos do grupo.

Após a operação, a BRF informou que “a companhia segue as normas e regulamentos brasileiros e internacionais referentes à produção e comercialização de seus produtos”.

(Agência Brasil)

Prefeitura apresenta metas no reforço ao combate à violência

552 1

A Prefeitura de Fortaleza esclarece que, após encontro no Governo do Estado, na tarde deste sábado(10), o prefeito Roberto Claudio reuniu membros da sua equipe de governo e já mobilizou profissionais e todos os recursos e equipamentos do Município para garantir ações em três eixos (algumas já em andamento). Confira:

1) Reforçar a assistência aos feridos, por meio da Secretaria da Saúde e do IJF;

2) Assistência psicossocial às famílias das vítimas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos;

3) Mobilização de efetivo adicional da guarda municipal e AMC para ações em parceria com os órgãos de segurança do Estado;

4) Alinhamento dos esforços municipais às ações do Governo do Estado por meio de ações de fiscalização urbana.

I Semana da Pessoa com Deficiência está com inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para a I Semana dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Universidade Federal do Ceará (UFC). O evento ocorre entre os dias 14 e 16 de março, na Faculdade de Direito e na Faculdade de Educação da UFC. O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio dos Centros de Apoio Operacional da Cidadania e da Infância e Juventude (CAOCidadania e CAOPIJ), apoia o evento.

O evento será aberto no dia 14, às 18 horas, com a palestra “Capacidade, justiça e deficiência”, a ser proferida na Faculdade de Direito pelas professoras Ana Paula Forhrmann, do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e Joyceane Menezes, do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade de Fortaleza (Unifor).

No dia 15, às 18 horas, na Faculdade de Direito, o tema “A dialética da inclusão/exclusão na educação, no trabalho e na sociedade” será discutido pelas professoras Geny Lustosa, coordenadora do grupo Pró-Inclusão: Pesquisa e Estudos sobre Educação Inclusiva, Práticas Pedagógicas e Formação de Professores, da Faculdade de Educação da UFC; Raquel Freitas, coordenadora dos projetos Nudi-Jus e Direito das Minorias e Fortalecimento de Cidadanias da UFC; e Beatriz Xavier, coordenadora do Grupo de Estudos Aplicados em Direitos das Pessoas com Deficiência (Árvore-Ser) e do Núcleo de Práticas Jurídicas da UFC.

Encerrando a programação do evento, no dia 16, às 8 horas, na Faculdade de Educação, o debate será sobre “Aprendendo na convivência: o mito do igual e do diferente”. Participarão da discussão a promotora de Justiça Elizabeth Almeida, coordenadora auxiliar do CAOPIJ e titular da 16ª Promotoria Cível do Núcleo de Defesa da Educação e as Profª Drªs Rita Vieira, coordenadora pedagógica do Curso de Formação de Professores em Atendimento Educacional Especializado, da Faculdade de Educação da UFC, e Claudiana Melo, professora da UFC com doutorado em Educação.

O evento é uma realização do Grupo de Direito das Minorias e Fortalecimento de Cidadanias e do Árvore-Ser, da Faculdade de Direito da UFC, e do Pró-Inclusão: Pesquisas e Estudos sobre Educação Especial e Inclusiva, Práticas Pedagógicas e Formação de Professores, da Faculdade de Educação da UFC. Mais informações podem ser obtidas na página do evento no Facebook ou pelo e-mail semanadireitopcdufc@gmail.com

(UFC)

Michel Temer quer saída dos ministros candidatos ainda neste mês

O presidente Michel Temer reforçou a cobrança aos ministros que devem disputar as eleições. O emedebista está informando aos ministros políticos: gostaria de substituir até o final de março todos os que pretendem concorrer.
O prazo de desincompatibilização é 7 de abril, mas Temer não quer deixar tudo para a última hora.

A substituição (ou não) do ministro da Fazenda é o grande problema. Cresce no Planalto a avaliação de que ele deixará mesmo o cargo para tentar se candidatar a presidente. Não se sabe ainda por qual partido.
Não há definição quanto ao eventual substituto de Meirelles. Se ele for para o MDB, não tem garantia da candidatura, mas poderá influir na sua sucessão.

O presidente gostaria mesmo é que o ministro da Fazenda permanecesse no cargo. A bola está com Meirelles.

(Site Poder 360)

Informação unida contra o crime

Editorial do O POVO deste sábado (10) ressalta a escolha do Ceará para sediar o primeiro Centro Regional de Inteligência Integrado, essencial para mapear os passos dos criminosos. Confira:

O Ceará acaba de ser brindado com o anúncio de que foi escolhido para sediar o primeiro Centro Regional de Inteligência Integrado permanente do País para combater o crime organizado. O comunicado oficial foi feito pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, em atendimento ao pedido formulado por nove governadores do Nordeste, tendo como justificativa a posição geográfica estratégica do Estado na rota do tráfico de drogas internacional.

Aliás, a notícia encontra o Ceará ainda abalado pela execução sumária de três mulheres, executadas com requintes de perversidade por supostos membros de uma facção supostamente integrante do crime organizado local. Os assassinatos causam grande clamor público e pressionam em favor da punição rigorosa dos culpados.

Qualquer estratégia de combate ao crime organizado tem como pressuposto básico as ações de inteligência. A informação é essencial para mapear os passos dos criminosos e possibilitar o desbaratamento das quadrilhas antes que se tornem quistos inextirpáveis. E para evitar superposições e dispersões de esforços e recursos é preciso centralizar os serviços de inteligência das polícias militares e civis estaduais, Polícia Federal e de cada corporação das Forças Armadas para enfrentar o desafio de um antagonista perigoso e bem articulado. Para tanto, não se partirá do nada, pois já existe um cabedal de experiências resultantes dos centros integrados provisórios, montados durante eventos de peso, como a Copa do Mundo, Olimpíadas e fóruns internacionais do meio ambiente.

Evidentemente, é preciso que a própria sociedade civil possa participar desses esforços, a partir dos estudos promovidos por seus centros acadêmicos não só para agregar maior rigor científico, mas ajudar no controle social desse instrumento. Essa é uma exigência natural da democracia para que os objetivos perseguidos não se desvirtuem eventualmente, como é suscetível (mas não imperativo) de acontecer quando se monopolizam informações.

O Ceará sente-se gratificado por situar em seu território um sistema operacional dessa envergadura e certamente envidará esforços para que tenha o máximo de sucesso no objetivo almejado. A contribuição do Estado poderia traduzir-se também, de forma paralela, na reunião do conhecimento produzido nessa área por suas universidades para fazer uma ponte com outros centros acadêmicos espalhados por todo o País com o mesmo objetivo. É o Brasil todo que sairia ganhando com esse intercâmbio de conhecimentos em área tão demandada.

Chacina do Benfica – Quatro dos sete mortos eram ligados à Torcida Organizada do Fortaleza

Pelo menos quatro dos sete mortos na chacina do Benfica tinham ligações com a Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF). Eram eles: Pedro Braga Barroso Neto, 22; Emilson Bandeira de Melo Júnior, 27, Carlos Victor Meneses Barros, 23; e Adenilton da Silva Ferreira, 24, os dois últimos sem antecedentes criminais.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou as ações simultâneas que resultaram nas sete mortes na noite de sexta-feira, 9. A pasta investiga se há relação entre elas. Os crimes ocorreram na Praça da Gentilândia, na Vila Demétrio, onde está a sede da TUF, e na rua Joaquim Magalhães, localizada na vizinhança.

“Isso foi um ato de terrorismo, não foi briga de torcida”, disse um dos dirigentes da TUF. Sob condição de anonimato, ele confirmou as identidades das quatro pessoas ligadas à organizada e afirmou que não se trata de crime relacionado a conflitos entre torcedores. “É ato aleatório. Não tem explicação, não foi vingança (de uma torcida rival).”

De acordo com o integrante da torcida tricolor, as vítimas eram membros ativos da TUF. “Eram trabalhadores. Tinham coração bom. Estavam no lugar errado, na hora errada. Toda sexta o pessoal se reúne, faz festa, churrasco na sede. E acontece uma coisa dessas”.

Inicialmente, a informação era de que o mascote do time do Fortaleza estava entre os mortos. “Não é o mascote do clube. É que o apelido do Adenilton era ‘Mascote’, porque ele entrou muito novinho na TUF. Era um rapaz muito bom, nunca tinha feito nada de errado”, conta.

A SSPDS convocou uma coletiva de imprensa para o final desta manhã. A pasta informa diligências estão sendo conduzidas pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os suspeitos de participarem dos assassinatos teriam usado dois veículos, um deles um modelo Honda Civic.

A chacina do Benfica ocorre menos de uma semana depois que três mulheres foram decapitadas no bairro Parque Leblon, em Caucaia. O assassinado foi filmado e divulgado nas redes sociais. No vídeo, uma das mulheres afirma que está “rasgando a camisa” de uma facção e passando para outra, a Guardiões do Estado (GDE).

Desde o início do ano, houve pelo menos quatro chacinas no Ceará: a de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza, com quatro mortos; a do bairro das Cajazeiras, com 14 mortos, a maior chacina da história do Ceará – o crime foi atribuído à GDE; e, menos de dois dias depois, a da cadeia pública do município de Itapajé (a 124 km da Capital), com outras dez vítimas, a maioria ligada a uma facção criminosa rival à Guardiões do Estado.

(O POVO Online / Repórter Henrique Araújo)

Chacina do Benfica – Prefeito Roberto Cláudio cancela viagem para os EUA e convoca reunião

518 1

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), cancelou viagem que faria, a partir deste sábado, para os EUA. Ele preferiu permanecer na cidade, depois de mais uma chacina registrada no bairro Benfica, nessa noite de sexta-feira, desta vez deixando sete mortos, adiantando que mobilizará órgãos municipais e vereadores para, ao lado do presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (PDT), “trabalhar em aliança com as forças de segurança do Estado”.

RC cumpriria agenda de quatro dias nos EUA. Ele era convidado de curso na área da primeira infância, na Universidade de Harvard.

A partir das 14h30min, ainda deste sábado, RC comandará uma reunião com membros da Câmara Municipal e alguns secretários, no Paço Municipal, para tratar do caso.

Camilo diz que não descansará um só minuto na luta contra a violência

355 2

O governador Camilo Santana (PT) deixou mensagem sobre a Chacina do Benfica em seu Facebook. Confira:

Esse episódio de violência no bairro Benfica é mais um fato muito grave, inaceitável, e que desafia o sistema de segurança e justiça.

Assim como aconteceu no crime das Cajazeiras, quando onze envolvidos foram colocados atrás das grades, inclusive o mandante, a polícia do Ceará dará uma resposta rápida.

Temos a real compreensão da gravidade da situação. Tanto que tenho investido como nunca na segurança e trabalhado noite e dia. Infelizmente há uma falha geral do sistema, que envolve também as leis e a justiça. Mas não se pode conceber tanta impunidade. Nunca a polícia trabalhou tanto; prendeu tanto. E o que vemos são casos e mais casos de criminosos de alta periculosidade que matam, roubam e traficam e são soltos por medidas judiciais. Já agem na certeza da impunidade. Isso não pode continuar dessa forma.

No encontro que tivemos dos governadores do Nordeste, essa semana, todos eles reclamaram da mesma situação em seus estados. Todos passam pela mesma dificuldade.

Fui até o presidente da República e conseguimos esse Centro Regional Integrado de Inteligência para o Ceará. Já estou colocando um prédio do estado pronto para utilização, para que não haja demora. Contratei mais de nove mil agentes de segurança e chamarei ainda mais este ano.

Não descansaremos um só minuto nessa luta contra a violência.
E tenham certeza que iremos vencer.

Pesquisa: notícias falsas circulam 70% mais do que as verdadeiras na internet

Notícias consideradas falsas se espalham mais facilmente na internet do que textos verdadeiros. A conclusão foi de um estudo realizado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), instituição de ensino reconhecida mundialmente pela qualidade de cursos de ciências exatas e de áreas vinculadas à tecnologia.

Os pesquisadores Soroush Vosoughi, Deb Roy e Sinan Aral analisaram 126 mil mensagens (não apenas notícias jornalísticas) divulgadas na rede social Twitter entre 2006 e 2017. No total, 3 milhões de pessoas publicaram ou compartilharam essas histórias 4,5 milhões de vezes. O caráter verdadeiro ou falso dos conteúdos foi definido a partir de análises realizadas por seis instituições profissionais de checagem de fatos.

Os autores estimaram que uma mensagem falsa tem 70% mais chances de ser retransmitida (retuitada, no jargão da rede social) do que uma verdadeira. As principais mensagens falsas analisadas chegaram a ser disseminadas com profundidade oito vezes maior do que as verdadeiras. O conceito de profundidade foi usado pelos autores para medir a difusão por meio dos retuítes (quando um usuário compartilha aquela publicação em sua rede).

O alcance também é maior. Enquanto os conteúdos verdadeiros em geral chegam a 1.000 pessoas, as principais mensagens falsas são lidas por até 100.000 pessoas. Esse aspecto faz com que a própria dinâmica de “viralização” seja mais potente, uma vez que a difusão é “pessoa a pessoa”, e não por meio de menos fontes com mais seguidores (como matérias verdadeiras de contas de grandes veículos na Internet).

Os pesquisadores investigaram o perfil dos usuários para saber se estaria aí o motivo do problema. Mas, para sua própria surpresa, descobriram que os promotores desses conteúdos não são aqueles com maior número de seguidores ou mais ativos. Ao contrário, em geral são pessoas com menos seguidores, que seguem menos pessoas, com pouca frequência no uso e com menos tempo na rede social.

Uma explicação apresentada no estudo seria a novidade das mensagens. As publicações falsas mais compartilhadas eram mais recentes do que as verdadeiras. Outra motivação destacada pelos autores foi a reação emocional provocada pelas mensagens. Analisando uma amostra de tuítes, perceberam que elas geravam mais sentimentos de surpresa e desgosto, enquanto os conteúdos verdadeiros inspiravam tristeza e confiança.

A pesquisa também examinou a disseminação por assunto. As mensagens sobre política circulam mais e mais rapidamente que as de outras temáticas. Esses tipos de conteúdos obtiveram um alto alcance (mais de 20 mil pessoas) três vezes mais rápido que as publicações de outros assuntos. Também ganharam visibilidade os tuítes sobre as chamadas “lendas urbanas” e sobre ciência.

(Agência Brasil)

O momento chegou. Quem se habilita?

1955 9

Em artigo sobre o crescimento dos índices de violência no Ceará, o delegado César Wagner sugere medidas que possam colaborar no combate à criminalidade. Confira:

Albert Einstein disse que “a mente que se abre a uma nova ideia nunca retorna ao seu tamanho original”. Diante da premissa nada como uma boa discussão e reflexão.

O Estado do Ceará passa por um processo acelerado de avanço do crime organizado. Os homicídios dolosos em 2017 bateram todos os recordes chegando ao inimaginável número de 5.134. Este ano já estamos chegando aos 1.000. Ressalte-se que 104 mulheres já foram assassinadas, contra 25 em 2017, no mesmo período (entre 1 de janeiro a 3 de março). Avanço de 316%. Somos ainda o primeiro onde mais se mata por arma de fogo.

No primeiro semestre de 2017 vimos o crescimento exponencial de casos de homicídios de crianças e jovens no Estado, com idade entre 10 e 19 anos, chegando a 71%, conforme dados do relatório epidemiológico desenvolvido pelo Cômite Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência. Relativo ao Brasil ocupávamos até então o primeiro lugar com 8.71 mortes para cada 100.000 habitantes. Tal quadro só piorou.

É unânime que um dos fatores primordiais de tal explosão é a impunidade que tem sua gênese na precariedade das investigações nos crimes contra vida que deveria ser a prioridade de qualquer governo.

Se olharmos para o modelo de segurança pública existente no Brasil podemos facilmente constatar o desmonte da Polícia Judiciária (Civil). Não é a toa que o crime organizado avançou célere.

Sempre colocamos que este avanço se deve a três fatores: omissão (enxerga o caminho da solução, mas não age), conivência ( participa do esquema criminoso) ou incompetência (não tem preparo suficiente para o enfrentamento).

Mas, como neste espaço desejamos propor o bom debate e já traçamos o cenário, trazemos à tona algumas proposições que aliadas a outras podem colaborar para uma contenção da criminalidade:

1. Suprimir a Polícia Judiciária da estrutura do Executivo e levá-la para o Poder Judiciário, tornando-a imune as ingerências indevidas que prejudicam a realização de seu mister, garantindo as mesmas prerrogativas do Ministério Público às autoridades policiais;

2. Lista tríplice para escolha do Delegado Geral, nos moldes de outras Instituições de natureza jurídica como o Ministério Público e a Defensoria;

3. Criação de uma rede de investigações e inteligência em todo o Estado com a implementação de núcleos regionalizados especializados da Polícia Judiciária no combate ao narcotráfico e homicídios derivados deste com a coordenação das Divisões de Homicídios e de Combate ao Tráfico de Drogas;

4. Instituir um sistema informatizado junto a hotéis e pousadas de registro e reconhecimento de hóspedes através de fotografias e digitais;

5. Criação de um banco de dados periciais concernentes a projéteis encontrados em local de crimes de homicídios para futura comparação com armas apreendidas;

6. Ampliação do Conselho Estadual de Segurança Pública com representantes de organismos empresariais e comunitários;

7. Separação de presos por gravidade de crimes e isolamento de líderes;

8. Tornar crime hediondo com agravamento de pena para o servidor público que associar-se ao narcotráfico;

9. Criação de sistema de acompanhamento de presos de alta periculosidade através de compartilhamento de informações do sistema penitenciário com a Polícia e Ministério Público no que tange a benefícios, habeas corpus, progressão de regime, etc;

10. Instituição de sistema de rastreamento de armas apreendidas.

Em nível local os itens 2, 3, 4, 5, 6 ,9 e 10 são perfeitamente exequíveis.

A história do Ceará é repleta de personagens que com bravura e compromisso com sua terra enfrentaram desafios e mostraram a todos que é possível sim transformar dias sombrios em esperança de novos tempos.