Blog do Eliomar

Últimos posts

Lúcio e Alexandre em clima de devoção a Nossa Senhora das Dores

147 1

Durante sua passagem pela romaria de Nossa Senhora das Dores, em Juazeiro do Norte (Região do Cariri), os candidatos ao Governo, Lúcio Alcântara (PR), e ao Senado, Alexandre Pereira (PR), foram bastante cumprimentados por eleitores de todas as idades. Alguns lembrando a gestão lucista e outros querendo conhecer o postulante ao Senado que se define como “o novo”.

Lúcio e Alexandre se definem como católicos praticantes e não dispensaram o terço em alguns momentos da procissão. Ambos disseram ter feito uma promessa. Será que alguém saberia dizer qual?

(Foto – Zé Rosa)

TRE-CE alerta: Eleitor que não apresentar documento com foto, não vota

“O eleitor que não apresentar o título e um documento oficial com foto não poderá votar este ano. Os juízes eleitorais estão sendo orientados para não flexibilizarem as exigências da Lei das Eleições e das instruções do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Circular conjunta do presidente do TRE, desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido, e da corregedora regional eleitoral em exercício, desembargadora Edite Bringel Olinda Alencar, foi dirigida a todos os juízes eleitorais do Estado do Ceará determinando a fiel execução da exigência referente à documentação que o eleitor deve apresentar no ato de votar.

Os membros das mesas receptoras de votos, portanto, são obrigados a exigir de cada eleitor a apresentação do título e de um documento oficial com foto. Os documentos que podem ser utilizados para identificação do eleitor são: carteira de identidade ou documento de valor legal equivalente (identidades funcionais); certificado de reservista; carteira de trabalho; carteira nacional de habilitação com foto e passaporte.

Para facilitar a expedição da segunda via ou reimpressão do título a Justiça Eleitoral está atendendo o público inclusive nos fins de semana, sábado e domingo. No interior o atendimento é feito na sede do cartório eleitoral e na capital em três pontos diferentes de segunda a sexta-feira, sendo que dois deles ficarão abertos no fim de semana.

SERVIÇO

O eleitor pode obter a segunda via ou reimpressão do título, de segunda a sexta-feira, das 9 às 15 horas, na Casa da Justiça e Cidadania, que funciona na sede do Fórum Autran Nunes, Avenida Duque de Caxias, nº 1150, Centro.

Também atendem, das 8 às 17 horas, inclusive sábado e domingo, a Central de Atendimento ao Eleitor, localizada na Avenida Almirante Barroso, nº 601, Praia de Iracema e a Unidade Móvel do TRE, instalada na Cidade da Criança – Centro.”
(Site do TRE-CE)

TSE deixa Collor usar na campanha jingle que cita Lula e Dilma como seus aliados

Por unanimidade, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) liberou o senador Fernando Collor (PTB), candidato ao governo de Alagoas, a utilizar na campanha um jingle que cita o presidente Lula e a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff. O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Alagoas havia proibido Collor de usar a música, já que seu partido apoia o tucano José Serra.

Adversário de Collor na disputa pelo governo do Estado, Ronaldo Lessa (PDT), cujo partido integra a coligação de Dilma, foi o responsável por protocolar o recurso na Justiça Eleitoral. O jingle da campanha de Collor dizia: “É Lula apoiando Collor, é Collor apoiando Dilma, pelos mais carentes. É Lula apoiando Dilma, é Dilma apoiando Collor. E os três para o bem da gente”. Para liberar o uso da música, os ministros do TSE afirmaram que a candidatura de Collor contava, em Alagoas, com o apoio de dois partidos nanicos que estão coligados nacionalmente com Dilma Rousseff.

Lideranças políticas destacam papel de Tasso Jereissati para o Ceará

353 4

Lideranças políticas presentes ao comício, em Boa Viagem, reforçaram, nesta noite, a importância de o Ceará ter Tasso Jereissati no Senado. “Se você perguntar quem é o senador do Ceará, todo cearense responde que é Tasso. Só ele defende o Ceará. Esse homem não pode faltar na bancada do Senado, para trazer recursos para o Estado”, defendeu o deputado estadual Cirilo Pimenta, ressaltando os benefícios que Tasso trouxe para o Ceará.

“Tasso não é só o senador do Porto do Pecém. É o senador de todas as grandes obras, das ações justas que trouxeram principalmente uma forma de vida nova para os pobres no Ceará”, concluiu.

Marcos Cals, candidato do PSDB ao Governo do Estado, também destacou a importância do trabalho de Tasso no Senado e a importância de reelegê-lo para que o Ceará possa receber cada vez mais recursos. “O que eu preciso é de um senador que tenha coragem de trabalhar, que tenha coragem de brigar para trazer recursos para o Ceará. Tasso é um homem de bem e nós de Boa Viagem devemos muito a ele”, ressaltou Marcos Cals.

(Foto – Divulgação)

Líder do PMDB diz que fala de José Dirceu atrapalha

“Para integrantes da cúpula do PMDB, além de atrapalharem o processo eleitoral, ainda não decidido, as previsões do ex-ministro e deputado cassado José Dirceu sobre o maior peso do PT num eventual governo Dilma Rousseff não devem se concretizar, porque a possível vitória será de todos os partidos.

O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), disse nesta quinta-feira que todos os partidos que integram a coligação terão peso igual na vitória – que, lembrou, ainda precisa ser confirmada em 3 de outubro.

Em palestra a petroleiros na Bahia na segunda-feira, Dirceu avaliou que, se eleita, Dilma daria maior espaço ao PT, mais do que foi dado pelo presidente Lula em seus oito anos de mandato.

– Esse tipo de declaração (de Dirceu) atrapalha e muito. Porque todos os partidos, não só o PT ou o PMDB, estão trabalhando igualmente para construir essa vitória. Se a vitória acontecer, será de todos, cada partido tem o seu exército. Todos nós vamos comemorar juntos e trabalhar juntos no governo Dilma, que será partilhado por todos que estão nesse esforço solidário para vencer no 1º turno – reagiu Henrique Eduardo Alves, cotado para disputar a presidência da Câmara no lugar de Michel Temer (PMDB), vice na chapa de Dilma.

O líder peemedebista diz que apesar de Temer e outras lideranças do partido não estarem aparecendo de forma sistemática ao lado de Dilma, como outros coordenadores petistas, o vice está numa missão especialíssima, percorrendo os estados onde há dissidência no PMDB para aparar arestas.”

(O Globo)

Gatos do Cocó foram envenenados

“Os seis gatos encontrados mortos no dia 2 de setembro no Parque do Cocó foram envenenados. A conclusão está no laudo feito pelo Laboratório de Patologia e Medicina Legal Veterinária da Universidade Estadual do Ceará (Uece). De acordo com o documento, emitido pelo professor Hugo Enrique Orsini Beserra, os gatos morreram por “insuficiência cardiorrespiratória aguda, provavelmente em decorrência de envenenamento”.
Em todos os animais necropsiados, de acordo com o laudo, foram encontradas granulações acinzentadas com aspecto semelhante ao tóxico “chumbinho”, veneno usado para matar ratos. O laudo, solicitado pela Vigilância Sanitária da Secretaria Executiva Regional II (SER II), será encaminhado à gerência do parque, ligada à Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace).

De acordo com o artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais é crime punido com prisão de três meses a um ano e multa.

A assessoria de imprensa da Regional II informou que a vigilância sanitária irá continuar com o trabalho de conscientização da população para que não ocorram mais abandono de animais domésticos em espaços públicos da cidade.”

(O POVO)

Comando muda escalas e PMs terão mais folgas

“A escala de trabalho dos policiais militares no Ceará vai mudar. Esta semana, o Comando Geral da PM solicitou aos comandantes das unidades operacionais que realizem um estudo para que a nova escala possa ser efetivada. Com a mudança, os policiais terão mais dias de folga, conforme havia prometido o Governo do Estado ao fim da “greve branca” da PM, em abril deste ano.
Na época, a escala era de seis dias de trabalho por um de folga. Após vários protestos e uma paralisação da categoria no dia 26 de abril, o Governo cedeu e mudou a escala. Os PMs dos turnos A (6 às 14 horas) e B (14 às 22 horas) passaram a trabalhar quatro dias e folgar um. No turno C (das 22 às 6 horas), o esquema mudou para “três por um”. Ficou prometido ainda que haveria uma outra mudança quando novos homens entrassem na tropa.

Os novos policiais chegaram no último dia 9, quando tomaram posse 1.591 soldados. Uma semana depois, foi publicada uma portaria no boletim interno do Comando Geral da PM, solicitando o estudo para implementação de uma nova escala. Os comandantes das unidades têm até o dia 15 de outubro para encaminhar relatório informando como a mudança será efetivada.

Nos turnos A e B, a nova escala será de quatro dias de trabalho por um de folga; seguidos de quatro dias de trabalho por dois de folga. No turno C, o esquema será “três por um” seguido de “três por dois”. “Isso representa um ganho porque o PM vai poder folgar dois dias. Agora, vai ter tempo para passar com a família, programar viagem”, diz o presidente da Associação dos Cabos e Soldados Militares do Ceará, Flávio Sabino.

A mudança começará pelo Ronda do Quarteirão, sendo estendida, em seguida, para outros setores da PM. A nova escala será adotada tanto na Capital quanto no Interior. “Isso vai ser implantado de forma paulatina”, explica o relações públicas da PM, major Marcus Costa. Segundo ele, em algumas áreas do Ronda, o novo esquema de trabalho já está sendo adotado. Ele lembra ainda que a escala não mudará nas cidades com menos de 50 mil habitantes, por falta de efetivo.”

(O POVO)

SP – Alckmin venceria eleição no 1º turno

“A exemplo da disputa presidencial, a corrida pelo governo de São Paulo permanece estável desde o início de setembro. Melhor para Geraldo Alckmin (PSDB), que venceria no primeiro turno se as eleições fossem hoje.

Segundo pesquisa Datafolha realizada nos dias 13 e 14, Alckmin tem 51% das intenções de voto, dois pontos a mais que no levantamento anterior, feito nos dias 8 e 9.

Seu adversário mais próximo é o senador Aloizio Mercadante (PT), que repetiu o desempenho da pesquisa passada e tem 23% da preferência do eleitor paulista.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos, para mais ou para menos.

Se considerados apenas os votos válidos, o ex-governador atinge 59%. O petista tem 26%. No cálculo de votos válidos, a taxa de votos brancos, nulos e indecisos é distribuída proporcionalmente entre os candidatos segundo o percentual de intenção de voto de cada um.”

(Folha.com)

IJF – 67% dos pacientes são do Interior

189 1

“A média de pacientes do Interior na emergência do Instituto Dr. José Frota (IJF) gira em torno de 48%. Hoje está em 67%. Os dados são da superintendência do hospital. O percentual começou a aumentar em julho, quando a campanha eleitoral teve início. Messias Barbosa, superintendente do IJF, acredita que as festas e comícios tenham aumentado o consumo de bebida alcoólica, o que estaria provocando mais acidentes de trânsito.

Dos 115 pacientes na emergência, 81 estão em macas espalhadas pelos corredores e 77 vêm do Interior. Do total, 45% é vítima de acidente de trânsito. Dentro desses 45%, 70% se machucaram pilotando motos. O POVO publicou com exclusividade a nova crise de superlotação do IJF na edição de ontem e o pedido de exoneração do diretor médico da unidade, Fred Arnauld, e do chefe da emergência, Rommel Araújo. Os dois alegam cansaço e desânimo diante da inoperância do sistema de saúde: a sobrecarga dos hospitais terciários, a baixa resolutividade dos secundários e a negligência dos municípios do Interior.

Ontem o superintendente do IJF, Messias Barbosa, convocou uma coletiva de imprensa sobre o assunto e novamente confirmou o estrangulamento do hospital. “A triagem continua forte na entrada, 98% dos pacientes são realmente de alta complexidade. Nosso problema é a quantidade de paciente grave vindo do Interior. O IJF não aguenta mais um número tão alto”, disse Messias. Na tarde de quarta-feira, entre 15 e 16 horas, O POVO contou sete ambulâncias de municípios do Estado deixando pacientes na porta da emergência: Quixelô, Quixadá, Aracoiaba, Senador Pompeu, Saboeiro, Maracanaú e General Sampaio.

O chefe da emergência, Rommel Araújo, vê uso político do IJF nesse período de campanha. Ele afirmou ao O POVO que estão “usando o IJF de maneira equivocada, comprando voto com a promessa de atendimento”, o que teria piorado muito a situação. Messias confirma a chegada de carros extra oficiais de políticos em campanha, mas diz que os pacientes não passam pela triagem.

Na coletiva, Messias anunciou o nome do substituto de Fred Arnauld. Quem assume a direção médica do IJF é Casimiro Dutra, hoje chefe do centro cirúrgico. Para o lugar de Rommel, não há nomes. Messias chegou a dizer que o atual chefe da emergência “é tão abnegado que se precisasse dele por mais dois anos, ele ficaria”.

E-Mais

A unidade de pediatria do IJF está no térreo, onde, pelo projeto de reforma, deveria ficar a diretoria. As crianças ocuparam o espaço ontem, às 14 horas. No segundo andar, onde estavam até então, foram abertos mais 30 leitos de recuperação para adultos.

Na coletiva de imprensa, Messias Barbosa, superintendente do IJF, voltou a dizer que a única saída para a superlotação do hospital é a abertura de uma unidade de apoio mantida pelo Ministério da Saúde, Governo do Estado e prefeituras do Interior.”

 (O POVO)

Prefeitura convoca 548 novos professores efetivos para suprir carências

185 1

Essa informação é do site da Prefeitura de Fortaleza: 

A Secretaria Municipal de Educação (SME) divulgou nesta quinta-feira, dia 16, o edital para convocação de 548 professores do cadastro reserva do concurso público realizado no final de 2009. A convocação ocorre para suprir carências de professores apresentadas atualmente na Rede Municipal de Ensino.

O processo de lotação nas escolas da Rede Municipal de Ensino dos novos profissionais começa no próximo dia 18 de outubro. Esta é a terceira convocação de professores efetivos feita este ano. Somente em 2010 já haviam sido chamados para assumir seus cargos, 1.547 professores aprovados no último concurso. Com a nova convocação o número chega a 2.095.

Ao todo são quase 12 mil professores na ativa. Mais de 97% desses docentes tem pelo menos graduação. Os 3% que ainda possuem nível médio são aqueles com pedido de aposentadoria ou próximos de se aposentar. Hoje, a menor remuneração (salário base mais regência de classe, sem as vantagens pessoais) para um professor em tempo integral da nossa rede, em sala de aula, graduado, é de R$ 1.727,00. 

DETALHE – Bom lembrar que, nesta semana, o jornal O POVO tem feito série sobre a falta de professores na rede municipal de ensino.

"O Coração postiço" de Rubem Braga

528 1

A jornalista Ana Karla Dubiela vai lançar, nesta sexta-feira, a partri das 19h30min, no Dragão do Mar, o livro “Um Coração postiço”. Trata-se de uma tese que aborda a formação da crônica do grande Rubem Braga.

Que bom vermos nossa colega de tempos de Curso de Comunicação Social da UFC entrando, mais do que nunca, para o mundo da literatura.

Caso Erenice – Líder do Governo diz que impacto na campanha dilmista é zero

180 1

“Integrante da coordenação da campanha presidencial de Dilma Rousseff (PT), o líder do governo na Câmara, Candido Vaccarezza (SP), afirmou nesta quinta-feira que a saída de Erenice Guerra do comando da Casa Civil tem “impacto zero” na campanha. Vaccarezza afirmou que as denúncias de tráfico de influência envolvendo Erenice, braço direito de Dilma na Casa Civil e no Ministério de Minas de Energia, são assunto de governo e não de campanha.

“A saída tem impacto zero. Isso não é assunto de campanha. Foi acusado o filho de uma ministra e existe um processo de investigação sem resultado conclusivo ainda. Não há porque fazer relação desse assunto com a campanha. Erenice saiu para fazer a defesa pessoal dela e da família é um ato de governo e só”, disse.

Erenice pediu demissão hoje do cargo após a publicação pela Folha de um novo caso de lobby na Casa Civil. O atual secretário-executivo da Casa Civil, Carlos Eduardo Esteves Lima, assumirá interinamente o cargo. A ex-assessora de Dilma perdeu apoio na campanha após produzir uma nota afirmando que era acusada por motivação eleitoral e que o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, um “candidato aético”, “já derrotado” e “rejeitado” pelos eleitores.

A avaliação da campanha é que ela exagerou na resposta, contrariando o discurso da candidata de que, apesar da vantagem nas pesquisas de intenção de voto, a eleição só será resolvida no dia 3 de outubro. Para Vaccarezza, que se disse solidário a Erenice, só interessa para a oposição relacionar as denúncias à campanha. “A oposição quer fugir do debate programático para o país porque não acham esse campo adequado para eles”.

Vaccarezza saiu em defesa do governo. “O nosso governo não rouba nem deixa roubar. Eu tenho que parabenizar o presidente Lula pela rapidez como agiu no caso. E a prova mais recente de que não há acobertamentos no governo é que em meio a eleição a Polícia Federal agiu no Amapá e resolveu o que era preciso”, disse.”

(Folha.com)

PSDB rindo à toa com queda de Erenice

162 2

O presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, acredita que o Planalto só concordou com a saída de Erenice Guerra do cargo quando a decisão se tornou inevitável. “O governo agiu em defesa da campanha da Dilma, não só das instituições”, afirmou ao site de VEJA. Para ele, o governo percebeu que as denúncias poderiam trazer prejuízos eleitorais à candidata do PT à Presidência.

Sérgio Guerra, que divulgou nesta quinta-feira uma nota pedindo a demissão da ministra, diz que Erenice “já devia ter saído antes”. Na visão do presidente da legenda, ela era sucessora de uma “cadeia de irregularidades” envolvendo a Casa Civil desde o início do governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

A denúncia de tráfico de influência envolvendo o filho de Erenice Guerra, Israel, também deve ser exibida no horário político de José Serra na TV: “Eu acho que devemos usar todos os casos, sempre à procura da verdade”, defende Sérgio Guerra. Ele também acredita que o caso, junto com a denúncia da quebra de sigilo de pessoas ligadas ao PSDB, pode mudar o cenário das eleições: “Está crescendo na opinião pública a tese de que nós precisamos de um segundo turno”.

Na edição desta semana, VEJA revelou que o filho da ministra, Erenice Guerra, atuava como lobista junto a empresários interessados em firmar contratos com o governo. Ele cobrava uma comissão de 6% sobre os valores negociados. Na terça-feira, a Polícia Federal abriu um inquérito para investigar o caso.

Jefferson ironiza – No Twitter, o presidente do PTB, Roberto Jefferson, também comentou a saída da ministra: “Erenice Guerra já deve estar marcando assento em viagem rumo ao ‘Vale dos Esquecidos’ do PT. É no ‘Vale dos Esquecidos’ que jazem Waldomiro Diniz, Delúbio Soares, Silvio Pereira e uma penca de aloprados”, escreveu, em referência aos escândalos que rondaram o órgão durante o governo Lula.

(Veja Online)

Porque comemoramos 4 anos de Blog

Nada de pose de candidato não, gente! Essa turma aí estuda na Escola de Ensino Fundamental e Médio Johnson (Cidade dos Funcionários), em Fortaleza, e comemorou conosco estes quatro anos de Blog durante visita à redação do O POVO, nesta manhã de quinta-feira.

Queremos informar que estamos abertos outra vez a um bom diálogo nas escolas, faculdades, igrejas e entidades sobre “Jornalismo e o Show da Notícia”.

Desde, claro, que com um acerto de horário.

(Foto – Paulo Moska)

Comenda Edson Queiroz sai para um político e um empresário

A diretoria do Sindicato dos Lojistas de Fortaleza (Sindilojas) escolheu duas personalidades para receberem a Comenda Edson Queiroz 2010. Segundo o diretor Jackson Pereira Jr., serão agraciados o deputado estadual Sérgio Aguiar (PSB) e o empresário Lavanery Wanderley.

Sérgio Aguiar tem identificação com a área de serviços e turismo do Estado e Lavanery já foi presidente da Associação Comercial do Ceará. A data e o local da cerimônia ainda serão acertados.

Data: 17/09/10 (sexta-feira)

César Cals e o testemunho de um repórter

237 4

A polêmica que resultou da preferência do sociólogo Pedro Albuquerque pelo candidato a governador Marcos Cals (PSDB/DEM) e que foi alvo de críticas por parte do secretário municipal do Desenvolvimento Econômico, José de Freitas Uchoa, rende. Depois de Bruno Cals, neto do falecido César Cals, apresentar defesa do avô neste Blog, eis o depoimento do jornalista Luís-Sérgio Santos. Confira:

Como repórter – e ainda estudante de Jornalismo – do Jornal O POVO, fiz cobertura do ministro César Cals, das Minas e Energa, em duas situações: Uma em São Luís (MA) e outra na Bacia Potiguar, no meio do Atlântico.

Nessa época, o presidente era João Figueiredo, o homem da chamada “Distensão”. Cals era uma pessoa séria, arrojada, visionário e mantinha boas relaçoes com a imprensa. Era assessorado pelo prezado jornalista Tancredo Carvalho (hoje falecido) que, anos depois, veio a ser editor do jornal O POVO.

Luís-Sérgio Santos

Revista Fale!

P.S. Parabéns pelos 4 anos de Blog, Eliomar. Vida longa com bom jornalismo.

Chiclete com voto – Bel pede apoio pró-Marcelo Teixeira

Quem disse que o cantor Bel, do “Chiclete com Banana” não se envolve em política partidária, pode tirar seu bloco de axé da avenida. Ele está aparecendo no programa eleitoral gratuito do PR pedindo votos para o deputado federal Marcelo Teixeira.

Bel é agradecido a Marcelo pelo apoio que ele deu quando ocupou cargos na administração do prefeito falecido de Fortaleza, Juraci Magalhães, e viabilizou o Fortal, a micareta fora de época que congrega os grupos baianos anualmente no fim das férias de julho.

Ambos são amigos de longas datas.

Caso Erenice – Líder do DEM quer investigação também sobre Dilma Rousseff

“O líder do DEM na Câmara dos Deputados, Paulo Bornhausen (SC), defendeu que a candidata do PT ao Planalto, Dilma Rousseff, seja investigada pelas denúncias que envolvem a família da ministra da Casa Civil da Presidência da República, Erenice Guerra.

“Se Dilma foi um hiato no processo de corrupção dentro da Casa Civil, entre José Dirceu e Erenice Guerra, ela precisa vir a público e dizer isso”, defendeu Bornhausen. Antecessor de Dilma na pasta, José Dirceu deixou o cargo durante o escândalo do mensalão no governo federal, em 2005.

Em reportagem publicada hoje pela Folha de São Paulo, uma empresa de Campinas confirma que um lobby opera dentro da Casa Civil e acusa o filho da ministra Erenice Guerra, elevada ao posto após a saída da candidata petista, de cobrar dinheiro para obter liberação de empréstimo no BNDES. “Quais foram os critérios para indicar Erenice? Foi Dilma quem o fez, ela terá a resposta”, afirmou o líder do DEM na Câmara.”

(Folha.com)