Blog do Eliomar

Últimos posts

Dilma e o "Outubro Vermelho"

175 4

A prefeita Luizianne Lins, presidente estadual do PT, comanda reunião da executiva partidária que trata das estratégias da campanha pró-Dilkma Rousseff no segundo turno. O encontro ocorre no Hotel Amuarama e conta com a participação de lideranças da Capital e do Interior.

A ordem é convocar a militância para realizar o maior número de manifestações, que vão das caminhadas às carreatas e bandeiraços. Ou seja, bota nas ruas o “Outubro Vermelho”.

Cena da eleição – Gonzaga barrado

Aconteceu no dia da votação. O candidato a governador pelo PSTU, Francisco Gonzaga, rodou bastante em busca de sua seção eleitoral na Escola do Ensino Fundamental Creuza do Carmo Rocha (Granja Portugal), porque a numeração havia mudado.

Com o neto no braço, encontrou o local da votação. Na hora, no entanto, de cumprir sua obrigação, teve uma surpresa. A imprensa aguardava Gonzaga na sdeção, mas ele acabou não reconhecido pelos mesários e foi barrado.

“Eu sou candidato!”, avisou, no que acabou entrando, endossado pela turma da mídia.

Lula reúne governadores eleitos e reeleitos e trata da campanha dilmista

O presidente Lula está reunido agora, em Brasília, no Palácio Alvorada, com todos os governadores e senadores eleitos e reeleitos da sua base aliada. Do encontro, com direito a café da manhã, participam o governador reeleito Cid Gomes (PSB), os senadores eleitos Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT) e também o senador Inácio Arruda (PCdoB).

A ordem é fechar estratégias da campanha de Dilma Roussef (PT) neste segundo turno. 

Por aqui, a prefeita Luizianne Lins, que comanda o PT estadual, reúne candidatos eleitos e reeleitos no Hotel Amuarama, tratando também de campanha.

Ela foi a coordenadora-geral da campanha dilmista no Estado, mas teve pouca notoriedade já que Cid Gomes concentrou todas as atenções para si nesse quesito.

VAMOS NÓS – Luizianne Lins era pra estar em Brasília tratando desse assunto. Pelo visto, ninguém vai saber direito quem coordenará a campanha dilmista no Estado: se ela ou Cid Gomes. Será que haverá crise por conta disso?

Luizianne comanda encontro do PT que trata da campanha pró-Dilma

A prefeita Luizanne Lins, presidente estadual do PT, está comandando, nesta manhã de terça-feira, no Hotel Amuarama, em Fortaleza, encontro com candidatos eleitos e reeleitos do partido. O objetivo é definir estratégias da campanha pró-Dilma Rousseff (PT) na Capital.

Luizianne, bom lembrar, é a coordenadora-geral da campanha dilmista no Estado. No primeiro turno, não precisou aparecer tanto, até porque Lula e Cid Gomes comandaram o trabalho eleitoral. Mas agora a ordem é todos por uma.

Parlamentar diz que Tasso foi vítima de rolo compressor estadual e federal

122 5

O deputado federal Raimundo Gomes de Matos, único tucano reeleito para a Câmara , lamentou, nesta terça-feira, a derrota do senador Tasso Jereissati (PSDB). Para ele, quem perdeu não foi Tasso, mas o povo do Ceará que tinha no tucano “um parlamentar atuante, altivo e que era respeitado até pelo governo”. Tasso disputou a reeleição e acabou em terceiro lugar num páreo que marcou Eunício Oliveira (PMDB) em primeiro e José Pimentel (PT) na segunda colocação. As pesquisas davam o tucano como reeleito.

Raimundo Gomes avaliou que Tasso foi derrotado pelo rolo compressor montado pelo Palácio do Planalto, com apoio do Governo do Estado, e por ter feito uma campanha solitária contra dois adversários que, na reta final, uniram força e esforços e surpreenderam a partir de uma participação maciça do presidente Lula na propaganda eleitoral gratuita.

Ele adiantou, no entanto, que se o candidato a presidente da República, José Serra (PSDB), derrotar a petista Dilma Rousseff nas urnas do segundo turno, Tasso, com certeza, ganhará posição de destaque no ãmbito federal. “O senador abandonou disputas, já disse que continuará na vida pública colaborando para a formação de novas lideranças. Ele pode continuar na política sem mandato”, acentuou.

(Foto – Paulo Moska)

Candidatos da "Ficha Suja" receberam mais de 8,8 milhões de votos

“Em um universo de 111 milhões de eleitores que compareceram às urnas, cada um escolhendo seis cargos diferentes, candidatos barrados pela Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/10), mas ainda no páreo por conta de recursos, receberam 8.885.614 votos em 24 unidades da federação. O estado campeão de sufrágios em postulantes com problemas na Justiça foi o Pará, seguido de São Paulo e Paraíba.

Os números de votos em candidatos barrados pela Justiça Eleitoral, tanto pela ficha limpa quanto por outras condições de elegibilidade e inelegibilidade (como quitação eleitoral e prestação de contas de campanha), foram divulgados ontem (4) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na sexta-feira, a corte havia decidido que, pela primeira vez nas eleições brasileiras, os eleitores ficariam sabendo como foi votado cada político com o registro indeferido.

Até o fechamento desta matéria, às 22h, somente os números do Acre ainda não haviam sido divulgados. No total, de 242 candidatos com registros negados pela Justiça Eleitoral, 165 continuam no páreo e esperam o julgamento de recursos pelo TSE e, eventualmente, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), para saber se têm chances de serem eleitos ou não.”

Veja a lista com todos os votos dados aos barrados pela ficha limpa, com exceção do Acre

(Congresso em Foco)

José Guimarães é reeleito, mas irmão perde em São Paulo

153 4

O deputado federal José Nobre Guimarães (PT), o segundo mais votado no Ceará (209.752 votos), não comemorou muito com a família o resultado. É que o irmão dele, José Genoíno (PT-SP), acabou derrotado no seu objetivo de ser reeleito.

Genoíno teve sua vida política marcada pela luta contra a ditadura, mas acabou envolvido no chamado Escândalo do Mensalão, o que lhe custa, até hoje, dores de cabeça e muito desgaste.

Quanto a Guimarães, é retomar o trabalho de coordenador-geral da bancada e reforçar a luta pela aprovação da Emenda 29, aquela que garante mais recursos para a saúde. O que está precisando. E muito.

Mudanças no secretariado cidista

Deputados estaduais reeleitos, Mauro Filho e Ivo Gomes (ambos do PSB) são nomes certos para voltar à equipe do novo Governo de Cid Gomes (PSB). O primeiro na Secretaria da Fazenda e o outro na chefia de gabinete do Palácio Iracema ou em uma outra pasta. Essa hipótese ninguém no Palácio Iracema descarta.

Além dos dois, há possibilidade de Camilo Santana voltar a ocupar a pasta do Desenvovimento Rural, onde desempenhou bom papel. Seria a forma de trabalhar sua imagem e nome de olho em 2014. Cid Gomes não esconde que Camilo é  um petista da sua confiança.

Outra pasta que mudará é a da Segurança Pública e Defesa Social, onde o titular, Robeto Onteiro, esá como um “demissionário anunciado”. Ele já disse que não ficará por questões familiares.

Joãosinho Trinta atravessa no voto

Joãosinho Trinta, o responsável pela vitória de escolas do grupo especial do carnaval carioca como Salgueiro e Beija-Flor, não é bom de votos. Atravessou feio no desfile das urnas e dançou sem samba-enredo na sua luta por uma vaga de deputado no Distrito Federal.

O carnavalesco recebeu apenas 233 votos, ficando com a 554ª posição no pleito. Ele promete não desistir e recebeu a derrota como resultado de carnaval: perdeu um desfile, mas não perdeu o samba no pé.

Ciro, o saxofone e o trombone

233 3

“O deputado federal Ciro Gomes (PSB) aproveitou o fim da campanha eleitoral no Estado para renovar desabafo. Disse que saia magoado com a “baixaria” que foi a campanha eleitoral no Estado. Principalmente por conta de reportagem “mentirosa” da Veja, usada trazendo um suposto esquema de prefeituras envolvendo seu nome e o nome do seu irmão, o governador reeleito Cid Gomes (PSB).

Ciro até voltou a admitir abandonar a política, no que para alguns seria jogo de cena de quem, no passado, dizia que sairia desse terreiro e até aprenderia a tocar saxofone. Há quem aposte e assegure: Ciro continua, mais do que nunca, firme no cenário político. Com direito a continuar botando a boca no trombone.”

(Coluna Vertical , do O POVO)

DETALHE – Ciro é aquele que o senador tucano Tasso Jereissati não quer ver pintado em sau frente tão cedo. Tasso está magoado com ele, principalmente, sua cria política, em razão da campanha eleitoral na qual saiu derrotado. Já o ex-governador Lúcio Alcântara (PR), que disputou e perdeu o Governo de novo, não poupa: Tasso provocu do remédio aplicado na disputa governamental de 2006.

Posição de Dilma a favor do aborto pesou no fim das eleições

125 3

“A ofensiva católica e evangélica contra o PT e Dilma Rousseff devido à posição dela favorável à legalização do aborto — que ela mudou na campanha — se tornou uma espécie de “cruzada” nas últimas semanas e foi um dos fatores que influenciaram na tendência de queda nos votos da presidenciável, na avaliação da cúpula de campanha.

Enquanto a presidenciável se escorava em lideranças evangélicas do meio político, padres e pastores realizaram uma mobilização em missas e cultos, além de cartas e víde os na internet para pregar contra o voto no PT.

A Regional Sul 1 da CNBB, que contempla o estado de São Paulo, divulgou longo documento, lido nas missas, que “recomenda encarecidamente” que não se vote no PT.

Pela internet, um culto da 1 Igreja Batista de Curitiba foi visto por quase 3 milhões de pessoas. Entre cenas fortes de fetos mortos e despedaçados, uma criança indígena sendo enterrada viva e uma mulher sendo espancada, o pastor pede que não se vote em petistas.

Também no fim de agosto, o bispo Nelson Westrupp, da Diocese de Santo André (região do ABC) e presidente da Regional Sul 1, recomendou a difusão do documento “Apelo a Todos os Brasileiros e Brasileiras” onde se argumenta que o governo se comprometeu, em acordos multilaterais e com envio de projeto de lei, à legalização do aborto.

A orientação política anti-PT do pastor Paschoal Piragine aconteceu em um culto, gravado, no fim de agosto. O pastor opina que o PT — por ter fechado questão favorável à legalização do aborto e à união civil entre homossexuais — tenta transformar o país em uma terra onde o pecado é aceito e vulgarizado.

A campanha de Dilma já gravou vídeos e imprimiu material para conter uma possível debandada. Procurado na semana passada, o secretário de comunicação do PT, deputado reeleito André Vargas (PR), disse que o pastor Piragine é “preconceituoso, mentiroso, difamador e caluniador”. Petistas se reuniram com ele mas não o demoveram de sua postura.

— Isso é a opinião preconceituosa dele, lastreada na mentira — disse Vargas.

 (O Globo)

Caso Bruce – Hora de ouvir testemunhas de acusação

Oito testemunhas de acusação do assassinato do estudante Bruce Cristian (14), morto por um policial do Ronda do Quarteirão no dia 25 de julho serão ouvidas nesta terça-feira, na 3ª Vara do Júri do Fórum Clóvbis Beviláqua, em sessão fechada.

Em um outro momento, serão ouvidas as testemunhas de defesa. Antes do julgamento, também haverá o interrogatório do soldado Yuri Silveira, que está sendo acusado do crime.

Mega-Sena deve pagar maior prêmio de sua história: R$ 150 milhões

“O concurso de número 1.220 da Mega-Sena, que será sorteado nest quarta-feira, deve pagar R$ 115 milhões para a aposta que acertar as seis dezenas, segundo estimativa da Superintendência de Loterias da Caixa EconômicaFederal (CEF), em Brasília. Se confirmada a expectativa, esse será o maior já registrado entre os sorteios regulares da modalidade. O maior valor pago nos concursos regulares foi de R$ 90 milhões, sorteado no início de setembro e dividido por sete bilhetes.

A Mega-Sena já pagou R$ 144,9 milhões. Mas, no sorteio especial da Mega-Sena da Virada, em 31 de dezembro do ano passado. De acordo com a Caixa, o acúmulo de R$ 90 milhões é resultado de oito sorteios sem vencedor na faixa principal e mais um valor adicionalde R$ 18 milhões acumulado para o concurso de final zero. O valor aplicado na poupança, por exemplo, tornaria possível conseguir uma renda mensal de aproximadamente R$ 700 mil.

A Caixa acrescentou que o prêmio seria suficiente para comprar uma frota de 4,6 mil carros populares ou 23 mil motocicletas de 125cc. Quemquiser tentar a sorte no próximo concurso, deve fazer suas apostas até as 19 horas de Brasília do dia do sorteio. A aposta mínima, de seis números, custa R$ 2,00. O sorteio acontecerá na cidade de Catalão (GO).”

(Com Agências)

Cid, Eunício e Pimentel terão encontro com Lula nesta 3ª feira

O governador reeleito Cid Gomes (PSB), tendo ao lado os senadores eletios Eunício Oliveira (PMDB) e José Pimentel (PT), será recebido às 9 horas, no Palácio do Alvorada, pelo presidente Lula. Vai agradecer apoio recebido em sua campanha e apresentar ações que pretende realizar no Ceará, com todos os eleitos de sua base política, em favor da vitória da candidata a presidente da República, Dilma Roussef (PT).

Durante esta segunda-feira, Cid, Eunício e Pimentel participaram de reunião com Dilma e deais governadores e senadores eleitos e reeleitos da base de Lula, quando foram traçadas estratégias para a campanha de segundo turno.

“Essa mesa (de reunião) representa a parte mais expressiva da nossa vitória ocorrida neste primeiro turno. Nos últimos 20 anos nunca tivemos uma vitória tão grande, com maioria expressiva no Congressso Nacional. Conseguimos construir uma maioria suficiente para que o País prossiga com suas reformas necessárias. Esses senadores e deputados federais darão grande contribuição parao Brasil continuar avançando”, afirmou Dilma durante o encontro.

Cid Gomes propõs na ocasião que os programas eleitorais de Dilma sejam regionalizados. “Sugiro que os programas eleitorais sejam cada vez mais regionalizados e que o presidente Lula se incorpore de forma mais forte nos últimos 15 dias, se licenciando do cargo”, propôs. O governador adiantou qeu no Ceará, a ordem é todos da base lulista irem para as ruas. “Vou trabalhar bastante para que ela tenha uma votação próxima dos 80% no segundo turno”, prometeu.

TSE – Eleição no Pará pode ser anulada

“O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowski, alertou nesta segunda-feira para a possibilidade de anular a eleição no Pará. Na disputa ao Senado, 57% dos votos foram dados a candidatos banidos das eleições pela Lei da Ficha Limpa. O segundo e o terceiro colocados na disputa no Pará concorreram sem registro: Jader Barbalho (PMDB) obteve 1.799.762 votos e Paulo Rocha (PT), 1.733.376.

Lewandowski explicou que, pela lei, quando há mais de metade dos votos nulos em uma eleição, ela não tem validade. Seria necessário, portanto, realizar nova votação. O ministro informou que a situação será resolvida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Pará, na proclamação dos resultados da votação.

– No caso do Pará, a lei em tese estabelece que se houver maioria de votos nulos será feita nova eleição. É possível que o processo tenha alguma particularidade que motive uma interpretação diferente. Não quero me pronunciar previamente até para não influenciar o TRE – analisou.

A indefinição ocorreu porque nem a Justiça Eleitoral, nem o Supremo Tribunal Federal (STF) conseguiram julgar os casos a tempo. O TSE já negou recurso a Barbalho, que recorreu ao STF.

Paulo Rocha também teve o recurso negado pelo TSE, mas ele recorreu ao próprio tribunal, que deverá examinar o caso ainda nesta semana.

– Estamos dando prioridade absoluta para o julgamento de candidatos que tiveram os registros indeferidos. Se tudo der certo, teremos definido antes da diplomação – garantiu o ministro.

Lewandowski lembrou que a situação dos chamados “fichas sujas” só será definida pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A Corte teve a chance de fazer isso no julgamento do ex-candidato ao governo do Distrito Federal Joaquim Roriz (PSC), mas um empate impossibilitou a decisão. Lewandowski acredita que o impasse só será resolvido quando for nomeado novo ministro para o Supremo.

– Se nenhum ministro mudar de opinião, e as manifestações dos ministros foram públicas e muito bem fundamentadas, acredito que o impasse perdurará até a nomeação do próximo ministro – afirmou.

Lewandowski citou outros casos de “fichas sujas” que deixam o cenário de votações indefinido. Na Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB) concorreu sem registro ao senado e obteve primeiro lugar, com 1.004.183 votos – ou 35% do total. Não se sabe ainda se ele será empossado no cargo.

No Amapá, João Capiberibe (PSB) também concorreu ao senado sem registro e ficou em segundo lugar, com 130.411 votos.”

(O Globo)

Tasso anuncia que não disputará mais cargo público e não poupa os Ferreira Gomes

117 4
O tucano atuou como crítico duro de Lula.
“Perco minha eleição, mas não perco minha dignidade”, afirmou, durante entrevista coletiva, nesta segunda-feira, o senador Tasso Jereissati (PSDB), que saiu das urnas deste domingo derrotado. Tasso adiantou que não pretende mais concorrer a cargos públicos, mas avisou logo: não vai se afastar do cenário político.
Ele não entrou em detalhes sobre o porquê de tal frase, mas, no domingo do voto, já dizia que o Ceará estava precisando de “um banho de ética”. Indiretamente teria se referido a denúncias de suposto esquema envolvendo prefeituras e o Governo do Estado, o que foi divulgado na revista Veja, desmentido pelo governador reeleito e aproveitado na propaganda gratuita.
O tucano, na coletiva dada em seu escritório político e tendo ao lado o candidato derrotado ao Governo, Marcos Cals (PSDB) – que ficou em segundo na disputa, e o vice dele, Pedro Fiúza (PSDB), deu outro recado: vai se dedicar à missão de formar novos quadros na política cearense. A crítica de que o PSDB não renovou quadros foi um dos fatores que predominaram na avaliação do resultado dessas eleições no Ceará em se tratando de PSDB.
Tasso, Cals e Fiúza informaram que, a partir de agora, já estão engajados na campanha do candidato a presidente pelo PSDB, José Serra, que enfrentará Dilma Rousseff (PT) no segundo turno da disputa. Ele defendeu que Serra procure o apoio de Marina Silva, a postulante do PV que forçou o segundo turno: “Convivi com Marina no Senado e sei que ela tem horror ao fisiologismo que o PT tem feito.”
 
DETALHE – Tasso faz anúncio de que não disputará mais cargo público um dia depois de Ciro Gomes admitir o mesmo e de confessar ter se arrependido de ter transferido seu domicílio eleitoral para São Paulo.
DETALHE 2 – Tasso, indagado sobre a fala de Ciro Gomes dizendo ter lamentado sua não reeleição, foi duro e irõnico: “Você acredita nisso?”
DETALHE 3 – Sobre o Governo Cid Gomes, disse: “Sou totalmente contra a forma de fazer política dos Ferreira Gomes. Eles estão irreconhecíveis. Não são nem sombra dos jovens idealistas que já foram”.

TAM é condenada a indenizar passageiro por overbooking

“O juiz da 2ª Vara da Comarca de Eusébio, José Cavalcante Júnior, condenou a TAM Linhas Aéreas S/A a pagar R$ 16.739,10 de indenização ao cliente J.C.M.F, por conta de overbooking. Conforme os autos (nº 441-93.2009.8.06.0075/0), J.C.M.F. adquiriu uma passagem aérea da empresa com destino a Vitória, no Espírito Santo, em outubro de 2006. Impedido de embarcar e seguir viagem devido a overbooking, o cliente teve que comprar novo bilhete aéreo, só conseguindo embarcar horas depois. Ele chegou ao seu destino com 12 horas de atraso, deixando de atender os pacientes de seu consultório.

A TAM admitiu o defeito na prestação do serviço e o desconforto gerado ao consumidor, mas afirmou que o overbooking (vender mais bilhete do que vaga disponível no voo) não é fato gerador de indenização.

Ao analisar o caso, o magistrado entendeu que a empresa deve responder pela falha operacional de vender mais passagens que a capacidade da aeronave. Por conta disso, condenou a TAM a pagar R$ 10.000,00 de indenização por danos morais e R$ 739,10 por reparação material, sendo esse valor relativo à diferença das passagens compradas.

Além disso, a companhia aérea terá que pagar R$ 6.000,00 referentes aos exames e às consultas que o reclamante deixou de realizar.”

(TJ do Ceará)

Se Dilma gnhar no 2º turno, poderá casar e batizar no Congresso

215 1

“Em 2011, a base aliada de um eventual governo Dilma Rousseff (PT) será 13% maior do que aquela que emergiu das urnas há quatros anos e estava alinhada com a administração do presidente Lula. Serão 402 deputados federais, ante os 380 de hoje e os 357 eleitos em outubro de 2006. O PT será o partido com maior número de cadeiras, com 88 parlamentares, seguido pelo PMDB, com 79.

Ou seja, se hoje o presidente Lula tem uma maioria folgada na Câmara, o eventual governo Dilma Rousseff deve ter ainda mais tranqüilidade com os deputados federais. E a eventual administração de José Serra (PSDB) terá razoáveis dificuldades com a oposição dos petistas.

É o que revela levantamento do Congresso em Foco com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), coletados até pouco depois da 0h desta segunda-feira. De forma inversa, as oposições devem encolher um pouco mais. Se em outubro de 2006 PSDB, DEM, PPS e PSOL somavam 156, atualmente eles são 133. E a previsão é que em 2011 eles sejam apenas 111 parlamentares. Uma redução de 29%.”

(Congresso em Foco)

Carlito Matos vem aí!

278 1

Esse ai é o ex-superintendente estadual do Ibama, Carlos Matos. Hoje, entre muitas de suas atividades, atua como compositor e cantor, já preparando o lançamento de mais um CD, cujo título é uma homenagem à neta, Clara, filha dos jornalistas Carla Matos, sua filha, e Marcos André Borges, este o homem-forte da VSM Comunicação.

Carlito Matos, como é conhecido, é desses papos maravilhosos, de encantar e cantar mesmo, mexendo com a sensibilidade das pessoas. O repertório de suas músicas é variadíssimo: do forró, com direito a letra gaiata ou repente tradicional, a belas poesias que abordam a nastureza e o amor. 

O local do lançamento do novo CD de Carlito Matos ainda está sendo fechado, mas, caros leitores, se esse camarada tivesse maior espaço na mídia, com certeza, teria composições gravadas por gente famosa. E olhe que são letras de quem carrega nas veias a herança do grande e saudoso poeta Costa Matos.