Blog do Eliomar

Últimos posts

Serra promete segurança e não poupa loas a Tasso Jereissati

 

O tucano durante rápida coletiva.

O pré-candidato a presidente da República, José Serra, prometeu, durante entrevista coletiva nesta segunda-feira, em Juazeiro do Norte (Região do Cariri), enfrentar a questão da violência. Ele garantiu  que a segurança pública será uma prioridade e que vai trabalha “de forma integrada com os Estados”. Serra reforçou essa promessa de campanha, após visitar o Horto do Padre Cícero, onde assistiu a um reisado.

José Serra já passou por Juazeiro e Barbalha em seu giro pelo Cariri e agora à noite tem encontro político na cidade do Crato. Deve vir para Fortaleza, onde pernoitará para, nesta terça-feira, cumprir agenda do último dia de visita que inclui almoço-palestra,no Gran Marquise Hotel,atendendo a um convite do Grupo de Comunicação O POVO. Também encerrará a série de seminários Ceará em Debate, no Marina Park Hotel.

Durante uma coletiva no Cariri, Serra aproveitou para elogiar seu principal cicerone no Estado: o senador Tasso Jereissti, a quem qualificou de “uma refernica na política brasileria” e “uma peça fundamental da nossa campanha”. Ele não poupou: “O Ceará de Tasso é o Ceará moderno!”

(Foto – Twitter do deputado Tomás Figueiredo)

Cearense André Figueiredo agora é vice-presidente do PDT nacional

O presidente regional do PDT, André Figueiredo, foi aclamado, nesta segunda-feira, em Braília como novo vice-presidente nacional do partido. A sua indicação teve o aval do presidente, o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi. André substitui o deputado federal baiano Severiano Alves, que entregou o cargo por motivos particulares.

Já nesta condição, André anunciou que a convenção nacional do partido para oficializar o apoio a Dilma Rousseff para presidente da República ocorrerá no dia 12 de junho, em Brasília, em ato festivo e que deve contar com a presença dela e do presidente Lula.

(Foto – Paulo Moska)

Serra evita falar de pesquisas que dão dianteira para Dilma

O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, evitou, nesta segunda-feira, em Juazeiro do Norte (Região do Cariri), comentar as duas pesquisas recentes que mostram sua principla adversária, Dilma Rousseff (PT), assumindo a liderança. Na pesquisa CNT/Sensus, divulgada nesta segunda, Dilma está com 35,7% das intenções de voto e Serra com 33,2%. No Vox Populi, divulgado no sábado, Dilma aparece com 38% e Serra, com 35% das intenções de voto.

Sobre ausência de palanque no Ceará, em princípio, foi indiferente, mas reagiu logo: “Está todo mundo aqui reunido, então vamos ter”, acrescentou, referindo às lideranças do partido que o receberam no Cariri. Caravanas de prefeitos e vereadores de 27 municípios caririenses e de outros 15 da região Centro-Sul estão no Cariri para a visita de Serra, segundo divulgamos em post anterior. Ele também não quis comentar o acordo nuclear que o Irã firmou com a mediação do presidente Lula.

José Serra do Cariri

Tasso recepciona.
O nome no horto.

Serra desembarcou em Juazeiro do Norte (Cariri) por volta das 17h15min, com atraso de mais de duas horas em relação à programação inicial. Foi recepcionado pelo senador Tasso Jereissati e ainda no aeroporto colocado nos braços por correligionários do PSBD. Do aeroporto, ele seguiu acompanhado de uma moto carreata para o Horto do Padre Cícero, onde assistiu à apresentação de um grupo de reisado.

Na estátua de Padre Cícero, deu as tradicionais três voltas em torno do santo popular; assinou o nome na parede – rituais de todo visitante – e recebeu fitinhas. Nesta segunda, Serra deve vir para Fortaleza onde cumpre agenda até amanhã. ”

(Este Blog também com OPOVO Online/ Fotos do twitter do tucano Tomás Figueiredo Filho)

Tasso diz que PT deixou "mágoas" no PSB

O senador Tasso Jereisati (PSDB) afirmou nesta segunda-feira, em Juazeiro do Norte (Região do Cariri), que PT deixou “mágoas” no PSB”. Ele espera que entre 70% ou 90% do eleitorado de Ciro Gomes se achegue na candidatura do pré-candidato tucano à presidência da República, José Serra“.

Tasso é cicerone do pré-candidato a presidente da República, José Serra, que iniciou, por volta da 17h15min, visita a esse município caririense, onde visitou o horto e a Igreja do Socorro, onde estão os restos mortais do Padre Cícero.

O tucano disse que quer com Serra comparar obras realizadas pela presidenciável petista, Dilma Rousseff, enquanto era ministra da Casa Civil, e por Serra, quando foi ministro do Planejamento e ministro da Saúde. No programa de Serra, entrou visita ao Hospital São Vicente de Paulo, em Barbalha, que ganhou setor de oncologia na epoca em que Serra era ministro da Saúde.

Nesta terça-feira, Serra visitará à tarde o Complexo Industrial e Portuário do Pecém, obra da Era FHC e que teve recursos por ele liberados quando ministro do Planejamento. O senador tucano ainda chegou a provar: “Queria convidar Dilma para visitar o Estado”, observando que o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Lula e que teve Dilma como “Mãe do PAC” não existe no Ceará.

PESQUISAS

Para Jereissati, o crescimento de Dilma nas pesquisas recentes tem uma explicação: “O programa político transmitido no último dia 12 e que teve Lula como locutor”. Ele alfinetou: “Espero que o Tribunal Superior Eleitoral seja tão benevolente conosco como foi com eles.”

Para afastar qualquer dúvida sobre seu envolvimento na campanha de Serra, Jereissati disse estar “pronto independentemente do que vier a acontecer com o PSB no Estado”.

Em 2002, o parlamentar cearense apoiou a candidatura à presidência de seu velho amigo Ciro Gomes (PSB). Mesmo que a legenda do governador do Estado e candidato à reeleição, Cid Gomes, apoie Dilma, Jereissati aposta no descontentamento deixado pela retirada forçada de Ciro da corrida presidencial, sob influência do PT.

(Com Portal Terra)

FHC questiona "gol" de Lula no acordo acertado com o Irã

“O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) relativizou hoje a atuação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no fechamento do acordo sobre a questão nuclear com o Irã. Questionado se o Brasil havia feito um “gol” para a solução do impasse, FHC respondeu: “Precisa ver o juiz apitar que deu o gol mesmo, ou se houve impedimento. Eu não sei.” Em entrevista à rádio CBN, na manhã de hoje, a pré-candidata Dilma Rousseff (PT) disse que Lula “marca um gol no Oriente Médio” ao fechar o acordo com o Irã.

FHC relutou em comentar o assunto e só falou após insistência dos jornalistas. “Eu não posso falar do Irã, porque cheguei há pouco do México. Não li nada”, justificou, após participar de almoço com ex-presidentes da Espanha, do Uruguai e do Chile na Bolsa de Valores, no centro da capital paulista.

O acordo nuclear foi firmado hoje entre os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Mahmoud Ahmadinejad, do Irã, além do primeiro-ministro da Turquia, Tayyip Erdogan. O presidente iraniano aceitou trocar 1.200 quilos de urânio por material nuclear (enriquecido a 20%) equivalente para seu reator de pesquisas médicas. O processo deverá se dar em território turco.”

(Com Agências)

CNT/Sensus – Brasileiro acha que corrupção aumentou no País

“A maioria dos entrevistados ouvidos pelo instituto Sensus considera que a corrupção no Brasil está aumentando, segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira (17) pela (Confederação Nacional dos Transportes). De acordo com o levantamento, apenas 8% disseram que a situação melhorou, enquanto 68,3% afirmaram que a corrupção tem aumentado no país, e 21,3% considera que nada mudou.

Apesar de alto, o índice caiu em relação à pesquisa de janeiro deste ano, quando 69,4% disseram acreditar que a corrupção no Brasil estava aumentando.

Nesta semana, o projeto Ficha Limpa – que veta a candidatura de políticos condenados em segunda instância na Justiça – pode ser votado pelo Senado. O relator do texto na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), senador Demóstenes Torres (DEM-GO) já afirmou que apresentará seu parecer na quarta-feira (19). O texto-base do projeto já foi aprovado pelo Plenário da Câmara e proíbe a candidatura de políticos com condenação em segunda instância.

A campanha Ficha Limpa surgiu em 2008, depois de a AMB (Associação Brasileira de Magistrados) divulgar uma lista com os candidatos com “ficha suja”. A proposta, porém, enfrentou resistências de alguns parlamentares, que se viram ameaçados pelo texto.”

(R7.com)

A candidatutra antieleitoral de Eunício Oliveira

Pimentel e Eunício

Com o título “Candidatura antieleitoral de Eunício Oliveira”, eis artigo que o publicitário Ricardo Alcântara manda par o Blog nesta segunda-feira. Para ele, Eunício comete alguns erros quando tenta tirar do páreo o petista José Pimentel. Eunício, nas últimas horas, negou essa intenção. Confira:

A candidatura ao senado de Eunício Oliveira, embora já definida desde 2006 – tempo suficiente para se firmar – ainda tem como pré-condição para seu êxito a eliminação de qualquer possibilidade de disputa. É 100% ‘cartório’. Quando manobra no sentido de retirar o petista José Pimentel do páreo, Eunício comete dois erros: evidencia sua maior fragilidade – a ausência de base popular – e chama para si a furiosa rejeição do eleitorado petista.
 
Eunício tem quase tudo: tem dinheiro, o apoio do governador, chefia um grande partido e integra a base de um governo popular. Mesmo assim, sua candidatura depende de muitos, e muito pouco de si mesma, para vencer. 
A ele, que quase tudo tem, falta o essencial a quem pretende concorrer a um cargo majoritário: como o conceito matemático de ‘conjunto vazio’, falta a Eunício – e, infelizmente para ele, isso não se compra – um perfil político.
 
O perfil de um político se forma na percepção dos eleitores como conjunto de atributos subjetivos, adquiridos no transcurso da vida pública a partir do que se diz e faz – um soma de ideias, atos e modos forma seu estilo. O perfil de um político é algo simples: trata-se daquilo que o eleitor é capaz de afirmar a seu respeito em duas ou três frases. Tasso Jereissati, seu concorrente mais forte, o tem de sobra. O cearense sabe na ponta da língua.
 
Quanto a José Pimentel, embora menos conhecido, o fator ‘militância’ o consolidará: foi o homem que criou o serviço de aposentadoria em trinta minutos. É pouco? Tem essa: é o ‘senador do Lula’. Pronto: perfil é isso.
Eunício Oliveira, por sua vez, o que ele é? Esta pergunta tem sido feita nas ruas pelas pesquisas que o candidato contrata. E são os resultados delas que o levam a tentar, a custos eleitorais elevados, tirar adversários da disputa.
 
Eis aí a nova Democracia, mais recente contribuição política do Ceará para o país: aos eleitores é garantido o irrestrito direito ao voto. O que ele não pode mais é escolher os candidatos.

DNOCS empossa nesta terça-feira 82 aprovados em concursados público

Os 82 aprovados no concurso público do DNOCS serão empossados nesta terça-feira pelo diretor-geral do órgão, Elias Fernandes. A solenidade ocorrerá no auditório da Administração Central, em Fortaleza, a partir das 8 horas.

Segundo a assessoria de imprensa do DNOCS, são 30 administradores, seis engenheiros, cinco contadores, cinco economistas e 36 agentes administrativos. O último concurso público do DNOCS foi efetuado em 1964, portanto, há 46 anos.

Os concursados passarão por capcitação e conhecerão a estrutura organizacional da repartição e as atividades desenvolvidas pelas diretorias de Infraestrutura Hídrica, Desenvolvimento Tecnológico e Produção e Administrativa; Também as Coordenadorias Estaduais, Procuradoria Geral e Auditoria Interna.

CNT/Sensus – Dilma e Serra em clima de empate técnico

“Pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta segunda-feira mostra empate técnico entre os presidenciáveis Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), com uma leve vantagem da petista sobre o tucano.

A petista recebeu 35,7% das intenções de voto, enquanto o tucano ficou com 33,2%. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Avaliação do governo Lula bate recorde e atinge 76,1%, diz pesquisa
Pesquisa indica que Lula transfere mais votos a seu candidato do que FHC
Serei doador, mas não o único, diz vice de Marina Silva
PMDB cobra de petista regra rígida para aposentadoria
Marina Silva lança pré-candidatura à Presidência e confirma Guilherme Leal de vice

Marina Silva (PV) aparece em terceiro lugar, com 7,3% dos votos, enquanto pré-candidatos como José Maria Eymael (PSDC) e Américo de Souza (PSL) ficaram, respectivamente, com 1,1% e 1%. Outros pré-candidatos mencionados na pesquisa não registraram 1% dos votos.

Folha Imagem
 
CNT/Sensus indica empate técnico entre Serra e Dilma; Marina aparece em 3º lugar

Em uma segunda lista, apenas com os três presidenciáveis mais bem classificados nas pesquisas, Serra recebeu 37,8% das intenções de votos, enquanto Dilma obteve 37%.

Marina Silva recebeu 8% dos votos válidos. Os indecisos, brancos e nulos somam 17,3% nessa segunda lista. Em janeiro, edição anterior da CNT/Sensus, Serra tinha 40,7% dos votos, Dilma 28,5% e Marina 9,5%.

Espontânea

Pela primeira vez, Dilma aparece na frente de Serra na pesquisa espontânea –na qual não é apresentada a lista de candidatos aos eleitores.

A petista recebeu 19,8% das intenções de votos na espontânea, contra 14,4% do tucano.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que não é candidato, aparece em terceiro lugar na espontânea, com 9,7%. Marina Silva fica em quarto lugar, com 2,7% dos votos, enquanto o deputado Ciro Gomes (PSB) aparece em quinto lugar com 0,3% das intenções de voto –embora já tenha descartado a sua candidatura à Presidência.

Segundo turno

Num eventual segundo turno entre Serra e Dilma, a petista venceria com 41,8%, contra 40,5% para o tucano. Os brancos, nulos e indecisos somariam 17,8%.

Já num segundo turno entre Dilma e Marina, a petista teria 51,7%, contra 21,3% para a senadora do PV. Os brancos, nulos e indecisos somariam 27,2%.

Se a disputa ficasse entre Serra e Marina, o tucano teria 50,3%, contra 24,3% para a parlamentar. Os brancos, nulos e indecisos somariam 25,5%.

A pesquisa CNT/Sensus foi realizada entre os dias 10 e 14 de maio, em 136 municípios de 24 Estados. Foram ouvidas 2.000 pessoas. A pesquisa foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número 11.548/2010.”

(Folha Online)

Mensalão do DEM – Vídeo foi pegadinha, diz deputada do dinheiro na bolsa

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=_00-yAQTj2U[/youtube]

“A deputada distrital Eurides Brito (PMDB) afirmou, nesta segunda-feira, que o vídeo em que aparece colocando dinheiro na bolsa foi uma “pegadinha”. A gravação faz parte do inquérito que investiga um suposto esquema de pagamento de propina no governo do Distrito Federal. “Na Justiça isso não serve como prova, porque não foi feito com autorização”, afirmou a parlamentar, que diz ser vítima de “perseguição política”.

Nesta segunda, a deputada prestou esclarecimentos à Comissão de Ética da Câmara Legislativa, por conta do processo por quebra de decoro parlamentar. No depoimento, tentou desqualificar a oitiva realizada com o principal delator do suposto esquema de corrupção no DF, o ex-secretário de Relações Institucionais do governo Durval Barbosa. Ela reclamou por não ter sido avisada da oitiva, dizendo que teria sido uma “oportunidade” para questionar o ex-secretário. Avaliou também que o depoimento contém contradições e trechos inaudíveis.

Para a relatora, Érika Kokay (PT), ao usar o depoimento do ex-secretário como base de sua defesa, a peemedebista acaba fazendo o caminho inverso. “Ela valida essa oitiva para produção de um relatório”. A justificativa de Eurides para os alegados R$ 30 mil que aparece recebendo de Durval Barbosa no vídeo é de que a quantia seria um ressarcimento de reuniões pré-campanha realizadas por ela para Joaquim Roriz, que nega a versão. Questionada se não achou estranho receber em espécie um pagamento que poderia ter sido feito por transação bancária, a parlamentar disse que não indagou o pagador sobre a forma escolhida. “Eu estava ansiosíssima para receber o dinheiro que estava precisando”.

Afastamento
Na noite de sexta-feira, a Justiça do DF determinou o afastamento de Eurides do exercício do mandato até a conclusão das apurações. A decisão atendeu a um pedido do Ministério Público (MP) do Distrito Federal. O MP alega que Eurides Brito responde ação de improbidade administrativa por suspeita de envolvimento no mensalão do DEM, que seria comandado pelo ex-governador José Roberto Arruda. O esquema é investigado pela operação Caixa de Pandora.

No entanto, a peemedebista alega não ter sido notificada da decisão e, desta forma, ainda estar no cargo. Sua defesa deverá entrar com recurso contra o afastamento até terça-feira.”

 (Portal Terra)

Atrasa agenda de Serra no Cariri

A programação do pré-candidato a presidente da República pelo PSDB, José Serra, vai atrasar em Juazeiro do Note (Região do Cariri). Ele deveria ter desenbarcado às 15h30min, mas, segundo sua assessoria, houve atrasos que o farão pousar no Aeroporto Regional do Cariri por volta das 17h40min.

O roteiro continua o mesmo: Serra visitará o horto do Padre Cícero, a Igreja dõ Socorro, onde estão os restos mortais do religioso, devendo ainda visitar o Hospital São Vicente de Paulo, em Barbalha.

Por último, o pré-candidato terá encontro com lideranças no Crato Tênuis Clube,na cidade do Crato.

Dilma critica fim da CPMF

“A pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Roussef, criticou em entrevista à CBN, nesta segunda-feira, o fim da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Para Dilma, poderá ser preciso aumentar a carga tributária para garantir os recursos para a saúde que foram perdidos com a queda do imposto.

“Não vi resultados práticos no que se refere ao bolso do consumidor (com a queda da CPMF). Acho que houve uma perda de capacidade de fiscalização quando a CPMF caiu. E a perda de R$ 40 bilhões para se aplicar em saúde no Brasil”, afirmou a petista, completando: “Não é necessariamente a volta da CPMF, mas há que regulamentar o artigo 29 e garantir que haja os recursos. Você não tira R$ 40 bilhões e fica por isso mesmo. Não é possível ter visão tão sem compromisso como está”.

Questionada se a carga tributária deveria ser elevada para garantir os recursos, a pré-candidata afirmou: “ Acho que vamos ter que ser responsáveis, vai ter que aumentar recursos para saúde. Acho que deve tentar (aumentar recursos sem elevar a carga tributária). Não sei se é possível,” acrescentou.

Dilma defendeu também o ajuste sistemático da Previdência Social em vez de uma grande reforma previdenciária. Segundo a petista, nos países em que a reforma foi implantada houve problemas nas contas da Previdência. “Defendo que se ajuste a Previdência sistematicamente. Aumentou expectativa de vida, vamos ter que fazer ajuste para que a Previdência dê conta. Discutir com a sociedade a mudança de regras,” afirmou Dilma.”

(Globo Online)

Furto ao BC – MP investiga possível ligação de pastores

“O Ministério Público investiga os líderes da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo Bezerra e Romualdo Panceiro, por suspeita de receber R$ 200 mil procedentes de um roubo a banco.  A Igreja nega as denúncias. Segundo as investigações, há indícios de que o dinheiro seja parte dos R$ 164 milhões furtados do Banco Central de Fortaleza, em agosto de 2005.

A Polícia Federal recuperou só R$ 12 milhões e indiciou 96 pessoas pelo crime. Entre elas, um homem preso por estelionato e lavagem de dinheiro e que é investigado pela possibilidade de ser o doador ilegal à Universal, segundo apurou o Diário de São Paulo.

A denúncia foi feita ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) pelo lavador de carros Edilson Cesário Vieira, ex-fiel que diz ter presenciado a entrega em dezembro de 2006.

A doação, segundo a denúncia, ocorreu em uma sala de reuniões no 4º andar do templo central da igreja em São Paulo, na Avenida João Dias, em Santo Amaro, na Zona Sul da capital.

Segundo Edilson Vieira, um homem conhecido como Alexandre, frequentador da igreja, procurou Edir Macedo na noite de uma segunda-feira para entregar R$ 200 mil que havia adquirido de “um roubo ao Banco do Brasil”, porque queria “se redimir pelo crime”.

“O bispo Romualdo mandou um carro blindado pegar o dinheiro na casa do Alexandre, em Ermelino Matarazzo. Duas horas depois, chegaram com duas pastas pretas. O Alexandre jogou o dinheiro na mesa, ainda com lacre”, descreveu o ex-fiel. ”

(Diário de São Paulo)

Vice de Marina: "Serei doador, mas não único"

“Depois de longas conversas com sócios, amigos e parentes, o empresário Guilherme Leal, 60, aceitou se licenciar da direção da Natura para ser o vice de Marina Silva. Engajado na criação de ONGs como o Instituto Ethos e a Fundação Abrinq, concorrerá pela primeira vez a um cargo eletivo. Após a festa do PV, ele disse à Folha que a decisão foi “muito difícil” e que se dedicará a construir pontes com o empresariado.

FOLHA – Sua presença como vice aumenta a confiabilidade de Marina entre empresários?
GUILHERME LEAL – Espero que sim [risos]. À medida que isso está definido, muitos empresários têm simpatia, sim. Muitos me estimularam, de alguma forma, a esse movimento cívico. E corajoso.

FOLHA – Pretende ajudar a atrair doações de campanha?
LEAL – Existe uma estrutura que está sendo montada, com transparência e compromisso ético. O processo de captação está aí. Sabemos que não somos os ricos do pedaço.

FOLHA – O sr. vai ser doador?
LEAL – Vou, mas não o único. Pretendemos que a campanha seja financiada de uma maneira bastante distribuída. Todas as análises dizem que Marina pode mobilizar redes sociais. Espera-se que em termos de arrecadação isso também aconteça.

FOLHA – Qual a quantia necessária para a candidatura?
LEAL – Isso está sendo trabalhado. A campanha vai se ajustando às realidades. É um pouco desejo e um pouco possibilidade.

FOLHA – O senhor já decidiu o valor da sua contribuição?
LEAL – Não. Vai se construindo na medida em que a necessidade exista e numa proporção razoável.

FOLHA – Por que se licenciar da direção da Natura?
LEAL – Legalmente, não haveria necessidade, mas vou pedir afastamento do conselho. Não deixarei de ser acionista, mas sem qualquer influência nas decisões da Natura.

FOLHA – Teme alguma represália contra a empresa?
LEAL – A gente espera que a democracia seja respeitada. Da mesma forma como a Marina diz que não quer o embate com os adversários, a gente espera que isso prevaleça.

(Folha Online)

Lúcio e Ilário e uma conversa de futuro

O presidente regional do PR, ex-governador Lúcio Alcântara, continua disposto a postular cadeira de deputado federal, embora observe que seu nome vem sendo cogitado para o Senado. Lúcio, por enquanto, só diz que aguarda o desenrolar do cenário sucessório no Estado para tomar uma posição.

Ele, no entanto, não esconde que amiudou conversações com o ex-presidente regional do PT, Ilário Marques, sobre a possibilidade de uma chapa alternativa, caso o governador Cid Gomes (PSB) não queira endossar Dilma Roussseff (PT).

Nos bastidores, no entanto, há quem diga que a conversa Ilário e Lúcio seria mais no ãmbito da coligação proporcional. Lúcio sonha com a Câmara Federal e Ilário também.

Aliados de Ciro coordenam campanha de Serra no Ceará

“Os dois coordenadores da campanha do PSDB na região do Cariri, sul do Ceará, são aliados históricos de Ciro Gomes (PSB), deputado federal impedido pela cúpula do seu partido de concorrer pela terceira vez ao Palácio do Planalto. O candidato tucano à Presidência da República, José Serra, chega esta segunda-feira ao Ceará para uma visita de dois dias.

Prefeito do Crato, Samuel Araripe (PSDB) irá coordenar a campanha tucana no leste Cariri, região formada por 27 municípios no sul ao Ceará. Ex-prefeito de Barbalha, Romell Feijó (PTB) ficará com a parte oeste. Em 2002, ambos estiveram ao lado de Ciro Gomes na sua segunda tentativa de chegar à Presidência.

“Naquela época, eu estava filiado inclusive ao PPS, mesmo partido de Ciro”, contou Araripe. “Este ano a gente iria fazer campanha para ele de novo, mas agora vamos apoiar o Serra para presidente. Para governador, vamos apoiar o Cid Gomes [irmão de Ciro]”, completou o prefeito.

Araripe lamentou a saída de Ciro da disputa em 2010. “Se Ciro fosse candidato este ano, daria um banho em qualquer um aqui na região do Cariri. A liderança dele é extraordinária”, disse Araripe. “O processo de exclusão da disputa foi traumático. Agora o quadro mudou”, afirmou o prefeito.

No caso de Feijó, existe uma questão local que praticamente o joga para o palanque de Serra. Em 2008, ele perdeu a eleição para a Prefeitura de Barbalha para José Leite (PT), que deverá apoiar a candidata Dilma Rousseff. Ela ainda conta com o apoio de Manoel Santana (PT), prefeito de Juazeiro do Norte _maior cidade do sul do Ceará.

Aliado do governo Luiz Inácio Lula da Silva, Ciro Gomes viajou para os Estados Unidos após a decisão da Executiva Nacional do PSB que impediu a sua candidatura. Dilma Rousseff (PT) conta com o apoio dele. No entanto, em entrevista ao iG, Ciro disse que “Lula navega na maionese” e que Serra “é mais preparado”.

Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato são as três cidades que Serra irá visitar nesta segunda-feira. Depois, o tucano irá para Fortaleza.

O poder de Tasso
Araripe e Feijó foram escolhidos coordenadores na região do Cariri por Tasso Jereissati (PSDB), que disputará a reeleição ao Senado. Ao lado de Ciro, Tasso é ainda a principal liderança no Estado. Foi com o apoio do tucano que Ciro tornou-se governador do Ceará nos anos 90.

Em 2006, Tasso fez campanha para Cid Gomes (PSB), apesar de o seu partido ter lançado à reeleição o então governador Lúcio Alcântara (hoje no PR). Em 2010, Tasso tenta garantir o apoio de Cid à sua reeleição ao Senado.

E é por causa de Tasso que o palanque de Dilma no Ceará corre risco. Cid não quer apoiar o José Pimentel (PT) como segundo nome ao Senado. O primeiro, já garantido, é o de Eunício Oliveira (PMDB).

Cid quer apoiar apenas Eunício para, de forma velada, ajudar Tasso. Nesse caso, os desentendimentos entre PT e PSB acabarão beneficiando José Serra. Porém, o ex-governador paulista depende do empenho de Tasso em sua campanha.

Em 2002, quando disputou a presidência pela primeira vez, Serra conseguiu no primeiro turno apenas 8,5% dos votos válidos. Foi superado por Ciro, em primeiro lugar com 44,4%, e Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que ficou em segundo com 39,3%.” 

(Portal IG)

Lula é aguardado em Madrid

“Depois de negociar o acordo sobre o urânio do Irã nesta manhã, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcada na tarde de hoje (17) em Madri, capital espanhola, para os debates da 6ª Cúpula União Europeia, Mercosul e Caribe. Lula deve participar ainda hoje de uma série de discussões sobre a retomada das negociações para o fim dos obstáculos aos acordos comerciais entre países europeus e os que integram o Mercosul.

Os países membros do bloco sul-americano apresentaram propostas de abertura no setor industrial e aguardam que os europeus indiquem compensações na área agrícola. Do lado brasileiro, há expectativa para a possibilidade de alcançar um acordo de livre comércio de forma equilibrada, dizem os negociadores.

As exportações do Mercosul para a União Europeia atingiram, em média, US$ 55 bilhões, no período de 2006 a 2008 – ou seja 20% das vendas para o mundo. Os países da União Europeia são os principais investidores diretos na região do Mercosul.

Durante a cúpula, mais dois assuntos devem predominar nos debates: a crise econômica que atingiu a Grécia e, em menor escala, Portugal e Espanha; e a situação de Honduras. Para a maioria dos sul-americanos, o país deve ser mantido suspenso da Organização dos Estados Americanos (OEA) até que o presidente Porfirio “Pepe” Lobo adote algumas medidas consideradas fundamentais.

Para Lula e a maioria dos participantes do encontro, o presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, e seus aliados têm direito à anistia, assim como os que promoveram o golpe de Estado, em 28 de junho de 2009.”

(Agência Brasil)

PPS quer palanque pró-Serra no Ceará

Membros do PPS do Ceará gravaram, na última semana, as inserções do partido no rádio e na TV,  que vão ao ar mês que vem. Alexandre Pereira, presidente estadual, Robinson Castro e Silva, vice e pré-candidato a deputado estadual, e Leonardo Baima, pré-candidato a deputado federal, ocuparam os espaços.

Todos batem na tecla de que o PPS quer mudanças e não apostar na tese de que o Ceará não tem oposição em condições de enfrentar nas urnas o governador Cid Gomes (PSB).

Alxandre Pereira até admite, em conversa com amigos, entrar na disputa. Caso o PR do ex-governador Lúcio Alcântara recue. Pereira entraria para garantir mais um palanque pró-Serra no Estado. Ele integra a comitiva que recepcionará o pré-candidato tucano a presidente da República no Ceará.

Ceará ganha Atlas Linguístico

“O Atlas Linguístico do Estado do Ceará – ALECE, resultado de pesquisa que levou 17 anos para ser concluída e que se estendeu a várias regiões do Estado, vai ser lançado no próximo dia 20, quinta-feira, às 19 horas, no auditório da Reitoria da Universidade Federal do Ceará. Em dois volumes, a obra é um mapeamento da língua falada no Ceará, com informações capazes de subsidiar estudos de linguistas, lexicógrafos, gramáticos, historiadores, sociólogos e pedagogos.

O lançamento do ALECE, que recebeu apoio do Governo do Estado, através da Secretaria da Cultura, é parte da programação que a UFC promove pelos seus 55 anos de instalação, efeméride a ser comemorada em junho de 2010.

A ideia de elaboração do Atlas surgiu ainda nos anos 1970, dentro do Núcleo de Pesquisa e Especialização em Linguística, do Centro de Humanidades da UFC. Nele se diferenciam os falares de homens e mulheres, de escolarizados e não-escolarizados. É o sétimo do Brasil, depois dos produzidos na Bahia, Minas Gerais, Sergipe, Paraíba, Paraná e Rio Grande do Sul.

Sob coordenação do Prof. José Rogério Fontenelle Bessa, a equipe que liderou as pesquisas do Atlas é formada por alguns dos mais importantes estudiosos da área, como José Alves Fernandes, José Pinheiro de Souza, Alexandre Caskey, Hamilton Cavalcante de Andrade, Mário Roberto Zagari, Ignácio Ribeiro P. Montenegro e José Carlos Gonçalves.”

(Site da UFC)