Blog do Eliomar

Últimos posts

TJ-CE implanta Diário da Justiça Eletrônico

A partir do próximo dia 1º de junho, o Diário da Justiça Eletrônico (DJE) substituirá, integralmente, a versão impressa do Diário da Justiça. O DJE será veiculado, sem custos, no site do Tribunal de Justiça (www.tjce.jus.br).

Isso ocorrerá diariamente, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados nacionais e estaduais, bem como nos feriados forenses e nos dias em que, mediante divulgação, não houver expediente na Comarca de Fortaleza.

(Com TJ-CE)

Sindiônibus oferce 5,5% de reajuste para motoristas e cobradores

“Em uma nova rodada de negociação, realizada na manhã desta sexta-feira, 28, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus) ofereceu 5,5% de reajuste para motoristas e cobradores. A categoria pede 45% de reajuste salarial. Em rodadas anteriores, o Sindiônibus havia oferecido 4,5%.

De acordo com Tobias Brandão, um dos diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Ceará (Sintro), “a greve será inevitável”, pois a categoria não vai aceitar o percentual oferecido. Os trabalhadores vão se reunir em duas assembléias, nesta sexta-feira, 28, a partir das 16 horas, e sábado, 29, às 9 horas.

“Não estamos pedindo aumento salarial, estamos pedindo perdas. Sabemos que as empresas têm condições de pagar”, afirma Tobias. As assembléias servirão para a categoria decidir quando deve ter início a paralisação, obedecendo o prazo legal de 72 horas para deflagrar greve, segundo Tobias Brandão.

Segundo a assessoria de comunicação do Sindiônibus, o reajuste de 5,5% foi oferecido após cálculos do que seria mais viável para as empresas de ônibus e de forma que atendesse à variação da inflação, que foi de 5,49%.

Ainda de acordo com o Sindiônibus, a Procuradoria Regional do Trabalho vai julgar uma ação cautelar movida pelo sindicato, que prevê que, em caso de greve, seja garantido um percentual mínimo de carros operando, por se tratar de um serviço essencial. Além disso, o Sindiônibus pede a proibição do bloqueio das garagens das empresas e da depredação dos ônibus. ”

(POVO Online)

MP-CE entra com ação contra Prefeitura de Reriutaba

“O Ministério Público do Ceará, por meio do promotor de Justiça da comarca de Tianguá Emílio Tahim, ingressou com uma ação civil pública para obrigar o Município de Reriutaba a remunerar seus servidores com quantia mensal não inferior a uma salário mínimo, independentemente da jornada de trabalho. 

O promotor de Justiça abriu um procedimento administrativo e realizou uma audiência com o prefeito, oportunidade em que explicou que a matéria já se encontra pacificada, inclusive na jurisprudência do Tribunal de Justiça do Ceará. O gestor municipal pediu um prazo para avaliar o impacto na folha e pagamento e, consequentemente, firmar um Termo de Ajustamento de Conduta apesar para definir prazos.

Porém, a reunião que estava marcada para o dia 26, justamente para se definir a questão, não foi realizada ante o não comparecimento do representante municipal. Desta forma, o membro do Ministério Público foi forçado a ingressar com a ação civil pública. Vale ressaltar que na ação judicial, a qualquer tempo, ainda é possível a celebração de um acordo entre o Ministério Público e a Prefeitura para evitar o prolongamento de discussões no Poder Judiciário.”

(Site do MP-CE)

Vice da ABIH/CE vai disputar cadeira de deputado estadual pelo PR

O vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hoteis (ABIH), regional do Ceará, Manuel Cardoso Linhares, vai disputar cadeira de deputado estadual pelo Partido da República. Liderança conhecida na Região Metropolitana de Fortaleza – principalmente no município do Eusébio, onde foi vice-prefeito e disputou a Prefeitura no último pleito, “Manuelzinho”  é tido como um dos puxadores de votos em se tratando de peleja estadual na legenda.

Ele já comunicou seu afastamento da condição de vice da Abih e também de membro da diretoria do Sindicato dos Hotéis do Estado.

Ou seja, vai entar agora leito na Assembleia Legislativa com o mote da necessidade de se fortalecer o turismo cada vez mais em nome da geração de empregos.

Vaga de Raul Araújo será preenchida por membro do Ministério Público

“Com a posse do desembargador Raul Araújo Filho como ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a vaga aberta no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) será preenchida por um membro do Ministério Público (MP).

A classificação do cargo pelo critério do quinto constitucional foi estabelecida pela Portaria nº 772/2010, assinada pelo presidente do TJCE, desembargador Ernani Barreira Porto, e publicada nessa quarta-feira (26/05) no Diário da Justiça.

A vaga anterior reservada ao quinto constitucional está destinada à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/CE). O TJCE aguarda o envio de uma lista sêxtupla de candidatos, para submetê-la ao Tribunal Pleno, que reduzirá a relação para tríplice. Os nomes serão encaminhados ao governador Cid Gomes para a escolha do desembargador.”

(Site do TJ-CE)

CNJ quer tribunais de justiça usando videoconferência para reduzir custos

“O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vai incentivar o uso de videoconferências em reuniões de trabalho com os Tribunais de Justiça dos estados. O objetivo principal é dar mais rapidez as decisões e reduzir custos, com economia de gastos com viagens. Para isso, o CNJ fez um levantamento da infraestrutura dos Tribunais estaduais em relação aos equipamentos existentes para realizar videoconferências. Dos 27 tribunais, apenas sete possuem o equipamento necessário:  os Tribunais do Distrito Federal, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Sergipe. Os dois últimos têm equipamentos defasados que precisam de atualização. Aos tribunais que não possuem equipamentos, o CNJ vai doá-los para garantir a realização das videoconferências, sempre que forem necessárias. 

Utilizada cada vez com maior freqüência, a videoconferência permite a um grupo de pessoas localizadas em lugares distantes realizar reuniões como se estivessem na mesma sala. Os participantes podem conversar entre si e visualizarem-se através de um monitor. O sistema permite todas as opções de apresentação e intercâmbio de informação que são possíveis em reuniões presenciais. A utilização de videoconferência já é uma prática antiga do CNJ. A Resolução 105, aprovada em abril, disciplina os procedimentos a serem adotados pelos tribunais e juízos para realização de interrogatórios e inquirição de testemunhas por meio de videoconferência.

A resolução também determina que o CNJ desenvolva e disponibilize a todos os tribunais sistemas eletrônicos de gravação dos depoimentos e de realização de interrogatório e inquirição de testemunhas por videoconferência e que os tribunais deverão desenvolver sistema eletrônico para o armazenamento dos depoimentos documentados pelo sistema eletrônico audiovisual. Os equipamentos necessários às varas/juízos para realização de audiências à distância são bem mais simples dos que estão sendo doados pelo CNJ aos tribunais, que serão utilizados primordialmente para realização de videoconferência  entre os diversos tribunais, facilitando a comunicação.”

(Site do CNJ)

Dupla assalta hotel no Centro de Sobral

“Um homem disfarçado de hóspede rendeu funcionários e clientes e assaltou o Hotel Mirante, no Centro do município de Sobral, na Região Norte do Estado. A ação ocorreu por volta de meia-noite desta sexta-feira, 28, depois que o acusado preencheu a ficha de hospedagem e chegou a se instalar em um quarto do hotel.

De acordo com o soldado José Mauro Vieira, da delegacia do Município, depois de subir ao quarto onde supostamente passaria a noite, o acusado retornou à recepção apontando dois revólveres para o recepcionista, e amarrou funcionários e hóspedes na entrada do estabelecimento.

Em seguida, o assaltante recebeu um comparsa e a dupla começou a invadir os quartos, rendendo clientes e outros funcionários. Depois da ação, os criminosos fugiram levando R$ 15 mil em cheques, R$ 1 mil em espécie, celulares, relógios e aparelhos eletrônicos. A dupla fugiu em um veículo Siena, de cor bege, de um homem que estava hospedado no hotel.

Segundo o soldado Vieira, a Polícia de Sobral faz diligências para tentar identificar os criminosos.”

(O POVO Online)

Vereador quer Prefeitura distribuindo Viagra, Cialis…

“O vereador Ciro Albuquerque (PTC) foi protagonista de um momento cômico durante sessão na Câmara Municipal de Fortaleza. Ao defender seu projeto de indicação que sugere à Prefeitura de Fortaleza a implantação de um programa de distribuição de remédio para impotência sexual destinado a pessoas com mais de 60 anos de idade, Ciro se referiu aos próprios vereadores como possível público-alvo do projeto.

“Eu, graças a Deus, não preciso fazer o uso desse tipo de remédio, mas eu sei que tem alguns colegas neste plenário que já precisam tomar essa medicação“, entregou o vereador, que disse mais. “Eu ficarei muito feliz em saber que um dia vocês foram aos postos de saúde para receber seus medicamentos contra impotência sexual“. No plenário, houve silêncio entre os possíveis beneficiários.

Na defesa de sua proposta, Ciro destacou que a prática sexual é um item importante na qualidade de vida da população, e que essa questão deve ser considerada quando se fala em saúde pública. Ciro destacou ainda que a queda da patente do medicamento Viagra vai permitir ao poder público criar políticas de combate à impotência sexual.”

(O POVO)

TRT-7ª Região muda de comando dia 18 de junho

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho – 7ª Região, desembargador federal José Antônio Parente, confirmou, nesta sexta-feira: entrega o cargo no dia 18 de junho próximo, duante solenidade no auditório do TRT, em Fortaleza.

O substituto dele é o atual vice, o desembargador federal Cláudio Pires, que hedará uma série de projetos implantados pela atual gestão como, por exemplo, a implantação dos estúdios da TV Justiça nesta Capital, prêmio de reportagem e o evento “Mundos do Trabalho”, que leva todos os serviços de cidadania para a população em praça pública.

Festa do Pau da Bandeira começa neste domingo em Barbalha

” A Festa de Santo Antônio, padroeiro de Barbalha (Região do Cariri), será aberta neste domingo, dia 30, com o desfile de 50 grupos folclóricos e o carregamento do pau da bandeira. O evento não ficará restrito ao religioso e folclórico. A Fundação SOS Chapada do Araripe vai promover um amplo debate sobre o impacto causado pela retirada do pau, ao longo de 100 anos, da área de proteção ambiental, no pé da Serra do Araripe. Um dos temas que está sendo questionado é o cumprimento do Termo de Ajuste de Conduta (TEC), que foi assinado em 2008, entre o Ministério Público Federal, Prefeitura de Barbalha e órgãos ambientais. Segundo o presidente da Fundação SOS Araripe, Maurício Teles Freire, até o momento não foi implantado o Horto Florestal que, segundo ele, funcionaria como reserva florestal, de onde seria retirado o pau da bandeira. Ele argumenta que, por ocasião do corte da árvore que servirá de mastro para a bandeira de Santo Antônio, dezenas de pessoas acompanham o ritual, o que tem causado, para Maurício, um impacto ambiental significativo na área. “Não se trata de um posicionamento radical em defesa da natureza. O que nós defendemos é a preservação dos nossos costumes, tradições, religiosidade, sem agredir a natureza”, explica.

O secretário de Cultura e Turismo de Barbalha, Dorivan Amaro, diz que a Prefeitura está promovendo o plantio de mudas no sopé da Serra do Araripe. No ano passado, foram plantadas 200 mudas. Este ano, está programado o plantio de mais 200 mudas. A Fundação SOS Araripe explica que este plantio aleatório não cumpre as exigências do Ministério Público e órgãos ambientais. Com o objetivo de debater estes e outros assuntos será lançado, no dia 4 de junho, logo depois da abertura da festa, o projeto “Caminhos do Pau da Bandeira”, acompanhado do curso “Conhecendo a Floresta do Araripe”. A solenidade será no auditório da Faculdade de Medicina de Barbalha, com a participação de professores, estudantes e ambientalistas.”

(Blog do Crato)

Mensalão do DEM envolve agora Rodrigo Maia

O delator do “mensalão do DEM” do Distrito Federal, Durval Barbosa, afirmou ao Estado que o presidente nacional do partido, deputado Rodrigo Maia (RJ), era um dos beneficiários do esquema montado pelo governador cassado José Roberto Arruda. “O acerto do Rodrigo era direto com o Arruda”, disse Barbosa. Autor dos vídeos que levaram à queda de Arruda, de quem foi secretário de Relações Institucionais, Barbosa afirmou que a participação do presidente nacional do DEM é uma das vertentes da nova fase das investigações, com as quais colabora por meio de um acordo de delação premiada firmado com o Ministério Público Federal.

“O Ministério Público vai pegar”, afirmou, referindo-se à suposta participação de Rodrigo Maia no desvio de dinheiro do governo do Distrito Federal. O ex-secretário também acusou o PMDB de receber pagamentos mensais do esquema de Arruda. Barbosa conversou com o Estado na quarta-feira à noite, quando participava de uma festa para mais de 500 pessoas numa das casas de eventos mais badaladas de Brasília. Era a abertura de uma feira de noivas.

Fama

Acompanhado da mulher, Kelly, Durval circulou com desenvoltura entre os convidados. Depois de passar meses fora de Brasília sob proteção da Polícia Federal, o ex-secretário, agora com pose de celebridade, tenta voltar às rodas sociais da capital federal.

Camiseta Versace sob o blazer bem cortado e ostentando no pescoço um vistoso pingente de ouro com o nome da mulher, o ex-secretário de Arruda passou pouco mais de duas horas na festa, sempre sob o olhar atento de dois seguranças armados.

A fama adquirida após tornar-se homem-bomba do escândalo que defenestrou Arruda do governo tem feito com que muitos o evitem: no período em que permaneceu no evento, Barbosa conversou com menos de dez pessoas.

Na mesma festa, estava o presidente do DEM no Distrito Federal, senador Adelmir Santana. Razão para constrangimento? Para Barbosa, não. “O constrangimento é de quem roubou”, disse.

A metralhadora do delator do mensalão candango segue ativa. Além de disparar contra o presidente nacional do DEM, Barbosa afirmou que dirigentes do PMDB se beneficiavam do esquema de corrupção montado no governo Arruda.

Cota mensal

O dinheiro, segundo ele, era entregue ao presidente do diretório do partido no DF, o deputado federal Tadeu Filippelli. “Filippelli recebia R$ 1 milhão por mês para o PMDB”, afirmou Barbosa. “Inclusive tem um áudio sobre isso”, emendou.

O ex-secretário se recusou a dar detalhes sobre os supostos pagamentos ao DEM e ao PMDB sob o argumento de que o acordo de delação premiada o impede de falar a respeito de assuntos sob investigação. Ele indicou, porém, que está contando o que sabe ao Ministério Público e à Polícia Federal.

Indagado sobre o que tem acrescentado às investigações da Operação Caixa de Pandora, deflagrada pela PF em novembro passado, primeiro ele fez mistério. “Vem muito mais por aí”, declarou. Depois, fez mais uma de suas profecias: “Mais uns 60 vão ser presos.”

(Agência Estado)

Câmara aprova gratificação por risco de vida para vigilantes e salva-vidas

 

“A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou nesta semana, por unanimidade, o parecer do relator deputado federal Eudes Xavier (PT-CE), favorável ao Projeto de lei  6113/2009, de autoria do senador Paulo Paim (PT -RS), que inclui  novos riscos dentro do conceito de periculosidade previsto no art. 193 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, aprovada pelo Decreto-lei n.º 5.452, de 1º de maio de 1943. O projeto prevê o pagamento de um adicional de periculosidade (30% sobre o salário) de vigilantes, salva-vidas e seguranças privados, entre outras categorias.

O projeto de lei propõe a inclusão da seguinte expressão: “ou a exposição à situação de risco à vida, perigo iminente de acidente ou violência física”.  Atualmente, a CLT considera como atividades ou operações perigosas apenas aquelas que, por sua natureza ou métodos de trabalho, impliquem o contato permanente com inflamáveis ou explosivos em condições de risco acentuado. Esta alteração, segundo o deputado Eudes Xavier, possibilita que profissionais como salva-vidas, vigias, vigilantes e seguranças privados, dentre outros, sejam reconhecidos pelos esforços despendidos na tutela do patrimônio e da vida das pessoas. “ Esta tarefa é onerosa e sempre sujeita aos riscos decorrentes da exposição à violência e à ganância”, explica o parlamentar.

Eudes Xavier ressalta que o simples pagamento de um adicional  não é o suficiente para debelar o próprio risco, mas entende que a luta contra a violência passa pelo esforço destes profissionais, que devem ser reconhecidos e valorizados pela sociedade. O projeto ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça.”

(Com Agência Câmara)

Câmara dos EUA derruba lei que proibia gays nas Forças Armadas

“A Câmara de Representantes dos Estados Unidos se uniu a uma comissão do Senado e votou nesta quinta-feira (27) a favor da revogação da lei que proíbe que os homossexuais que servem nas Forças Armadas declarem abertamente sua orientação sexual, sob pena de expulsão.

Com 235 votos a favor e 194 contra, a Câmara aprovou uma medida similar à que horas antes tinha sido votada pelo Comitê das Forças Armadas do Senado para acabar com a lei “Don’t ask, Don’t tell” (“não pergunte, não diga”), que só permite que homossexuais sirvam ao Exército se mantiverem sua orientação sexual em segredo.

Este é só mais um passo na revogação da lei, que ainda tem que passar pelo plenário do Senado, que deve votar a medida no próximo mês. Tanto na Câmara quanto no Senado a medida fará parte de um projeto de lei sobre despesas de defesa do país.

O secretário de Defesa, Robert Gates, deu seu apoio à medida, embora tenha sido destacada a importância do relatório que avaliará as implicações desta possível decisão após 17 anos de vigência da lei.

A maioria dos democratas votou a favor, mas 26 se opuseram a seus colegas votaram contra, enquanto cinco republicanos votaram a favor.
Para virar lei, a proposta tem que ir ao plenário do Senado e ser aprovada pelas duas Casas do Congresso.”

(Portal Uol)

Atores denunciam agressão policial

“A penúltima apresentação do espetáculo Rãmlet Soul, ocorrida na terça-feira, 25, na praça do Theatro José de Alencar, contou com um elemento extra: um minuto de silêncio pelas vítimas de violência. Mas não vítimas criadas por William Shakespeare ou Heiner Muller & escritores que inspiraram a produção. O ato veio em protesto à postura de três policiais militares que teriam incitado populares a agredirem os atores. A versão foi repassada ao O POVO pelo produtor-executivo e pelo diretor da peça, Rodrigo de Oliveira e Thiago Arrais, respectivamente.

Segundo Thiago, os policiais teriam abordado os artistas acusando-os de atentado violento ao pudor. Motivo: alguns estavam apenas de toalha. Interpretavam michês. “Eles exigiram que a gente se retirasse, mas o pessoal reivindicou o direito de trabalho em espaço público. Aí, eles ficaram mais agressivos e disseram que aquilo não era trabalho, mas -sem-vergonhice-“, narrou.

Esse teria sido o estopim para um dos PMs gritar para quem assistia à encenação: “Mostrem pra eles o que é teatro“. Resultado: três atores (Júnior Barreira, Saymon Moraes e Sol Mouffer) teriam sido agredidos com socos, tapas e pontapés por populares, segundo versão dos artistas.

O grupo não chegou a registrar Boletim de Ocorrência (BO). Porém, por intermédio da diretora do Theatro, Izabel Gurgel, encaminhou ofício aos titulares da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Roberto Monteiro, e da Secretaria da Cultura (Secult), Auto Filho, narrando o episódio e solicitando a intervenção dos órgãos.

De acordo com ela, Monteiro comprometeu-se a encaminhar o caso à Corregedoria da PM. A denúncia pode ir parar no Ministério Público. Os atores queixam-se inclusive de homofobia.

Desconhecimento
O relações públicas da PM, major Marcus Costa, afirmou ao O POVO que a corporação só tomou conhecimento do caso através da imprensa. Conforme ele, como a corregedoria foi acionada, um procedimento administrativo será aberto. Os PMs poderão se defender das acusações e, se forem condenados, sofrerão sanções. “Desde advertência à restrição de liberdade. Mas nenhuma versão nos chegou até agora-, pontuou. ”

(O POVO)

Operadora Oi deixa cliente na mão. E sem telefone

Do jornalista Eunivaldo Pereira, recebemos a seguinte nota em tom de reclamação. Confira e avalie se isso já aconteceu com você.

Caro Eliomar de Lima,

Na quinta-feira da semana passada, dia 20/05, o telefone fixo de minha residência emudeceu. A linha de internet, a Velox, também deixou de funcionar. Ambos pertencem à operadora Oi. Comunicado o defeito, deram-me prazo entre 24 e 48 horas para o restabelecimento do serviço, o que veio a ocorrer por volta das 16h30min do sábado, dia 22/05.

Por volta das 7 horas da manhã de domingo, dia 23/05, os serviços deixaram novamente de funcionar. Providências foram pedidas imediatamente. As promessas de restabelecimento  feitas pela Oi  foram todas rigorosamente descumpridas.

A partir de determinado momento, deixei de anotar os quilométricos números de protocolo, por inúteis. Muitas foram as desculpas dadas para justificar os serviços não prestados: “eventos” (seja lá o que isso signifique, mas temo ser um demônio perigoso para as comunicações); acidentes, ventanias, raios – tudo isso junto, no bairro da Varjota, onde moro. Não são uns pândegos irresponsáveis?).

Houve até gravação informando que havia acúmulo de chamadas em virtude das “fortes chuvas no Rio de Janeiro”, coisa de hospício.

EM RESUMO: continuo sem telefone fixo residencial e sem Velox. E ninguém, absolutamente ninguém, na empresa, dá uma explicação que tenha o mínimo de racionalidade e profissionalismo. E você, caro internauta, está passando por algum calvário semelhante ? Conte sua história,  ajude a sanear o mercado.

PS – Alguém se habilita a fornecer-me serviços decentes, confiáveis, sérios, para que eu me livre desses incompetentes ?

Eunivaldo Pereira,

Jornalista.

Cid viaja para os EUA

O governador Cid Gomes (PSB) embarca neste sábado para os EUA, onde vai participar de seminário que o Banco Mundial promove com gestores beneficados com empréstimos da Instituição. Com a viagem do governador, que deve permanecer em Washington até meados da próxima semana, ficará no Governo o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Ernani Barreira.

Isso, porque o vice-governador, Francisco Pinheiro (PT), encontra-se ausente do Estado, mais precisamente na Argentina, onde divulga a Conferência Internacional sobre Clima e Desertiicaçlão (ICID 2010), que ocorrerá em Fortaleza, no mês de agosto, no Centro de Convenções.

Já o presidente da Assembleia Legislativa, Domingos Filho (PMDB), encontra-se também fora do Estado, pois caso assumisse o Governo ficaria inelegível. Domignso Filho está em Belo Horizonte, em confere evento das Assembleias Legislativas do País.

Negociação sobre PEC 300 volta à estaca zero

“Nada é tão complicado que não possa ser piorado. A novela em que se transformou a negociação da PEC 300 na Câmara ganha mais um capítulo, dessa vez com ares de “flashback”. Após um ensaio de negociação entre os trabalhadores da segurança pública e o governo, onde as categorias aceitaram a retirada do piso salarial do texto da proposta de emenda à Constituição, policiais e bombeiros voltam a exigir que os valores sejam impressos na Carta Magna. Essa reivindicação conta com o apoio de 321 deputados.

A trindade pró-PEC 300 na Câmara – os deputados Capitão Assumção (PSB-ES), Major Fábio (DEM-PB) e Paes de Lira (PTC-SP) – destaca que os trabalhadores só abririam mão de ver o valor de seus salários na Constituição se a Casa votasse a matéria na noite de quarta-feira (26), conforme foi prometido durante a tarde daquele dia. “Como isso não aconteceu, tudo voltou à estaca zero”, resumiu Major Fábio.

A disposição de abrir mão do valor dos salários na Constituição está contida num documento, assinado por representantes de associações de policiais, e entregue ao presidente da Casa, Michel Temer (PMDB-SP).

No texto eles chegam a aceitar a aprovação de um destaque, que descaracteriza a proposta ao excluir o piso salarial provisório a policiais e bombeiros militares de R$ 3,5 mil e R$ 7 mil – para praças e oficiais, respectivamente.

Ao final, porém, como contrapartida, o texto pede que a PEC seja votada. “Solicitamos a colocação em pauta no dia de hoje, em sessão extraordinária, para término da votação do primeiro turno e também a dispensa de interstício para a votação do segundo turno; para que seja feita justiça para com todos os profissionais que defendem a vida e o patrimônio do povo brasileiro”, finaliza o documento (leia a íntegra abaixo).

O requerimento, na verdade, era uma esperança para fazer com que a Câmara concluísse a votação da matéria; cujo texto-base foi aprovado em março passado. Representantes dos policiais se reuniram com o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), na noite da quarta. O petista não escondia que a retirada dos valores da proposta era condição para que a PEC tivesse chance de ser analisada pelos parlamentares.

Após a aceitação da retirada, o petista ficou de trazer uma proposta oficial do Planalto na próxima terça-feira (1º). Ao contrário do que foi pedido pelos policiais, Vaccarezza não se comprometeu com prazos para que uma lei complementar traga os reajustes dos trabalhadores.”

(Congresso em Foco)

Ilário Marques vê com simpatia ruptura com Governo Cid Gomes

O ex-presidente do PT estadual, Ilário Marques, já trabalha por uma vaga de deputado federal pelo partido. Por conta disso, é José Pimentel para o Senado, ex-ministro da Previdência Social, desde criancinha. Isso, porque Ilário herdará o espólio político do parlamentar.

Nesse objetivo de dar maior amplitude de poder ao PT no Estado, Ilário diz até que não seria nada mal uma ruptura com o Governo Cid Gomes (PSB).

Indagado se ele, por exemplo, poderia ser a opção para disputar com o governador, recuou e afirmou que existiriam outras opções. Incluiu até José Pimentel.