Blog do Eliomar

Últimos posts

Lúcio comemora resultado de pesquisa e já aposta no segundo turno eleitoral

130 1

A ordem no ninho lucista é intensificar campanha.

“Foi muito bom!’ – disse, nesta manhã de segunda-feira, durante visita ao Terminal de Ônibus do Antônio Bezerra, o candidato a governador pelo PR/PPS,  o ex-governador Lúcio Alcântara, ao avaliar a pesquisa Datafolha/O POVO. Pelos números, Cid Gomes (PSB) ficou com 47%, Lúcio veio com 26% e Marcos Cals (PSDB/DEM) registrou 7% de intenção de votos.

Ao lado do seu candidato a vice, Cláudio vale (PPS) e do postulante ao Senado pelo PPS, empresário Alexandre Pereira, Lúcio reconheceu que o “jogo está apenas começando”, mas disse que tinha o que comemorar, pois enfrenta um candidato há quase quatro anos no poder que deveria ter maior índice de preferência do que marcou na pesquisa.

“Acho que vamos ter segundo turno. Disso estou convicto e vamos trabalhar com essa tese”, complementou o candidato do PR/PPS.

Lembrado de que está com 24% de rejeição, num empate técnico com Cid Gomes, que apresenta 23%, Lúcio Alcântara reiterou que tinha o que comemorar: “Ora, eu sou um político com 40 anos de atuação e ele não. Pra mim, foi muito positivo esse dado.”

(Foto – Zé Rosa)

Procuradora pode ser alvo de representação

“O PT decide hoje se entrará com representação contra a vice-procuradora geral eleitoral, Sandra Cureau, no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

O presidente do partido, José Eduardo Dutra, acusou ontem a procuradora de extrapolar suas funções de zelar pelo cumprimento da legislação eleitoral.

A cúpula petista ficou irritada depois que Sandra afirmou que, em tese, o presidente Lula teria usado irregularmente a máquina pública para promover a candidatura de Dilma Rousseff, na cerimônia de lançamento do edital de licitação do Trem de Alta Velocidade.”

(Globo)

Secretário comemora empregos gerados com apoio da Prefeitura

152 1
Com o título “Sustentabilidade e empregos”, eis artigo assinado, no O POVO desta segunda-feira, pelo secretário do Planejamento de Fortaleza, Alfredo Pessoa. Ele fala da ação do Município na geração de novos empregos.
Depois de décadas de elevado desemprego, estamos assistindo a uma impressionante recuperação do mercado de trabalho. Nem mesmo a crise de 2009 conseguiu frear essa tendência. Isto não é produto do acaso, e sim fruto do planejamento público e de políticas sociais.
No governo Lula, tivemos a recuperação dos níveis dos investimentos, expansão dos programas de distribuição de renda e elevação do salário mínimo. Como resultado, obtivemos expansão do mercado interno e recuperação do emprego formal. Em sete anos, de acordo com os dados Rais/Caged, foram cerca de 10 milhões de novos empregos formais.

Na gestão Luizianne Lins, o planejamento focado nas vocações da cidade potencializou a geração de empregos. Foram 153 mil novos empregos de 2005 a 2009, com ênfase nos setores de serviços, comércio e administração pública, através de políticas direcionadas.

Ao preservar ativos ambientais e garantir desenvolvimento sustentável, ampliou-se a capacidade de crescimento local da atividade turística, que gerou mais de 13 mil empregos formais, além de fomentar a cadeia produtiva do artesanato, da economia solidária e do comércio. A vocação local para o comércio foi confirmada por 3 mil novos empregos.

O conjunto de obras públicas, tais como Transfor, habitação popular, recuperação da orla, Cuca, Hospital da Mulher e Vila do Mar, ajudou a alavancar o desempenho da construção civil, que gerou 20 mil novos empregos. A combinação dessas ações aliada à promoção de grandes eventos artístico-culturais reforçou a geração de empregos de forma sustentável e endógena.

Está posto o desafio de reforçar o modelo de desenvolvimento do séc. XXI no qual qualidade de vida está associada às atividades econômicas ambientalmente sustentáveis e socialmente justas. Isto requer a mudança das mentalidades ainda aprisionadas aos velhos modelos industriais do século passado.

Alfredo Pessoa – Secretário de Planejamento e Orçamento da Prefeitura de Fortaleza.

VAMOS NÓS – Claro que o secretário Alfredo Pessoa não fala da perda do estaleiro que, segundo informa a Secretaria Nacional dos Portos, geraria cerca de 10 mil empregos diretos e indiretos. Isso, claro, são outros quinhentos e outras vertentes.

Assessor da prefeita considera pesquisa Datafolha "excelente" para Cid Gomes

105 1

Coordenador de Projetos Especiais da Prefeitura de Fortaleza e integrante do Núcleo Político do Paço Municipal, o sociólogo Geraldo Accioly availou, nesta segunda-feira, como “excelente” o resultado obtido pelo governador Cid Gomes (PSB) na pesquisa Datafolha/O POVO. Cid aparece com 47% das intenções de votos, à frente dos seus principais adversários, o ex-governador Lúcio Alcântara (PR/PPS), com 26%, e Macos Cals (PSDB/DEM), com 7%.

– Foi excelente esse resultado, até porque, a partir de agora, com o fim da Copa do Mundo, é que começa de fato a campanha eleitoral”, avaliou Accioly, dizendo-se confiante de que, quando vier a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV, onde Cid Gomes mostrará sua gestão e suas obras, estará abeta a perspectiva de vitória dele  logo no primeiro turno.

Geraldo obsevou que, claro, a campanha exigirá “muito trabalho” da parte dos envolvidos na campanha, mas reiterou confiança de que os números de Cid devam aumentar ainda mais. 

Ele fez questão de dizer também que, entre mlitantes, a ordem é também ajudar Dilma Rousseeff a vencer logo no primeiro turno.

DETALHE – A prefeita Luizianne Lins (PT), coordenadora-geral da campanha dilmista no Estado, ainda não participou diretamente da campanha pró-Cid Gomes.

Datafolha – Cid e Lúcio empatam tecnicamente no item rejeição: 24% e 23%

139 3

Marcos Cals: menor rejeição entre principais nomes: 15%.

“O ex-governador Lúcio Alcântara (PR) e o atual, Cid Gomes (PSB), aparecem tecnicamente empatados num índice que ninguém quer liderar: os números de rejeição. Enquanto 24% dos eleitores entrevistados pela pesquisa O POVO/Datafolha disseram que não votariam em Lúcio de jeito nenhum, os que descartaram qualquer chance de votar em Cid somaram 23%.

Entre os principais candidatos, a menor rejeição é a de Marcos Cals (PSDB) – 15% dos eleitores descartaram qualquer chance de votar nele. É o menor percentual obtido entre todos os candidatos, empatado com o de Marcelo Silva (PV).

Depois dos dois candidatos que têm passagem pelo Governo do Estado, a maior rejeição é de Francisco Gonzaga (PSTU), com 19%, seguido por Soraya Tupinambá (Psol) e Maria da Natividade (PCB), ambas com 17%.

Espontânea

Na pesquisa espontânea, ainda é expressivo o percentual de eleitores que não sabem em quem votar sem ter acesso a uma lista com o nome dos candidatos: 63%. A variação foi pequena desde a pesquisa Datafolha realizada em dezembro de 2009, quando havia 68% de indecisos.

Assim como na pesquisa estimulada, Cid também lidera na espontânea, com 18% das intenções de voto. O percentual também pouco se alterou desde a pesquisa de dezembro de 2009, quando ele tinha 15% na espontânea. Não é possível fazer comparação entre as duas pesquisas no caso da consulta estimulada, pois não havia lista com os mesmos candidatos que agora estão na disputa.

Nesta pesquisa espontânea, Lúcio Alcântara, que não havia pontuado em dezembro, alcança 8% das intenções de voto. Marcos Cals alcança 3%.

(Jornal O POVO)

VAMOS NÓS – Bom lembrar que Marcos Cals (PSDB/DEM) conta com o apoio do senador tucano Tasso Jereissati, que postula a reeleição e que já governou  Estado em três mandatos. O eleitor também não percebeu ainda que Cals fez parte da atual gestão até bem pouco tempo, quando ele ocupava a pasta da Justiça e Cidadania? Eis um ingrediente não avaliado.

Datafolha: Cid, 47%, Lúcio, 26% e Cals, 7%

217 4

Cid: hora de reforçar o contato junto ao eleitorado.

“A primeira pesquisa realizada pelo Datafolha após a oficialização das candidaturas ao Governo do Ceará mostra o governador Cid Gomes (PSB) liderando a disputa com 47% das intenções de voto, vinte e um pontos à frente do ex-governador  Lúcio Alcântara (PR), que atinge 26% das preferências.

Vêm a seguir o deputado estadual, Marcos Cals, do PSDB, com 7% das intenções de voto, e Gonzaga, do PSTU, com 2%. Soraya Tupinambá, do PSOL, atinge 1%. Marcelo Silva (PV) e Nati (PCB) foram citados, mas não atingiram 1% das menções. Os que votariam em branco ou anulariam o voto ao Governo, caso a eleição fosse hoje, totalizam 4%.  13% dos entrevistados não souberam escolher nenhum dos nomes apresentados.

Foram ouvidos 912 eleitores do estado do Ceará, com 16 anos ou mais, nos dias 14 e 15 de julho de 2010.  A margem de erro para o total da amostra é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

RESULTADOS DO DATAFOLHA

Intenção de voto para governador do Ceará

Resposta estimulada

Cid Gomes (PSB) – 47%

Lúcio Alcântara (PR) – 26%

Marcos Cals (PSDB) – 7%

Gonzaga (PSTU) –  2%

Soraia Tupinambá (Psol) – 1%

Em branco/Nulo/Nenhum – 4%

Não Sabe – 13%

* Os candidatos Marcelo Silva (PV) e Nati (PCB) foram mencionados, mas não atingiram 1% das intenções.

Fonte: Se a eleição para governador do Ceará fosse hoje, em qual desses candidatos você votaria?

Base: Total da amostra – Estado do Ceará.

(Blog do Fábio Campos) 

VAMOS NÓS – Nesse cenário, Cid ganharia no primeiro turno. A oposição, no entanto, trabalha com a tese de que o governador poderá ter sua imagem descontruida durante a propaganda eleitoral gratuita do rádio e da TV por ter pouca margem para “queimar” gordura. Nos próximos cápítulos, teremos maior ofensividade de críticas contra o Governo, com certeza. Ainda nessa tese, avalia a oposição, Cid, com apoio de Lula e sem oposição durante sua gestão, deveria ter maior acúmulo de preferência.

Escolas estaduais de mal a pior, divulga o Ministério da Educação

161 3

“As escolas das redes estaduais de educação voltaram a apresentar o pior desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2009). O resultado, divulgado pelo Ministério da Educação, revela o tamanho do desafio que os governadores eleitos terão de enfrentar diante do ensino de péssima qualidade oferecido pelos estados.

Quase sete mil escolas de todo o país tiraram média abaixo de 500, numa escala que vai de 0 a 1.000. Dessas, nada menos que 97,8% são das redes estaduais. Entre os estabelecimentos de ensino reprovados no Enem 2009 com média abaixo de 500, há apenas quatro escolas federais.

As notas do Enem por escola estão disponíveis no site do Ministério da Educação a partir de hoje. A situação também é dramática quando se avalia quem é quem entre as mil melhores escolas do país.

Na relação, aparecem apenas 26 escolas estaduais, duas municipais e 85 federais. Há um predomínio absoluto das escolas privadas entre as melhores: 887 são particulares.

As redes estaduais de ensino médio respondem por 85,9% das matrículas no país e recebem 7,16 milhões de estudantes, do total de 8,33 milhões no país. As escolas privadas têm 973 mil alunos (11,6%).

Outra avaliação do MEC, divulgada no início do mês — o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) —, revelou o abismo que separa a rede pública da privada: o Ideb do ensino médio nas redes estaduais ficou em 3,4, na escala até 10. O da rede particular, em 5,6.”

(O Globo)

Candidata do PCB ainda está "bolando" seu plano de Governo

“O programa Coletiva, da TV O POVO (Canal 48 UHF), deu sequência ontem à noite à série de entrevistas com os candidatos ao governo do Ceará. Foi a vez de ouvir a Maria da Natividade, que representa o Partido Comunista Brasileiro (PCB) na disputa.

Nati, como gosta de ser chamada, apresentou apenas parte das propostas do partido, que, segundo diz, considera a eleição “uma oportunidade para nós mostrarmos nossas propostas à população”. “Somos um partido ideológico. Temos uma proposta para a humanidade. Temos uma alternativa a esse caos que está aí”, disse Nati.

No entanto, a candidata – que soube apontar os problemas do Estado e os diagnósticos das limitações das cidades nas áreas da saúde, segurança e educação – não apresentou propostas concretas do plano de governo que mostre como pretende combater esses males. “Estamos bolando esse plano (de governo). Temos já as linhas-mestras”, respondeu, quando inquirida sobre o diferencial de sua campanha.

Maria da Natividade apenas comentou algumas ideias, como a de usar o tele-ensino para elevar o nível da escolaridade estadual. Para a candidata, a nova ‘TV Digital’ seria diferente do modelo “pasteurizado” que foi utilizado na gestão do Governador Tasso Jereissati, no final dos anos 90, sem sucesso. Na sua nova proposta, os programas seriam feitos “por gente qualificada, em cada área”, disse, sem entrar em especificidades.

A candidata foi entrevistada pela apresentadora Alexandra Souza e pelos jornalistas Luiz Henrique Campos, repórter especial, Bruno Balacó, do núcleo de Cotidiano, e Kamila Fernandes, editora-adjunta de Conjuntura, todos do O POVO.”

(Jornal O POVO)

Vice de Serra é multado por propaganda no Twitter

“O ministro Henrique Neves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aplicou, neste domingo, multa de R$ 5 mil ao candidato a vice-presidente na chapa de José Serra (PSDB), Indio da Costa (DEM), por propaganda eleitoral antecipada pelo Twitter, na internet, no último dia 4 de julho . Os advogados do demista pretendem recorrer da sentença.

O pedido foi feito em representação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) que solicitou a multa prevista no artigo 36 da Lei das Eleições (9504/97).

As mensagens, de acordo com a denúncia, foram as seguintes: “A responsabilidade é enorme. Mas conto com o seu apoio e com o seu voto. Serra Presidente: O Brasil pode mais” . “Vou dar tudo de mim.”

(Globo Online)

PT pode processar vice de Serra

110 1

“O presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, ameaçou em sua página no Twitter processar o vice na chapa do tucano José Serra à Presidência, Indio da Costa (DEM-RJ), após as declarações do democrata contra a presidenciável petista, Dilma Rousseff.

“Esse Indio desqualificado quer ser processado. O problema é que ele não vale o custo do papel necessário para a petição”, disse Dutra no microblog. Hoje, no entanto, a ameaça do petista ganhou força após Indio acusar o PT de ligação com o tráfico e com os guerrilheiros das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), classificou a atitude do vice de José Serra, Indio da Costa (DEM-RJ), de “molecagem” e disse que o tucano “deverá puxar a orelha dele”. O “cacique” Serra evitou comentar as declarações de seu vice.”

(Folha.com)

Cid faz balanço de gestão em Ararendá

O governador Cid Gomes (PSB), candidato à reeleição, esteve neste domingo visitando o município de Ararendá (Região da Ibiapaba). Com ele, os candidatos ao Senado, José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira (PMDB), além do prefeito José Adriano, e do vice, Almir Saravia.

Cid discursou na praça da Matriz para os moradores fazendo um balanço de suas ações nas áreas da saúde e educação. Ele destacou a implantação de 32 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e funcionamento do SAMU em todo o Estado .

(Foto – Divulgação)

Candidato tucano visita o Centro-Sul do Estado

O candidato a governadfor pelo PSDB/DEM, deputado estadual Marcos Cals, que visitou no fim de semana oit municípios da Regiãop do Cariri, cumprirá agenda nesta segunda-feira na Região Centro-Sul do Estado.

Marcos Cals terá reuniões com lideranças em Várzea Alegre às 10 horas. Às 11h30min, fará caminhada e Saboeiro; ás 14h3omin, caminhada em Jucá e, para encerrar o dia, vai ao Chitão do Cedro às 19 horas.

O senador tucano Tasso Jereissati, postulante à reeleição, ficará em Fortaleza mantendo reuniões com lideranças políticas em seu escritório. O postulante a vice, Pedro Fiúza, também fica em Fortaleza, tratando do plano de governo do candidato Marcos Cals, segundo a assessoria de campanha.

Candidato do PV faz caminhada e visita o Horto em Juazeiro do Norte

O candidato do Partido Verde ao Governo do Ceará, Marcelo Silva, fez caminhada, neste domingo, no Mercado Pirajá, em Juazeiro do Norte (Região do Cariri). Marcelo circulou acompanhado de correligionários, cumprimentou feirantes e buscou difundir suas propostas.

Assim como o candidato do PR/PPS ao Governo, Lúcio Alcântara, Marcelo não se esqueceu de visitar o Horto do Padre Cícero.

(Foto – Divulgação)

Colisão entre dois carros deixa quatro mortos e três feridos na Região da Ibiapaba

Quatro pessoas morreram e três sairam feridas. Este foi o resultado de um aciidente registrado, nesta tarde de domingo, com dois carros na CE-087, entre os municípios de Tianguá e Ubajara (Região da Ibiapaba).

Um veículo Fox, onde seguiam marido e mulher, dois filhos e uma enteada, colidiu com uma Saveiro, na qual estava um casal. Com a violência do choque, três pessoas que viajavam no Fox e o motorista da Saveiro morreram.

Os feridos – entre eles, um bebê -, foram levados para o Hospital e Maternidade Madalena Nunes, em Tianguá. Até as 14h45min deste domingo, a Perícia realizava procedimentos no local. Os nomes das vítimas não havia sido divulgado.

(O POVO Onlin e Jangadeiro Online)

Em 2006, primeira pesquisa Datafolha dava vitória ao então candidato à reeleiação, Lúcio Alcântara

A primeira pesquisa feita pelo Datafolha nos dias 7 e 8 de agosto de 2006 mostrava o então tucano Lúcio Alcântara, candidato à reeleição, à frente da disputa com 44% das intenções de votos. O então postulante da oposição, Cid Gomes, vinha em segundo lugar com 35%.

Nessa mesma época, Renato Roseno, pelo PSOL, registrava 2%; Salete Maria (PCO); 1%, Coronel Gondim (PSDC), 1%; e o desembargador aposentado José Maria de Melo (PR) vinha com 1%.

Lúcio, ainda naquela data, registrava 52% de votos válidos, enquanto Cid trazia 41%. O ex-governador ganharia a eleição no primeiro turno.

DETALHE – Lúcio tinha esse percentual de 44% de intenções e 52% de votos válidos mesmo com oposição forte do PT e PSB e com seu PSDB dividido.

DETALHE 2 – Ao contrário de Alcântara, nos últimos quatro anos Cid não teve oposição e era detentor de uma forte base aliada.

DETALHE 3 – A expectativa no meio político é para a divulgação nesta segunda-feira, no Blog de Fábio Campos, da primeira pesquisa Datafolha/O POVO sobre a disputa estadual.

Cem milhões de brasileiros vivem dos programas sociais do governo federal

135 3

“Cerca de cem milhões de brasileiros, ou metade da população do país, dependem hoje de recursos repassados pelo governo federal e obtidos com a arrecadação de impostos.

São servidores públicos, pensionistas e pessoas beneficiadas pelo seguro-desemprego, pela Lei Orgânica da Assistência Social e pelo Bolsa Família, entre outros programas sociais, segundo estudo do economista Raul Velloso, especialista em contas públicas.

O Cálculo inclui não só os 48,8 milhões que recebem esse dinheiro, mas suas famílias, levando-se em conta um núcleo familiar básico de duas pessoas, revela Gilberto Scofield Jr. No Orçamento de 2009, essas despesas consumiram R$ 570 bilhões, ou 77% dos gastos não financeiros do governo.

Especialistas divergem sobre o impacto dessas políticas públicas e da recomposição salarial no processo eleitoral, embora admitam que elas possam influenciar o voto.”

(Globo Online)

Brasilianistas veem Serra e Dilma parecidos

47 2

“Os pré-candidatos à Presidência José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) são mais parecidos e têm mais convergências do que admitem, assim como o governo Lula foi mais continuísta em relação ao de FHC do que gosta de assumir. A avaliação é de sete brasilianistas -acadêmicos internacionais especializados em estudos brasileiros.

A entidade que os congrega, a Brasa, fará sua 10ª conferência internacional de 22 a 24 de julho, em Brasília. Gerenciar bem a produção de petróleo, ampliar as reformas e investir na educação são sugestões ao eleito.”

(Folha)

Fortaleza antiga – Casa de João Gentil

983 3

Hoje vemoa a casa de um dos homens ricos de Fortaleza, o senhor João da Frota Gentil; Ficava na Avenida da Universidade, 2995, em frente à Igreja dos Remédios.
A casa foi demolida pela UFC anos depois e, atualmente, no local funcionam vários departamentos da Instituição e a Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (FCPC).
(Colaboração Marcos Almeida)

Projeto quer dar isenção de IPI na compra do ônibus escolar

“Projeto em análise na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) prevê que as prefeituras, cooperativas e motoristas autônomos poderão comprar ônibus destinados ao transporte de estudantes sem o pagamento de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e das contribuições PIS/Pasep. O IPI dos ônibus grandes chega a 25%.

Trata-se de um projeto (PLS 240/08) apresentado pelo senador Alvaro Dias (PSDB-PR) e já foi aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esportes (CE). O projeto prevê que, se nos primeiros cinco anos o ônibus for usado para transportar outros passageiros que não estudantes, o proprietário terá de recolher todos os impostos “e acréscimo”. A mesma punição será aplicada se o dono retirar a pintura própria de veículos escolares.

A matéria recebeu parecer favorável do relator na CAE, senador Gim Argello (PTB-DF), o qual apresentou emenda para deixar claro que tanto o proprietário quanto o vendedor serão responsabilizados caso vendam o veículo sem autorização da Receita Federal, antes do 5º ano, ou mudem seu uso e cores características.

Ao justificar a isenção, o senador Alvaro Dias pondera que a experiência mostra que aumenta o rendimento escolar dos alunos quando o ensino é polarizado em escolas melhores, ao invés de se manter pequenas escolas em pontos isolados, especialmente na área rural. Assim, afirma, o transporte escolar é fundamental não apenas para o conforto e a segurança dos estudantes, mas também para o seu rendimento.

Este é o segundo projeto que trata da isenção de tributos para ônibus escolar em exame no Senado nos últimos dois anos. Em agosto do ano passado, os senadores aprovaram projeto (PLS 20/08) do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que foi enviado ao exame da Câmara dos Deputados. O projeto de Cristovam, no entanto, só prevê isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados, enquanto o de Alvaro Dias inclui também o PIS/Pasep. Por outro lado, a proposta que já está na Câmara estende a isenção para a compra de ônibus por governos estaduais.”

(Agência Senado)