Blog do Eliomar

Últimos posts

Brasil registra PIB de 7,5% em 2010

“O Brasil virou a página da crise financeira mundial com crescimento de 7,5% em 2010. Embalado pelo setor de serviços e pela recuperação da indústria, o Produto Interno Bruto (PIB) ficou longe da estagnação de 2009 e recuperou o ritmo perdido em setembro de 2008, quando o estouro da bolha imobiliária americana secou fontes de crédito e derrubou o consumo mundial por matérias-primas e produtos finais. A taxa é a maior dos últimos 25 anos – superando ligeiramente a do Plano Cruzado, em 1986, quando o PIB avançara 7,49%.

Os investimentos dispararam 21,8%, enquanto o consumo das famílias avançou 7% e os gastos do governo, 3,3%. Para dar conta da demanda aquecida, a indústria cresceu 10,1%, os serviços, responsáveis por mais de 60% do PIB, atingiram taxa de 5,4%. A agropecuária, por sua vez, avançou 6,5%. Com tamanho desempenho, a soma das riquezas produzidas no País chegou a R$ 3,6 trilhões no ano passado.

“Este resultado do PIB reflete o tamanho da demanda. É o 29º trimestre consecutivo de aumento no consumo das famílias”, observa Roberto Olinto, coordenador de Contas Nacionais Trimestrais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No quarto trimestre, o PIB cresceu 0,7% em relação ao terceiro. Em comparação ao mesmo período do ano passado, o avanço é de 5%. O IBGE divulga nesta manhã as Contas Nacionais Trimestrais do período de outubro a dezembro de 2010.”

(iG)

Cid Gomes assina ordem de serviço para "metrô" de Sobral nesta 6ª feira

340 2

 

O governador Cid Gomes (PSB) vai assinar nesta sexta-feira, a partir das 19 horas, a ordem de serviço para obras de implantação do “metrô” de sua terra natal, Sobral (Zona Norte). O ato ocorrerá em praça situado entre os bairros Sinhá Saboya e Cohab I.

O projeto está orçado em R$ 38 milhões e deve ser realizado num prazo de 18 meses, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria da Infraestrutura do Estado. O “metrõ” circulará por 12 quilometros.

Depois do ato, Cid Gomes segue, com a família, para sua fazenda na Serra da Meruoca.

Orós promove o 11º Carnaval das Águas

Tudo pronto para o 11º Carnaval das Águas, uma promoção da Prefeitura de Orós (Centro-Sul). Serão quatro dias de festa no Dançódromo Beira-Rio e de folia às margens do açude Orós no domingo de Carnaval. Durante a folia, a Prefeitura também realizará campanha e ações preventivas contra as doenças sexualmente transmissíveis (DST’s), dengue, drogas e meio ambiente.

Haverá também forte esquema segurança e equipes médicas preparadas para o plantão de Carnaval, com uma ambulância à disposição. Também será reforçado o número de salva-vidas, que irão orientar os banhistas e atuar em casos de resgate ou outras ocorrências. 

PROGRAMAÇÃO

Sexta-feira – 04/03/2011

7h30min – Desfile de carnaval das Secretarias de Educação, Saúde e Ação Social, com temas variados, e concentração na Praça Anastácio Maia

Sábado – 05/03/2011

21 horas – Festa dançante no Dançódromo Beira-Rio

Domingo – 06/03/2011

13 horas – Festa no Balneário do Açude Orós

21 horas – Festa dançante no Dançódromo Beira-Rio

Segunda-feira – 07/03/2011

17 horas – Carnaval das Crianças no Dançódromo Beira-Rio

21 horas – Festa dançante no Dançódromo Beira-Rio

Terça-feira – 08/03/2011

21 horas – Festa dançante no Dançódromo Beira-Rio.

Beach Park inaugura novo brinquedo: o Acqua Circo

 
O Complexo Turístico Beach Park, situado em Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza), inaugurou sua mais nova atração: o Acqua Circo. Instalado em uma área de 1.300 metros quadrados, o equipamento é considerado o maior playground aquático infantil do mundo, por reunir grande quantidade de brinquedos em uma única atração. São 52 diferentes brinquedos interligados, alcançando um total de 131 equipamentos voltados para crianças de até 12 anos de idade.
 
O Acqua Circo é considerado também, segundo especialistas dos EUA, o melhor equipamento infantil por utilizar material de alta qualidade técnica e tecnologia de última geração. Todo o piso do brinquedo é feito de pebble-flex, um piso importado e nunca antes utilizado no Brasil. É antiderrapante, não perde a cor e amortece impactos, além de ficar sobre uma camada feita com borracha de pneu reciclado, garantindo a maciez da área.
 
A capacidade do Acqua Circo é para cerca de 430 pessoas, simultaneamente, e o tema circo está presente em brinquedos como canhões, jatos, duchas, chafarizes, escorregadores, túneis, pedalinhos fixos e gangorras. Uma piscina rasa central, coberta por duas lonas estilizadas, representa o grande picadeiro e oferece proteção solar para os pequenos.

(Com Assessoria do Beach Park)

Morre radialista Assis Furtado

271 4

Vítima de problemas consequentes de um derrame, morreu, nesta manhã de quinta-feira, em Fortaleza, o radialista Assis Furtado. Há meses ele convalescia em hospital da Capital cearense. O corpo será velado a partir do meio-dia na Funerária Eternus e o enterro ocorrerá às 16 horas no Cemitério Parque da Paz.

Assis Furtado era professor e comentarista de futebol da rádio Clube. Nome dos mais respeitados da crônica local.

Era pai de amigos como os jornalistas e professores Ismael Furtado e Beatriz Furtado.

Seis governadores são alvos de processo de cassação

“Dois meses após tomarem posse, seis governadores já enfrentam processos de cassação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Eles são acusados por partidos adversários e pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) de diversos crimes, como abuso de poder econômico e político, compra de votos e uso indevido dos meios de comunicação. Todos foram acionados em recursos contra expedição de diploma (RCED), instrumento jurídico que inicia e termina sua tramitação no TSE.

Até o momento, respondem no TSE por ações supostamente cometidas nas eleições os governadores do Acre, Tião Viana (PT); do Amazonas, Omar Aziz (PMN); de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB); do Piauí, Wilson Martins (PSB); do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM); e do Tocantins, Siqueira Campos (PSDB). Assim como eles, também devem se defender e podem perder os mandatos seus respectivos vices.

Por conta da jurisprudência do TSE, os processos podem demorar para ir a julgamento. Governador e vice apresentarão suas defesas separadamente. Também terão direito, cada um, a indicar testemunhas para serem ouvidas. A acusação, seja partido político ou o MPE, terá a obrigação de comprovar os fatos imputados aos acusados, seja por prova material ou testemunhal.

Entre os seis, o processo mais recente é contra Anastasia. O recurso foi apresentado pelo peemedebista Hélio Costa, que perdeu a disputa para o governo local para o tucano. De acordo com a denúncia, houve abuso de poder ecônomico durante a campanha. Anastasia assumiu o cargo após a renúncia de Aécio Neves (PSDB). O então governador deixou o cargo para disputar uma das duas vagas ao Senado por Minas Gerais.

O peemedebista contesta a assinatura de 3.545 convênios com 842 municípios mineiros nos últimos dias antes de a campanha começar oficialmente. A legislação eleitoral proíbe a transferência de recursos nos três meses anteriores à eleição. A exceção é se os contratos já existiam antes do período eleitoral. Nos convênios, o governo estadual transfere recursos financeiros para serviços, obras e compras nas cidades.

 “Em apenas um dia (30/06/2010), foram publicados nada menos que 681 convênios, 37% a mais do que o total de convênios publicados durante todo o mês de junho de 2009”, afirmou o peemedebista. De acordo com ele, em 2009 o valor total dos convênios atingiu R$ 54,6 milhões. No ano seguinte, aumentou 18 vezes, passando para R$ 982,1 milhões. Para Costa, o tucano anunciou um “pacote de bondades” para garantir o apoio dos prefeitos na disputa.

Nas mãos da Cármen Lúcia

Os outros cinco casos começaram a tramitar na primeira quinzena de fevereiro, logo após o encerramento do recesso do Judiciário. Omar Aziz foi o primeiro governador, em 2011, a responder a um RCED. Ele e seu vice, José Melo de Oliveira, são acusados pelo MPE de abuso de poder econômico e político e uso indevido dos meios de comunicação social. Aziz foi reeleito para um novo mandato à frente do executivo amazonense no primeiro turno com aproximadamente 63% dos votos.

Ele assumiu o governo do Amazonas em 31 de março do ano passado, após a renúncia de Eduardo Braga (PMDB), que saiu do cargo para disputar e levar uma das vagas ao Senado. De acordo com a denúncia feita pelo Ministério Público, Aziz foi beneficiado pela veiculação de 30 peças de propaganda institucional, em rádios e emissoras de televisão, que totalizaram mais de 6,5 mil inserções. O custo das peças foi de R$ 4,08 milhões.

A relatora do recurso é a ministra Cármen Lúcia. Com ela, estão ainda outros dois casos. Um é contra o governador reeleito do Piauí, Wilson Martins, e seu vice, Antônio José de Morais Sousa Filho. Ambos são acusados de compra de votos e uso de propaganda irregular em municípios piauienses. O PSDB é o autor do recurso contra expedição de diploma.

O partido lista casos ocorridos em três municípios do Piauí na tentativa de embasar a ação por conta de votos. Em Parnaíba, de acordo com o recurso, pessoas eram levadas por cabos eleitorais e correligionários para tirar carteira de identidade. Além do transporte, não pagavam a emissão do documento. Como lembrete, recebiam também uma senha de papel na cor amarela, do mesmo tom do símbolo do partido.

Em Batalha, o PSDB afirmou na denúncia que um evento local, a 6a Festa do Bode de Batalha, foi usado como palanque eleitoral. O partido disse que “todas as autoridades do local” estavam usando adesivos com o número do então candidato ao governo. Já em Piracuruca, um vereador, denunciado por crime eleitoral, vestiu uma camisa com adesivo do candidato ao governo e aliciou eleitores no dia da eleição.

Além das acusações nos três municípios, o PSDB também argumenta que, a partir do momento em que assumiu o governo, Martins cometeu abuso de poder econômico e político. De acordo com o recurso, foram protocoladas onze representações e oito AIJEs que denunciam a prática de atos abusivos, utilização de bens imóveis pertencentes à Administração Pública.

O outro recurso nas mãos de Cármen Lúcia é do governador do Acre, Tião Viana. Ele é acusado pelo Ministério Público Eleitoral de abuso de poder econômico e político e uso indevido dos meios de comunicação. Na mesma ação, o MPE pede a cassação do diploma do vice Carlos Cesar Correia de Messias e do senador eleito Jorge Viana (PT), irmão do governador e ex-chefe do Executivo acreano.

De acordo com a denúncia, eles usaram servidores de empresas privadas que executavam serviços ao estado do Acre, na divulgação e realização de campanhas. O MPE disse que a linha editorial dos maiores jornais do Estado e das emissoras de televisão e rádio foram dirigidas, fazendo matérias positivas para os petistas e negativas para os adversários. Um dos exemplos dados pelo MPE é de uma reportagem veiculada dois dias antes das eleições sobre a BR-364. Na matéria, a obra foi qualificada como a melhor do governo do Acre.

O Ministério Público aponta também que “inúmeros eventos” contaram com a participação de servidores, convocados por superiores. Em setembro de 2010, foi realizada uma reunião com 1,5 mil educadores da rede pública de ensino. Na ocasião, o governador Binho Marques (PT), que era vice de Jorge Viana, teria chamado ao evento diretores, supervisores e coordenadores pedagógicos para prestar apoio para os representados. Segundo a ação, os servidores que participaram ativamente de carreatas e comícios, priorizando as atividades partidárias em detrimento do interesse público, foram remunerados pelo Estado.

A campanha petista no Acre foi cercada de polêmicas. Dois dias antes das eleições, a Polícia Federal apreendeu computadores, pen drives e outros equipamentos de informática do governo estadual, em gabinetes da Assembleia Legislativa, na prefeitura da capital, na emissora de televisão estatal, em um jornal local e no comitê político de Tião Viana.

Caixa 2

Outro caso envolve a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM). Ela é acusada pelo candidato derrotado ao governo pelo PSB, Iberê Ferreira de Souza, de abuso de poder econômico e político, uso indevido de meio de comunicação social e caixa dois na campanha eleitoral. No recurso, o pessebista pede a cassação dela e do vice, Robinson Faria.

Segundo o PSB, Rosalba foi beneficiada com 104 aparições, durante o primeiro semestre de 2010, na TV Tropical, retransmissora da TV Record e de propriedade do senador José Agripino (DEM), durante o primeiro semestre de 2010. Para o partido, a quantidade de aparições configira abuso dos meios de comunicação social. De acordo com a denúncia, “todo e qualquer fato era motivo” para Rosalba ser entrevistada.

Além disso, a acusação afirma que Rosalba usou a verba indenizatória dada pelo Senado Federal para pagar despesas da campanha de 2010. Segundo o TSE, a coligação afirmou que, por meio do site Portal da Transparência do Senado, constatou que “há coincidência” entre prestadores de serviços pagos pelo Senado com aqueles que desenvolveram serviços eleitorais para a senadora e então pré-candidata ao governo do Rio Grande do Norte.
 
O relator do caso é o ministro Aldir Passarinho Junior. De acordo com o sistema processual do TSE, ele já mandou intimar as partes envolvidas no processo para se manifestarem. Apesar da celeridade do ministro, o recurso pode ficar parado por um bom tempo. Ele se aposenta no Superior Tribunal de Justiça (STJ) no próximo mês, deixando vago o cargo no TSE. Aí, a ação será distribuída para outro integrante da corte.”

(Congresso em Foco)

Prefeitura conserta buracos expostos pelo Blog

243 1

Pois é, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Executiva Regional II, consertou as crateras que apareceram na avenida da Abolição. O assunto foi exposto neste Blog pelo coordenador dos Amigos da Beira Mar, Tadashi Enomoto.

Ele até comentou para o Blog:

Caro Jornalista Eliomar de Lima,
 
Temos a informar que foi prontamente atendida a reinvindicação dos motoristas e
coopistas usuários da Avenida da Abolição, (em frente Náutico)  com referência ao “tapa buraco”, executado com urgência pela SER II e Secretaria de Infra Estrutura.

São ações merecedora de aplausos.
 
Atenciosamente
Tadashi Enomoto
Coordenador dos Amigos da Beira Mar.

VAMOS NÓS – Este Blog está aberto ao cidadão que quer denunciar ou propor sugestões às autoridades. Mande foto do problema ou nota para www.eliomarmar@uol.com.br.

População denuncia nova ação de traficantes

Traficantes estariam usando pessoas que conversam no meio da rua, como forma de confundir abordagens policiais.

A denúncia partiu de moradores do Monte Castelo, depois que vários cidadãos passaram a ser abordados por policiais do Ronda do Quarteirão e da 3ª Companhia do 5º Batalhão.

“Quando estão em perseguição, os traficantes chegam em rodas de conversas e ameaçam matar as pessoas, caso seja denunciado. A Polícia então chega e põe todo mundo na parede. Como algumas pessoas não têm o costume de uma abordagem policial, acabam sofrendo algum tipo de exagero por parte dos policiais”, afirmou uma garçonete, que foi revistada na presença da filha de 5 anos de idade. “A menina ficou traumatizada”, ressaltou.

Segundo o relações públicas da PM, major Fernando Albano, os policiais não têm como saber quem é cidadão ou bandido. “Passamos a operar recentemente com o sistema de identificação policial, como forma de operacionalizar melhor as abordagens. Mas é importante que a população denuncie o traficante. Basta ligar para o número 190, não é preciso se identificar”, afirmou o relações públicas.

Dilma pode cancelar contratos firmados por Lula

149 1

“A ministra Miriam Belchior (Planejamento) já orientou seus colegas de Esplanada a selecionar despesas contratadas pelo governo Luiz Inácio Lula da Silva e que não serão honradas pela sucessora Dilma Rousseff. Levantamento do Estado indica que o cancelamento de contratos pode alcançar R$ 33,9 bilhões, valor equivalente ao custo estimado do polêmico trem-bala entre São Paulo e Rio de Janeiro.

No primeiro dia de março, depois de quitar R$ 28 bilhões de contas pendentes deixadas por Lula no ano eleitoral, o governo ainda acumulava mais de R$ 98 bilhões de despesas a quitar, informa levantamento feito pela ONG Contas Abertas no Siafi (sistema de acompanhamento de gastos da União). Isso é quase o dobro do tamanho no corte no Orçamento de 2011 anunciado pela equipe econômica.

Obrigados a escolher entre levar adiante gastos autorizados no Orçamento deste ano e pagar as contas deixadas por Lula, tecnicamente chamadas de “restos a pagar”, vários ministros procuraram orientação da ministra do Planejamento. Ao Estado, o ministério informou: “Estamos em contato com os ministérios para que eles façam esse trabalho de análise para o cancelamento de restos a pagar”.

A reportagem perguntou o valor das despesas sujeitas ao cancelamento. “Não existe informação sobre a expectativa de cancelamento”, respondeu a assessoria do Planejamento.”

(Estadão)

Justiça condena Banco Itaú a indenizar cliente

“A 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) condenou o Banco Itaú a pagar R$ 3 mil, a título de reparação moral, para F.V.F.L., que sofreu cobranças indevidas. A decisão, proferida nesta quarta-feira, teve como relatora a desembargadora Sérgia Maria Mendonça Miranda.

Consta nos autos que, em janeiro de 2006, F.V.F.L. comprou mercadorias no Pão de Açúcar localizado na Aldeota, em Fortaleza. Na hora do pagamento, o operador de caixa perguntou se ela possuía o cartão de crédito “Pão de Açúcar Mais”, que era mais vantajoso. No entanto, o procedimento não foi autorizado, apesar das inúmeras tentativas.

A consumidora pagou os R$ 264,79 com outro cartão de crédito. Porém, no mês seguinte, a fatura do “Pão de Açúcar Mais” foi enviada. Ela ligou para a operadora do serviço, mas nada foi feito e, em março daquele ano, recebeu uma segunda fatura.

A cliente assegurou que a empresa insistiu na cobrança, apesar das reclamações. Um operador de atendimento disse que a responsabilidade pelas cobranças de inadimplentes era do Banco Itaú, por meio da Financeira Itaú CBD S/A. Ele sugeriu que F.V.F.L. ligasse para a operadora.

Ao realizar o procedimento, foi orientada a reclamar por escrito, o que feito em 22 de fevereiro de 2006, por fax. No dia seguinte, ligou para a central de renegociação de crédito da Financeira Itaú, ocasião em que ficou sabendo “que a reclamação havia sido recusada, visto que, só eram aceitas reclamações escritas de próprio punho e contendo três assinaturas do reclamante”.

A orientação foi seguida e, mesmo assim, em março passou a receber cobranças e ameaças de ter o nome incluso nos órgãos de proteção ao crédito. Inconformada, ingressou com ação judicial, requerendo indenização pelos danos sofridos.

Na contestação, a Financeira defendeu que “o fato de receber faturas em sua residência, necessariamente não indica constrangimento a ponto de gerar dano moral a ser reparado”. O Pão de Açúcar alegou que “não é parte legítima para responder à presente ação, nem para integrá-la de qualquer forma”.

No dia 2 de julho de 2008, o juiz José Mauro Lima Feitosa, respondendo pela 5ª Vara de Juazeiro do Norte, condenou a Financeira a pagar o valor de 10 salários mínimos. O magistrado excluiu o Pão de Açúcar do polo passivo.

A administradora de cartões de crédito interpôs recurso apelatório (nº 7631-64.2007.8.06.0112/1) no TJCE, para que a sentença fosse reformada. Afirmou que, se houve dano, a responsabilidade foi do supermercado, “que não soube operar da forma esperada, causando problema ao informar para duas administradoras de cartão a realização de uma mesma compra”.

Ao julgar a ação, a 6ª Câmara Cível, por unanimidade, baixou o valor de R$ 4.150,00 (relativos a 10 salários mínimos vigentes à época da decisão de 1º Grau) para R$ 3 mil. A relatora levou em consideração que ficou configurado o dano, “merecendo este atenção do Poder Judiciário, vez que reflete prática costumeira das administradoras de cartões de crédito”.

(Site do TJ-CE)

Aftosa – 36 mil donos de rebanho estão inadimplentes com a vacinação no Ceará

Para não continuar sob o enredo da “vaca vai pro brejo”, o secretário do Desenvolvimento Agrário do Estado, Nelson Martins, , anuncia: após o Carnaval, vai convocar os cerca de 36 mil proprietários rurais inadimplentes no item vacinação contra a febre aftosa para que regularizem situação junto aos escritórios da Adagri ou Ematerce.

Foram várias as campanhas, mas esse grupo não aderiu como deveria, no que prejudica o Estado ainda hoje na condição de “Área de Médio Risco de Aftosa com Vacinação”, de acordo com classificação do Ministério da Agricultura.

Nelson não fala em multas ou ações na Justiça, mas em “apelo” em favor de um Estado que, livre da doença, poderá comercializar sem problemas a carne e o leite que aqui forem produzidos com outras regiões do País.

Luizianne reassume Prefeitura no domingo de Carnaval

O prefeito em exercício Acrísio Sena (PT) abrirá o Carnaval sábado à noite, no aterrinho da Praia de Iracema. Depois disso, encerra seu curto reinado.

Para mostrar, quem sabe, muita disposição após 10 dias de licença para cuidar da saúde, a prefeita Luizianne Lins (PT) mandou avisar: volta ao batente no domingo de Carnaval.

Nesta quinta-feira, Acrísio Sena confirmou que deixa o comando municipal sábado à noite.

Planos de saúde devem sofrer reajuste de 5% a 6%

“O reajuste dos planos de saúde privados de pessoa física deve ser de 5% a 6% em 2011, seguindo a tendência da inflação de 2010. A estimativa é do presidente da Unimed Fortaleza, Mairton Lucena, que falou ao O POVO, ontem, após coletiva sobre os resultados financeiros da instituição.

Para Lucena, a tendência é de se aproximar do valor do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que acumulou alta de 5,91% ano passado.

A decisão e os critérios para a definição, no entanto, são da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que só vai estabelecer o reajuste em maio, conforme informou a assessoria de imprensa do órgão. A assessoria disse não ser possível fazer previsões, no entanto garantiu que os levantamentos já estão sendo realizados.

A alta anual para planos de pessoas jurídicas são definidas em negociação entre empresas e planos de saúde. Em geral, lembra, o reajuste é maior, mas o tratamento é diferenciado para cada caso. As empresas representam cerca de 50% dos clientes da Unimed Fortaleza, por exemplo, de uma carteira de 450 mil clientes no Ceará.

Reclamações

O segmento de planos de saúde lidera as reclamações no Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) em 2010. Cerca de 14% dos 11.353 atendimentos prestados no ano passado foram relacionados a problemas com esse setor.

“A gente tem tentado resolver. A gente tem toda uma programação de negociação, ver se a gente concilia, não deixando de o paciente ser atendido”, disse o presidente da Unimed Fortaleza. Lucena garante que o maior investimento da instituição vai ser em reestruturar o atendimento.

Em 2010, a Unimed Fortaleza fechou o ano com faturamento de R$ 785 milhões, crescimento de 11,62% sobre 2009. Estão previstos cerca de R$ 10 milhões para investimento no Estado. Serão ampliados os cinco centros integrados de atendimento e construído um novo andar no Hospital da Unimed.”

(O POVO)

Estreando como conferencista, Lula elogia sua gestão

“Em sua primeira palestra depois de deixar o governo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva manteve o tom que adotava nos palanques e exaltou realizações de sua gestão. Mas, ao contrário do que fazia quando estava no cargo, o petista optou por ler a maior parte de sua fala para um grupo de mil funcionários, fornecedores e clientes da fabricante de eletroeletrônicos LG. O valor recebido por Lula não foi divulgado, mas a especulação no mercado de palestras é que o ex-presidente cobraria R$ 200 mil.

Por exigência de Lula, os jornalistas só puderam acompanhar os primeiros 15 minutos dos cerca de 50 minutos da palestra realizada nesta quarta-feira à noite em um pavilhão de exposições da Zona Sul da capital paulista. Quando os repórteres foram retirados do local, o petista usou mais improvisos em sua fala.

Lula iniciou a apresentação dizendo que “é preciso trabalhar para que o Brasil continue a ser governador por quem pensa em todos e não apenas em alguns”. O ex-presidente citou muitos números, como o investimento de US$ 67,8 bilhões de empresas estrangeiras no país em 2010.

O petista voltou a dizer que durante o seu governo foram criados 15 milhões de empregos, que a taxa de desemprego despencou para 6,7% em 2010 e que 28 milhões de pessoas saíram da pobreza. Lula relacionou a melhoria da renda ao aumento de venda de produtos da LG.

Mas, as primeiras risadas da plateia ocorreram quando o ex-presidente contou como fez, durante a crise econômica de 2008, para que o Banco do Brasil passasse a financiar a venda de automóveis e os dirigentes da instituição disseram que não tinham expertise:

– Eu falei: “Em quanto tempo a gente forma essa tal de expertise?” Eles responderam que demoraria uns dois anos. Então, eu falei: “Vamos comprar essa tal de expertise e compramos 50% do Banco Votorantim”.

Lula afirmou ainda que em dezembro de 2008 teve coragem, ao fazer um pronunciamento para chamar a população a seguir consumindo:

– Quando veio a crise, eu disse que era uma marolinha. Por conta da marolinha, eu fui achincalhado porque estava menosprezando a crise.

– Confio na integridade e no compromisso ideológico da companheira Dilma que vai permitir que as pessoas mais humildes que foram para a classe C possam ir para classe B – disse.”

(O Globo)

Ministro vai criar Centros Tecnológicos nos perímetros

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, vai criar centros tecnológicos nos perímetros de irrigação do Nordeste. Confirma o diretor de Desenvolvimento Tecnológico e Produção do DNOCS, Rennys Frota, que participou de uma reunião sobre o assunto nesse ministério, em Brasília.

De acordo com o que foi discutido, o ministro Fernando Bezerra Coelho deverá anunciar até abril a criação de um programa de instalação desses centros tecnológicos, ideia do deputado federal Ariosto Holanda (PSB). Para isso, foi criado um grupo de trabalho formado pelo CNPq, Finep, DNOCS e Codevasf e coordenado pelo futuro secretário nacional de Irrigação, Ramon Rodrigues.

O grupo vai apresentar um levantamento do custo do programa, para saber quanto será investido em cada um dos centros, de acordo com as especialidades de cada perímetro. O DNOCS implantou no semiárido nordestino 38 perímetros irrigados, sendo alguns de pequeno porte e outros, grandes centros de produção agrícola com tecnologias de ponta. A proposta a ser apresentada deve incluir ainda a criação de incubadoras empresariais.

Proibida revista intima de mulheres em empresas

165 1

“A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira o projeto que proíbe a revista íntima de mulheres em empresas públicas e privadas. A proposta deve ser apreciada pelo Senado, antes de ir para sanção presidencial.

O projeto assegura que a revista íntima em unidades prisionais e em mulheres sob investigação policial seja feita exclusivamente por outras mulheres. De acordo com o texto aprovado pela Câmara, nos casos de revista íntima em mulheres clientes ou trabalhadoras, em empresas públicas ou privadas, o responsável será multado em R$ 20 mil. O valor dobra em caso de reincidência.

Há duas semanas, um vídeo divulgado na internet mostrou policiais civis de SP despindo uma escrivã que estava sendo investigada sob suspeita de receber propina. Os policiais foram afastados.

De acordo com a autora do projeto, deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), a aprovação do projeto termina com uma prática degradante para as mulheres, submetidas a todo tipo de constrangimento nesse tipo de revista.

Além da multa, o infrator estará sujeito a ações por danos morais e materiais, e a possível responsabilização penal não explicitada do projeto.”

 (O Globo)

Banco Central eleva taxa de juros para 11,75%

194 2

“O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) decidiu elevar a taxa de juros básica, a Selic, em 0,5 ponto percentual, para 11,75% ao ano, sem viés.

A decisão foi unânime e ficou em linha com a expectativa do mercado. De acordo com o Boletim Focus, relatório do Banco Central (BC) feito com instituições financeiras, a maioria dos analistas previa uma alta de 0,5 ponto na Selic. Hoje, a Selic está em 11,25% ao ano.”

(Globo)

Dengue – Confirmada a décima morte

177 1

“Chega a dez o número de mortes por dengue no Ceará em 2011. Ontem, o coordenador de proteção e promoção à saúde da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), Manoel Fonsêca, disse ao O POVO que mais um óbito foi confirmado. O caso, porém, só será publicado no boletim semanal do órgão de amanhã.

A nova vítima é um homem de 82 anos. Residente em São Gonçalo do Amarante, distante 59 quilômetros de Fortaleza, ele tinha o tipo hemorrágico da doença. A identidade do aposentado não é revelada pela Sesa, seguindo diretriz do Ministério da Saúde.

Com isto, o município encabeça a lista de óbitos (dois) ao lado de Itapipoca, com o mesmo número de casos. Itaitinga, Icó, Acarape, Quixadá, Chorozinho e Caucaia registram uma morte cada.

Segundo o último boletim da Sesa, o Ceará tem 3.182 casos confirmados de dengue em 114 cidades. Das dez mortes registradas até agora, três foram por dengue hemorrágica. Além do homem de 82 anos, uma mulher de 61 anos em Chorozinho e um bebê de cinco meses em Icó. As sete demais foram por complicações do vírus comum.

Fonsêca explica que os óbitos só têm acontecido fora da Capital porque o tipo 1 da dengue circulou no Interior em 1994 e, agora, voltou. “Em Fortaleza, ele voltou por volta de 2001. Então muita gente já teve. Nas outras cidades, ele só está voltando agora. Aí o pessoal fica mais suscetível. E vamos ter surtos epidêmicos em algumas localidades”, avisa o médico sanitarista.

Ele se diz preocupado com os índices de 2011, principalmente pelo fato de o período de fortes chuvas não ter começado. Reforça ainda o cuidado com crianças, mais vulneráveis ao tipo 1 e de diagnóstico mais difícil.

Fora de controle

De acordo com Manoel Fonsêca, há municípios em situação fora de controle. Isto significa que o índice de infestação (presença da larva do mosquito Aedes aegypti) superou 1% – o máximo aceito pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

É o caso de Itapipoca, Massapê, Tauá, Santa Quitéria, Caucaia, Pacatuba e Guaiuba. Nestas cidades, já se fala em surto epidêmico. “Março, abril e maio são decisivos, porque todas as epidemias do Ceará aconteceram nestes meses, por conta das fortes chuvas”, destaca.

Para evitar que isto ocorra, é necessário as prefeituras realizarem os seis ciclos anuais de combate à proliferação do mosquito requeridos pela OMS.

Conforme o coordenador da Sesa, há administrações que não realizam nem metade destas mobilizações. “Não podemos dizer que teremos epidemia. Contudo, se não fizerem um trabalho rigoroso, corremos sérios riscos”, alerta Manoel Fonsêca.”

(O POVO)