Blog do Eliomar

Últimos posts

PT do Ceará comemora 31 anos com feijoada e homenagem a ex-presidentes

131 2

Luizianne Lins é a presidente estadual do partido.

O PT do Ceará comemora, a partir das 13 horas deste domingo, com feijoada e ato na casa de shows Kukukaya (Bairro São João do Tauape), seus 31 anos de fundação. Na ocasião, em ato a ser presidido pela prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, a partir das 15h30min, legenda prestará homenagem aos seus ex-presidentes.

Na lista, o ex-secretário da Cultura do Estado, professor Auto Filho, o ex-prefeito de Quixadá, Ilário Marques, o deputado federal José Nobre Guimarães, o deputado federal José Airton, Sônia Braga, o arquiteto Joaquim Cartaxo, Antônio Pinheiro, Pedro Fernandes, Maria Lima, Zélia Franklin, o senador José Pimentel, Dona Raimunda (in memoriam) e a própria prefeita, hoje a dirigente estadual da legenda.

Chuva em 41 municípios cearenses

130 1

Choveu em 41 municípios cearenses nas últimas horas. Segundo boletim divulgado pela Funceme neste domingo, a maior chuva foi registrada em Paracuru (Litoral Oeste), com 53 milímetros. Aida choveu bem em Maracanaú, 52.3 mm; Pacatuba, 50.2 mm; Trairi, 48 mm; Ipaporanga, 47 mm; e Missão velha, 33.4 milímetros.

Em Fortaleza, de acordo com o boletim, choveu 33.4 milímetros.

Balhmann pega gosto pelo mandato, mas quer conversar com Cid sobre rumo político

O deputado federal Antônio Balhmann (PSB) está pegando gosto pela cadeira que ocupou. Foi o que ele revelou para este Blog, adiantando que gostaria de exercer o mandato. Essa reação de Blahmann tem um significado: especula-se sempre que ele poderá pedir licença par assumir alguma função no Governo Cid Gomes (PSB).

Já se sabe que Balhmann não poderá ocupar a Agência de Desenvolvimento Econômico do Estado (Adece), pois o cargo é incompatível, de acordo com a legislação eleitoral. O parlamentar só pode assumir se for uma secretaria.

Para que Balhmann venha se integrar ao corpo de secretários cidistas, teria então o governador que criar uma pasta. Fala-se ainda na Secretaria da Pequena e Microempresa que, nacionalmente, ainda não foi descartada pela presidente Dilma Rousseff.

Mas, enquanto essa questão não fica claro, o parlamentar pegou mesmo gosto. Ele informa que está se articulando com um grupo de parlamentares nordestinos para criar a Frente Parlamentar em Defesa do Agronegócio. E Balhmann seria o coordenador dessa frente, conforme ele adiantou para este Blog.

Agora, é aguardar a evolução desse cenário político e o que ficará mesmo para Antonio Balhmann. Certeza mesmo: Cid ainda tem que nomear o titular da Adece.

Os Papangus desfilam neste Pré-Carnaval

Neste domingo, a partir das 17 horas, o grupo cultural Ibadã Brasil, em sua versão papangu, vai desfilar levando a autêntica batucada regada ao bom e velho ritmo do maracatu cearense.

Segundo líderes do grupo, hora de apresentar seu mais novo espetáculo: “Olha o Meu Emblema e Caia na Gandaia”.

O desfile é pelas ruas do Benfica e quem tiver instrumento, pode levar, conclamam os papangus.

Por contas públicas, Dilma arrisca sua popularidade com impasse sobre o mínimo

“O valor do salário mínimo, que começa a ser apreciado pelo Congresso nesta semana, não afetará apenas o equilíbrio das contas públicas e o poder de consumo dos mais pobres, mas também a taxa de popularidade de Dilma Rousseff nas primeiras pesquisas de opinião após a posse na Presidência da República.

O histórico das pesquisas nos últimos 16 anos indica que a política salarial teve impacto negativo na taxa de aprovação ao governo Fernando Henrique Cardoso. Em sete de seus oito anos de mandato, FHC enfrentou queda ou oscilação negativa na popularidade na primeira pesquisa após o reajuste do mínimo.

Duas dessas quedas, em 1997 e em 2001, foram significativas, de 21 e 12 pontos porcentuais, respectivamente.

Esse padrão não se repetiu no governo Luiz Inácio Lula da Silva, que concedeu reajustes maiores em termos reais. O petista ganhou pontos ou oscilou positivamente em quatro anos, perdeu em três e ficou na mesma em 2010, quando já tinha a taxa recorde de 83% de aprovação.

No acumulado dos oito anos de FHC, o mínimo teve aumento real – acima da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) – de cerca de 30%.

Na gestão de Lula, o avanço foi maior, próximo a 58%, segundo o Ipeadata, banco de dados mantido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).”

(Globo)

PMTUR prende acusa de tráfico em Barroquinha

A Companhia Independente de Policiamento Turístico (PMTUR) prendeu neste sábado Maria Alves de Oliveira, conhecida como “Liduína”. A prisão ocorreu na casa dela, na praia de Bitupitá, no município de Barroquinha. Com ela, 155 trouxinhas de crack prontas para o consumo e que deveriam ser vendidas ao preço de R$ 5,00. Também, R$ 734,00. O marido dela, conhecido como “Sibiri”, cumpre pena no regime semi-aberto na Cadeia Pública de Chaval também por tráfico de drogas.

Liduina foi autuada em flagrante na Delegacia Regional de Camocim, sendo o crime tipificado no art. 33 da Lei nº 11.343/2006: Importar, exportar, remeter, preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender, expor à venda, oferecer, ter em depósito, transportar, trazer consigo, guardar, prescrever, ministrar, entregar a consumo ou fornecer drogas, ainda que gratuitamente, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar:
Pena – reclusão de 5 (cinco) a 15 (quinze) anos e pagamento de 500 (quinhentos) a 1.500 (mil e quinhentos) dias-multa.

(Com PMTUR)

Eduardo Campos quer atrair Kassab pensando em novo partido

190 1

“O governador Eduardo Campos e o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, mantiveram um encontro nesta semana que passou. Kassab está de saída dos democratas.

De acordo com reportagem da revista Veja que está nas bancas, o socialista acertou com o paulista um acordo que prevê a criação de um novo partido que iria abrigar a dissidência do DEM, antes da fusão com o PSB de Eduardo Campos.

O nome do novo partido seria PDB, partido da democracia brasileira, a ser anunciado em março, quando Kassab afasta-se do DEM. 

Sem espaço no DEM, Kassab abriria espaço para disputar o governo do Estado de São Paulo.

O propósito de ambos, regado a vinho em São Paulo, seria criar uma contraposição aos petistas e tucanos.

A turma de Kassab poderia até ir para o PMDB, mas acha que o PSB não tem a mesma imagem negativa da turma de Michael Temmer e cia.

É aguardar para ver. Ninguém assume as declarações, mas quando a Veja publica é batata. Foi a mesma revista que denuciou o Mensalão, o escândalos de Erenice.”

Em dia de agenda livre, Eduardo viaja a São Paulo para tentar pescar o democrata Kassab para o seu PSB

(Veja e JC Online)

VAMOS NÓS – Cid Gomes já está sabendo dessa conversa entre Eduardo Campos, que é o presidente nacional do PSB, e Gilberto Kassab?

Um domingo de Nossa Senhora de Fátima

A Igreja de Fátima, situada na avenida 13 de Maio, em Fortaleza, vive um domingo de muitas celebrações em homenagem à santa. É tradição. Todo dia 13, os fieis lotam o templo, o que ocorreu a partir da primeira celebração realizada às 5 horas. 

Ainda estão programadas celebrações às 9 horas, 10h30min, 12 horas, 14 horas, 15h30min, 17 horas, 18h30min e 20 horas.

O PSDB vira um ninho de cobras

102 1

Serra e Aécio no centro da divergência.

Com o título “De quem é o PSDB?”, eis um dos destaques da revista Carta Capital da semana:

A posse dos novos deputados federais e senadores, em 1o de fevereiro, marcou também o fim das férias da oposição. Iludiu-se, porém, quem espera a apresentação de uma agenda de contraposição ao governo Dilma Rousseff. Em vez disso, a plateia assiste a um bate-boca entre os grupos que disputam a hegemonia no PSDB e em seu satélite, o DEM. Alguns lances poderiam ser confundidos com brigas familiares no subúrbio, o que levou um gaiato e experiente senador a sugerir a Carta Capital que, por trés das cenas explíticas de descortesia, talvez esteja uma estratégia das legendas de se aproximar das massas.

A contenda parece favorável a Aécio. Enquanto Serra conta com o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) e a velha simpatia da mídia, em especial a paulista, o senador mineiro acumula cada vez mais força no tucanato, tem a preferência inconteste das lideranças que hoje importam no DEM e transita bem em alas do governismo – PSB, PDT e PP apreciam seu estilo.

Além disso, unicos pela aversão a Serra, Aécio e o governador paulista Geraldo Alckmin teriam feito um acordo: trabalhar em conjunto para enterrar o serrismo e dividir o comando da legenda. Antes desconfortável no PSDB, a ponto de discutir no ano passado sua desfiliação, o neto de Tancredo parece ter o ninho à sua inteira disposição. Tanto que a boataria sobre quem poderia deixar o partido se inverteu. Agora é Serra quem teria cogitado sair, espalha-se na praça.

Gastos aumentaram 282 bi no Governo Lula e conta sobrou para Dilma

182 2

“O quadro fiscal preocupante, que exigirá um aperto inédito de R$ 50 bilhões nos gastos públicos este ano, é parte da herança deixada para a presidente Dilma Rousseff pelo antecessor e mentor Luiz Inácio Lula da Silva.

A farra de gastos no segundo mandato de Lula tem um preço, que já começou a ser pago pelo atual governo. A herança inclui inflação e taxa de juros em alta, uma carga tributária abusiva, um Orçamento engessado por despesas permanentes com pessoal, benefícios previdenciários e a impossibilidade de ampliar os investimentos.

Estudo do economista Fernando Montero, da Convenção Corretora, mostra que os gastos cresceram R$ 282 bilhões no governo anterior (descontada a inflação): 78,4% desse aumento ocorreu no segundo mandato.

Só entre 2006 e 2010, as despesas do governo federal aumentaram R$ 221 bilhões, o que evidencia a guinada na política fiscal acentuada nos dois últimos anos de mandato, quando a crise global ofereceu ao governo uma justificativa para ampliar os gastos.

– O aumento da carga tributária, combinado com o crescimento do PIB ( Produto Interno Bruto) e a redução do superávit primário deram ao governo Lula um poder enorme para gastar – observa Montero.

Especialistas apontam a situação das contas públicas e os elevados gastos herdados do governo anterior como o maior problema econômico de Dilma neste início de mandato.

O cenário desfavorável na área fiscal influencia negativamente outras variáveis, como inflação e os juros -, embora, no caso dos preços, fatores externos também exerçam forte pressão, como a alta das commodities no mercado internacional.

Alcides Leite, especialista em contas públicas e professor da Trevisan, frisa que o aumento dos gastos correntes nos últimos anos, acima da expansão do PIB, impediu uma expansão mais robusta dos investimentos.

E lembra que uma oferta maior de bens e serviços poderia minimizar a pressão inflacionária. Sem os investimentos, o país sente os efeitos no bolso, com preços maiores, já que a demanda continua bastante aquecida pela melhora de renda da população.

– É preciso sobrar mais dinheiro para investimentos. E tem de começar pelo ajuste fiscal (corte nos gastos de custeio) – recomenda.”

(Globo Online)

FPM – Dois terços dos Municípios brasileiros receberão menos neste ano

267 1

Dois terços das cidades do país receberão neste ano repasses proporcionalmente menores do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), um dos principais mecanismos de transferência do governo federal. A redução, apontada pelo Ministério da Fazenda, reflete os resultados do Censo 2010 do IBGE, em que muitos municípios registraram número de habitantes menor do que a estimativa de 2009, que serviu de base para o cálculo do FPM no ano passado. A diminuição ocorrerá apesar de o valor total do fundo ter subido 30% em 2011. O FPM tem como origem valores arrecadados com o IPI e o Imposto de Renda.

Com o número de habitantes revisto, um município que, por exemplo, recebeu R$ 10 mil em 2010 e calculou que receberia R$ 15 mil em 2011, pode ficar só com R$ 12 mil. O valor real é maior, mas a participação sofreu queda. Para o ministério, essa diminuição relativa pode ser interpretada “como um aumento de concentração de população” em regiões metropolitanas do país. Levantamento da Confederação Nacional de Municípios indica que o Piauí foi o Estado mais afetado pelos novos cálculos. Em 222 dos 224 municípios houve uma redução proporcional.

O Ministério da Fazenda, no entanto, aponta que apenas cinco municípios receberão um valor efetivamente menor do que em 2010. A maior parte das cidades terá participação menor na distribuição, mas receberá mais. Entre as cidades com perdas reais, estão municípios menores, como Faro (PA), de 8.000 habitantes, e Barreiras (BA), de 137 mil moradores. A confederação diverge, e calcula que 176 municípios terão redução no valor repassado pela União.

O presidente da Associação Brasileira de Municípios, Alberto Muniz, afirma que mudanças na participação são um transtorno. “Se o município se projetou para receber um valor, considerou a participação que tinha e fez um plano anual, não dá para estancar aquilo de uma hora para outra”, defende. O presidente da confederação, Paulo Ziulkoski, indica que uma redução do esperado pode ser significativa para pequenos municípios. “Às vezes, R$ 1,5 milhão a menos em um município de 15 mil habitantes representa 10% de um orçamento, tem um impacto brutal”, diz.”

(Folha.com)

Um domingo de pancadas de chuva, diz a meteorologia

152 2

“Pancadas de chuva devem atingir a maior parte do país amanhã (13), de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

A previsão para o Norte é tempo nublado a encoberto, com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. Há possibilidade de chuva forte em áreas isoladas no sul do Tocantins. A temperatura mínima será de 19 graus Celsius (ºC) e a máxima de 36ºC.

No Nordeste, a previsão é tempo nublado a encoberto, com pancadas de chuva e trovoadas isoladas no Maranhão e na Bahia. A temperatura mínima será de 16ºC e a máxima de 36ºC.

Para o Centro-Oeste, a previsão é tempo nublado a encoberto, com pancadas de chuva e trovoadas em áreas isoladas. A temperatura mínima será de 18ºC e a máxima de 33ºC.

A Região Sudeste deve registrar tempo parcialmente nublado a nublado, com pancadas de chuva e trovoadas em Minas Gerais e em São Paulo. Há possibilidade de chuva forte e queda de granizo em pontos isolados de São Paulo, além de chuvas isoladas no Rio de Janeiro. A temperatura mínima será de 15ºC e a máxima de 36ºC.

No Sul, a previsão é tempo nublado, com pancadas de chuva e trovoadas no Paraná, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Há possibilidade de chuva forte no Paraná e em Santa Catarina, além de chuvas isoladas no Rio Grande do Sul. A temperatura mínima será de 12ºC e a máxima de 32ºC.”

(Agência Brasil)

Fechada Casa de bingo na avenida Bezerra de Menezes

138 1

Pois é, a gente mora por aqui pertinho, no bairro Parquelândia, e nem sabia: A Polícia fechou, neste sábado, uma casa de bingo que operava na avenida Bezerra de Menezes (Bairro São Gerardo).

Houve apreensão de máquinas e, como sempre, a Polícia tem que saber quem alugou o imóvel para tentar se chegar aos exploradores dessa contravenção.

José Alencar, mesmo na UTI, pensando no jogo do Brasil

“O ex-vice-presidente José Alencar ainda sente os efeitos da perfuração intestinal e enfrenta um quadro de saúde delicado, afirmou, neste sábado (12), o médico Paulo Hoff, do Hospital Sírio-Libanês. Alencar não está se alimentando, toma apenas soro e passou por uma sessão de hemodiálise hoje. “O tratamento acontece devido à insuficiência renal. A quimioterapia [de Alencar] está suspensa há vários dias, sem previsão de reinício. Ele não apresenta sangramentos internos”, disse Hoff.

O ex-vice-presidente está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) desde a última quarta-feira (9) com um quadro de peritonite [inflamação do peritônio, membrana que reveste a cavidade abdominal] causada por uma perfuração intestinal. Ele luta contra o câncer há 13 anos e já passou por diversas cirurgias. Desta vez, a equipe médica descarta a possibilidade de um novo procedimento cirúrgico. Hoff informou que Alencar deve passar por exames de sangue.

Mais cedo, a equipe médica havia cogitado liberar o ex-vice-presidente da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e enviá-lo para o quarto do hospital, hipótese que foi descartada pelo médico.

Paixão por futebol

A preocupação de Alencar, na tarde deste sábado, é com o jogo da seleção brasileira no Campeonato Sul-Americano sub-20, afirmou Hoff. Os jogadores do Brasil enfrentam o Uruguai na madrugada deste domingo (13). Alencar está acordado, lúcido e acompanhado apenas de sua mulher na UTI. Houve pouca mudança no quadro de saúde dele com relação à sexta-feira (12).”

(R7.com)

O estilo Dilma incomoda petistas?

220 5

Com o título “O ciúme está no ar”, eis um dos destaque da revista Época desta semana. Fala do estilo Dilma de governar, que estaria incomodando muitos petistas. Confira:

Após 40 dias de mandato, a semana passada marcou o período de maior exposição da presidenta Dilma Rousseff e de seu criador e antecessor, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Dilma falou pela primeira vez em cadeia de rádio e televisão. Lula foi a Dacar, no Senegal, para participar do Fórum Social Mundial. O ponto alto foi o encontro dos dois na festa de 31 anos do PT, em Brasília. A seu estilo, Lula fez um discurso inflamado. De camisa vermelha, ele usou frases populares, fez piadas e atacou a oposição e a mídia. De roupa discreta, Dilma chegou à festa no final, não disse nada e apenas cortou o bolo de aniversário com Lula.

A diferença de comportamento entre Lula e Dilma na festa se reflete na rotina de governo. Dilma fala muito menos que ele em público. Fica mais em Brasília e viaja menos. Não atrasa audiências. Nas reuniões, prefere dar mais ênfase a assuntos de gestão que aos temas políticos. Não demonstra intimidade com sindicalistas, parlamentares ou dirigentes partidários. Enquanto Lula gostava de conversas sobre temas como pescarias e futebol, Dilma prefere literatura e arte. Após oito anos de convivência com Lula, alguns petistas e aliados ainda não se acostumaram ao estilo de Dilma. Muitos também não aceitam o fato de terem perdido poder de influência e cargos no governo.

Marquinhos Cabeleireiro vai apresentar fantasia que usará no desfile da Beija Flor

Marcos Antônio de Oliveira, o conhecido “Marquinhos Cabeleireiro”, destaque cearense da escola de samba Beija Flor, vai mostrar a fantasia que levará para o sambódromo neste ano. Isso,  a partir das 14 horas deste domingo, durante uma entrevista, com dirieto a desfile, no Theatro José de Alencar.

Segundo Marquinhos, a fantasia intitulada “Sputinik” é “uma referência ao conjunto musical carioca que teve como guitarrista o hoje rei Roberto Carlos, o homenageado do enredo da Beija Flor”.

Marquinhos é o mais antigo destaque da Beija Flor – desfile há 29 anos, e vai sair no terceiro carro alegórico, dedicado ao movimento musical da Jovem Guarda.