Blog do Eliomar

Últimos posts

Uma crítica ao Réveillon de Fortaleza

275 5

Eis artigo do médico, professor e economista Marcelo Gurgel. Ele analisa o pronunciamento da prefeita Luizianne Lins (PT) convocando, via tv e rádio, para a festa de réveillon no aterro da Praia de Iracema. Marcelo vê algumas incongruências no número de pessoas que o Município quer atrair para a festa e não dispensa crítica ao português usado por Luizianne. Confira: 

Pelo quarto ano consecutivo, Fortaleza torra, ao pé da letra, um montanha de recursos, para exibir, no modelo de cidades com economia pujante e consolidada, um “Show” de ostentação e exuberância, reproduzindo um retumbante Réveillon que analgesia, provisoriamente, os endêmicos males do nosso cotidiano.

Para isso, a prefeita Luizianne Lins, apesar de jornalista e professora universitária, em mensagem pronunciada ontem, em canal de televisão local, convocou o povo a tomar parte no evento, recorrendo aos dizeres: “vamos nos confraternizarmos”. Na ocasião, também anunciou que o aterro acolherá mais de um milhão de pessoas.

Não comporta aqui, neste momento, discutir sobre os milhões de reais que serão explodidos nos dezessete minutos previstos para a duração da queima de fogos de artifícios e os hiperbólicos pagamentos de cachês, com dispensa de licitação, que serão feitos a artistas de fora, que, por pouco tempo de apresentação, no aterro da Praia de Iracema, levarão daqui bons cobres para os seus estados de procedência.

Os órgãos de segurança operam com o parâmetro de cinco pessoas por metro quadrado, o que, por simples cálculo, demanda duzentos mil metros quadrados, ou vinte hectares totalmente despojados de construções, para receber um milhão de indivíduos.

No espaço restrito definido para o espetáculo, isso somente seria obtido se uma parcela do povo avançasse no Atlântico, provida de generosa distribuição de bóias, para evitar possíveis casos de afogamentos, ou se fossem montadas pirâmides humanas, de vários andares, tão comuns nas festas em cidades espanholas.

Cabe agora um registro: nada contra festas que fazem a alegria da população, porém que elas somente ocorram quando a comunidade não tiver maiores necessidades, que precisam ser supridas pelo poder público.

Marcelo Gurgel Carlos da Silva
Médico e economista. 

Lula se despede do Palácio do Planalto provocando adversários

“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um balanço de seu governo, nesta sexta-feira, ao se despedir dos servidores do Palácio do Planalto e dos ministros. Lula disse que passará para a história como o presidente que fez mais do que o previsto no programa de governo. Naquele que deve ser o seu último discurso como presidente, Lula aproveitou para provocar seus adversários.

“Eu gosto de falar “nunca antes” porque eu sei que tem adversários e gente que não gosta, que sofre quando eu falo. Como eles pensam que eu sofro quando eles falam mal de mim, então eu retribuo dizendo que nunca antes na história do país houve, dentre deste Palácio, nesta sala, a quantidade de movimentos sociais participando, falando, propondo e decidindo políticas que o governo brasileiro tinha que executar – afirmou.

Lula leu trecho do programa de governo do PT, lançado no dia 23 de julho de 2002, quando começava a campanha eleitoral que lhe deu o primeiro mandato. E lembrou que o programa foi criticado pelos adversários.

– Posso dizer, sem medo de errar e sem ler os dois programas, que eu vou passar para a história como o presidente da República que fez muito mais do que aquilo que estava no Programa de Governo de 2002 e no Programa de Governo de 2006 – disse.”

(Com Globo Online)

Mensagens para 2011

193 5

“Aceitei o desafio de estar diariamente presente em nosso Estado e nesta Fortaleza que tanto amo, para junto com você, cidadão, acompanhar e incrementar os avanços que venham melhorar a vida de todos nós cearenses. É com o coração repleto de alegria e gratidão, que desejo ao povo do Ceará um 2011 cheio de conquistas e muita paz no coração”.

Patrícia Saboya, senadora e deputada estadual eleita

O "Lombardi" do Cid Gomes

161 1

Eis o deputado federal Flávio Bezerra. Era do PMDB, mas bancado pela Igreja Universal. Agora está no PRB, sigla alternativa do Palácio de Iracema. Como não foi reeleito, está sendo acomodado na futura Secretaria da Pesca e Aquicultura do Estado, que Cid Gomes criará a partir de janeiro.

Flávio Bezerra não é conhecido do público em geral e não é chegado a entrevistas. Nos quatro anos que circulou pelo Aeroporto Internacional Pinto Martins, passou ao largo. E, se procurado por um repórter, evitava conversa.

Acabou ganhando a alcunha de ‘Lombardi”.

Espera-se que, como titular de uma secretaria, mude essa postura.

O que ficou de grande projeto dos oito anos do Governo Lula para o Estado do Ceará?

174 1

Ô, xente! Será que se lembrou da gente?

“O cearense ainda aguarda que os projetos estruturantes iniciados no governo Lula se concretizem. Em oito anos, de acordo com levantamentos de organismos técnicos, foram prometidos a siderúrgica, a refinaria, a ZPE, a transposição das águas do rio São Francisco, a Trasnordestina, entre outros projetos estruturantes. Desses, a siderúrgica teve início este ano, o marco legal da ZPE foi aprovado, a transposição está em pleno andamento, a Transnordestina começou a andar depois de muita demora e a refinaria… bem, a refinaria continua empacada. O momento é de tornar concreto esses projetos que foram aguardados pelos cearenses durante tantos anos. Sem dormir em berço esplêndido.

DETALHE – O deputado estadual Heitor Férrer, que é do PDT, legenda com o Ministério do Trabalho na Era Lula e agora renovado para o Governo Dilma, não poupa: “Em oito anos, o que o Ceará viu das gestões lulistas foi muito microfone e papel.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Três governadores tomam posse na virada do ano

“Três governadores eleitos decidiram tomar posse nos primeiros minutos de 2011. Tião Viana (PT), do Acre, Roseana Sarney (PMDB), do Maranhão, e Camilo Capiberibe (PSB), do Amapá, vão assumir os cargos logo após a meia-noite de hoje (31).

O horário escolhido para a cerimônia não tem a ver com os fogos da virada, segundo as assessorias dos governos, mas com a partida dos governadores para Brasília, onde acompanharão a posse da presidenta eleita, Dilma Rousseff, no início da tarde. Os três embarcam para a capital ainda na madrugada de sábado.

Além de Viana, Roseana e Capiberibe, 15 governadores confirmaram presença na posse presidencial, inclusive nomes da oposição, como os tucanos Geraldo Alckmin, de São Paulo, Beto Richa, de Curitiba, Teotonio Vilela, de Alagoas, Marconi Perilo, de Goiás, Siqueira Campos, do Tocantins, Simão Jatene, do Pará, e Anchieta Junior, de Roraima.

O único governador do PSDB que ficará de fora da festa de Dilma será o mineiro Antonio Anastasia, que marcou sua posse para o mesmo horário da presidenta eleita, às 14h30.

Eleitos pelo DEM, os governadores Rosalba Ciarlini, do Rio Grande do Norte, e Ricardo Colombo, de Santa Catarina, não virão a Brasília para a posse de Dilma. Os dois tomarão posse em seus estados no início da noite.

Estão confirmados na posse presidencial os petistas Jaques Wagner, da Bahia, Marcelo Déda, de Sergipe, Agnelo Queiroz, do Distrito Federal, e Tarso Genro, do Rio Grande do Sul; os peemedebistas Sérgio Cabral, do Rio de Janeiro e Silval Barbosa, de Mato Grosso do Sul; e os governadores Eduardo Campos, de Pernambuco, Cid Gomes, do Ceará, e Renato Casagrande, do Espírito Santo, filiados ao PSB.

A maioria dos governadores deve tomar posse durante a manhã do sábado. Entre as exceções estão Omar Aziz (PMDB), governador eleito do Amazonas, Ricardo Coutinho (PSB), da Paraíba e Confúcio Moura (PMDB), de Rondônia, que receberão os cargos à tarde e não poderão acompanhar a transmissão presidencial.

Wilson Martins, governador reeleito do Piauí, que passou por uma cirurgia na última semana, também não vai participar da posse da presidenta eleita.

A assessoria do governo de Mato Grosso do Sul não confirmou a participação do governador André Puccinelli (PMDB) na posse de Dilma.”

(Agência Brasil)

UFC oferecerá em 2011 seis novos cursos de pós-graduação

 

Reitor Jesualdo Farias pode brindar.

“A Universidade Federal do Ceará termina o ano comemorando a aprovação de seis novos cursos de pós-graduação, além da adesão a dois outros em rede. Os cursos aprovados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) foram: Doutorado em Agronomia: Solos e Nutrição de Plantas – Centro de Ciências Agrárias; Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento Regional Sustentável – Campus da UFC no Cariri; Mestrado Profissional em Gestão de Recursos Hídricos – Centro de Tecnologia; Doutorado em Direito – Faculdade de Direito; Doutorado em Engenharia de Transportes – Centro de Tecnologia; e Doutorado em Letras – Centro de Humanidades.

Neste segundo semestre, a UFC também aderiu a dois cursos de pós-graduação em rede. O Mestrado Profissional em Saúde da Família, vinculado à Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, foi proposto pela Fundação Oswaldo Cruz e terá como instituições participantes, além da UFC, a Universidade Estadual do Ceará, a Universidade Vale do Acaraú, a Universidade Federal do Maranhão e Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

O outro é o Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional, a ser vincu-ado ao Centro de Ciências, proposto à Capes pela Sociedade Brasileira de Matemática e envolvendo 21 instituições de Ensino Superior. Este é inédito por ter abrangência nacional e ser semipresencial. Objetiva formar profissionais, em nível de pós-graduação, para aprimorar o ensino da Matemática na escola básica.

O Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFC, Prof. Gil de Aquino Farias, informa que agora a UFC conta com um total de 97 cursos de Mestrado e Doutorado. Ele destaca a criação do Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento Regional Sustentável, o primeiro da UFC em Juazeiro do Norte, e a expressiva recuperação dos mestrados de Letras e Direito. “Em avaliações anteriores obtiveram conceito 3 da Capes. Agora conquistaram conceito 4 e ainda criaram seus doutorados”, comemora o Pró-Reitor.”

(Site da UFC)

Presidente da CUFA do Ceará vai à posse de "Dona Dilma"

151 1

O presidente eleito da Central Única de Favelas (CUFA), Preto Zezé, está entre os convidados da posse da presidente eleita Dilma Rousseff. Ele recebeu convite para o ato e para o coquetel que o Itamaraty oferecerá.

Emocionado, Preto Zezé disse que o convite é uma prova de que os movimentos sociais da periferia brasileira passaram a ser ouvidos e respeitados pelo governo federal. Isso, após a chegada de Lula ao poder. Ele espera que os avanços sociais obtidos pela CUFA tenham continuidade na gestão de “Dona Dilma”.

Preto Zezé conferirá tudo ao lado de mais dois militantes da luta pela valorização da juventude da periferia, Celso Ataíde e MV Bill.

Amorim: asilo a Battisti não prejudicará relação com a Itália

151 1

“O ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, afirmou há pouco que a decisão brasileira de não extraditar o ex-ativista italiano Cesare Battisti não prejudicará as relações diplomáticas com a Itália.

“Não acho que vai ser prejudicada [a relação com a Itália] porque o Brasil tomou uma decisão soberana”, disse Amorim, acrescentando que o parecer da AGU descreve amplamente as razões para não extraditar Battisti.

Em nota divulga à impresa, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva explicou que a decisão de não extraditar o ex-ativista italiano foi embasada segundo as cláusulas do Tratado de Extradição assinado entre o Brasil e a Itália, em particular a disposição expressa na Letra F do Item 1, do Artigo 3 do tratado.

Segundo essa cláusula, uma das condições para não autorizar a saída do país é a condição do extraditado. “Conforme depreende do próprio tratado, esse tipo de juízo não constitui afronta de um Estado ao outro, uma vez que a situações particulares ao indivíduo podem gerar riscos, a despeito do caráter democrático de ambos Estados”, diz nota.

O documento informa ainda que o governo brasileiro “manifesta sua profunda estranheza com os termos da nota da Presidência do Conselho dos Ministros da Itália, de 30 de dezembro 2010, em particular com a impertinente referência pessoal ao Presidente da República”.

(Agência Brasil)

Governo brasileiro decide conceder asilo a Cesare Battisti

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu conceder asilo ao ex-ativista italiano Cesare Battisti. Ele acatou assim uma recomendação da Advocacia-Geral da União (AGU). O tema divide opiniões entre especialistas no Brasil e na Itália. Mas Lula negou o temor por uma eventual ameaça nas relações bilaterais.

O assunto aguardava definição há sete meses, desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a extradição. No entanto, a decisão ainda será determinada pela Suprema Corte, depois do período de recesso no Judiciário.

O Supremo Tribunal Federal (STF) havia autorizado a extradição de Battisti, que responde a processos na Itália – envolvendo quatro homicídios atribuídos ao ex-ativista político.

(Com CBN)

Sérgio Guerra deve ser reeleito para comando do PSDB nacional

“O consenso que faltava para que o senador Sérgio Guerra (PSDB), eleito deputado federal, seja reconduzido à presidência nacional do PSDB, em maio próximo, foi alcançado. A tensão do pós-eleição entre as alas mineira e paulista da sigla foi superada por meio de costuras silenciosas. Um dos que chegou a ser cotado para assumir o posto, o senador eleito Aécio Neves (PSDB), passou a admitir como uma boa ideia a permanência do pernambucano no cargo, tese que também ganhou a chancela do ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, do governador paulista, Geraldo Alckimin, e da bancada federal, segundo relatam interlocutores.

Ficando onde está, Guerra mantém as rédeas do maior partido de oposição ao Governo Federal, tarefa que pode acarretar reflexos ao cenário estadual. Muitas foram as conversas entre ele e José Serra (PSDB) sobre o assunto, e mesmo tendo havido algum acirramento, em determinado momento, o ex-governador de São Paulo foi o primeiro a manifestar-se, ainda durante a campanha presidencial, a favor da manutenção de Guerra.

Contou ponto ainda para o senador o papel que ele exerce de fiel da balança no conhecido cabo-de-guerra entre mineiros e paulistas. Agravada pelo insucesso da candidatura presidencial em outubro, a rixa entre os dois grupos levou o tucanato a um período de troca mútua de culpas recentemente. Nesse campo minado, Sérgio Guerra, emerge como alternativa neutra.

O assunto foi amplamente discutido entre os cardeais da sigla. Só com Serra, Guerra esteve tratando do tema inúmeras vezes, entre elas, em Nova York, quando o senador encontrava-se em missão da ONU. Com Aécio, teve encontros em Brasília e em Belo Horizonte. Concentrado nesse trabalho de arrefecer os ânimos, Guerra até deixou de lado articulações do PSDB em Pernambuco. O ex-governador de Minas tinha interesse no nome do senador – não reeleito – Tasso Jereissati (PSDB/CE) para assumir a função. O cearense, entretanto, é conhecido como “pavio curto” entre os correligionários, já carregando no currículo desentendimentos com Serra.

Com a recondução de Sérgio Guerra, há forte probabilidade, segundo interlocutores tucanos, de que Serra assuma mesmo o comando do Instituo Teotônio Vilela, como já foi especulado. O mandato do senador no comando da legenda foi prorrogado duas vezes, a primeira em maio deste ano para que ele pudesse conduzir o processo eleitoral e a segunda, em novembro deste ano, por mais seis meses. As convenções partidárias estão agendadas para março (municipais), abril (estaduais) e maio (nacional).

Segundo tucanos comentam, em reserva, pelas mãos de Guerra mudanças importantes na sigla devem ser postas em prática daqui para frente: a refundação do partido em algumas áreas do Brasil, o desenvolvimento de uma central de comunicação, organização de uma estrutura de pesquisas e unificação do discurso.

(Folha de Pernambuco)

Fruticultura do Ceará fecha 2010 em alta

O Ceará fecha 2010 com US$ 105 milhões exportados em matéria de frutas, segundo o Sindicato da Indústria da Fruticultura do Estado (Sindifruta). O dado ainda não computou dezembro mas, segundo Euvaldo Bringel, diretor, será bem melhor do que 2009.

Euvaldo lamenta que a safra de abacaxi tenha sofrido problemas neste ano, o que acabou influenciando no resultado final, mas o melão, carro-chefe e com venda fechada para a Europa e, principalmente, para os EUA, puxou os números.

Prefeitura espera superar 1 milhão de pessoas no Réveillon da Praia de Iracema

“Quem escolheu o Aterro da Praia de Iracema para comemorar a chegada de 2011 já pode se preparar. A festa começa às 20 horas, com apresentação inédita da Orquestra Sanfônica. Junto com as sanfonas, a cantora cearense Amelinha participa da abertura. Durante toda a noite, serão mais de cinco horas de shows, com atrações locais e nacionais.

A expectativa é que mais de um milhão de pessoas acompanhem a passagem do ano no Aterro. Ao todo, cerca de R$ 5 milhões foram investidos no Réveillon 2011, realizado pela Prefeitura de Fortaleza. A festa, segundo a prefeita Luizianne Lins, é a segunda maior do Brasil. Fica atrás apenas do Rio de Janeiro e já entrou para o calendário turístico do País.

Após a abertura, a festa continua com Caetano Veloso. A apresentação do cantor está prevista para 21h50min. De acordo com o coordenador de Estratégia do Produto Turístico da Setfor, Rafael Felismino, um dos coordenadores do Réveillon 2011, a intenção é “pluralizar” as atrações. “Temos que agradar todos os públicos, desde a moçada ao pessoal mais velho”, explicou. Por isso, depois das sanfonas e da música popular de Caetano Veloso, às 23h20min, entra a sambista Mart’nália para animar a virada.

Pouco antes da meia-noite, a cantora, junto com a bateria da Vila Isabel, comandará a contagem regressiva, animando a entrada do novo ano com muito samba. A chegada de 2011 será comemorada com a grande queima de fogos, um dos momentos mais esperados da noite. Vão ser 17 minutos de espetáculo colorido no céu da Praia de Iracema, com show piromusical. Logo depois, Mart’nália dá lugar à bateria da Vila Isabel que fica no palco até a chegada de Biquíni Cavadão, às 1h20min.

Quem ficar mais distante do palco principal pode acompanhar os shows em um dos dez telões que foram colocados na areia. Um telão também foi montado atrás do palco. Para garantir a segurança da grande festa, a Polícia Militar disponibilizará 462 policiais. Mais 364 guardas municipais vão dar apoio ao evento, totalizando 826.

Além disso, 36 câmeras de vídeo-monitoramento vão ser instaladas em todo o aterro. Quem quiser pode aproveitar a passagem do ano para tomar um bom banho de mar. Oitenta e um guarda-vidas da Guarda Municipal e do Corpo de Bombeiros estarão de prontidão, espalhados pela orla.

Transporte

Em cada um dos terminais, a partir das 19 horas, linhas especiais que vão para o aterro estarão disponíveis. Cem ônibus extras vão reforçar o trajeto de ida e volta da festa. A Tarifa Social (R$ 1,20 e R$ 0,60 a meia) estará em vigor hoje e amanhã. Quem optar por táxi precisa combinar com antecedência.

A orientação é que os passageiros se programem antecipadamente, agendando o horário e o local da busca por telefone. Já quem quiser ir de carro terá de chegar cedo para evitar congestionamento. Não será possível estacionar nas ruas Barão de Aracati, Massapê, Carlos Vasconcelos, Camocim e Monsenhor Bruno. As vias serão bloqueadas para a circulação de pedestres.

(O POVO)

Ciro e Patrícia conversam sobre cenários

237 2

O deputado federal Ciro Gomes (PSB) está em Fortaleza, depois de ter visto circulando por Guaramiranga. Nesta tarde de quinta-feira, ele esteve reunido com a senadora Patrícia Saboya (PDT), agora eleita deputada estadual, em um restaurante do bairro Meirelles. O assunto não foi divulgado, mas claro que o cenário político entrou no roteiro.

Ciro e Patrícia estarão no ato de posse do governador Cid Gomes, neste sábado. Quanto à solenidade de posse de Dilma Rousseff, há dúvidas de que Ciro e Patrícia se desloquem para Brasília. As assessorias não confirmaram nada ainda.

Ciro ainda está sem rumo político e Patrícia quer assumir a coordenação da Universidade do Parlamento, organismo da Assembleia que trabalha com entidades da sociedade civil e com a academia. Ciro é o irmão mais velho de Cid e Patrícia, sobre assuntos que digam respeito ao legislativo, como a futura mesa diretora, já decidiu que vai conversar com o governador antes. 

DETALHE – Ciro está usando barba. Nada de adesão ao petismo. É que ele passou recentemente temporada na Europa e, como ali estava frio, adotou o modelito para driblar a baixa temperatura.

Quinze governadores estarão na posse de Dilma. Cinco são tucanos

Essa é do Blog do Fernando Rodrigues, da Uol:

A cerimônia de posse de Dilma Rousseff (PT) como presidente, em 1°.jan.2010, já conta com presença confirmada de 15 governadores eleitos em 2010. Dos oposicionistas, 5 tucanos estarão presentes: Geraldo Alckmin (PSDB-SP), Beto Richa (PSDB-PR), Marconi Perillo (PSDB-GO), Teo Vilela (PSDB-AL) e Siqueira Campos (PSDB-TO).

Não estarão na cerimônia com certeza os 2 únicos governadores eleitos pelo DEM: Rosalba Ciarlini (RN) e Raimundo Colombo (SC). Também já anunciaram ausência Antonio Anastasia (PSDB-MG), Confúcio Moura (PMDB-RO), Ricardo Coutinho (PSB-PB) e Wilson Martins (PSB-PI).

O motivo da ausência, em geral, é a coincidência de horário da própria posse, no Estado, com a da presidente. A assessoria de Wilson Martins diz que ele se recupera de uma cirurgia e prefere não entrar na maratona de eventos que inclui a viagem para Brasília.

O Blog não localizou os governadores Tião Viana (PT-AC), Omar Aziz (PMN-AM), André Puccinelli (PMDB-MS), Silval Barbosa (PMDB-MT), e Anchieta Jr. (PSDB-RR). Simão Jatene (PSDB-PA), de acordo com sua assessoria, ainda não confirmou ida à posse de Dilma.”

Aloísio Carvalho será o "gerentão" da Segurança Pública e Defesa Social

278 8

Quem disse que Aloísio Carvalho, titular da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado, iria ficar fora da nova equipe do governador Cid Gomes, pode tirar o cavalinho da chuva. Ele apenas foi transferido de função. A partir de janeiro, assumirá a secretaria-executiva da pasta da Segurança Púbblica e Defesa Social, sendo, portanto, o braço técnico do futuro titular da SSPDS, Coronel Bezerra.

Aloísio Carvalho será, na prática, o gestor de toda a área administrativa e financeira, devendo dar um toque profissional a um setor que não se restringirá ao velho ar policialesco.

Aloísio Carvalho é da cota do PMDB do senador eleito Eunício Oliveira que, assim, amplia sua influência na gestão cidista. Eunício teve confirmada a manutenção de César Pinheiro na Secretaria dos Recursos Hídricos e João Melo indicado para a Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado.

Caso Battisti – Governo da Itália faz advertência ao Brasil

“O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, disse na quinta-feira que seria inaceitável se o ex-ativista italiano Cesare Battisti não for extraditado pelo Brasil. A imprensa brasileira informou na quarta-feira que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia decidido não extraditar Battisti, condenado à revelia por assassinatos em seu país. O governo ainda não se pronunciou sobre o caso.

O gabinete de Berlusconi destacou em nota que a possível preocupação com a deterioração do bem-estar de Battisti se ele fosse extraditado para a Itália deve ter influenciado a decisão de Lula, que ele pretende declarar como “incompreensível e inaceitável”.

“O presidente Lula terá de explicar a decisão, não apenas ao governo italiano, mas a todos os italianos e em particular às famílias das vítimas”, acrescentou.

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou no ano passado que Battisti deveria ser extraditado após ser condenado em seu país por assassinatos cometidos na Itália na década de 1970, quando grupos radicais de extrema esquerda promoveram uma campanha de violência.

Mas a decisão final cabe a Lula, que concedeu a Battisti o status de refugiado em 2009 e encerra seu segundo mandato na Presidência em 1o de janeiro. No começo da semana Lula disse que tomaria uma decisão até sexta-feira. Seus assessores afirmaram na quarta-feira que não havia ainda nenhuma decisão formal.

Mais cedo na quinta-feira, o ministro italiano da Defesa, Ignazio La Russa, declarou que as relações do país com o Brasil ficariam seriamente abaladas se Battisti não for extraditado.

“Ninguém deveria imaginar que um ‘não’ à extradição de Cesare Battisti não teria conseqüências”, disse La Russa ao diário Corriere della Sera, em entrevista publicada na quinta-feira.

“Eu consideraria isso um grande dano às relações bilaterais.”

La Russa, integrante da ala direitista do governista partido Povo da Liberdade, é considerado um ministro próximo de Berlusconi, mas não está claro o quanto suas opiniões refletem a atual política governamental.

“Até onde eu sei, estou pronto para adotar outras iniciativas”, ele declarou. La Russa não deu nenhum exemplo concreto, mas disse que estaria preparado para dar apoio a boicotes não especificados contra o Brasil.

No entanto, ele afirmou que um acordo de cooperação militar com o Brasil, prestes a ser aprovado pelo Parlamento italiano em 11 de janeiro, estava muito avançado para ser afetado.

“É tarde para isso. O governo já fez o que tinha de fazer. O resto cabe ao Parlamento”, disse ele.

Battisti fugiu de uma prisão italiana em 1981 e viveu muitos anos na França, mas deixou o país quando o governo francês aprovou sua extradição, em 2006. Ele foi preso depois no Brasil.”

(Reuters)

Réveillon na Praia de Iracema terá efetivo de pelo menos 1500 homens

“Um efetivo de 520 guardas municipais, 633 policiais militares, 40 guarda-vidas, 48 bombeiros, 300 seguranças particulares, 36 câmeras de videomonitoramento, além de dez viaturas e seis motos deverão garantir a segurança na festa de Réveillon no aterro da Praia de Iracema, em Fortaleza. Ainda no aterro, haverá 16 torres elevadas de segurança, com vista privilegiada da área e acesso facilitado para intervenção em possíveis ocorrências.

Para reforçar os detalhes do esquema de segurança da festa, a prefeita Luizianne Lins se reuniu, na tarde desta quinta-feira, 30, com gestores dos órgãos municipais envolvidos na organização do evento e os responsáveis pela segurança durante a festa.

Participaram do encontro o secretário de Segurança Pública do Estado do Ceará, Roberto Monteiro, o diretor geral da Guarda Municipal e Defesa Civil de Fortaleza, Arimá Rocha, além de representantes da Polícia Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Comando de Policiamento da Capital e da Perícia Forense.”

(O POVO Online)