Blog do Eliomar

Últimos posts

PT faz encontro da executiva para reforçar Pimentel como candidato ao Senado

A Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores vai discutir conjuntura política e estratégia eleitoral nesta segunda-feira, a partir das 18 horas. O encontro ocorrerá na sede do partido.

Em pauta tambem os preparativos para a realização do Congresso Estadual do que ocorrerá no próximo dia 22, que deverá contar com a presença do presidente nacional petista, José Eduardo Dutra.

Do encontro desta segunda-feira, deve sair fortalecida a tese de um pré-candidato do PT a uma vaga de senador, cujo nome cotado é o do ex-ministro da Previdência Social, o deputado federal José Pimentel.

(Foto – Paulo Moska)

Próximo Governo pode enfrentar deficit recorde na Previdência Social

“O próximo presidente enfrentará no primeiro ano de governo um deficit recorde no regime de aposentadoria dos servidores públicos federais. Projeções do Ministério da Previdência indicam que o rombo no sistema alcançará a marca histórica de R$ 32,4 bilhões em 2011.
 
O valor projetado representa um aumento de 33% em relação ao saldo negativo esperado para este ano: R$ 24,3 bilhões. Em 2009, as contas fecharam no vermelho em R$ 23,2 bilhões. A previsão é que até 2035 a situação se deteriore progressivamente e o desequilíbrio atinja R$ 99,8 bilhões.
 
O cenário também é de aumento do rombo quando se calcula o deficit como proporção do PIB. O percentual previsto para 2011 alcançará 0,85% da soma de bens e serviços produzidos no país no período. Neste ano, a previsão é atingir 0,70%.
 
Com esse crescimento do saldo negativo em relação ao PIB, observa-se uma volta aos patamares registrados há mais de seis anos. Mais ainda: se consolida uma inversão na tendência de redução no deficit.
 
Desde 2004 -ano em que entrou em vigor a reforma da Previdência promovida pelo governo Lula nas regras de aposentadoria do setor público-, houve um movimento predominante de queda no saldo negativo. Mas, agora, as estimativas apontam para uma curva ascendente do rombo nos próximos dez anos.
 
Aprovada no primeiro ano da gestão petista, a reforma previdenciária criou regras mais duras para a aposentadoria do funcionalismo. Mas um dos principais pontos da emenda à Constituição ainda não foi regulamentado, o que limitou os efeitos positivos das mudanças.
 
Especialistas consultados pela Folha avaliam que os aumentos salariais concedidos ao funcionalismo no período 2009-2011 estão entre os motivos para o salto no deficit no ano que vem. Além disso, sustentam que o sistema caminha para a insolvência, comprometendo cada vez mais a política fiscal do governo.”
(Folha Online)

Chávez culpa burguesia por problemas econômicos da Venezuela

“O presidente venezuelano, Hugo Chávez, culpou especuladores “burgueses” pela inflação galopante em seu país e pelo bolívar estar cada vez mais fraco, e prometeu uma “ação forte” nos próximos dias para controlar a economia do país membro da OPEP. “Precisamos parar com isso agora. A burguesia não ouve os apelos de sua consciência. Vamos agir com mão firme”, disse o socialista venezuelano em uma reunião de gabinete transmitida pela TV, em uma resposta familiar aos tempos de dificuldade econômica.

Já em recessão e prevista para ser a única nação da América Latina com um crescimento negativo em 2010, a economia da Venezuela trouxe mais notícias ruins nesta semana com a maior inflação mensal nos últimos anos, 5,2%. Derrubando os aumentos de preços e causando distorções em toda a economia, o dólar tocou os 8,0 bolívares no mercado paralelo de livre flutuação. Isso foi quase o dobro da taxa oficial principal de 4,3 bolívares e o triplo do nível de 2,6 do governo para as importações essenciais.

Chávez, que agora se diz marxista e fez uma carreira política calcada em ataques às elites tradicionais da Venezuela, disse que os ricos estavam se “aproveitando” de um recente aumento do salário mínimo, e também queriam lhe causar problemas antes da eleição legislativa em setembro. “Não tenho dúvidas de que há um componente especulativo e político elevado na inflação na Venezuela”, disse ele.

“Os burgueses estão muito envolvidos no funcionamento da economia. Eu os alerto: não seremos jogados de um lado para o outro (…) Fazemos um esforço para elevar os salários (…) e imediatamente os capitalistas aumentam tudo, comida, transporte, roupas. Eles estão tentando causar problemas e não vamos permitir isso”.

(Folha Online)

TV O POVO com flashes ao vivo do Castelão

Neste domingo, a TV O POVO fará uma cobertura especial do jogo Ceará x Fluminense, que marca a estreia do alvinegro na Série A, do Campeonato Brasileiro. A equipe comandada por Sérgio Ponte estará ao vivo, direto do Castelão.

Antes da partida e no intervalo serão veiculados flashes ao vivo. Por conta disso, excepcionalemtne, o programa “É Gol!” terá início às 20h30min

DETALHE – A TV O POVO informa já estar com o novo sinal da TV aberta, agora cobrindo bem toda a cidade.

Frente da Cidadania conversa com Pimentel em busca de uma suplência de senador

Pastor Neto e Gideon Queiroz.

A “Frente da Cidadania” formada pelo PSC, PTN, PRTB, PTdoB e PTC já manteve contato com o pré-candidato ao Senado pelo Partido dos Trabalhadores, o deputado federal e ex-ministro da Previdência Social, José Pimentel, e gostou da conversa.

O grupo quer uma suplência de senador – suas duas – para garantir apoio. “O papo foi ótimo”, disse o presidente estadual do PSC, Gideon Queiroz, endossado pelos demais dirigentes estaduais desses pequenos partidos. Aliás, Gideon anuncia que o pastor Neto Nunes, que disputou a Prefeitura de Fortaleza no pleito passado, disputará cadeira de deputado federal. “Os evangélicos vão mostrar sua força”, diz ele.

DÚVIDA CRUEL: Esses partidos todos que formam essa “Frente da Cidadania” têm mesmo voto? 

(Foto -Paulo Moska)

PT desafia TSE e mantém Dilma no programa

“Vai ao ar na próxima quinta-feira (13) uma nova propaganda institucional do PT. Dez minutos, em horário nobre. Pela lei, o espaço deveria ser usado para enaltecer o partido. Porém, o PT planeja utilizá-lo para exaltar Dilma Rousseff. A peça está pronta. Associa Dilma aos principais programas da gestão Lula –PAC, Minha Casa, Minha Vida e Bolsa Família, por exemplo. De resto, o petismo aproveita a vitrine televisiva para ligar a imagem de sua candidata à de Lula.

A estratégia é um desafio à Justiça Eleitoral. Além da publicidade maior, de dez minutos, o PT leva ao ar inserções menores, de 30 segundos. As duas primeiras foram veiculadas na quinta-feira (6) passada. Numa prévia do que está por vir, o PT as utilizou para propagandear Dilma. Em reação instantânea, o PSDB protocolou uma ação no TSE. Pediu que fossem suspensas outras duas inserções de 30 segundos.

Horas depois, o ministro Aldir Passarinho, corregedor do TSE, deu razão ao tucanato. Expediu liminar ordenando a suspensão dos filmetes. Um seria exibido neste sábado (8). Não foi. O outro, está previsto para a próxima terça (11). Passarinho facultou ao PT a possibilidade de substituir as peças vetadas. Impôs condições: para que sejam consideradas legais, devem se limitar a louvaminhar as atividades partidárias, não a envernizar a imagem de Dilma.

O ministro exemplificou: o PT pode divulgar sua atuação no Congresso ou eventos partidários. Pode também estimular a participação das mulheres na eleição. Deixou claro que não são admissíveis: propaganda de candidatos a cargos eletivos e a defesa de interesses pessoais. A despeito da reprimenda, o PT mantém, por ora, a decisão de concentrar em Dilma o programa da próxima quinta (13).

O partido já fizera o mesmo na propaganda que exibira em dezembro do ano passado. PSDB e DEM ajuizaram na época uma representação, ainda pendente de julgamento. Instado pelo TSE a se manifestar sobre essa peça de dezembro, o Ministério Público Eleitoral encaminhou ao tribunal, na semana passada, um parecer.

O documento endossa os queixumes da oposição. Para a Procuradoria eleitoral, o PT usou sua propaganda institucional para fazer campanha dissimulada de Dilma. O texto sugere ao TSE que condene o PT ao pagamento de multa e à perda do tempo de TV a que teria direito no primeiro semestre de 2009.

Na hipótese de julgar o processo neste início de semana, o TSE pode inclusive suspender a exibição do programa petista de quinta. Reza a lei eleitoral que a propaganda eleitoral eletrônica começa em agosto, depois da oficialização das candidaturas nas convenções partidárias de junho.

Daí os recursos da oposição. Daí também a decisão de Aldir Passarinho e o parecer do Ministério Público Eleitoral. O que leva o PT a desafiar o TSE e a flertar com o risco de perda do tempo de TV, é a necessidade de trombetear Dilma, ainda atrás do rival José Serra nas pesquisas.”

(Blog do Josias de Souza)

Prefeita inaugura Centro de Educação Infantil Zilda Arns nesta 2ª feira

A prefeita Luizianne Lins vai inaugurar, às 10 horas de segunda-feira, 10, o Centro de Educação Infantil Zilda Arns (Bairro Canindezinho). A obra atende a uma demanda da comunidade defiida em assembleias do chamado Orçamento Participativo (OP).

O Centro de Educação infantil Zilda Arns já está funcionando e tem capacidade para atender, segundo a assessoria da Prefeitura, cerca de 150 crianças no sistema de creche no período integral e pré-escola.

Governo infla dados e erra mapa em anúncio

“A pressa para divulgar ações em ano eleitoral levou o governo a inflar estatísticas e tropeçar na geografia, em campanha publicitária de R$ 60 milhões paga pela Secom (Secretaria de Comunicação Social) da Presidência da República.

A propaganda oficial atribui ao governo Lula a inauguração de escolas técnicas federais criadas muito antes da posse do presidente, em 2003. Além disso, usa mapas com indicações trocadas -no do Estado de São Paulo, por exemplo, há cidades indicadas a cerca de 400 quilômetros do local correto.

Os erros estão espalhados em anúncios de meia página publicados anteontem nos principais jornais do país, inclusive na Folha. As peças foram regionalizadas para divulgar obras em cada um dos 26 Estados e no Distrito Federal.”

* Da Folha Online, Leia mais.

Tudo pela mamãe

Eis o North Shopping, que fica no bairro de São Gerardo, nesta noite de sábado. Esse quadro se repete em outros polos de compra como o Shopping Benfica.

A CDL Fortaleza parece que vai acertar em sua previsão de que o incremento nas vendas vai chegar a 15%, bem maior do que igual período do ano passado.

O movimento nas lojas é tanto que até filas são formadas fora de algumas lojas.

Mas, para fazer a mamãe feliz vale tudo, não é mesmo?

(Foto – Paulo Moska)

Alckmin promete ser soldado de Serra

“O PSDB de São Paulo lançou neste sábado a pré-candidatura do ex-governador Geraldo Alckmin ao governo do Estado. O evento virou um ato de apoio à pré-candidatura do tucano José Serra à Presidência e de críticas à gestão petista no governo federal.

O próprio Alckmin se colocou à disposição de Serra e disse que será seu soldado na disputa pelo Palácio do Planalto. “Futuro presidente José Serra, quero dizer, desde logo: conte comigo. Serei um soldado na sua frente de combate, na luta em direção a Brasília. Sabemos todos o quanto você é capaz, o que fez, o quanto ainda fará pelo Brasil.”

Moacyr Lopes Júnior/Folha Imagem
Serra e FHC participam do lançamento da pré-candidatura de Geraldo Alckmin em SP
Serra e FHC participam do lançamento da pré-candidatura de Geraldo Alckmin em SP

Alckmin disse que foi uma honra trabalhar ao lado de Serra em São Paulo. “Já havíamos unido esforços antes. Durante o governo do grande mestre da nossa geração, Franco Montoro, pude acompanhar, desde a Assembleia Legislativa, o seu profícuo trabalho. Mais tarde, encontramo-nos na Assembleia Nacional Constituinte, e mais uma vez, lado a lado, trabalhamos juntos na elaboração da nova Constituição. Como vice de Mario Covas, aplaudi suas ações nos ministérios do Planejamento e da Saúde. Sua passagem pela prefeitura e pelo governo de São Paulo deu-nos sólidas provas da boa gestão que desejamos para o Brasil.”

O pré-candidato tucano ao governo de São Paulo disse que a esperança será a palavra de ordem de sua campanha. “Esperança: esta é palavra de ordem entre nós. Juntos, com o povo de São Paulo, que vem oferecendo a este grande país permanentes exemplos de trabalho e dignidade, vamos, com esperança e humildade, trilhar o caminho do futuro,”

(Folha Online)

Empresário e segurança são assassinados em Aquiraz

Um empresário do setor de caminhões e seu segurança foram assassinados a tiros, na tarde deste sábado, na comunidade de Telha Camará, no município de Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza).

O crime foi praticado por quatro homens que estavam num carro da marca Fox. Segundo a Polícia, os tiros foram disparados de uma pistola ponto 40. Ninguém foi preso até agora. <!–

–>

(Com Jangaeiroonline) 

Dilma Rousseff na intimidade

 

Com um calhamaço de fichas repletas de dados sobre realizações do governo Lula sempre ao alcance das mãos, a candidata petista à Presidência da República, Dilma Rousseff, falou por quase quatro horas sobre seus planos para o Brasil, numa entrevista exclusiva a editores e articulistas de ISTOÉ. Em poucos momentos ela consultou a papelada. Mas seguidamente procurou com os olhos um contato com sua equipe de assessores que lhe passava, sempre, sinais de aprovação. Dilma não refugou assuntos. Falou sobre questões pessoais e afetivas com a mesma naturalidade com que abordou temas da política e da economia. Emocionou-se quando relembrou seus dias de luta contra o câncer.

Vestida com um terninho clássico, de tecido leve e claro, penteada e maquiada com discrição, Dilma Rousseff parece à vontade na condição de candidata. Já suavizou a postura de gerente técnica que ostentava como ministra do governo Lula. Mesmo que jamais tenha buscado votos em sua vida pública, faz promessas de candidata e demonstra apetite para contrapor-se ao candidato da oposição, José Serra. Diz que a missão de seu governo é erradicar a pobreza, mas não estabelece prazos. Anuncia ainda mudanças na condução do Banco Central e a intenção de criar um fundo federal para compensar perdas regionais na reforma tributária que se compromete a implementar. A seguir, os principais trechos de sua entrevista:

Por que a sra. acha que o presidente Lula a escolheu para sucedê-lo e quando exatamente se deu isso?

O presidente Lula me escolheu quatro vezes. A primeira foi na transição do governo de Fernando Henrique para o governo Lula, em 2002. O presidente me chamou para fazer a coordenação da área de infraestrutura porque me conhecia das reuniões do Instituto de Cidadania. Depois ele me escolheu para ser ministra de Minas e Energia. E, em 2005, para ser ministra da Casa Civil. Por último, me escolheu para ser pré-candidata para levar à frente o projeto de governo. Acho que me escolheu porque acompanhei com ele a construção de todos os grandes projetos. O presidente sabe que nós conseguimos, juntos, fazer estes projetos. 

Ser presidente era uma ambição pessoal da sra.?

É um momento alto da minha vida, talvez o maior. Tem gente que passou uma vida inteira querendo ser presidente da República. Eu era mais modesta. Fui para a atividade pública porque queria servir. Pode parecer uma coisa falsa, mas acho que se pode servir à população brasileira no setor público. Sempre acreditei que o Brasil podia mudar, mas isto era uma questão longínqua. Quando o Lula me chamou para a chefia da Casa Civil, ele pretendia que o governo entrasse na trilha do crescimento e da distribuição de renda para que o Brasil desse um salto, e vi nisso uma grande oportunidade.

 A sra. se considera preparada para o cargo?

Tenho clareza, hoje, de que conheço bem o Brasil e os escaninhos do governo federal. Então, sem falsa modéstia, me acho extremamente capacitada para o exercício desse cargo. E acredito que o fato de não ser uma política tradicional pode incutir um pouco de novidade na gestão da coisa pública. Uma novidade bem-vinda. Na minha opinião, critérios técnicos se combinam com políticos. Escolher onde aplicar é sempre um ato político. Por exemplo, eu acho que a grande missão nossa é erradicar a pobreza e que é possível erradicá-la nos próximos anos. Isto é um ato político. Outra pessoa pode escolher outra coisa.

 No horizonte de um governo, é possível erradicar a pobreza? 

Tem um estudo do Ipea mostrando que até 2016 é possível erradicar a pobreza extrema, a miséria. Mas o empresário Jorge Gerdau costuma dizer que “meta que se cumpre é meta errada”. Metas não são feitas para cumprir, mas para estabelecer um objetivo, criar uma força. Assim, acredito que o prazo de 2016 é viável, mantido o padrão do governo Lula. Nossa meta pode ser ainda mais ousada. Só não vou dizer qual porque, se passar dois dias sem cumpri-la, vão dizer: “Não cumpriu a meta”, como fazem com o PAC. Atrasar uma obra de engenharia em seis meses é a catástrofe no Brasil.

O presidente Lula também trabalhou com metas quando foi candidato. Ele falava em dez milhões de empregos…

Acho que a gente fecha em 14 milhões. Falei com a área econômica de dois bancos e ambos consideram que o crescimento do PIB será de 6,4%, podendo chegar a 7%, o que dá condições para se chegar a estes 14 milhões de empregos. Os dados da produção industrial que fechamos em março apontam um crescimento muito robusto e sustentável porque são os bens de capital que estão puxando esse desempenho.

O Banco Central está preocupado com este crescimento…

 Não, o Banco Central está preocupado com outra coisa. Ele não pode estar preocupado com a expansão dos bens de capital porque isso é virtuoso.

Parece que há uma visão dissonante entre o Banco Central e a Fazenda sobre o desempenho da economia. Como a sra. vê essa questão?

Os dois trabalham em registros diferentes. O BC faz uma análise necessariamente de curto prazo, porque ele trabalha com questões inflacionárias conjunturais, mais imediatas. Ele olha a pressão na hora que ela acontece. Já a Fazenda tem uma visão de mais médio e longo prazo. É outro registro. A Fazenda tem consciência de que o Brasil está em uma trajetória de estabilidade e de sustentabilidade. Agora, isso não é incompatível com o fato de você ter pressões inflacionárias imediatas. Acho que foi importante o aumento dos juros na última reunião do Copom.”

* Da Revista IstoÉ, leia mais aqui.

TV O POVO com mudanças na programação a partir de 2ª feira

 

Joelma visitou este repórter do Blog. 

A TV O POVO estreará, na próxima segunda-feira, novidades em sua grade de programação. Segundo a assessora de imprensa do Grupo de Comunicação O POVO, Joelma Leal, o objetivo é aproximar, cada vez mais, o telespectador de uma emissora que se propõe a fazer jornalismo, sem deixar de lado a análise de conteúdo.

O jornalismo, inclusive, ganhará reforço no horário nobre com o noticioso Jornal do POVO, sempre às 21h40min. Também entrará na grade, ao meio-dia, o Grande Jornal do Esporte. O programa Grande Debate muda de horário: sai das 13 horas e ocupará a faixa das 20 horas.

Também muda o horário do Viva, apresentado por Isabel Andrade. Vai pular das 22 para as 23 horas.

(Foto – Paulo Moska)

Luizianne e Santana – Separados do Paço

Eis o que nos manda o leitor Mauro Silva, de Fortaleza, para o Blog:

O que a administração do PT de Juazeiro do Norte tem de parecido com a gestão do PT de Fortaleza?

O prefeito Manuel Santana (PT), de Juazeiro do Norte, enfrenta mais uma crise em sua gestão. Ele quer tirar a tradicional “Feira do Troca-Troca” do Centro e levar para local que camelôs não aceitam. I

Isso lembra algo pra você como o caso do “Beco da Poeira”? Aliás, Santana responde pela primeira vez por uma administração. Luizianne nunca foi gestora, mas conseguiu ser reeleita. Ela chegou a mudar seu secretariado na primeira gestão, enquanto Santana já mexeu 30 vezes.

Ambos são bem intencionados, mas vivem sempre com problemas principalmente na questão do diálogo e da comunicação. Havia até uma diferença recente entre ambos: Luizianne surfa sem oposição na Câmara Municipal, pois tem maioria esmagadora: Santana até que começou a enfrentar oposição e até ameaça de CPI mas, pelo visto, conseguiu agora acomodar interesses.

Ah, o último detalhe parecido entre essas administrações caiu na área do futebol: a Prefeitura demorou, mas está conseguindo tocar a reforma do Estádio Presidente Vargas. Santana vive problemas com
o Estádio do Romeirão interditado, porque atrasou o início das obras de reforma dessa praça esportiva.

Será que há ainda mais alguma coisa parecida entre essas gestões?

E aí, o sonho do estaleiro vai naufragar?

O navio e um mar de operários.

Eis aí o navio João Cândido, construído pelo estaleiro Atlãntico Sul, em Pernambuco, e que foi lançado ao mar pelo presidente Lula nessa sexta-feira. A festa foi grande e deixa muitos aqui do Ceará com certa dor de cotovelo, pois o estaleiro programado para o Estado, até agora, continua no papel. Falta acordo entre o governador Cid Gomes e a prefeita Luizianne Lins sobre a localização. Uma pena.

(Foto – JC.Online)