Blog do Eliomar

Últimos posts

Inadimplência nos cheques é a menor dos últimos 16 meses, diz Serasa

“O volume de cheques devolvidos por falta de fundos caiu 15,8% em janeiro em relação ao de dezembro, somando 1,6 milhão de documentos. Esse montante equivale a 1,85% dos cheques compensados (90,6 milhões), o menor percentual desde setembro de 2008 (1,79%). Na comparação com igual período dos anos anteriores, a taxa só é superada pela registrada em janeiro de 2005 (1,53%).

Os dados são da pesquisa realizada mensalmente pela empresa Serasa Experian. Segundo a análise técnica, há duas justificativas para essa queda: o crescimento econômico, principalmente, a partir do segundo semestre de 2009, e a redução de pagamentos feitos com cheques.

O estado do Amapá foi o que registrou o maior índice de inadimplência (11,93%), seguido pelo Maranhão e por Roraima, ambos com 8,72%, e por Sergipe (7,28%). São Paulo foi o que apresentou a menor taxa (1,41%), seguido pelo Rio de Janeiro (1,47%) e por Santa Catarina (1,62%).”

(Agência Brasil)

Papo sério – Seman barra show de humorista

seman

Nada de convidar o humorista Laitinho Brega para contar uma piadinha para o secretário municipal do Meio Ambiente e Controle Urbano, Deodato Rfamalho.

Nessa noite de quinta-feira, o show que o artista iria fazer na barraca Crocobeach (Praia do Futuro) acabou cancelado.

A Seman alegou descumprimento de exigências da lei da poluição sonora.

VAMOS NÓS – Há muitos alegando que, nesse seu trabalho, a Seman estaria exagerando. Será?

MP-CE articula cooperação entre Ouvidorias

A Ouvidoria Geral do Ministério Público do Ceará vai promover na próxima segunda-feira o evento “Ouvidoria e Comunidade: Vencendo a Distância”, a partir das 9 horas, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça. A ação, uma parceria com as demais Ouvidorias do Estado e com os titulares das Promotorias dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais, objetiva consolidar a cooperação mútua entre esse setores.

De acordo com a Ouvidora Geral do Ministério Público, procuradora de Justiça Rita Martins, este trabalho reflete a responsabilidade da Instituição Ministerial como canal de interlocução e comunicação aos apelos da sociedade, no resguardo dos direitos sociais e individuais indisponíveis elencados pela Carta Cidadã de 1988.

(Com site MP-CE)

Para assegurar vitória de Dilma, PT terá poucos candidatos a governador

dilmmap

“Com o objetivo de eleger Dilma Rousseff em outubro, o PT vai chegar às eleições deste ano com o menor número de candidatos próprios a governador em seus 30 anos de história. No atual cenário, a legenda encabeçará chapas estaduais em no máximo 12 Estados, mais o Distrito Federal, número bem inferior ao observado em cada uma das sete eleições estaduais que o PT participou. Com isso, aumenta o protagonismo de partidos que hoje integram a base de sustentação de Lula, principalmente o PMDB, que indicará o vice de Dilma e que deve receber o apoio do PT em sete Estados.

Em seguida vem o PSB, que embora mantenha candidatura própria à Presidência (Ciro Gomes) tem até o momento o apoio do PT à reeleição de seus governadores Cid Gomes (CE) e Eduardo Campos (PE). O próprio Ciro terá o PT no palanque se disputar o governo paulista. “O nosso objetivo primeiro é eleger a Dilma”, diz Paulo Frateschi, secretário nacional de Organização, para quem a mudança é importante. “Antes, para ter coligação no PT era um sufoco danado.” O senador Aloizio Mercadante (SP) reforça: “O projeto é dar prioridade à campanha nacional”.

De fato, a política de alianças que será aprovada hoje no congresso do PT diz que os arranjos regionais devem se submeter à “centralidade da eleição da companheira Dilma”. Nas quatro primeiras eleições estaduais de que participou (1982, 1986, 1990 e 1994), o PT lançou candidaturas a governador em quase todos os Estados. Em 1994, teve suas duas primeiras vitórias –DF e ES. Quatro anos depois (1998), o PT teve o menor número de candidaturas, 16. Mas em 2002, ano em que chegou à Presidência, encabeçou chapa em 24 Estados. Na reeleição de Lula, em 2006, foram 18.

“Isso é maturidade, é evolução partidária. De que adianta ter candidato em todo lugar e não ir para o segundo turno? Queremos compor uma maioria. Lula tem ampla base de sustentação, que tem que ser representada”, afirma Cândido Vaccarezza (PT-SP), líder do governo na Câmara. O Planalto tem 14 partidos em sua base, mas nem todos apoiarão Dilma. Os tucanos também lançaram candidatos ao governo em cerca de um terço dos Estados quando ocuparam o Planalto. Nesta eleição, o PSDB deverá ter entre 17 e 19 palanques.

Depois de PMDB e PSB, outros dois partidos da base lulista aparecem como beneficiários de possíveis apoios petistas, o PDT e o PP, herdeiro da Arena (Aliança Renovadora Nacional), sigla de sustentação do regime militar (1964-1985). Mesmo com menor protagonismo, o PT enfrentará divergências entre aliados. Em Minas, o partido tenta lançar candidato próprio, mas pode ser forçado a apoiar uma candidatura do PMDB ou do PRB. No Rio, o governador Sérgio Cabral (PMDB) reclama da possibilidade de dividir o apoio governista com o adversário Anthony Garotinho (PR).”

(Folha Online)

Labomar vai monitorar dragagem do Mucuripe

“A Universidade Federal do Ceará e a Companhia Docas do Ceará assinam, às 19h30min desta sexta-feira, convênio de cooperação técnico-científica para monitoramento ambiental da dragagem do Porto do Mucuripe. A solenidade será realizada na sede das Docas com a presença do secretário especial de Portos, ministro Pedro Brito, do reitor em exercicio, Henry Campos, e do coordenador Acadêmico do Labomar, Luiz Parente.

O plano de trabalho de que trata o convênio, a ser executado pelo Instituto de Ciências do Mar (Labomar), com duração de quatro anos, é o monitoramento da dragagem e da disposição do material dragado. Trata-se de uma complementação do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) do porto.”

(Com site da UFC)

VAMOS NÓS – Agora é saber quando vai sair mesmo o edital dessa dragagem, cujo lançamento já foi adiado por duas vezes.

Buraco teimoso

Alô, Cagece! Está reaberto buraco localizado em frente a sede da Escola de Aprendizes Marinheiros, na avenida Leste-Oeste.

Pelas contas dos que moram na área, essa deve ser a oitava vez que esse buraco ressuscita. 

Haja dinheiro saindo pelo ralo.

Tentativa de assalto em fente ao Batalhão de Choque

Uma tentativa de assalto foi registrada nesta manhã de sexta-feira na calçada do Batalhão de Choque da Polícia Militar, em Fortaleza. Dois individuos numa motocicleta e armados abordaram um senhor que estav com uma carga de peças de motocs numa camihnão próximo à Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos de Cargas.

Alguns populares gritaram chamando a polícia, que reagiu. Um foi preso e o outro conseguiu fugir. Ainda há perseguição na área.

Tomara que não digam que a culpa é do secretário Roberto Monteiro.

ATUALIZAÇÃO (11 horas) – Era um adolescente de 17 anos foi apreendido com uma pistola 765, arma de groso calibre. O outro que estava com ele continua foragido.

Depois de Lula, partido aposta na Era PT

dii

“O PT irá apostar na “demonização” da direita para eleger a ministra Dilma Rousseff para a Presidência da República. Apoiado nos altos índices de popularidade do presidente Lula, o partido quer retomar o seu papel de protagonista no debate entre esquerda e direita e polarizar as eleições de 2010 em um duelo entre PT e PSDB.

Segundo a executiva nacional do PT, os desafios do partido para 2010 são a vitória na eleição presidencial e o crescimento da legenda. Cansado de estar a reboque do presidente Lula que, com mais de 80% de popularidade, tem se posicionado acima do partido que o elegeu, o PT quer reconquistar a posição de legenda líder das esquerdas políticas no Brasil.

A tendência pode ser observada nos documentos divulgados pela Executiva Nacional petista para servir de base para os debates do 4º Congresso Nacional do PT, que acontece até amanhã (20) no Centro de Convenções em Brasília. Nas propostas de resolução do partido, o PT deixa claro que quer retomar a “luta pela construção de hegemonia política”.

“A luta pela construção de hegemonia política para sustentação de nosso projeto é um dos desafios históricos do PT como um partido que tem como horizonte o socialismo democrático”, diz a executiva nacional no início do documento de 17 páginas. “O ano de 2010 pode significar prosseguimento, o caminho aberto por Lula, ou a volta ao modelo neoliberal”, afirma.

Eleições

A intenção de polarizar as eleições entre PT e PSDB é clara no documento petista. Na campanha eleitoral deste ano, o PT pretende reforçar que estarão em jogo “dois projetos distintos e opostos para o Brasil”: de um lado, o projeto “neoliberal”, representado pela aliança PSDB, DEM e PPS, e de outro “o projeto popular implementado por Lula”, encabeçado pelo PT e aliados.

“Eles representam a política que quebrou o Brasil três vezes, que privatizou, desempregou e desencantou o povo brasileiro. (…) Nós representamos as medidas que geraram crescimento, infraestrutura, desenvolvimento social, 11 milhões de empregos, redução da pobreza e da desigualdade”, diz o documento.

Como estratégia da campanha eleitoral, o PT pretende utilizar neste ano tática quase oposta à usada na campanha eleitoral de Lula em 2002. Na época, o partido assustava os setores conservadores. Assim, a campanha teve como mote a garantia de que o PT daria continuidade à política econômica do governo de Fernando Henrique Cardoso. A ideia era, em vez de marcar diferenças, ressaltar as semelhanças de FHC com o “Lulinha paz e amor”, centrando a diferença na promessa de um governo que não daria espaço à corrupção. Depois do mensalão, a possibilidade de se trabalhar a honestidade como diferença esgotou-se. Mas o avanço das políticas sociais no governo Lula permite ao PT trabalhar a ideia de que neste ano o partido quer reforçar a ideia de que governos amparados pelo partido têm maior preocupação com os pobres. E que uma eventual derrota de Dilma botará a perder todo esse avanço social. Da tentativa de reforçar semelhanças em 2002, parte-se agora para o discurso de dizer que os projetos do PT e do PSDB são “antagônicos”.

No documento, o PT afirma que para ter “sucesso na tarefa de transformar as eleições em uma disputa de projetos antagônicos” será preciso reforçar as alianças entre partidos de esquerda. No documento, a executiva afirma que a continuidade do projeto de Lula está vinculada à “capacidade de fortalecer um bloco de esquerda e progressista”.”

(Congresso em Foco)

FPM – Segundo repasse registra aumento

“O segundo repasse de fevereiro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é 8% maior que o estimado pela Receita Federal e rompe um círculo de perdas registradas em janeiro deste ano. O montante de R$ 264,2 milhões será creditado nas contas municipais nesta sexta-feira, 19 de fevereiro. O valor bruto, incluindo o que é retido pelo Fundeb, é de R$ 330,3 milhões, de acordo com a Confederação Nacional de Municípios (CNM).

A Receita Federal estimava para este decêndio um repasse de R$ 244,6 milhões. O aumento não foi registrado apenas em relação ao cálculo da RF, em comparação ao mesmo decêndio do ano passado, o valor também é 1% maior em termos nominais – sem a correção pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Se levada em consideração a correção do IPCA, em termos reais, ocorre o contrário: este repasse é 3,5% menor em relação ao mesmo decêndio de 2009. Esta segunda transferência do FPM no mês de fevereiro poderá apresentar uma recuperação de 7%, o que repõe metade das perdas de janeiro.  Na soma dos dois primeiros decêndios de fevereiro de 2010 o aumento é de 12,72% em comparação à soma dos repasses em fevereiro de 2009.”

 (Com Agências)

Caravana da Alegria visitará Hospital Albert Sabin

ferrucio

O karateca Ferruccio Feitosa.

A criançada internada no Hospital Infantil Albert Sabin (Hias) e da Associação Peter Pan terá uma tarde bem animada nesta sexta-feira. A partir das 15h30min, essa turma receberá a visita do secretário do Esporte do Estado, Ferruccio Feitosa, e de Juliana, tetracampeã de vôlei de praia.

Com os dois, uma minicaravana da alegria, com palhaços, brincadeiras e a doação de bolas e jogos educativos. A ação é mais uma iniciativa do projeto “Esporte na Minha Cidade” da Secretaria do Esporte do Estado (Sesporte) que tem movimentado o Interior mostrando a importância do esporte para a qualidade de vida.

DÚVIDA CRUEL – Será que o secretário Ferruccio Feitosa, que é karateca dos bons, fará uma exibiçãozinha?

Horário de Verão acaba neste domingo

“Termina à 0h deste domingo (21) o horário de verão, quando os relógios deverão ser atrasados em uma hora. Segundo estimativas do Ministério de Minas e Energia, a 36ª edição do horário de verão no Brasil foi responsável por uma redução de 0,5% no consumo total de energia. Já a previsão de redução da demanda durante o período de maior consumo -das 18h às 22h- deve ficar em 4,4% nas regiões Sudeste e Centro-Oeste. No Sul, a redução deve ficar em 4,5%.

O horário de verão, que começou no dia 18 de outubro de 2009, atinge três regiões do país. Além do Distrito Federal, dez Estados o adotaram–Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.”

(Com Folha Online)

Asa partida – Mais um tucano descarta disputar o Governo

amarilio

“Mais um nome do ninho tucano descarta qualquer possibilidade de entrar na disputa pelo Governo do Ceará contra Cid Gomes. O empresário Amarílio Macedo, diretor do Grupo J. Macedo, alegando ter compromissos com sua vida profissional e morar em São Paulo, descartou a possibilidade de entrar na disputa.

Amarílio, no entanto, defende que o PSDB tenha candidato a governador como forma de assegurar palanque pró-José Serra. “Defendo candidatura única e acho que a melhor opção é termos o -galeguim do zói azul- como candidato“, observou para esta Vertical o empresário, referindo-se ao senador Tasso Jereissati.

Tasso, que já foi governador por três vezes, afasta esse cálice. O PSDB, pelo visto, continua seu dilema. ”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Aprovada licença do aeroporto de Jeri

“Por 20 votos a favor e três contra, membros do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema) decidiram pela emissão da licença prévia do Complexo Aeroportuário do Polo Turístico de Jericoacoara sem a anuência do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio).

A reunião, em caráter extraordinário, foi realizada para deliberar sobre o resultado da 185ª reunião do Coema, realizada em janeiro deste ano. No encontro foi aprovado o parecer técnico da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) referente ao projeto, com a ressalva de que o complexo deveria ser enviado ao ICMBio, já que a sua localização ocupava parte da área de 10 quilômetros ao redor do Parque Nacional de Jericoacoara.

Pela legislação vigente, empreendimentos que ocupem áreas de gerência federal devem ter seus estudos encaminhados à análise do ICMBio. A localização da área a ser construída foi alterada, não estando mais na zona de amortecimento do Parque Nacional de Jericoacoara. “Desta forma, não é preciso que o parecer técnico da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) seja apreciado pelo ICMBio“, destaca Lúcia Teixeira, superintendente da Semace.

Lúcia afirma que mesmo sem a obrigatoriedade, vai encaminhar o processo ao Instituto. “Com base nessa licença podemos fazer estudos mais aprofundados no local onde será construído o aeroporto e acredito que a ajuda do ICMBio vai ser de enriquecimento do projeto“, enfatiza.

A medida foi tomada para evitar morosidade no processo de licenciamento do aeroporto, o que poderia acarretar a perda de recursos federais. “Temos até o dia 23 deste mês para enviar todos os documentos referentes ao projeto, inclusive a licença prévia, para que a gente consiga os recursos do Governo Federal“, explicou a Izelda Rocha, secretária executiva da Secretaria de Turismo do Estado (Setur). Ao todo estão previstos R$ 60 milhões, sendo R$ 52 milhões do Ministério do Turismo e o restante de contrapartida do Governo Estadual.

Turismo
Segundo a secretária executiva da Setur, com a construção do aeroporto, que terá capacidade para realizar até 1.200 decolagens por ano, o fluxo de turistas deve duplicar em cinco anos. “O Ceará tem 550 km de costa litorânea e apenas um aeroporto que recebeu somente no ano passado quase dois milhões e meio de visitantes. Mais turistas virão para o Litoral Oeste“.

(O POVO)

Mensalão – Lula silencia há três meses

“Há mais de três meses o STF (Supremo Tribunal Federal) aguarda respostas do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva a perguntas sobre o conhecimento dele dos fatos apontados na ação penal do mensalão e sua relação com os réus no processo. As questões foram elaboradas pelo Ministério Público Federal, que é o autor do processo em andamento no STF sobre a suposta compra de apoio de partidos e políticos pelo PT entre 2002 e 2005.

Lula, que não é um dos réus na ação penal, foi indicado como testemunha de defesa por dois dos acusados no processo, os ex-deputados federais Roberto Jefferson e José Janene. Suas respostas serão o primeiro depoimento formal do presidente sobre o caso.

Em novembro de 2009, Lula negou a existência do mensalão. “Foi uma tentativa de golpe no governo. Foi a maior armação já feita contra o governo”, disse, em entrevista ao programa “É Notícia”, da Rede TV! .”

(Folha)

PV quer popularizar Marina Silva

marinna

“Em busca de tornar sua pré-candidata à Presidência da República mais conhecida, o Partido Verde (PV) vai formatar uma estratégia de exposição da senadora Marina Silva (AC) em todo o País. O assunto será tema de reunião do comitê de campanha na segunda-feira, em São Paulo.

 “Há um número grande de pedidos para que a senadora participe de eventos, queremos fazer uma agenda mais organizada”, afirma Luciano Zica, responsável pela definição dos compromissos da senadora. De acordo com pesquisa do Ibope para a Associação Comercial de São Paulo, já divulgada, Marina é a pré-candidata menos conhecida entre os eleitores: 31% deles disseram nunca ter ouvido falar da senadora.”

(Agência Estado)

Lula: "Eu não pretendo voltar em 2014"

luladilma

Lula conversando com sua candidata, Dilma.

“Em entrevista exclusiva concedida ao Estado nesta quinta-feira, 18, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou ter escolhido Dilma Rousseff como candidata presidencial para apenas um mandato, com o objetivo de voltar ao poder em 2014. “Ninguém aceita ser vaca de presépio e muito menos eu iria escolher uma pessoa para ser vaca de presépio”, afirmou Lula. “Todo político que tentou eleger alguém manipulado quebrou a cara.” A entrevista, que poderá ser lida na íntegra na edição desta sexta-feira, 19, do Estadão, foi concedida aos jornalistas Vera Rosa, Tânia Monteiro, João Bosco Rabello, Rui Nogueira e Ricardo Gandour.

Para o presidente, a eventual gestão Dilma não será mais à esquerda do que seu governo, mas afirmou que a ministra terá “o ritmo dela, o estilo dela”. O presidente avaliou que as diretrizes do programa petista podem ser mais “progressistas”: “O partido, muitas vezes, defende princípios e coisas que o governo não pode defender”.

Ao longo da entrevista, o presidente mostrou bom humor, quando questionado sobre a presença do Estado na economia: “O único Estado forte que eu quero é o Estadão”. E acrescentou: “O governo tem dois papeis, e a crise reforçou a descoberta deste papel. O governo tem, de um lado, de ser o regulador e o fiscalizador; do outro lado, tem de ser o indutor, o provocador do investimento, aquele que discute com o empresário e pergunta por que ele não investe em tal setor”.

Segundo o presidente, o Estado deve se fazer presente na economia para ter “poder de barganha”: “Se a gente não tiver uma empresa que tenha cacife de dizer ‘se vocês não forem, eu vou’, a gente fica refém das manipulações das poucas empresas que querem disputar o mercado. Então, nós queremos uma Eletrobrás forte, para construir parceria com outras empresas. Não queremos ser donos de nada”. 

O presidente respondeu com números às críticas da oposição sobre inchaço da máquina pública. “A cada 100 mil habitantes, o governo federal tem 11 cargos comissionados. O governo de São Paulo tem 31 cargos por 100 mil habitantes”, cutucou, em referência à administração do governador e prsidenciável tucano, José Serra.”

(Estadão)

Caminhão levado da calçada

“A sinceridade e o receber bem estão na rotina do delegado Espártaco Esmeraldo, 52. Do tempo que passamos na calorenta delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas do Ceará (DRFVC), um pouco mais de duas horas, sete vítimas foram atendidas por ele para que tivessem o carro liberado. “As pessoas já sofrem com o assalto ou furto e ainda são penalizadas na delegacia? Não“, comenta.

Rodeado de imagens de santos nas paredes e sentado em frente a um altar onde estão estátuas de São Francisco, Nossa Senhora Aparecida, São José e outros protetores, o delegado, que tem nome de gladiador romano, se cerca da fé católica para levar seus 28 anos de Polícia Civil. Para Espártaco Esmeraldo, a DRFVC não está preparada para enfrentar as quadrilhas que roubam 19 carros por dia em Fortaleza. Ano passado eram 17.

Falta o básico na delegacia. Banco de dados sistematizado, por exemplo, ferramenta fundamental para uma especializada constantemente acionada, não existe. Espártaco assumiu a Roubos e Furtos de Veículos em 24 de novembro de 2008 e confessa que não faz planos para continuar por lá.

O nome Espártaco foi escolhido pelo pai, um promotor de justiça que militava no comunismo e gostava de histórias heroicas. Acabou assassinado em Missão Velha, no 1968, a facadas, por um criminoso que não gostou de sua atuação judiciária.

Acompanhe a seguir a entrevista com Espártaco Esmeraldo. Uma continuação da matéria sobre os carros que, sob a custódia da Polícia Civil, são saqueados. Ontem, O POVO contou a história de um Cross Fox que, tomado de assalto em Recife e localizado pela polícia em Fortaleza, foi depenado na Conselheiro Tristão. Rua vizinha a três delegacias e o Batalhão de Choque da PM.

O POVO & Quantos inquéritos foram abertos por delegados para apurar furtos de carros que estão sob a custódia da DRFVC?
Espártaco Esmeraldo & Não tenho conhecimento. Posso pesquisar com a escrivã e dar uma resposta. Sou sincero com vocês, esse inquérito do furto dos cinco pneus do Cross Fox só andou porque vocês mandaram o ofício com o questionário. Como é muita coisa na delegacia, temos de priorizar. Sabia que tinha uma investigação em curso e temos informes de quem foi. Depois disso, desde outubro, não recebi mais nenhuma reclamação de furto dos carros que estão estacionados na rua Conselheiro Tristão (ao lado da delegacia).

OP & Na rua há câmeras?
Espártaco & Não. Aliás, não sei nem se as da delegacia estão funcionando adequadamente.

OP & Existem policiais envolvidos com os furtos dos carros sob custódia da Polícia?
Espártaco & Não posso dizer que tem, não há indícios. Mas não me surpreendo com nada. No caso específico do Cross Fox, não sei. Sei que tem indícios de que o autor do furto dos pneus era uma pessoa que trabalhava na garagem (terceirizado) da delegacia.

OP & É só um ladrão?
Espártaco & Não. A pessoa que vem furtar esses pneus, ela não vai ficar com os pneus pra si. Ela vai vender para alguém. Não é um ladrãozinho ou um morador de rua ou alguém que dorme no albergue (vizinho à delegacia).

OP & Há conivência de policial?
Espártaco & Não tenho nenhuma uma informação no momento. Mas é estranho, porque além de ser próximo à delegacia, as viaturas abastecem perto de onde aconteceu o furto. Quer dizer, é caminho de viaturas, há uma rotina de policiais por ali. (Na rua onde ocorreu o furto ficam localizadas a garagem da delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Carga, a lateral da própria delegacia, a delegacia de Capturas, a delegacia de Acidentes de Veículos e o quartel do Batalhão de Choque).

OP & Quantos carros saem depenados daqui?
Espártaco & Não tenho conhecimento de carro entrar de um jeito e sair de outro. Já vi muitos casos de proprietários reclamarem que os carros chegam aqui (após a localização) sem bateria, sem extintor, etc. Especificamente daqui, só o Cross Fox. Já tive informes, do delegado Wilder Brito, que teve anteriormente um furto de um caminhão daqui. Mas aí não sei se foi feito inquérito. (A escrivã Rosália confirmou a informação e a abertura de inquérito. Descobriram que a quadrilha de um assaltante que estava preso na delegacia, veio à noite e furtou o caminhão da rua Conselheiro Tristão. Houve também um procedimento instaurado contra estudantes do antigo Colégio Cearense que estavam furtando peças dos carros).

OP & Qual o número de carros hoje na rua?
Espártaco & Isso muda todo dia, hoje (na terça-feira, 9/2) temos pelo menos 50. Os localizados e que estão legais, sem chassi adulterado, por exemplo, as vítimas levam. Todo dia sai. Os que estão há mais tempo na rua são carros adulterados que não temos como chegar ao proprietário. O Detran não pode regularizar. As quadrilhas destroem os locais de registro ou cortam partes do veículo. O chassi, o número dos vidros, o número do motor. Há dois meses tinham uma carreta estacionada perto da Casa das Irmãs Cordimarianas (Conselheiro Tristão nº 71) com o chassi adulterado. Esse caminhão era motivo de reclamação dos moradores porque era usado de moradia por marginais. Mandamos para o depósito do Detran, onde existem uns quatro mil carros, em Itapebussu.

OP – O que o senhor achou de mais complicado na DRFVC?
Espártaco & Eu ouvia falar que todo delegado queria vir para cá. Por quê? É uma delegacia que tem muito papel (burocracia), mas também tem a parte operacional. Sabia dos policiais especializados e que estaríamos enfrentando quadrilhas organizadas. Mas o que vejo é que não estamos preparados para enfrentá-las.

OP & A DRFVC tem banco de dados?
Espártaco & Não. Nós temos fotografia (o delegado estava fazendo uma foto de um preso com um celular quando os repórteres chegaram à delegacia). Não existe um sistema tecnológico de cruzamento de informações locais nem com outros estados. Temos uma colaboração com o Piauí. Existem quadrilhas que levam camionetas daqui pra lá e trazem de lá pra cá. O que acontece é que quando um delegado passa por uma delegacia, ao sair, ele leva todas as informações. “São minhas, isso é meu“. Isso precisa mudar.

OP & Há alguma grande investigação em andamento?
Espártaco & Sim. Mas a demanda é grande, quanto mais a gente trabalha menos temos condições de trabalho. Um policial de rua está numa investigação e daqui a pouco eu jogo outra. Umas ficam pela metade. A gente faz alguma coisa, mas não faz o que era o ideal para fazer. Quando o Ministério Público diz que os inquéritos são mal feitos, os delegados ficam chateados. Mas são mal feitos mesmo. Mas por que são mal feitos? Precisamos discutir é isso.

OP – Quantas viaturas a delegacia tem?
Espártaco & Cinco, mas apenas uma em boa condição. O restante é meia vida. É desgastante você estar cobrando o mínimo. Há uma promessa que a nova delegacia, que irá funcionar vizinho ao Detran, será fabulosa. Espero. Você está vendo que numa sala quente dessa, o ar condicionado não funciona. Já mandei vários ofícios. O xadrez é no corredor por onde passam as vítimas e vizinho à recepção. Os presos escutam tudo. Na sala para reconhecimento de assaltantes colocaram o vidro-espelho virado para o gabinete do delegado adjunto. Quando há sessões de reconhecimento, o delegado tem de sair da sala dele para que os presos entrem e as vítimas vão para o lugar onde os presos deveriam ficar para serem reconhecidos. É o samba do crioulo doido.

OP & Quando o senhor chegou aqui, um preso tinha fugido…
Espártaco & Sim. Fomos apurar. Como foi essa fuga se o preso (um estelionatário) estava doente, não tinha nem condições de caminhar? Ele estava acostumado a sair para fazer tratamento de saúde e numa dessas saídas, um policial chegou para assumir o serviço e viu que dos 17 presos estava faltando um. No lugar dele tinha um “boneco“, um monte de pano para simular a presença do preso. Esse policial denunciou e a primeira coisa que fiz foi afastar quem estava de serviço no dia anterior. Tinham aberto um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência). Não podia ser um TCO, era um inquérito policial e poderia até se ter pedido a prisão preventiva desse policial que ainda estava em estágio probatório. Isso aqui é muito sério, às vezes um pilantra que a gente passa a mão na cabeça dele, ele arma com os bandidos. Eu chamei o cara e disse que ele não trabalhava mais na delegacia. Aí ele veio pra Capturas. Tomar conta dos presos! A gente fica meio assim.

OP & O senhor já indiciou advogado por envolvimento com roubou de veículos?
Espártaco & Não. Aqui, já indiciamos por comunicação falsa de crime. Temos um problema sério que são os veículos ´financiados´. O cara compra e financia o carro em nome de um laranja e, às vezes, paga apenas uma prestação. O automóvel não é roubado e quem vendeu só pode reaver o bem se colocar na Justiça. E o que os advogados orientam aos golpistas? Que ele denuncie que o carro foi roubado. Aí o cara vai e presta queixa e não foi. Indiciei um advogado por isso. Ele infringiu a lei, agiu de má fé. Quer dizer, as pessoas fomentam o crime. Quem vai à feira e compra um som roubado é crime. ”

(O POVO)